Portugal é aqui!

Foto: fmborges
Que noite meu Deus, que noite!

Por aqui estamos festejando Portugal, reforçando laços históricos e afetivos desde o dia 11, em um festival gastrônomico, degustação de vinhos, regata do descobrimento, tardes literárias, exposição de artes plásticas, mostra de cinema, apresentação de peças teatrais e shows típicos.
Considerada a sétima cidade mais antiga do Brasil e um dos berços da colonização portuguesa, Cabo Frio se transformou em um pedacinho de Portugal no Brasil. Um pedação, como tem portugas por aqui!
Os cozinheiros selecionados participaram da Clínica Tecnológica ‘Comida Portuguesa’, orientados pelas chefs Mônica Carvalho e Irene Martins. E por conta de tanto empenho, tive que aumentar as pedaladas pela manhã.
Senti saudades da amiga Raquel e seu Arroz de Polvo, o melhor que comi até hoje. Tá lá agora em Portugal e o maridón descansando das Autarquicas. Lê o bloguinho e dá beijus em todos.
Tá pensando o quê? O "luzdeluma" Também é pombo correio!
Alguns fizeram questão de mostrar que nem só de bacalhau vive a culinária de Portugal e além do Arroz de polvo, teve arroz de pato, file à portuguesa, batatas recheadas com lula e camarão, além de sobremesas especiais.
Tantas comidinhas que vocês irão me matar se resolver falar de todas.
A Tarde Literária foi um dos trunfos do evento. Escritores e poetas portugueses, brasileiros e africanos presentes em mesas redondas. Saraus literários representados por escritores brasileiros: Luiz Ruffato, Rafael Cardoso, Antonio Torres, Ivo Barroso, Alexei Bueno, Antonio Carlos Secchin, Alberto Costa e Silva e Luis Alfredo Garcia-Rosa. De Portugal, vieram os escritores Felipa Mello, Helder Macedo, Inês Pedrosa, Paulo Nogueira, Francisco Viegas, Ana Maria Magalhães, Manuel Rui, Mario de Carvalho, Alberto Pimenta e Isabel Alçada.
Querem saber tudo da festa portuguesa em Cabo Frio, cliquem aqui.
Na Casa Scliar - homenagem ao artista plástico Carlos Scliar que rodou o mundo antes de se instalar em Cabo Frio - expostas gravuras da pintora portuguesa Vieira da Silva. E estar ali e cruzar com Serguei parece ser surreal. Alguém conheceu, ouviu falar? e saibam que ele está vivo!
Mas o melhor de tudo, é que, além de ser uma cidade rica em cultura, Cabo Frio oferece uma beleza natural de encher os olhos.



Alguém já viu o rabo de uma baleia jubarte, aqui tem!

Pois é, e pensar que quando conheci essa cidade não pensei em morar aqui. Pensava que aqui só existia verão. Me adaptei e quando estou aqui penso na terrinha, quando estou na terrinha, penso aqui.
Vocês já pararam para pensar como tudo acontece, como as coisas se encaixam na vida?
E ainda nem sei se fiz boas escolhas, não sei o que virá. Não tenho certeza de nada. Somos viajantes em uma estrada torta.
Ou você acha que já está tudo certo?
Boa semana!
Beijus

0 comentários :

Enviar um comentário

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor