Meatless Day

Conduza bem seu dia...

bom dia

A Campanha Internacional Meatless Day - "Um Dia Sem Carne", acontece desde 1986, no dia 25 de Novembro com o objetivo de conscientizar as pessoas pela não matança e maus-tratos aos animais, portanto, dia mundial da compaixão aos animais e preservação de todas as formas de vida.

Neste dia é solicitado as pessoas não comer carne, como protesto mundial contra a matança indiscriminada dos animais. Divulgue!

*Pessoal, não deixem de ler a entrevista "Saudade de sua voz", que a Odele concedeu à Eliane Brum da Revista Época.

49 comentários :

  1. Sempre gostei de um bom peixinho grelhado :)

    Abraço!

    ResponderEliminar
  2. Luma, eu estava a mostrar umas fotos para uma amiga, do meu flick, e para que ela achasse o endereço, pedi que digitasse "betoturquinho" no google, final do meu endereço. Aí aparecerão algumas coisas que me deixou curioso. Entre elas, um comentário seu num texto sobre cemitérios de um tal Carlos Romero. Nele você dizia que pessoas da "sua cidade natal" também visitavam os cemitérios para ver obras. Como um bom curioso, jornalista, não resisti em tentar descobrir quem seria luma, que também é de pouso alegre, e cita minhas fotos. Vi seu blog e aqui estou, tentando matar minha curiosidade.

    Beto
    betohektor@hotmail.com

    ResponderEliminar
  3. Olá Luma
    Que boa ideia, não sabia da existência deste dia. Vou divulgar. E vou roubar a sua última frase, que é bonita e forte: por um dia, não se alimente de um animal, alimente um animal. Gostei!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Oi Luma, obrigada pela visita!
    Adorei seu blog! É tão diferentoso!
    Agora que já nos conhecemos vamos sempre tomar café com bolo juntas?
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Acabei de conhecer vc!! :)))
    Que bom que vc veio me visitar!
    Me tornei seguidora do seu bloguito!
    Um grande beijo!
    Clarinha

    ResponderEliminar
  6. Tem um bom tempo que evito comer carne de animais.
    Se observarmos bem, nos tornamos mais brutos, cada vez que estamos com um osso na mão.

    Obrigada pelas palavras de conforto. Você realmente é a Luz da blogosfera.

    Beijos!
    Iza

    ResponderEliminar
  7. E onde se pode ouvir a música?

    ResponderEliminar
  8. Luma,
    Que saudades suas, minha querida!
    Gostei da proposta! Normalmente já não como carne, então não será nenhum sacrifício participar de uma iniciativa tão bacana.

    Um beijo enorme pra você!

    ResponderEliminar
  9. Amiga, vou ficar sem comer carne hoje ! Entro nesta campanha !!!
    Estou de dieta, entao já nao estou tão carnivora como antes...
    E vou pegar emprestado a ultima frase sua !!
    Quanto ao meu perfil, estou achando esquisito, pq ele é um perfil já compartilhado...e eu nao sei como vc nao consegue ver.. sei lá, coisas de internet.
    Bjks e obrigada pelo carinho no nivers da minha mae.

    ResponderEliminar
  10. Luma, li a reportagem sobre a Odele.Cada vez que leio sobre ela me emociono.
    Sobre não comer carne, posso seguir o propósito da data, que nem sabia que existia.Bj

    ResponderEliminar
  11. E por falar em animal,
    450 mil animais foram mortos em 2008 por serem excedentes da “indústria de testes”28 de outubro de 2009
    Por Renan Vicente de Andrade (da Redação)
    "No ano passado, 450 mil animais gerados para testes em animais por cientistas foram mortos, por terem sido considerados excedentes à demanda ou por serem do sexo “errado”, de acordo com um informe publicado pela VWA, autoridade que cuida da alimentação e segurança dos produtos para o consumidor da Holanda.
    Os animais “excedentes”, que custam cerca de 2 euros à indústria de testes em animais, incluem camundongos, ratos, coelhos, gatos, cães e macacos, segundo mostra a publicação.No total, mais de um milhão de animais foram gerados para usos laboratoriais na Holanda, no ano passado.
    O número exato de experimentos feitos em animais foi ligeiramente menor em 2007, segundo a VWA. Dos experimentos, 52% foram feitos para estudos científicos e 37% para o desenvolvimento de novos medicamentos. "


    ***********************************************
    Isso na Holanda...
    Se pegarmos em termos mundiais esse número de população animal usada em vivissecção e não usada será assustador. Só a UNILEVER detém um número cruel de mortes anual.

    Por amor, compre produtos sem crueldade.
    Consulte o site do PEA ou do PETA e veja a lista.
    ***************************************

    Luminha que tal fazermos uma dupla eu escrevo voce canta, hummmm acho que é uma boa idéia..rsssss

    Beijos e fica com as benções de Deus!

    ResponderEliminar
  12. Luma,
    Acompanho o caso de Flavia por muitas vezes incluo elas em minha orações, porque esperar "justiça" nesse país é morrer a cada dia.

    Fiquei emocionada com a entrevista de Odele!

    Beijos

    ResponderEliminar
  13. O fato de ainda matarmos animais para comer é uma prova de que ainda estamos na pré-história.
    Bjooooooo!!!!!!!

    ResponderEliminar
  14. Oi Luma,

    Vim aqui agradecer suas lindas palavras lá no Mosaicos...adorei sua visita e também seu blog. Eu fui vegetariana por 10 anos sabe? Por incrível que pareça foi a gravidez que me fez voltar a comer carne... mas não sou aficcionada não. Passo sem fácil, fácil...

    Volte lá no meu cantinho. Eu, com certeza, voltarei aqui no seu...

    Abraço,

    Cacau

    ResponderEliminar
  15. Luma, casualidade ou não hoje não comi carne, mas não sabia da data.

    Já li a reportagem lá na Odele. Ela sempre me emociona, eita mulher guerreira!
    Bjim.

    ResponderEliminar
  16. Olha, não sabia da data... repassei logo prá minha filha, que é vegetariana.

    Uma noite de paz, Luma!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  17. Vim agradecer a sua visita no blog uma Interação de Amigos.
    Fiquei muito feliz com a sua presença;
    Se vc. gostou da história de Regina, passe na Curiosa e vote. Ficarei muito feliz com este seu presente.
    Veja lá como votar. Muito obrigada.
    Sandra

    ResponderEliminar
  18. Pra mim tem algum tempo que não consumo carne...

    ^^

    Qual foi seu cardápio, Luma??? Qualquer coisa, me manda pra postar mo meu blog de receita...

    tabacoechaverde.blogspot.com

    Abraços!

    Shisuii

    ResponderEliminar
  19. Sinto, mas nessa eu estou fora. O ser humano é um predador e a carne é fundamental para nós.

    Quanto a não comer o que sangra; as plantas também sangram ao serem mortas. afinal de contas, não é a seiva o sangue das plantas?

    O devorar e ser devorado é uma das leis imutáveis da natureza. Pensar nisso como uma abominação é uma teorização equivocada de um fato tão natural como a morte.

    Matar por esporte e com crueldade, isso sim é abominável e deve ser combatido. No entanto, os abatedouros legalizados usam técnicas muito mais "humanas" para abater os animais do que antes.

    Para mim, a carne é fundamental na minha dieta. Seja bovina, de pescado ou de aves.

    ResponderEliminar
  20. Oi Luma.
    Não sou exatamente um exemplo quando se trata de respeito aos direitos dos animais. Na infância fui não apenas um predador de pássaros, cobras e peixes, preás e outros exemplares da fauna, movido apenas pelo prazer de exterminar (com exceção dos lambaris e carás que a mãe fritava na frigideira e eu adorava devorar), mas também um torturador de gatos sem outro objetivo que não fosse me divertir com o pânico dos bichanos. Porém, desde a adolescência abandonei estes hábitos nocivos às outras espécies animais, mas jamais cogitei renunciar aos hábitos alimentares carnívoros. Gosto de carne, seja ela de gado, ovelha, peixe, galinha, porco, ovelha e outras que ainda não provei. Neste aspecto, comer animais mortos, acho que a matança - como você diz - é legítima. Agora, matar baleias, por exemplo, não acho legal, já que não se trata de um costume alimentar fundamental, mas um capricho cultural. Da mesma forma, não aplaudo o consumo de ovas de peixe (esturjão)com a única desculpa de ser uma iguaria cara e refinada. Já um cordeirinho mamão... hummm...
    Os únicos animais pelos quais tive e tenho afeto e me disponho a proteger são os cães, a saber: Pituba, Dick, Diana, Negrinho, Pirol e, atualmente, o Zeca. Por maior que fosse a fome, jamais colocaria um cão no espeto. Um gato, no entanto, é um caso a pensar.

    Um beijo carnívoro e politicamente incorreto.

    ResponderEliminar
  21. Luma,

    Inventei essa história, mas a nossa 'levada' sempre foi naquele ritmo cheio de encantamento.

    Ei menina linda do meu coração, adoro demais você.

    Beijo bem grandão.

    Rebeca

    -

    ResponderEliminar
  22. Luma tudo bem?
    Espero que sim...
    Lindo post de sensibilização , as vezes é bom ler textos assim =)
    o problema não é o nome dele
    mas a forma como ele disse aquilo

    ele não queria ser chamado de José, mas sim de Josézinho. Porque José era muitooo bruto, muito masculino, muito forte!

    E para além de tudo, ainda começou a chorar porque a amiga lhe tinha chamado de José em vez de Jozézinho...

    Espero que me tenha entendido agora!
    E eu achei que aquela cena era muito fora... Não fez sentido nenhum ele começar a chorar só por causa do seu nome...

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  23. Luma, não conhecia esse dia e até acho muito justo, está mais do que na hora de nos "humanizarmos" mais um pouco.

    Fiquei aqui pensando que, apesar de gostar muito de animais, como carne branca irrestritamente, principalmente peixes. Mas você nunca vai me encontrar maltrando um animal, pelo contrário. E até por causa da blogosfera, parei de comer o patê de fois-gras, que é obtido de uma maneira extramente cruel.

    No dia 25 vou comer carne de soja, que também gosto muito. E, sem dúvida, vou alimentar um bocado daqueles vira-latas simpáticos que perambulam pelas ruas de Friburgo.

    Um beijão.

    ResponderEliminar
  24. Luma,

    Não conhecia essa data. Você já pensou se houvesse, tudo de uma só vez, um dia sem carro, um dia sem matar animais, um dia para dar "bom dia"?

    Beijos e boa quarta-feira pra você.

    ResponderEliminar
  25. Antigamente eu não dispensava a carne. Talvez pela fome que passei em criança.
    Agora, eu já como pouca carne.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  26. Vou tentar seguir a campanha...

    Fique com Deus, menina Luma.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  27. Oi Luma!

    Vou aderir, não me custa - já fiquei anos sem comer carne. Gosto, mas posso viver sem - por opção,não por obrigação.

    beijo grande, have a nice day.

    ResponderEliminar
  28. Enquanto isto... a nossa ajudante, nos primeiros dias de serviços perguntava:

    - Posso pegar dois pedaços de carne?

    ResponderEliminar
  29. Bom dia dona moça, tudo bem com vc?
    Olha, aqui em casa a gente festeja todos os dias porque não comemos carne. O mio amore comia antes, mas hoje ele se alimenta muito bem com verdurinhas deliciosas de todos os tipos e já nem mais suporta o cheiro da carne vermelha, branca e por aí vai. Não comemos carne, para ele é uma experiência mais recente, mas para mim já é algo bem comum, já que eu nunca comi carne em minha doce vidinha. rs
    Uma coisa que me irrita é qdo alguém descobre que eu nunca comi carne e vem com aquelas perguntas "como você consegue?" "como vc substitui?"
    Enfim, sou muito feliz assim. Bjs

    ResponderEliminar
  30. Oi Moça!

    Adorei a campanha! Vou aderir!!!
    Um grande abraço para você!

    Latinha

    ResponderEliminar
  31. Confesso que preciso melhorar nesse quesito. Carne de qualidade alguma? Nem frango, nem peixe, nem nada? Difícil para mim...ainda que seja só por um dia. Faço aqui o “mea culpa”... humpf!

    Eu li a entrevista da Odele ontem, e realmente toca a gente. Na verdade eu já conhecia a história, e passei a entrar num piscina muito mais atenta desde então. É um alerta importantíssimo.

    Luma, nem te conto... antes eu não tinha medo de coruja, mas achava um bichinho feinho. Até um dia em que eu saia de um restaurante num fim de tarde, numa área bem arborizada aqui da região de Campinas, e lá estava uma. Paradinha, inofensiva, com olhinhos refletindo a cor do pôr do sol. Achei lindo e passei a olhá-las com outros olhos.

    ResponderEliminar
  32. Oi Luma,
    Nao como carne de boi/vaca e outras ha muitos anos. Ja li que um bifinho deixa residuos por 15 anos no organismo. Tenho nojo de carne, e sei que faz mal ao planeta ter tantos pastos, por que arvores sao abatidas para isso.
    Enfim, grande idéia esse dia. Pena que aqui no Brasil por exemplo, deixar de comer carne é um sacrificio feito apenas em dias santos. E ja vi comos as pessoas se comportam em sexta-feiras santas, com muita ansiedade para passar logo e comerem mais carne.
    Beijos e o carinho da Cam ( nao tenho conseguido fixar comentarios aqui. Se esse nao fixar tb, te pedirei um hellllp)

    ResponderEliminar
  33. Help Luma!
    Estava olhando o numro de comentarios no meu blog, que tem quase uns 3000 e hoje apareceu la na contagem que so tem 400. O que pode ter acontecido? Alguem pode entrar no meu blog e mudar alguma coisa?
    Beijos,
    Cam

    ResponderEliminar
  34. Milton Toshiba, do cel.03:19

    Maltratar um animal é um ato de covardes.

    Luna não postei aquele artigo, já é a segunda vez que acontece isso. Costumo públicas via email do celular, acho que vou trocar o endereço

    Bjs

    ResponderEliminar
  35. Ai amiga...eu sou carnívora, mas não obessecada. Como vc pode ver obssecada eu só sou pela Twilight Saga, primeiro os livros e depois os filmes...hehehehe. Adolescência retardada esta minha.
    Um cheiro.

    ResponderEliminar
  36. E viva os dias saudáveis!!^^
    Tenho certeza que frutas, verduras, legumes nos deixam muito mais dispostos!!^^
    Adorei a iniciativa aqui no seu blog querida!!
    Beijos

    ResponderEliminar
  37. Não sou vegetariano, já tentei mas não sou.
    Definitivamente como animais mortos.
    Sorry ???
    Bjs!

    ResponderEliminar
  38. Nao sabia da campanha Luma...acho q farei minha parte amanha.

    Ja li a entrevista da Odele e comentei...

    bjs

    ResponderEliminar
  39. Não tenho problemas de ficar sem comer carne, aliás costumo comer muito pouca carne.
    Já fui no blog da Odele, é muito emocionante a matéria.
    Beijos

    ResponderEliminar
  40. Matar versus criar para comer não é crime, crime é quando se faz essa matança por desporto, por prazer e sobretudo sobre algumas espécies para servir os "grandes senhores e seus convidados e grandes empresas de cosméticos e nisto teria muito a dizer)".

    Há uns anos quando era criado "um dia de..." era para chamar a atenção do mundo por uma MINORIA, hoje cria-se "um dia de..." para o quer que seja. Embora não concorde, respeito e já pararam para pensar quantos milhões de pessoas não têm nem uma galinha para comer, porque na luta pela sobrevivência foram comendo "todos os animais abandonados"? Arrepia? pois arrepia mas é a verdade dos vários campos de batalha, dos vários campos de refugiados, onde uma simples lagarta, barata, rato é um pitéu....e custa-me muito falar disto por saber bem o que é estar dentro de uma guerra.

    Por acaso hoje não comi carne, mas também não alimentei nenhum animal, porque sou totalmente contra dar de comida aos gatos e pombos de rua que perdem as suas defesas naturais. Para uma associação de animais também não posso contribuir, porque contribuo apenas para três factores:
    - banco alimentar para a fome
    - AMI
    . Liga Portuguesa contra o cancro
    - e muitas vezes uma refeição quentinha que levo a um jovem que dorme ali num vão de uma escada. Já foi levado para vários locais e foge deles todos retornando ao seu cantinho!

    Li a fantástica reportagem de Eliane Brum da Revista Época e lamento que essa revista não chegue a Portugal.
    Odele é uma mãe e mulher com M GRANDE!

    Beijocas e foi bom vir até aqui

    ResponderEliminar
  41. Estou tentando mudar meus hábitos alimentares há um tempo. Fiquei uma semana sem comer carne e me senti bem melhor, mais leve, sei lá.
    E depois de assistir o documentário 'A Carne É Fraca' é difícil comer carne com tanta "naturalidade" como antes!
    Beijão

    ResponderEliminar
  42. Bela idéia, Luma; bela idéia. Bom resto de semana!

    ResponderEliminar
  43. E naum como carne nunca!
    hehe
    sou vegetariano!
    Bjooos!

    ResponderEliminar
  44. Ora aí está uma boa iniciativa!
    Eu como poucas carnes, por natureza. Não sou vegetariana, mas é uma opção.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  45. Olá, LUma..
    Não sabia dessa data "Meatless Day" - de 25 de novembro de1986..
    Eu passo muito bem sem carne..
    Sei lá, não sei se é minha impressão, mas, tenho notado um odor estranho nas carnes de animais de hoje.. No meu freezer tem é: sorvetes..
    Já faz um bom tempo, mas, assisti um documentário, esquisito na TV. A cena era assim: uma cesta com 6 filhotinhos, fofinhos e lindinhos de cães, a moça pega um na altura do pescoço, lança um olhar sobre o animal, nada de anormal até ai, e de repente, vejo o filhotinho de cão sobre a tábua de carne junto à pia da cozinha; e moça com uma faca, daí um "tchun", deu para perceber um pequeno tremor, ou "grunido" quase mudo do animal, e da altura do pescoço do animal, como se fosse um "zipper" descendo, ela abre o animal sem deixar sangrar,como se fosse para depelar, e de repente, somente as carnes brancas macias sobre estão sobre a tábua, a moça corta em pedacinhos pequenos, e põe numa frigideira para dourar, acrescenta legumes, verduras, e tempêros, e é colocado numa travessa de cerâmica, e leva para outro recinto, onde outras pessoas já esperavam para saborear o prato recém preparado; e por sinal todos pareciam apreciar muito o prato daquele dia..

    Ótima semana!!
    Tchauzinho

    ResponderEliminar
  46. Querida Luma,

    Já fui mais fã de carne, hoje não me faz falta. As opções da foto estão ótimas.

    Obrigada pela referência à matéria de Eliane Brum - comigo e Flavia na Revista Época. Foi bastante grande a repercussão dessa matéria.

    Beijos

    ResponderEliminar
  47. Pois é Luminha, fiquei muito triste tb qdo soube. Pra ser mais exata fiquei muito chocada. Eu tinha esperanças de ele ser encontrado com vida. Coloquei anúncio, fotos dele no meu orkut e acabou que teve um desfecho tão triste.

    realmente não somos ninguém, somos pequenos diante da vida e do destino.

    Quero te pedir desculpas pela minha ausência, mas estou em volta com os preparativos para a minha expõ em dezembro. Ando nervosa, ansiosa, agitada...rs

    Desculpe, tá.

    Vou te mandar meu convite pelo teu email, para guardares de recordação. vai que u dia eu fico famosa...rs

    Beijinhos e pelotinhas

    ResponderEliminar
  48. Acho que nem preciso dizer que aqui em casa os dias saudáveis contabilizam seus 365 dias ano, não é?
    Grande abraço menina

    ResponderEliminar
  49. Interessante não sabia dessa data, comi carne dia 25, mas ontem não comi, tenho tentado ser menos carnívora e mais saudável.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor