10º BookCrossing Blogueiro - Lista de participantes e divulgadores


"A única forma de lidar com um mundo não livre é tornar-se absolutamente livre que o mero fato de você existir já representa um ato de rebelião" Albert Camus.

A frase acima foi usada por Raif Badawi, escritor e ativista, criador do blog "Free Saudi Liberals" em um de seus últimos posts, antes do blogue ser deletado. Para quem não se lembra quem é o blogueiro, ele foi condenado a 10 anos de prisão, mil chibatadas, uma multa em dinheiro de 1 milhão de riyal, o equivalente a mais de 800 mil reais, valor atualizado para 2015 e a proibição de usar a internet até o ano de 2034 - pela criação da página que defendia a liberdade de expressão no reino autocrático da Arábia Saudita e em todos os lugares onde rege a mentalidade árabe da ditadura e segurança.

"Assim que um pensador começa a revelar suas ideias, ele encontra centenas de fatwas que o acusarão de ser infiel só porque ele teve a coragem de discutir alguns temas sagrados. Estou realmente preocupado que pensadores árabes migrarão em busca de ar fresco e escapar da espada das autoridades religiosas..." Raif Badawi

Raif recebeu 50 chibatadas das 950 que ainda precisa cumprir em praça pública defronte uma multidão que presenciou o castigo medieval, numa Sexta-feira de descanso e oração dos muçulmanos. As próximas sextas-feiras das 19 semanas seriam executadas na mesma praça, após as rezas da multidão, o que não foi possível devido ao fato de Raif ter ficado terrivelmente debilitado depois do primeiro castigo.

Olha a situação: Ele está com a saúde precária e pode não sobreviver, mas se sobreviver, receberá o próximo castigo, e mais outro, outro... até que se complete todo o castigo ou que ele morra em consequência deles.

Sua sentença talvez mude por causa da repercussão internacional, talvez para pior. Se isso acontecer, sua sentença será de morte. Parece que tudo o leva à morte, mas se conseguir passar por todas as chibatadas, talvez vire um herói da liberdade... Na verdade ele já é um herói, penso eu. Isso nos leva a concluir porque antes de morrer, o Rei Abdullah recorrer ao seu favor. Tantos talvezes... imagina como anda a cabeça desse defensor da liberdade!

A Anistia Internacional diz que Raif é apenas um de muitos...

São pessoas que não podem emocionar àqueles que vivem alheios ao que está acontecendo. São muitos os que participam da construção da história. Histórias não inventadas, histórias reais e que agora, uma delas está em livro.

Veja o poder que os livros possuem. Ele pode viajar ao redor do planeta e mostrar um mundo que para nós não existe e confrontar a realidade das injustiças cometidas pelos homens que usam as religiões para oprimir.

Quantos escritores no passado foram perseguidos? Não precisamos ir longe. Caco Barcelos, jornalista e escritor brasileiro, morou em Londres depois de publicar "Rotas 66" e "O Abusado". Foi perseguido porque seus livros retratavam redes criminosas no Brasil com envolvimento de autoridades policiais.

"Vamos pegar nossos livros e canetas. Eles são nossas armas mais poderosas. Uma criança, um professor, uma caneta e um livro podem mudar o mundo" Malala Yousafzai
Um livro precisa respirar para viver mais. 
Vamos libertá-lo da clausura das estantes? 

Libertaram seus livros:
  • Aleska Lemos (A Menina das Ideias) - Sorteio de livros em seu blogue e doações para a Biblioteca da Mell, no sertão de Alagoas. Veja no link da Ana Paula maiores informações sobre essa biblioteca.
  • Ana Paula (Lado de Fora do Coração) - Enviou livros pelo correio para a Biblioteca da Mell no interior do Alagoas. Ana Mell é uma menina de 7 anos, cujo sonho é formar uma biblioteca pública.
  • Luciene Souza Brito (facebook) - comprou diversos livros infantis na Feira do Livro que acontece no Centro Comercial Alphaville para presentear crianças. A Feira acontece até o dia 30 de Abril. Aproveitem! + Participação (facebook) - 12 livros infantis doados para cinco crianças.
  • Adriana Balreira (twitter)(Adriana Balreira) - “A Febre Starbucks, uma dose dupla de cafeína e cultura” de Taylor Clark, “Minhas Lembranças de Leminski” de Domingos Pellegrini e "Apegados" de Rachel F.S. Heller e Amir Levine
  • Raquel Ramos (SuperLinda) - "O Guardião de Memórias" de Kim Edwards e "O Senhor March" de Geraldine Brooks.
  • Norma Emiliano (Pensando em Família) - "A Filha Pródiga! de Jeffrey Archer
  • João Antônio Ventura (Vô Tônico) - "Cacos da memória" de João Antonio Ventura, "Poemas" de Fernando Pessoa, "Memórias Póstumas de Brás Cubas" de Machado de Assis e "Esaú e Jacó" de Machado de Assis
  • Chris Ferreira (Inventando com a Mamãe) - "Ame o que é Seu" de Emily Giffin, "O Melhor de Mim" de Nicholas Sparks, "Um Olhar de Amor" de Bella Andre, "O Cérebro Emocional" de Gilberto Ururahy e Éric Albert, "Beijada por um Anjo" de Elizabeth Chandler, "Educação Individualizada" de Mel Levine e "Mamãe Walsh - Pequeno Dicionário da Família Walsh" de Marian Keyes
  • Jô Turquezza (Jô Turquezza Mundial) - "Palavra Expressa" de Gerson Dudus, Carla Pereira Silva, Rosane Machado Carvalho, "E o dente ainda doia" de Ana Terra e "O mundo inteiro" de Liz Garton Scanlon e Marta Fraazee. Livros que serão enviados pelo correio: "O Anjo da Guarda" e "Entrega Especial" de Danielle Steel, "A Utopia" de Thomas Morus", "A Mulher do Vizinho" e "Os Grilos não cantam mais" de Fernando Sabino.
  • Adriana Rodriguês (Desabafo Aki) - "Bom Dia Leituras Diárias" de Stormie Omartian, "Dr. House" de Toni de La Torre, "Eu Não Consigo Emagrecer" de Pierre Dukan e "Poder sem Limites" de Anthony Robbins.
  • Roseli Pedroso (Sonhos e Melodias)(Sonhos e Melodias) - Doará vários livros para o "Projeto Leitura no Vagão", uma bela iniciativa que pretende incentivar a leitura nos metrôs de São Paulo.
  • João (Vírgulas do Destino) - "Harry Potter e a Pedra Filosofal", "Harry Porrer e a Câmara dos Segredos", "Harry Potter e o prisioneiro de Askaban" de J.K. Rowling", "A Pequena Sereia", Contos Cor-de-rosa brilhante - Coleção Girrasol - "A Natureza Amiga", Edições Nosso Amiguinho e "Atlântida, o reino perdido", coleções Disney.
  • Renata Diniz (Maria Rosa Sonhos) - "A Mulher Moderna à moda Antiga" de Cristiane Cardoso, "Aventuras na História para viajar no tempo", Abril Publicações e "Além do Bem e do Mal" de Nietzsche.
  • Laura (Crescendo Juntas) - "O que cabe no mundo: Solidariedade" de Kátia Trindade.
  • Maloca de Livros (facebook)(facebook)(facebook) - Separou 10 livros para libertar.
  • Priscila (twitter)(Esqueça um livro em Natal - RN) - "A Casa das Palavras" da coleção "Para gostar de ler", "Quem tem medo da morte?" de Richard Simonetti, "Quase Tudo" de Danuza Leão, "O Pequeno Príncipe" de Antoine de Saint Exupèry, "O Mordomo da Casa Branca" de Wil Haygood, "Pornopolítica, paixões e taras na vida brasileira" e "A Invasão das Salsichas Gigantes" de Arnaldo Jabor e "Década Perdida" de Marco Antonio Villa.
  • Neno e Chica (Papo com o Neno) - "O Colecionador de Segredos" de Márcia Cristina Silva e ilustração de André Neves e "Fim" de Fernanda Torres.
  • Jussara Neves Rezende (Minas de Mim) - "Minas de mim" de autoria da Jussara, "Dora e Dorinda" romance que Jussra escreveu em parceria com Abel Faleiro, "O livreiro de Cabul" de Âsne Seierstad e "O burrico Lúcio" de Léo Vaz.
  • Karin Filgueira (Meu Doce Lar) - "O Velho e o Mar" de Ernest Hemingway
  • Gracita (Sonhos e Poesia) - "Escrito nas Estrelas" e "O Reverso da Medalha" de Sidney Sheldon, "O Código da Inteligência" de Augusto Cury e "Meu Livro de Cordel" de Cora Coralina
  • Lígia do Blogue "Lilás e Azuis" avisa que se alguém quiser, ela envia pelo correio o livro "Sinal Verde" de Francisco C. Xavier e André Luiz.
  • Calu (Fractais da Calu) - "A Sinfonia do Adeus" de Pascal Mercier, "Água para elefantes" de Sara Gruen, "Contos Fluminenses" de Machado de Assis e "O Sumiço do Sol" de Ricardo Corona
  • Luciano A. Santos (.Livro) - “Um Grito de Amor do Centro do Mundo” de Kyoichi Katayama
  • Dayse (Inspiring Feeling) - "Comer, rezar e amar" de Elizabeth Gilbert, "A cabana" de William P. Young e "A estrada" de Cormac McCarthy.
  • Eliane de Lacerda (facebook) - "A Estrela que nunca vai se apagar" de Esther Grace Earl.
  • Bandys (facebook) - "Livro do amor" de Renata Cordeiro, "O crime do século" de Dominick Dunne, "Longe é um lugar que não existe" de Richard Bach" e "Identidade Frota, A estrela e A escuridão" de Pedro Henrique Peixoto.
  • Giovanna Valfré (facebook) - "Um copo de Cólera" de Raduan Nassar
  • Jaci Pandora (facebook)(Uma pandora e sua caixa) - "A Sabedoria do Condado" de Noble Smith, "Travo" de Zuleide Duarte, "Cartas Marcadas, uma história de amor entre iguais" de Antonio Gil Neto e Edson Gabriel Garcia, Seis romances da editora Nova Cultural, "Crítica da razão prática" de Immanuel Kant
  • Andrea (facebook) - Vários gibis da Turma da Mônica
  • Cristina (Brasil, Leste Paulista!) - "O engraxate Dudu" de Nege Além e "Um Alvo Calculado" de Lucelena Maia
  • Geh (Transformando com Criatividade) - "Montanha-Russa, crônicas" de Martha Medeiros.
  • Eliene de Castro (No fim do arco-íris tem... ) - "Limites - Quando dizer sim, quando dizer não" de Dr. Henry Cloud e John Townsend
  • Rosamaria (Rosa147) - "Perdas e Ganhos" de Lya Luft, "Sapato Florido" de Mário Quintana e "Caminhando" de Ney Eichler Cardoso, 
  • Bia Reis e Jubiart Artesanato (Jubiart Artesanato),(facebook)(facebook)(facebook)(facebook)(facebook) - muitos livros...
  • Gisele Fiderizze Barcellos (facebook) - 3 livros infantis que ainda estou descobrindo os títulos :)
  • Lulu Luci (Lulu on the sky) - "A Moratória" de Jorge Andrade
  • Cintia Fumagalli (Blog da Tin) - Algumas revistas que ensinam a aproveitar melhor o dinheiro e reformar a casa. 
  • Micha Descontrolada (Carpe Diem) - "Não sou esse tipo de garota" de Siobhan Vivian
  • Ana Paula (Lado de Fora do Coração) - Dois livros colocados na Maleta do ponto de troca "Vicentina Literária"
  • Tina Crocce (Blue Moon) - "Quase Tudo, memórias" de Danuza Leão
  • Suzana (Entre MarÉs) - "Nudez Mortal", "Diamantes do Sol" e "Dançando no ar" de Nora Roberts
  • Sileni Machado (Fotos e Prosa) - "Maria, Mãe e Mestra" de Carmita Overbeck
  • Mi F. Colmán (Rivotril com Coca-Cola) - "A Graça bate à sua porta" de Max Lucado
  • Gisele Antunes (Far away, so close - blog da Pequena Gi) - "Further Under the Duvet" de Marian Keyes
  • Elvira Carvalho (Sexta-feira) - "As noites das mil e uma noites" de Naguib Mahfouz
  • Dalva Rodriguês (Pinceladas, papo e poesia) - "Mrs. Dalloway" de Virgínia Wolf, "A hora da estrela" de Clarice Lispector e "Éramos seis" de Maria José Dupré
  • Tânia Matos (Tânia Defensora) - "Essa história está diferente, dez contos para canções de Chico Buarque", obra coletiva de vários autores, organizada por Ronaldo Bressan
  • Claudete Parreira (Percepções) - "Poesia Essencial" de Roseana Murray, "Estórias abensonhadas" de Mia Couto, "Sherlock Holmes em Um estudo em Vermelho" de Sir Arthur Conan Doyle e "Na jornada com Cristo" de Max Lucado
  • Paula Belmino (Poesia do Bem) -  Dois exemplares do livro "O Medo do Escuro" de Ivone Gomes de Assis.
  • Susy Christina (facebook) - "Pais Brilhantes, Professores Fascinantes" de Augusto Cury
  • Lívia Brigoni Balanin (Agora Falando Sério) - "Questões do Coração" de Emily Giffin
  • Roseli V. Pedroso (facebook) - Vários livros doados para a Biblioteca da Mell
  • Gisele Federizzi (Kids Indoors) - Vários livros infantis.
  • Lucinha Teixeira (Jardim da Lucinha) - "Um dia" de David Nicholls e "A Cabana" de William P. Young
  • Irene Moreira (instagram)(M@mayrene) - Seis livros, entre eles "O Rastro da Vida" de José Luis Soares
  • Raquel Ramos (SuperLinda) - "Assim falava Zaratustra" e "Além do bem e do mal" de Nietzsche, "Vivendo um grande amor" de Zoldino Resende pelo espírito de Ernesto, "As mentiras que os homens contam" de Luis Fernando Veríssimo, "Inés da minha alma" de Isabel Allende, "Os Milagres do Cão Jeônimo" de Péricles Prade e "As memórias de Cleopatra, a filha de Ísis" de Margaret George
  • Tânia Henriques Ferreira (facebook) - "Luz do Dia" de Jamie M. Saul, "Quem tem medo de escuro" e "O Céu está caindo" de Sidney Sheldon, "A rainha do castelo de ar" de Steig Larsson, "A Casa Pintada", "A Intimação", "O Último Jurado" e "O Correto" de John Grishan
  • Charles Netto (Surpreso Eu e Você?) - "Confesso que lutei" de Pedro Simon
  • Claudia Moreira (facebook) - "Jesus, o maior líder que já existiu" de Laurie Beth Jones, "Amantes Felizes Amantes" de Valéry Larbaud e "Você, a alma do negócio" de Shinyashiki
  • Juliana (Flor de Melissa Atelier) - "Transplante de amor" psicografado por Eurípedes Kuhl do espírito Roboels e "Jesus no Lar" psicografado por Francisco Cândido Xavier através do espírito Neio Lúcio
  • Juliana Ramalho (facebook) - "Fazer Amor" de Jean Phillipe Toussaint e "Ainda Existe Esperança" de Enrique Chaij.
  • Márcia Rios (Apaixonada por Livros) - "Sociedade dos meninos gênios" de Lev Ac Rosen
  • Maria Eunice Souza (facebook(facebook- "Tenda dos Milagres" de Jorge Amado, "Marion Lescaut" de Abade Prevot, "Ubirajara" de Jose de Alencar e um quarto livro "a lembrar" :)
  • Andréa Motta (Conversa de Português) - "Trilogia de Nova York" de Paul Auster e "Dois é Demais" de Christie Queiroz
  • Conceição Gaspar (facebook) - "Álcool e Direção, beber ou dirigir" de Sérgio Duailibi, Llana Pinsky e Ronaldo Laranjeira.
  • Allan Robert P.J. (Carta da Itália) - "La metamorfosi. Lettera al padre" de Kafta e "Giuseppe Garibaldi" de Affonso Scirocco.
  • Lia Christo (facebook) - "Todas as coisas visíveis e invisíveis" de Márcia Peltier, "Coletânea de Poetas, contistas e cronistas do meio do mundo" e "De coração para coração" de Lurlene McDaniel
  • Maria Gloria D"Amico (Fare La Scarpetta) - "As Sandálias do Pescador" de Morris West
  • Rute Bessera (Literatura Infantil) - "Princesa Gigica Canjica no Mundo dos Livros" de Igor Collaro, "Felicidade não tem cor" de Julio Emílio Braz e "Cantriz, a formiguinha cantora" de Francesca Carvalho
  • Marcia Silva (facebook)(Uma vida Interessante) - "Bittergirl, esqueça o ex e dê a volta por cima" de Annabel Griffiths, Alison Lawrence e Mary Francis Moore.
  • Adão Braga (Blogger) - 10 livros doados para uma jovem que vai montar uma biblioteca na área rural.
  • Você
Aguardem super sorteio na "Saleta de Leitura"Sorteios BookCrossing Blogueiro
    Fizeram posts de divulgação em seus blogues:
    Ana Karla (Misturação), Ana Paula (Lado de fora do coração), Rosamaria (Rosa 147), Jaci Pandora (Uma Pandora e sua Caixa), J. Augusto Maia Batista (Ocê na Web - Oficina Cultural), Pedrologia (Pedras para Pedro) - Dois do Brasil, Cultura Musical (Canal do Nicolau, Recall de Idéias), Gilberto Fernandes Teixeiro (Metalurgia das letras), Roseli Pedroso (Sonhos e Melodias), Fernando G.R. Divac (FGR*Blog), Lucinha Teixeira (Jardim da Lucinha), Vitório Nani (VitorNani), Edgar Borges (Coluna Rede Literária), Maria Eunice Sousa (Astrologia Psicológica), Sônia Carmo (Retalhos no Mundo), Nadine Granad (Lá...Pois...ia), Cristina Pavani (Brasil, Leste Paulista), Gracita (Sonhos e Poesias), Guto Maia Baptista (Inteligências Inventadas), (Entrevista Exclusiva), (Estética Brasil), (Neurônios Trabalhando), Blog da Loja de Artesanato Judaíco, Canal do Pedrinho, Tentativa e Acerto, Bia Reis (Jubiart Artesanato), Trícia Ferreira (Espelho de Si), Rute Beserra (Literatura Infantil), Andréa Motta (Conversa de Português), Gisele Federizzi (Kids Indoors), Lady Sybylla (Momentum Saga), Aleska Lemos (A Menina das Ideias), Pequena Gi (Far Away, So Close), Cultura de Roraima (Coluna Rede Literária), Allan Robert P.J. (Carta da Itália)(Brazucas na Itália), Bruxa do 203 (Um caminho diferente), João (Vírgulas do Destino), Raquel Ramos (SuperLinda), Tesco (Tesco Aqui), Itacy Danielle da Silva Huergo (Literatura Infantil: Um mundo de sonhos), Lulu (Lulu on the Sky), Pedro Henrique (T@liv&), Cintia Fumagalli (Blog da Tin), Lúcia Haddad (Koisinhas Chiques) e (Alfabetizar é uma forma de amar), Mi F. Colmán (Rivotril com Coca-Cola), Lu & Teca (Histórias de Lu & Teca), Adelaide Araçai (Eu sei... Vou Contar!), Bia Hain (Revolta e Romance), Lia Christo (Doces Letras), Naitê (Bem Naity),

    Os posts de divulgação feitos nas redes sociais, fogem do controle público e por isso não os linkei. Se alguém que fez tem perfil público como as páginas e eventos, por favor me avise para poder linkar.
    Em simultâneo ao BookCrossing Blogueiro também acontece o BookCrossing Blogueiro Kids, organizado pela Trícia Ferreira que já está em sua 4ª Edição. Chamem as crianças para participar! Lista de participantes.
    Para quem está chegando agora:
    • Para participar do BookCrossing Blogueiro basta ter um livro que queira libertar. 
    • Escrever uma dedicatória ou bilhete, avisando que o livro não está perdido e convidando quem o encontrou a ler e depois libertá-lo novamente. 
    • Escolher um lugar público e protegido para libertá-lo.
    • Também poderá procurar por Pontos Oficiais do Bookcrossing
    • Você pode fazer uma postagem em seu blogue contando qual livro libertou e, se quiser aprofundar na participação, faça uma resenha ou conte o que achou do livro - Muitos participantes gostam de fotografar o momento da libertação, mas você pode fazê-lo ou não. Fica ao seu critério.
    • Quem não tiver blogue poderá participar através das redes sociais, publicando na página do evento ou em sua própria página.
    • Página do evento da 10ª Edição do BookCrossing Blogueiro no Facebook
    • Escolha um banner para você usar. Esteja livre para confeccionar o seu próprio banner.
    Mais informações, leia na label do BookCrossing Blogueiro ou então pergunte no sistema de comentários.

    Uma boa aventura para todos nós!
    Me avise se o seu nome não estiver constando da lista.

    A 10ª Edição do BookCrossing Blogueiro acontece de 
    16 a 23 de Abril de 2015

    Percebendo que a maioria que aqui deixou comentário, ainda não sabe sobre o que está acontecendo com Raif Badawi, fiz uma postagem no Draft to the Draft para quem quiser saber mais.

    74 comentários :

    1. Luma...que seja mais um sucesso e parabéns àqueles que fazem a diferença num mundo tão conturbado!!! Bj

      ResponderEliminar
    2. Oi Luma, bom dia! A leitura de um livro é capaz de realizar proezas na vida social. Nós, humanos não podemos motivar ninguém. Mas, podemos estimular a atividade do conhecimento libertando livros e criando novas possibilidades de transformação social.

      Minha participação aqui: http://www.mariarosasonhos.com/2015/04/libertando-livros-6.html

      Laura também participou lá no Crescendo Juntas!

      Muito obrigada pela oportunidade de participarmos de mais essa aventura!

      Beijo!

      Renata e Laura

      ResponderEliminar
    3. Luma, a história do Raif eu desconhecia, é chocante, inacreditável que esteja acontecendo hoje. Quando li o livro A pequena casa de chá de Cabul, falava-se muito sobre as mulheres não saber ler e escrever e o domínio que acontecia devido a isto. As mentes eram fechadas. É a exata tradução da frase de Malala.
      O quanto um livro pode ser libertador, mas para isso precisa ser libertado!
      Vou levar outros livros para uma estante num parque aqui da cidade: ideia ótima, porém pessimamente utilizada. Quando estive lá, vi na estante apenas apostilas escolares, livros didáticos, tudo feio, em péssimo estado de conservação. As pessoas não sabem doar, pensei. E quero colocar ali um livro bem bonitinho! Como me disse a nossa amiga blogueira Pandora, nós fomos contagiados pelo Bookcrossing, quem sabe dando o exemplo, outros o façam também!
      E parabéns pelo seu empenho em organizar essa revoada toda! Beijo.

      ResponderEliminar
      Respostas
      1. No final do mês de março, a ministra das relações internacionais da Suécia, Margot Wallström, criticou a maneira como a Arábia Saudita trata as suas mulheres. Esta atitude foi coerente com aquilo que ela defende, pois ela se tornou ministra prometendo adotar uma postura pró-feminista na condução da política exterior da Suécia.
        Ela denunciou a subjugação das mulheres na Arábia Saudita. Como o reino teocrático impede as mulheres de viajar, realizar negócios oficiais, ou casar sem a permissão dos responsáveis do sexo masculino, e como as meninas podem ser forçadas a casamentos ainda crianças, onde são efetivamente estupradas por homens de idade, ela estava dizendo nada mais do que a verdade. Wallström condenou os tribunais sauditas por condenarem [o blogueiro] Raif Badawi a 10 anos de prisão e 1.000 chicotadas por ele ter criado um site que defende o secularismo e a liberdade de expressão. Estes são "métodos medievais", disse ela, e uma "tentativa cruel para silenciar as modernas formas de expressão". E mais uma vez, quem pode argumentar contra isso?
        O que aconteceu em seguida foi que a Arábia Saudita retirou seu embaixador e parou de emitir vistos para empresários suecos. Os Emirados Árabes Unidos se juntou a ela. A Organização da Cooperação Islâmica, que representa 57 países de maioria muçulmana, acusou a Suécia de não respeitar os padrões éticos, ricos e variados, do mundo - padrões tão ricos e variados, aparentemente, que incluem a flagelação de blogueiros e o encorajamento dos pedófilos. Enquanto isso, o Conselho de Cooperação do Golfo condenou "interferência inaceitável nos assuntos internos do Reino da Arábia Saudita", e eu não discartaria a possibilidade de motins anti-Suecos acontecerem em breve.
        A Europa permaneceu calada. Uma mulher, política de esquerda, que tem a coragem de promover aquilo no qual ela acredita, sendo assediada internacionalmente, e a reação da classe política européia é o silêncio. A Suécia sendo acusada de ser islamofóbica por defender o direito das mulheres, e país algum vai ao seu socorro.

        É importante ressaltar que a ministra Wallström reconheceu a Palestina em outubro do ano passado. O interessante é que quando ela fez isso, nem a Liga Árabe, nem Organização da Cooperação Islâmica, e nem o Conselho de Cooperação do Golfo a condenaram por "interferência inaceitável nos assuntos internos de Israel."
        Finalmente, e mais revelador, na minha opinião, é que o ocorrido mostra-nos que os direitos das mulheres sempre vem por último. Para ter certeza, existem tempestades no Twitter sobre os homens sexistas, e meios de comunicação que alimentam frenesis sempre que uma figura pública usa "linguagem inapropriada". Mas quando um político tenta fazer uma campanha pelos direitos das mulheres que sofrem em uma cultura clerical brutalmente misógina, ela não é aplaudida. Pelo contrário, ela se vê defronte de um silêncio envergonhado e extremamente revelador.

        Eliminar
    4. Ah e eu esqueci de dizer! Acredita que dois livros vieram posar aqui em minha casa?! um veio de sorteio e outro veio carimbado e registrado "BookCrossing Blogueiro 10˚ Edição". Cada vez mais apaixonada por esse bater de asas!

      ResponderEliminar
    5. Será mais uma vez sucesso e adorei o que aconteceu com a Ana Paula, relatado acima! bjs, chica

      ResponderEliminar
    6. Estou participando e farei esse final de semana a minha postagem no meu blog,amiga!
      Bjus
      http://www.elianedelacerda.com

      ResponderEliminar
    7. Que legal!! Vou participar e assim que fizer a minha postagem te aviso, ok???

      Bjs e Boa tarde!!

      ResponderEliminar
    8. Luma,

      Eu desconhecia a história desse senhor.

      Foge da minha compreensão as atitudes de violência contra pessoas e animais em nome de um deus!

      Que iniciativa construtiva!!

      Sim....ler, ler, ler...que todos leiam!!

      Acredito que mudanças positivas nas pessoas, nas sociedades...só virão através do pensamento crítico, da informação e de muitas leituras!!

      Tenho o hábito de acrescentar nos presentes dos bebês e das crianças aniversariantes um livrinho de literatura.

      Em janeiro, doei para a biblioteca do meu bairro 9 livros de assuntos diversos e revistas.

      hummm...entendendo agora o que significa o bookcrossing, acho que eu já coloco livros para voar...rsrsr...

      Luma, findei a leitura de "Sinal Verde" de Francico C Xavier e André Luiz. Se alguém se interessar, poderei enviar...

      beijinhos, tenha um lindo dia,

      Lígia e =^.^=

      ResponderEliminar
      Respostas
      1. Touchè!!
        Farei um update na postagem...
        Obrigada!

        Eliminar
      2. Olá, Luma, divulguei na lateral do Lilasesazuis, bjim, Lígia

        Eliminar
    9. Ótima inciativa. Diante da realidade atual do mundo, eu me sinto ironicamente deslocado tendo que defender um direito que parece tão natural.

      Humanidade estranha!

      ResponderEliminar
    10. Oi Luma qdoro essa coisa de desapegar livros, só tomam lugar na estante e ficam lá esquecidos.
      Aqui prático o desapego doando os livros para a biblioteca do Sesi.
      Qdo melhorar vou mostrar em postagem... e te avisar.
      obrigada querida pelo carinho sempre!
      bjsssss

      ResponderEliminar
    11. Estarrecedora a história de Raif, mas infelizmente acontece como estamos vendo agora a destruição de museus e relíquias antigas por pirralhos cegos de ignorância. Luma, não deixo livros por aí, não confio, mas levei um monte para a Biblioteca Municipal. Minha formação quanto aos livros foi forte demais e dobrar páginas para marcar, abandonar em qualquer lugar era a pior coisa que se podia fazer. Éramos verdadeiros adoradores de livro. Já doei minha biblioteca infantil, de minha juventude e mocidade. Já fiz um post mostrando os livros doados. Vou continuar doando. Meu abraço! Tudo de bom!

      ResponderEliminar
    12. Oi Luma!
      Estou chocada com a história do Raif, a gente custa a acreditar que ainda existe nos dias de hoje tamanha crueldade.
      Quanto aos livros, eu já tenho o hábito (antigo) de doar depois que leio. Sou da turma do desapego kkkk
      Bjsssss querida

      ResponderEliminar
    13. Querida Luma, muitos parabéns pelo empenho com a transmissão dos livros
      é importante nunca esquecer a força que os livros têm na ligação entre os povos e entre gerações. por isso são até queimados em situações de ditadura, e os seus autores "sacrificados" em nome do obscurantismo.
      abraços amiga
      Angela

      ResponderEliminar
    14. Oi Luma,
      Inclua o meu nome na lista de participantes. O post sobre o bookcrossing vai ao ar amanhã (17) no blog e estou indo libertar o meu livro, em seguida atualizarei com qual livro libertei.
      big beijos

      ResponderEliminar
    15. Já estou participando!
      http://cantinhodoneno.blogspot.com.br/
      Bjs Neno

      ResponderEliminar
    16. Oi Luma, eu me emociono com o Bookcrossing. Deixo os livros, e se puder, fico olhando quem vai pegar. Geralmente a pessoa dá um sorriso quando lê o bilhete que coloco. Vamos espalhar um pouco de cultura por aí ...... Cada vez mais aumenta o número de pessoas que participam.
      Parabéns por seu trabalho em organizar tudo.
      E que bom que você conheceu um dos autores de um livro que libertei!
      joturquezzamundial
      Beijos querida.

      ResponderEliminar
    17. Hello querida!
      Eu não vou ficar fora dessa, vou publicar na página do evento e no meu face, tbm.
      Fiquei triste com a história do Raif, quanta crueldade!
      Por isso esse projeto não pode parar, o mundo precisa de mudança e a leitura
      é o primeiro passo.
      Esse projeto é show, parabéns a vc e todos os participantes!

      Bjs, sucessos sempre! ♥

      ResponderEliminar
    18. Que história meu Deus! Nossa quanta barbárie! Tudo pela livre expressão…que mundo é esse?
      Parabéns pelo empenho em um projeto tão lindo!

      ResponderEliminar
    19. Luma, vim trazer-lhe o link da minha participação; desculpe-me por fazê-lo por aqui, mas é que - marinheira de primeira viagem - não sabia bem como proceder.
      Fique à vontade para corrigir alguma coisa que eu não tenha feito direito, sim?
      http://minasdemim.blogspot.com.br/2015/04/10-bookcrossing-blogueiro.html
      Abraço!

      ResponderEliminar
    20. Bela iniciativa...sempre liberto livros!!!Abraços carinhosos pra ti florzinha amiga Luma

      ResponderEliminar
    21. Os açoites ainda existem para quem não se encaixa na sociedade
      ou nos grupos que ela tem, só que os açoite são a discriminação e
      intolerancia.

      beijinhos

      http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

      ResponderEliminar
    22. uuuhhhuuuuuuuuu já estou divulgando e amanhã de manhã liberto o meu livro...vou deixá-lo na cantina/refeitório do meu trabalho *__* 8__8 :D

      ResponderEliminar
    23. Luma, minha linda, olá!!!
      E viva o BookCrossing Blogueiro, né? :-)
      Olha, ontem, quinta, publiquei meu post, tá?
      Vou deixar o link aqui pra vc, ok?

      http://meudocelarbykarinfilgueira.blogspot.com.br/2015/04/e-porque-democratizar-leitura-e-preciso.html

      Um bj, fica com Deus e logo passo para uma visitinha com mais tempo, tá?

      ResponderEliminar
    24. Oi, Luma!

      Eu tenho uma realidade diferente quando a questão é essa da circulação de livros. Quando li seu convite fiquei pensando nas bibliotecas das escolas onde trabalho. Pensei em começar uma campanha para que os livros de literatura circulem mais.

      Luma, uma outra questão que precisava ser revista pelo governo é a questão da distribuição do livro didático. Sempre houve um desperdício muito grande de livro didático. É assustador o número de livros encalhados nas bibliotecas escolares. A maioria dos professores prefere não usar pois o número de livros nunca é proporcional ao número de alunos frequentando. É um desperdício de dinheiro e papel. Pensei que se os alunos tivessem um tablet, ao invés dos livros, aproveitariam melhor.

      Da minha parte, neste ano, não vou participar ( registrando no blog ) porque os ( de literatura ) que eu tinha ( e não queria ler ) doei para a biblioteca da minha cidade no final do ano passado. Perguntei para o atendente qual era a frequência de leitura dos livros da biblioteca e fiquei contente por dizer que a biblioteca era muito frequentada.

      Beijos, Luma querida! E muito sucesso para o Bookcrossing.
      Mesmo estando distante ou desconectada estou sempre ligada a ti, de coração. :)

      ResponderEliminar
      Respostas
      1. A questão do livro didático é o reflexo do que acontece no Brasil com relação à corrupção. Gráficas licitadas pelo governo estão lucrando muito editando livros que não serão usados...
        O BookCrossing 2015 na Espanha está sendo organizado pelas 10 maiores bibliotecas do país. Não podemos esperar pelo governo. As escolas bem poderiam ter boa vontade sobre essa questão.
        Ano passado, o bibliotecário Paulo Vitor coordenador da Biblioteca São Francisco Xavier em Ipatinga, promoveu o BookCrossing Blogueiro dentro da escola. Ele fez um grande evento convidando amigos e familiares dos alunos. Foi a primeira feira de troca de livros acontecida na cidade e quem não conseguisse trocar, poderia doar os livros para a biblioteca.
        Se formos esperar pelo governo...

        Eliminar
      2. Boa ideia! Penso que o que nos falta é sairmos da "zona de conforto" que vivemos cá no extremo sul e experimentar ideias novas.
        Muito com o que Paulo Vitor fez.
        Vou lá, ler mais sobre Raif. :(

        Eliminar
    25. Que seja sempre o enorme sucesso que esta brilhante ideia merece!!


      Abraço grande e bom final de semana

      ResponderEliminar
    26. Luma, obrigada pela visita ao Jardim d'abrolhos. Libertar livros não é meu costume e, creio que, no sitio onde habito, esse costume não iria ser útil. No entanto, dou para a biblioteca municipal. acho uma ótima ideia a partilha de leituras.

      ResponderEliminar
      Respostas
      1. Na área rural é mesmo complicado libertar um livro; ele ficará ao relento... muito bom que doa os livros para a biblioteca. Acumular livros em casa sem que esteja usando é incompreensível pra mim :)

        Eliminar
    27. Ainda indecisa, passei, desejando que seja um grande sucesso.
      Um abraço e bom fim de semana

      ResponderEliminar
    28. Amiga,
      acabei de fazer "a minha parte" no projeto!!!!
      Está postado no meu face
      facebook.com/ElianeDeLacerda e na linha do tempo facebook.com/ElianeLacerda
      Bjus
      Lindo projeto!!!!
      http://www.elianedelacerda.com

      ResponderEliminar
    29. Oi Luma!

      Conheço a história do Raif e ainda fico pasma com esse tipo de violência em nome de Deus...

      Adoro essa iniciativa, mas como já te disse nas outras edições, infelizmente não tenho livros pra libertar - leio e já voam... Mas meus armários precisam de umas catadas, então é capaz de encontrar algo para voar.

      Abração e ótimo final de semana.

      ResponderEliminar
    30. Bom fim de semana, Luma.
      Bjs

      ResponderEliminar
    31. Luma,
      demorei mas acabei fazendo um post no meu blog sobre o BookCrossing! Desculpa a demora!!
      http://www.adrianabalreira.com/2015/04/10-bookcrossing-blogueiro.html

      Beijos
      Adriana

      ResponderEliminar
    32. Ficamos estarrecidos com tamanha crueldade
      E ainda usam o nome de Deus para justificar a violência. Inaceitável
      Luma já libertei meus livros. Fiz um post no blog
      Um beijo e que o seu final de semana seja maravilhoso

      ResponderEliminar
    33. Muito muito bacana!!! Ano passado eu "esqueci" uns livros por aí. Vou divulgar no meu blog!!!

      Bjus

      ResponderEliminar
    34. Perfeito, Luma. Os livros têm um poder imenso mesmo e essa campanha é muito válida. Ótimo ver que continua firme e cada vez mais divulgada e espalhada. Os leitores e a cultura agradecem. Bjs e bom fim de semana.

      ResponderEliminar
    35. Bom dia Luma!
      Acabei de divulgar na página do evento, amanhã eu divulgo no meu face.

      Bjs, ótimo fds! ♥

      ResponderEliminar
    36. Oi, Luma!
      Optei por desengaiolar dois livros de autores residentes aqui no cafundó, aproveitando para divulgá-los.
      Tenha um excelente dia aí na bela região dos lagos!

      ResponderEliminar
    37. Oie Luma a história do Raif eu conheço e ando acompanhando pela imprensa internacional e rezando por ele...

      ResponderEliminar
    38. Oi, Luma, como vai?
      A frase inicial ilustra bem a forma como penso... defender a liberdade de pensamentos e escolhas é quase uma afronta para a sociedade padronizada e mesquinha. Fico chocada não só com a crueldade da pena, mas com a alienação de um povo que ainda se coloca em oração vendo o absurdo acontecer, como se tudo fosse em nome do Deus deles... fico triste.
      Meu livro está separado para ser libertado na segunda-feira, te aviso quando publicar o post.
      Espero que esteja tudo bem contigo... tenho andado com o tempo mais curto que pavio de vela de aniversário depois de soprada, hahaha, ainda bem que veio o feriadinho para ajudar.
      Abraço, lindo domingo!

      ResponderEliminar
    39. Oi, Luma!
      Acabei de publicar no blog:
      http://rosacc60.blogspot.com.br/2015/04/10-bookcrossing-blogueiro-entrega.html

      Bjim, cosquirídia, ótimo fim de semana!

      ResponderEliminar
    40. Através da leitura tomamos conhecimento de comportamentos que aplaudimos, assim como de outros que lamentamos. O silêncio de organizações e de países frente a certas barbáries é incompreensível e lamentável.
      Que muitos livros sejam libertados e possam voar, de mãos em mãos, até que o próximo evento se realize. Bjs.

      ResponderEliminar
    41. Oi Luma!
      Ontem passei rápido por aqui, hoje vim ler com mais atenção.
      Luma, desconhecia a história aterrorizante e angustiante de Raif, tem situações que me transporto... Fico imaginando as outras histórias que desconheço...
      As mulheres aqui no Norte ainda são morta na faca por ciúmes, esta semana aconteceu um caso horrível, numa cidade próxima, muitas conquistas e informações ainda não chegaram por estas bandas...
      A lista dos participantes a cada ano aumenta, parabéns pela 10ª edição!
      Vou postar a minha participação no bloguito ainda esta semana.
      Tenha uma semana luz!
      Bjossssss.

      ResponderEliminar
    42. Sinto-me colaboradora e divulgadora da cultura Brasileira!
      Uma linda semana,querida!
      http://www.elianedelacerda.com

      ResponderEliminar
    43. Ei minha querida, muito feliz ao ver a quantidade de pessoas que estão se esquecendo de livros por aí.... ahhhhh que movimentação gostosa.
      Obrigada pelo comentário no meu post sobre a entrevista que dei para o "Programa Conversa com o Autor", obrigada pelo comentário deixado na página da Rádio, mas principalmente muito obrigada por ter escutado a entrevista, fiquei feliz que curtiu. :)
      Beijo, beijoooo!
      She

      ResponderEliminar
    44. Uma iniciativa muito importante.
      Como vivo em Portugal não participo.
      Costumo entregar os livros que já li na
      Biblioteca da localidade onde vivo.
      Vai ser um sucesso essa inciativa.
      Bj.
      Irene Alves

      ResponderEliminar
    45. Luma, está uma festa literária isso aqui! Quanta gente envolvida, disposta. Que sucesso e que continue!
      Obrigada pela indicação da postagem sobre o Raif no seu outro blog e o seu esclarecedor comentário sobre a Suécia. Nossa mídia também silencia muito.

      Fiz outra participação "gente grande"!

      http://ladodeforadocoracao.blogspot.com.br/2015/04/maleta-literaria.html

      Beijo!

      ResponderEliminar
    46. Muito bom participar de um movimento assim, em breve faço o post e lhe aviso. bjs

      ResponderEliminar
    47. Muito triste a história do ativista e escritor Raif Badawi, eu ainda não conhecia e fiquei muito comovida em saber tudo que ele passou e que ainda esta passando por lutar pela liberdade. Imagino quantos outros ainda não terão que passar por tudo isso até que se consiga mudar alguma coisa em lugares como esses. Realmente é lamentável saber que esses fatos ainda acontecem no mundo.

      Beijos Luma
      http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

      ResponderEliminar
    48. Luma,
      mais e mais sucesso na "libertação de livros"...
      Ler bons livros e a liberdade de expressão são importantes...
      Abraços... Uma boa 4a feira...

      ResponderEliminar
    49. Oi Luma, que história tocante e chocante do Raif Badawi, é impressionante que esta barbárie ainda exista nos tempos atuais!
      Aqui está minha participação na 10ª Edição do BookCrossing Blogueiro, foi um prazer participar mais uma vez!
      Perdoe-me por não conseguir estar aqui antes, vidinha anda corrida demais e estou toda atrapalhada com o tempo que, se diga de passagem, está voando demais! Mas sobre o seu comentário no meu post do bolinho de bacalhau (não me esqueci, rs), tanto o de batata como o de mandioca são fáceis de fazer e fritar! Confesso que o de mandioca achei que ia desmanchar na hora da fritura, mas não, ele ficou firminho e crocante, experimente!
      Ah! O link... rsrs.
      http://silenimachado.blogspot.com.br/2015/04/10-bookcrossing-blogueiro.html

      Bjs e um ótimo dia! =)
      Vivendo e Aprendendo
      Fotos e Prosas

      ResponderEliminar
    50. Feito Luma. O livro já foi libertado, o post está lá no Sexta.
      Um abraço

      ResponderEliminar
    51. Querida Luma,
      Parabéns pela iniciativa.

      Obrigada por brincar junto lá no blog.
      Um forte abraço de
      Verena e Bichinhos

      ResponderEliminar
    52. Luma,
      Obrigada por incluir meu nome na lista, conte comigo nas próximas vezes.
      Fico feliz que tenha gostado do layout. Finalmente ficou exatamente do jeito que eu queria.
      Big Beijos
      Lulu on the Sky

      ResponderEliminar
    53. Essa iniciativa é fantástica! Vamos libertar mais e mais livros e motivar as pessoas a lerem!
      Beijo
      www.leticiatomsik.com

      ResponderEliminar
    54. Por aqui sempre dou asas aos livros.
      Estou pensando seriamente em fazer uma biblioteca nas imediações do sitio.
      Nem preciso falar muito dessa iniciativa sua não é? fantástico.
      Abraços
      Janicce.

      ResponderEliminar
    55. Oi Luma, Bom dia.
      A freguesia do Areeiro, é uma das freguesias da capital. Aquela a que pertence o aeroporto de Lisboa, e portanto a primeira a ser conhecida por quem nele aterra.
      Eu vivo na cidade do Barreiro. A separar nos existe o Tejo. Se costuma passar pelo Facebook, ontem publiquei imagens de Lisboa, vistas do Barreiro.
      Um abraço

      ResponderEliminar
    56. Olá Luma como vai? Justamente hoje também é aniversário de minha mãe e eu não poderia de me inspirar nela , mulher que há quase 50 anos se dedica a educar trabalhando como professora e contando histórias para as crianças. Nossa participação foi com ela na nossa escola. Acabei de publicar venha ver: http://paulabelmino.blogspot.com.br/2015/04/dia-internacional-do-livrodia-de-festa.html
      Não achei onde inscrever, mas deixo aqui o link de minha participação no 10º Bookcrossing Blogueiro

      ResponderEliminar
    57. Oi Luma, acabei de fazer o post... em cima da hora!
      http://www.flor-de-melissa-atelier.com/2015/04/10-edicao-bookcrossing-blogueiro.html
      Os livros libertados foram Transplante de Amor e Jesus no Lar.
      Fiquei feliz em participar! Beijinhos...

      ResponderEliminar
    58. Luma,

      Conhecia um pouco da história do Raif. e fiquei impressionada com tamanha barbaridade. Uma triste realidade.
      Luma, você não precisa agradecer. Eu, que agradeço imensamente pela oportunidade de participar desse lindo projeto.
      Gostaria de fazer um post falando sobre os livros, mas essa semana foi cheia de compromissos.
      Parabéns por abraçar essa causa tão linda! Imagino que não é fácil organizar.
      Abraços

      ResponderEliminar
    59. Tão triste que o ser humano não possa fazer aquilo que é totalmente seu, pensar e exprimir esse pensamento. É uma capacidade tão potente que muitos a temem profundamente, e por isso a reprimem.

      Incrível como neste nosso planeta, onde a nossa realidade é tão diferente, existam locais onde as pessoas vivam como há 1000 anos atrás. Quando criança inquiri o meu pai sobre a existência do Inferno e ele respondeu-me que era aqui, nalguns locais da Terra. A resposta marcou-me, e recordo-a amiúde.

      Por aqui o que podemos fazer é proporcionar o acesso à leitura de quem não a tem facilmente, para que possam expandir o conhecimento e horizontes, tornando-se pessoas mais conscientes. Precisamente para que possamos mudar um pouco que seja, o nosso Mundo.
      Portanto, este projecto de doação de livros é realmente fantástico, Luma! Parabéns.

      Beijos

      P.S. Há algum tempo assinei uma petição contra essa pena aplicada a Raif. Por vezes essas petições funcionam, e a pena é revertida. Aqui está:
      http://www.amnesty.org.au/action/action/36113/

      ResponderEliminar
    60. Luma, no século XXI dC, tanta barbárie, sobretudo no mundo muçulmano, é confrangedor. Quando e onde, este estado de coisas vai acabar?
      Quando, finalmente, haverá livre circulação de ideias?
      beijos

      ResponderEliminar
    61. Luma, é incrível como esse tipo de coisa ainda acontece - e em como quem a apoia parece ganhar cada vez mais força. E é de se pensar também como eles temem palavras que remetem à liberdade, e em como reagem com uma atitude inversamente proporcional...

      Dois abraços ;)

      ResponderEliminar
    62. Luma acho essa iniciativa muito boa, eu adoraria achar um livro solto por ai. Não tenho livros físicos, todos já doei, atualmente só leio em forma de e-book.
      Estou voltando a blogar, devagarinho, mas vamos que vamos né? rs

      ResponderEliminar
    63. Olá Luma, venho deixar um beijinho
      que beleza essa extensa lista de livros a percorrer novas mãos, numa cadeia de partilha e de amizade ! parabéns pelo trabalho de promoção da iniciativa :)
      Angela

      ResponderEliminar
    64. Que bom ver tanta gente participando; pequenas iniciativas podem fazer uma grande diferença para um mundo melhor.

      petalasdeliberdade.blogspot.com

      ResponderEliminar
    65. Oi Luma!

      Nunca participei deste projeto lindamente enriquecedor pois compartilho livros entre familiares e amigos, mas estou mega interessada em participar nesta edição que está com gosto especial. Até sei quais amiguinhos irei libertar. Assim que o fizer te comunico.
      A história relatada me deixou triste... 😢
      Beijos,

      Selma

      ResponderEliminar
    66. Olá, Luma.
      Esse caso do Raif é dramática, e das que faz-me verdadeiro mal. Este mundo em que tanta gente preocupa-se com a última moda que chegou ali ao shopping, ou com o valor de X na Bolsa de Valores, e "ao lado" gente a ser torturada por questões que não fazem sentido algum. Essa ministra sueca, de que você fala nos comentários, eu, sinceramente, outro dia estava olhando no noticiário, e pensei que ela não há de sentir segura, porque sabe bem onde está pisando: terreno minado, onde a hipocrisia dos interesses fala muito mais alto.
      Um bjn amg sempre ;)

      ResponderEliminar
    67. Querida Luma
      Parabéns pela sua persistência na partilha de livros.Já há muitas pessoas preocupadas e que fazem o mesmo, por sua iniciativa e exemplo.
      Um beijinho
      Beatriz

      ResponderEliminar

    Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

    ...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

    PlagSpotter - duplicate content checker tool
    Licença Creative Commonsget click

    Algumas coisas não têm preço


    finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
    finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
    Verificar conteúdo duplicado

    Me leve com você...

    Leia o luz no seu celular

    Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

    Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

    Leia mais para produzir mais!

    Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor