Por que estás assim, violeta?

Que borboleta morreu no jardim?Guilherme de Almeida


No dia 04 de Junho, estava o Afonso lá no antigo bloguinho escrevendo sobre o seguinte assunto:

Morte na Blogosfera
Afonso: Não pedi sua autorização como sempre faço, pois fiquei sabendo a pouco do ocorrido. Transcrevo aqui, alguns trechos do post, se quiserem ler na íntegra, passem pelo antigo bloguinho (link acima)
E se eu, ou outro blogueiro qualquer, morrer de uma hora pra outra, como todo mundo vai ficar sabendo? Será que vão ficar vindo aqui e olhando o mesmo post por duas, três ou mais semanas, até desconfiar que algo aconteceu? O mais provável é que se pense em depressão, ou mesmo que desisti do blog e, num gesto que me tornaria um ser abjeto, não avisaria que desisti? Mas, e se tiver morrido? E se alguém souber, iria colocar no seu blog um post avisando que o Chato morreu? E como seria esse post?
(...)
Alguém já soube de uma morte na blogosfera e como ela foi comunicada?
Infelizmente não tive boas notícias e passo agora para vocês. O Fato ocorreu no começo do mês, precisamente no dia 02, na Segunda-feira da Semana da Pátria. Eduarda Matos, esposa de Carlos Saraiva morreu, vítima de uma cirurgia mal-sucedida. Ela conhecida no mundo blogueiro do Brasil e fora dele por Emera. Mulher de personalidade mística e belas palavras, conheceu o marido através de seus escritos.

Nada mais a fazer, senão aceitar os desígnios de Deus - Aviso dado a quem compartilhou de sua alma poeta. Ficaram somente as palavras.

As pequenas palavras

De todas as palavras escolhi água
porque lágrima, chuva, porque mar
porque saliva, bátega, nascente
porque rio, porque sede, porque fonte.
De todas as palavras escolhi dar.

De todas as palavras escolhi flor
porque terra, papoila, cor, semente
porque rosa, recado, porque pele
porque pétala, pólen, porque vento.
De todas as palavras escolhi mel.

De todas as palavras escolhi voz
porque cantiga, riso, porque amor
porque partilha, boca, porque nós
porque segredo, água, mel e flor.

E porque poesia e porque adeus
de todas as palavras escohi dor.
(Rosa Lobato de Faria)

Para evitar que no futuro alguém possa dizer que fui relapsa com o blogue ou mesmo sem consideração com os amigos do "luz"; deixei agendada uma postagem para 25.01.2015, no caso d'eu virar estrelinha e agora é pedir para que o Blogger sobreviva até lá.

Update! Como 25 de Janeiro de 2015 o "Luz de Luma" completou 10 anos e eu não morri. Fica nova data agendada: 25.01.2020


2 comentários :

  1. Luma, sério que você tem um post de passamento escrito? Sabe que cada vez mais eu penso nisso e falei para meus filhos postarem se algo me acontecer. Mas, eles são crianças ainda. Acho melhor me garantir de outra forma.
    Nào sabia que poderia programar uma postagem para tão distante. E sim, gostei ide saber!
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. As vezes penso nisso, em deixar algo específico para meu filho, ele não me lê (acho) a não ser quando eu peço a opinião dele sobre algo que estou escrevendo...
    Ainda bem que vc não se foi e mude muitas vezes essa data para o futuro, adoro e me enriquece ler tudo que escreve!! Beijos!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor