Sanatazim Contente [update]

pezinhos

Gosto dos que não sabem viver,
dos que se esquecem de comer a sopa
(«Allez-vus bientôt manger votre soupe,
s… b… de marchand de nuages ?»)
e embarcam na primeira nuvem
para um reino sem pressa e sem dever.


Gosto dos que sonham enquanto o leite sobe,
transborda e escorre, já rio no chão,
e gosto de quem lhes segue o sonho
e lhes margina o rio com árvores de papel.

Gosto de Ofélia ao saber da corrente.

Contigo é que me entendo,
piqueno que te matas por amor
a cada novo e infeliz amor
e um dia morres mesmo
em «grande parva, que ele há tanto homem!»

Gosto do Napoleão-dos-Manicómios,
da Julieta-das-Trapeiras,
do Tenório-dos-Bairros

que passa fomeca mas não perde proa e parlapié...
Passarinheiros, também gosto de vocês!
Será isso viver, vender canários
que mais parecem sabonetes de limão,
vender fuliginosos passarocos implumes?
Não é viver.
É arte, lazeira, briol, poesia pura!
Não faço (quem é parvo?) a apologia do mendigo;
não me bandeio (que eu já vi esse filme...)
com gerações perdidas.


Mas senta aqui, mendigo:

vamos fazer um esparguete dos teus atacadores
e comê-lo como pessoas educadas,
que não levantam o esparguete acima da cabeça
nem o chupam como você, seu irrecuperável!

E tu, derradeira geração perdida,
confia-me os teus sonhos de pureza
e cai de borco, que eu chamo-te ao meio-dia...

Por que não põem cifrões em vez de cruzes
nos túmulos desses rapazes desembarcados p’ra morrer?

Gosto deles assim, tão sem futuro,
enquanto se anunciam boas perspectivas
para o franco frrrrançais
e os politichiens si habiles, si rusés,
evitam mesmo a tempo a cornada fatal!

Les portugueux...
não pensam noutra coisa
senão no arame, nos carcanhóis, na estilha,
nos pintores, nas aflitas,
no tojé, na grana, no tempero,
nos marcolinos, nas fanfas, no balúrdio e

...sont toujours gueux,
mas gosto deles só porque não querem
apanhar as nozes...


Dize tu: - Já começou, porém, a racionalização do trabalho.
Direi eu: - Todavia o manguito será por muito tempo
O mais econômico dos gestos!

Alexandre O´Neill, claro!

sorria!

Assim faço e quando encontro opiniões iguais a minha, dou maior apoio!

[update]- No próximo domingo, dia 31 de Agosto, Mônica Montone será entrevistada pela jornalista Renata Ceribelli no Fantástico (Rede Globo). Prestigiem!

3 comentários :

  1. Adorei ver este novo território.

    Obrigado pelo comentário ao Só Poesias...

    bjs.

    JU Gioli

    ResponderEliminar
  2. Luminha,sempre renovando...Adorei o Lay novo.Estou em falta c vc amiga,adoro seus comentarios no A Revolta e estou passando para conferir as novidades!!
    A respeito do Post eu tenho duas frases que uso no meu blog e acho que se encaixam bem.
    "Falo a lingua dos loucos,porque nao conheço a morbida coerência dos lucidos"
    OS LOUCOS SÃO CERTOS EM UMA SOCIEDADE ERRADA!
    fui!!!!Bom final de semana p vc e familia
    beijokinhas

    ResponderEliminar
  3. Olá!!! Adorei seu blog.. acho que estou no caminho certo... no caminho das feras, espero que você goste do meu! beijos...
    Embalaxé na cabeça e no coração.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor