Revelação do Jazz Vocal Norte-Americano volta para casa

Madeleine Peyroux - em "Blue Alert" - música de Leonard Cohen, uma linda voz. Não deixe de escutar também La Javanaise. Sinta! Ambientado? Senta que lá vem a história:

A primeira vez que ouvi falar em Madeleine Peyroux foi através do Henrique, se não estiver enganada. Depois o Pecus citou sua música em seu Stalker (os comentários por lá, é show à parte). Fui dar uma ouvidinha, e não é que a moça é boa! A meu ver, a sua música parece-se bem mais com um pop ligeiro do que com Jazz propriamente dito. Concordo que estas "classes" de gênero são redutoras e difíceis de definir. Ela é comercializada como uma cantora de jazz, mas trilha com muita competência outros caminhos, com influência também do blues e da música de raiz americana.

Nascida em Athens, Georgia (cidade natal do R.E.M), Madeleine foi criada na França e em Nova York. Aos 15 anos, apaixonada pelo estilo de vida francês, pela boemia e também por alguns dos músicos do Quartier Latin, ela decidiu cantar nas ruas. Essa mudança de ares teve grande influência na bagagem musical da cantora, que se diz fã de Bessie Smith, Edith Piaf e Billie Holiday. E por lá permaneceu até ser descoberta em 1996 e lançar seu primeiro álbum Dreamland com 22 anos. Na época a revista Time publicou um artigo em que a descrevia como "a mais excitante e envolvente revelação vocal do ano". Lugar comum? Não.

Madelenie PeyrouxOito anos mais tarde, em 2004 "Careless Love". Com temas da autoria de W.C. Handy, Hank Williams, Leonard Cohen (com uma maravilhosa versão de "Dance me to the end of Love") ou Elliott Smith e o original "Don't Wait Too Long", composto a meias com o produtor Larry Klein e Jesse Harris (que já colaborou com Norah Jones), Careless Love mistura um jazz ligeiro com a voz deliciosa de Peyroux que, quer se queira quer não, remete imediatamente a uma abençoada assombração de Billie Holiday.

Para quem quer provar um pouco mais da cantora, a dica é lembrar-se da trilha sonora do seriado Mad About You. Onde canta o clássico “The Way You Look Tonight', de Jerome Kern.

Apresentações no Brasil estão previstas para ocorrer em novembro deste ano, em Porto Alegre*, Curitiba, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. As datas e locais dos shows ainda não foram definidos.

Música de preguicinha. Que também adoro.

Mas não estou blogando só por causa da música de Madeleine, o fato que realmente me intriga, é essa corrida de gato e rato de determinados artistas.

Madeleine PeirouxNo dia 19/08 ela estava sendo esperada em Londres para receber um prêmio e simplesmente não apareceu, pluft! Desapareceu! Sua gravadora contratou um detetive particular para descobrir seu paradeiro, sendo que essa não era a primeira vez que Madeleine desaparecia. Depois do lançamento de seu primeiro CD, o sucesso, pareceu ter assustado a jovem de então 22 anos e por quase uma década Madeleine sumiu do mapa. Chamando a folga de uma "pausa para relaxar", a cantora voltou às suas raízes nas ruas de Paris e em pequenos clubes de Los Angeles ao Leste Europeu. Gravou algumas parcerias...

Dificuldades em lidar com o sucesso? "Careless Love" deve entrar no top 10 dos mais vendidos da Inglaterra nesta semana.

No dia 23/08 conseguiram achá-la e ela afirmou que; não quer mais fazer promoções de seu último CD. "Peyroux não agüentou mais", afirmou a porta-voz. "Ela é uma raridade, uma artista mais interessada em sua música que no glamour do showbusiness."

E nós, ela não estaria sendo egoísta? Clique aqui para ouvir um trabalho feito em parceria com William Galison. Se gostou, escute mais aqui.

0 comentários :

Enviar um comentário

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor