Violência - O terror vem de fora, enquanto que o horror vem de dentro

Photobucket - Video and Image Hosting

Em dias nublados você reza pra que o seu chefe vá pro raio que o parta!
Chega em casa, briga com o cachorro, com a mulher e os vizinhos.
Para alguns partir da agressão verbal para a física, é um pulo!
Essa violência está ligada à frustração e baixa auto-estima
A mente de um bandido é diferente?
Sim e não.
Até onde vai a sua capacidade de pensar?
Um bandido não se horroriza com o ato de aterrorizar

Os argumentos irracionais e ilógicos, são capaz de justificar quase tudo na mente de um apaniguado. Não vamos delirar com os bandidos. Para aqueles que não entendem o porquê do Estado zelar mais pelos criminosos do que por suas vítimas, excelente artigo aqui.

Há tantos burros mandando
Em homens de inteligência
Que ás vezes fico pensando
Que a burrice é uma ciência.

Fui polícia, fui soldado,
Estive fora da Nação,
vendo jogo, guardo gado,
Só me falta ser ladrão!...

Deixam-me sempre confuso
as tuas palavras boas,
por não te ver fazer uso
dessa moral que apregoas.

Não sou esperto nem bruto
nem bem nem mal educado:
sou simplesmente o produto
do meio em que fui criado.

Eu não tenho vistas largas,
nem grande sabedoria,
mas dão-me as horas amargas
lições de filosofia.

Se o hábito faz o monge
e o mundo quer-se iludido,
que dirá quem vê de longe
um gatuno bem vestido?

Sei que pareço um ladrão...
mas há muitos que eu conheço
que, sem parecer o que são,
são aquilo que eu pareço.
O Poeta Cauteleiro - António Aleixo


Impunidade - banalização dos valores socio-morais - o prazer de agir contra as regras estabelecidas - descriminação econômica


Temos que parar de produzir criminosos. Para isso, o governo tem que dar apoio à manutenção da estrutura familiar. Temos que manter os criminosos existentes, o mais tempo possível dentro das prisões. Sem querer comparar, mas já comparando; o país que se considera o mais livre do mundo é o recordista em prisões. A população de presidiários nos EUA, é a maior em qualquer outro país. Sendo que o seu índice é dez vezes maior que a média em outros países industrializados. Esses números são resultado da guerra às drogas nos anos 80. As grandes cidades, tal qual o que acontece agora no Brasil, haviam se tornado campos de batalha ocupados por gangues e traficantes de drogas. Na época, uma pesquisa mostrou que dois terços dos americanos aceitavam abrir mão de parte de sua liberdade se fosse esse o preço da vitória contra o crime. Atualmente, os governos dos Estados e da União repensam uma política que tornou as ruas mais seguras, mas pesa cada vez mais nos orçamentos.
É caro manter um preso dentro da cadeia. A população nos presídios cresce 7% ao ano, os gastos tendem a ficar insuportáveis. Para desacelerar o inchamento dos presídios é necessário mudar as leis.

O Brasil precisa urgente, mexer no Judiciário. Estamos enjoados das injustiças. A mídia nos incendeia com escândalos que logo caem no esquecimento. E essas pessoas envolvidas, porque não estão na cadeia? São criminosos. Do meu ponto de vista, Sergio Naya e Marcola são iguais. Ambos lesam cidadãos. Sergio Naya estava envolvido em 888 processos na justiça e, a única sansão que sofreu foi ficar oito anos sem poder disputar eleições.
Temos outros exemplos de impunidade:
  • Massacre do carandirú: 121 policiais militares responsáveis pela matança de presos, permanecem nas ruas.
  • Eldorado do Carajás: Em Abril de 96, 19 sem terra foram assassinados por 155 PMs dp Pará, que estão em liberdade. As viúvas, nada receberam à título de indenização.
  • Anões do Orçamento: mais de 80 deputados e senadores foram investigados na CPI do Orçamento. Dois dos líderes da chamada máfia do orçamento renunciaram de seus cargos, apenas um terceiro foi cassado e ningém foi preso.
Esses casos são antigos, mas servem para mostrar que, no Brasil a justiça não é igual para todos. É consenso entre a população - Queremos uma justiça mais ágil

O sistema judiciário precisa passar por reformulações imediatas. Algumas tentativas já foram feitas. Foram criados os Juizados de Pequenas Causas, Delegacias da Mulher, serviços de atendimento às crianças e adolescentes e o Código de Defesa do Consumidor. São progressos incontestáveis, embora ainda falte muito para chegar ao que a população considera ideal: apuração nos processos, sem danos à apuração da verdade.
No Brasil, acreditar na justiça significa aguardar anos por uma sentença. Os motivos para tanta morosidade e ineficiência são muitos. Faltam recursos e pessoal qualificado, a polícia, também despreparada, também não está equipada e a estrutura judiciária é pouco ágil.
O Caminho é a descentralização, criando um Juizado de Instrução, como ocorre na França, onde um Juiz assume o comando da investigação policial enquanto outro julga o caso. Essas medidas aproximariam o Brasil da justiça administrada no primeiro mundo. Resta saber se o país, como um todo, será capaz de reunir vontade política necessária para analisá-las e colocá-las em prática. Como cidadão, não podemos simplesmente cruzar os braços e ver o tempo passar.
Photobucket - Video and Image Hosting

Participam dessa postagem coletiva, originada pela Laura: Albinha, Alena, Alessandra, Alexandra, Alexandre, Ana, Ana, Anna Flávia, Andréa N., Beth Salgueiro, Bia Badaud, Burtonesca, Camila, Carla Charmosa, Carla Linhares, Carla Rodrigues , Carlos, Carol, , Cilene, Cíntia, Cláudia, Claudia, Claudio, Cláudio Eugênio , Cris, Cris, Cris Passinato, Dani, Denise, Denise Arcoverde, Diana, Do, Do Ás ao Rei, Elaine Paiva, Elayne, Elena, Elizabeth, Ellen, Ellen Muniz, Erik The Red, Euza Noronha, Fernanda Ruiz, Flávia, Flávia sereia, Flavio, Flavio Prada, Grace Olsson, Guga, Helena Costa, Inagaki, Ingrid , Jannine, Jasmine, Jeanne, Jim Ritz, Josinha, Junio, Junior, Kafé Roceiro, Kátia.suiça, Keila, a loba, Leila, Leila, divulgação, Lia, Liliana Alvez, Lino Resende, Lizhy, Lou Salomé, Luci, Lucia Malla, Lula, Maitê, Mani, Marcia Clarinha, Marco, Marco Aurélio, Marcos Pontes, Marcos Pardim, Maria, Marilena, Marina W., Marshall, Marta Bellini, Mary, Morcego no Ar, Nemo Nox , Neto , Neuma, Nilza, Olívia, Paty_nunes, Patty, Paulo, Paulo Augusto, Pedro Paulo Rangel, Regina, Regina Always, Re_ventania, Ricardo, Santos PassosSayô , Senhora Dai, Sérgio, Soninha , Stephanie, Telma, Tertu, Tina, Turmalina, Valérie, Vanessa, Vânia, Vânia Beatriz, Vera, Wilson, Yvonne, , Zeca ...os links não estão fechados. Avise se o seu não estiver aqui!

Boa blogagem!

0 comentários :

Enviar um comentário

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor