Convide "O Outro" para almoçar


São nos momentos difíceis que as pessoas se aproximam da espiritualidade, isso é humano quando perdemos alguém, o emprego ou quando há doença envolvida. Três exemplos das maiores dificuldades que provocam desde o medo até o cinismo, onde a vida perde valores e nos fechamos para a próxima fase se não reagimos.

Rumi e todos os grandes santos e mestres sufis ensinam que um coração partido é um coração aberto também para a alegria - O polimento do vidro da lanterna deve ser feito para que a sua chama interior possa brilhar e nem sempre sozinhos conseguiremos realizar esse trabalho "técnico".

Não podemos deixar que a nossa "Luz" interior se apague e para metabolizar a nossa dor mais rapidamente e mais plenamente, devemos parar de convidar problemas para as nossas vidas e também de participar das atrapalhadas que o resto dos tolos promovem no planeta terra.

Se é preciso uma mudança externa para realizarmos mudanças internas, essas mudanças internas também nos ensinam a enxergar com outros olhos o mundo externo, principalmente a aceitar visões diferentes das nossas para conviver melhor com as pessoas.

Você vai entender melhor se assistir ao vídeo abaixo... Eu não posso falar sobre ele, pois não diria tudo. Se não tem tempo agora, volte outra hora. Não é mais importante para mim, pois já assisti. Mas quem sabe seja bom para você, que pode estar tão contaminado com as picuinhas do cotidiano e não consegue enxergar a "realidade".
Elizabeth Lesser é a cofundadora e conselheira sênior do Instituto Omega, o maior centro de educação de adultos nos Estados Unidos com foco em saúde holística, psicologia, bem estar, arte e espiritualidade.

Lesser estudou com professores de renome como o Dalai Lama, Deepak Chopra, Thich Nhat Hanh, Ram Dass, e muitos outros. Na década de 1970, ela vivia em uma comunidade espiritual e trabalhou como parteira. É mãe de três filhos, autora de dois livros e realiza workshops sobre inteligência emocional e transformação espiritual.

Por muitos anos ela organizou uma série de conferências destinadas às mulheres: "Para o nascimento de uma nova história humana: Mulheres e Poder", diálogos com mulheres líderes de uma variedade de disciplinas, incluindo governo, ativismo, religião, mídia e artes.

À partir de 2008 começou a trabalhar com Oprah Winfrey conduzindo discussões com Ekhart Tolle; também um autor que responsabiliza a bagunça que reina no mundo pela negligência de cada um de nós que se orienta através do ego. Ui! Essa doeu!

Assine para receber os textos do "Luz de Luma" em seu e-mail ou acompanhe pelo Facebook

51 comentários :

  1. Que lindo momento,Luma! Lado mistico e guerreiro numa só, andando juntas.Juntas, sem perder a graciosidade,apesar de guerreira. E perceber que após um "almoço!" nada imediatamente mudou, isso vem com o tempo.Mas uma semente ficou! beijos, ótimo fds! chica

    ResponderEliminar
  2. Luma bom dia! Esses pensamentos me remeteram a acontecimentos recentes.
    São dois lados da vida: Um conhecemos muito pouco as pessoas e o que elas estão passando, por isso julgamos demais. Outro, as pessoas não são totalmente sinceras e abertas pra se expressarem e deixarem com que o outro saiba o que estão passando, por isso acabamos julgando.

    E eu continuo aqui pensando em meu acontecimento recente e tantos outros semelhantes a ele e me indagando sempre: por que não sinceros e abertos suficientes, mas prefiram se esquivar e deixar com o que o outro os julgue?

    Sou mais simples e não me entra na cabeça essas atitudes de deixar o outro sem saber como eles de fato são e por que agem de tal maneira...

    Enfim... Será que eu estou errada?

    Um beijo e um sábado tranquilo e transparente!!!

    ResponderEliminar
  3. Muito interessante o vídeo.

    O outro visto com um olhar novo.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Um vídeo que não mostra nada novo, apenas traz à tona o que deveríamos fazer sempre, respeitar as dferenças e aprender com elas, não sermos detentores das verdades, a verdade é um campo amplo e irrestrito onde sempre cabe preceitos e conceitos diferentes. Em meu próximo almoço vou convidar alguém bem diferente de mim. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo, Janeisa!
      É do encontro e confronto de duas idéias que poderá no mínimo cada um sair com duas, ou uma terceira, conciliadora!
      A palestra do vídeo só teve mérito pela citação de grandes líderes e bem-feitores da humanidade, que praticaram fielmente, a proposta do texto da Luma!
      Bjs.

      VitorNani & Hang Gliding Paradise

      Eliminar
  5. Oi Luma, vou voltar e ver o vídeo com certeza, seu post também me inspirou e tem tudo a ver com meu trabalho com as mulheres.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Eu também sempre questionei desde pequena sobre a vida,
    sobre a espiritualidade, mas as pessoas não são muito bem aceitas quando questionam demais!!!!!
    Respeitar as diferenças é o básico do básico!
    Bjus e lindo final de semana,amiga!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderEliminar
  7. Lumaaaa! \O/

    Desde que escreveu sobre o papel da religião, estava por vir aqui. Não vinha por estar "entretida" com os gostos e desgostos do Facebook. Que coisa mais sinistra é o face, pois mesmo que não se goste de estar lá, estamos...

    Eu me identifico profundamente com os ensinamentos Eckhart Tolle. Vou ver o vídeo mais tarde já tendo a certeza que o que vem de você sempre me faz bem.

    Beijos, Luma!

    ResponderEliminar
  8. Vou ver esse vida, me interessei.
    Bom final de semana!
    Bjks

    ResponderEliminar
  9. Vi e o vídeo e achei muito lindo, Luma. Vou compartilhar com alguns amigos no facebook. Bjs.

    ResponderEliminar
  10. Como ouvir palestras assim nos sacode, né Luma! Ficamos muitas das vezes comezinhos demais e nos acomodamos diante de qualquer pedrinha no caminho.Gostei demais do tema, da abordagem e da autodefinição da palestrante: guerreira e mística, duas potências dum mesmo espírito.Lindo isso!
    Obrigada por mais este compartilhamento precioso
    Mandei o link pra minha filha que se encontra em Washington fazendo um curso.

    Ganhei mais elementos para reflexão.
    Bom final de semana.Bjkas,
    Calu

    ResponderEliminar
  11. Uma pena que só através do sofrimento, cresçamos ...

    Penso que si, que cada ser humano tem a sua parte de responsabilidade no desenvolvimento da Humanidade .

    Minha querida, lhe dou parabéns pela óptima escolha que sempre faz de seus temas !

    Lhe deixo um abraço fraterno

    ResponderEliminar
  12. Realmente as pessoas procuram espiritualidade nos momentos difíceis, procuro sempre trabalhar a minha, porém é fato, que parece que crescemos quando passamos por dificuldades na vida.
    Abraços. Sandra

    ResponderEliminar
  13. Oi Luma! Então ou você coloca esse adesivo de fechar envelope na geladeira ou copia o desenho de um pinguim da net, repassa pro verso de um papel contact preto fosco, recorta e é só colar enjoou tirou, bjus Ah adooorei sua visitinha

    ResponderEliminar
  14. Não conhecia o vídeo e achei interessante a mensagem que deseja passar. Se cada um se sentisse responsável pela convivência certamente teríamos um mundo melhor
    Um título bem chamativo e temática bem desenvolvida.
    bjs

    ResponderEliminar
  15. Oi Luma! Gosto muito dos vídeos que encontro no TED, este não conhecia. Outro dia passei um da Chimamanda sobre o conceito único e deixei meus colegas de trabalho refletindo bem. Pode crer que vou adotar este. Devemos nos preocupar com a convivência, com os sentidos que andam diluídos pela tecnologia mal utilizada. Um beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Me esqueci de dizer que também tenho duas personalidades principais, mística e guerreira, só que minha guerreira é mistica, rsrsrsrssr

      Eliminar
  16. Olá, Luma,

    Hummm...."parar de convidar problemas para nossa vida"...nossa - que bela reflexão!!!

    É preciso muita atenção, disciplina, otimismo, atitude para mudar isso.

    Luma, gostei das colocações da Beth.

    Ela nos convida a trabalhar a tolerância para com as diferenças do próximo.

    E isso não é fácil...humildade, humildade...acho que começa por ai....

    Acho que pessoas que querem evoluir, são guerreiras e místicas sim.

    Guerreiras pois valorizam e tentam melhorar toda espécie de abuso contra os seres de sua espécie e das demais.

    Místicas, pois em algum momento olha para esse céu infinito, esse mar sem fim, essas flores coloridas, etc... e sente pelo menos doçura em estar viva...a alma se enleva...sabe...sem aqueles questionamentos vazios que nunca terão respostas, nunca mesmo...acho que a Criadora (or) disso tudo colocou o grande mistério do "antes e do depois", para por limites à arrogância, prepotência e orgulho dos humanos...hehehehe

    Querida, tenha um domingo com muitos sorrisos!!

    beijinhos,

    Lígia e =^.^=

    ResponderEliminar
  17. Mais um tema e uma reflexão de suprema importância amiga Luma.

    Está em cada um de nós modificar o mundo, basta não desistir de enviar mensagens como esta.

    beijinho, bom domingo e boa semana

    ResponderEliminar
  18. Como sempre me deleito com teus posts... Almocei e jantei :-)

    Olá querida amiga. Este não é um comentário comum, mas um convite (spam claro kkkk) Nosso dia é todo dia, mas dedicaram um dia a nós: o 08 de março, que assim seja, mas na Ilha dedicamos uma semana inteirinha para nos kkkkkk venha minha amiga, vamos nos juntar, ficar juntas e misturadas. Grande beijo cor de rosa no coração.

    http://folhas-da-ilha.blogspot.com.br/2015/03/semana-da-mulher-2015-na-ilha.html

    ResponderEliminar
  19. Muito legal Luma.Vi o vídeo todo.É sempre muito dificil a gente se colocar no lugar do outro,daquele que pensa diferente...cada um acha que tem razão e o outro não.Acho que se eu convidasse alguém bem diferente de mim pra almoçar,comer seria a última coisa que faria...Mas ia tentar entender as razões do outro,juro!Boa semana!

    ResponderEliminar
  20. Boa noite Luma.
    Excelente o texto e o vídeo é mesmo imperdível.
    Eu desde muito tempo talvez lá na juventude cristã, eu concebi um pensamento, de que só me entenderia a pelo outro e isto martelou minha mente por longo tempo. Sabia que o outro poderia me moldar e eu a ele, que talvez assim deveria ser o mundo baseado na tolerância. Hoje lendo e ouvindo o vídeo achei semelhança de proceder. Convidar o outro para almoçar é de uma profunda provocação no nosso viver e reaprender de relação,
    Resume-se em tolerância bem resolvida e assim o convidar deixa de ser um ato perigoso e ou confuso.
    Sempre atenta numa bela partilha, que faz barulho na cabeça e crescimento de opinião.
    Gostei.

    ResponderEliminar
  21. Luma,
    Eu sempre fui questionadora desde pequena! Acredito que era a ovelha negra da familia, rsrsrsrsrs
    Respeitar as diferencas sempre foi o meu lema! E nao somos detentores da verdade! Excelentes video e postagem! Bjs e uma semana de paz!

    ResponderEliminar
  22. Luma, tudo bem com você?
    Mais uma vez muito obrigada pelo texto-puxão-de-orelha e pelo video.
    A princípio quando li o título do video pensei: que delícia mesmo convidar alguém para jantar mas depois que assisti o video percebi que é muito mais difícil do que eu estava imaginando porque é fácil amar os iguais agora os que pensam diferente de nós, são outros quinhentos bem grandes e pesados.
    Mas adorei a provocação e a lição.
    Tenho vivido um deserto, seco, arrido, extenso e 'as vezes não sei o que fazer ou para onde ir. Ao mesmo tempo parece que os amigos somem e as pequenas ajudas/ luzinhas no final do túnel aparecem de exatamente quem eu menos esperava.
    Abraço apertado e ótima semana para você.
    Grá

    ResponderEliminar
  23. Oi Luma!
    Vídeo interessante...
    Convidar 'O outro' para almoçar soa legal.
    Mas quando a pessoa tem um estilo de vida que nos assusta,
    não é tão simples assim.
    Porém entendi o recado.
    O que Elizabeth Lesser propôs é um desafio...
    No entanto, se conseguirmos manter um nível elevado na conversa
    com 'O outro', sem a intenção de mudar a pessoa,
    e saber também ouvir e respeitar, teremos tido então um almoço produtivo...
    Bjs!

    ResponderEliminar
  24. Temos preguiça de viver, por isso nos orientamos pelo ego. Deixamos nossas emoções mais rasas comandarem nossos dias e seguimos pretendendo uma falsa superioridade... "não existimos sem o outro", de fato. Esquecemos que tudo, absolutamente tudo tem dois lados... e que o equilibro de viver, estar vivo, ser e estar presente, não é ser "ene por cento" mais ou menos do que o outro. Viver em plenitude e sem preguiça, dificil! Mas tem que querer :)... bjo!

    ResponderEliminar
  25. Relacionamento não é coisa fácil, mas com amor e disposição há muito lucro...
    É um grande desafio amar (conhecer) a Deus, a si e ao próximo... Sim, as dores e travessias da vida nos levam a olhar para o Alto, Céus e questionar a existência...

    Beijos e hoje temos bolinho por lá... Rsss... Muita paz!

    ResponderEliminar
  26. - Zaqueu, desce da árvore, pois hoje irei pousar na tua casa!

    ResponderEliminar
  27. É uma assunto bem constrangedor , pois ao mesmo tempo que fazemos queremos
    volta, o ser humano é assim,falho, por isso jesus fez perdão, é o que o mundo está precisando, relações sempre terão atrito, é fato.
    Mas cabe a nós darmos uma passo de cada vez.
    beijinhos


    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  28. Olá Luma,
    muito bom esse desafio de Lesser, mas só será possível em casos muito específicos, aqui, por exemplo, "o outro" escolhido era uma pessoa, que, apesar de lado político oposto, estaria aberta ao diálogo e ao novo. Não funciona com uma pessoa arrogante, sem civismo, que não sabe a regra básica da convivência e do diálogo. É uma ideia genuinamente boa, mas na prática torna-se um pouco complicado, a não ser que limitemos nossa escolha a pessoas que já sabemos "abertas a novidade".
    Mas, não tira de absorver e reter a mensagem e, no dia a dia, criar meios para o diálogo e a aceitação do outro, claro que sim, e penso que, pessoas que realmente possuem um espírito de paz, é isso que procuram na vida. Mas, não é, de todo, fácil.

    bjn amg

    ResponderEliminar
  29. Oi Luma
    Um vídeo que nos faz mais questionadores e reflexivos.
    Estar aberta ao outro, aos seus anseios e desejos mas ter discernimento suficiente maduro para não se deixar manipular em nome de um sentimento de bem querer. A base de uma boa convivência é um diálogo aberto e franco mas franqueza não pressupões atirar pedras embrulhadas em flores para disfarçar a ofensa que vem embutida nas sutilezas mal empregadas.
    Conviver respeitando as diferenças é uma atitude que promove a paz e o companheirismo

    Uma boa semana para você
    Beijos

    ResponderEliminar
  30. Oi Luma!
    Muito bom o vídeo. Não pude ver todo, mas com certeza volto p/terminar.
    Bjsssss querida e uma semana de muita paz, sucesso e abençoada p/vcs

    ResponderEliminar
  31. Temos varias personalidades, dentro de um só corpo.
    E o bom do ser humano é qdo ele quer evoluir, qdo quer sair do raso.
    Isso envolve várias personalidades apresentadas no vídeo que acima de tudo tinham amor. Amor pela vida e pelas pessoas.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  32. Luma...suas escolhas são sempre fantásticas...servindo para refletir...para despertar pensamentos e opiniões!
    Boa escolha...e que não seja só para almoçar...o convite!
    Bj amigo

    ResponderEliminar
  33. Lindo vídeo Luma, mas nem sempre as diferenças são respeitadas.
    Beijos, ótima semana

    ResponderEliminar
  34. Nos momentos difíceis podemos ficar menos racionais e, por isso, há muita gente que faz tudo, desde promessas impagáveis ao recurso à bruxaria...
    Não vi o vídeo (verei mais tarde), mas o teu texto já é bem suficiente para uma reflexão sobra o assunto.
    Um excelente post, como sempre.
    Boa semana, querida amiga Luma.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  35. Olá Luma,
    Muito interessante esse vídeo.
    Obrigada pela sua lembrança no meu aniversário.
    big beijos

    ResponderEliminar
  36. Caramba!
    Me pergunto onde vc encontra tantas inspirações.
    Como sempre digo, o pior do mundo está em nós e como é difícil mudarmos e tão fácil sermos preconceituosos.
    Adorei o vídeo.
    Estou lendo um livro sobre o Fernando Henrique e ao lê-lo descrever parte da sua vida quando conheceu Lula e das lutas que Lula passou, pude sentir algo que Elizabeth fala em sua palestra.
    Sinceramente, isso é possível sim, mas um exercício diário, pois como é difícil convidar "O Outro" para almoçar, né?

    Adorei, Luma, parabéns!
    Abraços e lindo dia.

    ResponderEliminar
  37. Passando para deixar um abraço parabenizar vc mais
    uma vez estou um pouco afastada do Blog mas aos poucos
    vou visitando meus queridos amigos e amigas

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderEliminar
  38. Essa do ego doeu mesmo, pois nesse mundo secularizado o que mais se faze é engordá-lo! Eu sou uma que anda convidando problemas para a minha vida. Também detesto me desgastar com picuinhas! O vídeo deu-me até uma visão romântica desse convidar o outro para almoçar. Será??? Beijos e que vivas uma semana feliz!!

    ResponderEliminar
  39. Olá querida Luma! Paz e Bem! ♥
    Gostei muito do vídeo, não importa de qual lado você está e sim
    respeitar as diferenças.
    A vida é tão simples e nós que complicamos quando questionamos demais!

    Um grande beijo e tenha uma semana repleta de bençãos!
    Andréa ♥

    ResponderEliminar
  40. Oi quelida volto para ver o video com calma meu cp tá lento!
    Ótima 3ª feira para vc!
    Obrigada pela visita
    Beijos Coloridos em 2015!!!♥♥♥

    ResponderEliminar
  41. Oi Luma!

    Por algum motivo não consegui assistir o vídeo (vou tentar novamente) mas o post está perfeito. Elizabeth Lesser é muito boa no que faz. Bela lembrança no mes de Março.

    Obrigada pelo carinho de sua msg "carioca" lá no BM.

    beijo grande querida.

    ResponderEliminar
  42. Oi, Luminha,

    Eu não conhecia a Elizabeth Lesser e gostei muito das idéias e propostas dela, este vídeo é ótimo! . O entendimento dos diferentes é sempre possível, embora em muitos casos possa ser também um grande desafio. Concordo inteiramente que bagunça reinante no mundo é resultante do fato de nos orientarmos pelo ego, rsrs.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  43. Muito bom, Luma! Obrigado, amiga; boa semana.

    ResponderEliminar
  44. Oi Luma, penso que para o "almoço" dar certo haveria que existir a mesma sintonia na intenções, caso contrário...no mínimo uma disputa de egos. Hoje em dia nem precisamos convidar para almoçar para conhecer o outro lado, as redes sociais põe a mesa e nos digladiamos diariamente.
    As pessoas acreditam que sua verdade deve ser a verdade do outro também...todo mundo pensa assim e no final das contas ninguém se entende e nos isolamos.

    Beijos

    ResponderEliminar
  45. Oi Luma!
    Fiquei pensando em quem convidaria para "almoçar" e pensei em muitos que precisam deste "almoço"... o egoismo será uma das causas, caso sejamos extintos deste planeta azul. infelizmente.
    Bjooooooooo.

    ResponderEliminar
  46. Tenho de voltar para ouvir a palestra! Mas desde já concordo que nos preocupamos muitas vezes com miudezas que acabam por se instalar num lugar que não merecem mesmo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  47. Já começo a repetir-me mas a verdade é que me enquadro sempre no que escreves, sendo sempre excelentes as citações, os links ou os vídeos que partilhas, Luma.
    Muito cedo me caracterizo como uma curiosa nata, sendo que o desconhecido me atrai quer lhe chamemos místico, esoterismo, espiritualidade.
    Também sempre elegi o outro como parceiro do meu crescimento. Sou, geneticamente, tolerante mas lutadora pelas causas em que acredito.
    Parabéns, uma vez mais, pela pertinência das temáticas que abordas.
    Bjuzz, Luma :)

    ResponderEliminar
  48. Espetacular, Luminha! Eu exercito bastante esta sugestão de "entender" as partes. Meu círculo social é variadíssimo. Um dia conversaremos sobre isso. Entretanto, fica meu aviso, tem gente que é pirada *mesmo* e precisa se tratar. Não é questão de falta de compreensão não. rs Beijos

    ResponderEliminar
  49. Querida Luma
    Obrigada por me ter dado a conhecer essa grande mulher!
    Gostei muito do vídeo.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor