Cozinheira de final de semana, eu?



Andaram espalhando por aí que o meu gosto por cozinhar acontece somente porque exerço os meus dotes culinários apenas nos finais de semana. Será? Pois vou tentar explicar o tipo de cozinheira que sou.

Sou aquele tipo de cozinheira que, pelo menos nos molhos, não usa farinha de trigo, maisena ou creme de arroz; exemplos dos espessantes mais utilizados por quem não tem muita paciência.

A paciência é um ingrediente que não pode faltar em qualquer cozinha que se preze.

Meus espessantes para molhos são mais saborosos, embora mais difíceis de operar. São de trato mais trabalhoso e podem até desandar molhos por falta de atenção ou habilidade. Refiro-me aos conhecidos creme de leite, manteiga e gema de ovo.

O certo é que, usando-se qualquer um deles, o sabor é incomparavelmente melhor. Mas, antes de lançar mão de qualquer espessante, é bom lembrar que a primeira coisa a ser feita é usar o calor do fogo e evaporar ao máximo a água do molho, concentrando-o em fogo baixo. Depois de esgotado este recurso é que recorro aos mágicos espessantes.

Sempre uso gemas para molhos menos abundantes. Diluo-as em caldo morno de carne, frango ou verduras - depende do prato que estiver fazendo - adiciono ao molho e cuido para esquentar sem ferver.

Utilizo manteiga quando um molho precisa mais de liga do que de outra coisa. Ela é ideal para dar untuosidade à preparação. Às vezes pode-se combinar o uso de manteiga com um pouco de creme de leite.

Há casos em que o melhor é usar só o creme de leite - sempre fresco - principalmente nos molhos mais volumosos. E é bom prestar atenção, porque o creme, ao ferver, pode coagular, estragando a preparação.

Se você ainda está no tempo das farinhas, tente esses outros caminhos. O sabor e a leveza compesam, além é claro da qualidade de nutrientes adicionado ao prato/paladar/corpitcho.

Além da paciência, utilizar apetrechos escolhidos com carinho - Todo chef tem a sua faca favorita. Você já observou como um chef milimetricamente pica/pica os ingredientes de um prato? Habilidade se conquista com prática e a prática economiza tempo. Você pode fazer uma refeição completa em pouco tempo, se eleger os apetrechos corretos.

Como gosto de comida bastante saborosa, elejo a frigideira oriental a coringa na minha cozinha. Hoje o meu menu do almoço foi: Peixe grelhado, batatas sautée, champignons ao mel e arroz frito. Ficou com água na boca? Hum... nem te conto como estava bom!

Do que é capaz uma Frigideira Oriental (Wok)

Você pode não gostar de cozinha chinesa, porque não conheceu uma verdadeira cozinha chinesa. Digo isto porque não gostava, até entender essa sutil culinária que os chineses inventaram e um dos pontos fortes dessa cozinha é o cozimento dos ingredientes no ponto certo. Morder e Crock! Crocante - al dente - os chineses também inventaram as massas - e um dos principais responsáveis por essa performance, além da leve alma chinesa, é um utensílio em uso há centenas de anos chamado wok.

Um bom wok é feito de ferro (evite os de alumínio ou aço) e tem cara de uma frigideira sem ângulos, de fundo arredondado, com duas alças também de ferro. Trata-se de um dos utensílios de cozinha mais eficazes que existem, pois seu metal fino aquece rapidamente e todos os alimentos ficam em contato com este calor. Vale o investimento!

Para preparar vegetais, pescados ou carnes levemente fritos, por exemplo, apenas besunte o wok e os pedaços miúdos do que vai fritar com óleo, leve-os a essa frigideira especial já aquecida e mexa sempre.

Mas atenção: Aqui não se usa colher para mexer. Com a ajuda de um pano úmido, segura-se uma das alças do wok com as duas mãos, fazendo movimentos semelhantes aos usados para fazer uma omelete virar na frigideira. O Wok também é ótimo para frituras profundas - isto é, quando o alimento mergulha e frita em muito óleo bem quente

E aqui estão duas receitas simples e gostosas para fazer usando o wok, a primeira chinesa e a segunda à moda da Malásia.

Champignons ao mel

500g de champignons frescos
1 Colher de sopa de óleo de amendoim
1 Colher de sopa de mel
2 colheres de sopa de Shoyu (molho de soja)
Esquente o óleo no Wok, junte champignons mexendo sempre sobre fogo forte por 1 minuto. Acrescente o mel e o shoyu, diminua o fogo, tampe e cozinhe por 3 minutos. Destampe e cozinhe mexendo até atingir a consistência espessa. Pode servir como entrada ou acompanhamento, principalmente com carnes grelhadas.


Arroz Frito

2 1/2 colheres de sopa de óleo
3 alhos-porós em fatias finas
1 cebola média bem picadinha
1 pimenta vermelha sem sementes picada
250g de presunto ou bacon picado
6 ovos batidos com sal e pimenta
4 xícaras de arroz cozido frio (al dente)
2 colheres de sopa de shoyu
Esquente o óleo no Wok e frite o alho-poró, cebola, pimenta e presunto até dourar o alho e a cebola. Junte os ovos batidos e cozinhe rapidamente até obter uma consistência bem cremosa. Coloque o arroz e misture até ficar bem quente. Acrescente o shoyu, mexa bem e sirva. Os mais versáteis podem acompanhar este arroz também com Chutney


O tom da conversa é o seguinte: Com companhia podemos passar o dia na cozinha, do contrário, faço tudo rapidinho porque a vida nos chama para além do alimentar!

Apesar de gostar muito de cozinhar não gosto de passar muito tempo na cozinha e por isso corto caminhos e procuro me alimentar de forma saudável sem complicar a vida.

Meninos e meninas, ouvi alguém dizer que o nosso modo de cozinhar se relaciona com o modo como encaramos o sexo - espero que neste sentido, vocês não levem o post ao pé da letra.

Me contem, como vocês se envolvem com os alimentos? Se você não trabalha em casa e fica o dia todo longe do lar, impossível que não saiba fazer uma "coisinha" qualquer na cozinha, me fale sobre "aquela" receita coringa! Ah, também o seu utensílio coringa...

Estou já! Cheia de vontade de degustar novos sabores!

Se achar que o sistema de comentários é pequeno e ficar com vontade de postar sobre o assunto, me envie o link que gostaria de agregar a essa postagem.

Boa semana!

41 comentários :

  1. Luma, não gosto de cozinhar, talvez pelo fato de ter sido "obrigada" pela mãe, desde os 13 anos. Ela supervisionava e era muito boa. Meu pai era "chato" pra comer, comia de tudo, mas tinha que ser absolutamente bem feito. Invariavelmente pedia o saleiro ou a vasilha de alho, para colocar no prato, como se a comida estivesse sem gosto. Minha mãe se esmerava, cozinhava divinamente. E todo dia havia um muchocho dele e raiva dela, pois nunca tudo estava ótimo, na opinião dele.
    Meu marido come de tudo, pode lhe servir arroz com ovo e ele não pergunta nada, come com gosto, só não pode estar salgado.
    Enfim, me acostumei a não gostar de cozinhar e sempre tive empregada. Cozinho em férias delas, cozinho eventualmente, mas tenho que estar muito "inspirada".
    Também detesto o fato de que geralmente ficamos sozinhas na cozinha, enquanto "o povo" se diverte, nos aperitivos.
    Acredita que temos uma wok (de ferro) e NUNCA a usamos? Coisas daqui de casa, não me pergunte nada...
    Meu genro ama cozinhar e se aparelha todo, gosta de tudo nos detalhes, a faca é só dele, essas coisas. E gosta de ficar sozinho na cozinha! rsrsr
    Beijo e boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Luma
    Não sei cozinhar. Não vou pasar fome porque vou viver de pão. Mas se precisar ir ao fogo a coisa ficou preta.
    Mas minh irmã Andrea é eximia. Ela gosta é do diferente. O trivial não.
    Depois ela te responde.
    Agora se quiser receita, eu pego o caderno da mamae e te falo. Só que não experimentei nada.E teve epoca dela ter mania de grava fita de comida.
    Tinha um monte mofando lá em casa. Dei pra casa da cultura

    ResponderEliminar
  3. Luma, lindinha
    que chique D. Luma na cozinha. rsrs
    bom eu cozinho, mais tudo muito simples, do dia a dia.

    O marido gosta, os meninos também.
    Tem dias que fica ótimo, tem dias, Jesus sai correndo.
    Se tem a ver com sexo, não sei dizer, o que eu gosto mesmo é de comer....
    um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Ah Luma...
    Eu sou a cozinheira daqui de casa e como tal não posso me decuidar... Aqui não se pode colocar mto sal na comida pq meus irmãos usam remédio de pressão...
    E o marido não gosta!
    Mas uso e abuso dos demais temperos: cebola, orégano, nóz-moscada, curry...
    A carne é temperada com shoyu, molho para carnes e um pouco de molho de alho...
    Meu carro chefe da semana é a carne moída que eu tento quebrar a cabeça para inovar e não servir a mesma coisa todo dia...
    A gente usa e abusa das saladas...
    Do angu mineiro...
    Mas o que gosto mesmo é de um ovo frito!!!

    bjo

    ResponderEliminar
  5. Uma excelente lembrança do que comprar para a minha [distante dependendo do ponto de vista, mas terei] casa :D...

    Sou cozinheiro de final de semana, justamente para fazer tudo e de tudo com prazer. No último ano em especial reservei-me a aprender receitas novas, já que as antigas tornaram-se intuitivas e rápidas para fazer; acabam servindo para a vontade do dia-a-dia.

    Aprendo primeiro para ser o meu melhor chef, e disso quem sabe satisfazer o paladar de quem também me gosta; mas sem o "desespero" de agradar aos outros.

    Paciencia não só na cozinha, mas em todos os comodos do corpo e da alma, né?

    [ah, respondendo cá também: dá pra dizer que estou com uma "paixão guardada", reservada para a 1ª maluca que quiser ser dona dela :D]

    ótima semana, beijão!

    ResponderEliminar
  6. Ótimas receitas e eu não sou nada sem essa panela WOK. Faço de tudo nela.beijos,tudo de bom,linda sedmana1chica

    ResponderEliminar
  7. Eu gosto de cozinhar...apesar de ter problemas em salgar as coisas..ou fica muito salgado ou sem sal... por isso apelo para outros temperos quando a comida fica sem sal...
    Confesso que prefiro cozinhar doces e modesta parte sou boa nisso..bolo então nem se fala...
    Não sou sofisticada, sou mais adepta da comida simples mas bem feita com sabor de comida de mãe...mas queria fazer uma receitas mais chiquetosas...

    ResponderEliminar
  8. Luminha,
    imagino que seu marido ou companheiro seja rotundo feito uma rolha de poço.
    Dá para ver que você cozinha como se estivesse fazendo um ritual religioso. E é uma delícia, cozinhar... Eu acho.
    Bem, você pergunta se tenho algum utilitário de preferência. Não, não tenho. Possuo poucas panelas. Moro sozinho.
    Mas sei cozinhar, não com estes seus requintes. Faço um bacalhau com legumes que vem gente de longe para comer. Minha mãe saliva, me pedindo para fazê-lo. Também gosto de fazer um macarrão ao sugo. Mas eu faço a massa, corto em formato de talharim, faço o molho com tomate mesmo, nada de pomarola...
    Nem sempre eu estou inspirado. Mas quando baixa um caboco Tia Anastácia, eu mando bem no fogão.
    Carpe diem. Aproveite o dia e a vida.
    Ah, sim. Voltei a blogar.

    ResponderEliminar
  9. Que delicia de preparo. Não gosto da cozinha, mas concordo que é uma arte e precisa de amor para se dar a tonalidade perfeita.
    bjs

    ResponderEliminar
  10. Menina fiquei com água na boca...rs

    bj

    ResponderEliminar
  11. Ah! Concordo totalmente sobre a arte de cozinhar. apesar de não ser assim uma garota prendada neam. E confesso que li cada comentário na intenção de garimpar boas idéias. Humm! Que fome.

    ResponderEliminar
  12. Panela de fundo grosso é importante, principalmente para fritar bifes, ou selar carnes que vão terminar a cocção no forno. As de ferro são excelentes, nem precisa ser uma Le Creuset, muito caras para mim. Molhos apurados são uma boa pedida para finais de semana, se bem que gosto de vários feitos em alguns minutos. Molho Bechamel eu não gosto, se bem que se frita bem a farinha ela não pega gosto. Nos domingos a noite, ponho a massa para cozinhar e num travessa ponho creme de leite, espremo um pouco de limão, sal e pimenta moída na hora. Depois de escorrer a massa (vale miojo) misturo nessa travessa e ralo parmesão por cima, nada mais

    Bj, boa semana

    ResponderEliminar
  13. Estou farta de cozinha e sobretudo inventar. Sinceramente nunca fui e ainda hoje não sou nada dada a fazer molhos elaborados porque é algo que, além de fazerem mal e subir o colesterol, não gosto e habituei as minhas filhas a não gostarem:)

    Panelas...prefiro as com o fundo térmico, que se pode desligar (poupando gás ou electricidade), esperar mais 10/15minutos e fica sempre no ponto:)

    Sei fazer de tudo apesar de não gostar de tudo. Hoje só cozinho para mim ou quando nos juntamos todos. Tenho um genro que na casa deles é quem cozinha - que SORTEEEEEEEEEE:)

    Muamba de galinha(adoro), cozido à portuguesa (não gosto dos chouriços apenas a farinheira), arroz e feijão à vossa moda, feijoada, bacalhau de todas as maneiras (mas para mim faço algo diferente porque detesto bacalhau), churrasco (que cá é frango e aí é vitela)...todo o tipo de grelhados, vegetais, mais arroz do que batata, e por vezes misturo "restos que fazem um belo empadão ou um belo arroz".
    Já dei várias dicas, mas receitas? Não faço a mínima ideia das doses porque é tudo a "olho":)

    Por agora comia uma belo prato de camarão ou gambas à moda da minha terra vermelha.

    ResponderEliminar
  14. Ai Luma, que post delicioso. Sim, fiquei com agua na boca.
    Vixe menina, acabei de descobrir que sou dessas rapidinhas, porque nao nao faço nehum desses preparos especiais que citou não.

    Eu sou a típica cozinheira de fim de semana. Mas eu gosto de cozinhar porque nao sou obrigada. Faço quando quero e aí, nao me incomodo em ficar a tarde inteira. Faço com muito amor, capricho, meço tudo direitinho, separo cada porção super arrumadinha antes de começar o preparo. Sou extremamente organizada. Chega a ser terápico. E prazer maior sinto em ver as pessoas comer e gostar do que estão comendo.
    Sempre digo que meu maior tempero é o amor (meio demodê né, mas é verdade).
    Só uso colheres de pau e tenho preferencia por certos tipos de panelas pela aderencia e pelo cozimento por igual.
    Mas eu sou cozinheira mais de pratos salgados que doce, vai ver pq nao sou tãaaaaao chegada em doces assim.
    Minha receita? hummm, tem uma que chamo de sorvetão, mas na verdade é um tipo de creme´para servir com bolo (receita de Natal). faz um sucesso daqueles e eu amo! Nos salgados é Camarão na moranga e lasanha de beringela com peito de peru.
    Beijooooooooos

    ResponderEliminar
  15. Olha que saboroso!
    Bem...sem gema de ovo, manteiga...meu colesterol ....
    Ah! Sou fã de Wok.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  16. Hummmm "D. Chef", eu sou uma boa provadora, contudo sou uma preguiçosa cozinheira! Não é o meu melhor papel a ser representado!

    Luma, sobre o desenho deminha filha, a primeira coisa que me veio na cabeça foi justamente o desenho Avatar. Só que ela não o viu, imagine só o que produziria se tivesse visto o filme! kkkkkkkkk

    ResponderEliminar
  17. Luma
    Que post mais saboroso esse! Quero fazer essa receita de champignons, mas vou ser sincera, não sou eu quem vai fazer não.
    Eu cozinhava quando era criança. Depois comecei a trabalhar e nunca mais encostei num fogão. Quando me casei eu trabalhava o dia todo, então arrumei uma empregada. Depois, quando me casei de novo, meu novo marido, que não sabia nada de cozinha, resolveu começar a mexer e.... adorou.
    Eu ainda trabalho, e com 2 filhos, ainda tenho empregada (mineira) que cozinha super bem e quando ela não está, meu marido faz.
    Se precisar eu faço, mas gosto mais de fazer sobremesas.
    Tem uma que todo mundo pede, qualquer dia mostro aqui no blog.
    beijos

    ResponderEliminar
  18. Infelizmente, sou um zero a esquerda (para não dizer a direita do) zero...

    Acho que só café que faço bem, fato.

    Fique com Deus, menina Luma.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  19. Poxa, Luminha, nunca poderia imaginar que você mandava tão bem na cozinha!
    Parabéns!
    Pois eu sou modesta em dizer-lhe que não sou muita chegada nesta área da casa, mas admiro uma comida bem feita e tenho uma Wok também para comidinhas mais simplórias como um yaksoba.
    bjs cariocas

    ResponderEliminar
  20. Luma,
    Eu gosto de cozinhar. Tenho gosto e não dom, porque tem pessoas com dom para cozinhar que fazem verdadeiras alquimias. Juntam ingredientes nas experimentações que sabem de antemão que irão combinar. Eu só sigo o escript. Mas gosto mesmo de estar na cozinha, ao redor do fogão.
    Seus quitutes devem ter ficado maravilhosos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  21. Luma,

    Não sei cozinhar nada, mas isto se deve me grande parte pela falta de necessidade - mãe/avó/tia se revezam no comando caso alguma coisa aconteça. Quando se fala de cozinha minha avó é mestre: ela faz um lombo recheado como ninguém, e passa madrugadas em claro na véspera de Natal. O resto da família não herdou esse dom, infelizmente.

    Post delicioso, mas não recomendado para leitura antes do almoço, rsrs.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  22. Luma,

    Se refogo cebola e alho antes do molho, reservo um pouco do refogado e bato no liquidificador com o próprio molho e ervas frescas para encorpar o molho. Cozinhar na pressão carne com osso até desmanchar também é uma boa base para molhos. Vegetais batidos no liquidificador (salsão, cenoura, folha de taioba, etc), idem.

    Costumo preparar o almoço para mim e minhas duas filhas todos os dias, que chegam da escola pouco antes das duas da tarde, às vezes com amigas agregadas. Em cerca de uma hora, uma hora e meia faço tudo e sirvo a mesa. Como minha mulher trabalha como chef de cozinha e chega em casa por volta das três da tarde sem vontade de entrar em outra cozinha, também costumo fazer o jantar.

    Feijoada, só raramente. Mesmo assim faço no dia anterior e deixo esfriar. Na manhã seguinte retiro toda a gordura que, uma vez gelada, fica por cima e fácil de retirar.

    Cozinho muito bem, tenho duas filhas e um casamento harmonioso há quase 24 anos. Se a cozinha tem algo a ver com o sexo eu não sei, só evito ilações. :)

    ResponderEliminar
  23. ...Ia esquecendo: tenho duas WOK, mas não comemos fritura em casa. :)

    ResponderEliminar
  24. Luma querida!
    Adoro cozinhar! E acho que cozinho bem! Meu irmão recentemente disse que consigo superar nossa mãe...rsrs...o que acho exagero por parte dele, afinal nossa mãe é uma cozinheira de mão cheia! Eu também gosto de muito sabor, tempero e leveza em meus pratos! Já copiei as receitas aqui e vou fazer! Meu marido amam peixe e a sugestão desse cardápio foi perfeita!
    Grande beijo e muito obrigada pelas valiosas dicas!
    Jackie

    ResponderEliminar
  25. Luma que maravilhosa explicação adorei tudo inclusive as receitas que depois vou fazer!
    TAMBÉM Ñ SOU NENHUMA EXPERT NA COZINHA MAS AMO COZINHAR FICO NA COZINHA HORAS FAZENDO COISAS OU MESMO Ñ FAZENDO NADA,ADORO LIVROS DE RECEITA E COLECIONO RECEITAS MEU PASSATEMPO FAVORITO!
    BEIJO

    ResponderEliminar
  26. Gostei das dicas, amo aprender segredinhos novos.
    Obrigada pela visita e pela receita da massa para torta, qualquer dia vou tentar, usamos muito a Qually aqui em casa.
    Bjos, Lú.

    ResponderEliminar
  27. Olá, Luma..:)
    Gosto de champignons..:), a receita parece bem legal, eu não tenho "Wok", vou ver se acho uma bem legal..:)
    HUmm..segundo "round" de eleição está chegando, já pensou: esse país - um país católico e cristã - ter de fechar as portas das suas igrejas em prol do dito:....? e outras ramificações malígnas? E a liberdade dos indivíduos de ir e vir, de se expressarem os seus ideais, sendo tolhidas sorrasteiramente, resultando numa luta sangrenta?
    Uma coisa é certa: temos que zelar e salva-guardar a liberdade, um bem máximo de cada indivíduo como um ser..
    Ótema e Ótima semana!!
    Tchauzinho

    ResponderEliminar
  28. Gosto de cozinhar, gosto da cozinha oriental, do ritual, de alimentos crocantes , al dente, de vegetais crus.
    Tenho uma amiga que diz que eu complico, gosto de ter trabalho, mas o resultado final vale a pena, é como o caso do molho, jogar a farinha é mais rápido, mas o resultado final não é tão bom.
    Ter uma cozinha bem equipada , faz toda a diferença.
    Gosto de moer a pimenta na hora e adoro ervas.
    Bjos.

    ResponderEliminar
  29. Aí é sacanagem... Cogumelos e qualquer coisa que seja "frita" enchem minha boca d'água!

    Eu cozinho quando dá vontade, nem que pra isso eu vá dormir às três da manhã! Porque cozinhar mesmo é uma coisa, envolve expectativa, racioncínio e tempo. "Arranjar" comida a gente "arranja" todo dia, né? Em qualquer lugar e de olho no relógio!

    Que disposição pra compartilhar a receita, Luma! Adorei!

    O mel é algo que ando redescobrindo... Nas saladas principalmente, porque ando sem paciência para os "ácidos".

    Bjs!

    Michelle Siqueira

    ResponderEliminar
  30. OLá Luma querida!!

    Cozinhar, quando é possível, vitaliza a alma e o organismo, em que o principal ingrediente é o "sorriso" que se coloca como tempero.

    Hum, Luma, já estou copiando sua receita de cogumelos com mel!!! Nhac nhac

    Beijos, Madalena

    ResponderEliminar
  31. Olá Luma,

    Eu cozinho, mas não sou nenhuma chef (ao contrário da minha mãe; a quem, sem vergonha alguma, exploro afim de ter aquela comidinha gostosa que só a mãmã faz lol).

    Adoro comida Thai, mas tanto não a Chinesa (porque a maioria dos pratos inclui um ingrediente que não como: porco). Uso o Wok para fazer pratos Asiáticos vegetarianos (porque os óleos resistem muito bem às altas temperaturas e não necessitamos de colocar grandes quantidades para confeccionar pratos fritos).

    Tenho uma mania que adquiri recentemente: ver programas de cozinha na TV. Estou fã do Tony Bourdain...imagina! lol

    Receitas especiais? Não tenho suficiente tempo para tas descrever, mas digamos que só da minha terra (Moçambique) há 4 que adoro (Caril de Amendoim, Matapa, Macouve, toxosado [prato de peixe]) - um dia partilharei estes pratos contigo.

    Beijos

    ResponderEliminar
  32. Oi Luma.

    Em razão do excesso de mimos emocionais recebidos na infância, adolescência e idade adulta, me tornei um cinquentenário incompetente para fritar um ovo; logo eu, um glutão (não sei como ainda estou vivo..). Nesta condição, confesso que teu post despertou meu apetite. Me convida pra almoçar, hehehe...!!!

    Beijo.

    ResponderEliminar
  33. LUMA!!! Vc ainda lembra de mim?? Citei vc lá no Ambiente e etc! Bjs

    ResponderEliminar
  34. Esse seu post me deixou com peso na consciencia (e com inveja)... eu gosto de cozinhar, mas preciso de tempo e calma... e isso eu não tenho, ainda mais com um bebê de 1 ano e 4 meses em casa... meu banquete é na hora do almoço, qdo como fora, pois estou trabalhando... pro meu filho, compro comida caseira congelada (que sorte q elas existem!) pois não tenho inspiração pra fazer cardápios variados que as crianças merecem, mesmo que tivesse tempo... janta aqui em casa ou é fora, ou algo congelado ou lanche mesmo... e a saúde vai pro brejo! rs

    Amei te ler de novo!!! Seus textos são ótimos!!!

    bjos

    ResponderEliminar
  35. Oi Luma,
    Gostei das receitas, vamos experimenta-las. Digo vamos, por que vamos eu e o Marido para a cozinha e temos uma wok, só não de ferro, mas é com tefal e ainda ontem fizemos uma comida Thailandesa e ficou ótima. Gosto também de fritar peixe na wok e fica uma delícia.
    Nós somos cozinheiros de todos os dias aqui na Holanda... já em Recife, temos a maravilhosa Sílvia, mas estamos lá sempre dando palpites.
    abs,

    ResponderEliminar
  36. Olá minha Menina,
    De volta depois de tantos quilômetros percorridos.Ufa!!!
    Que POST GOSTOSO!!!
    A COZINHA não é meu forte e não me aventuro muito com o desconhecido...
    Gostei muito de suas DICAS para os molhos, da panela WOK e das receitas.
    Viajei tentando imaginar você fazendo as delícias apresentadas...
    Minhas receitas são básicas e certamente FRACAS para você!
    Agradeço por compartilhar seus segredos culinários.
    Beijoca,
    Regina Coeli

    ResponderEliminar
  37. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  38. Luma, tu com certeza não és uma cozinheira de fim de semana!
    Eu adoro cozinhar e mais ainda fazer doces, amor que herdei da família da minha mãe. Gosto de reunir a minha turma na cozinha para bater aquele papo enquanto cozinho e tomo mate ou uma cervejinha. Embora não conheça a cozinha chinesa (só fiz Shop Suey), tenho um wok que uso bastante.
    Amei tuas receitas, o modo como fazes o olho e a dica da massa do Milton T.
    Na lateral do meu blog tem uma foto minha, de avental, que direciona para as minhas receitas.
    Bjim, cosquirídia e obrigada por este post.

    ResponderEliminar
  39. Eu gosto de cozinhar também, mas nao a comida do dia a dia, sabe? Eu gosto de fazer pratos diferentes mas nao complicados. Eu sempre dei preferencia por facas nao muito boas, porque morria de medo de cortar os dedos fora, mas agora resolvi enfrentar este medo e descobri que uma faca boa economiza muito tempo. :-)) E meu utensilio preferido, por coincidencia, tem sido uma panela de wok também, que compramos ha pouco tempo, e uma máquina de fazer arroz no vapor, que sempre achei besteira, mas que acabamos comprando porque a Ju só comia arroz quando íamos a um restaurante chinês. Agora descobri que dá pra fazer várias coisas nesta panela. Uma beleza! :-)

    ResponderEliminar
  40. Fiz hoje os cogumelos ao mel. Ficou supimpa....kkk... adorei e comemos com bolinhos de legumes...
    Delícia... fiz as fotos...
    Amanhã farei o Arroz Frito....
    depois digo..
    abs,

    ResponderEliminar
  41. Este cardápio é um verdadeiro luxo delicioso!
    Os cogumelos com peixe já trazem muita alegria ... imagino com o arroz e as batatas. Riqueza!
    Um beijo amore.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor