O homem das 1.033 patentes que não deixa ninguém brincar

Edwin Hubble x Thomas Edison

Desenhos Vladstudio Edwin Hubble x Thomas Edison

Hoje quando vi o Doodle Google em homenagem aos 164º aniversário do inventor e empresário Thomas Alva Edison mostrando suas invenções mais famosas - fonógrafo e lâmpada incandescente, comecei a recapitular suas outras criações, sem as quais seria impensável a vida moderna.

Além da lâmpada e do Fonógrafo, indiretamente também criou a válvula eletrônica, a telefonia interrurbana, projetor de cinema e várias outras criações que somam 1.033 patentes registradas. Esse gênio encontrou um campo vasto de trabalho à sua frente até completar 84 anos, morrer e nos deixar uma herança bastante confortável.

O que propiciou a este rapaz de família pobre, nascido em Milan, Ohio, interior dos Estados Unidos, tornar-se verdadeiramente admirável, quando sabemos que sua formação esteve restrita ao curso primário?

rastro de estrelas
Astrofotografie Hluboký Vesmír

Dia 11 de Fevereiro de 1847, o céu se iluminou de estrelas com o seu nascimento e deu a este caçula dos quatro filhos de Samuel Ogden e Nancy Elliott Edison, uma trilha iluminada de realizações. Inteligência ou força de vontade?

Thomas frequentou a escola formal por apenas três meses em toda a sua vida e na prática, foi educado pela mãe, que era professora. Pobre e de educação formal quase nula, aos 12 anos já estava trabalhando. Vendia jornais e doces aos passageiros que circulavam pela ferrovia Grand Trunk, entre Port Huron, no Michigan - onde a família se mudara quando ele tinha 7 anos - e Detroit.

Aos 15 o jovem Thomas já dividia as suas atividades entre o emprego de telegrafista e as pesquisas por conta própria. Aos 21, registrou sua primeira patente - uma máquina automática de votar - Oras, Thomas! Até no Código Eleitoral Brasileiro em 1932, colocou seus dedinhos prevendo o uso da máquina de votar? (O uso só foi efetivado nos anos 90).

Essa primeira invenção serviu para dar a partida em um processo de criação voraz. Edison criou teletipos, sistemas telegráficos que permitiam enviar, por um mesmo fio, múltiplas mensagens simultaneamente; a "pena elétrica", para a reprodução de manuscritos à distância: o fonógrafo de rolo, que ganhou grande popularidade; o transmissor carbônico, essencial para que o telefone de Graham Bell se tornasse efetivamente um aparelho funcional.

Uma de suas maiores invenções foi uma instituição inteiramente nova para a época: o laboratório independente de pesquisas industriais, que se chamava de "Fábrica de Invenções", cheia de assistentes. Bem...

Para entregar à humanidade a primeira lâmpada elétrica, na essência a mesma usada nos dias de hoje, Thomas Edison precisou queimar mais de US$40.000 em experimentos. Não desistiu! Acreditava nas possibilidades de concluir seu sonho e captar recursos não constituía mais um problema para ele, dono do que era um espírito ousado e empreendedor e de aguda visão de marketing. Tão aguda e feroz que sua Motion Picture Patents Company, criada em 1908 com direitos legais sobre a produção e a distribuição de qualquer filme em território americano, foi considerada um monstro monopolista que se extinguiu em 1915, desabitando o mundo das artes. Durante a vigência de seu poder, qualquer pessoa que desejasse produzir ou exibir filmes nos EUA, tinha que pagar uma taxa à companhia.

Essa empresa tinha amparo legal e com Edison, a essa altura um inventor próspero e cercado de auxiliares brilhantes, havia desenvolvido as versões até então mais funcionais de câmeras e projetores de cinema, seus advogados começaram a processar e esmagar a concorrência. Em muitos casos, os competidores estavam realmente copiando os equipamentos de Edison. Em outros, porém, ideias originais foram soterradas pelo mesmo poderio legal.

A onda de protestos contra o monopólio - acusado de usar até de violência física contra os produtores rebeldes, a exemplo da própria Máfia - foi liderada por jovens empreendedores como Carl Laemmle, que em seguida fundaria o estúdio Universal, e como William Fox, um dos futuros sócios da 20th Century Fox.

Edison era indiscutivelmente um iluminado. Até o seu odiado monopólio - Dissolvido pela Lei Sherman Anti-Truste, teria produzido efeito positivo. Há quem sustente que foi para fugir dos olheiros e advogados do inventor que muitos produtores de cinema se estabeleceram na Costa Oeste, em Los Angeles. Quer dizer: Edison, por vias tortas, teria inventado até Hollywood.

O Jovem Tom Edison virou roteiro em Hollywood e em breve, mais cenas dessa história que vira e mexe é acrescida de detalhes

rastro de estrelas
Astrofotografie Hluboký Vesmír

Enfim, além das mais de mil patentes registradas, deixou uma coleção de mais de quatro milhões de páginas de documentos. A organização deste acervo, ficaram a cargo de historiadores da Universidade Rutgers e do Edison National Historic Site e só será concluída, segundo estimativas, em 2015!

Mais um motivo para o mundo não acabar em 2012!

34 comentários :

  1. Olá, minha querida
    O que nos mostra é mais uma para constatar que sabedoria independe de estudo... que lhe dá polimento...
    Bjs de paz

    ResponderEliminar
  2. Adorei, vc achou uma forma muito interessante de falar sobre a história de vida do "nobre e estimado" Tom, bem os produtores de filmes do inicio do século XX possivelmente não o estimavam muito néh!!!

    Adorei, texto informativo e instigante ao mesmo tempo!!!

    Ah, e que bom saber que nem sempre o que recebe a melhor instrução formal é o que brilha mais, por um lado prova a falencia do ensino formal e da propria escola como projeto capaz de iluminar os povos e racionalizar a sociedade, por outro mostra que as pessoas são sempre capazes de superar qualquer dificuldade, basta querer e ter o apoio necessário!

    ResponderEliminar
  3. É constragedor, porém, ele registrou, apropriou, usou, e enriqueceu e não pagou por ideias, conceitos, propriedades e trabalhos de Nikola Tesla!

    ResponderEliminar
  4. @adaobraga, pelo que sei, quem prejudicou Tesla foi JP Morgan. Se não fosse ele, teríamos transmissao de energia elétrica sem fio para o mundo todo gratuitamente. Não sei se você sabe, mas a palavra "wirelless" foi usada por Tesla em 1892 quando se referiu a essa energia elétrica "gratuita" transmitida pelo ar. Ah, e quem roubou-lhe a patente do rádio não foi Thomas Edison e sim Guglielmo Marconi que na época era dono da Marconi Wirelless Telegraph. Beijus,

    ResponderEliminar
  5. nossa....o cara era de uma criatividade e persistência sem fim...
    adorei saber mais, só sabia a da lampada...

    Um ótimo fim de semana para você!!!

    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderEliminar
  6. Luma, brilhante, como sempre.
    Imagino o que devia ser descobrir ou inventar algo nos tempos em que tudo ainda (ou quase) do mundo moderno era desconhecido.
    Ele não teve a educação formal, a de escola, mas o fato de estudar com a Mãe, professora, pode lhe ter dado (e deve ter sido assim) muito mais conhecimento.
    Aprendi na Escola a raíz quadrada, os teoremas, e mil e uma coisas das quais nunca fiz uso! O que vale é a prática. Se sabemos ler, o mundo é nosso! É só pegar um livro e aprender, né não?
    Ele foi genial , acho a lâmpada uma das maravilhas da vida.
    Tenho um irmão que não fêz faculdade nenhuma e dá aulas de eletrônica, engenharia, informática, línguas e muito mais, melhor que professor formado.
    Aprendeu sozinho, vendo, olhando, "fuçando".
    Adorei saber mais de Thomas Edison!
    Beijos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  7. Lindo post. E lrndo isso, penso que o minimo que podemos fazer é expressar nossa criatividade e deixar tb algum legado a humanidade. Temos uma divida de gratidao com todos os inventores, criadores, que fizeram esse mundo melhor.
    Beijos e um pedido- deixei duas mensagens naquele outro veiculo de internet, da maior da maior importancia. Peço que voce leia ( por que voce nao acessa muito, estou te informando por aqui) e me ajude em uma missao que é ajudar um projeto de uma amiga. Estou em uma das mensagens te aprensentando a quatro amigas que voce vai adorar conhecer, tenho certeza absoluta. Nao sao pessoas ligas a net. Sao cientistas politicas.
    Beijos querida e muito obrigada por sua atençao sempre que te solicito. Voce é uma flor.

    ResponderEliminar
  8. São histórias diferentes. TE, o enganou por algum tempo. O fez trabalhar com promessas e mais promessas. Depois não o reconheceu, não lhe pagou, não honrou o combinado!

    ResponderEliminar
  9. E de repente fez-se luz na minha mente !
    É uma bela lição de vida que nos ofereces bem como uma grande lição de cultura ! Confesso que não imaginava donde vinha o Thomas Edison !
    Obrigada pela partilha !
    Beijinhos
    Verdinha

    ResponderEliminar
  10. Nossa, eu não sabia tanta coisa assim sobre Thomas Edison! Antes eu achava que ele era um gênio, agora acho um super mega ultra gênio!!!!

    =*

    ResponderEliminar
  11. Luma Rosa, a propósito do aparente paradoxo entre a quase total ausência de educação formal e a profícua criatividade de Thomas Edson, além de sua genialidade, é nas palavras de Friedrich Nietzsche em “Assim falou Zaratustra” que consigo encontrar uma explicação, mínimamente razoável, pra que tantos feitos tenham vindo de uma mente só: “É preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante.”

    Muit’obrigado por sua visit’em meu blog, viu? Deixei lá uma respost’especial pr’ocê. Bjs

    ResponderEliminar
  12. Gostei imenso desta grande reportagem sobre esse grande inventor. Pena é que hoje existam tantos, reconhecidos mundialmente com os seus feitos, patentes registadas e ninguém lhes dá seguimento e na volta acontecerá como o que ocorreu com Edison...só anos depois é que reconhecem que realmente "a coisa funciona".

    O mundo acaba e renasce todos os dias, para quem morre ou nasça e 2012 vai ser o ano da mudança desta crise que meia dúzia de palermas nos enfiaram.

    Também vai ser imensamente bom para quem tem comércio de velas, santainhada, adereços, etc. que poderão facturar como facturaram no final de 1999 para 2000.

    Beijos deste lado de cá

    ResponderEliminar
  13. Oi Luma.
    Acho que Thomas Edison foi um predestinado. Simples assim. Também nteressante - e positivo - é o fato de que, aliado à sua capacidade inventiva, foi um homem de negócios astucioso.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  14. Oi Luma, boa noite!
    Existem pessoas que são escolhidas, iluminadas, e isso percebe-se claramente em exemplos como esse, em que alguém consegue fazer da sua existência algo tão notável como admirável, e ainda deixar de herança para os demais.
    Beijo meu.
    Angel.

    ResponderEliminar
  15. Quem é genial nasce genial, com dinheiro ou sem dinheiro, basta ter estrela! E isso ele tinha né? Quantos gênios há por aí que nem tem como mostrar seus inventos? belo post Lumita, beijos,

    ResponderEliminar
  16. Oi Luminha!

    Eu também me detive nas letras do Google e na engenhoca que aparecia e tive a curiosidade de ler um pouco de um homem que sempre me intrigou quando criança, por se chamar Alva. Não era pra ser nome de mulher? Mais tarde, reconheci em minhas viagens ao Lello Universal e outros, o seu talento. Não tive a informação exata e você nos proporciona isso aqui. Eu acredito que existem pessoas predestinadas em outro plano, para, de vez em quando, virem à Terra e nos ajudar a progredir. São espíritos de mais luz, certamente. Que bom que Thomaz nos deixou esta herança tão preciosa!
    Um beijo e muita LUZ pra você!

    ResponderEliminar
  17. Muito legal rever um pouco da História contada por você, com todo cuidado e respeito que Thomas Edison merece!
    Parabéns pelo post e pelas bem escolhidas imagens!
    Bjs
    Nade (Conheça meu novo blog, o Diário de Bordo!)

    ResponderEliminar
  18. Luz, muita luz, muito além das cortinas são palcos azuis!

    Luma, grato pelas visitas e por este blogue delicioso de se ler.

    Abraço fra/terno.
    Muita paz!

    ResponderEliminar
  19. Como sempre vc dando aula,Luma. Não sabia disso tudo,rss

    Beijos!

    ResponderEliminar
  20. Imagine o que ele inventaria vivendo em 2011...

    Luma, sei que é tarde, mas se puderes dar uma passada lá no meu cafofo, hoje temos surpresa... Amanhã novidades...

    Beijooooooooo

    ResponderEliminar
  21. Interessante a vida desse gênio nem sempre reconhecido, mas talvez o Edison não ficaria feliz em me conhecer: tenho fotofobia.

    Quanto ao mundo terminar em 2012, é a única esperança de livrar a Itália do Berlusconi. :)

    ResponderEliminar
  22. Oi Luma, atráves de histórias como essas é que vemos que o empreendedorismo é algo que está no sangue, é talento! Thomas foi brilhante, pena que usou do monópolio.

    abraços

    ResponderEliminar
  23. Perseverança, crença em si e na sua capacidade. Adoro a história dele!!!

    ResponderEliminar
  24. Exemplo que poderia ser mais divulgado nas escolas nas aulas de História também.
    Abraços e grata pela visita,
    Bergilde

    ResponderEliminar
  25. Meu Deus, o que eu aprendi aqui... e antes que perca o caminho da tua casa, já sou tua seguidora!
    Quem sabe eu não faça um mestrado sobre Tomas Edison...
    Mil beijos
    Graça

    ResponderEliminar
  26. Muito interessante!!! As vezes é bom bisbilhotar a vida dos gênios!!! Bjs

    ResponderEliminar
  27. Muito interessante!!! As vezes é bom bisbilhotar a vida dos gênios!!! Bjs

    ResponderEliminar
  28. No meu palpérrimo conhecimento de escola só sabia que Thomas Edison era o inventor da lâmpada.
    Mas ninguém é tão simples assim né?
    Adorei o post!
    Bjs!

    ResponderEliminar
  29. Persistência, aliada a inteligência e a experiência que vai adquirindo no caminho, fazem um Thomas Alva Edison.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  30. Foi um homem extraordinário.
    E é pouco lembrado.
    Por isso, este seu post é uma justa homenagem.
    Beijos, querida amiga.

    ResponderEliminar
  31. Para refletir: simplesmente maravilhoso!
    Vale a pena ler:
    http://twixar.com/iBaH
    (slide lindo - é Slideshare, o link é só para encurtar o endereço)
    http://www.prosperidadevigorosaem7dias.com
    http://www.sotemriqueza.com

    ResponderEliminar
  32. Muito interessante! Valeu a pena ler.
    Ale

    ResponderEliminar
  33. Não sabia desta parte sobre o monopólio de Thomas Edison...

    Mas realmente criar não envolve desistir de sonhos.

    Fique com Deus, menina Luma Rosa.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  34. Certas pessoas são predestinadas ao sucesso, como vc disse, Iluminadas!

    T. Edison seria capaz de inventar neve a partir do fogo!! Não duvido não!

    Não há limites para o espírito criativo!

    Bjs!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor