As glândulas mamárias do homem e da mulher [update]

outubro rosaA Campanha "Outubro Rosa", de conscientização da importância da mamografia para a detecção precoce do câncer de mama, no Brasil, foi idealizada por Maira Callefi, mastologista e presidente da FEMAMA (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama).

Iniciada em Outubro do ano passado, foi inspirada na ação homônima criada nos EUA em 1997, marcada pela iluminação de monumentos históricos com luzes rosa.

O primeiro ano da campanha brasileira teve o slogan "Não aceite informação pela metade" e pela internet, a campanha teve cobertura pelo twitter, seguida de uma blogagem coletiva, organizada pela Samantha Shiraishi onde vários blogueiros participaram (veja lista).

Neste ano de 2009, a campanha continuou seguindo a mesma linha, expandindo um pouco mais nas mídias sociais e com cobertura também na mídia tradicional.

Já no ínicio do ano, na comemoração do Dia Nacional de Combate ao Câncer, em 29 de Março - a Avenida Paulista se encheu de balões rosa, para comemorar a alteração da Lei Federal 11.64/2008, que reduziu em 10 anos a idade mínima para realização do exame anual de mamografia - se antes essa idade era de 50, passou para 40 anos, estabelecendo a gratuidade em toda a rede do Sistema Único de Saúde (SUS). O slogan da campanha haveria de ser: "Agora é lei!".

Para você saber o que rola no dia a dia da Campanha Outubro Rosa, acesse o site Mulher Consciente, onde uma agenda das ações que a envolvem está disponível e para ter informações atualizadas referentes ao Câncer de Mama, acesse o blogue da Dra. Maira.

Nós blogueiros estamos fazendo a nossa parte, dentro do espaço que nos cabe, ajudando a espalhar estímulo, para ajudar no combate à essa doença que ataca, tanto a mulher quanto o homem, em escalas diferenciadas e afetando indiretamente toda a estrutura familiar. A vigilância faz com que o diagnóstico precoce, favoreça a cura.

Ninguém mais indicado que você para identificar sinais de câncer - 90% dos tumores de mamas, são detectados pelo próprio paciente, pois é este que conhece o próprio corpo e sabe de suas alterações. Não é à toa que o médico, invariavelmente pergunta: "O que te trás aqui" ou "O que você sente".

Para detectar o câncer em seu estágio inicial, devemos aprender a reconhecer os vários sintomas de alerta, fazendo auto-exames periodicamente e submetendo-se a exames preventivos.

Estatísticas revelam que, em alguma época da vida, 1/3 da população deverá desenvolver algum tipo de câncer. O tratamento tem mais êxito no estágio inicial, por isso é bom aprender a identificar os sinais desta doença.

O Câncer pode provocar inúmeros pequenos sintomas, como mal-estar ou ligeira febre, porém, a menos que esses sintomas persistam por vários dias, não é necessário procurar um médico. Há outros sinais e sintomas específicos que devem ser levados mais à sério. O aparecimento destes sintomas não quer dizer que a pessoa esteja com câncer, mas ela deve consultar um médico para eliminar essa possibilidade.

No caso da mama, a presença de nódulos ou inchaços sem razão aparente é um dos sinais mais significativos, embora em muitos casos eles não sejam cancerosos. Devido ao risco envolvido, embora ainda pequeno e você perceber sua persistência sob a pele, vá ao médico.

Aumento dos gânglios do pescoço, causados por uma infecção, pode tornar difícil o ato de engolir. Se este sinal persistir ou piorar, consulte um médico, que poderá verificar se este gânglio aumentado pode significar metástase.

Apesar do homem possuir glândulas mamárias, a frequência de doenças da mama são menores, em contrapartida, a detecção do câncer de mama, torna-se, em primeira instância mais difícil. Outro fator que dificulta a sua detecção precoce, advém da cultura, onde não se propaga a importância do homem, também fazer o auto-exame de suas mamas.

Quais as doenças mais comuns das mamas dos homens?
  • O nódulo da adolescência: surge como um inchaço duro, arredondado e sensível nos mamilos dos meninos de 11 a 17 anos. Não requer tratamento e desaparece espontaneamente dentro de poucos meses;
  • Ginecomastia: essa alteração peculiar se manifesta em jovens, provocando o aumento peitoral, que passam a apresentar as características dos seios femininos. Os exames feitos em tais jovens não revelam nenhuma disfunção glandular. Dispensa-se qualquer tratamento, a menos que o paciente se perturbe psicologicamente. Neste caso, remove-se os tecidos dos seios, por cirurgia;
  • Doença adenomatosa: nos homens de 50 a 60 anos de idade, ou mais, as glândulas mamárias às vezes sofrem um aumento difuso. Aconselha-se remover esse tecido para se certificar que não é de natureza cancerosa;
  • Câncer: O Câncer de mama, apesar de acometer o homem com menor frequência, o tratamento é idêntico ao câncer de mama feminino.
Quais os tipos mais comuns de tumores nas mamas?
  • Cistos: ocorrem com maior frequência entre os 35 a 45 anos. Aparecem como caroços isolados, redondos e pequenos, geralmente não muito maiores que uma ervilha; às vezes crescem e ficam do tamanho de um limão ou laranja. Os cistos costumam ser múltiplos;
  • Adenomas, fibradenomas ou ditadenomas: são caroços que não causam dor nem sensibilidade nos seios e ocorrem entre os 18 e 35 anos de idade. Também podem ser pequenos como ervilhas ou grandes como laranjas;
  • Cistos lácteos (galactocele): são cistos causados pelo bloqueio do ducto lácteo nas mulheres que deram à luz recentemente;
  • Papilomas intraductais: tumores semelhantes a verrugas que crescem dentro do ducto e cujo sintoma é um corrimento amarelado, esverdeado ou sangrento do mamilo. Também pode ser tão pequeno a ponto de passarem desapercebidos num exame médico. Sua incidência é mais acentuada entre os 30 e 40 anos.
  • Necrose gordurosa e hematoma: são provocados por uma lesão dos seios, provocando deterioração de certa quantidade de tecido gorduroso dentro do seio ou a retenção de um coágulo sanguíneo resultante de uma hemorragia ocorrida no interior do seio. O caroço produzido pela necrose gordurosa às vezes se parece com um câncer;
  • O Câncer propriamente dito: seus primeiros sintomas evidentes são caroços duros, pequenos e dolorosos que podem surgir em qualquer lugar do seio. A idade na mulher de maior risco é entre os 40 e 50 anos e em escala menor, em mulheres mais jovens entre os 20 e 30 anos, e nas mais idosas, de 60 a 70 anos.
Considerações finais:
  • A mamografia só tem valor quando registra a presença de um tumor. Uma mamografia negativa não é prova da inexistência de tumor no seio.
  • Os caroços encontrados nos seios devem ser removidos, pois assim se descobre muitos tumores malignos em seu estado inicial.
  • Na grande maioria dos casos, um cirurgião pode diagnosticar, antes da cirurgia se um caroço é de natureza cancerosa, contudo existem margens de erro, fato que aconselha a remoção do tumor, a fim de possibilitar exame microscópico.
  • É possível detectar a presença de tumor antes da formação de caroço pela radiografia do seio, pela mamografia. Viu sua importância?
Existem muitas pessoas procurando por informação e não existe pessoa melhor que um médico para dá-las. A campanha serve apenas para estimular essas pessoas, a procurar por um médico, pelo tratamento preventivo e evitar que essa doença avance de forma a continuar ceifando vidas.

Você pode contribuir para a campanha da forma que achar mais confortável, indicando leituras ou falando sobre esse assunto com pessoas interessadas. O mês de Outubro foi designado mundialmente para inundar a mídia de rosa, onde o peso da visibilidade, estimula e chama a atenção da população para a necessidade de se conscientizar, se prevenir através de exames periódicos e fazer uso da mamografia. Você pode fazer a sua parte, em qualquer época do ano.

outubro rosa

"Melhor que dar uma boa notícia é salvar vidas" - Seja consciente

As informações pertinentes à este texto, foram concedidas através de entrevista no dia 19.10.2009, pelo Dr. José Luiz P. Borges,  Ginecologista com consultório registrado no CNES sob nº 6045200.

[update] - A internet ajuda com informações, mas não lhe trará a cura do câncer! Outubro Rosa é uma campanha, que serve apenas para estimular pessoas a serem vigilantes, porém não substitui o exercício pleno da medicina. Para mais informações, marque uma consulta com seu médico de confiança!

Obtenha informações específicas sobre as organizações de apoio à pacientes, centros médicos de diagnósticos e  tratamento do câncer de mama, disponível no país onde mora - Acesse o Guia.

6 comentários :

  1. Oi, Luma,
    Super utilidade pública esse post. Um assunto que precisa ser enfrentado através da conscientização.

    Parabéns e beijo.

    ResponderEliminar
  2. Muito bom o post, útil demais.
    vamos apoiar esta causa, é muito importante!

    bjos Luma

    ResponderEliminar
  3. A importância dessa informação, principalmente sobre a incidência do câncer também em homens, é primordial! Façamos a nossa parte, procurando difundir essa informação.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Excelente post, útil, esclarecedor e de grande valia pra todos nós. Parabéns pelo apoio.
    Bjs.
    Janeisa

    ResponderEliminar
  5. Este post é demais de bom Luma.
    Incrível como muita gente ainda não sabe sobre o câncer de mama em homens.
    Muito útil o seu post...adorei!

    PS: Agradeço imensamente a visita e mais ainda pela dica deixada no Alma sobre a digitalização do acervo de Jorge Amado. Adorei saber minha querida.
    Beijos e ótimo dia pra você viu.

    ResponderEliminar
  6. Luma querida,
    Você como sempre antenadíssima.
    Um post esclarecedor, que só podia estar aqui.
    "Outubro Rosa" vem há mais de 10 anos conscientizando a importância da prevenção do câncer no mundo.

    Parabéns!!!!!

    Mil beijos

    PS: Um dos meus sonhos é ver a cura do câncer..

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor