Com que roupa eu vou? [update]

Eu hoje estou pulando como sapo,
pra ver se escapo
desta praga de urubu...

Trecho da música "Com Que Roupa?"
Composição: Noel Rosa
Desenho: Lan

"Com que Roupa?" foi o primeiro sucesso de Noel Medeiros Rosa (1910-1937). Composto em 1929, gravado em 1930 e estourou no carnaval de 1931. Traz a marca de um poeta irreverente, boêmio, coloquial, que se inspirava no cotidiano do Rio e, principalmente, de Vila Isabel, para criar obras-primas, algumas de cortante lirismo.

São várias as histórias sobre "Com que Roupa?", muitas inventadas pelo próprio Noel - como a que conta que sua mãe escondia suas roupas para ele não sair de casa: "Com que Roupa?" dizia Noel aos amigos que o chamavam para a noite.

Na época, ele integrava o Bando de Tangarás, fundado em 1929, como integrantes: o Almirante (Henrique Foréis Domingues), João de Barro (Braguinha), Henrique Brito, Alvinho e o próprio Noel. Em 1931, chegou a se matricular na faculdade de medicina, mas desistiu do curso, com uma singela alegação:

"Prefiro ser um bom sambista a um mau médico"

O jaleco branco nunca estaria entre as respostas ao refrão de seu primeiro sucesso, mas bom sambista ele foi, mesmo, aprendendo rapidamente as lições dos mestres dos morros cariocas. Foi também um dos maiores letristas da história da música brasileira.

Noel Rosa
Estátua "Conversa de Botequim", localizada na entrada de Vila Isabel (duplicada).

Com menos de 27 anos de vida - morreria de tuberculose - deixou preciosidades como "Feitico da Vila", "Três apitos" e "Último desejo", entre tantas outras popularizadas por Aracy de Almeida, Mário Reis e Francisco Alves, seus principais interpretes.

Com o rosto deformado ao nascer pelo mau uso do fórceps - o que o levaria a mastigar com dificuldade - e de saúde frágil, Noel não era talhado para a vida boêmia que levava, virando noites em botequins e muitas vezes dormindo de favor na casa do amigo Cartola, sambista pobre do Morro da Mangueira.

Para ganhar dinheiro vendeu, "por uma bagatela", muitos sambas, "que davam bons lucros" - para os outros. Em uma entrevista de 1932, Noel Rosa comentou:

"Eu era um otário. Agora (...) estou começando a compreender a vida. Não vendo mais sambas".

Até morrer foi fiel à promessa e a si: continuou boêmio, compondo samba para as suas muitas mulheres - entre elas a musa Ceci e a esposa Lindaura, com quem teve um casamento infeliz.
  • No próximo carnaval, Noel será homenageado na avenida pela Escola de Samba Vila Isabel, por ocasião do centenário de seu nascimento - com o título: "Noël: A Presença do "Poeta da Vila", da autoria de Alex de Souza e samba enredo com sua história contada e cantada (composição: Martinho da Vila) - [leia + samba enredo da Vila Isabel 2010]
  • Nesta sexta-feira, às 22hs. na quadra da Escola de Samba, Vila Isabel será apresentado show tributo em homenagem à Noel Rosa - Repertório cantado por Martinho da Vila e convidados (Mart´nália, Arranco de Varsóvia, Anjos das Lua, Diogo Nogueira, Ana Costa, entre outros).
  • A Rádio MPB FM (ouça online) - no Chat das 5, Zé Renato conversa com os internautas sobre suas regravações de Noel Rosa e o aniversário do poeta da Vila.
  • Noel Rosa, sua vida e seus amores - apresentação única no Universo Cultural da Matilde em São Caetano (Grande ABC), nesta sexta-feira, às 20h - entrada franca.
  • Fica a sugestão de filme para quem não quer sair de casa: Noel Rosa - o Poeta da Vila.
  • Para saber de mais eventos, acesse a Agenda do Samba & Choro.
  • Livros e filmes
"Deus vê tudo e tudo sabe / Mas não sabe calcular / A hipocrisia que cabe / Dentro deste teu olhar" em Verdade Duvidosa.
Festa no céu este fim de semana!

[update] - Vamos combinar! Este blogue é muito bem frequentado! O Marco Santos, meu amigo, ator, escritor, jornalista editor do Blogue "Antigas Ternuras" pediu que eu fizesse uma correção no parágrafo em que escrevo sobre os integrantes do Bando de Tangarás - do modo como eu havia exposto, dava a entender que João de Barros era almirante. Almirante era como chamavam Henrique Foréis Domingues e João de Barro, o Braguinha; duas pessoas distintas!

E a festa continua!!

Beijus,

44 comentários :

  1. Desconhecia por completo Noel Medeiros Rosa... talvez por eu ser português... oh, não quero admitir que me faltou essa na minha cultura geral.

    Mas agora a Luma já tratou de me ensinar algo de novo ;)

    Quando li o titulo do artigo, julguei que estavas necessitando de ajuda para escolher roupa para ir em algum evento importante, até já estava pronto para te disponibilizar o meu guarda-roupa :D :D :D

    Luma, Um Excelente Final de Semana para Você! E para todos os Leitores do Luma Yes Party!!

    Alegria, está um dia Maravilhoso, Vivamo-lo com Intensidade e Amor :)

    Abraços.

    ResponderEliminar
  2. Vim visita-la por indicação da Maria.
    Adorei seu espaço e seu post sobre Noel. Um dos nosso grandes.
    beijos

    ResponderEliminar
  3. Luma minha linda,
    E que festão hein!
    E já que Noel esta em pauta aí vai:

    Filosofia

    O mundo me condena, e ninguém tem pena
    Falando sempre mal do meu nome
    Deixando de saber se eu vou morrer de sede
    Ou se vou morrer de fome
    Mas a filosofia hoje me auxilia
    A viver indiferente assim
    Nesta prontidão sem fim
    Vou fingindo que sou rico
    Pra ninguém zombar de mim
    Não me incomodo que você me diga
    Que a sociedade é minha inimiga
    Pois cantando neste mundo
    Vivo escravo do meu samba, muito embora vagabundo
    Quanto a você da aristocracia
    Que tem dinheiro, mas não compra alegria
    Há de viver eternamente sendo escrava dessa gente
    Que cultiva hipocrisia


    Um final de semana com muita paz e luz no teu ♥

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Muito bem lembrado, considerando que o autor veio ao mundo em 11 de dezembro de 1910! Um bom fim de semana com muitas flores, sorrisos e ...poesia :)

    ResponderEliminar
  5. Ola amiga!
    Estou vindo agradecer e retribuir os seus carinhos, que uma maneira ou de outra veio acrescentar muito para mim...


    Retribuindo todoas as suas visitas e lhe dizendo..
    O mais importante é....
    É um prazer receber vc. todos os dias em minha casa..
    Muito obrigada, pelo seu carinho.
    Hoje tenho a certeza, que amizade aqui formada, não vai ter um fim. Mas teve um caminho sólido e firme.
    Todos os amigos conquistado, fizeram de mim, uma pessoa mais corajosa, para entrar neste meio virtual. Muito obrigada.. Todos os meus blogs, agradecem, o seu amor, afeto, carinho de todos os dias.
    Sei que não foi possível ir visitar a todos, mais um meu pensamente e coração, vc. está presente, todas as manhãs.
    O circulo de amogos cresceu e me fez mais feliz.
    Amo cada um que, por lá passam.
    Consegui, com a minha simplicidade e carinho, cativar tantas pessoas lindas e maravilhosas.
    A bela frase, que diz: "VOCÊ SE TORNAS ETERNAMENTE RESPONSAVEL POR AQUILO QUE CATIVAS", É A MAIS PURA VERDADE.
    BELO ANTOINE,( do livro:Pequeno Principe), QUE ESCREVEU ESTA LINDA VERDADE..
    Pois, sabia da importância de termos um amigo. seja ele onde fosse. real, ou imaginario, perto ou ausente. na vida ou na virtualidade.
    Você hoje faz parte desse meu mundo, tão cheio de alegria,e vida.
    além de me proporcionar, novos conhecimentos.
    Muito obrigada amigo, peloa sua companhia.
    Sei que tenho muito a retribuir e agradecer.
    Obrigado pelo paciência de me ouvir, ler as minhas angustias. Obrigada, por ter compartilhado, comigo todos os momentos desse, ano. Sei que as vezes foram dificuldades. Mas que valeram muito para o nosso crescimento pessoal. Muito obrigada pelos caminhos, mais floridos e e fácil de seguir.
    com a sua ajuda, sorriso e atenção, a jornada, foi mais leve.
    Agradeço do fundo meu coração todos os momentos, que sorrimos, juntos, através deste meio.
    Quando a amizade é verdadeiro, tudo vale.
    A Sinceridade, a Honestidade, são virtudes, que fazem os nossos valores crescrem sempre mais.
    Valeu pela sua companhia e me perdoe a demora de retornar. Estava muito facil, esta semana. na próxima, vai ficar um pouquinho, mais apertada. Por isso, já lhe estou agradecendo, por todos os momentos felizes.
    Valeu pela sua Amizade, companheirismo, atenção e dedicação.
    Seu afeto, terá um peso muito importante na minha vida.
    Valorizao, cada pessoa que chega e vai..
    Até mais,
    Sandra

    ResponderEliminar
  6. Gosto muito da música "Com que roupa eu vou"...homenagem justa a da Vila Isabel.

    Finde masa pra vc Luma


    bjuuuu

    ResponderEliminar
  7. Pois...sou mais uma portuguesa, logo não conhecia essa música. ups!
    O título do post está demais! Produz equívocos totais.
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Quando o apito da fabrica de tecidos vem ferir os meus ouvidos, eu me lembro de voce... Mas voce anda sem duvida bem zangada, e esta mais interessada em fingir que nao me ve... Voce que atende aos gritos de uma chamine de barro, porque nao atende ao apito ensandecido da buzina do meu carro...?

    Beijos!

    RF

    ResponderEliminar
  9. Ou seria apito aflito? esqueci rss

    ResponderEliminar
  10. Eh, Roy! Ceci deixava Noel bem "aflito"! Aflito é o correto! Boa lembrança!!

    ResponderEliminar
  11. Olá Luma! vi seu comentário no meu blog e não pude deixar de retribuir a visita,atualmente Goiânia está cercada de praças e parques muito bem cuidados antes de morar aqui eu tbém imaginava o contrário rs...
    se vc visitar a cidade com certeza não vai se arrepender.
    bjs

    ResponderEliminar
  12. Que delícia encontrar Noel por aqui... Eu respiro esse ar de Vila Isabel, e a presença dele está nas esquinas, no samba, na praça...

    Bjs.

    ResponderEliminar
  13. Oi Luma,
    desculpe a demora p/ responder,são os atropelos da época.
    Obrigada pela visita, e qto aos cones estão em todas boas lojas do ramo, inclusive nas lojas americanas acabei de ver hj aqui em Floripa..cada uma mais linda q a outra!!

    Um ótimo finds pra vc!! Bjo!

    ResponderEliminar
  14. Esse foi muito bom mesmo...fez tanto em tão pouco tempo...ótimo post, ótimas informações...

    Rafael

    ResponderEliminar
  15. Oi, linda,

    Ultima passada do ano.Visitando os amigos com a calma do afeto que este meio também nos impõe.
    Que teu ano Novo seja muito Novo . Janeiro a gente se vê.

    Beijão, querida.

    ResponderEliminar
  16. Luna, adorei o texto. Poucos brasileiros conhecem o Noel; aliás, muitos cariocas também, infelizmente. Eu passava por esse "botequim" todos os dias, na época da faculdade; estudava na UERJ e atravessava a rua Felipe Camarão (onde está a estátua)até chegar à Av.28 de setembro. Ia pelas calçadas lendo aquela partitura e acho uma pena que não haja em nosso país uma cultura de preservação dos espaços públicos. Em vários trechos da avenida, as pedras portuguesas que formavam a partitura se soltaram e, em seu lugar, foram deixadas placas de cimento. Bom domingo!

    ResponderEliminar
  17. Amiga,

    o endereço do meu blog mudou e por isso, peço que link aqui em seu blog o meu novo endereço, ok:


    www.nosso-cotidiano.com.br


    abraços


    Hugo

    ResponderEliminar
  18. Bacanérrimo seu post sobre Noel Rosa. Poxa agora to preocupada com a saida do Haloscan pq não me entendo com o codigo html do meu blog pra por o comentário do blogger. :(

    ResponderEliminar
  19. A MUSICA É LINDA, MESMO.
    Mas adoreia frase:

    EU ERA UMA OTARIA...AGORA COMECEI A COMPREENDER A VIDA.


    Bem interessante para a frase que estou vivendo.
    Luma, eu fiquei um mês ai no BRasil e meu ideal de viagem era ficar uns dias no Rio. Mas, nao deu.
    Tive que antecipar a volta por causa de um arrombamento que teve aqui em casa.
    Ainda, para completar, meu óculos de ler , estragou e nao tenho condicoes de ficar muito tempo no pc.
    bjs e dias felizes

    ResponderEliminar
  20. AAAAAAAAAAAAAAaahhhhh ... Noel Rosa ... como moradora de Vila Isabel há 24 anos ... não tem como não gostar deste post. Adorei!! Bjão

    ResponderEliminar
  21. Daniel Savio23:36

    Estranhamente, com o primeiro trecho da música do Noel Rosa, me lembrei do time do Flamengo...

    Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade e no senser.

    Mas mesmo que ele não tenha ganhado tanto com a obra dele, acabamos ganhando com o trabalho dele.

    Fique com Deus, menina Luma.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  22. Neiva23:36

    Luma,

    Adoro estes sambinhas antigos e Noel Rosa.

    Para quem não sabe: Noel Rosa continua dando o "ar de sua graça" aqui em São Paulo, no Grupo Espírita Noel Rosa, na Rua Domingos de Moraes, Vila Mariana.

    É um local encantador, dirigido por uma senhorinha minúscula de nem sei quantos anos, onde recebem-se mensagens psicografadas e fazem-se vários trabalhos assistenciais. As sessões às vezes encerram-se em com um sambinha inédito.

    Tive a felicidade de receber uma mensagem lá, de um amigo, em um dia particularmente difícil.

    Beijos!

    ResponderEliminar
  23. Ariadne23:37

    Luma, se este final de semana tem festa no ceú...entao meu pai tá se arrumando...pq ele adorava Noel Rosa.
    E é com meu pai que aprendi a ouvir...
    Hoje em dia nao tem mais isto.
    Ok, estamos mais modernos, eu mesma adoro um bom e velho rock e estou ensinando para meus filhos a gostar tbem. (Abomino pagode)

    Beijocas, bom final de semana saudosista para vc...

    ResponderEliminar
  24. Meire23:37

    Morreu muito novo, mas deixou grandes obras.

    Bjs

    ResponderEliminar
  25. Lunna23:37

    Luma, você me deixou com água na boca com a divulgação desse cd. E lá vou eu atrás dele.
    Caramba, eu não gosto de carnaval e tão pouco de escolas de samba, mas preciso reconhecer o belo trabalho que há por trás de todas aquelas estruturas que vemos adentrar na avenida. É um resgate de certa forma...
    Enfim, é cultura.
    Beijos e um excelente final de semana...

    Ps. Quanto ao Ayrton Senna, bem, eu o achava um grande piloto, mais pelos números e pela regularidade. Em questão de histórico nas pistas, ele segue sendo melhor que os outros ainda. Não gosto do Piquet e sinceramente acho que ele mostrou bem o caracter dele no episódio que envolveu o filho dele na F1. Mas acho que o Senna segue sendo um grande nome porque se tornou um mito com sua morte. Não é possível mais superá-lo já que não está mais aqui e tem a forma como morreu, foi preciso uma tragédia para que mudanças ocorressem. Mudanças que ele havia pedido antes da cena final.
    Enfim, acho que o cenário atual é triste, não há grandes pilotos, então resta-nos a apreciar os grandes nomes do passado. Beijos

    ResponderEliminar
  26. Vai ser uma bela homenagem,LUMA. Alias,sempre achei que não o reconhecem tanto como deveriam.

    Beijos e um otimo fds!!

    ResponderEliminar
  27. Não tem jeito... As tristezas humanas e seu cotidiano emocional sempre trarão inspiração para a arte, e pelo visto, com Noel não foi diferente. É bom conhecer um pouco mais sobre a sua história, obrigada, Luma! Beijos

    ResponderEliminar
  28. Lúcia Soares23:39

    Oi, Luma. Noel é sempre Noel. Aliás, os compositores de "outrora" é que sabiam verdadeiramente cantar o amor e a dor de cotovelo, principalmente.
    A boemia era a tônica, fazia parte da vida deles. Pena que hoje nem se pode cultuar uma noite de sossego, flanando pelas madrugadas...
    (Luma, tem um selinho pra você, verdadeiramente contendo a mensagem que cabe ao seu blog. Traga-o, ame-o ou deixe-o por lá..."Cêquisabe". )
    Bj

    ResponderEliminar
  29. Marco Antonio23:39

    Grande Noel Rosa, sem dúvida alguma homenagem mais que merecida. Bons tempos em que o samba tinha sentido. Grande abraço menina

    ResponderEliminar
  30. Mågö Mër£îm23:40

    Vim ler, também não sei ainda com que roupa irei, o bom é que ja sei que vou...rs Ah, e vim agradecer também o seu "FOFO" direcionado a mim solto por ai...rs

    ResponderEliminar
  31. Oi Luma
    É relaxante curtir uma cervejinha, batucar na mesa, cantar sem saber bem a letra e ouvir "que a Vila não quer abafar ninguém, só quer mostrar que faz samba também.." Adoro uma roda com samba bom!!!!!!!!!!!!!!!
    Salve Noel Rosa e todos esses grandes que vc citou... essa festa vai ser de arromba... (mas eu não queria estar lá não rsrrsrs)
    beijos pra vc!!!!!
    Marcia

    ResponderEliminar
  32. Luma

    Esta festa no céu vai ser de arromba!!!

    Lindo post, bonita homenagem à Noel Rosa! Suas letras são pura poesia!


    Um lindo final de semana pra ti,
    Bjão

    ResponderEliminar
  33. Milton Toshiba23:43

    Vou procurar esse CD, sintonia fina mesmo, como diria Nelsinho Mota.
    Sabia que teve tuberculose, mas não tinha idéia que tinha ido táo cedo.
    "Com que roupa" é uma preciosidade.
    O pastel de feira é uma instituição paulistana e há um mês, a prefeitura fez um concurso e escolheu o melhor de carne.

    Bom fim de semana

    Bjs

    ResponderEliminar
  34. Conceição23:43

    qual não era sua seguidora, aliás, ainda tenho dúvida , mas para acabar com ela, sigo a partir de agora, pois aqui é demais!!!
    Seus textos, são maravilhosos, sobretudo a foto que está no assunto Noel Rosa, conversa de botequim, etc...
    MUito bom!
    Obrigada pela visita, ando em falta com muitos de vcs!
    Um beijo grande, e bom final de semana, CON

    ResponderEliminar
  35. Luma, que bela lembrança e mais bela postagem! Noel é eterno. Quando ouço o que se faz, hoje em dia, fico pensando no dia em que irei encontrar Noel, lá no céu. Aí, sim. Música eterna! Porque os chatos que andam por aí, pensando que fazem música, vão todos pro inferno.
    Abração.

    ResponderEliminar
  36. Fatyly23:44

    Aprendi um pouco mais neste teu mágnifico post. Adorei as estátuas à entra da Vila Isabel...como tudo mudou
    e como gosto tanto da vossa música. Noel, será sempre Noel

    Bom fim de semana e beijos do lado de cá do oceano

    ResponderEliminar
  37. Dilberto Lima Rosa23:45

    Mais um daqueles superposts, manamada, parabéns! Só faltou uma coisinha para ficar mais-que-completo: esqueceste-te de mencionar o excelente Nelson canta Noel, disco de sucesso de um dos maiores intérpretes do mundo, Nelson Gonçalves! Mas, sem dúvida, sua maior "entoadora" foi mesmo Araca! Grande abraço e viva Noel (e Tom, que homenageio, por ocasião de seu aniversário de morte, nos Morcegos)!

    ResponderEliminar
  38. Adão Braga23:45

    Certas inteligencias, certos personagens que aqui passam, e que por aqui passaram, nos deixa atônitos com muitos que dizem ser o que estes ai foram, sem muito esforços.

    ResponderEliminar
  39. Tony23:46

    Ai, samba.
    Ai, Noel Rosa.

    Mas não consegui nem pensar no resto da postagem, quando enfim achei um link de uma rádio que toca MPB o dia todo... delícia, e muito obrigado por compartilhar isso!

    Dos posts anteriores:

    |:::| Sem esse povo passando fome, não tem os trilhões para salvar a economia. Essa parte ninguém quer discutir, né? Essa parte também não circula nos blogs, nem nas outras mídias, maiores ou menores. Já tinha lido, [se duvidar tem inspiração aqui : http://www.youtube.com/watch?v=P...h? v=PaxA0zZQV2U] e o mais divertido é ler que o autor é publicitário =)... mas enfim, a melhor forma de resolver as coisas macro, é quando pensamos e agimos micro.

    O natal é essencialmente comercial, desde que a Coca colocou a ideia na mídia. A gente vai vivendo varios deles, e dai achamos que os de antes eram menos comerciais que dos de agora....

    |:::| olha só, um "food kindle", rsrs... e eu esperando as ferias coletivas pra dar ordem no meu fichário :D! De fato, um dia de proteina vegetal é muito muito bom pro corpo... não sigo fielmente, mas dá uma média de 4 a 7 dias por mes com uma alimentação assim...

    |:::| O post sobre vida simples [e as complicações em descomplica-la], senti-me totalmente identificado, heueue...

    beijos!

    ResponderEliminar
  40. Lathife23:47

    Adoro samba antigo, e Noel está aí... vivo!

    Adorei reencontrá-lo aqui.

    bjs gata :*

    ResponderEliminar
  41. Beth Q.23:54

    Ah, essa música do Noel é uma das que passam sempre pela minha cabeça quando tenho que ir a um evento. Fico às vezes, olhando para dentro do guarda roupa e a musiquinha no inconsciente.
    Se fosse hoje em dia, o cara estaria se tratando e fazendo belas coisas!
    Grande Noel Rosa!
    bjs cariocas

    ResponderEliminar
  42. É...na Vila não se vacila.
    Como comentar uma postagem dessas?
    Apenas desfrutar e parabenizar.

    ResponderEliminar
  43. Jens23:55

    Salve Noel e salve Vila Isabel.

    Beijo, Luma.

    ResponderEliminar
  44. Lugirão23:55

    Luma, gosto do Noel Rosa , conhecia um pouco da sua história, muito bom teu texto.

    Pena que morreu tão jovem.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor