Ponto de Vista

Luz de LumaToda crise traz consigo ruptura e oportunidade. O curioso é que estamos permanentemente em crise e nunca satisfeitos com o que temos. Feito criança que luta para ser presenteada, para depois de quinze minutos de divertimento abandonar o brinquedo - Descontentamento, a palavra da vez.

Vale lembrar que estou generalizando.

E quando se tem o desejo de mudar, mudar para melhor, porque dos 20 aos 30 se quer entrar para a faculdade, conhecer alguém especial ou definir profissão, casar e ter filhos. Nesta fase todas as decisões irão repercutir por toda a vida e a sociedade, vai te cobrar esse crescimento! Terá que deixar de ser criança. Cortar o cordão umbilical e andar com as próprias pernas.

Na crise dos 40, há um descontentamento porque não se realizou tudo aquilo que almejou, pouco do sonhado aconteceu, instala-se a insatisfação pessoal e sua auto-estima vai lá embaixo e para piorar: Filhos adolescentes. E se não constituiu família, começa a temer a bendita solidão ou passa a ser a tia(o) preferida(o), ou não.

Crise dos 50 – Andropausa e menopausa – síndrome do ninho vazio... os filhos saem de casa, você tem tempo para olhar para você e você olha para aquele corpitcho que não mais lhe pertence, entrega pra Deus, porque este corpo não mais lhe obedece e a partir daí começam as limitações físicas e adeus 'badalações'...

Aos 60 – De vez em quando uma depressão, porque ninguém é de ferro. Mas tem a sabedoria de aceitar tudo que lhe acontece e ainda tem a voz da razão; as pessoas lhe pedem conselhos. Sua felicidade são os netos que lhe trazem os filhos de volta para o ninho.

Aos 70/80 – Não briga mais. “É a vida!” sua frase preferida – vê a vida passar com olhos e passos miúdos. De vez em quando uma rabugisse, porque ninguém é de ferro. Agora a felicidade é plena. Aprendeu a relevar e não tem o sexo para escravizar.

Luz de Luma
E o que eu quero dessa vida?
  • Desejo primeiro o discernimento, para separar as crises reais das imaginárias e distinguir o “mudar” do “mudar para melhor”.
  • Desejo flexibilidade, pois deve-se aprender a curvar-se diante da inexorabilidade dos fatos mesmo quando confrontados com os argumentos mais sólidos.
  • Desejo ousadia, porque é preferível tentar e arriscar a inclinar-se frente ao receio e adversidades.
  • Desejo criatividade, quero fazer diferente para que eu possa evoluir.
  • E finalmente, desejo coragem, para continuar a dominar o medo, para realizar escolhas, para abdicar da estabilidade infeliz, para combater a hesitação, para negar o que convém e exigir o que me é próprio.
Na verdade, a melhor crise é a do bêbado.

Este não sabe o que prometeu para a mulher. Se era para chegar às 10 e beber uma dose, ou se era para chegar à uma e beber 10 doses.

Na dúvida, senta ali quietinho no canto para prozeá – sem prozac...

Você, o que quer desta vida?

44 comentários :

  1. Quero mais...

    Luma, fujo todo esse padrão, conceito, parâmetro sei lá... Terminei faculdade com 36 aninhos rrsrs,. Com 40, mais segura realizando um grande amor, filhos, trabalho,, sentindo-me dona do meu destino.

    Caminhando para os 50, com a presunção que será melhor que os 40... Sabe-se lá... Para que se torturar, se "pré" ocupar, antes do presente chegar...

    Nos 60 me visualizo muito sasariqueira, celebrando a vida!

    Talvez o bêbado esteja em melhor situação, ele adormece no imaginário e não sente o medo de um futuro que não está no seu presente...

    Amei o efeito nas imagens, parece que quer captar a áurea...

    Beijos e luzes... (Ah! Gostei dos poemas!)

    ResponderEliminar
  2. Nessa altura do campeonato, viver a vida da melhor maneira que sei Luma!
    Viver plenamente cada dia, cada instante sagrado.
    Você sabia que o ser humano envelhece por imitação? Pois é...pasme!
    Isto é uma afirmação do Dr.Deepak Chopra.
    Até os cinquenta estive enquadrada no sistema...após, voilá...rompi com as regras e resolvi fazer diferente...está dando certo. Pelo menos para mim!rsss
    Belo tema. E gostei das imagens!
    Abreijos.
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
  3. Luma querida, eu sou meio Pollyana e acredito que as crises e mudanças são sempre pra melhor!!!
    E também peço a Deus que sempre me dê serenidade, flexibilidade, coragem e luz.
    A minha maior e eterna busca é por minha paz de espírito. Tenho um geninho meio forte e não quero passar meus humores pros outros, então vivo nesta constante busca de equilíbrio.
    Adorei seu post, achei muito pertinente e com questões que farão seus leitores pensarem acerca de seus objetivos na vida.
    Obrigada sempre por suas palavras!!!
    Beijosssssssss
    Vero

    ResponderEliminar
  4. Eu já estou com 6.2...assim,quero a maior tranquilidade pra vida possível...

    Não faço mais nada do que não tenho vontade.Podem me convidar pra festas arrumadas, não vou. Só vou onde posso estar livre e bem à vontade.,Chega de frescuras(aliás, nunca as tive muito, mas pelo menos ía nos lugares...Hoje, não contem comigo.

    Virei bicho do mato,quero natureza, família,ser feliz fazendo coisas simples...

    Tento, tento e tento isso sempre.Procuro e procuro isso também!


    Um beijo,tudo de bom,chica e adorei o post...

    ResponderEliminar
  5. Entendo que uma grande parte das pessoas passe por todas estas fases que você descreve mas, felizmente, há exceções, como os comentários já relataram. Eu casei aos 37 anos, tive o meu primeiro filho aos 38 anos o segundo aos 39 anos, 2 meses antes de completar 40, e estou recomeçando a vida agora no Brasil, então nem pensar em crise da meia idade, não há tempo para isso!
    O seu texto é maravilhoso, uma excelente reflexão que todos deveriam ler!
    Beijo
    Adri

    ResponderEliminar
  6. Maravilhoso, adorei os seus desejos, que sao os seus. As crises tb andam variando por ai, mas de uma maneira geral o ser humano nao é muito criativo nisso nao. A cultura solapa.
    Beijos querida, fique com Deus e com sua evoluçao bacana.
    Cam

    ResponderEliminar
  7. Que texto legal, Luminha!
    Poxa, eu quero tudo isso que você colocou e mais uma coisinha - Tempo - quero mais tempo para viver e conhecer coisas novas e, claro, cabeça boa, funcionando bem para curtir tudo isso.
    beijinhos cariocas

    ResponderEliminar
  8. Luma, depois de tudo que já passei, procuro descomplicar meus dias, evito me aborrecer, não guardo mais nada no baú, viro as folhas da vida sem ficar olhando para trás.

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Hoje em dia parece que o tempo não passa, corre. Tudo ficou mais tardio, se casa mais tarde, se tem filhos mais tarde e até (parece) que se é feliz mais tarde.

    Bjs
    Mah

    ResponderEliminar
  10. O importante é estar em eterna e constante reflexão para evoluir sempre.
    Mamarazzi Week, dicas de blog e presente de dia das mães.
    E uma homenagem especial!
    Confira!
    Bjs e fik c Deus.

    ResponderEliminar
  11. O que eu mais quero Luma? Paz. Deitar a cabeça no meu santo e perfumado travesseiro e saber que não tenho preocupações ou grandes problemas. Só sonhos...e esses, como vc bem sabe e já dizia a velha canção: sonhos não envelhecem. Beijos,

    ResponderEliminar
  12. Luma, dessa vida quero sempre ter a tranquilidade da honestidade e discernimento para os momentos difíceis.
    Bom dia!!!
    Xeros

    ResponderEliminar
  13. Lindo seu texto.
    Quero mesmo é que as pessoas eternamente insatisfeitas, deixem de ser. Vejo o sofrimento de quem, nada é bom. Nada traz alegrias.
    De resto é seguir bem esse caminho que você mostrou aqui. Olhar a vida, e ver que tem motivos para agradecer. Que a vida foi generosa comigo. Que eu sou feliz.
    Beijos linda.

    ResponderEliminar
  14. Querida Luma,
    assino por baixo das suas 5 palavras:
    discernimento, flexibilidade, ousadia, criatividade e coragem.
    Mas acrescento uma importantissima:
    Prazer de viver.
    Pois conheço pessoas que não gostam de viver, outras vão vegetando esperando sua hora. Ok, que está tudo interligado, sem vontade de viver não há ousadia de virar a mesa, coragem de dar um passo de mudança, discernimento para analisar os problemas, criatividade para encontrar soluções e flexibilidade para aliviar a rigidez de raciocinio.
    Muito bom seu texto (como sempre).
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderEliminar
  15. "Luma, está de olho em você! Não tenha medo de ser feliz! Avixe! "Eu adoooro esta frase, ali em baixo! Graciosa.

    Olha eu que tou aqui vivendo a crise dos 30! Sei bem que é hora de começar a não perder tempo com gente vazia, relacionamento enrolado, negócio inacabado!
    Também desejo flexibilidade e criatividade, e preciso me direcionar com foco limpo!

    Que post maravilhoso Luz-Luma!

    Prabéns mesmo.

    ResponderEliminar
  16. Luma,

    Estou na metade dos 20 aos 30, já me formei e mês passado fui finalmente efetivado no trabalho. Agora, depois de alcançado um porto seguro, quero mais, um emprego melhor, uma vida mais tranquila, e alguém capaz de aguentar minhas neuras, mas que seja menos neurótico que eu. Mas não tenho tanta pressa,apesar de temer os 40 e a hipotética condição de tio, por enquanto o tempo ainda joga ao meu favor.

    Grande abraço, e um bom dia.

    ResponderEliminar
  17. Caríssima
    Esse post foi perfeito para mim!
    O que mais quero da vida é saúde. Mas se devo pensar no aqui e agora, diante dos obstáculos que estou vivendo, desejaria apenas tranquilidade.
    Um abraço apertado
    Léia

    ResponderEliminar
  18. Luma,

    Eu quero, sempre, discernimento, coragem, flexibilidade, ousadia e ciatividade.
    Riscos são o tempero da realização, o estímulo para criação e para a mudança permanente, que, para mim, é necessária.
    Abraço
    Luiz Ramos

    ResponderEliminar
  19. bacana essa reflexão! realmente, o que queremos?
    acredito eu que cada faixa de vida pede algo diferente.
    eu quero paz, mais tempo rs, estabilidade.
    quero tb ter ousadia, coragem, pelos motivos que vc citou. e flexibilidade tb, como é importante até para nossa sobrevivência (e a do outro, pra gente entender que o mundo não é feito por nossas regras...)

    pro mundo eu desejaria muita paz, que todos fossem mais unidos... sem aquele papo demagogo e primário mas é o que eu queria...

    adorei a crise do bêbado ahahha
    bom dia

    ResponderEliminar
  20. Adorei Luma as fases das idades e seus desejos.
    Para mim quero sonhos se realizando, pois comecei a viver a tranquilidade de filhos criados, formados e netinha que chegou.
    Agora quero me dedicar a mim, e quem quiser que me siga ou vou sozinha.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderEliminar
  21. Oi Querida
    Quero saúde física e mental para poder continuar independente e ie em direção aos meus "sonhos".
    Adoro a vida e quero ter coragem de vencer os obstáculos de forma saudável.
    Para entender tenho 62 anos ...
    bjs

    ResponderEliminar
  22. é, Luma, a vida não é fácil. mas é deliciosa.
    faço dos seus desejos, os meus. adorei!!!!


    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderEliminar
  23. Luma
    Creio que se deve viver cada momento da vida, como sendo o único e ir se adaptando ao tempo, sempre procurando ter como base uma fraternidade alegre, feliz...Nos meus 73 anos, penso assim.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  24. O que eu quero dessa vida?

    A paz que perdi ao fazer as escolhas erradas. Só isso.

    ResponderEliminar
  25. O que eu vi foi um monte de frases feitas. Desde quando a vida vem pronta.Todo mundo aqui vive de paz e vive o dia. Mas o que é paz? O que viver o dia? Rotina?

    Observaram que os homens nem sequer se referem a família como meta? Família é só coisa de mulher.

    Fácil falar da vida com mais 50 anos, por que não disseram o que faziam aos 20 anos dã!

    Eu quero soluções reais para os problemas do mundo.

    ResponderEliminar
  26. Luma...

    graças a Deus fiz bastante coisa boa.
    mas agora eu quero aprender a ter paz. paz no coração....
    um beijo

    ResponderEliminar
  27. Eu to justamente na fase de crise para decidir o futuro!!!
    Mas vai dar certo! O final eu copiei aqui p ler toda hora!
    Beijos saltitantes
    Boa sexta-feira

    ResponderEliminar
  28. Luma,
    O que eu mais quero é saúde física, e principalmente, mental para ver a Princesinha crescer e ser feliz. O que quero é tranquilidade,
    Adorei o texto!
    beijo, menina
    denise rangel

    ResponderEliminar
  29. Luma:
    O que quero desta vida?
    Uma boa pergunta.
    Quero aprender a escolher as possíveis, melhores respostas...
    Beijos.
    Anny

    ResponderEliminar
  30. O que eu quero dessa vida? Viver a fase dos 50 com saúde, garra e fé na realização dos meus sonhos! E quais são os meus sonhos? São os que declarei na postagem sobre as metas de 2011 e os planos para chegar a fase dos 60 em condições de evoluir sempre!
    adorei seu blog!
    bjs Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderEliminar
  31. Luma, ADOREI o post. Foi para mim? Obrigada! rsrsrs.
    Brincadeiras à parte, eu estava meio que assim, insatisfeita com um monte de coisas, apesar da idade ser na faixa dos 30, a crise é a da que você descreveu dos 40. E o que eu quero dessa vida, me caiu como uma luva. Me curvei diante do fato inexorável de que o trabalho estava uma merda, ousei e arrisquei mandando curriculo para outras empresas, mesmo sabendo que a empresa estava passando por mudanças, me permiti ser criativa e me coloquei na posição de aprender algo novo, e fui corajosa, me desliguei da empresa.
    Me sinto tão leve. Desempregada, mas leve. rs
    Beijos

    ResponderEliminar
  32. Estou quase nos 50 esperando a tal crise dos 40...

    ResponderEliminar
  33. eu já matei minhas ansiedades, chega de pensar no que não aconteceu, apenas aproveito a vida da melhor forma possível.

    abraços

    ResponderEliminar
  34. "É a vida!" eu, com 36, já disse muito isso rs... Estou até hoje em crise, confesso. Mas quem não tem crise não amadurece (bom, espero rs...).
    Que Deus lhe abençoe...

    ResponderEliminar
  35. Oi Luma :) Bom final de semana!
    Também é curioso e acontece em algumas situações que depois de se perder o que um dia se teve e não se valorizou de repente passou a ser uma necessidade dolorosa... Mas a atitude é como você diz, mais vale não pensar para não ter dor!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  36. Luma querida, você está lindíssima de chapéu. Parece uma modelo na passarela. Sabe que adoro chapéus. Como uma boa escorpiniana, mesmo mostrando-se toda, ainda assim consegue ser misteriosa e elegante.

    Quanto ao texto se você me perguntasse há uns sete meses atrás eu responderia que não quero nada... e bli bli bli, blá blá blá...

    Hoje eu quero as mesmas coisas que você. Eu quero viver. Com 45 anos nem sei se tive alguma crise, mas vou vivendo um dia de cada vez... com muita paz e luz.

    Beijos!

    ResponderEliminar
  37. Luma
    Uma mensagem muito boa e propricia.
    com carinho Monica
    mamae caiu q quebrou o pé

    ResponderEliminar
  38. Luma, querida, quer post reflexivo e bonito!! Explico... Reflexivo porque me faz gostar de cada fase de minha vida, me levando a viver o agora, e bonito, porque faz bem saber que á muita coisa boa para se viver ainda, mesmo que as fases não sejam vividas uma a uma:)

    Obrigada pela sua visita no Pétalas Estelares. Eu adorei. Eu estou sumida porque a mamãe, em março, foi atropelada por uma moto e foi operada no bracinho. Graças a Deus está melhor, mas eu ainda não consegui retomar meus blogs e contatos amigos.

    Beijos,carinho
    Madalena

    ResponderEliminar
  39. De acordo com interpretes judaicos do Antigo Testamento, Abraao certa vez pediu "paz" a Deus. Deus lhe prometeu prosperidade, felicidade, orgulho e prazer das futuras geracoes, mas fez questao de jamais prometer paz. A interpretacao, no caso, e que "paz" nao e algo que se tem em vida. Nao existe a ausencia do conflito, nunca, a questao do mais sabio e como lidar com o mesmo.

    Mas dizendo assim, eu bem queria chegar aos meus 80 e sentir prazer dos meus filhos e netos, e olhar pra minha vida e saber que, se nao fiz tudo o que queria e se sobram arrependentimentos, que ao menos eu tenha vivido.

    Beijao e grato pelo apoio sempre!

    Roy

    ResponderEliminar
  40. Nossa, agora fui obrigada a revirar meus dias. Todos eles, sem exceção. Estou na idade do quase. É aquela idade onde não se tem mais vinte e também ainda não se tem trinta.
    Mas como idade não entra no meu cotidiano. sei que hoje pela manhã voltei a ser criança e na hora do almoço envelheci cinquenta anos. Depois voltei a ser criança e agora sou meio menina, meio mulher, meio anciã e quero dar beijos na boca do meu menino que está lá vendo tv. rs
    Não acho que as idades tem todo esse peso, mas eu aprendi desde cedo que tempo serve apenas para badalar no meio da parede e que até pra andar pra frente, precisa da ajuda de alguém. O nono que o diga.
    bacio e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  41. Eu estou chegando aos 40 e quero uma crise. A gente se supera depois de uma crise bem resolvida.
    Mas minha crise não seria como a do post. Não tenho filhos e nem quero ter, então não estou com filhos pequenos e nem na adolescência e nem na batalha contra o relógio pra engravidar, o que infelizmente muitas mulheres passam quando estão chegando aos 40 anos. Sou tia mas também não tenho pretensão de ser a tia preferida, nem compenso nos meus sobrinhos o fato de eu näo ser mãe pois isso é uma escolha minha.
    Virei estudante de novo depois de ter concluído faculdade, trabalhado, ... chutei o balde e estou recomecando, agora quero algo novo.
    Acho que minha crise vai ser física mesmo.

    Beijo

    ResponderEliminar
  42. Eu estou chegando aos 40 e quero uma crise. A gente se supera depois de uma crise bem resolvida.
    Mas minha crise não seria como a do post. Não tenho filhos e nem quero ter, então não estou com filhos pequenos e nem na adolescência e nem na batalha contra o relógio pra engravidar, o que infelizmente muitas mulheres passam quando estão chegando aos 40 anos. Sou tia mas também não tenho pretensão de ser a tia preferida, nem compenso nos meus sobrinhos o fato de eu näo ser mãe pois isso é uma escolha minha.
    Virei estudante de novo depois de ter concluído faculdade, trabalhado, ... chutei o balde e estou recomecando, agora quero algo novo.
    Acho que minha crise vai ser física mesmo.

    Beijo

    ResponderEliminar
  43. Nem sei exatamente o que quero, as vezes me sinto perdido...

    Mas penso que o rascunho disto seja um pouco de felicidade com aqueles que eu amo.

    Fique com Deus, menina Luma Rosa.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  44. Sempre volto a este post para pensar um pouquinho a respeito de mim mesmo... E sempre saio com decisões tomadas... Percebi que não adianta tentar mudar radicalmente algumas coisas... como um prédio que precisa de fundamentos sólidos para que se ergam os patamares um a um, tento ao sair daqui reconstruir algumas coisas avariadas para poder, em seguida, dar um pequeno passo para a melhora definitiva. Nem sempre dá certo. Às vezes, percebo que errei o cálculo nas medidas do fundamento. Tento erguer uma parede nova e tudo vem abaixo. Nessas horas tem sido complicado retirar o entulho de mim mesmo, mas tenho conseguido. No mais, espero que o resultado final seja bem agradável e que, pricipalmente para mim, seja um lugar acolhedor, que estar em mim mesmo seja acolhedor...

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor