Canibalismo Galáctico

Luz de Luma, yes party!
imagem
As recentes descobertas do astrofísico John Kovac e sua equipe acerca das ondas gravitacionais do Big Bang dizem que nos primeiros instantes de existência de vida, o universo passou por um “período de inflação”, expandindo mais rápido que a velocidade da luz, comprovando a última parte da Teoria Geral da Relatividade de Einstein.

Se esses resultados prevalecerem, teremos implicações em tudo o que sabemos na física e cosmologia. Conclui-se que, quanto mais descobrem os astrofísicos, mais se percebe que sabem muito pouco, provando que o saber nos torna cada vez mais conscientes da nossa condição humana.
Luz de Luma, yes party!
link comentário
Quando olhamos para o céu, imaginamos um lugar silencioso. Ledo engano! É conveniente para nós pensarmos assim. Vou tentar responder o comentário acima sem fazer muito barulho :D
Luz de Luma, yes party!
imagem
A maioria das galáxias possui um buraco negro, na realidade um quasar morto, faminto pelo gás circunvizinho. Se uma outra estrela vier a passar nos arredores, ela poderá perturbar o movimento das nuvens de gases na galáxia, desviando-as para uma trajetória de colisão com o buraco negro.

Os gases e as poeiras, ao alcançarem a galáxia, são arrastados pelo buraco negro num forte disco de redemoinho cuja luminosidade reacende rapidamente. Quando uma pequena galáxia mergulha diretamente no meio de uma gigantesca galáxia espiral, o impacto de sua passagem impede o gás para o exterior. O gás assim comprimido vai brilhar intensamente, gerando novas estrelas e nebulosas. Esses astros em formação vão dar origem a um anel de matéria incandescente em perpétuo rodopio ao redor de uma região central de brilho mais tênue.
Luz de Luma, yes party!
imagem
Não é necessário que duas galáxias venham a se chocar entre si para que novas estrelas se constituam. De fato, quando duas galáxias passam muito próximas, a interação dos seus campos gravitacionais é suficiente para, perturbando os gases de cada uma delas, gerar ondas de compressão capazes de originar a formação de novas estrelas. Na verdade, duas galáxias ao colidir de frente, produzem um ardente nascimento de estrelas.

As galáxias, ao se enredarem ou se emaranharem, uma com a outra, podem dar origem a uma única galáxia. Ao se admitir que o universo tenha surgido de uma grande explosão, acredita-se que os encontros ou colisões de galáxias foram muito mais frequentes no seu início. Nessas condições, os astrônomos aceitam como muito provável, a ideia de que a maior parte das galáxias jovens deve ter colidido ou pelo menos sofrido um encontro com outra galáxia mais jovem. Em consequência, tudo parece sugerir que a maioria das galáxias que nos cercam atualmente sejam restos de colisões cósmicas ocorridas no início do universo.

As maiores galáxias no universo cresceram, até atingir o seu atual volume, devido ao consumo das galáxias menores. Como esses monstros cósmicos possuem sempre a forma oval, os astrônomos designaram-nas de galáxias elípticas supergigantes. Esse crescimento desproporcional, provenientes de galáxias que as supergigantes devoram, foi sugestivamente designado de canibalismo galáctico. Aliás, esse fenômeno é muito mais frequente no centro do aglomerado das galáxias.

Na verdade, as mais maciças dessas gigantescas galáxias compõem-se de trilhões de estrelas, sendo centenas de vezes maiores que a Via-Láctea, e podem se estender por milhões de anos-luz no espaço. Ao seu redor espalham um fraco halo de estrelas, característica própria e única dessas supergaláxias elípticas.

Em geral, esses gigantescos universos-ilhas situam-se no centro dos aglomerados de galáxias, como uma aranha, a espreitar em sua teia as outras galáxias que fluem nas vizinhanças e pronta para devorá-las. Acidentalmente, umas menores entram em colisão com a maior. Como as estrelas nas galáxias encontram-se muito bem separadas entre si, quando ocorre uma colisão as estrelas de uma galáxia não se chocam com as da outra.
Luz de Luma, yes party!
imagem
Além de colocar um freio às pequenas galáxias que começaram a se deslocar mais lentamente após uma colisão, o campo gravitacional da galáxia supergigante pode, às vezes, deter a galáxia em evasão, conduzindo-a a uma nova colisão. Esse segundo encontro vai roubar da pequena galáxia ainda mais energia. Na realidade, a cada passagem de galáxia menor, a supergigante elíptica irá tirar mais estrelas da região exterior. O destino da galáxia caçada está decidido: suas estrelas serão retiradas e adicionadas à supergigante que aumentará.

Um dos mais notáveis exemplos de supergigante elípticas é a galáxia NGC6166, na constelação de Hércules, onde ela se situa, como uma aranha na sua teia, no centro de centenas de outras galáxias menores, à espera do momento de devorá-las.

E você aqui na Via-Láctea preocupado(a) com uma colisãozinha de asteroide...  
Não esqueça de fechar a janela antes de dormir...

Em tempo:
Venha participar da 8ª Edição do BookCrossing Blogueiro
e 2ª Edição do BookCrossing Blogueiro Kids!
Visite a página do evento no facebook e siga para saber das novidasdes.
Não esqueça de levar um banner para o seu blogue para ajudar na divulgação!
É a blogosfera incentivando a leitura!

Assine para receber os textos desse blogue em seu e-mail ou acompanhar pelo Facebook

42 comentários :

  1. Já por aqui (altas horas) passei primeiro... para apreciar o canibalismo galáctico e me perguntar se "Deus" tem fim começo ou meio mais uma vez... se as estrelas se renovam, se a terra é uma grande nave... se as galaxias giram em torno umas das outras... tantas perguntas... como as do astrofísico Edward Stone trilhou uma aclamada carreira como líder da missão Voyager, da Nasa – a agência espacial norte-americana –, que em 1977 lançou ao espaço duas sondas de mesmo nome para explorar os planetas do Sistema Solar. Aos 77 anos, depois de quase 40 anos dedicados ao projeto, o cientista está longe de sonhar com uma aposentadoria. A grande expectativa de Stone é poder ver a Voyager 1 cruzar a heliopausa, limite entre a zona de influência do nosso Sol, chamada de heliosfera, e o espaço interestelar, onde estão outras estrelas. Segundo ele, isso está para acontecer a qualquer momento. Fico a delirar neste vasto espaço onde a religião ( no sentido desconhecido) me põe a indagar o quanto pequeno é ainda o nosso conhecimento... Mas que sabor teriam as estrelas? Boa noite amiga Luma Rosa!

    ResponderEliminar
  2. Mas era isso mesmo que estava pensando ao ler este seu belo texto explicativo: fechar as janelas antes de dormir ... beijão! Bom dia Luma querida!

    ResponderEliminar
  3. Luma, bom dia! Você sempre antenada e com respostas na ponta da língua para seus leitores. Atenciosa, deixou para sua leitora - como disse a colega acima Astrid Annabelle - um belo texto explicativo.

    A minha janela está sempre fechada a noite, embora queira abri-la, mas existem motivos muitos mais simples que me impedem de fazer isso..

    Tenha uma feliz sexta-feira Luma!!! <3

    ResponderEliminar
  4. Que bom te ler, saber mais, aprender! neno certamente adorará te ler! Vou avisá-lo! bjs,chica

    ResponderEliminar
  5. Oi Luma,
    Como eu mencionei em outro comentário, começamos a gravar os episódios de Cosmos. E ontem, ao fim do episódio Quando o Conhecimento Venceu o Medo, aparece uma arte gráfica demonstrando como seria o choque de duas galáxias: Via Láctea com Andrômeda.
    Tanta coisa, tanto barulho acontece "lá fora" e nós, aqui dentro desta bolha, nada ouvimos!
    Ótimo fim de semana.
    Bjks.

    ResponderEliminar
  6. Sempre fecho a janela mais cedo, mas é para não entrar mosquitos. Quanto às estrelas, prefiro pensar nelas como os poetas e os namorados. Mas nunca é demais saber. Ótima e útil explicação. Obrigado, Luma. Abraços.

    ResponderEliminar
  7. Cada vez que leio algo sobre o espaço celeste chego à conclusão que somos tão pequeninos em relação a ele.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. Querida Luma
    Tanto conhecimento!
    Nesta perspectiva científica da origem do Universo, só tenho uma questão a colocar:
    Só existe vida,tal como a conhecemos, no Planeta Terra?! E qual é a razão para isso?
    Parabéns pelas pesquisas feitas e pelo texto que daí resultou.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderEliminar
  9. uuuuuuuuuooooooowwwww *__*
    Meus olhos brilham quando percebo que não consigo nem imaginar o tanto de conhecimento que ainda não conhecemos. Olho para o céu e penso nas infinitas coisas que acontecem lá fora. Muitas perguntas surgem em minha mente.

    ResponderEliminar
  10. Lumaaaaaaaaaa
    Maravilha, adorei.... adorei mesmo....
    Obrigada
    Bjs
    Debby :)

    ResponderEliminar
  11. Sempre achei que quanto mais estudamos, menos sabemos dessa imensidão que chamamos de "céu". Jamais saberemos ................
    E fechar janelas não é bom, mas é preciso ........
    Beijos querida.

    ResponderEliminar
  12. Esta história de buraco negro sempre me causou medo , é interessantíssimo
    a criação do universo , este assunto ainda nem começou, veremos mais coisas.
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Somos infinitamente pequenos perante o tamanho do universo.
    Um post muito interessante, gostei.
    Luma, tem um bom fds.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  14. Luma querida primeiro quero te agradecer o carinho em meu niver, e agora quero te parabenizar, mais um assunto muito interessante e bastante complexo, acho interessante tudo isto, mesmo porque, tudo que existe é criação divina, mas a criação divina não é um milagre, ela baseia-se em fatos comprovados, tudo tem sua origem de forma natural, adorei estar aqui, beijos Luconi

    ResponderEliminar
  15. Minha querida

    N´s é que pensamos que somos o centro de tudo, mas somos apenas uma pequena poeira.
    Um texto profundo.
    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  16. Como sempre gostei imenso deste teu post e do anterior. Desde que me conheço gosto de admirar as estrelas, ver as fases da lua. acompanhei a reportagem via rádio sobre os primeiros passos na lua...mas sempre numa base primária, ou seja, sem fascínio algum por tais descobertas e por vezes questiono-me...alguma delas trouxe "pão, abrigo, paz e bem estar para os humanos"?
    Com isto não quero criticar quem seja amante de tudo isso, mas tal como sou contra gastos astronómicos feitos com isso que nos leva a nehures, bem como outras coisas (olha aí a Copa e cá em 2004 o Euro de futebol) também sou contra "o aproveitamento de gente má" que a troco de dinheiro fazem com que muitos humanos acreditem em "forças além terra" e o resultado é o que se sabe. No entanto e falando na crise actual em Portugal não se investe no futuro do povo, sobretudo dos jovens, da investigação cientifica a nível do bem estar de todos nós...educação, saúde e estado social...e alargando horizontes...interessava-me mais saber que descobriram a fórmula de "multiplicar os pães" para colmatar a fome...do que a descoberta "de algo através de uma luneta":)
    Não sei se me fiz entender!

    Beijos e tudo de bom para ti e todos os teus e já agora a todos os comentadores que são muitos e que gosto de ler opiniões divergentes ou não!
    Não sei se me fiz entender

    ResponderEliminar
  17. Você como sempre me chama atenção na tua escrita. Olhando o universo sempre me senti como um grão de areia no meio deste mar do infinito.

    ResponderEliminar
  18. Querida, todas as vezes que entro aqui aprendo muito.
    Lendo esta partilha concluo que Deus é muito criativo, sábio e poderoso, nós é
    que não somos nada. Ah, tenho uma amiga que mora em Portugal que vai sair da terra pra morar em outro planeta, depois conte mais sobre isso lá no Mesa de Conversa.

    Abraços

    ResponderEliminar
  19. Obrigado pela "aula" :)... de fato, uma das melhores coisas que temos pra fazer na vida é duvidar. Nenhuma verdade é perene...

    bjo!

    ResponderEliminar
  20. ღღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿¸.•* ღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿

    “Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.”

    ― Cora Coralina...

    Com essa frase tão bonita deixo meu abraço de bom final de semana
    elogiando mais uma vez seu belo post

    ___________Rita!!!!

    ResponderEliminar
  21. Bela postagem. Muito interessante saber cada vez mais sobre essas verdadeiras obras grandiosas que cercam o universo e nos aproxima da perfeição de Deus.

    Abraços
    Teorias do Leão da Montanha
    Curta: Teorias do Leão da Montanha

    ResponderEliminar
  22. Pois é, e ainda estamos engatinhando em torno de tanto conhecimento desconhecido!

    Abraço do Pedra

    www.pedradosertao.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  23. "Deus provê... eu sei que proverá..."
    Obrigada pela indicação do louvor, viu?
    Aliás, sua indicação foi justamente uma provisão do Senhor pra mim - é Ele usando você, como da outra vez (lembra?), para falar comigo!
    Amém!

    Quanto ao post, Luma, você é sensacional!
    Vir aqui é chegar de um jeito e sair de outro!
    Vivendo e aprendendo...

    Bjs em seu coração, minha querida!

    ResponderEliminar
  24. É um tanto curioso esse assunto. Admito que sou muito leiga no que diz respeito à astronomia. E, bem, acho que não corremos risco de sermos subtraídos por uma galáxia maior, não? isto é, se já não fazemos parte de uma maior.

    ResponderEliminar
  25. o loco meu.
    Nunca imaginei que eram tantos detalhes assim.
    Ainda bem que eu sempre fecho a janela rsss;

    ResponderEliminar
  26. Oi Luma! Bem como na convivência humana, nosso relacionamento com o Cosmos é para nos deliciar (de conhecimento e vida), mas de forma saudável. Beijo!

    ResponderEliminar
  27. Aqui aprendemos muito, valeu.
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  28. Vou fechar minha janela mesmo assim...(risos)
    Vc deu uma verdadeira aula Luma!
    O universo é incrível!

    ResponderEliminar
  29. Pois é... E tem gente que acha que só existe habitantes no nosso planeta hahaha....E que somos a última bolacha do pacote... Então tá!

    Bjusssssssssss

    ResponderEliminar
  30. Mundo,mundo vasto mundo... adorei o seu texto,Luma! Eu li ano passado o livro do Marcelo Gleiser que minha filha deixou dando sopa na casa e fiquei deslumbrada com a grandiosidade desse Universo! Coisas que a gente ne sonha e que fazem parte da nossa vida dia após dia.Dificil de entender esse tema,mas é fascinante! bjs,

    ResponderEliminar
  31. Oi Luma:)

    Só costumo dormir com a janela aberta no Verão quando está muito calor, mas vou passar a fechar... Adorei o post porque fiquei a perceber um bocadinho mais sobre o céu e as estrelas lá em cima. É fascinante!

    Boa semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Luminha, você respondeu! Sou visitante assíduo do observatório de Valongo e depois que cursei física, me graduei em instrumentação e cosmologia. Ainda bem que não disse antes. Seu texto mostra o quanto tem de potencial em ensinar, pois sem aprofundar, foi em todos os tópicos principais. Qual o seu segredo?

    ResponderEliminar
  33. Luma querida, boa noite!
    O assunto é tão interessante que sai lendo todos os comentários (abelhuda rsrs), Acredite: Até hoje minha mãe diz que o homem não foi a lua, tudo foi montagem. Fico a imaginar quantas pessoas vivem na escuridão do conhecimento como ela, e não buscam esse conhecimento... O céu para euzinha é um parque de diversão infinito, que de uma hora p/ outra alguma engrenagem sai do eixo e surpreende, não nós "gentinha", mas o universo.
    Tenho sonho de consumo de ter um bom telescópio, vou ter! Não pela curiosidade, pelo prazer da contemplação do infinito.
    Dê uma certa forma aqui no planeta terra, somos canibais...

    Bella, tenha uma semana luz!

    Bjãooooooooo

    ResponderEliminar
  34. Em tempo: A janela aberta ou fechada é o de menos rsrsrsrs.

    ResponderEliminar
  35. Em tempo: A janela aberta ou fechada é o de menos rsrsrsrs.

    ResponderEliminar
  36. Luma, seu blog é o máximo e já estou com o meu blog pronto. Diz a cartilha que não podemos deixar esse tipo de comentário, mas e eu que estou começando, não posso convidar ninguém?
    O céu sempre nos fascina e sempre que olho por muito tempo, fico com medo principalmente a noite. Sou um bichinho que procura a toca de noite e não abro os olhos depois que me recolho.
    Abraços!

    ResponderEliminar
  37. Muito interessante!!!
    Adorei a sua ideia da mousse fácil ;)
    Beijinhos, boa semana!

    ResponderEliminar
  38. Luma:
    Antes de comentar seu post, vou deixar aqui a resposta sobre seu comentário no meu blog: "Acabei de responder exatamente o que escreveu, pra Ana Paula.
    Também considero o Bial um cara com talento, e acho um desperdício colocá-lo pra apresentar um programa sem qualidade nenhuma.
    Quanto aos botões, são os das redes sociais.
    Embora agora só me interesse em colocar o do G+ em formato menor, porque twitter eu não tenho e o do pinterest, outra blogueira já me ensinou e eu consegui colocar."
    Aqui no seu blog, você tem 6 deles: o do facebook, twitter, G+, feedburner, pinterest e dihitt. Os únicos que eu gostaria é do G+ e do Pinterest.
    Mas vou aproveitar que você abriu espaço pra perguntas e sugerir que você elabore um post sobre as redes sociais e esses botões, porque eu desconheço a funcionalidade do feedburner e do dihitt e no momento minha preguiça está me impedindo de ir em busca das respostas, rsrsrsrsr.
    Agora sobre seu post, creio que o Universo é tão gigantesco, que ainda há muito pra ser descoberto e estudado.
    Por enquanto, mantenho a mente aberta e as janelas fechadas...
    Bjs.:
    Sil

    ResponderEliminar
  39. Suponho que irmãos capelinos, do planeta capela, vieram habitar a terra, em um desses movimentos do universo.
    Um dia abençoado
    http://feitocomcarinhodemae.blogspot.com

    ResponderEliminar
  40. Olá, Luma. Passei um tempo afastado da blogosfera, pelos mais diversos motivos. O meu blog tá até com cara de abandonado.
    Tô voltando aos poucos e a minha primeira visita não poderia ser outra senão ao Luz de Luma, que, com esse post estelar, está irradiando mais luminosidade do que nunca :)
    Minha grande surpresa: encontrar um texto sobre astronomia, assunto que tenho grande fascínio, tanto pelo lado fantasioso (viagens intergaláticas, star trek etc), como também pelo lado filosófico, físico e matemático, o primeiro principamente.
    Conversando um dia com um amigo, que é cosmólogo, ele me repetiu algo que já circula há muito por ai. Ele disse que nós, terráqueos, somos feitos do mesmo material pesado que existe no núcleo das estrelas (carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio)
    Talvez não tenhamos essa consciência ainda, mas somos partes dessas estrelas, e, como elas, vivemos às vezes em comunhão... e a maior parte das vezes em colisão.
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, então está confirmado! Quando morremos viramos estrelinha! :D
      Seja bem-vindo novamente!!
      Beijus,

      Eliminar
  41. Só sei que nada sei...
    Saio com mais conhecimento e iniciando pesquisas (cliquei no link e fui procurar artigos relacionados em português...

    Bjo :)

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor