Você acredita em fadas?

Luz de Luma, Yes party!

No início da humanidade todos os seres tiveram bastante tempo para conviverem entre si de forma igualitária e com muita interação e observação da natureza. Era tempo em que o homem aprofundava em seus sentidos para compreender seu mundo interior e tudo aquilo que o afetava, em contrapartida ao mundo exterior que era um vasto horizonte cheio de questionamentos. Talvez o homem não perdesse tempo em questionar e apenas sentia a vida. A força que sentia, o seu impulso vital, ele não sabia de onde vinha e o relacionamento do homem com a natureza era de ordem mística.

Todo movimento da natureza poderia ser um sinal de algo bom ou ruim. Os mais sensitivos eram considerados sábios e a energia que emanavam poderia neutralizar dores e tempestades. Cada ser procurava estar o mais próximo da natureza, para assim sentir o seu espírito e compreender o porquê dos acontecimentos.

Peço respeitosamente permissão para navegar no mundo mágico dos "Elementais".

Para entender a magia da natureza, ela foi separada em grupos que interagem entre si; os "Elementais do ar", "Elementais do terra" e "Elementais da água", diferenciando-se dos "Espíritos do fogo" e do "Reino Celestial". Para melhor entendimento, citarei exemplos de espíritos que habitam os elementais: As fadas, sílfides e elfos pertencem aos elementais do ar; gnomos, duendes e trolls aos elementais da terra; as sereias, ondinas, nereidas, ninfas e duendes das águas aos elementais da água; as salamandras que habitam as chamas das velas pertencem ao "Espírito do fogo" e os anjos ao "Reino Celestial".

Deus concebeu três reinos: Elemental, Angelical e Humano. E deu-lhes oportunidades paralelas de evolução. Você humano, pode não estar habilitado a "enxergar" ou mesmo "sentir" os outros reinos, mas os outros reinos podem-lhe enxergar e sentir, pois estão muito mais evoluídos.

Elemental significa "Espírito Divino". Você já parou para pensar porque as crianças conseguem "enxergar" e "sentir" todos esses reinos e a partir de um certo tempo, elas simplesmente deixam essa capacidade de lado? Ou não. Alguns adultos conseguem permanecer com essa capacidade, que pode variar conforme se deixam preservar.

Você também não sabe porque estou fazendo esse post. Digo: Mais uma vez é culpa da Anne Lieri que nessa "Semana Colorida", pediu-nos para falar do colorido das fadas. O que farei à seguir, após o preâmbulo acima.

As fadas são seres difíceis de serem descritos porque elas são muito rápidas em suas aparições. Elas não vivem apenas nos bosques, como a maioria pensa. Algumas vivem nas cidades e se soubermos chamá-las adequadamente, elas podem nos visitar em nossas casas. Primeiro você tem que possuir o "pensar mágico".


Os parapsicólogos podem investigar o mundo da fadas profissionalmente, assim como fez Paracelso (Phillipus Aureolus Theophrastus Bombastus von Hohenheim), um médico alquimista suíço-alemão que dentro da enciclopédia católica teve como um de seus professores, o bispo de Freising.

Ele foi iniciado nos mistérios da alquimia por Joannes Trithemius (1462-1516), abade de Sponheim. Depois gastou um bom tempo nos laboratórios de Sigmund Fugger em Schwaz. Toda a sua vida foi inquieta e ansiosa por desvendar os mistérios e por isso participou das mais importantes universidades da Alemanha, França e Itália.

Em 1526, foi para Estrasburgo onde foi nomeado, por influência de Joannes Oecolampadius (teólogo) e Joannes Frobenius, para o cargo de médico da Basileia. Em seus discursos atacava principalmente a ganância dos boticários, atraindo para si muito ódio. As fadas o protegeram fazendo-o "virar pó", mas sua presença foi sentida em Nuremberg, Beritzhausen, Amberg e em várias outras cidades, para finalmente aparecer em Salzburg, onde morreu.


Foi Paracelso que nos deixou a denominação classificatória dos elementais e ele não se juntou às fileiras dos reformadores, evidenciando, ao contrário, uma aversão a qualquer forma de religião. No entanto, uma das cláusulas do seu testamento, dava orientações para entregar todos os seus bens à igreja, pois dela se considerava membro. Sob o meu ponto de vista religião e igreja são coisas distintas.

O Túmulo de Paracelso no cemitério de São Sebastião em Salzburg/Áustria é considerado arte tumular e a inscrição indica o livro de Job 19,20, um texto especial do Antigo Testamento que em tradução não unificada indica: "na minha própria carne, "ainda vivo", verei Deus". Existem várias interpretações para a inscrição, devida a sua vida ter sido bastante discutida e ter tido uma mente brilhante. Ele também antecipou os fundamentos da homeopatia, medicina psicossomática, farmacologia, bioenergética e psicologia.
Luz de Luma, Yes party!
Não deixem adormecer em vocês a capacidade do pensar mágico. Abram suas mentes para apreciar essa energia sutil, afinal, para ser criada a "realidade", ela primeiro passa pelo nosso pensamento mágico.

As fadas tecem o fio da vida e presenciam o nascimento das crianças humanas e as presenteiam com dons. São elas também que rompem esse fio e anunciam a morte. Essa divindade da natureza está associada a Deusa Diana (500a.c.), que os italianos chamam de "Deusa das Fadas" que abençoava os campos, curava doenças e atraia boa sorte.

Toda cultura europeia tem as fadas em seu folclore e apesar da distorção que o tempo conferiu ao que elas realmente são, todas elas são perfumadas, amam jardins bem cuidados, preferem alguma guloseima para se alimentar, gostam de gente alegre, de música e de dança... você se identificou? (rs*) Quem sabe tem alguma fadinha ao seu lado te cutucando e você ainda não percebeu?

Ah, não diga que você não acredita em fadas, pois cada vez que um adulto diz isso, uma fadinha morre em algum canto do universo.

Me diga se você acredita em sonhos e fantasias.

O assunto é bem vasto e me desculpem os estudiosos pela síntese.
Visite a página do evento no facebook e siga para saber das novidasdes.
Não esqueça de levar um banner para o seu blogue para ajudar na divulgação!
É a blogosfera incentivando a leitura!

Uma colorida e mágica semana para você!

Assine para receber os textos desse blogue em seu e-mail ou acompanhar pelo Facebook

48 comentários :

  1. Eu acredito em fadas...acredito, acredito! =D

    beijos e boa semana

    ResponderEliminar
  2. Excelente noite, Luma!
    Eu, que vivo em meio ao mato, à terra fofa, e às crianças, creio em forças que nosso raciocínio lógico-matemático não conseguem decifrar.
    Nesta semana faleceu uma benzedeira lá da serra, com mais de 100 anos de idade; seu funeral foi "o evento"! Ela era, com certeza, um ente meio mágico, que nunca vinha à cidade, nem mesmo para morrer...
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  3. Pois é, Luma, a gente sente bem mais estes seres mágicos fora dos muros de concreto em que vivemos mergulhados. Meio difícil acreditar que uma fadinha possa aparecer num momento de caos e trânsito infernal como as que a gente tem enfrentado no Rio de Janeiro, porém quando saio deste meio urbano, realmente as fadas aparecem, os pirilampos das noites cheias de estrelas e lua, também parecem duendes no jardim.
    Ah eu acho que acredito sim!
    beijinhos cariocas

    ResponderEliminar
  4. Com certeza, existe tantos mistérios e tantos seres que não nos é permitido alcançar com a nossa simples visão, adorei a postagem, beijos

    ResponderEliminar
  5. Luma

    Adorei, especialmente porque sou chamada de Fada ou Fadinha já tem alguns anos.

    Algumas curiosidades a meu respeito, até o início da fase adulta eu realmente via, sentia e ouvia outros seres, raramente sentia medo. Da adolescencia até os primeiros anos da fase adulta ora me chamavam de fada ora de sacerdotisa. Eu sempre fui muito mistica, embora não mexa com nada, nem mesmo sou aprofundada no conhecimento. Apenas sei. Costumo levar a palavra de esperança quando se faz necessaria, não escolho, acho que sou escolhida.

    Como me sinto hoje? meio fada e meio bruxa, mas bruxa não quer dizer alguem que faz bruxarias, pois toda fada tem um lado bruxa tambem.

    Um encanto o seu texto.

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Estou aqui com um sorriso maroto no rosto Luma!
    Seu texto me fez lembrar que vivi em muitas dimensões em paralelo durante toda a minha vida e este tema fadas, duendes, gnomos trata de algo muito normal no meu dia a dia... tenho sim o pensar mágico!
    É comum nas crianças, em torno dos sete anos , deixar o mundo encantado porque fecha a moleira definitivamente e, se não tiverem estímulo dos adultos ao seu redor nem vão se lembrar que um dia conversavam com os anjos, as bruxinhas boas e más, etc
    Por isso é tão importante estimular a leitura desde bem cedo que é um canal aberto ao mundo fantástico e mágico [magia é tudo aquilo que desconhecemos].
    Meus duendes aqui de casa te enviam beijos....e ainda pediram para te contar que adoram maçãs...
    Sejamos felizes ...
    Beijão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sorriso maroto apareceu aqui também ... kkkkk.
      Um beijo!

      Eliminar
  7. Fadas ,elementais tudo passeando nos cercando aqui ao te ler. Lindo!!1 beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  8. Quem acredita, bate palmas, aí!

    ResponderEliminar
  9. Oi Luma,
    Acredito nos seres elementais e sei bem que essas matérias sutis podem ser percebidas por mentes ansiosas por absorver tudo ao seu redor, como as crianças.
    Ganhei umas sementes. Hoje estou dando um tapa na casa para amanhã, com mais tempo, semea-las. As fadas vão gostar!
    Penso que na Idade da Pedra eram os homens que faziam um rodízio entre as cavernas para "lerem" as histórias nas inscrições rupestres.
    Bjk.

    ResponderEliminar
  10. Querida Luma
    Gostei imenso do seu texto!
    Espero o auxílio da minha fada madrinha em todos os dias da minha vida. Como não havemos de acreditar?! Precisamos muito de todas as fadas!
    Obrigada pelos conhecimentos transferidos e que me foram muito úteis.
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom, sou sua amiga... pode me escrever que responderei.
      sissi.mascarenhas@gmail.com

      Eliminar
  11. Luma,
    as fadas são como os anjos, entram em nossas vidas para
    nos ajudar.
    Eu quero ser fada e anjo, rsrs.
    Belo texto, parabéns!

    Bjs, sucessos sempre ♥

    ResponderEliminar
  12. Luma, assim que li o título do post me lembrei da passagem do filme que diz que a cada vez que alguém diz não acreditar em fadas uma delas morrem. Pobrezinhas! Agora, em sonhos e fantasias eu acredito plenamente, não há como dar o primeiro passo sem sonhar, e a vida já tem tons de cinza o suficiente pra que a gente não se permita sonhar um pouco.

    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  13. Luma,que texto super interessante vc fez aqui! Gostei de saber do Paracelso pois não tinha conhecimento. Morri de rir por ter " culpa" desse post, por ter sugerido o tema e tenho certeza que irá agradar muitas pessoas! Mais uma vez obrigada por sua participação e EU ACREDITO EM FADAS!...rsss....bjs,

    ResponderEliminar
  14. Se eu acredito em fadas?!? E tu tens dúvida disso?!? Hahahaha! Claro que acredito. Em fadas, bruxas, gnomos e tudo mais que coloca alguma poesia nessa vida crua que anda imperando. Adorei! Beijos, Lumete!

    ResponderEliminar
  15. Fadas? Gnomos? Feiticeiras? Magos?

    Acredito na poesia e no sonho, portanto em todos esses seres , rrss

    Beijinhos, ma belle

    ResponderEliminar
  16. Eu creio, sempre acreditei . Tem um filme que se chama Ponte para Terabítia que me parece um plágio da minha vida, com a exceção de que não morri afogada aos 13 anos. Porém tudo o que é mostrado, parece ter sido tirado de minha infância com meu irmão e primos. Ainda hoje, os enteais, o seres mágicos me avisam das mudanças do tempo. Riem de mim, mas não ligo, eu creio em fadas, creio em anjos e creio no poder de criar laços entre nós, para que não deixemos de enxergá-los! Beijos!

    ResponderEliminar
  17. Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay.

    ResponderEliminar
  18. Oi Luma!Show de post,viu?E vc tem razão,este assunto é vasto!Eu acredito que existem muitas coisas que não podemos ver,inclusive em fadas!Beijos!

    ResponderEliminar
  19. Luminha, que post mais gostoso!
    Mas o que eu mais gostei mesmo foi ver o que eu vi na primeira foto!
    Um beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Iluminada!! Eu consegui fotografar essa fadinha assim que o sol nasceu! :D

      Eliminar
  20. Luma, estou encantada!
    Vou até imprimir o seu post para pesquisar alguns subtemas...
    Bjos e ternuras.

    ResponderEliminar
  21. Luma que assunto fofo. Eu vivi em um sitio e lá se acreditava em tudo. Lobisomem, mula sem cabeça, aqui no Pará o boto encantado, pessoas adultas juram que existe e em vários lugares duendes e fadas. Digo que nunca vi uma fada, mas acho que se todas as pessoas dizerem que elas não existem, vão morrer mesmo, morre as lendas, a fantasia e a magia do mundo e o que sobra serao pessoas infelizes sem historias para contar. Minha filhinha sempre acreditou em fadas e duendes e nunca a encorajei a desacreditar. Quando perdia alguma coisa em casa ela brigava com os duendes.
    Se as fadas existem não posso afirmar, mas que sua existência nas historias nos fazem sonhar. Então deixa estar como está.
    Linda semana colorida e abrilhantaste com este texto. Gostei muito.
    Agradeço seu carinho lá no meu novo cantinho. Beijos.

    ResponderEliminar
  22. Faltou dizer:
    Já levei o banner e irei divulgar. Bjos

    ResponderEliminar
  23. Quantas informações instigantes...
    Vou pesquisar mais sobre o assunto.

    Abraços

    ResponderEliminar
  24. Luma,como tu estás sempre no canteiro da vida e estou bloqueando só para os leitores de sempre, podes mandar teu email pra que te coloque na lista dos leitores convidados?

    Podes mandar pra rtazza@gmail., tá? Tive que tomar essa decisão pois é blog de família !!1 bjs,chica

    ResponderEliminar
  25. Luma, falar de mim é emocionante, obrigada! rsss

    compartilhei pelas redes

    ResponderEliminar
  26. Post muito interessante pela temática e pela pesquisa.
    Fadas, na realidade não acredito...

    Beijinho grande e enorme o prazer de ler-te.

    ResponderEliminar
  27. Sim, acredito;
    A minha esposa é uma fada que coloriu minha vida.
    rsss
    Bjs

    ResponderEliminar
  28. Eu creio sim!!!! E como! Fadas, anjos, duendes e tudo mais que carece dos olhos da alma para ver.
    Beijuuss
    P.S: hoje, por acaso, no GNT peguei já em andamento uma moça que faz o BookCrossing...por acaso é você? Acho que era alguma coisa ligada à Natura.

    ResponderEliminar
  29. As almas sensíveis têm todo este imaginário no seu genoma...
    Adorei ler (acho que voltarei para reler)
    E sim, há que acreditar no mundo do sensível (devo estar a dizer uma parvoíce, veio-me agora à ideia esta expressão...)
    Houve um tempo (entre os meus 15/18 anos) em que a parapsicologia era uma atração. Queria tantas respostas! Parabéns pela postagem.
    Bjo, Luma :)

    ResponderEliminar
  30. Elas habitam o mundo mágico da infância, que abandonamos frente à realidade que nos chama, quando adultos. E estão presentes nos sonhos e na sensibilidade de cada um. Uma bela postagem. Bjs.

    ResponderEliminar
  31. Quem não acredita em fadas é porque cresceu. E crescer nem sempre é sinônimo de sabedoria.

    :)

    ResponderEliminar
  32. Parabéns pelo seu espaço.
    Já sou seu seguidor.
    Espero a sua visita.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  33. Eu ñ acredito em fadas , e acredito sim que igreja e religião são coisas distintas ,mas creio num reino que está por vir , não aqui mas sobrenatural , e que nos levará a um lugar que não haverá mais choro , nem fome , nem distinção , seremos todos iguais....
    As minhas orquideas são presas a pedaços de xaxim ou presas nas árvores que tenho aqui , como os palmito jussara , que plantei com esta finalidade, como aqui sempre há bastante chuva não tenho a preocupação com as regas , pois a natureza mesmo cuida , a meno que tenha alguma praga , aí eu intervenho , e os cactos e suculentas , todos sem exceção ficam sem pratinhos, tanto que compro vasos, não trago os pratinhos , aqui não havia esta preocupação com a dengue , mas de uns tempos pra cá , temos ficado alarmado com a situação , então temos mesmo que fazer nossa parte , principalmente quem tem tantas plantas como eu.
    obrigado bjs.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  34. Quem acredita no amor e no mistério tem de acreditar em fadas...

    beijo amigo

    ResponderEliminar
  35. Luma,
    tuas informações enriqueceram grandemente o meu pouco conhecimento sobre o tema.Sou uma curiosa, simpatizante e sim, acredito nesses reinos evolutivos que tantas evidências nos proporcionam.Creio que o distanciamento que sofremos se deve à vida moderna caótica, aos bloqueios físicos e mentais aos quais estamos expostos nas grandes cidades; conforto, comodidades são bem-vindas, mas cobram um percentual alto: extrema racionalização ( olha eu monetarizando o tema, cruzes:)
    Desde que me mudei pra pertinho da natureza tenho podido desfrutar de momentos ímpares e quem sabe acompanhada pelas fadinhas coloridas.
    Teu post está cativante.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderEliminar
  36. É melhor acreditarmos, sim!
    O empadão: sim, com brócolos também fica óptimo!
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  37. Oi Luma! Eu acredito em fadas! Quem não acredita é porque vive apressado e não para para vê-las. Beijo!

    ResponderEliminar
  38. E porque não?

    Nós decidimos mo que acreditar, não é?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  39. Sim acredito elas iluminam nossas casas...
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  40. Porque não acreditar? mesmo que de forma ilusória :D , anjos , fadas, poderes da natureza, tudo com energia boa e encantadora que estão no universo para nos ajudar, acredito que existem sim, seres que nos ajudam neste mundo, ajudantes de Deus, porque não? :D , beijinhos Lumaaaa!

    ResponderEliminar
  41. Interessante que o assunto é de importância e real, mas quando a Xuxa diz que acredita e já viu duendes, é massacrada por muita gente, né?
    Não acredito nem desacredito, espero que as fadinhas me entendam e se mostrem pra mim.
    Beijo, Luma.

    ResponderEliminar
  42. WOW que que é isso??!
    como perdi esta pérola de post harara...
    mas cheguei a tempo antes dele sair da página inicial e estou surpreso confesso!
    cheia de sabedoria e articulação neste discurso hein moça parabéns!

    ResponderEliminar
  43. Luma, e neste dia voltei a ler seu texto...

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor