Era uma vez

Luz de Luma, Yes party!Luz de Luma, Yes party!Luz de Luma, Yes party!Luz de Luma, Yes party!Luz de Luma, Yes party!
...um pato.

Em tempo:
Vem aí a 7ª Edição do BookCrossing Blogueiro
08 a 16 de Novembro de 2013.
Participe também do evento no Facebook
Leve um banner para o seu blogue para ajudar na divulgação!
Veja abaixo a supresa desse ano:
1º Bookcrossing Blogueiro Kids - Evento proposto pela Trícia Ferreira para acontecer em paralelo ao BookCrossing Blogueiro, assim quem tem filhos poderá levá-los a entender que o conhecimento deve ser compartilhado. Assim como tudo na vida, nem tatu vive sozinho!

Liberte seus livros da clausura das estantes! Livros fechados tem o mesmo valor de páginas em branco.

O post "Era uma vez" apareceu primeiro em "Luz de Luma, yes party!".

78 comentários :

  1. Esse pato tinha que dar mole, né? Dançou! Boa semana! Vai passar bem hein, Luma? Bjo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deu mole dançou, Vitório!
      Eu não paguei o pato!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  2. Tem sempre um pato dando moleza né! rsrsrs.
    Querida amiga estou levando o banner para divulgação. “Existem pessoas que tornam nossa caminhada mais significativa, pela companhia, pelo apoio, pelo carinho e porque nos torna melhores. E você é assim super especial”. O meu carinho e o meu abraço. Que a sua semana seja magnífica plena de amor e harmonia.
    Beijos com carinho
    Gracita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Gracita!
      Alguns patos não dão moleza e são bastante agressivos!
      Obrigada por divulgar o bookcrossing blogueiro. O sucesso do evento é de cada um dos participantes! Obrigada também pelo carinho! Boa semana para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  3. Tenho pena, mas ao mesmo tempo, quando está no prato, nem penso nisso!!!!

    Louca para que chegue logo o BookCrossing Blogueiro!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bruxinha, tem muita criança que não sabe como é a carne que eles comem quando vivas...
      Também estou ansiosa, mas sem tempo para divulgar :(
      Beijus,

      Eliminar
  4. Maravilhoso prato e coitado do pato! Se lascou!rs beijos,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lascou-se, Chica!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  5. Ah tadinho! frágil diante da força bruta da fome! rsrs
    Bem convidativo esse prato do pato rs
    E vamos sim dar força a partilha de livros tá? vou levando o banner.
    boa semana Luma um abraço grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lis!
      Como todas as aves. Atualmente a fome seria facilmente saciada com outras fontes de alimentos.
      Ficou bom! :)
      Obrigada por divulgar!
      Beijus,

      Eliminar
  6. Amei o prato com o pato(adoro!!), mais fiquei com pena dele.
    E essa iniciativa da partilha dos livros é muito interessante.
    Abraços.Sandra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sandra!
      Cresci vendo matar animais para comer e somente depois de adulta, longe das minhas raízes que percebi que aquela normalidade não era tão normal para mim. Mas não é uma questão de pena!
      Vem com a gente!!
      Beijus,

      Eliminar
  7. Oi, Luma! As imagens ficaram tão bonitas que tornou-se até poética a "passagem" do pato! Bela iniciativa essa voltada para as crianças, com certeza ajuda a formar cidadãos desapegados. Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bia!
      Aquele lance: num instante anterior...
      A Trícia teve essa ideia genial. Nos outros anos, os pais levavam seus filhos, mas não tinha uma blogagem exclusiva. Vamos ver o que a Trícia vai aprontar!
      Beijus,

      Eliminar
  8. Oi Luma

    Este post valeu mais do que mil postagens de ativistas em defesa dos animais no facebook, valeu mais do que a invasão ao laboratório de pesquisas medicamentosas.

    Não sou ativista, mas torço para a evolução humana ser em breve, fazendo os animais livres. Um dia...

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Van!
      Cada um interpreta de uma maneira. O que para uns é uma agressão, para outros é apenas um abrir de apetite!
      Também sou a favor da liberdade animal, mas aqui na minha cidade por causa do controle de zoonoses, cães e gatos são resgatas da rua pela prefeitura. Se eles ficam "livres" a população tende a crescer e começa a interferir na saúde das pessoas. Qual seria o habitat ideal para cães e gatos se não dentro de nossas casas?
      Beijus,

      Eliminar
  9. Hummm... coitado do pato, mas que parece delicioso, isso parece sim!

    Ah, o BookCrossing, preciso me organizar pra participar.

    beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Paty!
      Ficou mesmo delicioso!
      :)
      Tem tempo! Oficialmente aqui na blogosfera no dia 08...
      Beijus,

      Eliminar
  10. Tenho dúvida se entendi a mensagem, ou se houve mensagem ou é apenas um post culinário.
    Boa semana, Luma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lúcia!
      Como respondi para a Van, cada um interpreta a sua maneira. Fotografia é também uma arte (rs*)
      Boa semana para você também!
      Beijus,

      Eliminar
  11. OI LUMA!
    AI...FIQUEI COM PENA DO PATO.
    MAS, ENVOLVER CRIANÇAS NESTE EVENTO É UMA SACADA E TANTO.
    ABRÇS
    http://perfumeedesejo.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Zilani!
      Foi sua porção criança que falou mais alto!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  12. Oi, Luminha,

    Os pratos com o pato já preparado ficaram muito convidativos! Quanto ao bookcrossing, como já disse, devo participar este ano novamente.

    Um beijo e ótima semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Marly!
      Depois que vemos já pronto, não pensamos no processo :)
      Obrigada por participar!!
      Beijus,

      Eliminar
  13. Tadinhoooooooooooooo!! rs
    Nunca comi pato, acredita? Sem coragem mesmo... rs!
    Aliás, cada vez como menos carne. Minha meta é parar de vez (apesar de não resistir ao cheirinho de uma picanha assando... ai, ai! rs).
    Uma ótima semana!!
    Bjns
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. kkkkkkk Tive que rir!
      Não consigo comer ovo. Sinto o cheiro e imagino o que poderia se transformar... Do jeito que andam tratando a carne, produzindo e matando indiscrinadamente, não sabemos o que colocam nela para "fermentar". Dá medo de comer!
      Beijus,

      Eliminar
  14. Uai pato pagou o pato?
    Mas no arroz feito como sangue dele, fica muito bom. Coisa de mineiros.
    Uma linda semana Luma.
    Carinhoso abraço amiga.
    Bju

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Toninho!
      Hahaha O pato pagou o pato!!
      É coisa de mineiro mas eu nunca comi!
      Linda semana para você também!
      Beijus,

      Eliminar
  15. Coitado... E fui vendo as fotos e levei um suto quando cheguei no meio. Pensei que seria um compilado de fotos com final feliz. Bem, o final feliz só pra quem comeu no restaurante e nem viu o ato em si. bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Sérgio! No restaurante não sabemos o que aconteceu dentro da cozinha. Sabe que tem um primo do meu avô que não come em restaurante de modo algum?
      Beijus,

      Eliminar
  16. Oi Luma,
    Ainda em ritmo das comemorações do 100 anos do Poetinha:
    "... Caiu no poço,
    Quebrou a tigela,
    Tantas fez o moço
    Que foi pra panela!..."
    Cá em casa tb apreciamos pato e até postei uma receita dele com um purê de castanhas. O danadinho fica, assim, bem acompanhado.
    Lindas fotos e a minha preferida é a em que o quá-quá está sendo temperado. É um alguidar de barro?
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Luciene!
      No Domingo queria fazer um post para o poetinha, mas a casa ficou cheia :( Muito bem lembrada a música!
      Deve ficar muito bom esse purê de castanhas. Você já o postou?
      Essa panela foi comprada em uma Associação Quilombola de Africa e Laranjituba em Moju, no Estado do Pará. O gosto do alimento fica especial!
      Beijus,

      Eliminar
  17. Ai, meu Deus! Crudelíssima, você!
    Pretendo participar mais uma vez do Book Crossing.
    E agora vou lá preparar meus legumes...
    Boa semana!
    beijo, menina
    beijo, menina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Denise!
      Eu não! Veja as mãos do Chef :)
      Depois dessa, só legumes!!
      Beijus,

      Eliminar
  18. Nunca comi pato e nem sou vegetariana. Não sei se vc quis nos sensibilizar com esse post ou se quis falar sobre a cadeia alimentar dos seres viventes...
    Vou continuar não comendo pato, mas não vou ser vegetariana por isso também.

    Ótima semana, beijos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Clara!
      Cada um interpreta de uma maneira. Como respondi para a Lúcia, fotografia também é arte!
      Beijus,

      Eliminar
  19. Mas de uma forma ou de outra, Luma, não é isso que acaba acontecendo a todos os patos? :) Boa semana, amiga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Àrabe!
      Com os patos e com todos os seres vivos na terra. Uma hora todos morrem! :)
      Beijus,

      Eliminar
  20. Me senti um pouco culpada, porque adoro arroz de pato...

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, São!
      Não sinta!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  21. Não vai me dizer que o pato pateta pulou na panela... hehehe! Poor duck!!! E tenho certeza que a senhorita tem MUITA imaginação pra decidir onde/como usar a espuma de barbear e a cueca... hahahahahahaha! Bjos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Fred!
      Ele estava com frio e pulou na água quente!
      Criatividade até tenho, mas não acho muito saudável! (rs*)
      Beijus,

      Eliminar
  22. Adoro arroz de pato. Mas era incapaz de o matar.
    Pouco depois de casar, fui viver para Moçambique. Meu marido era militar, as colónias viviam em guerra pela independência e para mim era impensável ficar em Portugal, e meu marido lá longe sem eu saber como ele estava.
    Um dia ele disse-me que tinha saudades de frango na púcara. Na altura não encontrei frango a não ser vivo e vai daí comprei um. Mas quando cheguei a casa não tive coragem para o matar. Esperei que o marido viesse para o matar e ele não foi capaz de o matar.
    Questionei-o como é que ele era capaz de matar um ser humano, e não matava o frango. E ele respondeu-me que nas missões, era uma questão de sobrevivência, e do outro lado tinham hipotese de se defender e de o matar. Era como uma roleta. Ele podia matar ou ser morto. "O raio do frango, não me fez mal nenhum e não é capaz de se defender" Resumindo acabei por dar o frango a um vizinho e levámos imenso tempo até comermos o frango na púcara. Nunca mais comprei nenhum animal vivo.
    Amiga peço desculpa se andar mais ausente. Como sabe tinha grande desgosto de nunca ter estudado e este ano fui estudar. E as aulas já começaram.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Elvira!
      Também não tenho coragem de matar, nem mesmo barata!
      No caso do seu marido, a questão da sobrevivência ou vencer o mais forte é bem diferente da pessoa ter a opção, matar ou não.
      Estou adorando essa nova etapa de sua vida! Avante!!
      Boa semana para você também!
      Beijus,

      Eliminar
  23. Luma.... vc me fez lembrar de minha infancia.
    A vez mais dolorosa foi quando o cabritinho sumiu.... e meu primo malvado disse sarcasticamente (enquanto eu olhava, desconfiada, toda mesa): - coma sua burra, tá pensando o que?!
    Saí aos prantos e não participei da Ceia de fim de ano.

    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caramba!! Imagino a sua angústia! As crianças realmente sofem mais!
      Beijus,

      Eliminar
  24. Vendo assim me deu dó... As patinhas... Não tenho coragem...
    Adorei a libertação dos livros infantis. Minha filha adora trocar livros com as amigas. Fico orgulhosa. Embora não seja o mesmo esquema, o fato delas fazerem as letras circularem é algo valioso!
    Um beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Claudinha!!
      Parece que as fotos das patinhas foram cruciais... rs.
      Fazer os livros circularem é o mote do bookcrossing. O fato de serem libertados da estante e entrarem para um ciclo de leitura é o que há! Dê os parabéns para a sua filhota por mim!
      Beijus,

      Eliminar
  25. Luma, muito sem tempo para passar por aqui. Vou levando o banner do Bookcrossing. Ah, gosto muito de pato!
    beijos
    Jussara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Jussara!
      Obrigada por ter vindo!
      Beijus,

      Eliminar
  26. Oi Luma,
    Finalmente consegui vir aqui para responder sua pergunta sobre os torresmos. Na verdade, eu não fiz com torresmos e sim com o bacon defumado . Ele espirra quando a gente frita, mas acredito que bem menos do que o torresmo.Mas você pode substituir por linguiça que acho até que fica mais gostoso.
    Bj e ótima semana,
    Lylia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lylia!
      Eu vi que fez com bacon defumado que para fritar basta não usar óleo e abafar com a tampa. Já o torresmo precisa de óleo para "puxar" a sua gordura, ele forma bolhas e espirra. Muito chato! Boa pedida substituir por linguiça!
      Obrigada pelas dicas!!
      Beijus,

      Eliminar
  27. Oi Luma! Tadinho do pato! ...rss...achei legal a ideia do Book kids! Já tinham mães e avós fazendo as crianças participarem mas agora ficou mais específico. Quanto ao meu post da árvore é o que entendi tb:cada postagem no blog vale uma arvore,mas não me pediram nenhum documento por enquanto.Bjs e linda semana pra vc!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Anne!
      É verdade! Nas versões anteriores várias crianças participaram e foi bem legal!
      Acho que devem dar a cada blogueiro o certificado de plantio da árvore. Acho muito fácil falar, ganhar link e não fazer. O Google pede para que em publieditorial usemos o unfollow, justamente para combater os espertinhos!
      Beijus,

      Eliminar
  28. Se quiser, eu faço um belo pato para você Luma! :)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  29. Oi Luma, as fotos são lindas, mas eu fiquei com pena do pato. Aliás, eu nunca comi pato, sabia? Mas dizem que tem pratos ótimos com pato.
    Eu vou participar do BookCrossing e vou divulgar.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Chris!
      Estão todos com dó do pato! E se fosse uma galinha?
      No Brasil, somente a região norte costuma comer pato, isso por causa da influência francesa. Existem receitas ótimas que deixam o pato super leve!
      Obrigada por participar do BookCrossing Blogueiro!!
      Beijus,

      Eliminar
  30. Fiquei com pena do pato... Me lembro um momento por esses dias com um peixinho lá na creche, fiz uma contação de história com o livro "Flop - a História de Um Peixinho Japonês Na China" e aproveitando que meu irmão cria peixe levei um lá para a sala... as crianças fizeram mil perguntas sobre o peixe... fizeram o peixinho parecer tão legal que eu me sentir até constrangida por gostar de comer peixe... No ritmo que ando vu acabar virando vegetariana haha...

    E sobre o bookcrossing, cada vez mais no ritmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Pandora!
      Criança tem dessas coisas, de ficar com dó de comer o que viram vivo antes. Os adultos são cruéis!!
      Eu vi a sua postagem! Ótimo que esteja super no embalo!!
      Beijus,

      Eliminar
  31. Nunca comí patos também porque em casa criávamos os bichinhos e sempre tive pena do destino reservado a eles,hoje em dia é minha filha que amando coelhos evita até de vê-los nos frigoríferos dos supermercados Aqui é de costume comê-los como se come o frango ou o pato.E,como uma coisa puxa outra e você é mestra em favorecer esses nossos insights,rss, falando em bookcrossing blogueiro, sou favorável a esta iniciativa para as crianças também.Abraços,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bergilde!
      A realidade era outra e os bichos eram criados para sustento da casa, diferentemente de hoje que até criam porco dentro de casa.
      Não como coelho de modo algum. Tenho a impressão que é como comer rato. Sei lá! Algumas culturas comem animais inimagináveis, mas eu prefiro o trivial! :)
      Obrigada você, Bergilde!
      Beijus,

      Eliminar
  32. Estive por aqui.
    E, desejo felicidades.
    Manuel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Manuel!
      Será sempre bem-vindo!!
      Beijus,

      Eliminar
  33. Aqui no Pará temos a tradição de comer pato no tucupi, pelo evento do Círio. Muito bom!
    As imagens estão belíssimas!

    Luma, dá uma passadinha no meu blog. Fiz uma postagem (chamada) para o BookCrossing, e quero a tua opinião, ok!

    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lia!
      Ainda não comi o pato no tucupi e morro de vontade, pois sempre falam super bem dessa iguaria. Obrigada pelo elogio!
      Fui ler a postagem e já comentei. Está ótima!!
      Beijus,

      Eliminar
  34. Dá um dózinho do bichinho...rsrs
    O prato final ficou muito bonito, de certo estava muito bom :)
    Beijos!
    http://duasepocas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Fernanda!
      Seja bem-vinda!
      Ficamos com dó porque normalmente não vemos como o bichinho chegou em nossa mesa e por certo, o prato pronto ficou ótimo!
      Beijus,

      Eliminar
  35. Era uma vez ... um pato! A propósito, conhece a expressão «pagar o pato»?
    Mais uma edição do BookCrossing blogueiro hmmm... Vai crescer a adesão...certamente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Fernando!
      Essa expressão também é comum no Brasil! Funciona como uma indignação!
      Obrigada por mais uma vez participar do BookCrossing Blogueiro!!
      Beijus,

      Eliminar
  36. Afff Luma posso ver não. Assim com as galinhas, peru, codorna, pato ou qq outro bicho. Nem gosto de pensar! Mas de qq maneira parece-me q ficou uma dilícia.
    Beijuuss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Regina!!
      Também posso não! Só vi o antes e o depois (rs*)
      Estava mesmo uma delícia!!
      Beijus,

      Eliminar
  37. Oi Luma! Coitado do pato!! A iniciativa da Trícia é ótima! Afinal, nada mais magnífico do que ensinar bem uma criança para termos adultos melhores. Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Renata!
      O pato levou um susto!
      As crianças precisam aprender desde cedo a dividir! Dividir para somar!
      Beijus,

      Eliminar
  38. Luma, "dissertei" sobre este pato, e o meu comentário sumiu!!!
    Sr. Blogger.......

    Bella, bjossss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uai! Vou olhar na caixinha de spam, mas acho que não está lá...
      Bia, o pato é bom camarada!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  39. Senti uma pontada no coração e uma dorzinha na consciência...
    É hora de refletir.
    Beijão Luma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não adianta fazermos campanhas anti-violência contra os animais, se os comemos todos os dias.
      Feliz ano novo, Beth!!
      Beijus,

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor