Vivendo e aprendendo a blogar

Pausa para um café

Hoje, numa pausa do trabalho, saí do meu local e fui para a cafeteria. Gosto de ficar longe do meu local de trabalho em alguns momentos, olhar o movimento das pessoas, principalmente quando estou há muito tempo analisando um projeto.

Logo uma senhora perguntou se podia sentar comigo e trazia consigo um notebook, que abriu assim que sentou. Ela começou a digitar furiosamente e olhei o seu semblante - mais ou menos uns 60 anos - ela me olhou neste instante, acho que percebendo que a estava olhando: "Você é daqui?"

- Venho duas vezes na semana, às vezes mais. - Ela continuou a digitar furiosamente e pensei que talvez fosse ela a visitante, por não estar trabalhando em uma sala. Ela parou, recostou na cadeira, olhou para mim e disse: "Pronto!".

- Pronto!? Você não é daqui, é?

"Faço parte da tripulação e gosto deste local para atualizar o meu blogue"

- Um blogue, que interessante... (a partir deste momento - não sei porque passei a investigar a senhora). Mas o que é um blogue?

"Não é possível que você nunca ouviu falar sobre blogue".

- Realmente me interesso em saber como as pessoas usam a internet e também em aprender, mas não quero ser intrometida, continue seu trabalho.

Foi um estímulo para ela. Quem bloga porque gosta, tem prazer em falar sobre o assunto. Fiquei em uma situação bastante constrangedora em não ter dito já no início da conversa que também blogava. Gostei de ouvir, me segurei em alguns momentos e realmente, foi boa aquela aula sobre "Blogs & Bloggers".

Em um dado momento, a Senhora me questionou: "Quer que eu crie um blogue para você? É rápido!"

- Não, não! Eu não saberia o que escrever todo dia para gente que não conheço!

"Se você passa algum tempo na web, mesmo que não seja blogueiro, você vai ler alguma coisa sobre blogs; eles são mais dinâmicos que as tradicionais home pages e existem tantos tipos de blogs como existem tipos diferentes de pessoas. É diário pessoal, não importando a seriedade da discussão"

Pausa para um café
Lógico que no meio da conversa bisbilhotei o blogue. Gelei! Na verdade um "Senhor" blogue! Perguntei porque a assinatura do editor era o nome do blogue e não o nome dela. Aliás, no blogue não consta nenhuma referência a "pessoa" dela.

"O negócio é investir em conteúdo. O meu perfil pessoal não se enquadra ao perfil que esperam de um blog que trata de assuntos masculinos, por isso a omissão"

Talvez a Senhora leia essa postagem, mas quero que se tranquilize; não farei referência ao "Senhor" blogue.

A internet é mesmo um mundinho muito pequeno!!

49 comentários :

  1. isso faz parte de uma estratégia sua não é não Luminha?? heim?? ...rs fiquei curiosa e tome vergonha nessa sua cara, mentindo pra senhorinha ... que quié isso!

    Bom final de semana e, se resolver mencionar o "senhor" blog avisa!! beijo

    ResponderEliminar
  2. A internet é enorme, o mundo é que pequeno.

    Beijocas :)

    ResponderEliminar
  3. Mas que coisa heim, Luminha!
    E você ficou quietinha né, danada!
    Agora fiquei curiosa pra conhecer esta senhorinha, ou melhor, o Senhor blog.
    bjs cariocas

    ResponderEliminar
  4. Oba, consegui ler tudo.
    O mundo é muito pequeno mesmo.
    Também fiquei curiosa.

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Nossa! E que mundo pequeno!
    Um abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  6. Luma!

    Este relato é maravilhoso.

    Beijos!

    ResponderEliminar
  7. Acredita se eu disser que não fiquei curiosa com o Senhor Blogue? Não fiquei, mas imaginei cada movimento das duas junto a mesa. Duas estranhas. Dois mundos que se aproximam num piscar de olhos. Palavras que se desenham, antes seriam missivas, hoje são blogues. Cada um com seus cenários e mapas. Um café as aproxima, mas a porta está logo ali e tem escrito logo acima dela "saída". rs
    Eu viajei, não foi? rs
    bacio e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. Incrível, né Luma? Não é só nos blogues que o mundinho pequeno, de vez em quando me deparo com tantas situações que me fazem pensar da mesma forma... seria coincidência? Não sei! Mas não importa. Adorei seu papo na cafeteria, adorei este post, acho que no teu lugar, eu agiria da mesma forma com a senhora/senhor rsrs

    Ah, e falando em mundinho pequeno, ontem falei pela primeira vez com a Iza por telefone. Tu por acaso não tens um Tim? Acho que teríamos tanto a conversar...Se tiver (e se quiser, claro), me passa por DM ou e-mail!

    Beijos n'alma, querida!

    ResponderEliminar
  9. rssssssss...qeu encntro legal esse,heim?

    Ela leva a sério, como algumas que conheço por aqui,srsr


    beijos,lindo fds,chica

    ResponderEliminar
  10. "Enfant terrible" és tu ó Luma!!!! rsss
    Fico imaginando a sua expressão contida para não rir!!!
    Saúde! Tchim! Tchim!...um café sempre vem em boa hora!!!!
    beijos
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
  11. Pois é Luma, e esse mundinho virtual nos encanta muito...

    Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
    Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é.
    Mas porque a amo, e amo-a por isso,
    Porque quem ama nunca sabe o que ama
    Nem por que ama, nem o que é amar...
    Alberto Caeiro

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderEliminar
  12. Luma, achei este acontecido muito interessante... Admirei a sua capacidade de ''omissão''; poucas pessoas conseguem calar e não contar suas vantagens... Momento raro.
    Daria até um causo, como fazemos aqui no Nordeste.
    Bjos

    ResponderEliminar
  13. Os blogs e quem bloga estão sempre nos surpreendendo, é uma caixinha de surpresa.
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. É...se o mundo é pequeno, a internet é um ovo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  15. Luma, adorei ler esta tua história :) E no final da leitura surgiu uma palavra no pensamento: Humildade. Beijo.

    ResponderEliminar
  16. Luma,
    Pronto, agora estou me mordendo pra saber quem é!
    Que "causo" interessante, né?
    Um dia, uma amiga minha me disse, por telefone: "Encontrei um blog, sabe o que é né? Então, a dona do blog assina Elaine Gaspareto. É você?"
    Fazia mais de 5 anos que não falava com essa minha amiga, ela mora em Franca.Agora nos falamos sempre, vê se pode! Seu post me fez querer contar esa estória...

    Mundo pequeno esse nosso, né?
    Beijosssss

    ResponderEliminar
  17. Mas...Luma, para mim o teu é um Senhor blogue!
    Beijo

    ResponderEliminar
  18. Também gosto de ficar só em um lugar, tranquilo, de preferêcia, observando os transeuntes.
    O internet é um mundo acessível a quase todas as pessoas, independente da idade, me alegra ver pessoas de uma geração que jamais imaginariam um computador, internet e ainda por cima mantendo um blog, há pessoas que não param no tempo ou pensam que internet é só pra pessoas jovens. É uma lição mesmo.

    ResponderEliminar
  19. Que gira a tua história, Luma!Deixaste a Senhora se revelar, eu também gosto disso, observar a reacção das pessoas, deliciar-me com o ser humano e suas multifacetas.
    Até mais!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  20. Dona Luma, poderia muito bem apresentar seu blog que é um dos melhores da web e é referência pra quem gosta de blogar.
    Big Beijos

    ResponderEliminar
  21. O mundo blogueiro é realmente pequeno, rs..

    Fiquei aqui na curiosidade para conhecer o blog do 'senhor' rsr...

    beijos Lu

    ResponderEliminar
  22. @luluonthesky, conhece o "Luz", está linkado e eu já conhecia o "Senhor" blogue ;) Só não sabia que pertencia a uma Senhora. Mas lógico que depois que publiquei essa postagem, enviei um email para fazer-lhe uma "surpresa".

    ResponderEliminar
  23. Unânime: todos nós queremos ler o blog da senhorinha, hehehe.
    Luma, eu adoro o seu blog! Bjs

    ResponderEliminar
  24. Nossa....como é que você conseguiu ficar quietinha...rs? Tambem fiquei curiosa pra conhecer o tal blog.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  25. Sempre digo isso, Luma. Ninguém se revela inteiramente num blog,podemos ter surpresas a qualquer momento.
    Mas uma mulher se passar por homem e vice-versa não dee ser fácil...
    Feliz domingo para você.
    Beijo!

    ResponderEliminar
  26. Concordo com a Lúcia, aliás, so fã dela. Na internet você pode ser o qeu quiser, falar de você como quiser e até dos outros...

    Beijos e ótimo domingo

    ResponderEliminar
  27. Tá querendo deixar a blogolândia morta de curiosidade? Eita menina sapeca!!!

    Luma, transcenda, e tenha um domingo feliz com sua mãe no coração...

    Beijos e carinhos...

    ResponderEliminar
  28. Ai, Luma... que delicia, ne'? Ficar num cafe curtindo as pessoas, observando... no silencio barulhento... delicia... e delicia conhecer senhorinhas modernas... lindas e discretas... mas interessadas em compartilhar...
    Muito prazer!
    Mil bjs!
    ;-)

    ResponderEliminar
  29. Ráh! Fico aqui imaginando a cara de surpresa dela ao receber o email!! Esse mundo é pequeno mesmo...

    ResponderEliminar
  30. Estamos todos curiosos Lumita: conta, conta! Que coisa hein? Cada vez me surpreendo mais com essa blogosfera, imagine vc com a senhorinha à sua frente! beijos,

    ResponderEliminar
  31. Creio que o importante, de fato, é o conteúdo.
    Agora, analisando dentro da história:
    Inteligência...humildade...É, deve ser.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  32. Nossaaa não sei se eu ia conseguir ficar quietinha ouvindo sem dizer que sou blogueira!!!
    Vc deve ter adorado o momento né?!?
    Beijos saltitantes
    Boa semana

    ResponderEliminar
  33. LUma, o que eu nao entendo é como uma mulher escreve um blog se passando por homem.
    Eu nao sei o que leva uma pessoa a se portar dessa forma...
    Esse seu causo, me fez ver, mais uma vez que, NAO DAR PARA ACREDITAR EM NADA NESSA INTERNET.

    Outro dia, um jornalista da EPOCA e que tem blog, me mandou email dizendo assim: AQUELE BLOG QUE VC COMENTOU É DO MEU IRMAO...

    Eu sabia, Luma, que nao era. E guardei o email..:tempos depois, eu voltei a comentar no blog do tal "irmao" e eu percebi, LUma, que naoe ra e joguei uma casca de banana e o cara caiu..
    DEPOIS DESSE DIA, NUNCA MAIS EU O VISITEI por que eu descobri que ele era o autor do próprio blog. E nao dava para eu continuar dando uma de idiota, fingindo que acreditava nas mentiras dele.

    Simplesmente, perdi todo e qualquer interesse em qualquer coisa que ele escrevesse por que uma PESSOA QUE NAO SE ASSUME, NAO MERECE SER LIDA.-

    Simples assim...

    ResponderEliminar
  34. Oi Luma, eu já vivi a situação inversa. Ser encontrada aqui por duas pessoas da minha vida real, que sequer sabiam que eu tinha um blog. Foi ótimo "rever" uma delas, que era amiga de escola, mas ela não tinha blog e nenhuma forma de contato com o perfil.
    A outra é mãe de um coleguinha de escola do Bê, e aproveitamos para estreitar laços.
    Mas encontrar uma senhorinha com um Senhor blog, hein? Não vou negar, fiquei curiosa sim!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  35. puxa Luma

    nem sei o que dizer.
    pra variar, leio tudo, post e comentários, mas eu aqui com a minha eterna mania de prestar atenção nas palavras fiquei curiosa com uma coisa.

    1º- a dita senhorinha digitava furiosamente (os dedinhos dela que eram muito ágeis né)

    2º - tem que "investir" em conteúdo- estarei certa?
    parece-me que o blog em questão é monetizado ou ela dá bastante importancia para o "fluxo" de visitantes.

    De qualquer forma ela definiu mesmo muito bem.
    Existem tantos blogues como diferentes personalidades, interessante ela uma mulher de 60 anos fazendo um blog com conteudo masculino.

    Muito interessante mesmo; na verdade, surpreendente.

    No lugar dela eu faria a mesma coisa, porque infelizmente o público dela poderia se afastar ou criar alguma dificuldade com a senhora blogueira, rs.


    e que bacana, uma senhorinha antenada né.
    que legal.

    Luma, passei aqui e deu vontade de lhe enviar um pensamento de paz e de tranquilidade.
    Segurou aí?
    beijos...

    ah... bem que eu podia encontrar você né, assim, meio que sem querer, quem sabe um dia não acontece. beijinho

    ResponderEliminar
  36. Luma
    O mundo do blog é mesmo pequeno. voce viu no luciano a filah que encontrou a mãe verdadeira na internet?
    A minha mãe já fez isto.Foi a ponte fez o papel da internet Mas encontrou por anuncio de rádio. Só que o final não foi feliz. A mãe era muito pobre e não conseguiu adaptar a vida da filha que era muito rica.
    com carinho mOnica

    ResponderEliminar
  37. Querida Luma; concordo com ela; a depender do assunto e de quem posta, a assinatura é dispensável.
    Boa semana! Beijos

    ResponderEliminar
  38. ´É com muito carinho que venho matar minha saudade depois de muito tempo..
    "SAUDADE DE UM AMIGO

    Amigos, se estão distantes,

    Nos dão tristeza e saudade...

    Coração fica apertado,

    Abala a nossa amizade.



    Quando retornam, que luz!

    Nosso coração se aquece,

    Por ver que esse nosso amigo,

    Demora, mas não esquece!



    Um bom abraço e afinal

    Em uma doce união,

    Ideal mesmo é brindar,

    E alegrar o coração!



    Toda a saudade se esvai...

    Boas vindas, num sorriso,

    Amigo nunca se esquece;

    Palavras? Nem é preciso".

    Carinhosamente, deixo o meu abraço de saudades
    Sandra

    ResponderEliminar
  39. Que legal esta tua história, Luma.
    Vou te dizer, se não contares quem é e te encontrarem na rua vão te esfolar, hehehe.
    Vou ficar fora uns dias, na volta venho ver se contaste.
    Bjim, cosquirídia.

    ResponderEliminar
  40. Luma

    É uma estória e tanto! Equivalente a um 'furo' jornalístico.

    Às vezes pergunto-me qual será a nova forma de nos expressarmos num futuro não muito longínquo??

    Gostei muito.

    ResponderEliminar
  41. Seria importante todos terem um blog.Para uma posteridade com memória, já que abandonamos os antigos diários de papel.E os blogs jornalisticos então que nos entregam as materias mastigadinhas para nós meros mortais. Mas qdo não se é um LUMA ROSA, ajeitamos nos como essa senhorinha e eu. bj

    ResponderEliminar
  42. Luma... adorei o papinho... queria ver sua cara por lá e é o maximo ela aos 60 toda empolgada!

    Quero ver o blog dela.... eheheheheh

    Beijos

    ResponderEliminar
  43. Sinceramente eu ri com esta parte: "-Não, não! Eu não saberia o que escrever todo dia para gente que não conheço!", pois você arrasa...

    Esta senhora sem saber está fazendo uma grande higiene mental, fato.

    Fique com Deus, menina Luma Rosa.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  44. eu achei que a senhorinha está certa. na verdade o que importa é o conteúdo do blog né? e a pessoa por trás dele, independente de "casca".

    tem muito blog que leio e nem faço idéia de quem é o ser por trás.
    a pessoa escolhe se manter anônima e tá no seu direito né.

    mas... tb leio livros e nunca vi a cara do autor e gosto dos livros.

    acho que quem é ético e tem assunto, nem precisa ter cara... o que vale são mesmo as palavras.

    mto legal esse post

    ResponderEliminar
  45. Oi Luma

    Sabe que já gostei dessa senhora. O que interessa mesmo é o conteúdo e ela soube usar estratégias para se fazer entender.
    Queria muito conhecê-la.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderEliminar
  46. "Quer que eu crie um blogue para você? É rápido!"
    Tadinha! Tão alegre e disposta a querer ajudar. Me pareceu uma "Senhora" de bom coração.

    Com relação a sua atitude, eu faria o mesmo, ficaria quietinha. =) Na verdade, é o que faço na realidade... trabalho numa área muito popular e por muitas vezes ninguém sabe quem sou. Não gosto de me divulgar!
    Minha mãe adooooora... sabe como é, né? Mãe! Sempre tão orgulhosa dos filhos! ;)
    Gosto que as pessoas se aproximem pelo que sou e não pelo que a minha profissão oferece, entende?

    E de fato, o mundo é mesmo pequeno!

    Podemos, de repente, nos encontrarmos numa livraria, cafeteria, no shopping, numa praça... não saberemos. Né? =)

    ResponderEliminar
  47. Até parece que teríamos a mesma conversa se te encontrasse nessa cafeteria.

    Estava com saudades desse mundo. Um mês fora sem ler e nem escrever é bastante tempo.

    Blogar é blogar, e eu amo isso.

    P.s.: Aprendo muito com você, muito mesmo. Eu agradeço demais por fazer parte da minha história bloguística.

    ResponderEliminar
  48. Cara amiga Luma,

    Nosso mundo está cada dia menor! O acesso às pessoas está cada vez mais fácil e talvez, por esse motivo, muitas vezes sintamos necessidade de nos abrigarmos atrás de pseudônimos!

    Quando você mencionou que a sua conhecida blogueira não assinava o próprio nome nos artigos, lembrei-me do caso de J.K. Rowling, a autora da sério Harry Potter.

    Os editores de suas obras, lançaram os best-sellers assinados apenas com as iniciais de seus primeiros nomes e o sobrenome por receio de que, se fossem assinados por uma mulher, não despertariam o interesse do público ao qual se destinavam (adolescentes que gostam de histórias de aventura e mistério).

    Só depois do sucesso estrondoso é que foi revelada a verdadeira identidade da autora.

    Nelson Rodrigues publicou obras utilizando um pseudônimo feminino também (Suzana Flag). Enfim, é imensa a quantidade de autores que usa um nome fictício, talvez visando atingir determinado tipo de público, ou simplesmente para proteger sua verdadeira identidade!

    Tenha um lindo final de semana!

    Beijos,

    Guta

    ResponderEliminar
  49. Puxa, belo texto, mas que me deixou quase morta de curiosidade para visitar a senhora blogueira...
    Não acompanho estas estatísticas, mas nesta faixa etária imagino que o nº de blogueiros seja bem menor...
    Um abraço

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor