Chegou o dia D. Vamos esquecer um livro? [update]

BookCrossing Blogueiro

Quando escrevi o post "Retornando a uma velha e atual ideia", o fiz com bastante nostalgia lembrando de uma época em que todo o final de semana, fazia o seguinte trajeto: Cabo Frio/Pouso Alegre - Pouso Alegre/Cabo Frio e rodava em média 14hs (1.030 km), só para ver o sorriso da minha mãe.

Levava sempre um livro e escolhia aquele que estava com a leitura mais adiantada para ao terminar a leitura, dar continuidade ao meu projeto de libertar livros. Na volta da viagem seguia a mesma receita, com um diferencial: Como tinha muitos livros guardados na casa da minha mãe eu escolhia um e elegia uma cidade para libertar o meu livro. Vale dizer que quando minha mãe soube o que eu fazia, quase surtou! De que valeu tanto apego material? Agora ela não está mais entre nós.

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia; e se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos."(Fernando Teixeira de Andrade)

Citei a morte da minha mãe propositalmente, porque depois dela repensei muitos valores. Me doeu abrir seus armários, olhar tudo aquilo que ela acumulou durante a vida e não poder manter tudo no mesmo lugar. Imaginei que não gostaria que fizessem o mesmo quando eu me for desta vida e adotei a sabedoria do não fútil - do não descartável.

Os livros digitais vieram para ficar e daqui a pouco todos terão os seus tablets e pensando conjuntamente com a implantação do acordo ortográfico, definitivamente as editoras adotarão alternativas mais baratas à impressão. Será a morte do antigo formato de leitura? Penso que não, mas que a publicação de livros ficará cada vez mais cara, certamente.

Muitos livros já estão em edições obedecendo o novo acordo e estes livros que você guarda, se não forem raridade, serão uma espécie de sucata. Porque não fazer uma boa ação repassando esses livros? Se não quiser aderir ao "BookCrossing Blogueiro", existem outras alternativas para você ajudar a espalhar cultura, como o "Livro sem Fronteiras" (ideia fantástica), Biblioteca Pote de Mel (Pegue um livro, devolva quando quiser), o projeto da Ana Reis que recebe doações e deseja imensamente implantar uma biblioteca na comunidade onde mora. Também na postagem "Guardar livros para quê?", listo vários locais onde você pode doar seus livros.

Quando abandonei o projeto que citei acima, os livros foram se acumulando e por isso fiz a minha inscrição no BookCrossing Americano - Depois de feito o cadastro e preenchido o perfil, você pode começar a registrar os livros, observe a imagem abaixo:

registrar livro bookcrossing

Como o sistema não tem parcerias com livrarias no Brasil, você tem que pular essa etapa, clicando em "Skip Search" - abrirá uma página para adicionar dados do livro e quando terminar o processo, você recebe um nº BCID (BookCrossing ID) para adicionar ao livro.
No próprio site é disponibilizado várias versões de etiquetas para serem colocada no livro, porém em inglês. A etiqueta em português (clique na imagem para aumentar) peguei na página do BookCrossing Brasil.

O BookCrossing Brasil funciona como ponto de apoio da versão americana - não existe uma sessão de cadastro, mas eles organizam Pontos de troca e empréstimo, Encontros de BookCrossers e incentivam pessoas a criarem os seus pontos de encontro - Cá estamos nós em nosso BookCrossing Blogueiro!

O BookCrossing Portugal é um site super completo e dá bastante apoio para os iniciantes, do registro até como se virar no site americano. Também está disponível um Fórum em português para esclarecer suas dúvidas.

Depois de feito o cadastro, registrado o livro, etiquetado, está na hora de libertá-lo! Se você é uma mãe para seus livros e quer a garantia que ele não ficará no relento, veja os pontos de BookCrossing em Portugal e no Brasil.

No link indicado para os postos de BookCrossing no Brasil faltam pontos que foram agregados recentemente: Biblioteca Mário de Andrade (SP), Café Bonobo (RS), Escola Politécnica da UFBA (BA) e Oficina de Trabalho Interior Toque das Almas.
Hoje acontece a 1ª Edição do BookCrossing Blogueiro e todos os meus amigos bloggers e leitores não blogueiros, estão convidados a participar do projeto. Se não quiserem cadastrar o livro no BookCrossing, basta colocar um bilhete dentro do livro, avisando que ele não está perdido - é um livro livre - que está sendo libertado para incentivar a leitura e consequentemente espalhar cultura. Liberte este livro de preferência em locais movimentados, onde possa ser resgatado rapidamente.

Você pode colocar o endereço do seu blogue dentro do livro, caso a pessoa que encontrou queira dar notícias sobre o "menino".

Já separei meu livro e tirei uma fotinha dele de despedida enquanto me dirigia para o escritório (veja imagem), o registrei no BookCrossing e agora só falta colocá-lo na chuva! ... brincadeira! Chove muito agora e na hora do almoço procuro um lugar ideal.

Veja as cenas dos próximos capítulos...
Boa sorte para todos!!

Update! Fiz uma primeira tentativa de libertar o livro e foi bem frustrante. Na segunda tentativa, avistei algumas mães com seus pimpolhos em uma sorveteria e resolvi tomar um sorvete. Como quem não quer nada, deixei o livro sobre o balcão e sentei em uma mesinha para saborear meu sorvete e ficar à espreita. E não é que uma das mães ao pagar a conta, saiu saltitante com o livro?

Dever cumprido!!

Outros participantes:
  • Isadora Nardy (Tantos Caminhos) - Do amor e outros demônios, de Gabriel García Márquez.
  • Luma Rosa (Luz de Luma, yes party!) - "10.10.10 Hoje, Amanhã e Depois - Tome as melhores decisões considerando 10 minutos, 10 meses e 10 anos", de Suzy Welch
  • Beth/Lilás (Mãe Gaia) - "O Clube do Filme", de David Gilmour.
  • Sergio Ferreira (LS Jack Oficial) - "Quando Nietzsche Chorou", de Irvin D. Yalom.
  • Flaviane Koti (Terapia de papel) - "Feng Shui para brasileiros", de Robeto B.O. Golkorn.
  • Irene Moreira (M@myrene) - "Gil Vicente", de Segismundo Spina.
  • Denise (Tecendo Idéias) - "Lei Universal da Atração", de Esther & Jerry Hicks.
  • Wesley Nantes (Talvez Interessante) - "5 minutos", de José de Alencar.
  • Lis (Flor de Lis) - "A Nova Mulher", de Marina Colasanti.
  • VaneZa (Balzaquiana com 'Z') - "Assassinato no Expresso do Oriente", "Cai o Pano" e "O Natal de Poirot", todos de Agatha Christie.
  • Tatiana Kielberman (When She Danced) - "A busca do significado", de Joseph Fabry.
  • Rosélia (Espiritual-idade) - "Expressões da Aliança", de Pe. Paulo Lisboa.
  • Ana Karla (Misturação) - "Novas Seletas", de Machado de Assis.
  • Teresa Cristina (Acolher com amor) - "S.E.R.", de Cristiane Saad.
  • Brisa (Ventos Noturnos) - "A hora da Estrela", de Clarice Lispector
  • Rui da Bica (Coisas da Fonte) - "Ninguém escreve ao coronel", de Gabriel García Márquez.
  • Giovanna Valfré (Bordados e Retalhos) - "Amar pode dar certo", de Roberto T. Shinyashiki
  • Lola (Casa de Lola) - "A chave do tamanho", de Monteiro Lobato e "A Porta do Vento", de Stella Carr.
  • Celeste (Cantinho da Cê) - "Tocaia Grande", de Jorge Amado.
  • Edna Santos (Inquietude Total) - "A tapas e pontapés", de Diogo Mainardi.
  • Silvana Fabbri (Meu mundo cor-de-abóbora) - "Perdas e Ganhos", de Lya Luft.
  • Roberto (Ronda) - "Imagens", de André R. Marques.
  • Nina (Nin@as Cupcake) - "Nunca desista de seus sonhos", de Augusto Cury.
  • Tati Pastorello (Perguntas em resposta) - "Mergulho na paz", de Hermógenes e "Através do Espelho", de Jostein Gaarder.
  • Maria Célia (Mundo de Cissa) - "A Conspiração Franciscana", de John Sack.
  • António Rosa (A Cova do Urso) - "Cem anos de Solidão", de Gabriel García Márquez e outro de autoria própria.
  • Suzana Martins (Entre Marés) - "A Menina que roubava livros", de Marcus Zusac.
  • Eliana (Coisas Boas da Vida) - "Criança Feliz contos e cantos", textos organizados por Nelly Novaes Coelho.
  • Ester (Uni-ver-sos) - "Homens são de Marte, mulheres são de Vênus", de John Gray.
  • Kátia Nascimento (Expresso Elas) - "O Caçador de Pipas", de Khaled Hosseini.
  • Sandra Andrade (Curiosa) - "O Homem que roubava horas", de Daniel Munduruku.
  • Chica e Neno (Sementes Diárias) - "Tarzan, um garoto levado", publicações Melhoramentos.
  • Luciano A. Santos (PontoLIVRO) - "As Crônicas Marcianas", de Ray Bradbury.
  • Jussara (Palavras Vagabundas) - "Um golpe de sorte", de Elmore Leonard.
  • Cris (...Vou Nessa) - "Basta uma palavra", de Pe. Antônio José.
  • Taís Marçal Diniz (Arte Saborear) - "O Crime do Padre Amaro", de Eça de Queirós.
  • Daniela Moreno (Moça de Família) - "Marley e eu", de John Grogan e três livros infantis não especificados.
  • Clau Finotti (Força de expressão) - "Mensagem", de Fernando Pessoa
  • Norma Emiliano (Pensando em Família) - "O Sol também se levanta", de Ernest Hemingway.
  • Élcio TuiriBepi (Verseiro) - "Os mais belos textos de Natal"
  • Beatriz (Jubiart) - "A Pétala Vermelha", de La Châte.
  • Mariana Hart (Diário de uma mãe Polvo) - "Viva o Estresse", de Barry Lenson.
  • Mari Amorin (Brincando com Rima) - "Toda Mafalda", de Quino
  • Lola (Entrei nos enta) - "Só o amor é Real", de Brian L. Weiss
  • Regina Laura (No balanço das horas) - "O Paraíso fica perto" de Leo Buscaglia.
  • @lourdestaytsohn (tweet)(twitpic) - "Nunca desista de seus sonhos", de Augusto Cury.
  • Bianca Bueno (Bianca Bueno Home Place) - "Budapeste", de Chico Buarque.
  • Swt (Sulada & Some Bitter Friends) - "Descansando do Futuro", de Ademar Ferreira dos Santos
  • Carmen Mesquita (Não apague a lousa) - "Buracos", de Louis Sachar.
  • Prof. Bauru (Análise de Texto) - "Tantã", de Marie-Aude Murail.
  • Gi. (Caminhos para lá) - "IV Concurso Literário de Presidente Prudente 2010", Uma seleção de autores da cidade, com contos, crônicas e poesias.
  • Francy (Cenas do Cotidiano) - "A Jóia de Medina", de Sherry Jones.
  • Vanessa Souza Moraes (Vem cá Luísa) - “Delícias do Descobrimento – A gastronomia brasileira no século XVI", de Sheila Moura Hue.
  • Júlio Moraes (Juliu's Pub) - "Explicando Deus Numa Corrida de Táxi", de Paul Arden.
A lista continua... Se estiver faltando o link de algum participante, me avise para poder adicionar.

71 comentários :

  1. Bela iniciativa, Luma! Livros fazem pessoas e comunidades melhores. :) Boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Ainda preciso escolher um lugar para esquecer o meu... e escrever o bilhete.

    ResponderEliminar
  3. Luminhaaaaaa!

    Tô nessa também e hoje já soltei o meu por aí.
    Veja lá no blog onde foi, quem sabe você o achou. haha
    bjs cariocas

    ResponderEliminar
  4. Já esqueci meu livro também!

    http://migre.me/24JYU

    Eba!!!

    Muitas novas leituras para nós!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  5. Minha querida Luma, eu que admiro seu blog, adoro as suas leituras, suas blogagens fiquei feliz da vida de chegar a tempo e esquecer um livro. Desde a semana passada que fiquei à procura de um livro que eu amo para esquecer. Foi fácil e difícil, rs...

    Fácil porque decidi rapidamente que esqueceria "a menina que roubava livros" e difícil porque tive que praticar o desapego. rsrs...

    Mas valeu tanto a pena. Ver o sorriso no rosto daquela senhorinha que achou o livro me fez muito bem!!!

    Adorei demais participar dessa blogagem, desse momento. Obrigada!!!^^

    Agora fiquei com vontade de tomar sorvete e ler na sorveteria!! rs...

    Beijos querida!!^^

    Linda semana para vc...

    ResponderEliminar
  6. Olá Luma,

    Não fiz o post mas deixei 2 livros: o «Cem anos de Solidão» e um livro de astrologia de minha autoria. Foi um grande prazer, pode crer.

    ResponderEliminar
  7. Luma achei essa idéia incrível e logo mais a noite vou esquecer o meu.
    Parabéns a você também que despertou para essa iniciativa. Vou editar meu post citando esse seu.
    Parabéns!

    Xeros

    ResponderEliminar
  8. Oi, querida
    Vou agregar seu Blog ao de hoje pois a ideia conjunta de vc e Isa me fez ficar bem serena... fazer o bem é o melhor bem que nos podemos fazer.
    Que pena!!! Não recebi seu e-mail, me manda de novo, tá?
    Quero muito conhecer vc, tão pertinho... posso ir aí, vc marca o lugar e o dia... Quarta é o melhor dia pra mim, visto ter outros compromissos e no fim de semana, como falo no Blog, viajo, na maioria das vezes.
    Um super bj e parabéns por tão bela inciativa...
    Bjm e votos de muita harmonia pra vc, querida.

    ResponderEliminar
  9. uma iniciativa maravilhosa que eu adorei participar. bjs. Brisa

    ResponderEliminar
  10. Olá Luma!! Tudo começou aqui, né? O seu blog foi a inspiração de tudo o que está ocorrendo. Nossa, que legal a lista!! Ótima idéia. Eu fiquei com vontade de ler alguns títulos deixados pelos amigos aqui dos blogs. Beijão e obrigada pelo comentário no Acolher com amor!

    ResponderEliminar
  11. Já tinha dito que é uma iniciativa EXTRAORDINÁRIA.

    Ao contrário de muitos eu leio, mas não guardo, ofereço a amigos e até desconhecidos e se tiver ali meia dúzia é muito:)

    O que se passou com a tua mãe o mesmo acontece com a minha que "ai daqueles que pegarem os livros dela", mas ao contrário da tua, ela já disse: quando eu morrer se os filhos quiserem alguns que levem, mas os restantes serão para a biblioteca de uma cadeia mais próxima.

    Parabéns pelo post e pela iniciativa!

    ResponderEliminar
  12. oi Luma
    Alista continua sim, pois eu também estou dentro e não só pelo blog, mas na minha lista de e-mail também.
    Hoje, abandonei meu livro, ms não fiquei espreitando para ver quem pegava, contudo o bilhete das intenções o acompanhou.
    Não postei hoje a minha ação, pois é dia da Série A criança que eu fui, com o Relato da Isadora.
    Lindo seu relato sobre suas atitudes anteriores em relçao a cultura.
    bjs

    ResponderEliminar
  13. Olá, querida...

    Sempre "perco" um livro dentro do ônibus, com um bilhetinho para quem encontrar e acho essa idéia muito interessante! Gostei do termo "libertar"...

    Bjs.

    ResponderEliminar
  14. Genial essa idéia. Eu tinha visto num blog uma pessoa falar sobre isso mas nao tinha entendido direito. Agora entendi. Eu dou quase todos os meus livros para minha diarista que... ja esta comprando livros!!! Ela tomou gosto pela leitura. Muito lindo isso nao é? A maior parte dos meus livros sao de Psi e esses eu nao dou. É uma especie de fetiche ver aquela coleçao de Freud, de Lacan. Acho lindo e de fato, quando posso leio. Ja os outros livros, todos os outros, nao tem a menor possibilidade de eu ler duas vezes, nao gosto de reler. E entao eu dou. Mas certamente que ainda tem uns e outros aqui que eu posso esquecer. Acho que ficarei meio sem graça por que sou a timida, embora nem sempre pareça. Mas vou tentar esquecer um em algum lugar.
    Bjos!!!!

    ResponderEliminar
  15. Ja achei um para participar: Os delirios de consumo de Becky BLoom. Acho legal para quem vai pegar um aviao para viagem longa. Ou quem esta com paciente no hospital, distrai, é facil, leve, engraçado.
    Bjos

    ResponderEliminar
  16. Luma, fantástico tudo isso...hj me senti tão bem, parecia uma criança feliz que acabara de receber um brinquedo desejado, um doce, um sorvete...e no entanto, eu quem fiz a doação, libertei meu livro, libertei das amarras da estante onde estava encostado e esquecido, libertei e dei a oportunidade de uma pessoa parar alguns minutos e apreciar a leitura...Esse sentimento nem "mastercard" paga!!!
    Bjks

    ResponderEliminar
  17. Olá adorei esta ideia conheci através do blog orvalho do céu, mas só hoje.Parabéns pela iniciativa eu gosto muito de ler e ñ sou apegada aos livros sempre repasso-os porque, penso que livros ñ foram feitos para ficarem guardados e sim devorados pelos olhos e a mente rsrrsrs. Prazer em conhece-la.

    ResponderEliminar
  18. Vou atualiar com o teu link, ok?

    beijo e muito obrigada pela iniciativa!!!

    ResponderEliminar
  19. Luma, mais uma vez obrigada por nos apresentar essa brilhante ideia...!!^^

    Querida, respondi seu comentário no meu blog, rs...

    Beijos

    ResponderEliminar
  20. Luma,
    Vim retribuir a visita, e dizer que voce não tem noção do quanto sofri pra "liberar" o meu livro.
    Espero que quem o encontre, goste como eu gostei e gosto de ler.
    Achei profundo o seu post, e é algo pra pensarmos mesmo.
    Exercitar o desapego não é fácil, mas é necessário.
    Bjs
    Edna Santos
    Eu

    ResponderEliminar
  21. Luma amanhã acho que vou postar essa liosta marvilhosa que vc fez dos participantes. Posso? Nossa nem tinha me dado conta de tanta gente bacana nesse projeto. Bjs

    ResponderEliminar
  22. Oi Luma,
    Tudo bem? Sabe quando um post é suficiente para admirarmos uma pessoa?
    Bem, o que você postou sobre o compatilhamento de livros e o BookCrossing já conquistaram a minha admiração pelas suas idéias e pelo seu blog.
    Abraços!!

    ResponderEliminar
  23. Oi Luma!!!
    Nossa..eu nunca tinha ouvido falar nesse tipo de campanha, me senti tao ilhada. A primeira vez que escutei foi no post da Isadora e amei na hora, fiz um post e deixei meu livrinho la hoje..rs.
    Foi um pouco frustrante porque fiquei meia escondida uns 10 minutos e nada..rs.
    Espero que alguem o encontre!!
    Adorei sua visita la no meu canto e comentarei com a Flavia sobre o que voce falou, so nao entendi se voce estava se referindo do fato da palavra "blogueira" estar no feminino? Era isso? De qualquer maneira as sugestões sao sempre muito bem vindas!!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  24. Ai Luma que delícia foi o dia de hoje. E que barato você ter relacionado os livros que foram esquecidos. Hoje, o meu dia foi bem corrido, mas volto para acrescentar mais nomes a lista e assim, depois vou divulgá-la também.
    Pelo visto muitos participaram e isso é motivo de comemoração.
    Uma amiga disse que deixou o livro em uma praça, e que um menino o pegou, abriu, leu o bilhete, sorriu e saiu com o livro debaixo do braço. O meu namorado esqueceu também, e quando retornou para casa passou pelo local e o livro não estava mais lá. Enfim são muitas histórias.
    Vou voltar com calma a este post e ler melhor e visitar os links deixados por você.
    Um grande beijo e parabéns!

    ResponderEliminar
  25. Impressionante o post sobre o Fristón. Não conhecia a história do Yves Hublet.

    Gostei da ideia de esquecer um livro. Fiz algo parecido no ano passado, até fiz um post contando, mas agora quero "esquecer de verdade".

    maisum-capitulo.blogspot

    ResponderEliminar
  26. A idéia é muito interessante, tomara que alguém a copie por aqui.
    Obrigada pela visita lá no blog, volte sempre!
    Bj
    Adri

    ResponderEliminar
  27. Oi Luma, você não foi apenas o ponto de partida desta ideia maravilhosa da Isa, que renovou a alma de muita gente hoje; também fez esta postagem generosa, com o link de muita gente que está participando. Tem gente a beça! Cada vez que entro no blog vejo mais gente! Muito legal.
    Você está certa sobre exercitar o desapego. Percebi, com esta iniciativa de hoje, o quanto sou apegada aos livros. Roupa, eu doo sem problemas, às vezes até algumas que estão em uso, mas livros... É ponto para exercitar, agora que sei, farei isso! Beijos.

    ResponderEliminar
  28. Oi Luma, adorei participar, eu queria ter esquecido meu livro em uma praça e ia até tirar foto, mas começou a choverrr...rssrsr!
    Eu tinha que ir em uma loja de aviamentos e foi lá que esqueci, o livro de literatura: "O crime do padre Amaro",passa no meu blog de arte pra ver.
    E gostaria de entender mais sobre essa campanha, se puder me dar mais detalhes!
    Beijocas
    http://artesaborear.blogspot.com

    ResponderEliminar
  29. Luma
    Olá amiga. Que delícia d e ler ver tanta coiusa boa acontecendo.
    Hoje esqueci um livro e já postei na m@myrene. Confesso que tentei aguardar para ver se alguém pegava no livro, mas os estudantes chegaram e aí ficou difícil de enxertgar. Acredito que devem ter pego.

    Esqueci um livro que estava nos guardados do meu filho. Ele o leu para o Colégio.
    Gil Vicente de Segiusmundo Spina
    Tem três histórias
    1) O Velho da Horta
    2) Auto da barca do inferno
    3) A farsa de Inês Pereira
    Editora brasiliense - 28a. edição

    Beijos

    ResponderEliminar
  30. Luma, pode listar o meu aí:

    Mensagem - Fernando Pessoa
    (poesia)

    Esqueci o livro hoje no carro, mas amanhã cedinho liberto ele...rs...

    Bjos.

    Clau Finotti
    claufinotti.blogspot.com

    Ah, postei sobre o projeto tbém no meu blog e divulguei porque achei o máximo. Fiquei muito feliz de esse tanto de gente ter aderido.

    ResponderEliminar
  31. Olá!!! Obrigada por ter me citado.

    Sabe... quando li essa postagem no blog da Isa fiquei com receio por conta do apego aos livros... por isso decidi doar livros que eu tinha repetido... que eu comprava pra presentear. Mas agora depois de ler o seu texto vou rever meus conceitos sobre o apego material aos livros. O problema que meus livros são meus e do meu marido... e... nossa... ele é super apegado à materia. E também têm aqueles livros que eu ganhei de presente... com dedicatórias e tal... desses acho que não vou conseguir me desapegar. Mas é uma coisa que tenho procurado fazer ao longo da vida... me desapegar da matéria. Recentemente perdi meu cachorro que era membro da família ha 11 anos... minha irmã queria levar o corpo pra casa... e dispensar os serviço da clínica veterinária quanto ao enterro do corpo... eu disse pra ela que era contra... que ele não estava mais ali... mas foi difícil... muito difícil... mas eu consegui. Essa é a primeira morte próxima a mim...e virão outras... e quero estar preparada.

    AbraçoZzz

    PS: tive um dia tão atribulado que só consegui esquecer 1 dos 3 livros que separei... ainda bem... porque agora depois de ler seu post vou acrescentar o endereço do blog nos outros dois. Porque eu achava a idéia legal... mas eu ia ficar morrendo de curiosidade de saber o que aconteceu ao livro. Gostei dessa idéia da sorveteria. Hoje deixei o meu em uma cafeteria que costumo frequentar... não pude esperaar pra ver o que acontecia, mas falei com a gerente o porque de estar deixando o livro ali... ela adorou a idéia. Eita... escrevi demais rs.

    ResponderEliminar
  32. Oi Luma!

    Esqueci de colocar onde publiquei a campanha:

    http://claufinotti.blogspot.com/2010/10/voce-ja-pensou-em-esquecer-um-livro.html

    Mas na verdade vou postar amanhã sobre meu livro, o que esquecerei, tá bom?

    Bjus.

    ResponderEliminar
  33. Viim de vento e vento conferir esse projeto!!

    Linda ideia =*

    ResponderEliminar
  34. Minha obra de Proust "Em busca do tempo perdido" jamais será sucata rss abraços

    ResponderEliminar
  35. A ideia é muito boa, mas devo confessar que os meus livros são preciosos demais para mim...
    Sou muito apegada a eles. O curioso é que não tenho esse apego material com mais nada...rs

    bj

    ResponderEliminar
  36. Essa idéia foi legal mesmo.Adorei ver o neno participando, todo empolgado!beijos,chica

    ResponderEliminar
  37. Luma, atualizei o post e informei que você está fazendo essa big lista e que quem pudesse viesse até aqui e te informasse. Tenho pelo menos uns seis nomes para colocar na lista. Vou ver com calma e te passo.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  38. Eu também quero participar... como faço??
    Mas somente a partir de 11.11.10, pois amanhã seguimos ao Brasil e lá tenho muitos livros... aqui também e ano passado eu despachei vários livros em português e em holandês...
    foi ótimo..

    ResponderEliminar
  39. Luma,

    Quanta gente aderiu ao movimento hein?? E quanto livro bom espalhado por aí. Optei por não cadastrar o livro no site do bookcrossing - a alergia contribuiu para isso - mas deixei um bilhetinho dentro, espero que quem tenha encontrado se anime em repassá-lo depois.

    Quanto aos pontos de troca no Brasil, creio que vi alguma coisa no Facebook, assim que confirmar voltoaqui.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  40. Hey, Luma, voltei.

    No Brasil já tinha visto este link aqui http://www.bookcrossing.com.br/links/ mas todos os lugares listados você citou ou estão no link que indicou no post. Acho que é isso, não??

    Ah, o responsável pela página do Bookcrossing no Facebook deixou um comentário com, além do que coloquei aqui, mais um link com os pontos de Portugal: http://www.bookcrossing-portugal.com/

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  41. Olá vizinha, obrigada pela visita.
    Que história linda a sua com seus livros. Um exemplo para todos.
    Tenho que treinar mais o desapego.
    Nossa, qta gente participou! tomara que vire moda.
    Bjs, volto depois para ler com calma seus outros posts.
    Bjs

    PS: qdo precisar de uma xíc. de açucar, já sei onde pedir,rsrs

    ResponderEliminar
  42. Olá, achei o máximo a história da sua amiga dar um pé na bunda do marido após ler "Perdas e Ganhos" kkkkk, eu nem precisei ler para fazer isso com o meu afffffff.
    Eu amei ter esquecido meu livro lá no banco, e vou fazer isso sempre.
    Beijokas
    meumundocordeabobora

    ResponderEliminar
  43. Luma,
    deixei meu livro numa praça em frente a um colégio bem na hora da saida do segundo grau, não ficou nem cinco minutos no banco, mas não vi quem pegou!
    abs
    Jussara

    ResponderEliminar
  44. Eu esqueci o meu ontem em um restaurante fechado, os funcionários estavam limpando e vi que tinha mesas na calçada. Parei para "aender o celular". Coloquei a bolsa em cima da mesa e minhas sacolas e o livro numa cadeira. Depois peguei só a bolsa e as sacolas. E ajeitei a cadeira. O livro ficou lá. Budapeste, do Chico Buarque.

    ResponderEliminar
  45. Amei a ideia. Sou apaixonada por livros e por leitura. Será que se eu por meu endereço, o livro volta pra mim depois???
    A cidade que moro é muito pequena, acho meio dificil conseguir uma iniciativa dessas. Vou tentar "esquecer um livro", com ou sem endereço.
    Queria que pessoas da minha cidade fizessem isso também para que eu pudesse adotar um livro esquecido...

    ResponderEliminar
  46. Oi Luma
    Gostei de ler mais a respeito dessa forma gostosa de libertar um livro.
    Vou visitar os sites a respeito.
    Obrigada por ter gostado do meu jeito de esquecer rs, mas fiquei anciosa demais querendo que nao demorasse tanto, com medo de deixar lá e ninguem ver, chover a noite e molhar rs era uma recantozinho meio solitário)aí troquei de lugar e
    aconteceu.Aquele senhor que achou, eu sei que nao entraria numa livraria pra comprar um livro, ganhou de presente!adorei a ideia e o prazer de participar.
    Agora vou seguir seu exemplo, tantos livros temos calados na nossa estante ...
    confesso que tive um pouco de apego pelo que "esqueci", mas lendo seu texto desapareceu por completo.
    Obrigada Luma Valeu mesmo!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  47. Luma,
    acabei de libertar o amor de minha vida...
    Toda Mafalda-Quino.ai doeu,mas
    CONSEGUI!
    bjs!
    Mari

    ResponderEliminar
  48. Luma,eu tinha 3 exemplares de O perfume ( não me pergunte pq) deixei um no metrô ( sempre achei o metrô um lugar legal pq alguém acha logo) mas o post só saí amanhã pq a bateria da minha camera acabou e tá carregando :-P.

    Tem um selo da campanha contra bullying pra vc no Mãe é tudo igual. Vc sabe da mobilização do caso Joanna? http://casojoannamarcenal.blogspot.com/

    bjs

    ResponderEliminar
  49. Adorei muito conhecer seu blog! Muito mesmo!E todo o esclarecimento do site, muito legal! Eu adorei participar, o incentivo a leitura e a cultura!
    Um grande beijo!=)

    ResponderEliminar
  50. Adorei muito conhecer seu blog! Muito mesmo!E todo o esclarecimento do site, muito legal! Eu adorei participar, o incentivo a leitura e a cultura!
    Um grande beijo!=)

    ResponderEliminar
  51. Adorei muito conhecer seu blog! Muito mesmo!E todo o esclarecimento do site, muito legal! Eu adorei participar, o incentivo a leitura e a cultura!
    Um grande beijo!=)

    ResponderEliminar
  52. Adorei muito conhecer seu blog! Muito mesmo!E todo o esclarecimento do site, muito legal! Eu adorei participar, o incentivo a leitura e a cultura!
    Um grande beijo!=)

    ResponderEliminar
  53. Luma
    Eu queria que desse certo, porque estou quem nem bebezinha. Bebo livro todo dia e haja dinheiro.
    Ainda bem que trouxe um monte lá de casa. Mas estou doando alguns.
    Com carinho MOnica

    ResponderEliminar
  54. Oi Luma!

    Adorei essa iniciativa e fiz isso hoje, onde postei até a experiência no meu blog, nesse link aqui:
    http://entreinosenta.blogspot.com/2010/11/tambem-esqueci-um-livro-por-ai.html

    Bjs

    ResponderEliminar
  55. Oi Luma estou muito feliz de estar aqui!
    adorei ver a mãe pegar meu livro tbm e dar para o filho, fiquei super emocionada porque sei que ali tem boas histórias e a criança vai aprender alguma coisa!
    beijo

    ResponderEliminar
  56. Olá,querida Luma
    Tive que voltar hoje pra ver essa beleza maravilhosa!!!
    Quem aprecia,defato,a arte literária não pode ficar de fora dessa,nao é mesmo???
    Vou tentar ver os Blogs... para ir crescendo a cada dia com iniciativas de pessoas como vc e Isa que usam a inteligência para o bem comum. Parabéns!!!
    Tenha paz e alegria!!!
    Bjm

    ResponderEliminar
  57. Luma, amei demasi esse post..cliquei em cada link e vou aderir..só falta eu arrumar tempo pra ler um tanto de livros q tenho aqui e vou esquecê-los em locais q eles serão mto bem aproveitados.
    adorei a ideia de deixar um bilhete.

    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderEliminar
  58. Luma, tenho mais alguns para te passar:
    - Irene - blog M@myrene - Gil Vicente
    - Regina Laura - Blog No balanço das horas - O paraíso fica perto - Leo Buscaglia

    Esses foram os que vi que não estavam na lista. Vou ver se tem mais algum e te falo.
    Vendo essa lista enorme dá uma satisfação imensa.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  59. Oi Luma..que idéia boa...eu já havia participado de uma outra que era perder um livro no e-mail de alguém...interessante também, mas nada omo deixar um livro assim em algum lugar...
    Hoje deixei o meu recostado aos pés de uma arvore de uma pracinha...
    A sensação é boa demais...valeu a pena... ahhh...ma esqueci de deixar pelo menos o endereço do blog...poderia ter deixado o meu e-mail também...seria interessante...
    O livro na verdade é uma coletanea da CBJE com a participação de vários autores, inclusive eu...rs...por isso não foi fácil libertá-lo, pois tem um conto de minha autoria que gosto muito...mas estou disposto a fazer de novo...rs...valeu muito a pena...
    Um abraço na alma...
    beijo

    ResponderEliminar
  60. Oi Luma, nossa, que bonito ver essa lista assim!!
    Hostei muito de saber mais sobre o BookCrossing.
    Pena que não li seu post antes. Deveria ter deixado o endereço do blog ou e-mail para contato. Seria bom saber da pessoa que achou o livro.
    Mas, não faltarão outras oportunidades...
    Obrigada por visitar meu blog e pelas palavras tão gentis.
    E parabéns pela iniciativa!!
    Beijo grande

    ResponderEliminar
  61. Que capricho, Luma!

    Essa dedicação mostra mais do que adesão à ideia da Isa, e concordo com ela, quando diz que todos desejamos praticar boas ações - esta campanha mostra desprendimento, comprometimento (com a ideia e consigo) e boa ação. Reflete o que somos e temos de melhor: a essência, que não é partidária de avaliações destrutivas.

    Vou levar o banner para juntar ao chamado da Isa - tô nessa!
    Bjos

    ResponderEliminar
  62. Esta idéia é muito legal e fico feliz que etão fazendo isso no Brasil também. Eu bem que queria libertar um livro, mas meus livros em portugues nao deixarao ninguem feliz aqui na Finlândia. Vão acabar indo pro lixo, porque mudar de novo levando eles nao vai dar... agora tb tem as tralhas da Ju. :-(

    ResponderEliminar
  63. Da próxima vez vou verificar o balcão e se tiver um livrinho lá, vou olhar para todos os lados para ver quem o deixou.
    Alí! Encontrei! =D
    Vou chegar pertinho e dizer: Obrigada, Tia Luma! =;b
    .
    .
    P.S.: Doe um livro para mim! =)

    ResponderEliminar
  64. Gostei, não conhecia esse projeto. Não tenho muitos livros, mas um dia começarei a fazer isso. Quando eu conseguir publicar o meu espalharei ele também.

    ResponderEliminar
  65. cliquei por acaso ,mas gostei de sua iniciativa.

    ResponderEliminar
  66. Luma querida, cheguei até aqui pois a Fe Reali me passou seu link.
    Emocionei demais lendo seu post, achei lindo!!!
    Sabe, eu esqueci um livro dia 8/11 aqui na pracinha perto de casa, mas nem tirei foto, nem nada... nem imaginava que este gesto era feito por tantas pessoas, como vi aqui em seu post!!!
    O que posso dizer? Que fiquei muito feliz em esquecer um livro, e fiquei imaginendo se alguém o pegou, se gostou, essas coisas...
    Agora estou mais por dentro do assunto, e da proóxima vez colocarei o endereço de meu blog no bilhete.
    Amei seu blog, você escreve com a alma, parabéns!!!
    beijos e tudo de bom pra ti
    Vero

    ResponderEliminar
  67. Oi, Luma!
    Eu também entrei nessa iniciativa bárbara.

    Esqueci o livro Buracos de Louis Sachar.

    bjkas
    http://naoapaguealousa.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  68. Iniciativa muito interessante, Luminha! Sempre activa.
    Apresentas uma artista que adoro e um problema que atinge meu marido de há dois anos a esta parte...
    Prazer de ler-te.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  69. Adorei essa idéia, com certeza essa foi apenas a primeira de muitas vezes que repetirei tal atitude. Parabéns a todos!

    ResponderEliminar
  70. Tb participei e meu nome não está na lista.

    As Areias do Tempo ( Sidney Sheldon).

    http://anamgs.blogspot.com

    beijooo.

    ResponderEliminar
  71. Luma, excelente idéia! Cheguei até aqui através do blog da Fernanda reali. Antes eu adorava ter muitos livros, alguns nem lia, mas há tempos cultivo um outro pensamento de que o livro de circular e fazer a sua história, sendo lido por muitas pessoas. Vou aderir ao movimento e tentarei fazer o post à noite.
    Beijo grande.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor