Alguém que eu gostaria de conhecer e BC Musical

Um homem selvagem de cores fortes que jogou tudo para o alto para assumir o seu destino

Paul Gauguin

Paul Gauguin  havia corrido o mundo depois que passou a infância no Peru, em contato com as tradições incas e encontrava-se nas Ilhas Marquesas, fisicamente debilitado, sozinho e sem dinheiro, numa situação que se agravava quando, em defesa dos nativos, desentendeu-se com a administração colonial e foi preso por desacato a autoridade. Morreu na prisão, em 6 de Maio de 1903, em Atuona.

Ele tinha muitas histórias para contar...
Paul Gauguin
Aos 17 anos, Gauguin já havia ingressado na marinha mercante e iniciado sua primeira grande viagem. Esteve na Índia e visitou colônias e países americanos, europeus e africanos. Para passar o tempo, adotou o desenho como hobby. Antes de deixar a marinha, passou um mês no Rio de Janeiro. De volta a Paris, onde nasceu, conseguiu emprego na bolsa de valores e casou-se para compôr uma típica família burguesa com a dinamarquesa Mette Sophie Gad. Teve cinco filhos e depois mudou-se para Copenhague. Tempos depois, para desespero de sua esposa, partiu sozinho para o Oriente e conheceu novas cores.

Quando partiu, sua idéia era procurar em ilhas remotas, longe da civilização européia, a "essência primitiva" de um arte perdida. Dizem que ele foi atingido por um raio inspirador quando estava em uma exposição no atelier do fotógrafo Nadal e num rompante tomou a decisão de tornar-se um artista. Autodidata assumido, prestou-se a satisfazer o gênio que fôra possuído. 

Gauguin herdou o temperamento destemido de sua avó, Flora Tristan; uma escritora pioneira do feminismo moderno e libertária, que nascera no Peru e que convivia com líderes socialistas na Inglaterra e na França até morrer precocemente em 1844. Do pai, um jornalista político, Gauguin também herda o gosto pela escrita.
Paul Gauguin
Sua atritada amizade com o artista holandês Van Gogh fez história. Em 1888, essa amizade intensificou-se e decidiram dividir o mesmo teto em Arles para aperfeiçoar a pintura. Dois gênios juntos, o que fazem? Os egos entraram em conflito e o holandês, que considerava o francês "uma criatura virgem com instintos selvagens", o ameaçou com uma navalha. Logo depois, o episódio em que o autor em "Girassóis" cortou a própria orelha foi o suficiente para Gauguin partir. Ao mesmo tempo, afastou-se dos impressionistas. os quais acusou de "espiritualmente vazios".

De volta a Paris, em 1890, ele conheceu Juliette Huet, com quem teve uma filha. Mas o aguardavam os trópicos, nos quais o pintor acreditava que surgiria uma manifestação artística renovadora. Foi então para o Taiti, na Oceania. Lá, confirmando o seu ardor pelas mulheres, teve várias amantes e quatro filhos.
Paul Gauguin
Em 1893 retornou à Europa com 55 telas, sendo homenageado como expoente de uma nova escola simbolista, considerado pós-impressionista, pré-modernista, deixando uma obra admirável.

"Quando a tua mão direita estiver hábil, pinta com a esquerda;
quando a esquerda ficar hábil, pinta com os pés." -
Paul Gauguin 

Porém, depois de dois anos, enganado por seu marchand, retornou para a Oceania onde lutou em defesa dos nativos. O resto você já sabe!

+ Pinturas de Eugène-Henri-Paul Gauguin

A tela acima "Duas mulheres tahitianas" (Two Tahitian Women) que usei para ilustrar o post, pertence ao acervo do Metropolitan Museum of Art, NY e ainda nos dias atuais comprova como o nu pode ser perturbador. Ela foi esmurrada por Susan Burns na exposição de Gauguin que aconteceu na National Gallery of Art, Washington DC. Após o episódio, a tela foi protegida por um escudo Plexiglass. Parece que o resto dos EUA é mais tenso que Manhattan...

Ao ser imobilizada pela polícia, Susan reportou: "Eu sinto que Gauguin é o mal. Ele explora a nudez e isso é ruim para as crianças. Ele colocou duas mulheres na pintura e é muito homossexual".

A pintura de Gauguin se junta à Vênus Rokeby (The Toilet of Venus) de Velázquez na National Gallery de Londres, cortada por uma sufragista em 1914, e Danae de Rembrandt no Hermitage, atacada com ácido na década de 1980, como exemplos marcantes de que o nu na pintura tem sofrido agressão violenta ao longo dos anos.

A arte antiga incomoda muita gente, o que você acha? 

“Existe sempre uma grande demanda por novas mediocridades. Em todas as gerações, o gosto menos desenvolvido tem o maior apetite.” - Paul Gauguin

Texto participante da 25ª Blogagem Coletiva do blogue "Café com Amigos" - Pessoas que gostaria de ter conhecido ou conhecer - Participe!

Hoje também tem BC Musical, a primeira música do teu player 

 A primeira música em ordem alfabética.
Ouça
Conhece? Me diz o que acha... 
Outros participantes

110 comentários :

  1. Transmissão de pensamentos...Estava olhando o face e chegou a mensagem que vc estava compartilhando comigo esta postagem.Lindo texto e linda figura de Gauguin. Beijocas



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse face... como assim, compartilhando? Achei que a postagem surgisse apenas na fan page e os seguidores vissem pelo feed. Vou ver como é isso! Acho muito chato impor informações nas páginas pessoais dos amigos, sem que eles queiram. Obrigada por me alertar!! Beijus,

      Eliminar
  2. Uau! Perdemos sempe, em não conhecer a vida de grandes artistas. Conhecemos sua obra e ficamos por aí, esquecendo-nos que por trás está um homem (ou uma mulher) com todos os problemas, as questões, o fluir da vida, o cotidiano.
    Não gostei da parte dele largar os filhos! Pegou mal, né? Mas acho que artistas são basicamente nômades e plo´gamos, devido à natureza inquieta.
    (sempre são inquietos, polêmicos, insatisfeitos).
    Agora vejo Gauguin com outros olhos.
    Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sempre a vida privada interessa pois a obra deve sobrepor. Mas dizem que Gauguin foi um homem propaganda de suas obras - não haveria de ser? A diferença é valorizar os feitos que as pessoas normais, em geral, não possuem coragem para realizar.
      Dizem também que a primeira esposa era um pé no saco :P religiosa fervorosa que não aceitava intromissão de Gauguin na educação dos filhos. Talvez ele não se sentisse necessário e por isso foi cuidar de sua própria vida. Mas no passado era muito comum a mulher cuidar sozinha dos filhos - homens viajavam a trabalho, iam para guerra... e isso não quer dizer abandono, já que importava muito mais a essas mulheres que os pais contribuissem financeiramente que de outra forma. A educação dos filhos era responsabilidade feminina. Apesar dos tempos serem outros, muitos homens ainda portam-se dessa forma. Qual a diferença de um pai distante de um pai ausente?
      Beijus,

      Eliminar
  3. E pensar que ele só começou aos 35 anos. Esse foi o cara!
    Linda postagem.
    Tem blogagem coletiva. Confira!
    www.democratizacaodamoda.blogspot.com
    Beijos mil

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Naquela época, assim como hoje, arriscar-se em uma nova profissão com 35 anos é bastante, não é mesmo? Não pude me aprofundar nas características da personalidade de Gauguin - o texto ficaria enorme - mas essas características que fizeram a diferença em sua vida. Vamos dizer que ele depois que se libertou da burguesia, curtiu a vida à doidado!! Beijus,

      Eliminar
  4. Uma bela participação nesta BC. Um rico relato histórico.
    A arte antiga incomoda apenas aos "guinorantis".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade! Quando mais aprendo, mas vejo como era cega! :) Beijus,

      Eliminar
  5. Luma! Para mim a arte é uma espécie de psicanálise que nos oferece espelhos. E como precisamos de espelhos para o autoconhecimento e o conhecimento. Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei da sua definição! Quando olhamos para uma obra de arte nos comportamos da mesma forma quando olhamos para nós mesmos diante do espelho? Será que é inerente ao ser humano a procura por defeitos? Ou enxergamos o belo somente quando ele está distante de nós? Beijus,

      Eliminar
  6. Luma, também gostaria de conhecer Gauguim, acho linda as suas pinturas e adoro sua história.Uma vida de aventurosa, uma vez li que seu casamento foi um inferno apesar de 5 filhos e assim ele faria qualquer coisa para cair fora, até pintar, risos... pura fofoca.
    bjs
    Jussara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto da segunda fase da sua obra, a que pertence o quadro acima. Anteriormente ele era bastante "escuro". Talvez resultado da vida chata que levava na Europa. E você está certa, dizem que a primeira esposa era um porre! Beijus,

      Eliminar
  7. Não conhecia a historia desse grande pintor a blogagem ficou maravilhosa.

    ResponderEliminar
  8. Luma, não o conhecia... obrigada pela linda informação.
    As pinturas antigas, essas que nós, leigos, conseguimos identificar, são um tanto ousadas... principalmente qdo tem o nu. Mulher com mulher ,mulheres com um homem.... o que significa isso será? Que antigamente era assim ou é só um nu artístico?

    beijos, querida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se formos enxergar maldade... as pinturas das igrejas, por exemplo. Porque os anjos estão pelados? O natural é o nu e não o contrário. Para Gauguim ele estava no paraíso, com mulheres belas lhe servindo. Será que ele foi obsceno ou estava apenas retratando a realidade local? Acha que os índios no passado tinham maldade quando andavam nús. A maldade está no olho de quem vê. Beijus,

      Eliminar
  9. As pinturas são lindíssimas, mereciam ser respeitadas. foram pintadas num determinada vivência, onde as pessoas andavam asim. Viveu intensamente o amor, quer coisa melhor?
    Luma, gostei de recordar a vida de /Gauguin, ja havia esquecido um pouco. obrigada
    bj
    Zizi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também penso do mesmo modo, Zizi.
      Admiro as pessoas que assumem o comando de suas vidas e não se tornam pessoas amarguradas porque deixaram de viver o que a vida lhes ofereceu. Gauguin começou tarde, mas antes tarde do que nunca! Beijus,

      Eliminar
  10. OI LUMA!
    BOM RELER COISAS INTERESSANTES SOBRE GAUGUIN,MUITO BOM MESMO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou!! :) Beijus,

      Eliminar
  11. Ótimo blog, parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!!
      Seja bem-vindo!!

      Eliminar
  12. Gauguin é bem interessante mesmo!
    Sua pintura me chamava atenção quando criança, ficava olhando as figuras humanas por ele retratadas, algumas indígenas e eram tão reais que me faziam visualizá-la depois, só na mente.
    Gostei de conhecer mais sobre ele.
    um abraço carioca


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também sempre gostei dele, Beth! Fiquei uma vez quase duas horas olhando para uma tela, hipnotizada, captando detalhes... beijus,

      Eliminar
  13. Uma verdadeira aula de historia muito interessante sua blogagem.

    ResponderEliminar
  14. Super diferente sua blogagem gostei de saber sobre a vida do pintor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que tenha gostado!! Beijus,

      Eliminar
  15. Acredito que a arte incomoda, principalmente, quem não a entende ou a vê de forma distorcida, daí esses rompantes. Muita coisa ruim parte de pessoas assim e elas sempre existirão. Mas o Gauguin hein, deixou a mulher e os filhos pra trás! vai entender a alma do artista. Ao menos encontrou o que buscava, conseguiu se expressar e foi aplaudido por isso.

    Beijos ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vemos as reações das pessoas mas não sabemos o que as levou a certas atitudes - A mulher no museu, Gauguin perante a família... Vai ver que a mulher olhava a obra, olhando a vida privada do artista, confundindo tudo! Ao menos ele não foi um fantoche burguês. Beijus,

      Eliminar
  16. Oi Luma que aula vc nos deu, menina! Adorei conhecer a história de Gauguin, grande artista!
    Bjsss
    viveraprendendo.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Sileni! Bom saber como as pessoas conseguiram dar a volta por cima e sair de uma vida chata. Beijus,

      Eliminar
  17. "Quando a tua mão direita estiver hábil, pinta com a esquerda; quando a esquerda ficar hábil, pinta com os pés." frase perfeita do Gauguin.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos que dar o máximo de nós, antes de desistirmos. Não é mesmo? Beijus,

      Eliminar
  18. Oi Luma!
    Muito interessante e diferente sua BC.
    Gostei de conhecer sobre Paul Gauguin.
    Um abraço \o/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Clau!!
      Que bom que gostou!
      Beijus,

      Eliminar
  19. Uau! Minha querida, que excelente aula de história acabei de ter ao ler o seu post! Muito bom! Obrigada pelo carinho em meu Cantinho e me desculpa pelo sumiço... ;)
    Beijo, beijoooooo
    She

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada você, She!
      Parabéns mais uma vez pelo aniversário do blogue!!
      Beijus,

      Eliminar
  20. Um grande artista e gostei muito da frase dele Se tua mão direita estiver Hábil pinta com a esquerda.... Muito bom mesmo.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lena, essa frase cabe bem aos desanimados por pouca coisa :) Beijus,

      Eliminar
  21. Oi Luma
    Nossa! Fiquei impressionada, vc escolheu só uma pessoa, mas seu post ficou brilhante menina. Em um selo que eu recebi, tinha que responder qual meu pintor favorito, eu não iria responder só por responder, por que não sou o tipo que vai em galerias, só conheço a Mona Lisa kkkkk, como todo mundo, então disse que não tinha, agora tenho o Paul Gauguin, graças a vc. Os quadros e a história dele são lindas. Adorei!
    Bjos. Fique com Deus!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lu, achei mesmo que fosse para escolher somente uma pessoa. Bem, na vida temos tantas pessoas que não participaram da nossa vida e que gostaríamos de conhecer, incluindo os antepassados. Eu gostava de ter conhecido o patriarca da família.
      Vamos aprendendo e escolhendo! Agora tem mais uma opção!! :) Fique com Deus também! Beijus,

      Eliminar
  22. Oi Luma!

    Que história incrível! Não conhecia esse pintor. Aliás para esse tipo de cultura sou bem desinformada (para não me chamar de burra...rs). Sinceramente: AMEI!

    Eu não enxerguei como um simples quadro com 2 mulheres nus! Eu vi as cores que ele usou, a expressão triste (para mim) das mulheres e as flores rosas que estão no cantinho escondidinhas dando um ar de alegria!

    Fico pensando na pessoa que vai num museu para ver o que quer e não o que o artista mostra.

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eita, burro é aquele que está fechado para tudo porque não consegue assimilar nada.
      Você tem sensibilidade e conseguiu ver a tristeza no olhar das mulheres. A mulher que esmurrou o quadro deveria enxergar a obra com os olhos de quem a fez. Toda mulher tem seio, mas nem toda mulher é triste. Ele viu, captou e repassou expressões de sentimentos. Ele também retratou Cristo, uma obra muito dígna. Só não sei porque ele pintou Cristo de amarelo - acho que nessa ele foi uma criança bem traquina!
      Beijus,

      Eliminar
  23. Caramba, não fazia a mínima ideia da existência do Gauguin e do jeito que você escreveu também me deu vontade de conhecê-lo!Parabpens pela aula, Luma.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem muita coisa na web e aqui no luz foi apenas uma pequena amostra. Poderia ter colocado muitas imagens dos trabalhos dele, mas resolvi eleger apenas um, porque senão a atenção seria desviada e não era isso que eu queria. Obrigada, você! Beijus,

      Eliminar
  24. Olha eu amei saber sobre o Gauguin, conhecia só de nome e obras mas a sua vida e por onde ele passou eu desconhecia. Amei saber. Eu gosto de saber das histórias dos grandes pintores. É interessante como a vida deles influenciam nos seus quadros. Amei seu post!
    Beijos
    Adriana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viajar naquele tempo era bem mais difícil e eleger um lugar para desenvolver seu trabalho, foi bastante inspirador. As cores do Tahiti, um país iluminado!! Alguns mestres pintores, eram sombrios e fizeram sucesso desse modo, porque as pessoas eram introspectivas. Não teria uma obra triste em minha casa. Pensaria onde estaria a alma do artista quando a tivesse confeccionado. Isso é energia ruim! Beijus,

      Eliminar
  25. Menina adorei. você juntou duas blogagem num post só. viva.

    http://www.cantinhodali.com/2013/02/primeira-musica-do-meu-player.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não podia? :) Sempre faço isso!! Beijus,

      Eliminar
  26. Lindas as obras de Gauguin. Uma expressividade que emociona não?
    E eu gosto do genêro folk musical mas não conhecia essa cantora que vc tem na play list.
    Achei bem bacana!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Lola!! A expressão do olhar, a linha da boca, mesmo que as mulheres esteja impassíveis denota toda a emoção do momento. Um certo mistério.
      Ah, tinha que postar o que viesse primeiro e na verdade, essa música estava fora de pasta e até tinha esquecido dela. Ela viaja fazendo performances e o vídeo que postei foi gravado nas ruas de Viena. Beijus,

      Eliminar
  27. Li a biografia dele mas não sabia sobre a passagem sobre o Peru nem dos tantos filhos, só sabia do que teve com a prostituta que seu pai odiava. Acrescento apenas que o gênio dele para a pintura era inversamente proporcional para lidar com os humanos. Genial ele é mesmo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando Napoleão assumiu o poder, a família voltou para o Peru, terra da mãe de Gauguin. O pai morreu na viagem de volta. A mãe, ele e uma irmã foram recebidos por parentes no Peru. Viveram de favores e quando a avó morreu, os parentes os expulsaram e não dividiram a herança. Deram à mãe de Gauguin uma mesada. Não sei o que aconteceu com a irmã dele, Alice. Vou pesquisar! :) Não sei dessa história de prostituta, porque o pai dele morreu antes de chegarem ao Peru, como disse acima. Então deve ter sido um tio, pois nessa época que voltaram Gauguin era uma criança. Beijus,

      Eliminar
  28. Luma,confesso que nada sabia de Paul Gauguin a não ser que era um pintor,mas fiquei encantada com sua obra e história!E essa tal de Susy deve ser louca de pedra!...rsss...bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que existir os loucos para os normais provarem suas sanidades :) Beijus,

      Eliminar
  29. Teu esmero na postagem é total, Luma.A personalidade forte do artista movida pelo intenso dom que ele tão emocionalmente demonstrou em suas obras,ressalta a busca dele pela quebra dos paradigmas burgueses.Gostei em saber da avó do artista.
    Vc nutriu a todos nós de informações preciosas.

    É bem triste a manifestação brutal da ignorância, né?Acho que estas pessoas negam o próprio corpo.
    Bjkas e uma boa noite, aí.
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Calu!
      Na web tem alguns textos produzidos pela avó de Gauguin se tiver interessada.
      As pessoas são movidas por suas crenças. Essa mulher parece que tinha um parafuso a menos. Quando foi presa, também disse que era da Cia e tinha um chip implantado. Coisa de doido!
      Beijus,

      Eliminar
  30. Linda apresentação é o teu post sobre o Gauguin. Conhecia melhor sobre o gênio atordoado do colega q ele não suportou lidar: Van Gogh.
    Senti que ficou ótima a escolha da música que ouvi enquanto lia o texto da outra blogagem. Perfeita trilha sonora!
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não devia ser fácil suportar Van Gogh, mas se ele também era uma pessoa difícil poderia não acabar bem. Bom que se separaram! Que bom que gostou da música. O folk no Brasil não é muito aceito como nos EUA. Beijus,

      Eliminar
  31. Gauguin não foi aquele moço que aquela moça no Jogo de Panelas do Mais Você não sabia pronunciar o nome e o povo ficou rindo dela? (tá... eu ri também, mas só um pouquinho que, de primeira, eu também leria "Gauguin" antes de lembrar que já ouvi a pronuncia em programas de TV)

    Eu vou ser franca que não é um artista com qual trabalho eu tenha familiaridade, eu não me ariscaria a dizer que uma obra é dele, como aconteceria com Monet... não que eu fosse acertar, claro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lu, não assisti ao programa mas bem pode ser, porque o nome dele já foi motivo de controversias. Você riu também, não é? Coisa feia... rs. Ninguém é obrigado a pronunciar corretamente uma língua que não seja nativa. Se ela estivesse na França, aí sim deveria procurar como pronunciar corretamente. Jogo de panelas e Gauguin, estou tentando achar algo comum :) Beijus,

      Eliminar
    2. Eu ri sim... e rio de mim quando eu erro algo ou faço uma M... mas rir é diferente de caçoar/zombar da 'ignorância' alheia. Isso sim eu acho feio.
      Mas acho que até na França deve ter gente pronunciando esse nome aí errado, viu?

      Eliminar
    3. Acho que sim! Também erro e o que é pior, sei que estou errando... algumas pronuncias não me entram e vivo falando errado. Mas enfim, tem gente que acha que faço de sacanagem! :)

      Eliminar
  32. Ah, e quanto a música da BC eu creio que acabou sendo uma extensão do tema do post...
    uns fazem arte com pincéis, outros com sons...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A arte nos salva, Lu!! Lembrei depois que tinha publicado o texto da BC musical, daí ficou assim. Beijus,

      Eliminar
  33. Gosto das telas do Gaugin, das que conheço é claro rss, mas prefiro não conhecer tantos artistas. A maioria dos filmes que assisti sobre pintores teve finais trágicos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que ruim, Alê! Tenho uma memória tão ruim para filmes que quase não lembro dos finais :) Beijus,

      Eliminar

  34. Olá Luma..:-))

    Hum...Gauguin, parece que conseguiu descobrir a mulher ideal, segundo o próprio gosto..:))
    e pelo visto, ele andou espalhando os seus "gens" por aí afora, quem sabe, com o teste de Dna, possa vir a encontrar a linhagem dele...:))
    Depende muito dos conceitos que cada um para julgar a nudez, para alguns a nudez é ofensiva, depende, de como a enxergamos, depende muito do ponto vista ..:)
    Acho que o mal, está na mente de quem vê o quadro, ou a imagem..:) A nudez é um assunto polêmico..:)
    Arte antiga está aí para ser apreciado, e não depreciado..:))
    Hum..quanto a sugestão musical: não é o tipo de música que aprecio. Violão mal tocado, arranhando, produzindo sons de ranhuras ..:))
    "Gosto menos desenvolvidos=novas mediocridades?"..:)
    Ótemo e ótima semana!
    A big Hug and Tchauzinho
    Música:

    Joan Baez canta baixinho, sem gritar, mas, dá para entender bem o que ela fala..
    01-Joan Baez - 500 Miles-live version
    02 -Carmem Maki - Toki ni Wa HaHa no Nai Ko no Youni

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como o gosto da maioria dos homens, não é? Ele teve oportunidade e foi atrás do seu paraíso. Não sabemos quantos filhos ele teve, ao certo. A nudez é cultural e o ambiente retratado na obra inerente ao lugar em que o pintor estava vivendo. Talvez por isso a nudez foi bem presente nessa segunda fase da sua obra. TAmbém acho que a maldade está nos olhos de quem vê.
      A música do post foi uma escolha aleatória e não pode ser vista como indicação ou remetida ao meu gosto pessoal. Ela estava lá, até esquecida... mas a moça é cantora e se prestou a levar um violão para as ruas, já que ganha seu dinheiro fazendo performances desse modo. Se fosse em um palco também criticaria. Ainda tem muito feijão para comer!
      Ah, que triste a segunda música!
      "Joanie" voz de soprano e violão "cotton-picking", muto bom!
      Beijus,

      Eliminar
  35. Quando eu comecei a ler o post lembrei imediatamente de Van Gogh... Acho que esses dois também foram homens que eu gostaria de conhecer! Como sempre você dando um banho de cultura erudita na gente Luma, amo isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como não associar! Eles deram muitas demonstrações públicas de amizade, mas acho que quanto maior a admiração, maior é a mágoa ou o amor e o ódio andam juntos... Depois ele procurou o irmão de Van Gogh, mas o vaso já estava trincado! Obrigada, Pandora!! Beijus,

      Eliminar
  36. Boa noite Luma.. concordo com a Pandora.. como sempre nos dando um banho de cultura.
    Menina... que história..
    As pinturas são lindas.. o que acho mais lindo é o quanto algo pode ser eternizado assim né?
    Passam anos e anos e ficará para a história.. acho isso tão mágico.. rsrs

    Um beijo minha linda e uma noite especial viu?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, vou ficar mimada :) Alguém que consegue atravessar gerações e sempre ser lembrado, deve de ser alguém especial. Obrigada pelo carinho, Sheila!! Beijus,

      Eliminar
  37. Oi, Luma. Li o post... não sabia dos detalhes. Também não conhecia a música. Uma das belezas da BC! Obrigada. Bjs, Etienne.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Etienne!!
      Beijus,

      Eliminar
  38. Oi, Luma!

    Que lindo post ficou... Como é que se pronuncia o nome do artista?

    Sabe que eu fiquei pensando, que vida tão rica ele teve, mas se fosse uma mulher não viveria nem metade do que viveu. Fiquei com vontade de conhecer mais sobre a avó que o influenciou, como você nos contou no texto.

    Que bom que existem museus que disponibilizam visualização e informações online. É o bom uso que se faz da Internet.

    Acho que essa má reação ao nu é um excesso de moralismo, algo que está mal resolvido no íntimo da pessoa, não sei. Sou muito ignorante para palpitar, mas tenho essa impressão. Não vejo isso com bons olhos. Quando percebo que estou vendo algo sob uma perspectiva moralista, faço de tudo para me livrar daquilo. Geralmente lendo.

    Bjs Luma, aqui está muito frio e na reta final do inverno estou super gripada, que chato. Qual o glamour em fazer drama? hahahaha

    Michelle

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Michelle!!
      No francês "au" tem som de "ô" e guin = gân. Então Gauguin = Gôgân.
      Se não entendeu, acesse o link e clique em play que terá um áudio reproduzindo o nome.
      Certamente naquela época uma mulher não poderia pensar em fazer qualquer coisa. A avó dele fez muito, mas sofreu muito também. Algumas mulheres pensam que o sofrimento não compensa e por isso não arriscam. Na web tem alguns textos de sua avó.
      A nudez é particular de cada pessoa. Cada um lida de um modo, mas na arte ela é vista com mais naturalidade. É a aceitação da natureza, é retratar o verdadeiro, aquilo que transparece.
      Sabe que recebi implicância com o título do post anterior! Pois é, ah certas mulheres que remetem glamour a uma fraqueza feminina, como se querer ser diva fosse um desvio de caráter.
      Melhoras da gripe!!
      Beijus,

      Eliminar
  39. Oi Luma, obrigada por ter passado no blog, a suas escolha para as duas blogagem foram ótimas, porque como eu que não conhecia os dois artistas tanto o pintor como a cantora pude enriquecer mais ainda a minha vida, valeu.

    Bjs.

    Luciene Dias

    ResponderEliminar
  40. Belíssimo post, amo arte! Beijos do Mago!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!
      Mago, qual o seu nome?

      Eliminar
  41. delícia. as duas postagens reunidas.
    a voz da cantora é de criança. uma delícia.
    adorei a visita no blog.
    =*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa empostação de voz está se tornando lugar comum e ficando enjoado... rs.
      Obrigada, Maiby!
      Seja bem-vinda!
      Beijus,

      Eliminar
  42. Nossa que vida, hein? E que talento!

    Abraço do Pedra...

    www.pedradosertao.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom te ver por aqui, Araceli!!
      No caso de Gauguin, o talento lhe deu a vida!
      Beijus,

      Eliminar
  43. Luminha, querida, quero te agradecer a força e o incentivo que estás me dando, pois sei de há muito, da sua sensibilidade e alta capacidade intelectual. Estou muito honrada com a sua amizade, creia.
    Gauguin é um dos meus ídolos desde criancinha, rsrs. Pena ele ter brigado feio com o "louco holandês", mas dois gênios sob o mesmo teto nunca daria certo, hahahaha.
    Amiga, um maravilhoso fim de semana!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu que tenho que agradecer, Vanuza! Esta nos ofertando uma história que promete e faço acompanhar com gosto!
      Ah, dois bicudos não se beijam :)
      Beijus,

      Eliminar
  44. Voltei para escutar a cantiga, não conhecia. Mas adorei. É o tipo de cantiga que eu gosto
    Beijos
    Adriana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Adriana!! É uma música sem pretensão, apenas para curtição! Beijus,

      Eliminar
  45. É necessário que se compreenda que a arte transcende ao “conceituado” amor convencional e às convenções impostas pelas sociedades ao longo dos tempos. Diferente do amor convencional, a arte tem o poder de re-conceituar-se. Daí a sua capacidade de sobrevivência.

    Não por acaso, o poeta é um fingidor... Já dizia outro poeta.

    Pouco sabia sobre o Gauguin, a não ser o episodio da ameaça com navalha que fez ao outro genial e delirante artista.

    Quanto às mulheres e filhos, comportou-se exatamente igual aos pequenos burgueses da refinada (ainda hoje) Europa do norte e da Paris dos Cafés e Cabarés, onde iam em busca de inspiração.

    Hoje, os tempos são outros.
    Mas, a obra é permanente.
    Valeu Luma.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perfeito, Beth!! Acho que nos entendemos bem, pois compreendo perfeitamente o que está a escrever. Não existem pessoas diferentes, apenas que algumas qualidades nelas são mais ressaltadas do que em nós. Quantos de nós também querem jogar tudo para o alto e não o fazem, preferindo até criticar os corajosos.
      Os homens fazem o mesmo desde sempre, até mesmo atualmente quando dizem que os homens estão mais apegados aos filhos.
      Beijus,

      Eliminar
  46. Ficou maravilhoso o post, agora não é só você mais que gostaria de conhecer, rss - Abraços
    Paty Alves
    www.agape-amorverdadeiro.blogspot.com
    www.patyiva.blogspot.com
    www.tentardecoracao.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Paty! Fico agradecida quando alguém me entende tanto que queira fazer igual :) Beijus,

      Eliminar
  47. nossa ele esteve no Rio? nao sabia.
    Acho a pintura dele maravilhosa, apesar de nao conhecer quase nada dele. Essas mulheres que ele pintava eram sensacionais, na casa da avó do meu marido, tinha uma imagem delas num quadro. Um encanto.

    A musica nao conheco, mas conheco a Joan Baez, tenho um LP dela, e qd to bem de baixo astral, ouco :-)

    vc pergunta sobre a arte antiga incomodar, é verdade, eu acho que os artistas eram mais ousados e conseguiam mostrar mt do que pensavam, mesmo que a sociedade fosse mt opressora... eles tinham uma maneira de disfarcar,ne ? sei la... se saiam na verdade, mt bem.
    Bjs Luma

    ResponderEliminar
  48. ahh esqueci de perguntar: eu sei, eu sei, a vida dele é bem interessante, mas porque exatamente ele? porque vc gostaria de te-lo conhecido e quando, em que fase? aonde?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto à arte tenho a mesma impressão. Os modernos estão bastante reprimidos. Há uma certa conduta policamente correta percorrendo o mundo em demasia, cerceando a liberdade daqueles que querem livre expressão. Talvez seja culpa das grandes guerras.
      Eu gostaria de tê-lo conhecido um pouco antes da sua ruptura com a sociedade burguesa, quando ainda estava questionando as atitudes que iria tomar. Por mais que digam que foi por um lampejo que ele tomou as decisões que tomou na vida, não acredito nisso. Não existe pessoa no mundo que tome uma decisão de uma hora para outra. Como ele teve pais intelectuais e veio de uma família de formação acadêmica, o que era demais naquela época, acho que renderíamos boas conversas. Quem sabe aqui no Brasil? Bem certo que imaginar essas coisas é exercer a fantasia. Então prefiro sonhar em conhecer todos os seus trabalhos - A avó do seu marido tinha uma preciosidade. Onde está agora? Beijus,

      Eliminar
  49. Minha querida:
    Gostava de ter conhecido Gauguin- o«pintor - maldito»,como lhe chama Maurice Malangue?
    Sabia que Van Gogh tentou assassiná-lo?Ele era um desesperado«em busca da pureza original, da inocência...»
    Mas,podemos sempre conhecer um artista através da sua obra.Na impossibilidade de algum museu resolver ,um dia, expor todos os seus quadros,tem sempre a Internet.
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagino que grau de convivência os dois tiveram para lhe ser ofertado um pedaço da orelha. Quem sabe ele ficou com medo de ter que arrancar um pedaço da própria orelha? Aff!!
      Conheci o que está exposto no Metropolitan, que é uma exposição permanente, mas eu queria conhecer tudo sim! :)
      Beijus,

      Eliminar
  50. Aprecio imenso a obra de Gauguin,. Muito boa esta partilha, Luma, me enriqueceu.

    Obg, BJo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou, obrigada!
      Uma semana rica para você!
      Beijus,

      Eliminar
  51. Oi Luma! Voltei para ver sobre a blogagem musical!

    Adorei sua música. Boa para deitar numa rede com esse calor, e ficar viajando na música!!

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, Karina! Não tinha pensado na hipotese de uma rede e sim nas andanças como os boemios do passado. Sair pelas ruas de noite com um violão debaixo do braço. :) Beijus,

      Eliminar
  52. Que pinturas maravilhosas gostei de conhecer mais sobre o pintor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom ver que a postagem acrescentou algo à você!

      Eliminar
  53. o melhor lugar para começar uma pintura, de fato, é pelos olhos. O que a gente consegue enxergar nele, fica "nítido de verdade" nos demais pontos :)... sobre alguem que gostaria de conhecer, não há uma pessoa em especial... todas que espero fazê-lo dependem apenas de vontade e possibilidade, exatamente nessa ordem.

    =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso do mesmo modo, mas por força das circunstância e do momento, a primeira pessoa que me veio a mente foi Gauguin. Agora só existe vapor - a existência é mesmo aqui e agora!! Beijus,

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor