Comunicado

Venho rapidinho avisar que por motivos de doença na família estarei ausente até que tudo se normalise.
Quem é de Deus, peço que reze. Quem é de fé, torça por nós!

medo


O medo passa de homem para homem
Sem darmos conta,
Como uma folha passa a sua agitação
A outra.
De repente toda a árvore treme
E não há sinal de vento.


Charles Simic (Jugoslávia, n. 1938), tradução de Soledade Santos

Assine para receber os textos do "Luz de Luma" em seu e-mail ou acompanhe pelo Facebook

Keep it simple, stupid!

Mistérios, sim

O mundo são brevíssimos instantes

É fácil moldar a memória das pessoas

Belo belo belo

Tenho tudo quanto quero

luzdeluma
Tenho o fogo de constelações extintas há milênios.
E o risco brevíssimo - que foi? passou - de tantas estrelas cadentes.

A aurora apaga-se,
E eu guardo as mais puras lágrimas da aurora.

O dia vem, e dia adentro
Continuo a possuir o segredo grande da noite.

Belo belo belo,
Tenho tudo quanto quero.

Não quero o êxtase nem os tormentos.
Não quero o que a terra só dá com trabalho.

As dádivas dos anjos são inaproveitáveis:
Os anjos não compreendem os homens.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008

Leve meu banner com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor