Gratidão como agradecimento

Sou grata por você ler meu blogue e por esperar depois de tanto tempo a minha volta.



Dizem que as joaninhas trazem sorte ou uma roupa nova...
Me sinto uma iniciante no mundo blogueiro, afinal para muitos a atualização de postagens necessita de uma certa frequência, o que não é realmente uma necessidade quando exercitamos o verdadeiro sentido do ato de blogar. Deixemos a imposição para aqueles que fazem dos blogues uma vitrine profissional. Em postagens mais à frente entrarei em detalhes sobre frequência de postagens e blogues em stand-by :)

Quanto mais se escreve, melhor se escreve? Aqui fica uma pergunta para vocês. No meu caso, mesmo não escrevendo em blogues, nunca fiquei um dia sem escrever (rs*). Mas há uma diferença gritante entre escrever em blogues e as outras diversas formas de escrita.

Muito intimista dizer isso e, me desculpe aqueles que estão lendo o "luz" pela primeira vez. O apoio de vocês me honra. Cada um de vocês, pois tenho memória de elefante e não me esqueço dos amigos. 

Gostaria que sentissem o quanto sou envolvida emocionalmente e calorosamente com cada um dos amigos que aqui conquistei. Vou ter que me posicionar com o que escreveram durante o tempo que estive ausente, então peço a vocês um pouco de paciência. A vida lá fora anda bem corrida.

Por que somente agora estou dizendo isso? São coisas do refletir. A necessidade de voltar atrás e refazer.

Experiências de vida vão além do tic tac do coração. A alma não faz barulho. O sentir é um vulcão silencioso que no mundo da escrita tentamos fazer algum barulho. A emoção é um barulho silencioso que envolve, nutre e modifica a nossa essência lentamente, de forma imperceptível, até que chega um dia e você nota que aquela pessoa que existiu está agora num baú de memórias.

Como é bom experimentar os momentos, lapsos de tempo que se perdem nas horas, segundos que complementam os espaços das horas. Nem sempre tão intensos, por vezes pequenos... tão pequenos que você imagina que não farão parte da sua memória, mas ele fica ali, vai e volta, persistente, dizendo que a vida não é feita de momentos grandiosos.  

E o coração faz tic tac...

51 comentários :

  1. Que reflexão boa, Luma. Eu percebi mesmo sua ausência, mas como tantos colegas também estão cada vez mais ausentes acabei achando que tinham cansado mesmo. Imagino como tudo está corrido e ainda estamos passando por um momento tenebroso... E sempre dava uma passada por aqui esperando o retorno e veio em postagens anteriores. Que bom. Bjssss

    ResponderExcluir
  2. Oi Luma, bom dia!
    Existe vida fora do blog né? kkk
    Eu só estou postando receitas editadas há bastante tempo e não postadas até terminarem p/parar com o blog, mas o problema é
    que o blog vicia e eu acabo postando sempre alguma coisinha nova. Decidi parar com o blog por falta de tempo de visitar os blogs amigos,o que não acho justo, mas depois que essa fase passar, tenho certeza que vou ter esse tempo.
    Bjssssss e obrigada pela amizade

    ResponderExcluir
  3. Olá Luma.
    Inicialmente afligiu-me a sua ausência. Pensei que algo grave se passava consigo ou com alguém que lhe era chegado. A Luma era demasiado ligada na vida à sua volta para de um momento para o outro deixar o blogue. Mas então muitos amigos começara a trocar os blogues pelas redes sociais e então pensei que talvez tivesse feito o mesmo. Pelo seu comentário parece que o meu primeiro pensamento é que estaria correto.
    Abraço e saúde

    ResponderExcluir
  4. Linda reflexão,Luma! E que nossos corações continuem a tic-tac fazer. Adooooooooro joaninhas, bem sabes..beijos, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  5. Que bom te ler de novo! Grata pela sua volta.
    Isso aí, escrever tem que ser espontâneo, quando dá vontade, sem obrigação, sem meta...deixar fluir.


    Beijossssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

    ResponderExcluir
  6. Realmente, é o coração que manda. A boca sempre fala do que o coração está cheio.
    O que fazemos, devemos fazer com amor, com gosto, e não por obrigação.
    E devemos cultivar sempre a gratidão, sim. Isso nos faz melhores pessoas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia Luma Rosa,
    Bem interessante o seu texto. Na verdade, o acto de escrever tem várias motivações e nem sempre quem escreve assiduamente, ou elabora textos mais longos, se afirma positivamente pela diferença. Aliás, esta "regra" verifica-se em em vários aspectos da nossa vida. O silêncio, por exemplo, tem uma importância fundamentel no nosso equilíbrio emocional. Precisamos de entender a sua liguagem, e em certos momentos assumir uma íntima cumplicidade com esse silêncio introspectivo, que nos apela a reflectir sobre nós próprios e sobre a vida.
    Haveria muito certamente para dizer, mas este é um espaço de comentário, não sendo por isso o local indicado.

    Talvez me tenha alongado. Um dia feliz e um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olá Luma,
    Que bom que voltou, mas há tanto para lá dos Blogues...!
    Adorei seu texto reflexivo, para reter.
    Beijinhos e feliz regresso.
    Ailime

    ResponderExcluir
  9. Que lindo texto, Luma
    Quero agradecer a sua visitinha, tão gentil, ao meu blog.
    Fico feliz que voltastes.
    Seja muito bem-vinda!
    Deixo um beijinho e o meu carinho.
    Verena.

    ResponderExcluir
  10. Oi Luma! É muito bom vê-la disposta a escrever novamente no blog, seus textos são muito ricos, levam à reflexão.
    Realmente não há medidas para escrever, é muito pessoal e no tic-tac da vida vamos nos adaptando.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Fazia tempo! Escrever é um passatempo,e que se torça pelo fim da pandemia, o que por enquanto é mais torcida que realidade em muitos países. Bem vinda ao mundo blogueiro novamente. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Luma, gostei do teu texto, faz a gente pensar o porquê das coisas andarem assim ou assado...
    A escrita pra mim é uma necessidade de dizer as coisas sem ser interrompida, parar de brigar para poder falar, que coisa desagradável. No blogue digo o que penso e pronto. O coração tem certa necessidade de se manifestar. Porém, sem angústia, sem obrigação, caso contrário pode virar um tormento. Escrevo quando quero, se levo um mês, é porque antes não deu, ou não estava afim. Essa é a regra, sem ansiedade. E quando a gente vê, vira algo gostoso, escrever passa a fazer parte do nosso dia a dia.
    Vai calma, escreva sempre porque gosta, assim não tem errada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Luminha,
    O blogosfera estava mesmo esperando por você.
    Fico muito feliz com sua volta.
    Eu gosto mesmo é de quem desperta o melhor
    que eu posso ser e voce é uma dessas pessoas.
    Brilhe, o ´céu é seu.
    Beijos
    seja bem vinda de volta.

    ResponderExcluir
  14. Olá, Luma. Talvez a pessoa que você está esperando esteja ocupada no mundo real. Portanto, mantenha você animado para continuar suas atividades sem ser oprimido por pensamentos sobre ele 😊.
    Saudações da indonésia.

    ResponderExcluir
  15. Sempre gostei muito do que colocavas aqui e por motivos que só a ti diz respeito...parou. Como não frequento redes sociais, esperei. Mas volta e meia vinha espreitar até ao dia que voltaste.
    E aqui está algo que dá que pensar e com uma pergunta ao que eu respondo que "talvez" porque quem sempre escreveu muito bem como tu por mais pausas que possas fazer continuarás no mesmo registo.
    Depois há cobrança de muitos de que isto é uma "obrigação/devoção" até cobrando resposta aos comentários.
    Para mim os blogues incluindo o meu que é do mais simples que há não cobro nada e todos servem como "livrinhos de bolso" que venho quando tenho tempo e sobretudo vontade de me distrair. A obrigação é a vida fora deste mundo de cabos.
    Como "adultos" andamos muito preocupados com o uso em excesso por parte da pequenada e jovens adolescentes e estamos a cometer os mesmos erros?
    Agora os meus netos já estão crescidos mas enquanto cuidei deles...cumpria à risca as ordens dos pais e brincámos muito, jogamos muitos jogos de tabuleiro e já com telemóveis os mesmos eram desligados totalmente às refeições e até nos esquecíamos deles.
    Veio a pandemia e agora como já têm 18, 16, 12 e 10 vou lá quando vou ao lar onde está a minha mãe que é pertinho. A minha mãe agora mesmo no lar já tem quase 92 anos e continua no registo para comigo de ser teimosa e querer comandar a minha vida...ou seja continuo a ser o seu GPS:)))) Não lhe falta nada do que me pede mas...enfim estou sempre atenta a tudo que por lá se passa e com todas as medidas de segurança. Desculpa o desabafo.

    Beijocas Luma e a vida é isso mesmo...hoje pode ser tudo ruim na vida mas será sempre para melhorar.

    (Não reli e desculpa se houver erros ortográficos:) )

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Luma. Seja bem-vinda sempre. Obrigado pela inspiração e texto maravilhoso. Desejo um final de semana com muita saúde e paz para você.

    ResponderExcluir
  17. Luma, que bom ler este texto! Tenho acompanhado seu blog pelo Feedly, mas, hoje, precisei vir aqui e me sentir honrada de fazer parte de seus leitores. Cada momento tem suas peculiaridades. E este, parece ser de mais reflexão. Obrigada por compartilhar ideias, quando desejar, pois, sua alma é quem decide quando romper o silêncio.
    Fique bem. Cuide-se.

    beijo, menina

    Denise Rangel

    cafénaescrivaninha.com.br

    ResponderExcluir
  18. Os momentos especiais da nossa vida, podem ser Pequenos, mas a intensidade com que são sentidos na nossa alma, os fará perdurar para sempre na nossa memória.
    Gostei de a ver voltar.
    Bom fim de semana
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Oi, Luma,
    Ter leitores fiéis é realmente um privilégio, parabéns! Eu também não consigo publicar coisas no meu blog todos os dias e acho que essa 'imposição' é meio descabida, mesmo para quem tenha blog profissional. Eu encaro os blogs como encarava antes as revistas que assinava, ou seja, não me importva com o fato de recebê-las semanalmente, quinzenalmente ou mesmo mensalmente. Para mim o que importa é o conteúdo.
    E, sim, a gente está sempre mudando e observando que o nosso velho eu foi para um baú de memórias, rsrs.

    Beijo e bom finzinho de semana

    ResponderExcluir
  20. Luma, como muitos dos amigos, fiquei pensando, por um tempo, sobre seu afastamento.
    Escrever me faz muito bem e tê-la entre nós, é uma oportunidade de expandir a mente. Bjs.

    ResponderExcluir
  21. No tic tac do seu coração, uma nuvem de reflexões, que partilho Luma.
    Não me consideraria blogueiro no sentido amplo como descreve e assim não me sinto nesta obrigação de compulsivamente postar, amo a blogosfera mas a levo com leveza, bem assim como você nos mostra.
    Volte sim, precisamos desta mente evoluída de sempre, desde que entrei aqui, que venho sempre a procura de algo, mas sei o quanto tem sido difícil manter uma pagina com certa regularidade.
    A vida lá fora urge e na Sapucaí o tic tac dita o ritmo da evolução.
    Beijo amiga e fique a vontade.
    Um bom domingo de feliz semana.

    ResponderExcluir
  22. Oi Luma
    Bem interessante conversarmos mesmo sobre se ausentar dos blogs, ser constante ou não e o cuidado da não obrigatoriedade de comentar, postar e ser apenas leitora. Tenho alguns momentos de só leitora e me ausento sempre que me sinto desmotivada o suficiente para me cansar. Ultimamente, tenho postado sempre, mas os retornos aos comentários não acontece com a mesma regularidade.
    Mas gosto muito de dar retorno e tem alguns amigos que são tão íntimos que sinto falta deles, e conversar através dos comentários me faz sentir perto,( e nunca estivemos precisando tanto de amigos) mesmo distantes. Como não sei compor, nem escrever, publico poemas de autores conhecidos que pesquiso e o hobby da fotografia que é realmente uma marca minha(agora c a pandemia, tenho sentido falta das viagens e dos dos cli's, por aí) Penso que tem que ser um prazer, sempre. Você marcou muito as nossas vidas, Luma e se tornou necessária com a sua escrita. Se puder, fique conosco rs
    Meu abraço e obrigada, amiga.

    ResponderExcluir
  23. Gostei de sua reflexão, concordo que nem sempre a obrigatoriedade da escrita nos faz bem, por isso nunca transformei o blog em uma vida de compromissos rígidos, mas como um espaço de transbordamento. Adoro visitar as amigas e ver o que pensam e como estão vivendo o momento, as vezes rimos juntas em outras choramos ou nos apoiamos. Sinto falta das postagem mais regulares de todas as amigas blogueiras pois era tão fácil relaxar dedicando uma hora do dia para ler o que escreviam e criar um texto para publicar...
    Seja bem vinda!
    Muita Luz e Paz!
    Abraços

    ResponderExcluir
  24. Oi, Luma!
    Gosto muito de presentear os meus amigos com um pouco da transparência de minha alma!
    E adoro visitar os seus cantinhos e deixar um beijinho ou abracinho!
    Um beijinho carinhoso!
    Megy Maia💛👄💛

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Volte ao blogue quando lhe apetecer. E escreva porque quanto mais escrever melhor escreve, é verdade. E leia também bastante. Gostei que voltasse.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  27. Oi Luma, adorei voltar aqui de novo. Acho que sim, quanto mais escrevemos, melhor fica a escrita... Mas pra escrever precisamos em primeiro lugar ter vontade! Tem dia que não dar, não sai nada... Eu tinha escolhido o domingo pra blogar, mas agora estou blogando quando dar e tenho vontade. Gosto muito desta mania boa!
    Beijos nas bochechas! 😊😘

    ResponderExcluir
  28. Oi Luma,
    Estou lendo este post depois de uma breve ausência de minha parte, pois o mundo lá fora também me engoliu, mas já estou começando a desfazer os meus nós.
    Sabe que eu nunca fiquei sem escrever também? todos os dias eu escrevo! Nem tinha me dado conta disto!
    De escrevinhadora para escrevinhadora, vamos continuar escrevinhando rsrsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Bem-vinda de regresso, Luma :)

    ResponderExcluir
  30. Que texto lindo, o sentir é como um vulcão e eu super concordo com cada palavra do texto. Amei demais a reflexão.
    beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Luma, fico encantada com os seus escritos, você tem uma sabedoria "pé-no-chão"que jamais vi em nenhum outro "blogueiro" nesta internet querida.
    E olha que já vou completar 10 anos de blog no próximo primeiro de julho amiga.. É muito, muito tempo...
    Por isso somos sobreviventes neste mundo... Agora então, com as dificuldades impostas pela pandemia, somos mais que sobreviventes, somos guerreiras lutando pela vida, dia após dia!!
    E mesmo que a maioria dos blogs que eu conheça esteja em "stand by", em uma pausa para quem sabe um dia, retornar, o seu - LUZ - é o que mais me fez falta neste ínterim, pois nele aprendi coisas valiosíssimas! Ele sempre irradia conhecimento!
    Sem contar os seus comentários lá no meu cantinho, pois sempre foram sensacionais, falando brilhantemente sobre a postagem e ainda deixando uma dica valiosa para aprofundamento de todos os leitores, muito, muito obrigada!!
    Fico feliz demais por ter voltado!! Precisamos de cultura, de vida, de alegria nos blogs e você sabe de uma maneira muito eficiente e também delicada, como fazer tudo isso!!

    Te adoro!!! Bem-Vinda para sempre e sempre amiga!!
    Beijinhos e uma semana maravilhosa! :))))

    ResponderExcluir
  32. Existe vida fora do blog, as vezes dou uma pausa....uma porque não tenho muitos seguidores , mas o pouco de amigos me fazem vir aqui dar sempre uma espiadinha, nada mais é como antes...a febre passou!
    E a vida com esse virús nos deixou com pressa de viver.
    Viver a realidade com nossos familiares.
    Espero que tudo um dia passe.
    Mas nada será como foi.
    bjsss amiga!

    ResponderExcluir
  33. Good morning to all who are listening to the meditation, may Jesus greatly bless us, free us from this evil that plagues the world, thank God 🙏

    ResponderExcluir
  34. Partilho completamente da sua postura.
    Também me ausentei quase três anos do blogue, por exaustão.
    Agora levo com calma, escrevendo e lendo ao meu ritmo, sem pressão, sem ansiedade.
    O coração aqui, nunca não pára de bater. Gosto do que escreve!


    Grande beijinho.

    ResponderExcluir
  35. Passei para desejar um excelente mês de Junho
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  36. Oieee! Vim retribuir sua visitinha lá no blog da menina! :)
    Olha...na minha humilde opinião...quanto mais se lê, melhor se escreve...
    (Você já ganhou alguma roupa nova quando apareceu uma joaninha/ E teve sorte? rsrs)
    Eu nem lembro de nenhum dos eventos...só sei que aaaamo desde criança brincar com joaninhas...rs
    Eu gostaria de ter mais tempo para escrever no meu lugarejo (blog) ...mas, a vida de adulto acaba tomando bastante dele...
    Alguns falam que é questão de prioridade...e até concordo...é preciso priorizar algumas coisas...o trabalho, por exemplo...
    (Mas, sempre tem uma forma de dar uma escapadinha e deixar um beijinho "na fulô"...rsrs
    Amei seu blog!
    Bjuuuu!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Eu vim daqui : https://meninarosabyrosaalberti.blogspot.com/
      Bju!

      Excluir
  37. Luma,
    Penso que somos uma
    Família e o que nos une
    é a Palavra.
    O importante é não paramos
    de ler e de escrever
    o restante vamos acertando.
    Bjins de bom domingo
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  38. Great article. I followed your blog now. Thx

    ResponderExcluir
  39. Eu penso que quanto mais se lê, melhor se escreve (mais do que quanto mais escreve melhor se escreve).

    Tal como você, escrevo todos os dias ...ou quase.

    Abraço e bom domingo :)

    ResponderExcluir
  40. Uma beleza de publicação.

    ResponderExcluir
  41. Parece-me que é da liberdade de cada um orientar o seu blog, de acordo com os princípios e regras que idealizou.
    Um blog inativo não favorece a interação que todos desejam.
    Abraço amigo.
    Juvenal Nunes

    ResponderExcluir
  42. Luma!
    Ler-te, será sempre um doce fascínio!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  43. Eu fico tão feliz de te ver de volta, você é tão inteligente e saber argumentar tão bem com as palavras que agora bateu saudade da blogagem coletiva que nós fazíamos.

    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  44. Eu faço pausas e aviso nos blogues...
    Devo ser a única que procede assim, porque não vi em nenhum blogue esta iniciativa...
    As pausas por doença ou descanso são indispensáveis...

    De facto, quem mais pratica, escreve com mais facilidade e qualidade (é uma questão de treinar os neurónios), mas a boa leitura é indispensável...
    Gosto do seu estilo.

    Um bom mês de Junho. Beijos
    ~~~~

    ResponderExcluir
  45. Oi Luma as vezes ficar inspirada em escrever é difícil, muitas coisas estão na cabeça, mas tem uma preguiça ou desanimo comandando os dedos.
    Mas as vezes temos preguiça de falar também.
    Vou ver a sugestão de livro que você fez lá no tacho.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
  46. Eu não me afastei de um todo, mas também precisei dar um tempo, um tempo para clarear as ideias, apaziguar sentimentos, e sair de novo da depressão, pois a pandemia conseguiu me colocar pra baixo de novo ... Mas são águas passadas agora! Também estou voltando, e fico feliz com a sua volta!
    😘

    ResponderExcluir
  47. Olá, Luma. Gosto dos seus posts inteligentes, bem escritos e humorados. Que bom que retornou. Cada um tem o seu tempo, prioridades e estilo de vida, né? Blogar é bom do jeito que traga satisfação pessoal, gostei imensamente da reflexão que trouxe aqui.
    Tic-tac, vamos adiante... Bjs

    ResponderExcluir
  48. Oi Luma, eu adoro os seus posts. Sempre com colocações inteligentes e ótimas reflexões. Eu sou bem inconstante na escrita no meu blog. Escrevo mesmo quando eu tenho vontade e sobre o que me dá vontade de contar. Nesse mês de maio que passou eu mesma me dei um tempo do blog, me dei um tempo mais distante das redes sociais e foi muito bom para mim. E agora está sendo bom retornar. Tudo no nosso tempo, isso que é importante, nos respeitarmos.
    Um ótimo final de semana.
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderExcluir
  49. E eu estou grato por você existir e escrever de vez em quando. Venho ao seu blogue há muitos anos (há mais de 10, seguramente). Sei disso porque, nalguns casos, também tenho memória de elefante...
    E há vida (muita) para além dos blogues. Por isso, publique quando lhe apeteça. E seja feliz, sempre.
    Bom fim de semana, amiga Luma.
    Beijo.

    ResponderExcluir

...em quietude, sem solidão

Leia o luz no seu celular
get click

Algumas coisas não têm preço

finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008

Me leve com você...

facebooktwitter

Copyright  © 2021 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor