Dias para olhar o céu

Nuvens...

Para descrever as nuvens
eu necessitaria ser muito rápida —
numa fração de segundo
deixam de ser estas, tornam-se outras.

É próprio delas
não se repetir nunca
nas formas, matizes, poses e composição.

Sem o peso de nenhuma lembrança
flutuam sem esforço sobre os fatos.

Elas lá podem ser testemunhas de alguma coisa —
logo se dispersam para todos os lados.

Comparada com as nuvens
a vida parece muito sólida,
quase perene, praticamente eterna.

Perante as nuvens
até a pedra parece uma irmã
em quem se pode confiar,
já elas — são primas distantes e inconstantes.

Que as pessoas vivam, se quiserem,
e em sequência que cada uma morra,
as nuvens nada têm a ver
com toda essa coisa
muito estranha.

Sobre a tua vida inteira
e a minha, ainda incompleta,
elas passam pomposas como sempre passaram.

Não têm obrigação de conosco findar.
Não precisam ser vistas para navegar.

Wislawa Szymborska


4hs e 37min. = 73 músicas.
Se gostou da primeira música, deixe ligado enquanto navega entre os blogues...


Previsão de dias nublados... alguém advinha o que vou fazer?

99 comentários :

  1. Amei este poema!
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Teresa!!
      Bom fim de semana!

      Eliminar
  2. Poesia linda, adoro nuvens e me encantei como fazê-las no blog indicado. LINDO!!! beijos,ótimo fds! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Chica!!
      As crianças adoram!!
      Beijus,

      Eliminar
  3. Oi Luminha
    Nossa que maravilha de texto.

    Eu flutuei literalmente. E quem nunca ganhou algumas boas horas deitado na grama fazendo desenhos com nuvens ??

    Bjs
    Debby :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Debby!!
      Quem nunca fez isso, bom sujeito não é!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  4. Oi, Luminha,

    Ainda bem que dei uma olhadinha nas novidades do blog agora, ou só faria isso muito mais tarde, rsrs. É próprio de muitos fenômenos da natureza serem fugazes: a posição das nuvens, os pores do sol, enfim, tudo está "en passant", até a vida. Isso é prova de que temos de aproveitar o momento, rsrs. Quanto à canjica, é preferível usar a própria água do molho (se ainda houver alguma, pois o milho a absorve).

    Um beijo e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Marly!!
      Muita correria? Relaxa um pouquinho...
      Verdade! Ontem meu filho me disse: Pior que você e meu pai vão morrer. Achei tão novinho para estar ciente da finitude!
      Vou fazer a canjica no final de semana! Durante a semana é bastante complicado pra mim frequentar a cozinha.
      Bom fim de semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  5. Olá Luma,bom dia!!!
    Que lindo texto para começar meu dia!!!
    Amei!!!
    Bjus mil ♥

    http://blogluminoso.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Liny!!
      Que seu dia seja luminoso!!
      Beijus,

      Eliminar
  6. Luma eu adorei aprender a fazer nuvens!
    Você é incrível em descobrir essas "coisinhas" para a gente!
    A primeira música me encantou e acompanhou deliciosamente a leitura. Vou aceitar a sugestão e deixar tocando enquanto vou navengando.
    Beijo em forma de nuvem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ana Paula!!
      Eu achei o máximo!!
      Vou fazer em casa com jornais amassados, pois o balão vai murchando com o tempo.
      Tomara que goste de toda a playlist... pode mandar para a frente!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  7. Muito lindo, inspirador mesmo.
    Nunca tinha olhado para elas com essa perspectiva : )
    http://falasimples.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Maria Carolina!!
      As nuvens se desfazem, ocmo tudo nessa vida!!
      Beijus,

      Eliminar
  8. Querida Luma
    A foto é muito bela,parece ter sido tirada de avião. O poema que escolheu é magnífico.
    Obrigada pela partilha.
    Bom fim de semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Beatriz!!
      Foi tirada do avião!! :) Acima das nuvens. Amo!!
      Bom fim de semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  9. Todos os dias Deus nos dá um momento em
    que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes.
    Que um sim ou um não pode mudar toda a nossa existência.
    E muitas vezes perdemos tanto do foco da vida,
    que não enchergamos nem entendemos ,
    que Deus tem um prosito para cada um de nós.
    Um pouco triste?:Sim: mas creio na grande mudança ,
    que Deus esta preparando para mim.
    A você meu carinho obrigada por fazer parte
    de todas as mudanças boa ou não continuas
    caminhando comigo.
    Um final de semana abençoado.
    Beijos no coração afagos na alma.
    Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Evanir!!
      Nossa!! Sua poesia sempre dizendo tudo o que queremos ouvir e perfeitamente encaixada no post!
      Obrigada sempre!!
      Beijus,

      Eliminar
  10. Adorei aprender como fazer nuvens! Sorrindo com a idéia....
    Lindo poema.
    Beijão minha alegria. Bom final de semana com nuvens ou sem...
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Astrid!!
      Uma boa ideia para colocar em prática agora nas férias!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  11. Sabes que até hoje tenho o hábito de me deitar na grama lá do mato e olhar as nuvens, trago isso da minha mãe qdo criança ela brincava com a gente e viamos nuvens em forma de todos os bichos e até de pipoca, repassei com meus filhos e agora para os netos,uma delícia,... e elas passam tão rápido que até parecem a vida da gente...corrida , corrida!
    Adorei a música!
    bjss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lena!!
      As nossas mães sempre tão poéticas e nos fazem querer repetir tudo aquilo que nos fizeram.
      Beijus,

      Eliminar
  12. Lumíssima, estou ouvindo a seleção de músicas e adorando! Relax... no sleep, como também com bastante sol onde estou. Algumas nuvens passando pelo céu, a calmaria que precisamos.
    Imagino que no final de semana vai ouvir muita música e olhar as nuvens? Se pensar no cupido da foto, também vai namorar bastante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Love!!
      Sim, eu quero um final de semana macio e tranquilo... :)
      Beijus,

      Eliminar
  13. Luminha minha amada,
    as nuvens parecem algodão doces e algodão
    doce lembra criança, anjos e a delicia de saber
    que nosso teto é azul;
    saudades suas
    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bandys!!
      O invisível é azul!!
      Saudades também!!
      Beijus,

      Eliminar
  14. Luma não importa que pouco ou nada saibamos a respeito do que nossos olhos não atingem, continuo olhando pro céu. Mesmo sem saber por que, sempre aparece uma nuvem que sorri.
    Bjs yvone
    lindo final desemana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Yvone!
      Olhar o céu nos acalma! O exercício da contemplação nos coloca no eixo.
      Lindo final de semana para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  15. Oi, Luma.
    Lindas palavras e lindos dias, estes últimos, de puro inverno. Névoa cedo, sol durante algumas horas e um final de tarde impagável, com o sol poente cobrindo de ouro os primeiros traços do anoitecer. Lareira, vinho e algo quentinho completam o quadro, que eu não pintaria melhor. Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uau, Fernando!!
      Quero dias assim para mim! Ultimamente só chuva, sem por-do-sol para colorir o final de tarde :) Um bom vinho sempre é bem-vindo!!
      Beijus,

      Eliminar
  16. Luma, duas considerações. Ainda que sejam inconstantes, há dias em que eu gostaria de ser uma nuvem, e poder passear e existir sem me importar muito com o que se passa lá embaixo. E achei fantástica a ideia de como produzir nuvens! :D Minha filha está para fazer aniversário e achei que poderia ser interessante produzir algumas para a decoração. Só que deve fazer uma sujeira danada, hahaha.
    Ótimo post, trouxe leveza para a sexta-feira.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bia!!
      Também penso que deve ser bom existir sem precisar "ser".
      :)
      Se tiver um quintal é melhor, ou então, afaste os móveis de um cômodo. Vou fazer as nuvens com jornais amassados, porque os balões murcham.
      Boa sorte!!
      Beijus,

      Eliminar
  17. Oi Luma!
    Gostei do seu poema e estou ouvindo as músicas.
    Quanto às nuvens, gosto muito delas. Dou preferência, as rosas e poemas sobre elas.

    Beijos.
    Anny

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uau, Anny!!
      Nuvens rosas... aqui tem dessas somente no começo do outono.
      Que bom que gostou...
      Beijus,

      Eliminar
  18. Há sempre a descobrir um poeta que não conhecíamos!
    Bom fim de semana!
    Bjjjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Vieira!!
      E quando o poeta é conhecido de todos? Me sinto um lixo por não ter usufruído por mais tempo!!
      Beijus,

      Eliminar
  19. Belo poema sobre nuvens para reflexão..Abraços.Sandra

    ResponderEliminar
  20. Tudo muito lindo! E a primeira música então... do início já gostei da melodia. Poesia e música... Uma combinação perfeita.
    Bom fim de semana!
    Bjos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Susy!!
      Precisamos relaxar um pouquinho...
      Beijus,

      Eliminar
  21. Olá Luma.

    Estas palavras, me fez lembrar de um texto no Blog de Beth Santana, em que ela, explicava sobre os nomes das nuvens, e explicava, os tipos de cada uma. Faz muito tempo. E, na época, eu soube então que as nuvens tem nomes, e tipos. Interessante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Adão!
      Já li algo parecido em um site especializado. Fui no blogue da Beth e não achei a postagem... fiquei curiosa!!
      Beijus,

      Eliminar
  22. Olá Luma, que lindo poema. Nuvem para mim desde criança é como se fosse algodão no céu. A qual o seu poema me trouxe várias reflexões.
    Bjs e ótimo final de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Rute!!
      Quando criança, imaginava que as nuvens fossem macias e quentinhas. Qual saber que são duras e frias... :(
      Bom fim de semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  23. Nossa que lindooo captou as nuvens em relação a vida muito bem.

    ResponderEliminar
  24. Boa noite querida amiga Luma
    Estou de volta e venho agradecer o carinho e a compreensão pela minha ausência. Deixo meu abraço recheado de saudade. O seu carinho e sua amizade é muito importante para mim. Obrigada viu? Te gosto muitoooooo!
    Beijokas com sabor de carinho e saudade
    Gracita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada você pelo carinho, Gracita!!
      Mas tira aquela barra no rodapé do blogue...
      Beijus,

      Eliminar
  25. E o céu é essa paixão eterna, que nos acompanha em nuvens, que nos convidam a viajar, e um dia chover junto com elas.

    Bom fim de semana! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Wow!! Poesia pura o seu comentário!! Amei!! :) Beijus,

      Eliminar
  26. Que encanto de poema, Luma!
    O céu sempre foi um encanto para mim, quando criança gostava de ficar nomeando as formas da nuvens. beijos e lindo final de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Barbie!
      Acho que esse exercício por quase todas as crianças! Qual criança não quis aprender a voar para alçar as nuvens?
      Beijus,

      Eliminar
  27. Vai pelo ares, né? é o que acho, ao menos =)... de fato, a associação de paz / tranquilidade com as nuvens é uma das mais sublimes que existe. A playlist separei no evernote para ouvir no trabalho, que lá ando precisando mais do que nunca deste termo... beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tony!!
      Dei uma viajadinha, ali!! :=)) com tempo suficiente para observar as nuvens e ouvir um cadinho de música.
      Espero que goste das músicas!!
      Beijus,

      Eliminar
  28. Lembrei de qdo tinha 6 anos e viajei de avião pela primeira vez, com minha avó.
    Meu maior 'objetivo' era ver os anjinhos por cima das nuvens, acredita? Preciso falar sobre a minha decepção? kkkkkkkkkk...
    Bjns
    :)

    P.S.: Sobre a Mega Artesanal, a feira vai até amanhã (domingo). Depois, só no ano que vem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://www.wrsaopaulo.com.br/index.php/eventos/mega-artesanal

      Eliminar
    2. Oi, Cici!!
      Obrigada pelo link! Vou repassar para a minha amiga!!
      Ah, talvez os anjinhos, na hora que você passou, estivem estudando... pensa que a vida de anjo é moleza?
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  29. Muito bom. Ondas no mar. Nuvens no céu. São passageiras e parecem não se importar com essa loucura do "mundo sólido". Adoro o seu blog. Sou fã de carteirinha desde o comecinho. E nunca vou passar indiferente como aquelas nuvens apressadas lá no céu. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Carlos!!
      Fico feliz com a sua visita e o seu comentário!
      Obrigada pelo carinho! Também gosto bastante do seu blogue... estou sempre por lá!
      Lindo!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  30. Que ,Deus lhe de esperança
    para vencer todos os obstáculos.
    Plante em seu coração a semente do amor.
    Que ajuda a fazer feliz o
    maior número de pessoas possível,
    para ampliar seus dias risonhos.
    Que encha seu coração com a divina fé,
    para sempre .
    Que , seu Domingo seja de infinita paz
    junto com sua amada família.
    Beijos no coração afagos na sua alma ,Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Doçura, seu comentário saiu duplicado!!
      Respondi acima!!
      Beijus,

      Eliminar
  31. Luma,

    Lindo ler esse lindo poema com um fundo musical tão lindo.
    Já que demorei 200 anos pra vir aqui, vou lendo os outros posts, e ouvindo.
    Fui lá no link indicado pra ver como se faz nuvens. Que ideia bacana! Amei!
    Acho que você lê todos os dias, e nos nublados, muito mais. Rs
    Que as nuvens continuem vivas, e andando livremente de um lado pro outro. Elas podem.
    Um lindo Domingo! Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lucinha!!
      A vida pede um pouco mais de calma... assim disse Lenine :) Anda corrida para todos nós!!
      Verdade, Lucinha! Quando não estou lendo por causa do trabalho, leio nas horas vagas. Acho que mais ou menos 18 horas por dia.
      Podemos ter imaginação, Lucinha!! Essa é a nossa liberdade!
      Beijus,

      Eliminar
  32. Luminha...

    Qto tempo né?

    Estou meio que sumida do círculo dos blogs, mas é pq estou doente, e sem disposição para escrever e minha memória está péssima!Estou voltando aos poucos e com algumas novidades por aí. Logo saberão... vou dar mais ajustadas e logo colocarei no ar...
    Ah... sobre as nuvens... Colchão dos anjos?
    Eu as imagino assim...Coisas de crianças...
    Ou a entrada do Paraíso?
    Adoro as nuvens... Simples e puras...

    bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Milene!
      Não sabia que estava doente, mas se voltou é porque está um pouco melhor! Estimo melhoras!
      Curiosa pela novidades!!
      Nuvens faz a nossa imaginação correr longe!!
      Beijus,

      Eliminar
  33. Lindos versos!
    Adorei.
    Bom final de semana!

    ResponderEliminar
  34. Uma das experiências inesquecíveis de minha vida, tive-a no Faial* olhando a dança das nuvens ao redor do vulcão do Pico*!

    *Faial e Pico fazem parte do arquipélago dos Açores e são separadas por um largo canal de oceano , que deu título a um famoso romance de Vitorino Nemésio , grande escritor açoriano nascido na Terceira, "Mau Tempo no Canal".

    Bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uau!! Que experiência!!
      Bom domingo para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  35. Luma minha flor
    Fique a vontade para reproduzir na sua classe sim. Na internet ninguém é dono das ideias, só mesmo de suas fotos e posts não é? fiquei pensando com meus botões, se todos fossem tão honestos como a Luma eu não estaria denunciando tantos blogs que copiam "não a ideia do trabalho", mas sim minhas fotos com posts inteiros. Só ontem denunciei 6 blogs. Triste isso. Chegam no meu blog e copiam e colam o post inteiro ( e olha que eu nem escrevo bem) nos blogs deles.

    Obrigada Luma pela gentileza em pedir, não precisava, mas demonstrou respeito ao meu trabalho!
    Quando tiver feito e me autorizar a mostrar teu trabalho pronto no meu blog, terei prazer em linkar tuas fotos ao teu blog

    Beijos mil!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Carmen!!
      Obrigada pelo aval, pela consideração e carinho!!
      :)
      Só vou poder aplicar a ideia quando voltarem as aulas e vou me lembrar de fotografar!
      Beijus,

      Eliminar
  36. Eu, desde menina, gosto de advinhar figuras nas nuvens! Final de tarde, cadeira deitada na praia e eu fico... nuvens são lindas! Bjks e boa semana! Tetê

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tetê!
      Também amo olhar as nuvens na praia e fotografo bastante as nuvens. Já me perguntaram porque faço isso!!
      Beijus,

      Eliminar
  37. Gostei muito do teu poema,super lindo e maravilhoso!! Beijinhos e maravilhosa semana para ti!! http://mafaldinhaarte.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Mafalda!
      Maravilhosa semana para você também!
      Que bom que gostou!!
      Beijus,

      Eliminar
  38. Quando eu era criança eu passava horas olhando pro céu e via muitos desenhos que as nuvens formavam, daí doía o pescoço, quando passava dor olhava de novo, visualizava tantas coisas fantásticas. eu adorava!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ruby!
      Fazia esse exercício deitada, muitas vezes na minha cama no meu quarto na casa de minha mãe. Lá tinha um janelão que avistava uma parte enorme do céu. As melhores nuvens eram as sombreadas quando o sol se escondia atrás. Eu e meus irmãos apostávamos no que elas se transformariam :)

      Eliminar
  39. as nuvens me fascinam. acho lindas qdo estão bem branquinhas e gordinhas.

    Beijosssssssssssssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Micha, as nuvens são generosas! Eu nunca vi uma nuvem magrinha... rs. Beijus,

      Eliminar
  40. Oi Moça!

    Lindo poema!!! E é tempo de olhar para as nuvens, para o lado, para o chão... é tempo de ver! ;-)

    Apesar de nem sempre comentar, é sempre muito bacana passar por aqui...

    Um grande abraço e uma ótima semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Latinha!!
      Precisamos observar mais o que acontece ao nosso redor, mais do que ficarmos presos em nós!
      Obrigada por acompanhar o "Luz"!
      Beijus,

      Eliminar
  41. Acabou de clarear meu dia nublado! xêro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. \o/ Oba!! Que continue iluminado!!
      Beijus,

      Eliminar
  42. Estou sem criatividade para furar o para além das nuvens que a escritora polaca quer imprimir, vou-me ficar pela simplicidade... Olhar as nuvens tem o significado mais direto de que vivo mais um dia. Inspirar o ar olhando as nuvens, oh, é tão bom aqui na pacatez da minha aldeia, longínqua da poluição. Que sortudo que sou com as nuvens que pintam a paisagem no meu céu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a relatividade da vida, Alexandre! Se é estranho pensar no tempo entre a vida e a morte, podemos pensar em algo que não seja estranho e que seja mais presente no nosso cotidiano, agradecendo sempre a oportunidade de mais um dia podermos apreciar tantas cores e sabores. Além das nuvens, se elas passam é porque o vento nelas batem... e como é gostoso sentir o vento tocar a nossa pele! :) Ainda mais, vento sem poluição! :D Beijus,

      Eliminar
  43. Nada é estático, nem as nuvens e nem as pedras, tão pouco nós,sempre estamos aprendendo algo do micro ao macro. Delícia de poesia!!! Deu vontade de voar...

    Luma, bjãoooooooooooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bia!!
      Que lindo seu comentário! Inspirador!!
      Adorei as suas comparações. Somos pedras, afinal! Assim como elas, iremos ao pó!!
      Beijus,

      Eliminar
  44. Linda mensagem, inspiradora. Parabéns!!!

    ResponderEliminar
  45. Luma! Para ser sincero: o maior comentário para este Poema que você o intitu-la: "Dias para Olhar o Céu", mas que poderia ser também, intitulado: "NUVENS"... É recitá-lo repetitivamente.
    Parei! Pirei! Paranoei! Bacana!
    Você é EXPLÊNDIDA!DESPREGADA!AMPLA!ÍMPAR!
    Como pode Deus! Você Poetiza a Imaginação dando-lhe afeições com a Realidade, sem contar com, os pensamentos de Victor Hugo e Rui Barbosa; e ainda "abre" uma proposta... Vamos aprender com as nuvens? Vamos!
    A Metereologia parou
    E os Sismógrafos ficaram sisudos, cismados
    Eu! Ensimesmado
    Eu te adorei menina! Parabéns!
    Dos, "Anônimos da Poesia e da Arte"... Retornarei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, mas o título do post que é "Dias para olhar o céu"! Já o poema é mesmo nuvens... veja no início! :)
      Mas acho que teve uma pequena confusão. O poema não é de minha autoria e sim de Wislawa Szymborska, como está assinado no final do post! Quem dera eu escrevesse desse modo! :)
      Mesmo assim, obrigada pelos elogios!!
      Beijus,

      Eliminar
  46. Suas palavras são sempre gotas de otimismo. Você tem razão, não há de se dar guarida às derrotas. Sempre se pode levantar das quedas. A fé e o amor serão sempre nossos escudos, a nos assegurar razões pra sermos felizes, em detrimento das quedas que só podem ampliar nossos horizontes de vida.
    Amei seu espaço....era tudo que eu procurava coisas sabias e deliciosas
    www.uanderesuascronicas.blogspot.com
    ja estou a te seguir vem!!!!
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!!
      A arte é transformar o banal em atrativo para o olhar, a mesma coisa a vida! Temos de torná-la interessante de algum modo.
      Seja bem-vindo!!
      Beijus,

      Eliminar
  47. Luma! Eu adorei tanto esta tua Poesia; "Dias Pra Olhar o Céu" que teimo em chamá-la: "Nuvens", e que preciso da Tua autorização para intoduzí-la como : "Alegoria Maior" em um de meus comentários à um Poema que estou "em construção".
    O porquê disto:
    O Poema é Político e Social. Ele fala das desavenças de Terras, das corrupções dos Costumes, da Pistolagem ainda posta em prática por essas "bandas", das verdadeiras "matanças" do dia-a-dia, devido a decadência natural da Sociedade dentro de um todo contexto.
    O Título... "Maqueado pra Morrer", onde desenvolvo-o em Prosa, mas falta-lhe "a Pedra Fundamental" que está contida no Lirismo, e na Filosofia desses teus Versos.
    Envie-o para o meu e-mail: barrosademar@hotmail.com
    Um Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respondi no comentário acima...
      A poesia é de Wislawa Szymborska e não sei em que contexto irá usá-la e portanto, não haverá prejuízo à imagem da escritora. Depois vou lá ver como ficou!!
      Bom fim de semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  48. Belo poema, criativo...

    :)

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor