Cadeia de Literatura

Apanhada nesse desafio recebido pela Keila e segundo kekko, começou além-mar e chegou até nós..contradigo dizendo que provavelmente foi criada em ingês e traduzida em sei lá quantas línguas.

"You're stuck inside Fahrenheit 451, which book do you want to be saved?", refere-se a um dos livros citados na obra, a um da nossa preferência, ou, ainda melhor e em acordo com a tradução portuguesa, a um livro que eu queira “ser”

Desafio aceito...

1. Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quererias ser?
- Muitos não entendem essa pergunta por não saber do que se trata;
Li esse livro muito, mas muito antes de se ter realizado o filme. O livro foi escrito por Ray Bradbury, 1953 e passado para filme em 1966 por François Truffaut. O titulo do livro está associado à temperatura a que eram queimados os livros, 233 graus celsius. Na altura, estava já claro para mim, a caça às bruxas do Macartismo.

O que é a censura, o que significa o fim da cultura? Condenar tudo o que possa perturbar. Obscurantismo, culto da ignorância, ausência do pensamento, anulando qualquer consciência de inferioridade ou de injustiça. Os livros seriam os maiores inimigos porque trazem consciência dessa desigualdade e o alvo a abater: o homem culto.

Seria três ou dependendo da situação, um ou outro; um inocente, um livro infantil do Winnie the Pooh ou um completamente a despropósito que gozasse com a tacanhez “Linguagem Seinfeld “ do Jerry Seinfield? Poderia ser “A cidadela” do escritor escocês A. J. Cronin. Seria a mistura dos três, uma dose de ironia, inocência e apego às raízes.

2. Já alguma vez ficaste apanhadinho (a) por um personagem de ficção?
- Apanhada por uma pessoa que não existe? Valha-me Clarice, é a grande personagem de Clarice Lispector.

3. Qual foi o último livro que compraste?
-Gosto muito de ler biografias, então comprei Catherine de Medicis - A Biography (Leonie Frieda)

4. Qual o último livro que leste?
- "Seu Ibrahim e as Flores do Corão" - a história de um velho árabe e um menino judeu, de Eric-Emmanuel Schimitt. O livro faz parte da "Trilogia do Invisível", uma série que fala sobre os fundamentos de três grandes religiões: o islamismo, o budismo e o cristianismo.

5. Que livro estás a ler?
- Sempre leio mais de um livro; Estou lendo "Crônica de uma casa assassinada" - Lúcio Cardoso, relendo "Lolita" de Vladimir Nabokov. E terminando: "Plano de Ataque" de Bob Woodward, mesmo autor de "Todos os homens do Presidente" que fala sobre os bastidores da guerra do Iraque .

6. Que livros (5) levarias para uma ilha deserta?
- Fica difícil escolher só cinco, tentarei: Um de primeiros socorros, um de plantas e insetos, outro de como cultivar a terra...
- “Fausto” de Goethe (rs*)
- "Eu hei-de amar uma pedra", de António Lobo Antunes
- "Eu te amo e suas estréias", de Elisa Lucinda
- “Ficções” de Jorge Luís Borges
- "O Tempo e o Vento" trilogia de Érico Veríssimo
- "Antes que você morra" de Raynnusch
...ops. coloquei 6, mas ficou difícil escolher!

7. A quem vais passar este testemunho (três pessoas) e por quê?
- A maioria das pessoas que gostaria que respondesse esse questionário já responderam, mas tem algumas que tenho uma certa curiosidade;
- Tesco, amigo NPN que sempre encontro pelas bibliotecas virtuais;
- Afonso, pra saber se o que lê é chato e,
- Edgar, por ser um indiozinho porreta!

"Podem me prender no quarto
Eu saio pela janela.
Podem me trancar a janela,
Eu fujo pelo telefone.
Podem cortar o telefone,
Eu pulo dentro de um livro"
(castigo - Leo Cunha)

Estou deixando este trecho do livro do Léo Cunha em homenagem a minha mamãe que me presenteou com esse livro. Cito ele também por ser um jornalista grande incentivador da leitura.

Muitos que passam por aqui, não gostam de ler livros, mas estão lendo blogs e espero que estejam escolhendo os blogs certos...

Vou inserir o Leo Cunha nesta corrente, pra quem quiser indicações de iniciação no universo da leitura.

"Um dia a velha pianista abriu a janela e viu uma menina sentada na varanda do vizinho.

- Como vai, garotinha?

Como já não enxergava muito bem, a velha pianista catou na gaveta da escrivaninha seus óculos de aro de metal e os ajeitou sobre o nariz.

Não havia nenhuma menina na varanda. Apenas a escultura de um anjo, em cima de uma mesa.

Mais do que depressa, a velha pianista devolveu os óculos para a gaveta e abriu um pequeno sorriso:

- Que dia frio, hem, garotinha? Parece que esse ano o inverno vai ser bravo..."
(A Menina da Varanda - Léo Cunha)

rabisco

Tal qual todas as crianças, fazia as minhas "obras de arte", muitas vezes o personagem sádico ficava a fazer chacota da "artista".

42 comentários :

  1. Clarice também me encanta e me deixa desnorteada pelo que escreve e pelo que é. Estamos sempre perto da selvageria do coração ao lê-la. E bela hsitória da menininha na varanda. Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Gostei de saber das suas respostas e das suas predileções,Luma...
    O post em si é um show!!
    Otimo domingo.
    Grande beijo"!

    ResponderEliminar
  3. ah,eu sempre admiro pessoas q leem esse tipo de livros!!!eu adoro ler mas nem sempre tenho paciencia para ler "grandes clássicos"...enfim agora posso encher o peito pra falar:tenho uma amiga intelectual!!!!!e parabéns pra sua mamae q colocou no mundo uma pessoa tao incrivel!!!

    ResponderEliminar
  4. Amyr Lima17:07

    LIVROS LIVROS LIVRSO. Tenho que achar tempo para ler mais . Otimo post, Cheers !!

    ResponderEliminar
  5. Oi, Luma: já tinha vindo aqui e lido suas respostas ao questionário.Gostei tb da explicação sobre o Fahrenheit 451. Eu tb poderia levar 'Ficções'. E a Lispector citei que levaria. Enfim, vc deu exemplo de ter uma cultura geral.
    E a continuação de Gracita tá com novo post, vá apanhá-lo, ok?
    Um beijo questionado...

    ResponderEliminar
  6. Pois é, parabéns a todas as mamães. Não sei você o é. Se o for, meus parabéns também, se não, parabéns pelo fato de ser mulher o que significa ser uma mãe em potencial.

    ResponderEliminar
  7. oi Lumita.
    Adorei isso.
    e feliz dia das mães.
    beijos

    ResponderEliminar
  8. Êi, a corrente literária também chegou até você! Cada blogueiro com os seus livros interessantes. Bjs.

    ResponderEliminar
  9. Luma,
    Aproveitando a data, vim desejar um feliz dia das mães pra sua mãe e pra vc q será mãe um dia.... Big Beijos

    ResponderEliminar
  10. Viva19:07

    Yvonne, O Sítio também foi um marco na minha infância. Ganhei a coleção completa encadernada de meu pai aos 9 anos e a li várias vezes.
    Luma,
    Estive com o Maurício de Souza na inauguração da exposição dele "História em Quadrões", no MNBA, e fiquei emocionadíssima. Só consegui dizer-lhe: Você é o meu herói!

    ResponderEliminar
  11. Luminha.... as luzes brilham em sua casa! Que as páginas literárias se abram ao seu menor toque; e que a palavra, o sentir e o ser sejam a marca dessa mulher, talvez mãe, ou projeto deste.

    Mãe, amiga, filha, Loba.... São instintos que a tornam ainda mais linda e especial. Desejo-lhe amor, encontros e muitas, muitas alegrias nesse coraçãozinho de mãe – ou no coração desse magnífico e sensível projeto de mãe.

    Beijooooooooooooossssss da Loba

    ResponderEliminar
  12. Oi Luma, vim lhe ver aqui na sua luz! Fiquei pensando nos livros e nos meus primeiros contatos com eles, lemro-me das iluminuras que emolduravam as histórias dos Grimm, lembro-me do cheiro de história, papel, tinta, capa dura e imaginação. Deu um aperto no peito imaginando a fogueira queimando livros... Um beijo procê
    P.S. Lá no meu quarto, você me perguntou o fim da história, lhe digo: ainda não chegou, mas nos casamos há 20 anos atrás, temos dois filhos e dois gatos e nos amamos muito.

    ResponderEliminar
  13. Luma, você fez uma grande seleção. Escolheu ótimos títulos

    ResponderEliminar
  14. Que bela lista, Luma. Crônica da Casa Assassinada é um petardo, não é? Espero que ela não lhe tire o gosto pela inocência de Lolita. Vão bem juntos, esses textos

    "Seu Ibrahim e as flores do Corão" parece lindo, sugestão já anotada.

    Abraços,

    ResponderEliminar
  15. Livros... Não fui acostumada a ler tanto assim. Qdo era pequena adorava livros de literatura; tinha vários.
    Mas no decorrer dos anos fui me distanciando desse mundo maravilhoso.
    Felizmente depois que me dei por gente grande, vestibas e uma ajudinha do trânsito de SP, comecei a ler novamente.

    Bjo.
    Hasta la vista.

    ResponderEliminar
  16. Olá linda luma...este blog deveria ser de leitura obrigatória. Adoro este lugar e vc...Bjos e esteja bem!

    ResponderEliminar
  17. Que esquisito... tenho certeza de que já havia comentado!
    A sua resposta à primeira pergunta foi típica de uma jornalista (você é?) que explica em uma caixinha ao lado quem foi, o que é, etc.

    ResponderEliminar
  18. Sua dicas estão me animando, estou muito preguiçosa e preciso voltar a ler como antes.
    Um lindo dia pra vc...beijos!

    ResponderEliminar
  19. Hmmm... eu devia ter vindo aqui antes de fazer minha lista, mas agora já foi! Ainda me ama?

    ResponderEliminar
  20. Renata19:25

    meniiiiina,
    também postei hoje esse questionário, obrigada por esclarecer a primeira pergunta, voce é tão boazinha... eu respondi sem entender porcaria nenhuma, mas nao alterei a resposta, deixa do jeito que tá.
    beijoooca

    ah, ia esquecendo
    quais são os causos que vai me contar????
    to louca de curiosidade!

    ResponderEliminar
  21. Não tive tempo de ler o post, só passei pra deixar um BEIJO para você!!!!

    ResponderEliminar
  22. Primeiramente, gostaria de elogiar a ótima frase colocada aqui de Nei Costa, muito verdadeira...
    Sobre livros, nossa, me sinto péssimo quando vou discutir sobre... pois, na verdade, eu só comecei a ser um apto a leitura ano passado... quer dizer, eu sempre odiei ler, e repudiava quem falava pra mim que era mais do que necessário, praticamente a melhor forma de se ter conhecimento das coisas... sempre achei isso bobeira e ignorava... até que aos poucos, fui gostando de ler, e não parei, lia mais e mais e mais, até que não conseguia, pois acabava com minha vida social e escolar... tive e ainda tenho que me controlar, pois geralmente, gosto de ler coisas que não fazem parte da minha vida universitária... como estudo uma área da informática, onde só se mistura exatas, onde caberia os livros atuais que estou lendo: Veríssimo, Nietzche e Oscar Wilde!? Vai entender, viu!?
    Por isso, li poucos livros, pouquissímos mesmo... só lia as coisas que a escola pedia, então, era bem daqueles... "só leio, porque a escola pede..."
    Estranho eu ter mudado tanto de um ano para outro... assumo, dizendo que, se não fosse pela internet e por alguns professores, eu ainda não gostaria de ler e seria mais burro que já sou...

    Obrigado pelo link em meu br'og, mas eu já tinha lido aquela matéria e até tinha escrito uma coisa sobre, mas ainda assim, obrigado...
    Beijão, sim sim, Feliz Dia das Mães, caso você não apareça e um bom final de semana, téMais!!!

    ResponderEliminar
  23. Pedro19:28

    Ainda bem que essa tradição literária não foi passada para mim... Eu nem saberia o que responder...

    ResponderEliminar
  24. Oi,

    ..

    Adorei as dicas.. e esse questionário é muito melhor que um perfil do consumidor que tem rodado a blogosfera ultimamente..

    Bom dia,

    ResponderEliminar
  25. Pearl19:30

    Verdade... alguns hábitos estão desaparecendo... todo mundo só quer saber de ficar à toa em frente ao pc ou da tv ... tá complicada a situação. Tem até canal exibindo legenda com palavreado da internet... horrível.
    beijos e parabéns pela iniciativa

    ResponderEliminar
  26. Yvonne19:31

    Luma, adorei o post, mas ao mesmo tempo não gostei. Senti uma certa angústia por não saber qual o livro que eu gostaria de ser. Vou ficar pensando no assunto o dia inteiro. Quanto às suas escolhas, adorei todas. No post da Claire eu escrevi um comentário sobre o livro "O Sítio do Picapau Amarelo" que foi o divisor de águas da minha vida. Sei que soa engraçado ler isso de uma mulher adulta, mas essa obra que eu li quando eu tinha apenas 8 anos foi o que me fez ser uma devoradora de livros. Taí, eu gostaria de ser esse livro e sair por aí contando a história para as pessoas que acham literatura um saco.
    Um feliz Dia das Mães para todo mundo.Beijocas

    ResponderEliminar
  27. Yvonne, vi seu comentário lá na Claire e volta lá e veja o meu em seguida...muitas crianças começam a manusear livros antes mesmo de ler, isso ajuda a ir se familiarizando com as letras e o cheiro...rs. De grande valia os Gibis. Eu era colecionadora desde o número um de Mônica e depois Cebolinha...
    Beijus,

    ResponderEliminar
  28. Bruxo e Patty19:38

    Bom dia Luma...eu gosto muito de ler...mas só leio livros espirítas...não sei...é só o q me interessa...apesar de não seguir corretamente a religião...rs...
    um ótimo fim de semana pra vc...bjus

    ResponderEliminar
  29. Já acompanhei essa 'corrente' com alguns amigos e ela sempre revela dados interessantes, beijos e ótimo final de semana!!!

    ResponderEliminar
  30. Luma, na luz de seus versos o encanto vestindo as páginas dos dias.
    Saudades é a palavra.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  31. adorei!! foi ótima sua explicação sobre a primeira pergunta, realmente eu não li o livro e não sabia de nada disso, embora minha interpretação tenha sido a mesma para a resposta.
    Luminha adorei suas respostas e dicas, trata-se de uma guria muito culta =) E linda homenagem para a mamãe no final do post.. parabéns para todas elas.. beijos e girassóis, Rah

    ResponderEliminar
  32. E não é que eu fui desatenta e não publiquei as respostas! Pensei que fosse só prá responder nos coments, mas depois o Bené – o apanhador dos sonhos e meu desafiante - me disse que precisava publicar, aí já era tarde e sem graça. Tb não registrei o desafio que o Kekko me fez pela mesma desatenção. As minhas respostas estão nos coments dos dois. Mas deixo o glamour para vc, tão fofa, e que vai arrasar corações e mentes literárias, podes crer.
    Beijoooooooo​oooossssssss da Loba

    ResponderEliminar
  33. Belas escolhas na literatura. Beijos

    ResponderEliminar
  34. Viva19:56

    Luma,
    Obrigada por me apresentar os textos do Léo Cunha. Gostei muito.

    Tesco,
    A expressão "ser um livro" não vem de Portugal e sim da estória do livro Farenheit 451: Numa época de grande censura quase todos os livros importantes para a humanidade eram queimados. A única maneira que um grupo de subversivos encontrou para salvar a cultura foi dar um exemplar de um livro a cada pessoa que tinha por obrigação decorar o seu conteúdo. Assim, cada um passava a "ser" o livro e podia disseminar seu texto aos demais.
    Esse filme me marcou muito.

    ResponderEliminar
  35. Adoro dicas literárias, na medida do possível vou lendo e comprando os que possso. Minha lista de leituras a fazer está gigantesca, mas, sempre é bom adicionar novos nomes a ela... valeu.. super abração procê

    ResponderEliminar
  36. Essa corrente está correndo o mundo blogueiro... :D

    Poxa , você acabou colocando 8 livros , pois são três no Tempo e o Vento... :D

    Bjs!

    ResponderEliminar
  37. Sem dúvida eu seria tbm algum que como vc mesma disse,gozasse com a tacanhez como “Linguagem Seinfeld “ ou talvez algo mais pop como Alta fidelidade de Nick Hornby.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  38. UM OBSTÁCULO É QUASE SUPERADO QUANDO RIMOS DELE”
    ............(...(`.-``'´´-.´)...)..........
    ..............)......--.......--....(...........
    ............./......(o..._​...o)..............
    ............​..........(..0..)......./..........
    ..........__.`.-._...'='.._.-.´.__.......
    ......./.......'#.'#.,.--.,.#'.#.'.........
    .......__)).​.........'#'.........((__/.....
    ...........#​.......Bjaum!........#..........
    ............​.#......................​....!....#..
    ........../......#.....​..........#............
    ......__....​....#.........#./...../__....
    ....(.(.(___​_).....'.#.'....(____).).)..
    Me visita ok...

    ResponderEliminar
  39. Tesco20:08

    É verdade, Afonso, como resistir a essa advogada tão bela, comunicativa e tenaz? "Luma locuta, causa finita!".
    Luma, suas explicações me izeram entender esse negócio de "ser um livro". Não sou entendido em expressões usadas em Portugal e não gostaria de ser livro algum. Já pensou? Estar no seu cantinho, repousando, aí chega algum bruto e lhe abre na página que quiser? Eu, hein!?
    Obrigado, Luminha, pela indicação.
    Procurarei responder em breve.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  40. Putz, tá lá no Código do Chato:

    Art. 6º - O Chato:

    I- lê muito, mas não vai ficar fazendo listas de livros preferidos e nem análises literárias. Entende que para isso existem os especialistas;

    Oquei, oquei, você venceu. Como recusar um convite de uma pessoa tão carinhosa como a Luma? Difícil, difícil, pois sei que ela vai se decepcionar com as minhas leituras. bjs

    ResponderEliminar
  41. Também amo ler, viajo pelo mundo e pelas aventuras que costumo ler, outras tantas vezes me pego rindo de um trcho que li ou de ver os personagens pularem do livro e discutirem questões filosoficas com minha pessoa, afinal eles estão ali bem na minha frente dizendo levante-se... Um grande abraço do Mago e até mais!

    ResponderEliminar
  42. Caramba, que pôste comprido. Mais comprido que um dia de fome.

    Mas gosto de cada palavra dele. Uma por uma, leio e releio.

    E entre livros sobre caça às bruxas e etecetera, fico com 1984, do Orwell, se eu não me engano.

    Beijo.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor