Sonhos de Algodão

A natureza, mesmo nos surpreendendo é sempre sensata.
O homem ao contrário, é sempre questionado.
ciclo natural
Sempre falta um ingrediente e acabamos por estragar o prato.
fases da vida
Não é moderna a procura pelo belo.
Nem tudo que é belo é confortável. 
As aparências enganam...
fases ou ciclos da vida?
Sou uma pessoa moderna e ao mesmo tempo, não sou tão moderna assim.
Vejo que algumas coisas mudaram para pior.
Superficialmente tudo é muito bonitinho e engraçadinho.
Mas rotineiramente é parvo e cansativo...

E lembrar da doce, meiga e encantada vozinha. Falando com calma e baixinho. E a menina comia o algodão doce, pedacinho a pedacinho, muito devagar. Sempre que engolia um pedacinho, saboreava lentamente, e ficava pensativa. A avó aproximava-se questionando porque comia o algodão tão lentamente.

- Sabes vovó, o algodão doce é a minha nuvem mágica...e cada pedacinho que saboreio, significa um sonho mágico, que se vai transformar em verdade dentro de mim!

- E isso funciona mesmo, querida?

Não demorava e, avó e neta, criavam verdades dentro de si, e sonhavam....sonhavam muito. Cada uma, com o seu sonho de algodão...

Bons sonhos de algodão para você!

84 comentários :

  1. "Sonhos, são como deuses,
    quando não se acredita neles
    deixam de existir..." M.Lima

    Bons sonhos prá vc tb!

    Bjo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Steve Jobs, tem uma frase bacana também! :) "Cada sonho que você deixa pra trás, é um pedaço do seu futuro que deixa de existir"
      Bons sonhos para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  2. Que bonito texto Luma. Quem dera ainda ter a capacidade de sonhar de uma criança. A vida aos poucos vai-nos tirando tudo. E se não nos tira a capacidade de sonhar tira-nos pelo menos a vontade de o fazer. Limita-mo-nos a viver um dia de cada vez e a rezar para que o próximo seja melhor que o de hoje.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Elvira!! Entendo que a vida pode sugar as nossas esperanças, mas é justamente nos piores momentos que alimentamos os nossos sonhos. "Rezar para que o próximo seja melhor que o de hoje", não é sonhar? :) Beijus,

      Eliminar
  3. Todos precisamos de sonhos de algodão doce...
    Adorei o teu post, das primeiras frases até ao final.
    Bom domingo e boa semana, querida amiga Luma.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, meu amigo!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  4. Ternura pura o que senti.Lindo momento aqui,Luma! beijos,adorei! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com tanta desgraça no mundo, não podemos esquecer o seu lado terno. Obrigada pelo carinho! Beijus,

      Eliminar
  5. o meu sonho de algodão doce,è que chegue julho,
    em julho passaremos duas semana no mar !!!
    feliz semana

    baci

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que delícia!! Eu também quero esse sonho de espuma!! :) Beijus,

      Eliminar
  6. Fiquei aqui com vontade de comer algodão doce....
    Beijos Lumita!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No final das contas, também fiquei com vontade!!
      :)
      Beijuzinhos!!

      Eliminar
  7. E não é disso que o mundo anda sentindo falta, de sonhos de algodão? Até hoje tenho o hábito de comer algodão doce aos bocadinhos. E esse questionamento, do quanto o mundo parece retroceder ou ser formado por exageros, tem me acompanhado constantemente.
    Concordo contigo que a reversão só será possível a partir do sonho. É o que nos salva da frieza e crueza do dia a dia.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bia!!
      Sonhar, sonhar... o que nos resta ainda é a criança que está em nós, não podemos perdê-la! Come sonhos de algodão menina, come!! :) Beijus,

      Eliminar
  8. Oi, Luma.
    Sonhos não acabam. Apenas, se transformam. Sonhar é viver.
    Bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A própria vida já é um sonho!!
      Beijus,

      Eliminar
  9. Tenho a impressão de que o algodão doce está em desuso.
    Os sonhos precisam urgentemente de outras avós, outras meninas e outros hábitos calmos.

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se as avós do passado já não existem, sobreviveremos? Só nos resta sonhar, Allan!! :) Beijus,

      Eliminar
  10. Luma querida
    Lindo teu post!
    Fez-me voltar na minha infância, pois avó e algodão doce é uma lembrança que me enche de ternura!
    Infelizmente não vejo nos meus sobrinhos esses momentos e sensações do nosso tempo!
    Eramos felizes com tão pouco!
    Te desejo uma linda semana.
    Bjim
    Léia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que tira das crianças seus sonhos? Todas as crianças nascem iguais... o que as corrompe? O que os pais guardam em suas casas que não cabe mais o sonho ali? Não podemos culpar a criança por já crescer como miniaturas de adultos. O mundo dos adultos não é justo! Beijus,

      Eliminar
  11. Boa tarde Luma, gostei muito de teu texto, uma lembrança deliciosa, nosso sonho é às vezes a unica coisa que temos para nos agarrar à vida, beijos Luconi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Luconi!! Podemos perder tudo, menos a esperança!! Beijus,

      Eliminar
  12. Obrigado Luma,lindo texto,linda tentar criar verdades,e que as verdades sejam que nem sonhos.
    Beijos e linda semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim seja, Carol!!
      Linda semana para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  13. Eu era criança, aos fins de semana passava na rua onde eu morava um senhor com seu carrinho de fazer algodão doce, bem branquinho! Quando sobrava uns trocados em casa, eu descia as escadas correndo para comprar esta delícia, mas corria principalmente pq eu gostava de ver a criação, a transformação dos cristais de açúcar numa nuvem tão fofa e gostosa q sumia rapidamente na língua. Pura magia.
    Deliciosa lembrança... q maravilha é a sinestesia, não?!?!
    A continuação de um lindo domingo!
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também era doidinha para ver aquelas teias girando e formando a nuvem de algodão. Vinha fresquinho e derretia na boca. Não gostava de ver o algodão lacrado no plástico... doce infância!! :) Beijus,

      Eliminar
  14. Ai Luma,eu adorei esses sonhos de algodão!E como isso é verdade!Um lindo texto!bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquela bacia a girar... lindos sonhos!! Beijus,

      Eliminar
  15. Ainda ontem, vendo um algodão doce na tevê, fiquei lembrando do carrinho de algodão doce que passava todos os dias na rua em que morávamos quando criança, e me vieram tantas lembranças daquela época em que brincávamos na rua. O tempo passou, os muros subiram, as grades e os portões trancados também, e o moço do algodão doce nunca mais... Belos tempos, que não voltam mais...
    beijo, menina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Denise!! Outro dia sai atrás do algodoeiro e não achei nenhum na cidade. Foi por isso também que esse texto "surgiu". Eram doces a lembranças... Lembra do biju? :) Beijus,

      Eliminar
  16. Era mágico sentir essa nuvem adocicada desfazer-se na boca e no melado que restava a gente ia saboreando o restante que esperava.

    Pinceladas em painel as imagens revisitadas, outras inusitadas,nas legendas lidas que levam os pensamentos para as entrelinhas.
    Gostei demais, Luma.
    Doces e fofos sonhos.
    Bjos,
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Calu!!
      Correm soltas as lembranças de um tempo doce em que a nossa preocupação era apenas com a bacia a rodar e a teia se transformar em nuvem... beijus,

      Eliminar
  17. Eu amo algodão doce... e coloco na boca e ele vai derretendo... eu fecho os olhos e saboreio cada gotinha em que ele vai se transformando e invadindo toda a minha boca, até que eu o engula e repita a operação.

    Que delícia de texto, Luma...

    Uma ótima semana!
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que delícia, Clara! Estou com vontade de comer algodão doce... outro dia saí à caça e não encontrei na cidade. Acho que não tem por aqui :( Beijus,

      Eliminar
  18. Nossa Luma lembrei de meus tempos de infância. Do algodão doce que minha vozinha sempre comprava para mim. Minha lembrança mais viva foi de uma viagem que fizemos para cidade vizinha ela, minha tia (que Deus a tenha) e eu. Enquanto minha vó resolvia as coisas nós duas ficamos sentadas em um banquinho comendo algodão doce, acho que nunca comi tanto algodão doce na minha vida =) . Esse dia ficou marcado para mim, foi a única viagem que fizemos as três juntas. Pouco tempo depois minha tia viajou e nunca mais nos vimos.
    Ler seu texto me fez recordar boas lembranças, as melhores na verdade da minha infância. Saudades...

    Beijos, lindos sonhos para você.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caramba!! Nunca mais viu sua tia? Às vezes penso que as melhores pessoas que surgem na nossa vida, desaparecem rapidamente... beijus,

      Eliminar
  19. Marina (4 anos) ganhou uma boneca de tecido (farei uma postagem dela dia desses) e é um anjo, ou melhor: uma anja. Coloquei-a escorada na parede da cama de Marina, sobre sua cabeceira e disse-lhe que os anjos adoram ficar ali porque conseguem nos ver e proteger melhor e quando dormimos eles saem com a gente para passear.
    Um dia desses ela acordou e veio com a anja na mão, dizendo com a maior serenidade do mundo, pezinhos descalços, esfregando os olhinhos: "Olha, mãe, ela tava lá no chão, onde fica meu chinelo, vou da onde ela fica e foi cair lá embaixo..." Achei tão lindo esse mundo de algodão doce dela e então comentei "Ah, então vocês devem ter aprontado demais enquanto você dormia e a pobre nem conseguiu voltar pra a cabeceira, adormeceu no chão mesmo. vamos colocá-la de volta e assim ela vai poder descansar, porque agora quem vai cuidar de você somos eu e seu pai, bora lá" Aí pego carona, é claro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahaha eu queria ter visto a carinha da Marina!! Também gosto de alimentar a imaginação infantil!! Um tempo tão doce... beijus,

      Eliminar
  20. Luma,
    me fizeste flutuar...

    Tenha uma semana iluminada!

    Bjãooooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que ótimo, Bia!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  21. Mesmo Diminuindo Meus Paços
    Mesmo Demorando Minha
    Chegada Do Outro
    Lado Da Ponte.
    Não cortarei pedaços
    Para Diminuir
    O Peso
    Que Eu Carrego.
    Mesmo Se A Dor Apertar.
    Na Minha Fé Deposito
    Minhas Esperanças
    Em Deus..
    Evanir.
    Tenha uma semana na paz de Jesus.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que lindo, Evanir!!
      Obrigada!!

      Eliminar
  22. Nossa Luma! Que belo post amei. E as imagens ilustraram muito bem o conteúdo do post. Me deu até vontade de comer algodão doce desse mesmo jeitinho que a menina ensina... :)
    Beijo, beijo
    She

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Come, She!! :)
      Não podemos passar vontades nessa vida!!
      Beijus,

      Eliminar
  23. Se não fossem os sonhos de algodão a vida seria extremamente entediante. Se não sonhamos, não criamos, e se não criamos, não alimentamos nossa alma, com certeza!
    Linda postagem Luma!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisamos sonhar, sonhar sempre!!
      Que a vida nos dê sempre motivos para sonhar!!
      Beijus,

      Eliminar
  24. Minha querida
    As fotos que postam são lindíssimas.
    O texto faz-me lembrar a minha infância,quando eu comia,muito devagarinho,não algodão doce mas chocolate em forma de lápis de cor,embrulhados em pratas de todas as cores que combinavam,cada uma delas, com dourado.
    Uma vez por semana, o meu pai presenteava-nos com esses lápis.Eu também sonhava ,enquanto os comia.Agora não os vejo à venda,mas sonho mesmo na ausência deles.Acordada,claro.
    Obrigada por me ter proporcionado uma maravilhosa viagem ao passado, de que guardo tão boas recordações!
    Parabéns pelo seu texto,exímia escritora.
    Uma boa semana
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Beatriz!
      Hum... já comi cigarrinhos de chocolate!! Eu e as amigas ficávamos imitando os adultos... Acho que eles não mais existem!
      Você é bastante generosa!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  25. Isso, Luma: cada um com o seu sonho de algodão. É tão doce!:) Boa semana.

    ResponderEliminar
  26. Sonhos de algodão para você nessa semana que se inicia ...resgatar valores antigos sempre acalanta a alma , quer na poesia , nos nossos atos e até no resgate de lembranças adormecidas, como no saborear algodão doce... amo muito tudo isso.

    bjim

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para você também, Jo!
      Beijus,

      Eliminar
  27. Ai que delícia de post Luma.
    Infelizmente hoje os valores não são os mesmos como antigamente. É triste isso.
    O que eu mais vejo é criança querendo ser adulto e pessoas idosas querendo voltar a ser jovens. Cada época tem que ser vivida da melhor forma possível.
    big beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente!! No passado até podíamos querer ser adulto, usando coisas da nossa mãe para brincar, principalmente quando ela não estava em casa! :) Mas sair maquiada e de salto alto, capaz!
      Beijus,

      Eliminar
  28. "Bons sonhos de algodão para você." Quanta poesia em apenas seis vocábulos. Seguramente, terei uma doce semana. Valeu, Luma. Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa poesia não poderia nunca ficar longe de nós, não é mesmo meu amigo? Beijus,

      Eliminar
  29. Oi Luma, obrigada pelas palavras na Literatura. Devo tudo isso a você por me convidar para Book Crossing.
    Não tenho face, as unicas redes sociais que uso na net, é o blog, onde falo sobre minhas contações, meu trabalho, twitter, que coloco links do blog e agora apaixonada coloco alguns dizeres e foto do amorzão, kkkkk...
    e meu e-mail do provedor gmail
    Por isso se for possivel, gostaria que copiasse e colasse os comentário do face falando sobre seu Robson para meu e-mail. rutesb@gmail.com


    Os sonhos são como pedacinhos de algodão doce, você precisa senti-lo para desfrutar da beleza que seus olhos proporciona. Deyse Dayane Rocha Nunes
    ÓTIMA POSTAGEM Luma
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Rute!!
      Hoje vou me organizar melhor quando chegar em casa e lhe mando um e-mail. Obrigada você por trazer encanto para a minha vida e para a de muitas pessoas, principalmente das crianças. Dessa vida temos que extrair o melhor! Beijus,

      Eliminar
  30. Luma, que lindo!!!
    Tudo está mudado e como as aparências enganam, né? Percebo que mesmo tendo muito desconforto, as pessoas optam pelo belo... Preferem mostrar somente o lado externo e nada mais. Pensam que a vitrine é tudo na vida!
    Até eu sou uma avó tão diferente (rs)...
    Beijos mil

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o mundo das aparências, Teresinha! As pessoas preferem viver a vida de outras pessoas do que a delas mesmas. Beijus,

      Eliminar
  31. Porque o tempo passa, as pessoas mudam... tudo muda de lugar. Mas a minha essência não. Vou continuar tendo sonhos de algodão. Não importa o que digam. Meus sonhos serão sempre de algodão... até o fim. (ponto)

    =Bjos, Luma!

    Saudades!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Susy!
      Você sumiu... As pessoas querem nos mudar, mas se esquecer de olhar para si mesmas e perceber que, o que incomoda não somos nós, mas elas próprias. Beijus,

      Eliminar
  32. Oi Luma!

    Concordo com você quando escreve que algumas coisas mudaram para pior: verdade, infelizmente.

    Não tiver oportunidade de conviver muito com minha avó, mas me lembro que seus cabelos brancos podiam ser comparados à algodão doce. O importante é manter os sonhos em dia, e acreditar.

    Tem Bolo lá no Blue Moon esta semana!

    beijo grande querida,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tina!!
      Também me lembro da minha vózinha com a voz bem fraquinha, seus cabelos brancos, sua bondade... saudade imensa daquele tempo, daquela pessoa linda!!
      Festa? Vou lá!!
      Beijus,

      Eliminar
  33. ah que lindo, desde a primeira imagem/mensagem de sonhos de algodão até o fim deste post, vc arrasou.
    Um abraço carinhoso

    Paty Alves
    Ágape Amor Verdadeiro
    Patyiva
    Vou Conseguir

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Rosa Branca!!
      Beijus,

      Eliminar
  34. Amei esse texto e me identifico muito com a parte do "sou moderna, mas não muito". Beijos ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehehehe pois não é?
      Beijus,

      Eliminar
  35. Verdade. Nem tudo o que é moderno é bom. É melhor ir com calma.
    Ah, amiga, adote um cãozinho de rua como eu fiz e esqueça a tristeza. Eu dou boas risadas com a minha Cacau. Um cão não substitui o outro, mas traz alegria. Por aqui tem tantos abandonados, é uma tristeza.
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Patty!! Mas temos a opção de escolha...
      Gosto bastante da ideia de adotar um animalzinho, mas essa não é uma questão simples, pois depende da anuência de todos na casa. Aqui todos sofremos e a opinião que impera é se mais uma vez não sofreremos com a perda.
      Beijus,

      Eliminar
  36. Surpreendes sempre com os teus postes que obrigam a mexer com mentes muito plasmadas Luma!
    E ainda bem que a avozinhas hoje são bem mais sonhadoras não se satisfazendo só com os sonhos de algodão doce...De resto o que é confortável vai bem. Já basta a obrigatoriedade da rotina dos dias. Que também podemos quebrar. Em vez de algodão porque não o caramelo?
    A do rei!
    Abraço enore!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Manu!!
      Quem dera... Pois não sei para onde iremos se as pessoas não assumirem os seus verdadeiros lugares. Se querem ser eternos adolescentes, não deveriam tomar posturas adultas de colocar filhos no mundo. Avós sonhadoras... que coisa?
      Pensei no algodão porque esse fez parte da minha infância. Mas bem pode ser um caramelo...
      Beijus,

      Eliminar
  37. Luma,

    Eu tambem sou 50% moderna e careta.
    Quando sou careta, eu sou com muito orgulho!
    Aquele varalzinho... tipo Bridget Jones... hahahah confortavel, não é mesmo?! hahahaah

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Careta, Sissym? Não diria careta, mas com o pé no chão. Dizer que é moderno para satisfazer uma necessitade social, não mesmo!
      Quanto ao varalzinho, nem tanto o céu, nem tanto a terra... rs.
      Beijus,

      Eliminar
  38. Querida amiga

    Sonhos assim
    são sempre valiosos,
    principalmente em tempos
    de tanto egoísmo,
    vazio e desamor.

    Ser feliz não é um direito,
    mas um dever...
    Seja feliz... Faça feliz...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem lembrado, Aluisio!! Ainda não tinha pensado quanto ao egoísmo. Bem, se cada um fizesse a sua parte, não haveria de ter tanto umbiguismo!! :) Beijus,

      Eliminar
  39. Que lindo o texto... cheguei a ver a menina e a vozinha conversando sobre cada pedacinho de algodão... beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Nanda!!
      Precisamos retornar aos lugares em que fomos mais felizes, principalmente quando o momento atual não está lá muito bom! Que bom que temos bons sentimentos para resgatar!
      Beijus,

      Eliminar
  40. Bons sonhos de algodão, sempre, Luma.
    Não sou de sonhar muito, sou mais pé no chão, mas não perco a fé, essa, não!
    Acredito que a vida é assim mesmo, como a doçura do algodão doce, só que não ao alcance de todos.
    Gostei das imagens e não adicionaria Pomarola ao Bon Jovi, de jeito nenhum! Ele já é gostoso sem ela. Quando muito, merece um "pelati", né? Quem é o moço que se segue à Pomarola?
    As "velhinhas" atrevidas são bem divertidas.
    Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lúcia!!
      Também não adicionaria, como escrevi no texto sobre a nossa insatisfação por achar que tudo precisa de uma ingrediente a mais:
      "Sempre falta um ingrediente e acabamos por estragar o prato"
      Esse artista argentino chama-se Cae, da banda "Bravo". Ele quando fez sucesso na Argentina era comparado em beleza ao Bon Jovi, porque também era loiro. Mas não tente ouvir a música dessa banda que é ridícula :)
      Beijus,

      Eliminar
  41. Luma,

    Eu quero sonhos de algodão doce, ouvindo a terna voz de minha avó.
    Amo sonhar. Sonho acordada, e dormindo muito mais. Rs
    Já que está na hora de dormir, vou sonhar com algodões doces e coloridos.
    Um lindo dia! Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lucinha!!
      O que faz mal é não sonhar!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  42. pela foto no lugar das avós ensinarem educação com os netos, os netos é que ensinaram as avós a serem mal educadas rs

    Nossa, aquela árvore me deixou meio aflita...tanta folha pra tão pequeno tronco, vamos torcer pra tal de 'força interior'.

    Eu gosto da modernidade,mas acho que tem diferença entre coisas que facilitam a vida e coisas que melhoram a vida, pomarola, por exemplo. Agiliza, facilita...mas nunca que fica bom igual ao molho caseiro que leva tempo e dá mais trabalho pra ficar pronto.

    E acho uma pena que hoje em dia quase todo mundo opte pelo 'moderno' em 100% das vezes, mesmo quando tem tempo pra optar pelo 'faço eu mesma'.

    Aliás, tem muita gente ganhando muito dinheiro fazendo o que as pessoas tem preguiça de fazer.

    Esses quase sempre não adicionam um ingrediente a mais na hora de degustar porque já tá no ponto e eles tem consciência disso.
    A turma que só sonha com o que vem em caixa é que, quando abre e prova, sempre acha que 'tá faltando algo...' no resultado final. É que faltou o toque dela no processo de realização..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Lu!!
      Dizem que depois de uma idade desaprendemos...
      Conforto nem sempre é qualidade de vida!
      Educamos o nosso paladar. Sei de gente que não gosta de molho caseiro e que prefere o pomarola.
      Beijus,

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor