Santa Segunda-feira

...e perdi a hora.

Esta semana será pauleira e terei que me desdobrar. Se resolver tudo, viajo e passo o dia das mães com a minha.

Ontem estava lembrando algumas histórias de infância. Minha mãe nunca gostou de cozinha, mas cozinhava super bem. Improvisava um almoço em pouco tempo. Era um vapt-vupt na cozinha quando era necessário que lá entrasse. Quando isso acontecia, ela falava com o fogão (numa referência ao post anterior), brigava com as panelas e invariavelmente dizia: "Um dia ainda jogo essas panelas no lixo!"

Um dia a Elisa não foi trabalhar. Mamãe ficou danada porque tinha que sair para trabalhar. Meu pai nessa época já tinha morrido e meus irmãos mais velhos, casados. Meus irmãos adotivos não foram para a escola para ficarem comigo. Eu tinha acabado de completar 5 anos, meu irmão caminhando para os 7 e minha irmã com 8. O que fazem 3 crianças pequenas numa casa sozinhas? Colocam fogo na casa?

Nessa idade a minha irmã já tinha um pouco de juízo e era proibido para nós mexermos com fósforos. Minha irmã logo deu as ordens; cada um tinha que arrumar sua cama, guardar as roupas e brinquedos. Gostamos tanto de arrumar a casa que surgiu a idéia, não sei de qual espírito de porco:

"Vamos jogar fora as panelas da mamãe?"

Pegamos todas as panelas e levamos para o fundo do quintal e começamos a jogá-las, uma a uma, por cima do muro, para o terreno vago que avizinhava. O nosso pensamento era "Mamãe vai ficar muito feliz" e a cada panela que voava, pulávamos de alegria.

Mamãe chegou apressada para fazer o almoço, enquanto nós na sala, segurávamos risadinhas que logo se ausentaram quando a minha mãe voltou e perguntou pelas panelas. Quando soube o que aconteceu, ela não sabia se xingava ou se ria - isso ela contou quando crescemos - Não podia dar o braço a torcer, pois se um dia foram as panelas, em outro poderia ser outra coisa. Ficamos os três de castigo, lógico!
------------------------
Vi uma propaganda na tv sugerindo panelas como presente para o dia das mães. Pelamordedeus, será que existem pessoas com tanta falta de sensibilidade?

Nem sempre são as crianças que compram os presentes, elas em geral fazem trabalhinhos na escola, cabe ao pai a tarefa. As mães merecem algo personalizado.

Qual o critério que usam para comprar os presentes? Necessidade, deslumbramento, remetem a algum momento de felicidade, confeccionam o presente, o quê? Eu sei dos meus critérios de escolha, mas imagino quais foram os motivos que este usou para presentear. O você que acha?


Mãe merece muito mais que panelas!
Feliz dia das mães!!

2 comentários :

  1. Não entedi bem... o cara deu um consôlo de diamantes, um vibrador de pedras preciosas pra ela se masturbar ricamente, foi isso, Luma ?!

    ResponderEliminar
  2. Tambem odeio essa ideia de dar/receber coisas para a casa no dia das mae e aniversario, o que eh pior ainda. Entretanto meu marido adora ganhar esse tipo de presente... ahahaha... Principalmente panelas..

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor