Uma pausa para o café

A vida está borocoxó?
Podia ser melhor!
Lila irá ajudá-lo a reencontrar o colorido da vida
Lila é um personagem de um curta-metragem lírico e poético que completa uma espécie de trilogia que começou em 2008 com "Um conto de amor em Stop Motion" (uma jovem sonha com o que ela acabou desenhado no papel) e, em 2011 com "A sombra de azul" (um jovem descobre sua inspiração no voo das borboletas)

Todos os três filmes estão cheios de sentimentos de esperança e otimismo, e retratam um mundo no qual a vida e a fantasia se tornam apenas um. Lila é uma conclusão fascinante para uma trilogia temática, mesmo involuntária, que sugere que pode haver um pouco de Lila em todos nós.
A música é uma composição exclusiva do talentoso Sandy Lavallart e o filme é do inquieto escritor, diretor, ilustrador e animador Carlos Lascano. No papel de Lila, está a atriz Alma Garcia que se presta muito bem ao personagem que sonha, imagina e com a sua delicada arte de desenhar, tenta mudar o que vê e deixa tudo mais colorido e amoroso.
Lila Visualizando laços sutis de amor...
Uma história bonita, com ar naif em que a menina lembra Amélie"não pode resignar-se a aceitar a realidade tão plana como ela percebe" (Carlos Lascano)
Metáfora visual estendida sobre como as pessoas podem ajudar os outros através de pequenos atos de bondade.

Existem apenas dois olhares sobre a vida e fazemos a escolha, a cada dia, sobre como respondemos aos desafios, vitórias e tudo mais. Podemos optar por permitir decepções para que apodreçam e sejam classificadas como injustas, portanto, abrimos mão do controle, ou então, encontramos aceitação e inspiração através desses desafios.

Pense em quando rotulamos algo na nossa vida como "injusto". Isso é uma ladeira escorregadia e leva a desculpas e contorna o poder que todos nós temos sobre as nossas próprias vidas. Resiliência e audácia - é o que o desafio deve nos dar.

Mas o que um vídeo docinho tem a ver com desafio? Oras, pense em um comportamento contrário ao de Lila e que muitos possuem. Pense em um simples olhar que procura por defeitos... A vida pode lhe dar socos e você pretende dar socos de volta? É gastar energia com nada. Te convido a embarcar numa viagem mais feliz!

"Dormi e sonhei que a vida era alegria. Acordei e vi que a vida era serviço. Eu agi e eis que o serviço era alegria" Rabindranath Tagore.

Assine para receber os textos do "Luz de Luma" em seu e-mail ou acompanhe pelo Facebook

Ego é apenas um átomo

Avatar, alter ego de um eu invisível

Quem não faz gol, não vai para o céu

Fred

Arquivo do blogue

Leve meu banner com você...


Algumas coisas não têm preço.


Affichez votre soutien

Obrigada pela presença

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

Copyright  © 2010 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor