Satanazim contente, voltando...

Saber viver é vender a alma ao diabo,
a um diabo humanal, sem qualquer transcendência,
a um diabo que não espreita a alma, mas o furo,
a um satanazim que se dá por contente
de te levar a ti, de escarnecer de mim...

(Alexandre O'neill)

LuzDeLuma
Por que é assim;
podemos ter fortuna,
achar que temos tudo na vida,
pra em um segundo
desesperar com febres e calafrios.

*
Tenho muita saúde,
opiniões e disposição para defendê-las
e,
vendo minha alma ao diabo
Somente pelas pessoas que amo.

*
Deixo para vocês uma frase de Roger Cohen,
colunista do International Herald Tribune.

"Todo mundo vai ao blogue que gosta para reforçar a visão que já tem"

Agradeço aqueles que cuidaram do "Luz" enquanto estive ausente.
Amanhã coloco o pé na estrada e volto para a minha felicidade.
O Paraíso é aqui!

23 comentários :

  1. Hello, Luma querida!
    Por isso não a tenho visto por aqui, então estavas viajando, que delícia!
    Mas, voltar pra casa é sempre o melhor de tudo.
    Bom retorno!
    beijos cariocas

    (Estou curtindo a Tina Turner, adoooro!)

    ResponderEliminar
  2. Menina, que delícia de post!!!
    É hora de parar de chorar...
    Era isso que precisava ouvir no dia de hoje... valeu a dica preciosa!!
    Só tenho recebido mensagens de Deus agora à noite pelos blogs que visito...
    Que linda pista!!!
    Obrigada, querida
    Espero que tenha tido um feliz dia do amigo.
    Bjs de paz

    ResponderEliminar
  3. Saber viver é vender a alma ao diabo, e de vez em quando engana-lo rsrsrs.

    Saudades Luma!

    É sempre bom voltar p/ o aconchego...

    Sobre o último pensamento do blog, meu maridão fala algo parecido: "Quando alguém te pede um conselho, na verdade só quer reforçar aquilo que pretende fazer."

    Beijão e uma ótima semana p/ vc!

    ResponderEliminar
  4. Interessante a maneira como você coloca... "vender a alma ao diabo" sem, necessariamente, vê-lo como algo ruim. Longe de mim questionar nossa tradição cultural cristã, mas, sim, muitas vezes é permitindo-nos coisas que são "moralmente detestáveis", mas que nos fazem um bem danado é que vivemos de forma mais plena. Andamos tão carregados de expectativas, de planos, de repreensões que acabamos deixando passar momentos [não tão momentâneos às vezes]. Viver o momento, deixar de contemplas as sombras no fundo da caverna e sair à luz. Se não é o que agradaria às pessoas à volta, pelo menos confere um pouco de paz aos corações tão cansados de tantas pancadas.
    Ótimo post, Luma... mais uma vez.

    P.s.: Não achei termo melhor para substituir o "moralmente detestáveis". Queria ser um Guimarães Rosa agora e criar um neologismo muito meu que expressasse o que eu desejava tanto dizer ali.

    ResponderEliminar
  5. Vade retro Satanás ! Não vendo a minha alma por nada ! Não é minha, dei-a a Deus !

    Também já voltei de férias e desvendei o "mistério" do local destas...

    beijinhos
    Verdinha

    ResponderEliminar
  6. Muito bom, Luma... muito bom! :) Boa semana.

    ResponderEliminar
  7. Então te repito Fantasias: José Augusto

    Me chama
    Me conta
    Me diz
    Como vai sua vida
    Mas diz a verdade com jeito
    Pra não machucar
    Engana que sente saudade
    Que ainda não me esqueceu
    Que seu amor ainda sou eu

    Confessa que eu tinha razão
    E você estava errada
    Disfarça
    E não diz que esse outro
    Te faz mais feliz
    Me engana
    Me esconde a verdade
    Sonhar é melhor que sofrer
    Mente pra mim
    Me ajuda a viver



    Deixa eu pensar
    Que isso tudo é fantasia
    Que eu te tenho todo dia
    Que eu nunca te perdi
    Deixa eu te amar
    Hoje muito mais que antes
    Pelo menos um instante
    Quero ter você aqui

    Confessa que eu tinha a razão
    E você estava errada
    Disfarça
    E não diz que esse outro
    Te faz mais feliz
    Me engana
    Me esconde a verdade
    Sonhar é melhor que sofrer
    Mente pra mim
    Me ajuda a viver...

    ResponderEliminar
  8. Eu fiquei de olho enquanto não estavas por aqui.

    Que bom que voltou!

    Eu adoro estar por aqui.
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  9. Luma:
    E é isto mesmo.
    "Todo mundo vai ao blog que gosta para reforçar a visão que já tem."
    E isto vale para livros, obras de arte...
    Gostamos dos espelhos.

    Beijos.
    Anny.

    ResponderEliminar
  10. ê, diabim danado de bão...beijim nitu, visse...

    ResponderEliminar
  11. Eu tb venderia minha alma, se a tivesse...heheh bem vinda de volta Lumita! beijos,

    ResponderEliminar
  12. Ráh! Tinha muita gente de olho aqui, rsrs. Bem vinda de volta ;) Boa semana, beijos.

    ResponderEliminar
  13. oxe, q delícia! viajar!!!! trouxe boas histórias e lembranças na bagagem, conta um dia pra gente rs.

    pelos que amamos, pelo que amamos, vendemos tudo. só não vendo o corpo pq acho que não vai render muito, a coisa tá feia hehehe

    bom dia!

    ResponderEliminar
  14. Oi Luma, sou o Grilo Dias (músico de folk de Pouso Alegre). Gostaria de te agradecer por ter postado uma de minhas músicas no seu excelente blog, em um post de algumas semanas atrás. Fiquei muito feliz quando vi seus comentários e a boa recepção por parte dos leitores. Muito obrigado!

    ResponderEliminar
  15. Gosto desse diabinho humano...(risos)...afinal, viver pra que, sem ter prazer nas coisas boas da vida , não é?...

    E gostei muito da última frase...se tu és meu espelho, que quero eu mais da vida? te admiro muito...
    Beijos sinceros e carinhosos...

    Liz

    ResponderEliminar
  16. Oi Luma,
    Passei aqui para deixar um abraço e desejos de um ótimo dia!

    ResponderEliminar
  17. Oi Luma....

    aff. vender eu pro capeta, hum... vai que aquele trambiqueiro resolve me pagar em prestações.

    "cruiz in credo" rs

    mas quantos diabinhos a gente já não deu de graça a nossa linda vida, né.


    Amei a frase de Roger Cohen: Todo mundo vai ao blogue que gosta prá reforçar a visão que já tem.
    Perfeita.

    Só que no meu caso, em relação ao teu blogue, venho aqui porque ele me cutuca, me faz crescer.

    beijinho

    ah.. dei boas risadas com o comentário do Alê,rs

    com meu 1,55 de altura o coisinha não ia ter muito lucro.rs

    ResponderEliminar
  18. ´È ninguém está livre de uma doença não é mesmo? Não respeita ricos nem pobres. Quanto a vender a alma, nunca pense nisto. Nossa alma vale mais do que o mundo e o que ele possa nós oferecer. Esse negócio de capeta bonzinho, não sei não e tenho lá as minhas dúvidas. Se apenas um mosquito da dengue te ferrar, você verá muitos capetinhas e terá muitas dores isso se não for visitar São Pedro antes da hora. Brincadeira gente, espero não têlos assustado.
    Seja bem vinda Luma seu retono é nossa luz...

    ResponderEliminar
  19. Há diferentes tipos de viagens, uma delas eu acabo de fazer. rs

    bacio

    ResponderEliminar
  20. Luma, eu adorei o post. Estava mesmo sentindo sua falta.

    "Todo mundo vai ao blogue que gosta reforçar a visão que já tem" - ADOREI.

    Quer aprender scrapbook? Posso te ensinar! :)
    Beijos

    ResponderEliminar
  21. q horror, não gosto dessa frase. vender a alma é algo q não gosto nem de ler..ahahaa

    mas realmente vamos aos blogs q temos afinidades com modo de pensar, ou gostos mesmo...


    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderEliminar
  22. Bom retorno querida!
    Bjos
    Léia

    ResponderEliminar
  23. Lum,a sem cabeça para sequer apreciar o verso. Mas acredito que diga coisa boa...
    Bom ler você, sempre.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor