Um café, um poema sem vírgulas e um último chá com Tina. Deus, traga a conta.

Um café, um chá, a conta
Tão cedo que ainda está escuro lá fora
Estou à janela bebendo café
e com aquelas coisas matutinas
que passam por pensamentos

E vejo um rapaz e um amigo
que sobem a rua
a entregar jornais

Usam bonés e blusas
e um deles traz um saco ao ombro
Estão tão felizes
que não dizem nada

Penso que se pudessem dariam
a mão um ao outro
É de madrugada
e sobem a rua lado a lado

Aproximam-se lentamente
O céu começa a clarear
embora a lua paire ainda pálida sobre a água

Que beleza
Por um minuto
a morte e a ambição e mesmo o amor
não têm nada a ver com isto

Felicidade Chega
inesperadamente e vai mais além
Qualquer madrugada fala disso...

(Poema "Happiness", traduzido do livro "All of Us. The Collected Poems", de Raynond Carver)

Voltando e lendo Raymond Carver
A vida é mesmo uma grande viagem com chegada e partida. Podemos estar e não estar em um lugar, se assim quisermos ou sermos obrigados. Tudo depende do nosso pensamento e não do nosso corpo. Nosso corpo pode viajar para qualquer outro canto, mas se o pensamento ainda estiver aqui, por aqui ficará.

A morte não existe se ainda existem pessoas que pensam em quem se foi. Deus levou o corpo da Tina para outro canto, mas deixou entre nós seus pensamentos. Sua alma aqui ficou; essa que tanto nos ajudou a enxergar a felicidade com olhar simples. A felicidade não se ostenta, ela pode estar em uma xícara de chá ou num olhar mais atento para o cotidiano.

Quem é amiga da Tina, se aconchega.

Quanto vale uma vida? Talvez tenha o mesmo valor de um instante, daquele instante em que você, poderia ter mudado tudo.

Estou à janela bebendo café
e com aquelas coisas matutinas
que passam por pensamentos
(...)
Penso que se pudessem dariam
a mão um ao outro
(...)
a morte e a ambição e mesmo o amor
não têm nada a ver com isto.

88 comentários :

  1. Peguei saindo do forno!! Lindo teu post e carinhoso com a nossa Tina!!

    Poema maravilhoso e adoro ver nas pequenas coisas, a alegria.

    Há "grandes"que nem me dizem nada,e essas pequenas, falam muiiiiiiiiiito! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Chica. Deve-se desviar do barulho e apreciar o silêncio :) Beijus,

      Eliminar
  2. Oi Luma!
    Lindo poema! Uma bela homenagem à Tina! Enquanto a cultuarem ela permanecerá livre e viva.
    Beijinhos e tudo de bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto muito desse poema, aliás, de todo esse livro de poemas de Raynond Carver. A alma da Tina agora se libertou... beijus,

      Eliminar
  3. Belo poema, belas palavras, bela homenagem...
    É tão difícil nos despedirmos de pessoas queridas...
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!! Essa é a pior despedida, é a saudade que fica e aumenta com o tempo. Beijus,

      Eliminar
  4. Felicidade e simplicidade oferecidas numa xícara de chá pela Tina.
    Bela homenagem Luma.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a Tina com sua simplicidade nos mostrava o que era ser uma pessoa feliz! :)

      Eliminar
  5. Poema e homenagens lindos, a Tina era muito especial!Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era mesmo, Angela!! Homenagens merecidas!! Beijus,

      Eliminar
  6. Lindas palavras, uma bonita homenagem
    para alguém especial.

    Bjus

    ResponderEliminar
  7. As madrugadas trazem palavras novas...os sentimentos, esses, ficam nas coisas...porque não numa chávena de café onde há tantos nomes que não morreram!
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As madrugadas sempre nos inspiram e os sentimentos são ressaltados, ficamos mais sensíveis e a refletir mais sobre os vivos do que os mortos. Beijus,

      Eliminar
  8. Linda homenagem!
    Eu não conhecia a Tina.
    Cheguei lá aos blogs dela por um link postado em um dos blogs da Chica, que tbm a homenageou, e gostei tanto em especial do blog Maravilhas. A última postagem me tocou demais.

    Assim é a vida, não sabemos o dia de amanhã...
    E quer saber, pode me achar meio maluca, mas depois de tantas partidas para o andar de cima que vi na blogosfera, decidi deixar meus comentários sem moderação e meu blog sem meu domínio próprio. Porque eu vivo assim, sem a certeza do dia de amanhã, então...

    Beijinho, Luma, e tudo de bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Tina era uma mulher de fé e tinha muito entusiasmo pela vida. Isso era bastante contagiante e por isso sentimos demais a sua ausência, que já é saudosa, pelo tempo que ela ficou hospitalizada.
      Meri, sabemos sim o dia de amanhã - Ele é igual para todos e devemos estar preparados.
      Beijus,

      Eliminar
  9. Disse a Isabel Allende que "o que nos faz prisioneiros do passado é a perda da memória e não o culto a ela." Assim, nossos entes queridos vão ficando eternizados em nossa lembrança. Lindíssima a sua homenagem, Luma. Abraços. Paz e bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você gosta bastante dessa citação, né? Tenho visto você comentar sempre citando-a. Particularmente não concordo com ela, porque as pessoas que se prendem ao passado, é porque não vivem o ideal, ou não gostam de como vivem no presente. Lembrar das pessoas queridas é natural na medida que essas pessoas trocaram com nós o seu afeto. Beijus,

      Eliminar
  10. Linda homenagem a nossa amiga Tina que se foi tão de repente pegando todos de surpresa!
    beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. Agora temos que nos acostumar com sua ausência... beijus,

      Eliminar
  11. Luma,

    Que encanto de homenagem. A Tina marcou muito as nossas vidas.

    Agora entendo como foi difícil pra vocês fazer homenagem a Glorinha, após sua partida. Senti o mesmo quando fui elaborar o chá da Tina. Foi o post mais difícil de minha vida. Chorei muito e precisei parar várias vezes.

    Mas, participando desse chá, partilhando com vocês e lendo coisas lindas como essas acima, o coração se conforta. A Tina era alegre, não posso me esquecer disso.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lucinha, a homenagem que você fez para a Tina me emocionou demais!
      Aqui na blogosfera já me somam 4 perdas e uma mais trágica que a outra, isso prova que as coisas acontecem sem que tenhamos controle. Vamos viver o presente da melhor forma possível!! Beijus,

      Eliminar
  12. Essa não vais er a última xicara de chá com a Tina não. Ela vai sempre dar um jeitinho de estar presente nas nossas vidas e nos nossos corações.

    me lembrod ela me mandando mensagens privadas cada vez que a coisa nãoe stava lá muito bem na minha casa. A danada pressentia...

    :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que pelo menos toda terça-feira, como era o seu costume, ela virá dar uma voltinha pela blogosfera.
      Que legal Inaie!! A Tina era uma pessoa muito sensível e acredito em todo esse canal de energia!
      Beijus,

      Eliminar
  13. Luma,

    Linda homenagem a querida Tina!
    Fico até sem palavras para comentar..
    Que ela descanse em paz....

    Bjs,,,,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, MA!!
      Que seu desejo seja atendido!!
      Beijus,

      Eliminar
  14. Emocionante homenagem à Tina, Luma! Mesmo não a conhecendo, endosso as palavras dos que me antecederam nesta lista de comentários.
    Quando uma pessoa querida nos deixa, não vai de vez! Enquanto nos lembrarmos dela, estará muito viva entre nós!
    Tomo chá todas as tardes. Hoje já sei quem será minha convidada!
    E que frio faz hoje! Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vitorio, obrigada pelo comentário carinhoso.
      Vamos beber chá para esquentar desse friozinho!!
      Beijus,

      Eliminar
  15. É sempre uma tristeza quando um amigo nosso desaparece, no virtual não é diferente! Gostei da tua homenagem e desejo que a tua amiga descanse em paz!

    Beijocas, Luma!

    ps - não estou esquecida da postagem coletiva do próximo domingo... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois a gente não saberia que ela tinha partido, se uma blogueira não conhecesse uma pessoa que no passado foi amiga dos pais da Tina. Coincidência? Acho que a Tina arrumou um meio de avisar a blogosfera de sua partida.
      Que bom que não esqueceu!! Beijus,

      Eliminar
  16. maravilhoso! estou boquiaberta! emocionante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, dá uma tristeza!! Porém com a blogosfera se unindo, um consola o outro!! Beijus,

      Eliminar
  17. Luma querida, infelizmente não tive a oportunidade de chegar antes ao blog da Tina, não a conhecia, mas sei que foi muito querida. É uma pena. Linda e doce sua homenagem. Bjos querida, obrigada pelas visitas sempre tão carinhosas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que você iria gostar muito da Tina, assim como ela de você. Obrigada você pelo comentário carinhoso e atenção que dedica ao "Luz de Luma". Beijus,

      Eliminar
  18. há instantes que se vivem
    e o maior instante que somos Nós,
    humanos de tempo eterno-limitado,

    VIVE SEMPRE :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que lindo, Jorge!! Está certo, na eternidade o tempo não existe! Beijus,

      Eliminar
  19. Nascemos para um dia morrer mas a vida vale sim cada momento....beijo Lisette.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lisette, sabemos o nosso destino apesar de não o aceitarmos. A negação da morte só comprova a arrogância humana diante da imensidão da criação. Vale sorrir, fale agradecer!! Beijus,

      Eliminar
  20. Luma querida, que bela homenagem à Tina, pessoa tão doce e querida na blogosfera.
    Seu post me emocionou demais, com palavras tão lindas.
    Obrigada por traduzir sempre o que sinto em palavras.
    Beijos
    Vero

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Verônica! Imagino como a família deve estar se sentindo e o que sentimos parece quase nada, se comparado. Minhas energias estão indno para as montanhas de café de Minas :) Beijus,

      Eliminar
  21. Ah, Luma! Não a conheci.

    Percorri os links indicados e vi o quanto ela é querida na blogosfera.

    Sua homenagem é muito delicada, criativa e confortante. Fiquei emocionada, mesmo não conhecendo Tina. A vida é um Instante. Quanta dor nos corações de quem a conheceu e a acompanhou.

    O corpo morre, mas os pensamentos e sentimentos são eternos.

    Beijos!

    Depois eu volto aqui para comentar alguns textos anteriores que te disse; marquei com estrela no reader. Estou numa desorganização virtual muito grande e estou me organizando.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Iza, quem fica precisa se apegar em pensamentos animadores, pois senão...
      A vida segue, independente da falta que sentimos.
      Obrigada pelo carinho!!
      Beijus,

      Eliminar
  22. Nao a conhecia. Desejo tranquilidade a família.

    Sempre tao triste, tao triste tudo issso :-(

    ResponderEliminar
  23. a vida é uma longa estrada com muitos cruzamentos
    a vida... é bela...


    abrazo serrano

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesses cruzamentos encontramos pessoas bacanas que sempre nos acrescentam algo e quando ficamos sem sentimos sua falta. A vida é feita de grandes nadas :) Beijus,

      Eliminar
  24. Luma:
    Estou muito emocionada.
    Escrevi uma palavra errrada.
    Então removi o comentário.

    Anny

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo bem, Anny!
      Vou excluído defnitivamente, tá?
      Beijus,

      Eliminar
  25. Amiga valeu a partilha de post com título: "Um café, um poema sem vírgulas e um último chá com Tina. Deus, traga a conta". estou favoritando e irei compartilhar ok!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela generosidade!!
      Beijus,

      Eliminar
  26. Luma,
    não conhecia a Tina, mas tenhos visto muitas pessoas falando dela, sempre bem!
    Deixei no post uma chamada para o Bookcrossing e levei o selo descaradamente, rs
    Acho importante esse movimento e sempre que posso falo em doação e partilha de livros.
    bjs
    Jussara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Jussara!!
      O que levamos dessa vida, não é mesmo? Por que juntar coisas e por que não doá-las depois que já usufruímos delas. Livros é uma dessas coisas, mas temos tanto para compartilhar!!
      Beijus,

      Eliminar
  27. Oi Luma

    No breve instante de uma vida cabem inúmeras eternidades.

    Lembrar a partida com poesia, "a morte não tem nada a ver com isto".

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Van, seu comentário me emocionou demais porque sempre consegue captar o que há de mais profundo. Obrigada!!

      Eliminar
  28. Luma, é muito tênue o limiar entre a vida e a morte, pois é somente o estado físico q muda. Então, ainda vc tomará muitos chás com a Tina.
    Obrigada pela visita. Vim retribuir. Muita paz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim espero!! :)
      Seja bem-vinda!!
      Beijus,

      Eliminar
  29. Bom dia Bella!

    A renovação da vida pode ser docemente poética. Linda participação!

    Luma tenha um dia luz!

    Beijoooooooooooooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim! Colocando poesia na vida, ela fica mais amena, mais doce, mais fácil de ser vivida!! Beijus,

      Eliminar
  30. Adorei. Lindo demais.

    ResponderEliminar
  31. Muy hermoso poema.
    Saludos
    David

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alegra que os haya gustado, David!
      Gracias por tu presencia!
      Beijus,

      Eliminar
  32. Oi, Luma!

    Não conheci a Tina, mas, penso que ela ficará feliz com sua homenagem. O amor é quem nos eterniza, e enquanto pensarmos naqueles que se foram, com amor, eles permanecerão vivos, atrás do véu, que um dia cairá, e nos encontraremos todos para celebrar a vida verdadeira.

    Grande abraço
    Socorro Melo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim também penso, Socorro! Como disse Niemeyer "A vida é um sopro" e tudo que aqui passamos não é nada comparado ao que virá. Beijus,

      Eliminar
  33. Oi Luma
    Sinto nao ter participado do cha e dos sabados azuis de Tina.
    Mas sua mensagem ficou viva nas amigas, deve perpetuar.

    beijos
    Zizi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Zizi, você esteve tão presente na vida da Tina, que não tem do que lastimar. Carregue consigo o último momento que com ela esteve. A Tina está um pouquinho em cada uma das pessoas que com ela conviveu. Beijus,

      Eliminar
  34. Não sei quem é a Tina...mas vejo que ela deixa saudades. :-(
    Recentemente perdemos uma pessoa aqui também, bem querida dos brasileiros. Tá todo mundo triste... Gostei de ler que a morte não existe enquanto a gente se lembra da pessoa.

    Beijos!

    Ps.: Luma, eu nunca tinha ouvido falar... mas pelo que vi no google, a reputação deles é boa sim.
    O problema não seria na Receita? Ouvi dizer que estao fazendo operação tartaruga... Ou seriam os correios? Ih... nao lembro o que me falaram! (Não estava prestando muita atenção. Abafa!) :-)))
    Você comprou outras coisas recentemente e elas chegaram?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perder uma pessoa do nosso convívio é sempre muito triste, a maior das tristezas... Chris, eu gosto de pensar assim, porque quando lembro de alguém querido que partiu, sinto sua presença bem forte.
      Sobre a encomenda, já fui no correio central e eles não sabem informar, dizem que nada receberam. Talvez porque encomendei muita coisa, estão com dificuldade de tributar. Agora me aconselharam a sempre encomendar de duas em duas peças, pois assim, pacote pequeno não chama a atenção.
      As outras coisas que encomendei, chegaram todas! Só tive problemas com essa loja mesmo! Obrigada por me informar sobre a reputação da loja, fico mais tranquila ao falar com eles. Agora sei porque a operação chama-se tartaruga.
      Beijus,

      Eliminar
  35. Querida Luma; sua homenagem foi comovente e pior eu não sabia disso, e tomei um susto enorme. ´Você fala da Tina do blog? Nossa!
    Que triste! Infelizmente é o caminho e que esse seja de luz e amor.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eita, você está confundindo. Este post é para a Tina Dias...
      Beijus,

      Eliminar
  36. Luma querida vim te visitar como disse no face que vinha...realmente triste...eu não conhecia a Tina e seu blog...entrei lá e me encantei com tanta delicadeza..muito lindo a sua homenagem..as suas palavras..doces..
    A blogosfera é algo que aproxima mesmo as pessoas..viramos parentes..mais que parentes e nem nos damos conta disso...muitos beijus Luminha........sua amiga..titi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claudia, tem gente que não dá créditos para a blogosfera e desconfia até da própria sombra. Eu nunca tive problemas e até acho que as pessoas são mais sinceras no blogue, mais até que cara a cara. As pessoas ficam mais corajosas? Viramos grandes confidentes!! Beijus,

      Eliminar
  37. Lindo post. Fiquei pensando se essa Tina eu conheço. QUe essa Tina que eu nao conheço esteja bem, num caminho de luz, paz e amor.
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você é a segunda pessoa que confunde, mas não é a que está pensando. Assim seja!! Beijus,

      Eliminar
  38. Que linda homenagem! Que lindo carinho!
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderEliminar
  39. Muito triste. Não conheci a Tina em vida (gostaria de tê-la conhecido). Fui olhar o blogue dela e vi os comentários de força para se recuperar e voltar logo. Porém, depois, outros de surpresa ao saber que ela havia partido (já alguns dias). Muito triste. Fiquei emocionada.
    Sabe, esta é uma realidade nua e crua. Sabemos que um dia iremos, de alguma forma... cedo, tarde. Mas que iremos. Quando? Não sabemos. Procuro tentar entender e acredito que a vida é uma passagem de idas e voltas. Se nos encontraremos... isso também não sabemos. =/
    Sentimos profundamente saudade (falta) das pessoas que gostamos e amamos na vida. Mas e se um dia as pessoas (blogue) que gostamos for embora também? A “Luma” por exemplo. Sei que ela terá um mensageiro pronto a dar a tão temida notícia (que esta seja tão, tão distante).
    Em meio a essa realidade de adulto, o que seria fácil nesses momentos é ser criança e acreditar que tudo se torna uma brincadeira de esconde-esconde. Porque lá no fundo, bem lá no fundo, no fim... o que queremos de verdade é nos reencontrarmos novamente.

    Aos que conheciam a "Tina", a ausência é só um instante. Ela está bem! A vida segue.

    Beijo, Luma.

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Tina era uma pessoa simples, sem medo de ser feliz!! Era isso que nos conquistava. Uma grande pessoa!! Sem travas, autêntica e bastante criativa, delicada, sincera... uma grande dama!!
      Nem sempre aceitei a morte com naturalidade, mas estou no exercício do desapego de tudo. E quando digo que é tudo, é tudo mesmo.
      Ah, Suzy! Eu não terei porta-voz. Partirei e sem deixar que as pessoas pensem que morri. Será apenas um distanciamento e se alguém sentir saudade, viverei no coração dessa pessoa.
      Beijus,

      Eliminar
    2. Não é justo! =.,

      Eliminar
    3. O mundo não é justo.

      Eliminar
  40. Tristemente belo!

    Homenagem de muito bom tom, suave, delicada e de beleza impar!


    Beijos!

    ResponderEliminar
  41. Oi Luma! Eu não tive o prazer de conhecer a Tina com vida, mas são tantas as homenagens que ela tem recebido que me emociono e lamento não ter conhecido uma criatura tão especial! Fui ver as compressas com sementes... que show! Valeu a dica! Bom final de semana! Tetê - Avaliando a Vida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tetê, fiquei com inveja de você e arrumei uma torção no joelho. Ai, que ruim!! Vou passar o final de semana de molho!!
      Sentiremos todos saudades da Tina, uma pessoa sem igual!!
      Beijus,

      Eliminar
  42. Luma, não conhecia a Tina. Fico um pouco triste, porque em 1 ano alguns amigos blogueiros faleceram. Sei que um dia será o meu dia, é uma sensação estranha.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sensação de perder a parte física de nós pode parecer estranha, mas na verdade é libertador! Beijus,

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor