Ecologia Humana e a Inclusão Social

Veja as situações apresentadas na figura ao lado.

Você se enquadra em alguma delas? Alguém da sua família? Não? Que sorte!! Sorte mesmo, tente se colocar nestas situações e tendo que transitar por lugares públicos mal conservados e de difícil acesso.

Facilitar o acesso para todos é respeitar o direito de ir e vir dos cidadãos, independente se obesos, idosos, mulheres grávidas, pessoas acidentadas, crianças ou com qualquer deficiência.

A ecologia humana é algo bastante complexo se estudada profundamente, envolve todo tipo de relação do homem com o meio ambiente, tanto físico, quanto a metafísica e não vou me aprofundar. Somente quero que entendam que a responsabilidade de transitar, viver, cuidar, explorar, observar...depende somente do modo como cuidamos do mundo. Somos responsáveis por cada passo que damos e ao nosso redor devemos acatar a harmonia e procurar o bem viver.

A degradação do meio ambiente é proporcional à desvalorização humana
. Você se valoriza, certo?

A ecologia humana se volta para o "meio ambiente interno" do ser humano, significando que o "meio ambiente externo" não está só e que existe uma dinâmica de interação, contínua entre o meio ambiente externo e o nosso meio ambiente interno, somos formadores do universo e devemos respeitar suas leis e dinâmicas. Como isto é possível?

Primeiro respeitando o nosso rítmo natural (relógio biológico) e resgatando as coisas simples que a natureza oferece e, se a vida nos oferece um ambiente hostil, agitado e competitivo, somos os responsáveis por tudo isto que está acontecendo a nossa volta; quando caminha é responsável por onde bate a sua sombra. Eita, não vai querer andar somente ao meio-dia!!

O Homem é o transformador do ambiente e o resultado dele ou ¿Estaríamos preparando o mundo para recebermos alienígenas? É o que parece, porque a cada dia fica mais difícil respirar, transitar e nem digo das relações humanas.

Que tals caminhar pelo seu quarteirão e anotar o que deve ser harmonizado? Uma calçada mal cuidada pode levar a acidentes e o responsável pelo ressarcimento dos danos físicos ou materiais não é a prefeitura e sim, você ou o seu vizinho. Como anda a sua calçada?

Eu resolvi falar da acessibilidade como ítem para inclusão social, justo porque todos podem participar, exigir das prefeituras ou canais de fiscalização, garantias de acesso em edificações e instalações.

Se você não sabe, acessibilidade, é toda "possibilidade e condição de alcance, percepção e entendimento para utilização com segurança e autonomia de edificações, espaço, mobiliário, equipamento urbano e elementos"(NBR-9050 da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT)

E quando falamos em acessibilidade voltada para a pessoa com deficiência e mobilidade reduzida, estamos falando de acesso à educação, à saúde, ao transporte, ao emprego, ao direito de circulação nas vias, prédios públicos e privados, mas não de piedade. A piedade é o último dos sentimentos que uma pessoa deficiente gostaria de estar relacionada.

A Lei de acessibilidade foi regulamentada através do Decreto Lei 5.292 de 02 de Dezembro de 2004 e estabeleceu normas gerais e critérios básicos para promover ações voltadas para a inserção e melhora da qualidade de vida das pessoas deficientes. Passou a obrigar os conselhos regionais de engenharia a exigirem a responsabilidade profissional, declarada na anotação de responsabilidade técnica, fiscalizando as atividades dos projetos arquitetônicos e urbanísticos, desenvolvendo ações de conscientização e capacitação voltadas para os profissionais do conselho, atendendo assim as regras de acessibilidade. O mais importante é que os profissionais atuem como auditores e os agentes de fiscalização do Crea de cada Estado sejam treinados a vivenciar as dificuldades encontradas pelos deficientes no dia a dia.

Eu ia listar as formas de garantia de acesso e aspectos que devem ser observados em relação à acessibilidade nos diversos tipos de edificações e instalações, além da acessibilidade arquitetônica que não diz respeito somente da criação de rampas. Acessibilidade não é somente isto, mas não posso listar aqui por ser informações disponíveis somente para os profissionais da área. Posso indicar um link para que entre com o seu registro ou quem não é da área de engenharia e se interessar sobre essas formas de acesso sob o olhar da lei vigente, me mande um e-mail pedindo.

Este post faz parte da Blogagem Coletiva "Inclusão Social" e quem estiver a fim de saber mais sobre o assunto - até mesmo a definição do termo, que eu não fiz - acesse o blogue €sterança, onde encontrará também a lista com os outros participantes da blogagem. Participe também!

Não se esqueça que ter uma consciência global das questões que o mundo apresenta é se preparar para assumir posições afinadas para a sua proteção e para a proteção das pessoas que ama. Inclusão social pode não lhe interessar hoje, mas você pode precisar dela amanhã.

Boa blogagem!
Beijus

10 comentários :

  1. A blogagem tá ótima . Eu me enquadro em uma das figurinhas hoje e já me enquadrei em outra e me enquadrarei em outras tantas no fututo porque a vida é assim, não é mesmo. Luma vc é dez. Sou sua fã. Finalizado este momento rasgação de seda, tb estou na coletiva. Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Interessante Luma, encontro a Vanessa aqui que me parece ser uma que eu lí como as primeiras blogagens do dia. Acredito que ela more fora, etc... Gostei muito do que ela escreveu se é quem estou pensando, ela trata de gordura, rejeição, etc...

    Seu post é profundo, bom demais!

    Gostei de sua visita e de suas palavras, muito obrigada e lindo o trabalho da Esther.

    Boa semana, bj , CON

    ResponderEliminar
  3. Oi Luma!!

    Um blogue muito legal que ajuda a por em evidência estas questões de acessibilidade e conservação das vias públicas é o "Meu Bairro, Minha Rua"

    Com relação à Blogagem Coletiva, eu aderi, como não podia deixar de ser...
    Preferi desta vez uma abordagem mais crítica ao tema, com o título "Inclusão Social em um Sistema Babilônico".
    #autojabádemimmesmo
    rsrsrsrsrs

    Abração
    Gabriel Dread

    ResponderEliminar
  4. @Conceição, é que acabei de postar, é isso!! Tô atrasadinha mesmo!!

    @Gabriel, eu já fiz o meu #autojabádemimmesmo lá no twitter!! Uai, cada um vende o seu peixe como pode!! :=)))

    @Vanessa, pode rasgar seda, virtual tá? Real dói no bolso!!

    ResponderEliminar
  5. Oi Luma!
    Tentei abrir o seu blog ontem no meu notebook por várias vezes, não consegui...
    Já passei antivirus, mas não adiantou.
    Gostei do seu post de hoje. Acho um absurdo as pessoas estacionarem seus carros em frente às rampas.Não tenho ninguém da família nas condições acima ainda... mas... tudo pode acontecer, portanto, sempre me coloco no lugar do outro.
    Bjo grande.

    ResponderEliminar
  6. Luma,

    O seu texto demonstra que a inclusão social envolve vários aspectos, desde nosso relacionamento com a ecologia até mesmo nosso real papel de cidadão.

    Parabéns.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  7. Como eu ja disse num outro blog que também postou este mesmo tema, temos que parar de falar e escrever e tomarmos mais parte da pratica, parabéns pelo texto

    ResponderEliminar
  8. Oi Lumaaaaaaaaaa!

    Vim agradecer e ler sua postagem coletiva!
    Agradecer porque foi por meio do Luz que tomei conhecimento da blogagem coletiva..
    e ler o que vc tinha a dizer a respeito, porque sempre se coloca de maneira inteligente em todos os aspectos que aborda!

    brigado!
    um beijo

    ótima semana Luma!

    ResponderEliminar
  9. Luma, admiro sua inteligência. Em blogagens coletivas você sempre apresenta textos criativos, que expandem nossa visão.

    ResponderEliminar
  10. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Melissa

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor