Sonhei sem cessar com um país sem homens

Sem clima, ideais, terra ou astros - um país que não pareceria nem com a vida, nem com a morte. Um reino de bruma vagamente argentado, sobre o qual, embruxado pela tentação de uma existência feérica, eu fixaria o olhar.

Sonho
O contorno das coisas fere minha necessidade de embriaguez abstrata, e a filosofia se dilata no álcool dos conceitos.

A indolência vaporosa da ilusão, alimentada por sua própria irrealidade, conduzia-me à procura de um andante consolador, o doce movimento dos passos da natureza. Amei as nuvens muito mais do que o céu.

(...)
Programa do dia:

Bom dia!
Você se levanta, sem ânimo nem felicidade. Assim que se veste, suas ambições despertam, sua verticalidade o incita a olhar o que está à sua frente.

visitante
Você lê, escreve, boceja.
Em seguida você come.


Depois do almoço, os ideais são aparados e, com eles, as paixões. Se está em Paris, você vai ao café; em outro lugar, ao bistrô. Por que para algum lugar você precisa ir.

bora!
Ficar consigo mesmo, impossível! Você se mistura às pessoas: uma conversa sem conteúdo preenche uma hora, ou uma cama. Você recomeça a ler, e depois come novamente.

jantar
E assim por diante: o Tempo a seu dispor.

(...)
Esmagou tudo que era importante aos seus olhos, profanou seus ídolos, dominou suas adorações. Mesmo assim, continua sendo vítima.

Pôr do sol
Trecho do livro "Breviário dos vencidos II" de Mile Michel Cioran - tradução minha.

O livro não está disponível em português e foi escrito durante a Segunda Grande Guerra. Cioran achava que o seu país se diluiria na História e tornar-se-ia um nada. Essa segunda parte recém-lançada revela um ser que quer ser gratificado pela verdade.

Achei bem oportuna a publicação dessa passagem do livro; um dia após os protestos que se espalharam pelo Brasil - Se algo vai mudar? Depende se mudarmos a nossa condição de vítimas para agentes.

27 comentários :

  1. Luma,

    Perfeito o texto, mas principalmente perfeita tua colocação, só existirá mudança quando nos conscientizarmos que somos agentes de nossa própria história. Não conheço o livro.
    Só como chocolate diet porque sou diabética, hoje nem sinto tanta diferença, mas te digo, nada como um bom chocolate com açúcar, rs.
    Grandes beijos

    ResponderEliminar
  2. ai ai ai

    Como é sublime ler isto! que beleza de post!

    A poesia em cada frase do trecho que você postou, as imagens rimando poeticamente com o texto, sua conclusão brilhante e sábia ao final, este é o ponto, a chave: "mudarmos a nossa condição de vítimas para agentes".

    Guardei essa frase, usarei sempre me lembrando de vc, pois ela expressa todas as minhas idéias e conclusões sobre nosso país e nossa condição.

    Beijos encantados!

    ResponderEliminar
  3. Maravilhoso teu post e mensagem nele embutida...Lindas fotos.Adorei!Ótimo fds,beijos,chica

    ResponderEliminar
  4. Bom dia Luma, eu confesso que fiquei surpresa com os atos que se espalharam pelo Brasil. Num outro dia eu dizia que o Brasil precisava de maturidade e que ainda levaria algumas gerações para alcançar isso. Sim, revoluções não acontecem do dia para a noite e o Brasil viveu seus anos de mordaça graças a ditadura que obviamente teve filhos: cegos, surdos e mudos. É sempre assim. Então há o período de silêncio e é duradouro. leva-se tempo para superar, mas não acho que ainda esteja superado. Acho que ainda é preciso alguns gerações a mais. Mas ao menos existe luz...
    Me interessei pelo livro citado por ti, vou atrás dele. Sabe que eu fui ler Jack Kerouac por sua causa (culpa sua, viu?) e me apaixonei completamente por ele. Já tenho todos os livros dele e o diário de Jack Kerouac faz companhia para outros livros na minha cabeceira (leitura obrigatória). rs

    bacio

    ResponderEliminar
  5. Já pensei várias vezes sobre isso Luma... Todos reclamam do rumo que o País está tomando - inclusive eu - mas o que fazemos pra mudar isso? ...
    Difícil né?!

    Preciso dizer que essas imagens são lindas :)

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  6. Luma
    que lindo! eu li, reli e estou aqui na frente da tela.
    Não conheço o livro. Não vai ter tradução para português?
    Hummmmm podemos comprar os direitos? Você traduz e eu edito. Bom?
    Mas eu me lembro muito da minha época de estudante, os jovens eram todos engajados, faziam movimentos. Mas daí, depois da ditadura, ficou essa calmaria, que parece agora estar começando a se manifestar novamente.
    Quem sabe?
    beijo grande

    ResponderEliminar
  7. Esse é o segredo.

    Agir!

    Bom fim de semana!

    Bjsss

    ResponderEliminar
  8. LUMA NESSE LINK TEM BASTANTE COISAS ESCRITAS PELA LETÍCIA ,TEM TBM O
    E-MAIL, SEMPRE RECEBO POESIAS NOVAS CADA UMA MAIS LINDA ,MANDA UM E-MAIL PARA ELA E LOGO TERÁ NOTICIAS DELA!
    ESPERO TER AJUDADO TBM GOSTO MUITO DOS ESCRITOS DELA!
    http://www.leticiathompson.net/Minhasmensagens.html

    BEIJO

    ResponderEliminar
  9. Voce está certíssima. Só muda quando mudarmos a nossa posição de vítimas para a de agentes.
    Concordo plenamente.
    Bom fim de semana.
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Luz (acho q é a Luz que vejo, apesar de que, entre os raios, entre as linhas, entre tanta coisa, a gente quase acha que vê, de fato, a pessoa atrás disso tudo),

    Seus posts são sempre belíssimos, sempre parecem-me presentes, tanto o que é objetivo (o, aparentemente, lindo livro) quanto o subjetivo (seu posicionamento, as fotos e a delicadeza do acabamento que você dá a tudo).

    Adorei Minha (caso vc não tenha nada contra "inocentes" pronomes possessivos) Linda.

    ps: achei muito poluído esse monte de parênteses, mas não consegui reescrever, não se avexe!

    ResponderEliminar
  11. Parabéns por belas linhas transcritas Luma

    Mas falando sobre colocar o video das contações no blog Literatura Infantil, no começo eu colocava. Só que um dia, eu vi, meus videos em outro blog, e a pessoa nem citou meu nome. Até reclamei com a pessoa e a pessoa nem ligou. Então simplesmente excluir todos os videos que tinham no youtube sobre as minhas contação.
    A propósito como vc, coloca o seu nome nas fotos que posta aqui?

    Gostaria de colocar nas minhas fotos o nome do meu blog que posto lá.

    Obrigada
    Bom final de semana.
    Beijos

    ResponderEliminar
  12. Luma,

    Trabalho maravilhoso. Parece que os homens gostam de se repetir. Mudança no Brasil? Não perco a esperança porque sou otimista convicta, mas a troca de papel de vítima para agente, ou a perda do gosto pelo "jeitinho para se dar bem, sem qualquer limite ético" exige tempo, é coisa para gerações! Espalhemos nossos "atominhos"!

    Girassóis nos seus dias!
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. E' isso mesmo querida, tudo esta' na nossa transformação de vitimas para agentes!
    Bjim
    Léia

    ResponderEliminar
  14. O tempo e´o maior dos tesouros.

    Bom fim de semana

    =)

    ResponderEliminar
  15. Adorei o texto.
    Amei as fotos.
    Que companheiro ilustre à mesa!
    Final perfeito.
    As mudanças começa em cada um primeiro para atingir um País.

    Obrigada pelo apoio querida.
    Lucas é muito alérgico mas pelo menos até agora a primavera nunca fez mal a ele. Espero que minha paixão por flores não seja abalada. Rs
    Beijão!

    ResponderEliminar
  16. Antes de tudo: adorei os ajustes novos no Luz! Se me permite a flanelagem¹, sugiro que voce utilize um javascript para revelar e esconder os widgets laterais, o que fará o carregamento ficar mais rapido... ó como faz: http://www.indexi.com.br/2011/02/efeito-toggle-deslizante/

    Sonhei sem cessar... \\ comento aqui sobre este e o post anterior, que acaba tendo uma ligação direta com o "tecno-utopia"... existem estágios no Brasil que não podem ser superados de uma só vez. As mesmas pessoas que querem um país melhor, não dizem bom-dia ao vizinho nem fazem a sua parte por uma rua mais limpa, uma casa "semi-sustentável", uma educação para as proximas gerações menos libertinosa. Carapuça que só servirá ao falso-otimista, pois os realistas vão permanecer trabalhando pelo seu ideal de país, que na maioria das vezes não cosutma sê-lo para todos...

    Tecno-utopia e a magia maligna... \\ A descentralização do pensamento [o que leva ao consequente descontrole da informação] é o que mais aterroriza o "pensamento comum", de qualquer lider. Imagine quando trata-se de lidar com interesses maiores que os cidadãos... quanto ao final, sobre os blogs, existem duas camadas de "blogsfera" sobre a qual a discussão é bem polarizada: o blog enquanto nome-fantasia para "site-pessoal-num-assunto-quase-impessoal-contudo-rentavel", e o blog como usamos eu, voce, e boa parte de quem te lê: uma ferramenta para troca de ideias, com fins diversos.

    Dinheiro: a maior invenção... \\ Por nunca tê-lo em abundancia, a vida foi me ensinando a colocá-lo nao no centro, mas na órbita do meu periodo de vida. Não é a coisa mais imprescindivel de minha vida, no entanto em nada é dispensavel, pois funciona como escada ou atalho para alguns dos planos e desejos que carrego comigo. Perfeita a analogia com os elementos naturais :)...

    A nossa solidão... \\ Não que nos demais posts não sejam, mas neste em especial, encantadora a forma de preencher de conteudo um "fato simples", a respeito de tão excelente dramaturgo :)...

    beijos!

    ¹Flanelagem: http://www.brainstorm9.com.br/22020/advertising/flanelinhas-de-layout/

    ResponderEliminar
  17. Fiquei encantada com as imagens perfeitas para os trechos do textos (lindas,com texto ou sem).

    Acho que acreditar-se vítima é algo muito enraizado em nossa cultura, mas pode ser mudado, claro."Mudar a condição de vítimas para agentes é fundamental".
    E a luta para melhorar a nossa educação tão precária é fundamental nesse processo de mudança.

    Sempre leio os seus textos.São ótimos.

    ResponderEliminar
  18. Lumaaaaaa
    Perfeito, maravilhoso
    Parabéns
    Adorei esse texto...
    A do reiii

    Bjs e sóis
    Debby :)

    ResponderEliminar
  19. gente, cada foto mais linda q a outro.
    a natureza ia agradecer solenemente.

    Uma ótima semana para você!!!

    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderEliminar
  20. Excelente Luma! Fiquei curiosa quanto ao livro!
    As imagens também são maravilhosas!
    E, sim! Depende de nós, da nossa capacidade de discernimento e de nossas vontades de agir... Será?

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  21. Oi, Luma!
    Você disse tudo, sempre penso assim.
    Pra que ficar perdendo o nosso precioso tempo só reclamando sem tomar nenhuma atitude.
    Gostei muito da forma como colocou a mensagem.
    Aproveito também para agradecer as visitinhas e os comentários carinhosos.
    Bjs, bom domingo!
    Rosa

    ResponderEliminar
  22. Luma, querida, bom domingo de Sol em todos os corações conscientes:)

    Por isso seu blog se chama "Luz de Luma". O papel de vítima é pura preguiça de olhar para nossos corações e girarmos a chave para o outro lado da porta que nos aprisiona. Obrigada, querida, pela leitura de seu maravilhoso post. Adorei as fotos e o fotogênico passarinho:)

    Beijos, carinho imenso
    Madá

    ResponderEliminar
  23. Verdade...A GENTE precisa tornar se AGENTE, pra mudarmos pra sairmos da condição de vitima. Se não houver reação na vdd estaremos sendo conivente.

    ResponderEliminar
  24. Luma, que fantastico este texto poético. Para mim, exala beleza.
    Ate pensei que era seu e acordou completamente inspirada.... eu já tava aqui: nooooooossa!

    Beijos

    ResponderEliminar
  25. Luma
    deste jeito eu também queria ser um passarinho.
    com carinho MOnica

    ResponderEliminar
  26. Olá.
    Interessante e gratificante ler este texto, uma ótima reflexão, que rumo nosso país... e continuar sonhando sem cessar que o povo( nós) vamos acordar para a ação, passando de vítimas para agente. Bjs.

    ResponderEliminar
  27. Luma, que post lindo, principalmente pelas fotos!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor