Pop free


as imagens foram retiradas por censura pleiteada por um leitor ofendido.
O site do fotógrafo Jordan Matter se mantém a anos sem nunca seu direito de expressão ser negado.

Estamos passando por momentos esquisitos, em que homens e mulheres esquecem para o que vieram ao mundo. Dei de cara com um movimento entitulado Top Free, alguma coisa distinta do topless, em que mulheres reinvindicam o direito de também tirar a parte de cima da roupa quando lhes convier ou quando o calor apertar. Os homens com certeza, serão os primeiros a aderir ao movimento de peito aberto. Diferentemente do topless, o topfree não tem conotação erótica.

Verdade porém, é que a iqualdade entre homens e mulheres, se faça além de tudo, com respeito. Sem trocadinhos, por favor! Respeito ainda é a chave mestra pra qualquer relação. Existem outros ingredientes que devem ser adicionados, como paciência e tolerância.

Desde Segunda-feira estou em alta conta com esses ingredientes. Comecei a semana com sonhos esquisitos, tudo bem. E internet avariada? tudo bem também não é? Estou perdendo algo? Por favor me contem o que anda acontecendo por aqui.


Aspargos em marte

Este é o centésimo nonagésimo primeiro dia do ano. Faltam 174 dias para acabar 2008.

Pensamento do dia:O homem é o seu próprio pior inimigo” - Cicero (106 a.C. - 43 a.C.)

Aniversariantes do dia: Sérgio Nascimento e Saramar! Felicidades crianças!!

Beijus,
Luma

12 comentários :

  1. Meu deuuus q locura isso!!!
    Jamais q eu andaria assim na rua!!!
    Bjokas
    Bom restinho de semana

    ResponderEliminar
  2. Ai Luma... Até sou a favor dos direitos iguais mas acho que assim já é de mais não é mesmo? Eu não teria coragem; beijos e boa noite!! :D

    ResponderEliminar
  3. Luma,um abraço do blogamigo Tito!!!

    ResponderEliminar
  4. Nossa, que esquisito seria toda a mulherada com os peitos de fora na rua. Hehehe...
    Este "direito", eu dispenso. :-)))
    Bjo!

    ResponderEliminar
  5. Isso me lembrou uma descrição que li em um blog ontem e que achei interessante.
    "Falo com qualquer pessoa porque sempre tenho assunto. Perdi completamente o pouco preconceito que por ventura tinha. Preto, branco, amarelo, rico, pobre, famoso, desconhecido, gay... Só não tolero muito burrice e ignorância. Perco um pouco a paciência. Já não me espanto com as coisas, dou uma risada e penso comigo, acho que as coisas sempre sofrerão mudanças num ritmo lento ou acelerado.

    Fiquei tolerante até demais. Acho desculpa em tudo e para tudo. Não julgo antes de ouvir as duas partes. ESTOU FICANDO SÁBIA."

    Uma senhora admirável a bordo de seus 78 anos escreveu isso. E eu acho que como no filme "Sociedade dos Poetas Mortos" a gente tem que procurar olhar por um ponto de vista diferente. Subir numa mesa por exemplo (rs).
    Beijos caríssima...

    ResponderEliminar
  6. olá minha querida
    concordo com vc se tudo tiver respeito vai funcionar, e com o passar do tempo se torna algo natural, vc não concorda comigo.
    tenhau m lindo dia
    beijos

    ResponderEliminar
  7. Deeeeeeus me livre!!!! Adoro usar a parte de cima! Nam!!!

    ResponderEliminar
  8. Eu sinto saudade de uma época, qdo eu era pequeno, e a coisa mais rara do mundo era conseguir ver o peito de uma mulher. Lembro que de sexta feira, todos os garotos da vila ficavam em polvorosa, pois passava um programa chamado Sala Especial. Nesse programa, de vez em quando aparecia uma mulher de calcinha e vez ou outra partes de um seio (nunca um bico). Hoje em dia as coisas ficaram besta, basta voce digitar no youtube ou no google o nome de uma fruta (melancia por exemplo) e uma enxurrada de bundas e peitos transbordam na sua frente.
    Vida besta...sô.

    ResponderEliminar
  9. Igualdade sim, nem pode ser de outra maneira.
    Mas a morfologia do homem e da mulher não permitem igualdade.
    Talvez por isso o "desinteresse da carne" pelas novas gerações, contando só o número de "favores" e não a qualidade duma relação ...

    ResponderEliminar
  10. Sinceramente, não vi nada de mais nas fotos no site do fotógrafo.
    O nu é lindo e é uma bela forma de expressão.
    Que esse leitor indignado dê as caras e exponha a sua opinião para um debate. Simplesmente censurar algo por causa de seu ponto de vista retrógrado é lamentável. :(

    ResponderEliminar
  11. Grace Olsson16:21

    EU NASCI NUA. E acho que seria mais econômico não usar nada, tempo nenhum.
    Pena que já nos adaptamos a essas convenções. Por isso que eu gosto do verão dinamarqu~es onde as mulheres ficam de peitos nus, em jardins, olhando para o céu....kkkk


    O tal fotógrafo pode publicar as fotos nuas que ele quiser e nada será feito. A razão?Ele paga o domínio e a hospedagem. Breve, esse BLOGGER vai nos tirar até o direito de SER QUEM SOMOS.

    ResponderEliminar
  12. apoio o top free assim como o bottom free para mulheres!! All Free Já!!!!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor