Prazeres ao amanhecer

Chanel e Arthur Boy Capel

Coco 1913 with boy Capel

Enquanto voltava de uma pequena viagem e lia "The Allure of Chanel", pensava no glamour do passado e no modo com que a maioria dos casais atuais não valorizam os detalhes dentro das relações.

Como homens e mulheres cumprem seus papéis na conquista diária?

Percebemos a cumplicidade do casal pelo modo como um olha para o outro, no tom da voz, no toque inconsciente das mãos e nos gestos involuntários de carinho. As preliminares não precisam de uma cama ou hora para o sexo e podem começar logo pela manhã, na promessa embutida em um beijo de despedida que faz a imaginação voar o dia todo.

A imaginação é o afrodisíaco mais poderoso do mundo.

Leio com certa crítica algumas notícias sobre o Valentine's day e por certo que os artifícios vieram em prol da disfunção sexual e não da disfunção emocional - É como se a pílula azul fosse preencher também os vazios das relações. Também penso nas mulheres que se posicionam de modo a afrontar outras mulheres - querem ser admiradas? - e esquecem que direitos conquistados não deve se confundir com o direito de também ser feminina.

Li a coluna do Aldir Blanc, no "O Globo", no dia 13.02.2011 (impresso) entitulada "Ficantes, periguetes & cia" que ao final encerra com um pedido:

"Espero que vocês sejam cada vez mais livres — e, dependendo do que a vida lhes aprontar, menos fáceis" - ele como representante masculino, sente-se "abaloli, abilolô, abinladendô" e dá seu pitaco:

"Sinto-me apto para dar um palpite sobre uma das grandes questões freudianas: o que as mulheres querem? Freud errou nessa. Querem ser gostadas, acolhidas, desejadas também, ouvidas. Não há nada mais solitário do que a mulher que expõe ao companheiro um problema e é cortada pela frase do bestalhão olhando a telinha:
— Esse Thiago Motta é um perna de pau!
Ou, finda a pífia ejaculação, o estrupício rolar, já roncando, deixando a mulher literalmente de lado e, pior ainda, ausente de si mesma"

E fala de si: "Não sou Zé Galinha. Preciso de tempo, romance, paixão"

Se você tiver cadastro no "O Globo", pode ler o texto completo na versão digital, bastando colocar o título e a data de publicação no "Busca". Se não tiver cadastro e achar complicado fazê-lo, coloque no search de pesquisa da sua internet, o título "Ficantes, periguetes & cia" - que um blogueiro copiou o texto na íntegra. Não vou linkar porque não alimento "Blogueiros Parasitas".

Como tudo é cíclico, vejo homens e mulheres retornando a uma postura mais cautelosa nas relações. Particularmente nós mulheres, queremos mostrar que o nosso lado delicado não deixou de querer ser mimado e que gostamos muito de homens gentis, inteligentes e fogosos.

Lógico que não poderia deixar de terminar este post, dizendo que nós mulheres, sem exceção, odiamos os homens pão-duros e eu tenho quase certeza que o feminismo foi inspirado em um destes estrupícios - essa foi só para alfinetar os sovinas! E não adianta vir aqui dizer que cometemos excessos, tudo intriga!

*Acima me refiro também aos sovinas de emoções.

Ah, sim! Tudo o que pensei acima foi quando lia o trecho do livro que narra a primeira noite de amor de Coco Chanel e Arthur "Boy" Capel em uma suíte do Hotel Ritz Paris.

Este post merece uma segunda parte :) me aguarde!

25 comentários :

  1. Realmente é mesmo fascinante quando se está numa relação onde a cumplicidade é tanta, que basta uma simples troca de olhar para conversar algo que só ambos podem entender. Para além do "mágico" sentimento da paixão e do amor, é uma realização emocional.

    Beijo Luma :)

    ResponderEliminar
  2. Realmente é um assunto que dá panos para mangas (bem comprida...) rsrss

    As relações amorososas tem códigos de convivência que vai se transformando com o tempo e com amor...

    Vou te contar uma: Este mês eu e o maridão estávamos numa grande loja de departamento, cada um para lado diferente selecionando CDS e DVDS (quando viajamos tentamos nos atualizar), de repente nos reencontramos felizes da vida porque achamos o DVD Luau do Nando Reis, que o nosso "abençoado" havia riscado, Falamos até juntos "achamos" e caímos na gargalhada...
    Acho que uma boa relação é você compreender e tolerar, espinafrar e amar a alma do outro.

    Ah! Já se espertou do marasmo do amanhecer?

    Beijos linda!

    ResponderEliminar
  3. Querida, eu entendi o post e tal, mas nao sei se a mensagem desconfigurou ou se foi meu pc, ou meu sonho... as o texto está truncado... help me!

    bj

    ResponderEliminar
  4. Olá vim agradecer o carinho e virar seguidora do seu cantinho sabe amei tudo e justamente o texto era algo que eu precisava ler hoje, concordo com a Bia : Acho que uma boa relação é você compreender e tolerar, espinafrar e amar a alma do outro. tem que ter muita paciência e amar muito a almo do outro a tolerancia é o fato principal neste caso. mil bjos obrigadäo pela visita, mil bjos fica com Deus.

    ResponderEliminar
  5. A pergunta foi mais do que pertinente, mas vc estava certa: naquele contexto a "fome morta" é igual a saciada, portanto vc entendeu - claro que entenderia!!!

    Bj grande!

    ResponderEliminar
  6. Olha Luma, uma relação baseada na cumplicidade é muito mais prazerosa.
    Big Beijos

    ResponderEliminar
  7. Aguardarei ansiosa.
    Decepciona o artificialismo das relações atuais...
    BJs.

    ResponderEliminar
  8. Lumita, minha querida, com certeza, precisa de uma continuação,sim! Ando vendo as antigas feministas voltando atrás e dizendo que homens e mulheres são diferentes e não há como querer fazê-los iguais, pq não são. Mas no entanto, o que vemos hj é uma erotização e uma banalização da mulher como se fossem os antigos "galinhas", papel antes ocupado pelos homens. Não sou puritana, tampouco fui feminista, apenas feminina e abismada com o papel tenebroso que as meninas de hj vem assumindo. Ótimo post, Lumita! Beijos,

    ResponderEliminar
  9. Oi Luma
    Assunto que "dá panos para mangas". Relacionamento/amor/cotidiano/rotina.
    O tempero da relação fica na gaveta do tempo da conquista, como se ela tivesse um tempo.

    A conquista está é que precisa ser desengavetada para colorir o dia-a-dia dos casai.
    bjs

    ResponderEliminar
  10. Cumplicidade de olhar, de sentir, apenas um olhar pode ser mágico e eterno!
    Adorei a referência a Coco, estudei um pouco a vida dela por causa dos filtro solares que já usava nos anos 50. Ela sempre foi uma mulher à frente de seu tempo. Fiquei com vontade de ler o livro!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  11. Esse tema é bom por demais. E vem bem de encontro com o livro que estou lendo de Rubem Alves "VARIAÇÕES SOBRE O PRAZER".
    Espero com ansiedade a continuação do texto.
    ainda bem que eu não sou fã do feminismo, e olha que participei do movimento em áureos tempos amiga...e faz tempo viu...kkkk
    gosto mesmo e do maridão que hoem esse meu.
    Beijos meus!

    ResponderEliminar
  12. Obrigado pela dica, Luma, e você, andou viajando?
    Beijos, Mauro

    ResponderEliminar
  13. Linda e Estimada Amiga:
    Uma bela e conclusiva eloquência verbal sobre as relações humanas entre casais. Os aspectos profundos entre casais e suas condutas existenciais.
    Concordo em tudo com a sua majistral lição de vida, no que concerne a este assunto.
    Dá-nos uma sensível reflexão de sensatez e sobriedade do seu sentir, pensar e estar maravilhosos.
    Excelente e notável, é como classifico a sua exausta e profunda reflexão.
    Parabéns pelo Ser Humano gigante que é.
    Adorei.
    Abraço amigo ao seu génio criativo e postura cívica, respeitadora e exemplar.
    Adoro tudo aqui.
    Com constante admiração ao seu sentir de ouro puro fantástico.
    Com respeito e elevada estima.
    Sempre a admirá-la

    pena

    MUITO OBRIGADO pela sua amabilidade.
    É linda, sabia?
    Bem-Haja, enorme amiga.
    É extraordinária.
    Honra-me, a sua preciosa amizade.
    Parabéns pelo blogue que desconhecia e vai ser alvo da minha opinião constante.
    É maravilhosa e doce no que concebe de ternura sem fim.

    ResponderEliminar
  14. As relacoes entre homens e mulheres sao diversas, onde cada casal cria um modelo para si.
    Mas, eu acho que os homens sovinas sao, ao meu ver, os que mais me estressam.

    Eles sao , junto com o mulherengo, o que mais zombam das mulheres.

    Eu, particularmente, ainda nao cruzei com um por que eu sou clara, desde o princípio. EU NAO SENTO EM UM RESTAURANTE COM UM HOMEM PARA EU PAGAR CONTA ALGUMA.
    Sabe por quë? Por que muitos deles, sovinas de uma figa, usam os direitos iguais para embananar mais o caldo.

    kkkk

    Mas,

    se eu viajar entre amigos, eu pago o que me diz respeito. E até concordo em dividir contas. Mas, com home que comigo convive, faca.me um favor...

    TÔ FORA!!!

    Quanto ao viagra e afins no VALENTINE´S DAY, eu acho que o DIA DOS NAMORADOS nao é um dia para se comemorando transando(sim, isso mesmo o termo).

    È um dia, para se comemorar relacoes de amor que, necesasriamente, nao estao implicitas no sexo.-


    Aqui, na Suécia, o Valentine´s day é o dia de vc celebrar o amor...pelo amigo, irmao, marido, esposa, filho, etc.

    Nao tem conotacao -tao-somente- sexual. É estendido a sentimentos de amor, mesmo. Por que, para se ter envolvimento sexual com alguém, faz-se melhor por amor - nao se precisa AMAR!

    E, nao creio que usar viagra no dia dos namorados vá salvar o casamento por que, a realidade tem me mostrado - eu digo com conhecimento de causa - que sexo nao é tudo na vida do casal e que muitos casais conseguem viver a infinitude do amor, justamente quando a libido de um se foi.

    Por que amar alguém no nascer do sol é muito fácil, LUma.


    Eu quero ver vc amar, QUANDO O OCASO BATE NA SUA TESTA. QUANDO PARCEIRO TE OLHA E DIZ: PUXA VIDA...NAO CONSIGO MAIS VIVENCIAR O SEXO.

    Aí, sim, o AMOR OU VIVE OU MORRE...Por que amar alguém quando o borbulhar do champanhe pipoca é muito, muito fácil...Mas, o mais belod e tudo é vc acordar com alguém que vc sabe poder contar em todas as ocasioes,...

    DIAS FELIZES

    ResponderEliminar
  15. Sovinas de amore e de emoções não dá pra querer por perto na hora de dividir uma vida.Credo! Sai de mim!rsrs...

    A "deixa" pode ser dada com um sorriso mais marotinho e tantas coisitas mais que nos levem até lá...

    Esse tema foi muito bem escolhido , como sempre por aqui!

    um beijo e a continuação será agradável de ler igualmente.

    Obrigado pelo carinhopor lá!Tuuuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  16. Acredito que a Tv e a correria, o rumo que a sociedade tomou para marchar em busca do capitalismo que satisfaça, atrapalhe o casal em primeiro lugar!...

    Adorei, não vou linkar pois não sou Blogueiro Parasita, realmente tem muita gente que só copia e cola! rssss

    Vc é genial Luma!

    Ah e eu assisti ao vídeo, eu sinto o narcisismo patológico, como uma característica latente nos psicopátas... e que deve ser tratado mesmo!

    Eu vim também te convidar a ir me visitar hoje lá no Blog do querido Marcelo Dalla, o Dalla Blog neste link:

    http://marcelodalla.blogspot.com/2011/02/os-tipo-de-yoga-participacao-de-william.html

    Apareça por lá e participe também!

    E aproveite para conhecer um pouco mais do meu trabalho além da Blogosfera.
    Grato!

    Beijos de Luz!

    ResponderEliminar
  17. Olá minha Luma Querida,

    Passar por aqui é sempre muito bom!!
    Seus Posts criativos, inteligentes, as vezes polêmicos, são matérias fartas para se pensar, aprender e ...
    Gosto de visitá-la e desfrutar de suas boas energias!!!Parabéns!!
    Outro dia recebi um comentário de uma Amiga sua, Mineira de Muriaé, terra natal de meu pai e uma Irmão.
    Estou indo no final de semana de mudança para ARAXÁ-MG e não para VIÇOSA!!!
    Como minhas casas tem nome estou saindo da CASINHA FELIZ para me instalar na CASINHA VIÇOSA (por ser nova e verdinha), você deve ter feito confusão com as cidades...
    O que importa é que continuo em Minas Gerais nosso pedaço de chão tão querido!!
    Beijo carinhoso, não some não, amo nossas trocas de ideias!
    Regina Coeli

    ResponderEliminar
  18. Oi, Luma!

    Lendo o texto fico pensando que sou eu quem tem que ser mais romântica. Na minha relação sou eu quem deve ser mais receptiva :(

    Beijos!

    ResponderEliminar
  19. Quando a relação é baseada no respeito, o amor é duradouro, e a cumplicidade sobressai a qualquer coisa.
    Só mesmo com cumplicidade e respeito se consegue levar um relacionamento por tantos anos, e sentir, principalmente que se admira o outro.
    Não dá para amar alguém que você não admire.
    Um beijão meu bem.

    ResponderEliminar
  20. Olá, querida Luma
    Sovina de emoção ninguém merece... nem o próprio coitado(a)...
    Obrigada por aderir à nossa proposta da Coletiva Fases da Vida...
    Ia fazer o conite agorinha mas até já linkei vc... a mana me passou...
    Tive que trocar de navegador e agora to pronta pra voltar à ativa nos Blogs... O IE deu pane...
    Bjs bem afetuosos (não sovinas)

    ResponderEliminar
  21. cada relacionamento cria suas próprias regras e sempre se pode mudá-las. O mais legal é saber que podemos escolher como viver. Não sou feminista,acredito no amor e ele implica em responsabilidades. Sem respeito, confiança, cumplicidade e admiração, num dá! Montão de bjs e abraços

    ResponderEliminar
  22. Gostei daki e to fikando...Espero q goste do meu pekeno grande mundo...Bju

    ResponderEliminar
  23. Oi querida
    Adorei o texto! Infelizmente a banalização da mulher é um fato, é so' ligar a TV para constatar. O importante é que ao menos os homens que convivemos tenham uma visão diferente e sejam sensíveis e gentis.
    Muito obrigada pelas dicas do biscoito, adorei - quero experimentar!
    Um abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  24. Por ter vivido quarenta e dois anos ao lado do meu marido posso afirmar que viver junto é uma arte e que diariamente algo novo deve ser acrescentado...
    Em relação ao comportamento dos homens e mulheres nos dias atuais muito fica a desejar...muito! Pricipalmente falta o feminino doce e o masculino protetor!!! É o que eu sinto...
    Belas reflexões matinais...rsss
    Beijo grande
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
  25. Interessante, sendo que as mulheres e os homens deveria ter liberdade para escolher o que quererm ser, mas é claro, sem esquecer que uma relação não pode cair na mesmice...

    Fique com Deus, menina Luma Rosa.
    Um abraço.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor