Fazer o diabo

E por falar em diabo, parece que a Wikipédia foi invadida por eles. Algo parecido com: "Coloquei no piloto automático e não sei como cheguei até aqui".

Do Palácio do Planalto, páginas foram editadas muito além dos perfis denunciados na semana passada, mas por dez anos consecutivos - De Novembro de 2004 até recentemente e nun intervalo, o usuário banido entre 2005 e 2008 por moderadores da enciclopédia livre. Motivo: Apagar conteúdo considerado válido.

Em outras circunstâncias, o diabo é abusado: "Eu não vi, eu não estava lá, apesar de ter a minha assinatura no documento"

Esse samba do crioulo doido está tocando em várias facções sociais em desrespeito à ética e à moral. Pessoas sem escrúpulos que plantam informações erradas ou tendenciosas é espelho do que vem acontecendo desde 2004, quando o ex-presidente Lula resolveu expulsar do país o correspondente do jornal "New York Times", depois que ele publicou reportagem na qual afirmava que os brasileiros estavam preocupados com as bebedeiras de seu então presidente. Lula só voltou atrás, depois da intervenção do Ministro da Justiça. Márcio Thomas Bastos, que negociou com os advogados do jornalista uma carta na qual Larry Rother afirmava não ter tido intenção de ofender Lula.

O presidente foi demovido da ideia de expulsar o jornalista, após receber repúdio generalizado da sociedade brasileira e até de organizações internacionais, como Repórteres Sem Fronteiras e SIP (Sociedade Interamericana de Imprensa). Logo após, em Dezembro de 2004, foi derrotado na Câmara, o projeto de criação do Conselho Federal de Jornalismo, que o governo Lula tentou criar com o objetivo de "orientar, disciplinar e fiscalizar" o exercício da atividade no Brasil. O projeto que saiu da Casa Civil do então ministro José Dirceu, foi recebido como uma tentativa de cercear a liberdade de imprensa.
O que aconteceu com Larry Rother é muito parecido com o que aconteceu com a analista do Banco Santander que foi demitida por expor dados da economia brasileira que poderiam prejudicar investidores com contas na instituição, relacionando a melhora do Câmbio e valorização das ações de grandes companhias à queda de Dilma nas pesquisas de intenção de voto (imagem).

Na verdade, o texto enviado pelo Santander aos clientes foi um replique do relatório enviado pelo Banco Fator Corretora para o mês de Maio. Justiça retira propaganda da Empiricus do ar a pedido do PT; analista responde, no InfoMoney
Nesse caso específico, Lula e PT fizeram Dilma de coitadinha. No caso de Larry Rother, Lula se comportou como vítima, depois de desrespeitar a Constituição Federal: "Foda-se a Constituição". Ambos se dizem perseguidos pela elite preconceituosa e se protegem na ignorância coletiva.

Desde 2003 tentam controlar a imprensa, incapazes que são de conviver com a diversidade de pensamento, agindo como fascistas, constituindo uma ameaça à democracia.
Vale citar o jornalista Marcel J. Cheida:

Além das denúncias de tráfico de influência, lavagem de dinheiro, prevaricação, sonegação de impostos, nepotismo, fisiologismo e clientelismo político, outro tema que se encontra no centro das discussões éticas e políticas no país é o papel da imprensa.

Acusam, do lado de lá, a imprensa, entre outras coisas, de sensacionalista, injusta, partidária, tendenciosa, integrante do ficcional "sindicato do golpe" ou daqueles segmentos interessados em destruir as instituições, como a presidência da República.

Para melhor avaliar o que ocorre hoje nessa relação entre imprensa e governos, os jornalistas, cientistas políticos, sociólogos e historiadores de amanhã terão mais isenção e muito o que pesquisar. Hoje, estamos todos envolvidos como profissionais, como cidadãos.

O senso profissional do jornalista mistura-se com sentimentos difusos de patriotismo, ódio, raiva, impotência, esperança, descrença. O momento apresenta um quadro rico em detalhes carregados de tensão. O conflito manifesta uma disputa semântica, mediante a qual tenta-se conquistar a opinião pública.

Quem acusa, logo é objeto de desqualificação moral. Os acusados, alvos de denúncias substantivas, partem para o contra-ataque na tentativa de atingir seus acusadores com frases adjetivas. De preferência, desabonadoras. A tática não é nova. Quando Nero procurou alguém para responsabilizar pelo incêndio de Roma, não titubeou. Escolheu os cristãos, vistos pelo imperador e sua corte como inimigos políticos. Para preservar a instituição romana e a si próprio, Nero transferiu a sua loucura para o suposto ato dos cristãos.

Sempre se pode colher na história entre dominadores e dominados, governantes e súditos, situação e oposição, instituição pública governamental e imprensa, entre outras divisões maniqueístas, condutas assemelhadas. Na defensiva, quem tem o poder procura, diante de acusações substantivas, desqualificar os adversários e inimigos com adjetivos.

Na fase mais dura e opressiva do governo militar no Brasil, subversivos e comunistas eram substantivos adjetivados a todo instante em que, no poder, alguém pretendia desqualificar adversários que apresentavam denúncias ou acusações fundamentadas. É claro que havia muitos que atacavam os poderosos de então sem qualquer base documental ou real. Faziam-no por interesses menores, muitas vezes. Esse comportamento, duvidoso, é constante na história.

Na revelação da divergência, do conflito e da ira pela palavra, procura-se esconder o que mais se manifesta na realidade do discurso: a verdade. Aí, a imprensa apresenta-se como o veículo mais eficaz para distribuir as informações e as interpretações factuais. Sem os jornais independentes, há o discurso político surdo. Uma contradição que nega a essência e a natureza política, ou seja, o caráter público.

Com erros, até grandes, é a imprensa o canal mais eficiente para revelar as verdades que se escondem em tantos discursos, cenas de TV, papéis burocráticos, atos simbolicamente autoritários e totalitários. A imprensa, ao contrário do discurso político em que predomina a locução adjetiva, tem por fundamento a revelação substantiva do cotidiano.

Substantivo versus Adjetivo, em 26 de julho de 1992. Tão atual como hoje #ForaCollor

A vida segue enquanto pessoas morrem junto com seus sonhos de mudar o mundo e outras também nascem e terão o mesmo sonho... Mas daí a matemática vem subtrair os sonhos e aqueles que estão cada vez mais áridos de sentimentos bons se fortalecem dessa subtração e atazanam a vida alheia cada vez mais. Parece que Deus tirou férias... Ou quer algo mais de nós.


É uma leizinha para pegar esse ou aquele” - José Roberto Arruda, candidato ao governo de Brasília sobre a Lei de Ficha Limpa

Assine para receber os textos do "Luz de Luma" em seu e-mail ou acompanhe pelo Facebook

55 comentários :

  1. Bom dia Luma!
    Lembrei do meu pai que sempre dizia "O diabo está solto!", pode ser até figurativo, porém incomoda... O PT quando era oposição sabia muito bem fazer valer a sua liberdade de expressão, chegou no poder driblando os seus próprios princípios e esqueceu o seu discurso ilusório.
    A realidade pode ser cruel e o nosso sonho pode cair do céu... O mundo anda nublado esses dias...
    Muita luz e boas energias p/ todos.
    Bjãoooooooooooo.

    ResponderEliminar
  2. Luma,
    a constatação substantiva tem sido permanentemente vítima da desqualificação adjetivada que se metamorfoseia da primeira e investe brandindo em grunhidos suas pífias ações.A subversão encontra-se tão enraizada que contaminou todo lençol freático das bases da justiça social abrindo extensas rachaduras no solo democrático.Precisamos agir rápido para que este funesto fenômeno não desertifique o país.
    Refletir por aqui é sempre inspirador.
    Um abração,
    Calu

    ResponderEliminar
  3. Luma, tu sempre lúcida e trazendo fatos que nos lembram que temos que estar TRI ATENTOS sempre, pois o diabo tá pegando meeeeeeesmo!

    Bom sempre te ler! bjs,chica

    ResponderEliminar
  4. Pq a lei é só para alguns?
    Me pergunto isso sempre.
    O pobre rouba um pacote de bolacha no mercado e é tratado como um terrorista.
    Os políticos roubam e ainda tem chance de ficarem presos em suas casas.
    Tudo beneficia a classe alta, enqto a classe média e a baixa recebem as represarias.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  5. Ótimo texto!
    A verdade é que aqui(Brasil) ninguém sabe de nada, não vê, n leu, é muito interessante mesmo!
    Só os pequenos são sempre sacrificados!
    Acho que o diabo está solto nas matas Brasileiras há muito tempo!rsrsrsrsr
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderEliminar
  6. Você analisa com batrante lucidez o que ocorre, mas enquanto não se conseguir dar prioridade à educação, ficará difícil uma mudança no país.
    Beijos, Élys.

    ResponderEliminar
  7. Luma. Também penso que você conseguiu decifrar com exatidão o que ocorre. Uma pena os políticos saber disso também e não fazer nada. Nós poderemos fazer? Mas quem esta no poder e que deveria fazer de verdade e não faz!
    com carinho Monica

    ResponderEliminar
  8. Não vou expressar opinião, neste blog de opinião. Pois, quem tem opinião, está sendo perseguido, difamado, para que abandone esta idiotice de se querer ter opinião. O pior, é que, uma parte dos que aqui leem, seguem, querem ter, veja que despropósito de vida: ter opinião contrária à mim, às minhas convicções, minhas ideologias.

    Onde é que já se viu isto Luma?
    Ultimamente aqui no Brasil!
    Lamentável constatação!

    ResponderEliminar
  9. Luma é o senço da corrupção já invadinhos todas as esféras, tudo que se fala pode ser mau interpretado e repassado de forma diferente .
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Uma imprensa livre e plural - diversificada tanto quanto possivel - é o que interessa à democracia. Os que assim não pensam são candidatos a ditadores. E ditaduras não prestam, tanto faz de direita como de esquerda. Abraços, Luma.

    ResponderEliminar
  11. Ai ai...lucidez nas próximas eleições!
    Beijuuss Luma

    ResponderEliminar
  12. Luma minha querida,
    o Brasil precisa de uma faxina geral, mudança já!

    Bjs e sucessos sempre ♥

    ResponderEliminar
  13. Olá amiga, passei para deixar um abraço e desejar
    que os anjos de Deus
    estejam ao seu redor
    durante toda sua vida,
    te abençoando
    grandemente!
    Que seu coração e seus sonhos
    sejam renovados e
    fortalecidos por Deus!
    Abraços no coração!
    Lourdes Duarte

    ResponderEliminar
  14. Luma, e é incrível como a alienação funciona! Ainda existem pessoas que se recusam a aceitar o fato de que a inflação está aí, e se alguém aponta alguma coisa que está errada é logo simpatizante da oposição golpista. Fico preocupado, independente de lados, até onde é positivo um mesmo grupo tanto tempo no poder?

    Post sensacional, como sempre. Dois abraços ;)

    ResponderEliminar
  15. Desse Brasil eu não gosto. E pensar que muitos chegarão aqui e por acharem o assunto chato, não lerão o texto, comprovando a preguiça mental que causa ignorância, outros não comentarão por medo ou por fazerem parte dos aloprados. Essa conivência comprova má índole e muita hipocrisia.
    Como repórter sei de tudo o que escreveu, Luma. Muitos desistiram, é dar murro em ponta de faca e os petistas sabem disso. O samba do crioulo doido eles sabem de cor.

    ResponderEliminar
  16. Nossa, onde eu assino? Concordo com cada palavra, com cada vírgula e com cada colocação. Isso dá nojo e a hipocrisia reina o tempo todo. E nem vou façar daquela palhaçada de classificar quem vaiou Dilma na Copa como "elite branca". Quer dizer que gastaram bilhões pra dar estádios só pra "elite branca" frequentar? Admitiram que a Copa é um evento pra gente de boa condição e nem perceberam. Eles se contradizem o tempo todo. Nossa, dá nojo. bjs

    ResponderEliminar
  17. E dá pra ver que o pessoal do planalto tá com muita ocupação pra ter tempo de ficar no Wikipédia alterando dados de jornalistas...

    ResponderEliminar
  18. Oi Luma! O meu sentimento por esse Brasil é de descrença, justamente por causa do que o texto disse: ignorância coletiva. Repudio tudo o que esses "caras legais" fazem com a Política. Beijo! Renata

    ResponderEliminar
  19. Querida amiga

    Penso que embora
    a matéria fale de alguns políticos
    de determinados partidos,
    não existem santos na maioria dos outros.
    Passamos por um incrível vazio moral.
    Usamos as mídias sociais de forma vergonhosa.
    Pouco é feito de útil para um novo modelo
    de sociedade, mais justa, ética
    e solidificamente edificada.

    ________________________

    Que tenhas tempo
    de descobrir que a vida
    se alimenta dos momentos presentes,
    e que nestes momentos
    está a nossa felicidade.

    ResponderEliminar
  20. Só eles sabem fazer o diabo. Quanto aos jornalistas é muito complicado tem um "furo na mão"... Pois tudo que não temos coragem de fazer... Certamente PC faria! Ou Farias?
    No Brasil o poder é cercado de propinas, interesses pessoais e etc. Não sei como seria governar um ninho de cobras não sendo cobra. Na política muda-se apenas os ordenha dores porém, a "VACA" continua sendo a mesma. . Nesta época (eleições), então, é que se conhecer as verdadeiras sanguessugas da nação... O poder por cá é mantidos por milhares de interesses, menos o do povo brasileiro. - Termino com a frase da tirinha acima porém sendo um pouco mais educado... - Tem algum jornalista aqui no nosso meio?

    ResponderEliminar
  21. Oi Querida
    Obrigada pelo carinho.
    Meu filho escrevia num blog com seu amigo(política), mas não adianta bater de frente com os poderoso, somos formiguinhas medrosas que na hora H somem.
    Agora ele só estudar e crescer nesse mundo preconceituoso.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  22. nós ,e sim nós que passamos por ele ..Tal a correria da nossa vida
    das nos a Sensação que o tempo voa.
    A dura realidade é que nunca paramos
    para saber se alguém chora precisando de uma palavra de carinho.
    Sinto isso na carne a cada amanhecer a falta
    de afeto a simplicidade de um afago acariciando a alma.
    Elevo meu pensamento a Deus no infinito
    sinto uma lagrima rolar ao sentir que o Pai
    nunca se afasta de mim .
    Nunca me deixa sozinha.
    Numa prece silenciosa rogo
    a Deus por dias menos dolorosos .
    Para todas as dores do mundo
    incluindo a minha também.
    Meu amor e carinho para você.
    Um final de semana abençoado.
    Leve meus beijos na alma
    e meu carinho no coração.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  23. Exatamente o que penso, mas não sei escrever bonito que nem você Luma.
    O diabo veio e ficou ............... não quer ir embora.
    E acho que nada vai melhorar, infelizmente.
    Os que mandam não largam o osso.
    Posso compartilhar?
    Bom fim de semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  24. Ai Luma,me senti desconsolada agora! É triste a gente ver que não temos opção nessa coisa de eleição: o diabo tá solto,não tenho nada contra,mas não quero votar nele...Fico chateada tb com a falta de ideologia. Quando o Lula não usava terno eu era PT e fazia até campanha eleitoral (boca de urna). Hoje já não sou nada, não tem oposição nesse país,o discurso é igual e o pior...as atitudes tb são! Quando eu iria supor que um dia o Lula seria contra a liberdade de imprensa? Logo ele que prezava o direito de greve e de expressão! Pára o Brasil que eu quero descer...rss...bjs e parabéns pelo excelente texto que fundiu minha cuca!

    ResponderEliminar
  25. Uma interessante retrospectiva. Meu desalento também se dá em relação as futuras eleições. Não temos mais uma ideologia para acreditar, são indivíduos que se aliam a partidos, mas sem comprometimentos com os valores que pregam.
    bjs.

    ResponderEliminar
  26. Luma, o pior de tudo é que estamos assistindo a estes descalabros e não podemos fazer muito, a não ser falar por aqui, abrir os olhos dos que continuam com eles fechados e não deixar cair no esquecimento fatos importantes como estes citados. Pois é, e com isso alguns morrem, e morrem junto as esperanças para nosso povo. Enquanto isso, cresce em número os aloprados que são capazes de tudo para perpetuar um partido corrompido e podre.
    A resposta, espero, venha nas urnas, precisamos mostrar nosso desagravo e será por lá definitivamente.
    um beijo carioca e bom domingo!

    ResponderEliminar
  27. A lucidez de Luma Rosa é admirável. Faz um retrospecto fiel da opressão que acontece neste país, presidido pelos que "tanto lutaram" contra a censura e liberdade de expressão no Brasil. "Nas eleições podemos fazer o diabo" não me admira que digam isso, afinal terrorismo é a especialidade deles. Abraços Luma e mais uma vez parabéns pelo seu texto. Raquel superlinda.com

    ResponderEliminar
  28. Uma vergonha este país....
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  29. Luma
    Foi bom ver essa retrospectiva, muita coisa nem me lembrava mais. Da política brasileira só lembro de uma voz rouquenta se intrometendo em tudo, e um dedo indicador tremulando uma autoridade falida.
    Que o diabo ainda permanece, sabemos. Nos sentimos atados , calados e torturados. Seu post nos elucida e nos transmite que devemos ficar participativos, porém atentos.
    um lindo domingo para você
    bj
    Zizi

    ResponderEliminar
  30. Oi, Luma, como vai?
    Há um bom tempo bato na mesma tecla... vivemos sob uma ditadura velada. Uma prima minha passou quatro anos tentando passar no vestibular de jornalismo e em dois anos de curso percebeu o quanto a mídia sobrevive ocultando a realidade. Virou designer.
    Sou tão a favor da liberdade (responsável, sempre) que ler sobre arbitrariedades me assusta e enoja. Um abraço!

    ResponderEliminar
  31. LUMA,

    "Não desista do Brasil" este parece ser um chamamento à nação que o inesperado fez uma surpresa implodindo em voo aéreo um corpo integro de um politico jovem, família,que obteve a maior votação percentual em vida, para governador, de 95% dos votos apurados: Eduardo Campos.

    Representava a renovação,não tinha cheiro de naftalina,suas roupas não acumulavam caspas à altura da nuca , era integro nas ações e tinha cara disso!

    O que falta neste falido modelo consumista é renovação e uma democracia só se fortalece com alternância do poder, o que não não acontece entre nós há muitos e muitos anos!

    Imagine a "caixa- preta" de surpresas inconfessáveis e inenarráveis que existe dentro destes sucessivos governos aos quais o acesso às suas contas é, atualmente , absolutamente improvável de serem reveladas,pois, blindados por todos os lados.

    Renovação politica,exige uma reforma politica que os políticos jamais farão,afinal qual deles iria quebrar o telhado de vidro de suas próprias casas?

    Renovação também , está sendo exigido na área da comunicação neste país, fruto do envelhecimento dos métodos e das técnicas hoje à disposição do cidadão comum, com a internet, as redes sociais, enfim...

    Repare e faça o teste: Identifique em todos os órgãos de comunicação no Brasil como envelheceram os mesmos e eternizados profissionais em todos os setores da mídia nacional,não houve renovação e estabeleceu-se um verdadeiro reinado dos mesmos, falando as mesmas coisas, sobre as mesmas pessoas,nas mesmas colunas,retocados pelo indesejável photoshop que consertam rostos, mas não renovam mentalidades.

    Só para citar um exemplo, nos EUA é absolutamente proibido uma empresa de comunicação possuir mais de 2(dois) veículos, seja emissora de rádio, televisão ou jornal, por estado da federação.

    Compare com o Brasil, então teríamos uma ditadura da mídia, pois em todos os estados brasileiros predominam de forma absoluta, uma só fonte de informação.

    A nação merecia ser mais respeitada pela mídia e pelos políticos.

    Envelheceram e estão carcomidas a politica brasileira e a mídia também ,não se renovou!

    E quando isso acontece a democracia começa a fazer água e a nau pode afundar mesmo, em tantos escândalos como são vistos diariamente no Brasil.

    Criam-se verdadeiras oligarquias de poder,inexpugnáveis pelo cidadão que fica amordaçado e manietado.

    E outra coisa: O eleitor brasileiro precisa estar muito consciente também de fato simples e óbvio que, parece estar esquecendo,ou seja, se ele vota uma vez em um politico que erra vergonhosamente, durante o seu mandato e no próximo esse eleitor o reelege, ele é tão culpado,quanto o politico.

    Enfim, "Não desista do Brasil",parece ser agora uma urgência para que não elejamos ninguém pelo fato de ser apenas neto de ninguém ou amigo intimo de outro.

    Eleger um politico é um ato sagrado que o eleitor não pode profanar,por preço nenhum!

    Excepcional a sua postagem,LUMA e fico orgulhoso de você.

    Sinceramente!

    Um abração carioca.





    ResponderEliminar
  32. Tudo isto nos merece atenção e preocupação.

    Aqui em Portugal se passa o mesmo, com a agravante de o país ser muito pequeno e toda gente saber quem é quem ...e haver ligações familiares além de outras cumplicidades.

    Estamos num mundo muito feio, muito sujo e em que a Liberdade é mais de fachada do que real!!

    Abraço grande, Luma

    ResponderEliminar
  33. Cada dia que passa fico mais decepcionada com a política.
    big beijos

    ResponderEliminar
  34. Boa reflexão, Luma! Que lembremos de tudo isso nas eleições e "soltemos o diabo" na urna! Bjks Tetê

    ResponderEliminar
  35. Oi Luma! Muito bom o texto. Só queria concordar com duas questões que li nos comentários:1-Nosso país precisa de uma impressa livre de verdade 2-Todos precisamos ler mais e a educação precisa melhorar muito pra que possamos questionar as coisas que muitos nos apresentam como verdades.
    Bjos!

    ResponderEliminar
  36. Todos estão defendendo seus interesses, grandes ou pequenos, em algum nivel ou escala. Os partidários mais radicais do PT que (acredite), acham q editar a historia é fichinha do dia-a-dia. A imprensa, quando escolhe um partido e investe tinta em acabar com o outro. Podemos, e devemos falar de todos os desvios de carater do ultimo governo, mas a última coisa que existe neste jogo é gente inocente. Do outro lado dessa briga acontecem coisas tão pequenas e igualmente sujas. Porque estão todos defendendo os seus interesses, grandes ou pequenos, em algum nível ou escala. Interesse publico? Bem comum? Ah, isso deixa pro proximo presidente.

    beijo!

    ResponderEliminar
  37. O diabo vive dentro do homem, num casulo chamado poder. Quanto maior for esse casulo, mas tropelias o diabo faz para o conservar.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  38. Luma, me enoja a política e todas as artimanhas que são feitas em nome dela. O diabo é o mais santinho, na minha opinião. Sua crítica é bastante apurada e eu reflito, reflito e tenho vontade de apagar tudo e começar de novo. É assim que eu faço quando as coisas não saem como eu quero. É uma pena que neste caso, não dá... Sobre os perfis da Wikipedia, já acho que demorou muito, qualquer um tem acesso, queriam o que? Beijos!

    ResponderEliminar
  39. É... o diabo está a solta!! Quando eram oposição o discurso era um, agora...

    ResponderEliminar
  40. Amizade só faz sentido se traz o céu para mais perto da gente,
    e restaura nosso coração se estiver ferido.
    A grandeza que existe em cada amizade faz minha vida
    florescer com o orvalho de todas as manhãs..
    Agradeço a Deus o privilégio da sua amizade
    agradeço a você por ser essa pessoa linda e especial.
    Uma semana abençoada.
    Beijos..Evanir.

    ResponderEliminar
  41. E assim são os PeTralhas... o diabo esta solto e, nós estamos presos no inferno !
    Boa semana , bjos

    ResponderEliminar
  42. Não é fugindo da verdade que se vai encontrar caminhos que valham a pena ser percorridos. Ou pessoas em quem valha a pena acreditar. A busca de informações há que ser constante, pois somos seres pensantes e nossas opções vão depender de nossos conhecimentos. Excelente sua postagem. Bjs.

    ResponderEliminar
  43. Nossa Luna eu tenho que te aplaudir uma excelente crônica, não entendo de política, mas entendo de hipocrisia, desonestidade, canalhice, é simples o que é certo é certo e nada muda o que é certo,Luna ando meio ausente, estou com duas filhas grávidas e com problemas, não imagina o corre, hoje dei um jeitinho, bjos Luconi

    ResponderEliminar
  44. é com muita vergonha que de política domino bem pouco. na verdade, prefiro ficar um tanto quanto longe desses desafetos. mas, depois de ler esse seu texto, fiquei um pouco puta da vida com as alterações aos perfis dos jornalistas. querem desmoralizá-los em favor próprio. e isso não está certo. também não sou das que defende o jornalismo [porque até eles se colocam fortemente de um lado]: porém, é através do que sai nos jornais online [ou não] que a gente sabe do que acontece. cabe a nós, leitores, fazermos nossas interpretações [se valendo da posição do jornalista ou da nossa]. {Emilie Escreve}

    ResponderEliminar
  45. Luma, por cá nota-se como alguns canais de televisão são mais ou menos "simpáticos" para o governo. Chegam ao ponto de mudar de jornalista quando é para entrevistar algum membro do governo ou da oposição, consoante seja para "lamber as botas" ou atacar.
    Beijinhos, boa semana!

    ResponderEliminar
  46. Pura verdade, Luma... infelizmente! :( Belo texto, que merece ser muito bem divulgado! Boa semana, amiga.

    ResponderEliminar
  47. E com tudo isso, como não pensar que 'nao temos alternativas?'
    Sinto-me de mãos atadas. Já não fujo do tema 'política. pelo contrário, compreendo que somente conhecendo o que se passa, poderei 'tentar' fazer uma escolha sensata. Mas é nojento, inescrupuloso e penso se terá alguma chance de renovação, ainda que daqui a 03 ou 05 décadas. :(

    ResponderEliminar
  48. Lúcida e atenta!
    Por aqui é «o diabo e cuecas»...o país está do avesso...o meu.
    Beijoca

    ResponderEliminar
  49. Nem sei onde o país vai parar, parece que a barbárie se instalou para ficar!
    mesmo quem não entende nadinha como eu , percebe-se que o diabo esta as soltas! bjss

    ResponderEliminar
  50. Querida amiga boa noite hoje vim só para lhe desejar uma linda semana para você!
    abraço amigo!
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  51. Eu simplesmente AMO os temas críticos que seus posts costumam abranger. Me sinto mais inteligente-jovem-cidadã-criticamente-ativa só de entrar no blog.
    E se eu te disser que não conhecia a história do Lula, vc vai me matar? É que em 2004 eu tinha 8 anos. kk
    Mas cheguei a ouvir alguma coisa sobre essa história do Santander. Independente disso, acho que o ponto alto do post é quando você cita que "se dizem perseguidos por uma elite preconceituosa e se protegem na ignorância coletiva". Acho que o cerne da questão é exatamente esse.

    ResponderEliminar
  52. Querida Luma
    Infelizmente,não é só no Brasil que esta situação se verifica.
    Um dia,estando eu no Aeroporto Sá Carneiro,no Porto,vi uma jornalista que,após uma excelente,demorada e trabalhosa investigação tinha feito uma «descoberta» que iria «incomodar muita gente. E o «insólito»,por cá não temos esse hábito,aconteceu: tinha com ela um guarda-costas!!!!
    Muitos parabéns pelo seu óptimo artigo.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  53. Ótima sua postagem e analises sobre um sistema em degradação.
    O que me deixa triste é saber que não temos em quem depositar esperanças de uma política que faça a revolução tão sonhada, que faça promover a igualdade, o direito à educação de bom nível e a saúde para todos. Um país com todas as riquezas não se admite o que se ver por aqui no nordeste. Eu sofro e não espero destes que passaram e nos que se apresentam, principalmente este Aécio. Acho que estamos no mato sem cachorro, mas vamos ladrando contra toda corrupção e forma truculenta de governar.
    Um abração minha amiga.
    Beijo

    ResponderEliminar

  54. Olá, boa noite.

    Mesmo com esta correria do tempo, encontrei tempo, para passar aqui e desejar-te, uma noite maravilhosa de Sexta Feira.
    Se quisermos, tudo pode-se, realizar
    Abraços

    ResponderEliminar
  55. A mídia no Brasil não tem o papel fiscalizador do poder. Ela faz parte do poder. É vendido para o senso-comum a ideia de veículo de imprensa isento. Impossível, falácia aceita por falta de interesse intelectual. O que deveria ser abundante no Brasil é veículos de comunicação honestos. No Brasil por exemplo, é predominante a presença de veículos alinhados com as elites, a "Casa grande" de Gilberto Freire. Apenas uma minoria possui linha editorial distinta desses. bjs

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor