As cidades [update]

SÃO PAULO
Adoro esta cidade




São Paulo está de acordo com meu coração
Nenhuma tradição
Nenhum preconceito
Nem antigo nem moderno




Só conta este apetite furioso esta confiança absoluta este
otimismo esta audácia de trabalho este labor esta
especulação que fazem construir dez casas por hora de
todos os estilos ridículos grotescos belos grandes
pequenos norte sul egípcio ianque cubista
Com a única preocupação de acompanhar as estatísticas
prever o futuro o conforto a utilidade mais valiosa e de
atrair maior imigração
Todos os países
Todos os povos
Gosto disso



As duas ou três velhas casas portuguesas que sobraram são
faianças azuis


Poesia de Mário Faustino em Artesanatos de poesias: Fontes e Correntes da Poesia Ocidental pág. 363, reunidas e organizadas por Maria Eugenia Boaventura [E-Book]

POUSO ALEGRE

Cidade natal

PA

(...)
Foi-se o tempo, vai-se a hora, mas o encanto
Dessas singelezas pobres, pequeninas
Nos remetem aos meninos e meninas
Que já fomos, inda seremos se quisermos
Ruy Villani


PA

CABO FRIO
a morada

cabufa

Dundarundê aunde iê

cabufa

Ontem a Neiva deixou o seguinte comentário na postagem anterior:

"Luma,

Voltei para ler novamente e fiquei pensando neste texto do Veríssimo, imaginando São Paulo como uma pessoa de carne, osso e coração pulsante. Como seria esta pessoa?

O sexo é obvio: homem. O tamanho também: imenso e musculoso. O jeito: agitado, tenso e workaholic. Agora, a raça e a cor? Impossível fundir esta riqueza em um único ser.

E sua cidade? Como seria se fosse uma pessoa?"

Assim que li o comentário da Neiva, me lembrei da homenagem que Mário Faustino fez para a cidade de São Paulo - a mesma poesia que iniciei esta postagem. Pensei, este comentário vale um post!!

Quanto à pergunta, respondi no Echo e colo aqui:

Sobre a cidade onde moro? Ela é feminina, delicada e colorida. Nos dias nublados e propensos a chuva, se revolta, anda pra lá e pra cá, chegando a bater em pedras altas ou até mesmo escalar decks. Sua cor é dourada e por isso a revolta em dias que a chuva a ofusca. Tem senso de liberdade e ao mesmo tempo se aprisiona nos vícios mundanos!

Pois não é que fiquei curiosa pra saber o sexo, estatura, raça, cor, humor das cidades alheias?

Agora é com vocês! Smile Podem responder nos comentários ou então em seus bloguinhos:

Como seria a sua cidade se fosse uma pessoa?

[update] Estou adorando os comentários e saber a visão que possuem de suas cidades.

Agradeço a Ciene, Lunna Guedes, Annyllinha e Luíz Ramos que fizeram postezitos exclusivos em resposta à brincadeira. Obrigada!

44 comentários :

  1. Bem, no meu caso penso que a minha cidade seja homem, talvez um velho de pele morena, qua já viu dias melhores, mas ainda tem esperança no futuro...

    Saiu meio pessimista, mas penso assim.

    Fique com Deus, menina Luma.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. ADorei a descrição de São Paulo...

    Londrina é menina, menina moça da roça, nos primeiros passos curiosos rumo ao caos...

    Ourinhos é como a minha avó, pele surrada pelo sol, uma vida de desafios passados, e a serenidade...

    Shisuii

    ResponderEliminar
  3. Oi Luma!
    Lindo post!

    O meu Rio é uma morena com silhueta bem marcada pelas ondas do mar e pelas linhas das montanhas. Seu olhar é convidativo, seu sorriso é gentil, seu andar é sem pressa e cheio de charme, sua conversa é mansa e sua trama é suspeita.

    Já Graz é uma senhora culta, erudita, esbelta, refinada, porém decente e sempre bem comportada.

    Gostei da brincadeira.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  4. Oi querida

    Adorei a proposta, entrei na brincadeira e transformei num post também, passa lá pra ver como vejo minha Recife...beijos mil

    ResponderEliminar
  5. Oi Luma.
    Teu post me fez ficar com saudade do meu torrão natal (estou em Flopis, momentaneamente). Porto Alegre, na minha visão, é uma garota. Uma garota peralta.
    Já Sampa não me traz boas recordações. A primeira vez que lá estive, em 1978, quando cruzei a Ipiranga com a avenida São João deparei-me com um corpo estendido no chão e os caras da Rota com os revólveres nos coldres como se fossem caubóis texanos. Brrr. Prefiro o provincianismo do meu Porto não muito alegre, mas que ainda me traz encantos. Sem falar no por do sol do Guaíba, o mais bonito do mundo, of course.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  6. Caracas Luma !!!
    Eu sou paulistana, mas moro no interior há 6 anos.
    Que saber como é Rio das Pedras ?
    Uma senhorinha caquetica, que manca de uma das pernas, a outra perna tem tremiliques, a cabeça já nao funciona bem e o coração bate qdo quer....

    Bjks

    ResponderEliminar
  7. Luma que ótimo tema, assim que publicar eu aviso!!!

    beijos

    ResponderEliminar
  8. Ahhh... Como seria Porto Seguro??

    Às vezes eu acredito que é uma mulher, uma jovem em busca dos sonhos, cheia de luz, de sorrisos, festeira. Mas ao mesmo tempo intimista, poética, mas sempre iluminada...

    Talvez possa ser um garoto daqueles surfistas que está sempre em contato com o mar e sempre querendo uma festa, alguém para sair, se divertir...

    Uma coisa eu garanto, alegria não falta!! =D

    Beijos Luu!!^^

    ResponderEliminar
  9. ai q maneiro.
    cabo frio é tdo e mto mais mesmo.

    a minha cidade seria uma mulher, uma perua, cheia de encantos...hahaha


    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderEliminar
  10. Preciso me dividir em duas agora, mas vamos lá.
    Gênova seria uma garça grasnando alto e zombando de todos que pensam sabê-la. Võos altos, mas vez ou outra pousa serena sobre um canto só seu e ignora tudo que é outro...

    São Paulo seria uma menina com sorriso maroto, com pressa e olhares assustados quando descobre novidades estranhas em todos os cantos. Cansada, ela vai se deitar e se desliga do resto do mundo e quando acorda no dia seguinte, vem a certeza de que tudo acontece por causa dela e ao redor dela e sorri de forma marota enquanto olha de lado para os outros exibindo certo desdém...

    É isso. Beijos

    ResponderEliminar
  11. Que beleza de fotos, fiquei até com vontade de ir ver essa São Paulo de perto.

    ResponderEliminar
  12. Luma
    Que bela poesia. E que boa questão.
    A minha cidade é Lisboa. Seria com certeza uma bela mulher, de meia idade, cheia de experiências mas com muitos encantos. Com algumas rugas, mas ainda com muita vontade de sonhar, enquanto olha o rio.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Genial a idéia desse post Mas com relaçao a Sao Paulo penso que essa idéia da cidade sem proneitos, a metropole cosmopolitá é uma fantasia.Aqui é cheio de preconceitos , muto provincian na mentalidade. So parece grande no concreto, nos setimentos e menor que uma casca de noz a mentalidade. Enfim querida, moro aqui e ja sofri um bocado. Agora estou habituada, gsto daqui, mas ainda tenho essa capacidade critica dequem vemde fora.
    Penso que oMaluf é a cara de SP, nao é bem uma boa cara ne?
    Beijos,
    Cam

    ResponderEliminar
  14. Boa tarde menina, gostei muito desse seu post e fiquei um bom tempo lendo as impressões "humanas" aqui deixadas. Interessante ver como as pessoas vêem suas cidades.
    Eu vejo São Paulo como sendo um homem que não faz idéia do que fez, do que faz e já vai longe na idade, mas não se dá conta disso e ainda pensa ser um menino travesso.
    Grande abraço

    ResponderEliminar
  15. Eu responderei a essa pergunta no dia do aniversário da minha cidade :)

    ResponderEliminar
  16. Fotos maravilhosas, sobretudo uma de Cabo Frio.
    Há tempo que não vou a Pouso Alegre, gostava de comer no mesmo hipócrita restaurante de lá, não mais existente: Colesterol.
    Manoel Carlos

    ResponderEliminar
  17. Mesmo hipócrita = menos hipócrita :-)

    ResponderEliminar
  18. Não troco S. Paulo por nada, nasci e pretendo ficar por aqui mesmo. Não sabia que é natural de Pouso Alegre, pois costumava ir várias vezes, na época em que construíamos uma fábrica por lá. Muitas vezes era bate e volta, ou ficava no Fernandão.

    Bom fim de semana

    bj

    ResponderEliminar
  19. Luma,
    SP tb tem suas maravilhas assim como RJ e outras cidades. A gente q mora na cidade, com a correria diária, muitas vezes deixa de notar pequenos detalhes do local. Já reparou na beleza do Vale do Anhangabau? Ou no Teatro Municipal?
    Big Beijos

    ResponderEliminar
  20. lindas as fotos, de todos os lugares, amei!!!!

    ResponderEliminar
  21. Como paulista da gema tenho que agradecer a homenagem!amo esta cidade, ela tem tudo, simplesmente tudo que se possa imaginar, e a praia? pra quem quiser, fica a 50 minutos descendo a serra.adoro os museus, a avenida paulista,o centro antigo,o ar cosmopolita a loucura desta cidade é apaixonante.e a noite é linda !moro em santo andré, que fica ao lado de sp,15 minutos de carro já estou no Ipiranga.Não saio daqui por nada!
    Bjs!Bom final de semana Luma!

    ResponderEliminar
  22. Luma,
    Você é de Pouso Alegre? Em Minas, né!

    O Rio é tudo o que falaram, moça bonita, rebolativa, dourada, carregada de sexy appeal, mas de vez em quando torna-se vampiresca, sanguinária, atormentada, talvez pelos vícios que esconde em suas entranhas. rsss

    E Niterói sua prima, não tão bela, mas que de longe, a inveja e se enfeita com a beleza da prima.]
    bjs cariocas

    ResponderEliminar
  23. Luma, que belo post e muito interessante. Eu vou fazer um espelho da minha cidade aqui, Hilden.

    Ela seria gorda, no sentido de ser rolica, branca de cabelos quase brancos, mas dinâmica, risonha, apressada, estatura mediana, vaidosa e curiosa.

    Assim é a minha cidade.

    Bjao e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  24. A minha cidade natalé o Rio de Janeiro, mas a minha cidade do coração é santo Antonio do Amparo.
    Depois eu conto como é.
    Com carinho Monica

    ResponderEliminar
  25. Maricá é uma criança abandonada, carente de tudo, principalmente de carinho e atenção, cresce esperando que nesse processo, tão semelhante ao da adolescência seja direcionada para os melhores caminhos.

    ResponderEliminar
  26. Olá!
    Arroio Grande, a cidade onde nasci e cresci representa para mim uma moça solteira, de idade avançada, sempre debruçada na janela, tentando saber da vida de todos. Imatura e supersticiosa. Propagando o medo por todo o canto e desconfiando de tudo e de todos. orgulhosa de seus campos fartos e a todo fim de semana indo para a fazenda, dar uma olhada em sua plantação de arroz.

    Pelotas, a cidade em que estou representa-me um empreendedor, sempre querendo obter mais lucro e prosperação. Jamais se encontra em casa, ou está na empresa ou reunido em rodas de amigos debatendo a situação ppolítica do País. orgulhoso de seus antepassados e de seus casarões antigos e charqueadas, possui um grande trauma, o de ser considerado como homossexual, então tenta redimir tudo isso fazendo doces todo o ano para ser considerado apenas, o homem mais doce do Brasil.

    Beijos, Luma querida!

    ResponderEliminar
  27. Luma,
    Minha cidade representa um homem, trabalhador de sol a sol. Daqueles trabalhadores da terra que ainda conservam a paisagem bela que a natureza nos oferece!
    Eu gosto muito de Santa Cruz do Sul, menina é um ótimo lugar! Me lembra a infância :D
    Beijos

    ResponderEliminar
  28. Luma, que lindos os comentários sobre as cidades de cada um. Eu tenho 2 cidades, São Paulo que foi meu berço, e minha cidade atual, Nancy.
    São Paulo eu a compararia a uma ursa brincalhona...sempre de braços abertos, quando você "chega nela" ela te sufoca, te espreme, você precisa ser forte para "aguentar o tranco" mas quando te larga te oferece tudo que você precisa, pois nela, todo esforço que você oferece é recompensado, "plantando, tudo dá".
    Nancy é uma grande dama cheia de charme e tradições, parece austera mas é sempre aberta às inovações.
    Bom fim de semana e parabéns pelo post.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  29. Ah, manamada: isto que cahmo de 'post', sem firulas ou informações 'ad infinitum'... Delicioso de ler e de sorver... Nota 10!

    Sobre São Luís do Maranhão: vejo-a uma linda mulher madura; cheia de imperfeições, porém lindamente misteriosa e cheia de curvas e segredos! Uma mulher maravilhosa e deliciosa de se decifrar!

    Beijo grande, manassumida!

    ResponderEliminar
  30. Gostei imenso da poesia e das imagens dessa São Paulo que um dia me recebeu. Vivi em Vila Maria-Stº.André e depois vim para Portugal.

    Falar da minha cidade, pôxa como fica difícil, porque a minha cidade é e será sempre Luanda/Angola mas falar dela seria no passado porque nunca mais lá voltei.

    Moro há 32 anos numa das maiores das 22 freguesias do Município de Sintra e adoro percorrer todas as aldeias e num contexto geral digo:
    Sintra é uma Lady que gosta muito de se vestir predominantemente de verde, com rendas feitas com a espuma do mar, botões de pedra cinzenta e no chapéu várias camélias e flores da região. Recosta-se nos plátanos e pinheiros e banha os seus pés nas variadas fontes, rios e ribeiras. Para não sentir a humidade instala-se no topo da serra e veste um casaco de tule esbranquiçado mas muito misterioso porque de lá poderá manter debaixo de olho toda a zona envolvente, precaver incêndios e deitar por terra quem pretenda destruí-la. Quando assim é...enfurece-se e temos o maior respeito pela Lady.

    Luanda, esteja como estiver, será sempre "a menina dos meus olhos".

    Beijos

    ResponderEliminar
  31. Oi Luma! Primeiro quero dizer que adorei seu comentário: o que nos tira o fôlego é o que nos faz flutuar, lindo!
    Sobre as cidades:
    - Curitiba é um velho ranzinza que veste preto e cinza, usa flores européias na lapela e assobia ora uma música italiana, ora uma alemã, polaca, portuguesa, ucraniana. Não dança, mas adora polenta e quentão. Atrás da sua ranzinzice existe alguém afável, certamente.
    - Brasília é uma mulher sofisticada, veste branco e dosa bem os acessórios. Sempre bem vestida. (uma pena que essa linda cidade seja palco dos fatos políticos vergonhosos dos nossos governantes, que nada têm a ver com os brasilienses... como escreveu meu amigo nicolas behr, "sou de brasília, mas juro que sou inocente)
    - Goiânia... não sei bem... não tenho o distanciamento necessário; por hora me parece uma mulher exagerada, que fala alto, abusa dos acessórios, mora na cidade mas mantém as raízes da fazenda, tem um comportamento emergente mas tem bom coração.
    Bjos

    ResponderEliminar
  32. Luma,

    Moro em sp e minha cidade natal é Caldas, em Minas, pertinho de Pouso Alegre. +ou-

    Mas minha cidade do coração mesmo é Natal.

    Ela é uma mulher jovem, pele bronzeada pelo sol, corpo esbelto, cabelos ao vento, pés no chão ou na areia, roupas leves e naturais.

    É toda sensual, vibrante, mas vive de forma lenta e tranquila, com a segurança de quem se sabe bela e que tem todos os olhares a lhe admirar.

    :DD

    Beijos

    ResponderEliminar
  33. que bom voltar aqui...
    Minha cidade é linda, que continua sorrindo e de braços abertos, mesmo com tanta maldade feita com ela.
    Maurizio

    ResponderEliminar
  34. Oi Luma!

    Estava com saudades e preocupada com seu sumiço.
    E o Max como está? Foi junto com você?
    Voce recebeu meu e-mail?
    Quanto a minha cidade; é uma criança, frágil, delicada, melindrosa; ansiosa por crescer, mas desengonçada como todo adolescente. Os sintomas da idade vão aparecendo aos poucos, os quais culminarão com a calvice absoluta, e sinceramente, espero não estar mais por aqui quando isto acontecer.
    Rssss, eu explico: Petrópolis como toda Cidade Serrana, cresce para cima, pelos morros e encostas, o desmatamento é desenfreado, as nascentes já saem de seu leito poluidas pelas comunidades carentes que se instalam no alto dos morros.
    A consequencia disso é uma cidade ainda belissima que daqui há alguns anos estara com seus hoje ainda belos e verdes morros completamente carecas; apinhados de casebres equilibrados no topo dos morros.
    Triste visão de futuro eu tenho para o nosso país.
    Um beijo grande pra você minha amiga.

    ResponderEliminar
  35. Luma, sinatra ganhou um Oscar de coadjuvante por A um passo da eternidade, Oscar de melhor filme de 1953. Vc pode fazer seu post especial para ele :-)

    bjs

    ResponderEliminar
  36. Não sei, porquê (quer dizer, talvez Freud explique) vi Porto Alegre, onde estava escrito Pouso Alegre. Bom, vai ver os nomes parecidos embaralharam meus olhos (esta é outra explicação).
    Mas fiquei procurando Porto Alegre em Pouso Alegre e não encontrei. Personalidades diferentes, afinal...
    Mas eu não saberia descrever Porto Alegre em termos de uma pessoa...

    ResponderEliminar
  37. hm, acho que até eu vou falar da minha niterói lá no meu blog qualquer dia desses..

    Bem, estou aqui pra avisar que deixei um selinho pra você lá no meu blog, dá uma olhada..

    beijinhos

    ResponderEliminar
  38. oh Luma, gostei da ideia, e vou postar, amanha, ok?Vou mostrar fotos da cidade em que nasci, da que vivo e da que amo..vc vai gostar...kkk
    bjs e diasf elzies

    ResponderEliminar
  39. Oi Luma querida,
    Que sucesso merecid esse post, todo mundo falando de suas cidades, adorei.
    Obrigda pelos seus comentarios, a tal arquiteta é minh amiga e ela esta orçand com diversas empresas do lanc anti-ruido. Mas voce tem razao, vou perguntara quem ja tm como é que é.
    Higieopolis, ondeeu morei antesde me separar, tnha uma rua linda, calma, se barulho ou poluiçao. Fiquei maisou menosum ano prourando por ela. Depois so passei um ano la. Coisas da vida.
    Beijos e boa semana,
    Cam

    ResponderEliminar
  40. Minha cidade seria alta e de beleza bruta. Minha cidade poderia ser Penélope Cruz.

    ResponderEliminar
  41. oi Luma... Compartilho seu coração por Pouso Alegre, eu renasci em sua cidade e foi no dia do meu aniversário. Não poderia ser mero acaso... São Paulo me fascina e assusta, não entendo... Cabo Frio... Ainda não conheço. Mas eu falo o sexo de qual cidade? Itabirito? Mulher madura, de vermelhos de minérios de ferro. Ouro Preto? Minha senhora, idosa e repleta de mistérios nas montanhas de ametistas. Jacutinga? Uma menina, que ainda não conheço bem, mas que tem montanhas de café e que me acolheu.
    Ventania (um lugar em Jacutinga que eu chamo assim), homem, amigo, me acolhe com seus ventos, me beija, me leva o que é leve, me ajuda a (re)inventar...

    Beijos!

    ResponderEliminar
  42. Luma,
    Se Você me permite, vou aderir a tão boa idéia e falar de minha cidade.
    Já publiquei meu texto e fiz link para sua página.
    Passe por lá.
    Abraços
    Luiz Ramos

    PS. Não entendi o comentário da Beti/Lilás sobre Rio e Niterói.

    ResponderEliminar
  43. luma:
    você mora em cabo frio?
    eu faço parte do instituto carlos scliar, com uma sede aí.
    um abraço.
    romério

    ResponderEliminar
  44. Luma,a minha cidade seria eclética,frenética,alegre e triste.Acolhedora,hospedeira,adora Sol e não gosta de dias nublados.Quer mais?Leia lá no blog amanhã,Um abraço.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor