Desencalhando um Santuário de Baleias



Para que as cenas chocantes desse pequeno vídeo não aconteçam mais nos oceanos do planeta, é preciso manter a moratória à caça comercial de baleias, instituída em 1987 na Comissão Internacional de Baleias (CIB) e criar santuários de baleias, como os já existentes no Oceano Índico (criado em 1970) e na Antártica (1994). Esses santuários protegem diversas espécies que estão ameaçadas de extinção, como as jubartes, segundo a lista da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas (CITES).

Muita gente pergunta por que temos que proteger as baleias, pra que elas servem, que mal tem caçá-las? Basicamente, as baleias são ícones da biodiversidade dos oceanos, são seres vivos mágicos, com complexa organização social e não fazem parte da cadeia alimentar humana - com exceção de povos tradicionais como os esquimós e alguns vilarejos mais afastados no Japão, Islândia e quetais. Mais interessante apostar no turismo de observação, atividade que vem crescendo e já movimenta mais de US$ 1 bilhão por ano no mundo.

Em 1998, o Brasil propôs na CIB a criação do Santuário do Atlântico Sul, mas nunca se empenhou de verdade por sua criação. Por outro lado, países baleeiros como Japão e Noruega fazem lobby pesado para evitar a criação de santuários e derrubar a moratória à caça comercial. Agora em junho, haverá uma decisiva reunião da CIB em Santiago do Chile. O santuário do Atlântico Sul pode enfim sair do papel, mas para isso o Brasil tem que jogar todo seu peso político nesse sentido.

É para tal que o Greenpeace está com uma campanha online para o envio de uma carta pedindo que o presidente Lula convide outros países em desenvolvimento a apoiarem a idéia durante a reunião da CIB. O objetivo é chegar a 10 mil cartas. Até o momento, já foram enviadas 3.500 - e a data limite é 26 de maio, uma semana antes da reunião no Chile.

Peço 10 minutos do seu tempo para assinar a carta. É só clicar aqui, preencher o pequeno formulário e pronto.

O texto acima é de autoria de Jorge Cordeiro, publicado n"O Escriba" e no "Faça a sua parte". Pelo que puderam entender, é necessário o envio da petição ao Presidente Lula com o maior número possível de assinantes, pedindo que ele convide outros países em desenvolvimento a participarem do CIB, onde a idéia da criação de um Santuário no Atlântico Sul será lançada.

O blogue Meu Veneno promove uma blogagem coletiva sobre o assunto para o próximo dia 23. Se não puderem participar, assinem a petição! Façam-na veicular em seus blogues ou mandem por e-mail, mobilizem-se! Inventem algo que faça essa petição agregar milhões de assinaturas. Clique no banner acima que serão direcionados à página da petição.

Você já viu uma baleia jubarte? Aqui onde moro existem muitas. São lindas! Espero sempre vê-las.




Quem sabe da próxima vez eu pegue mais que o rabo. As baleias são ariscas e é preciso um pescador muito experiente para caçá-las. Tá ligado? Então, vamos nessa?

*Precisamos chegar a 10 mil assinaturas até a entrega da carta ao presidente Lula, até o momento passamos de 6.550. Agradeço desde já a boa vontade de todos!

7 comentários :

  1. O Japão participa dessa moratória ? Vou lá assinar. Não há justificativa para a continuação dessa matança.
    Um beijão.

    ResponderEliminar
  2. Deixo-te um enxerto de uma canção do Roberto:

    Teus netos vão te perguntar em poucos anos
    Pelas baleias que cruzavam oceanos
    que eles viram em velhos livros
    ou nos filmes dos arquivos
    dos programas vespertinos de televisão...
    Um beijinho pra ti

    ResponderEliminar
  3. Vou participar, Luma.
    Quero te perguntar se vc tem algum selo. Quero colocar no blog Linha.
    A terceira coisa é te convidar para um meme que está explicado lá.
    Beijos e bom dia!

    ResponderEliminar
  4. Luminha, você não descansa, sempre em defesa das boas causas! Parabéns pelo dinamismo e preocupação social. Grande beijo, viu?

    ResponderEliminar
  5. Eu perco-me no seu blog ...
    Nunca sei onde comentar.
    Português não pode assinar a petição.
    Não dá.
    As baleias só podem ter sossego quando os japoneses e noruegueses deixaram de chaciná-las.
    Parece-me que já houve uma recuperação no seu número ...
    Talvez ainda se vá a tempo!
    Nos Açores, ganha-se dinheiro a vê-las passar ... e não a caçá-las como antigamente.

    ResponderEliminar
  6. Luma, acabei de assinar a carta. E deixo o meu novo endereço para vc visitar, deletei o Casuale...

    Beijos, Mel

    ResponderEliminar
  7. é um absurdo! Um crime, isso sim Bom fim de semana!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor