Sabão e água

Eu tenho vergonha de dizer que demorei um bom tempo para perceber isso, quase tão longo quanto demorei para perceber outras simplicidades da vida.

Sabão e água removem a maioria das manchas, assim como um beijo pode apaziguar um coração, um abraço confortar duas almas, um olhar confirmar cumplicidade, um sorriso trazer alegria...

Muito se fala em como deixar os dias mais amenos, em sermos menos caóticos... Olhar o chefe e não pensar que ele é um coitado e forte candidato a um infarto... Água e sabão não servirão para ele, mas servirá para limpar uma ferida exposta. Sorria, você saiu do trabalho e está indo para casa ou vice-versa, se você adora o seu ambiente de trabalho. É, nem tudo são flores para ninguém dentro e fora do ambiente de trabalho - se é que você trabalha fora - porque pode muito bem ter o seu escritório, seu ateliê, todo o seu staff montado em casa... 

Se para o homem, um escritório em casa demanda mais concentração, que dirá para uma mulher, que pela sua própria natureza olha ao seu redor como se tivesse mil olhos rodando em volta de sua cabeça?

Ou se você for um dono (a) de casa...

Quem disse que administrar uma casa também não é administrar uma empresa? Precisamos saber preços, o que entra, o que sai, os saldos... Onde serão aplicados? Ah, e o caixa 2 que sempre salva a família? Ou não, abafa!

Pois bem, ontem estava lendo o texto no blogue da Nádia, intitulado "10 passos para ser mais feliz em sua casa" e comecei a comparar certas donos (as) de casa com uma criança. A casa, o seu brinquedo! A cada estágio da nossa infância, um brinquedo irá nos satisfazer e depois com a adolescência...

No momento estou no estágio "tudo é lucro". Passei da adolescência e encaro a vida como quem diz: "Se não deu hoje, amanhã vai dar...". Sem "aquela" urgência, mas lógico que adoro uma casa limpa e organizada (Já fui criticada por isso).

Você já reparou que muitos dos afazeres domésticos podemos deixar para amanhã?

Como uma empresa, você tem que pagar as contas (por que você também precisa comer) e isso você não pode deixar para amanhã. E se o dia estiver pedindo urgência para assuntos estratégicos, quem olhará para a cama desfeita? Ou se o filho, ou marido lhe pedem atenção, você irá repassar os cômodos da casa e perder três minutos em cada um deles antes de atendê-los?

O que aprendemos com a vida adulta pode não ser nada profundo - anos de vida nem sempre nos traz sabedoria - e as coisas que dão errado podem gerar as melhores lembranças. Então não devemos pensar nos anos como experiência de vida, mas com a proporção de ter tempo suficiente para ter mais oportunidades para viver as experiências. A rotina é uma benesse quando se viveu tudo o que queríamos viver, mas por outro lado, quem é insatisfeito por natureza, sempre irá falar mal se um dia for igual ao outro.

A ansiedade de viver algo diferente todos os dias não é normal e muitos executam ações esperando a aprovação das pessoas que admiram e quando o resultado é satisfatório, também é recompensador, mas não podemos fazer disso o nosso motivo principal para a realização de nossas ações. Isso não é o suficiente para uma vida feliz!

O perfeito não é amigo do bom. Ser perfeito não é normal!

A ordem externa contribui para a calma interior, quem não sabe disso? O oposto de uma grande verdade também é verdadeiro. Se você acha bom ter dinheiro, faça um pouco de economia a cada dia e você poderá obter um bom resultado depois de um certo prazo - investimento precisa de tempo e persistência. Não adianta gostar de dinheiro mas não tê-lo. Se você acha que o dinheiro é bom, mas não sabe lidar com o pouco que tem, você não tem que valorizar o dinheiro. A mesma coisa o bem-estar em família, entre amigos ou com você mesmo! Se você quer esse bem-estar, invista!

As pessoas não percebem seus erros e falhas. Somente quando algo fica evidente aos olhos. A maioria das decisões não necessitam de extensa pesquisa, basta colocar seus sentidos em alerta. Por que questionar o "Dia das mães", o "Dia dos pais", o "Natal"... não basta comemorar, mesmo que os achem falsos? Por que tanta ranzinzice para olhar a vida? Vamos ao contrário, encontrar motivos para festejar, para deixar a cama desfeita, para deixar a louça suja na pia... Vamos nos esquecer de obrigações e usufruir daquilo que o dia nos oferece de melhor? Depois que viver o melhor, volte lá e lave a louça.

Os dias são longos e os anos são curtos. Um exemplo prático: Se ligar o computador e desligar algumas vezes pode corrigir uma falha operacional, porque não aplicar isso na nossa vida?

O post "Sabão e Água" apareceu primeiro em "Luz de Luma, yes party!".

105 comentários :

  1. Que beleza de texto,Luma! Eu sempre fui tri afobadinha, mas o tempo me ensinou que mais vale não enfartar pra ter uma casa sem nem um pó, sem papéis fora do lugar e tantas outras coisas.
    Agora, tem dias que faço a "limpeza" apenas por onde vai passar a "procissão",rs...

    Aprendi que tudo passa e que tenho que usar a casa e não ser dela escrava. Assim quem entrar aqui vai claramente perceber, ainda mais depois que o Kiko se aposentou...

    Um monte de coisinhas fora dos lugares, baguncinhas aqui e lá. AZAR...Elas ficam e quem vai sou eu, rsr Simplifico tudo, tudiiiiiiinho e assim vamos levando.

    Se não dá pra hoje, um dia dará. E assim, decidi fazer coisas que me dão prazer em casa ou fora dela. Parece simples, mas chegar a isso levou tempo, enrugou minha pele...

    beijos,adorei! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Chica!
      Quem fica o dia todo longe de casa e encontra tudo pronto, em geral não dá valor para o que encontra pronto. Acostuma-se com o pronto e quando esse pronto não está pronto, qual a primeira reação? Já vi muita mulher se matar para manter a casa em ordem e ela mesma... acabada! Não gosto de sujeira, mas acho neurose limpar a mesma coisa todos os dias. E todos os moradores da casa devem ajudar. Se não limpando, pelo menos organizando. Se ninguém gosta de limpar, terceiriza-se!
      É a casa que tem de nos servir e não o contrário! Um lar não é um hotel e, um lar doce lar, tem muita coisa fora do lugar!
      Chica, você é das minhas!! Vamos cuidar da limpeza da casa sem neurose!
      Beijus,

      Eliminar
  2. Sempre que te leio sinto como uma espécie de calma interior. Muitas vezes nem tenho o que dizer sobre o texto lido. Como esse que lendo pensei: "preciso aplicar isso em mim"

    E agora que voltei para meu cantinho preciso fazer da minha vida; uma vida melhor. Eu não tinha uma vida triste. Eu, nos quinze anos que morei fora, fiz da minha vida uma vida triste.

    Aqui meus irmãos não dão espaço para minhas crises existenciais. Mas eu penso que quem deve aprender a ser menos meticulosa e fissurada com a limpeza é minha filha. Eu nem tanto, mas era muito ranzinza quando a festas. Cá nem terei tempo de ser ranzinza, pois para meus irmãos a vida é uma festa.

    Outro beijo, Luma!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Iza!
      Que bom que sente calma interior quando vem aqui! Podemos direcionar a nossa vida para onde quisermos, podemos ser tristes ou alegres, sempre na medida para que esses sentimentos se equilibrem.
      Nada compra a fissura por limpeza, só não podemos substituir viver momentos bons em detrimento da limpeza.
      Beijus,

      Eliminar
  3. Muito bom Luma. Assim mesmo, simples como água e sabão, que até para lavar as mãos como prevenção da Gripe A é o mais indicado. Não sejamos tão rigorosos. Um grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A vida é bela, Raquel! Se as pessoas lavassem mais as mãos e usassem menos produtos químicos em suas vidas, muita coisa seria prevenida! Muitas doenças estão cada vez mais difíceis de combater pelo uso de tantos "bactericidas" dentro de casa. A resistência aos antibióticos é crescente! Água e sabão, não causam nem mesmo alergia respiratória! Vamos deixar a casa limpinha mas sem neurose!!
      Beijus,

      Eliminar
  4. Bom dia amiga Luma!

    Que texto refrescante! Tenho consciência dos meus privilégios, derrotas e conquistas, nem tenho espaço p/ chorumelas rsrsrssr, podemos sim ter um "lar doce lar" só com água e sabão e ser muito feliz.

    Bom domingão p/ vcs!

    bjosssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo, Bia!! Se você ficasse em casa só limpado estaria cheia de chorumelas!! :) Beijus,

      Eliminar
  5. Um bom texto Luma. Sabe eu já fui uma escrava da casa.
    Levantava bem mais cedo para deixar a casa impecável antes de ir para o trabalho. Levava os fins de semana em limpesas sem tempo para olhar o mundo à minha volta. Minha avó sempre dizia, "Uma cama feita e a loiça lavada e arrumada, é uma casa limpa. O resto vai-se fazendo quando e como se possa" E u achava que não. Tudo tinha que estar impecável. Mas o tempo é um grande professor. A gente vai envelhecendo e vai vendo a vida de outro jeito. Hoje eu acho que a minha avó tinha razão. Há coisas muito mais importantes do que ser uma escrava da casa e da limpeza.
    E já agora uma dica. As nódoas mais difíceis que não saiem com sabão e água, por exemplo certas tintas, normalmente saiem com saliva e sabão.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Elvira!
      Usou a palavra certa: Escrava!
      Algumas tarefas da casa são urgentes e nada como uma boa organização e divisão de tarefas para não sobrecarregar apenas uma pessoa. Com o tempo, as limitações surgem e daí forçosamente a pessoa tem que diminuir o rítmo. Por que esperar ficar doente para diminuir o rítmo? Vamos viver a vida!!
      Estou ligada que a saliva (pitialina) retira manchas amareladas, até mesmo as provocadas por suores.
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  6. Tanta sabedoria numa menina que sei jovem, encanta-me profundamente!

    Também já fui como a Elvira...agora aprendi a distanciar-me e a ver a vida de helicóptero.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ana!!
      Não tão jovem assim :)
      Sabedoria aprende-se na prática!!
      Beijus,

      Eliminar
  7. Oi amiga, preciso da sua ajuda lá no meu blog!
    Estou fazendo algumas reformas no blog, algumas mudanças, e preciso muito da opinião dos meus queridos leitores.
    Quero voltar a me dedicar mais à vida de blogueira, mas ainda não decidi que rumo seguir...por isso conto com a tua ajuda!
    Por favor, passa lá no post de hoje e deixe a sua opinião.
    Beijos!

    www.asosmamaenadia.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Nádia!
      Já fui no seu blogue e deu o meu pitaco!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  8. Luma
    Teu nome é bem o que você representa, luz, luma, brilho.
    Hoje eu estava mesmo precisando ler o seu maravilhoso texto. Sempre que vejo a pia cheia de louça para lavar lembro-me da minha mãe que dizia depois do jantar para eu e minhas irmãs:
    - A louça fica por conta de vocês. Não deixe nunca para amanhã e se eu morrer?
    Estranha essa afirmação da minha mãe, mas tinha uma certa coerência.
    Mas batia uma preguiça. Eu olhava para as minhas irmãs (éramos três as incumbidas de limpar a cozinha) . Uma esperava pela outra até que decidimos marcar na folhinha o dia de cada uma.
    Mas agora vou seguir o seu conselho, deixo a louça pra depois, porquê, não?
    Um domingo maravilhoso para você.
    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Elisa!
      Acho que sua mãe estava preocupada com a reputação dela. Imagina sairem dizendo que antes de morrer ela não lavou a louça? Apenas isso que consigo pensar para justificar a fala dela :) Mas ela estava fazendo graça!
      Fizeram certo, o meio mais justo é dividir as tarefas entre os moradores da casa.
      Sim, deixar a louça para depois não vai mudar a vida de ninguém para pior!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  9. Sempre fui afobadíssima. Tudo tinha que ser para ontem. Quando tive um AVC e fiquei com dificuldade de locomoção, fui obrigada a parar e ver as coisas fora do lugar, sem que eu pudesse interferir. Precisei aceitar. Não é necessário esperar um Avc para aprender a administrar a ansiedade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lili!!
      Você teve um AVC e outras pessoas esperam outras limitações, até mesmo da própria idade para tomar ciência de que, muitas coisas não mudarão a nossa vida para melhor se deixarmos de fazer, ao contrário. Esquecem que não é a tecnologia que distancia as pessoas da família e sim a invenção de ser uma dona de casa perfeita!
      Beijus,

      Eliminar
  10. OI LUMA
    VC COM SEU JEITO DE ESCRVER NOS CATIVA E NOS ENSINA MUITA COISA BOA. VAMOS DEIXAR AS COISAS PARA DEPOIS. LINDO.PASSANDO PARA TE DESEJAR QUE O MÊS DE SETEMEBRO TE TRAGAS AS ROSAS DE FELICIDADE.
    Boa Tarde!!
    "Que em seu caminhar, você descubra a tão sonhada felicidade.
    E faça dela a sua rota para a paz interior."
    UM BJ
    ANA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Ana!!
      Que Setembro seja florido para todos nós!!
      Beijus,

      Eliminar
  11. Depois dos muitos "tem que fazer agora", hoje eu só deixo a cama arrumada e a louça lavada... o restou vou fazendo... com certeza me ocupo muito mais com os prazeres e as alegrias da vida!
    Sempre excelente... sempre.
    Beijo grande Luma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Astrid!!
      Acumulamos muitas obrigações com os anos e muitas delas desnecessárias para um bem-viver!
      Está certa! Vamos fazer o urgente e se não temos tempo, não devemos nos sacrificar. Quando tiver tempo e ânimo, aproveitamos e fazemos tudo. Também não é ecologicamente correto lavar um copo toda vez que usa. Vamos encher a pia de louça, economizar água e sabão!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  12. Luma,
    perfeito seu texto.
    Impressionant é como passamos tanto tempo de nossa vida testando nossos limites. E sem a mínima necessidade de tanto de impor limites.
    Talvez por que muito jovem me formei professora e muito determinada a não ser como tantas que passaram pela minha vida e que a meus olhos, só faziam outros seres sofrerem, resolvi mudar padrões.
    E , amiga, com certeza, depois que fui mãe do primeiro, do segundo e do terceiro filho... ahhh, como esses três me ensinaram.
    Água e sabão limpam mesmo, só água e sabão. mas é preciso esfregar. E isso dá trabalho.
    E a gente tem que correr para dar tempo para tudo.
    outro di assisti um filme ( inglês, claro,de uma babá com verruga, bonitinho, sem violência. Aliás, os ingleses podem acabar com tudo do mundo, mas seus filmes são fofinhos) E vi a mãe da família ver seu véu do vestido de casamento ser rasgado e cheio de lama, por uma boa causa, of course. Ela olha com aqules olhos arregalados e... sorri. Igualzinho a gente aqui. rs E lá vai para a tina e pega uma barra de sabão e esfrega, esfrega e esfrega.Toda feliz!
    Meu marido, olha e me pergunta, essa sujeira sai co água e sabão? juro que tive que pensar um instante. E me lembrei do montão de fralfadas de algodão da Nova América que eu lavava do meu primeiro filho. E esfregavam colocava no sol e saia.( claro que aceitei a máquina de lavar roupa que ele queria me dar e eu não aceitava) Trabalhando , com filhos , dupla jornada, precisava sim!
    É, sai sim, tudo no 'simples' sai.
    Dá trabalho mudar, dá trabalho para intentar assimilar as mudanças... Mas creio que até as dores da alma, se lavarmos com água pura e um sabão bem branquinho, saem.
    Beijinhos!!!
    PS.: Acho que os virginianos não vão concordar mesmo com isso tudo! rsrs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Maria Izabel!
      A mais pura verdade! Aprendemos muito com as crianças quando deixamos a tirania de lado. Ah, a máquina de lavar roupas foi a invenção do século! Você foi uma heroína e por isso agora tem que levar uma vida mais light, presenteando a si mesmo com o conforto da decisão se quer ou não fazer com urgencia qualquer coisa.
      Quero saber o que os virginianos acham disso! Vou perguntar para o meu irmão!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  13. Luma, chega uma hora na vida que a gente aprende a não ser mais escrava da casa. Eu custei muito e precisei de ordens médicas para parar. Agora arrumo a cama e divido a cozinha com o marido, quer dizer, ele cozinha e eu limpo (antes era tudo comigo). Ainda bem que ele não é relaxado e às vezes até lava as panelas. Mas o resto, minha amiga, o resto é tudinho comigo, ele não sabe nem que remédios toma, não dirige na cidade e nem presta atenção nas contas, graças a Deus, hehehe.
    Ainda bem que eu cheguei aqui em tempo de usufruir da internet e ter uma amiga que escreve textos maravilhosos como este.
    Obrigada, luz das nossas vidas!
    Bjim

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Rosamaria!
      Que extremo teve que chegar! Mas esse dia de diminuir o rítmo chega para todos - vem chegando devagarinho sem nos dar conta de que tudo está mudado. Quando percebemos, também caimos na real do que verdadeiramente é importante na vida.
      Eu sei que mesmo cuidando de tudo, ainda dedica seu tempo para toda a família. Isso é viver!!
      Beijus,

      Eliminar
  14. É mesmo,Luma!Tem gente que complica tanto!Teve alguem que disse que a cada dia basta a sua aflição(acho que foi Jesus),então pra que se preocupar tanto com pequenices?Um texto maravilhoso e nos leva a refletir!Bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Anne!!
      Vamos eleger a cada dia nossas prioridades, resolver as urgências e não deixar pendências - isso não é bom! Mas as questões da casa, podem esperar!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  15. Oi Luma
    Lindo! O texto é ao mesmo tempo tão suave, gostoso de ser lido e fala de coisas complexas como a vida! Parabéns. Fiquei comovida, acho que é porque meu niver se aproxima, sempre fico reflexiva perto do meu niver, e com esses textos, fico mais ainda! Adorei, e tentarei não levar tudo a "ferro e fogo".
    Bjos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      Está fazendo o seu balanço anual? Você tem filho pequeno que ainda depende de você e a história muda um pouco. Mas nada como deixar a louça para lavar depois e tirar um cochilo com o pequeno!! :)
      Quero saber quando é o seu aniversário!!
      Beijus,

      Eliminar
  16. Bem, Luma, pelo que li em seu texto e os comentários dos amigos blogueiros aqui, somos todos pessoas que caminham para um bom futuro, pois não vi por aqui ninguém estressado com exigências dessa ordem. Já passei do tempo de ser assim também, hoje faço o que é necessário e aguardo para o dia da ajudante, não fico com aquela neura de que tudo tem que estar perfeito em todos os lugares. Vivendo e aprendendo, principalmente que só precisamos mesmo de água e sabão, simples assim.
    beijocas cariocas


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Beth!
      Eu suponho que quem leu e não gostou, optou por não comentar :) Aqui em casa todos fazem um pouquinho, até mesmo o pequenino. Mas não abro mão da ajudante para os serviços mais pesados. Com o tempo tudo vai se encaixando - paramos de cobrar a perfeição nossa e a dos outros.
      Beijus,

      Eliminar
  17. Olá, Luma..:)
    Bem antigamente, não tinha tantos produtos de limpeza como hoje, e tinha menos pessoas com alergias, também..(*ë_ë*)
    Faz bastante tempo, que só tenho usado detergente neutro da Limpol; outros ditos neutros, não são neutros. =^..^=
    Sabão em pó uso para lavar roupas..:)
    Cama bagunçada? Edredon que mais parece coucha resolve. Que tal dormir sobre a coucha? não desfaz a cama..rs...:))
    Pia da cozinha: cada um lava o que foi usado, isso, resolve..:))
    Música:
    Moszkowski - Etude in d minor Op 72. No 9
    Ps. Na verdade eu acho essa música, linda, só que a tempo, ou velocidade dela, enfeia a música, tocando mais lentamente, destacando certos pontos chaves, dá para captar sons estelares...:))
    Ótemo e ótima semana!!
    A big Hug and Tchauzinho





    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Elena!
      Não tínhamos tantos produtos e além das alergias, estamos criando resistência a certos tipos de bactérias por causa dos produtos de limpeza "bactericidas". Em casa que criança que ainda engatinha e que tem animais domésticos, esses produtos deveriam ser proibidos ou responsabilizados pela resistência aos antibióticos. Agora precisamos comprar antibióticos com receita médica, mas e os antibióticos que colocam nos produtos de limpeza?
      Eu tenho que dormir com edredon sobre mim - tenho que sentir o pesadinho de estar coberta, senão não durmo. Mesmo em dias quentes!
      Na minha casa é fácil, todos cooperam!
      Moszkowski é assim ligeirinho mesmo!! Olha essa versão de um garotinho tocando. Danadinho!!
      Ótima semana para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  18. Oy, Luma, yas! Olhar com espanto para o que está diante de você ;-> beijus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Erik!!
      Eu procuro me surpreender todos os dias e não deixar-me levar pelo marasmo dos dias.
      Beijus,

      Eliminar
  19. Luma,bom dia e um forte abraço neste meu retorno ao blogspot.Mais um daqueles seus textos bem estimulantes,permeados de boas lições pra vida prática da gente.Como você também cheguei ao nível 'tudo é lucro',precisamente tentando viver o hoje,saboreando as alegrias e provas do momento.Carpe diem minha amiga,Carpe diem!
    Bom começo de Setembro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bergilde!!
      Voltou das férias!!
      Carpe diem! Vivendo e aprendendo!!
      Feliz Setembro!!
      Beijus,

      Eliminar
  20. Somos nós que às vezes complicamos o fácil. Vou desligar e religar minha vida algumas vezes por dia. Quem sabe o gerente do banco me deixa em paz.


    :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahaha mais fácil desligar o telefone... mas só vai empurrar com a barriga o problema!!
      Beijus,

      Eliminar
  21. Luma Rosa, texto brilhante! Adorei porque descobri o milagre do sabão nas roupas que, dependendo da qualidade da malha, vão ficando escuras, lavando só na máquina. Quando passei sabão e uma água escura saiu e o amarelinho do lençol voltou a ficar como quando era novo, foi uma alegria, só! Assim é com louça no inverno, usar sabão em pedra ela fica brilhante e pode passar o dedo que vc não sente um a gordura! Eu estou na fase de compreender e separar o que é irrelevante e o que é o necessário! Parabéns pelo lindo e apropriado texto! Grande abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois não sabia que somente o sabão dá brilho na louça! Não à toa os mais antigos usam sabão em pasta, mas eu não uso - elas detonam as mãos e eu morro de preguiça de usar luvas - não me adapto pois é um tira e coloca sem fim!!
      Depois de um tempo, descobrimos que deixar tudo organizado facilita a limpeza e a melhor coisa é organizar em gavetas. Casa cheia de enfeites é para quem tem uma boa ajudante!
      Como vivemos em novos tempos perceba como as casas estão mais "limpas". Eu quero viver! Eu morro e a casa fica!!
      Beijus,

      Eliminar
  22. Oi Luma!
    Que texto bonito e que título apropriado!
    Gostei do aviso de maçaneta rsrs. Perfeito pra minha casa também!
    Então, meu nome é Márcia Cristina Palese (italiano). O Bruxa, veio de aluninhos por causa das estórias que eu contava e brincava com eles. Acabou ficando tia Bruxa e os adultos aderiram ao Bruxa. Muitos pensam ser "pejorativo", mas explico que pra mim, significa carinho e lembrança de uma época muito boa.

    Linda semana pra vc, abração esmagador.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Márcia!! :)
      Acho que a imagem da maçaneta resume todo o post "Uma vida para ajeitar" é melhor do que camas para arrumar!! Hahahaha
      Sempre encarei o "Bruxa" de forma carinhosa e pela temática do blogue, logo vi que era do bem!! :) Ah, Agora posso dizer Bruxinha Márcia?
      Beijus,

      Eliminar
  23. Interessante o texto.
    Parabéns pelo blog.
    Atenciosamente;
    Dr. Fabio Corsini Motta –

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Fábio!
      Seja bem-vindo!

      Eliminar
  24. Maravilha!!! É como dizia um antigo amigo (cof, cof, cof) meu: não tratado que resista a simplicidade das coisas!!! Água e sabão! Hehehehe! Menina... Luna e Mariposo eu adorava tb! Beijocas é ótima semana!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Fred!
      Vamos passar a vida na água e sabão!! Quer brincadeira melhor?
      Adorei ver que Mariposo está bem, mas e a Luna? Se tiver notícias daquela turminha, me avisa!!
      Beijus,

      Eliminar
  25. Belo post, Luma! Como em tudo na vida, a sabedoria está em colocar limites nas nossas neuroses e obsessões, não é? O simples é quase sempre o melhor caminho! :) Boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Árabe!
      É isso mesmo! Se não impormos limites ao livre pensar, ele irá nos escravizar!
      Beijus,

      Eliminar
  26. Luma, post perfeito pra minha segunda-feira, que é o dia da semana onde mais me questiono e me aflijo com isso! Desde o começo do ano eu passei a pensar o que quero fazer em um prazo mais longo, que não me tire o pouco sossego e cabeça fresca que ainda possuo, até porque já me enrolei bastante buscando por atingir algo até as cinco da tarde. Acho que estou bem melhor assim, penso com mais clareza agora, e, de quebra ainda posso me adaptar às emergências que surgirem no caminho.

    Grande beijo ;) e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Luciano!
      Estou sentindo que você está em uma fase de reflexão sobre os caminhos que quer seguir. Acho que chega uma hora que a própria vida começa a nos cobrar. Pense em algo paralelo ao que já faz pois o que vier será lucro. Mantenha a serenidade!
      Beijus,

      Eliminar
  27. Precisamos planejar os nossos sonhos..e deixarmos a criatividade fluir..sempre!!!abraços pr ati

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não adianta somente sonhar. Podemos sonhar já imaginando um caminho para realizar esses sonhos. Junto com o sonho, a criatividade nos protege da realidade!

      Eliminar
  28. Olá Luma!
    Através do seu texto consigo tirar diversas análises...eu acho que ficamos muito irritados e estressados com tudo e nos achamos infelizes pq o dia á dia nos consome totalmente...vejo em pessoas próximas e até em mim também que o stress causa sempre doenças.
    De fato...a personagem Karen é muito real e o mesmo vale para os demais personagens. O estúdio que criou a obra, o CLAMP, é famoso no Japão e todos seus personagens possuem um lado humano muito forte...tanto é que em nenhuma obra delas existem vilões: todos possuem apenas ponto de vista diferentes. É muito interessante.
    Bom, algumas cosplayers sensualizaram a personagem não por vontade, mas porque determinados visuais em que a personagem aparece, ela realmente utiliza tais roupas =D.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tsu!
      Entramos em uma roda vida de compromissos que no final, resta somente o estresse. É o chefe que grita, é a mãe que grita com os filhos... só para ilustrar atitudes que não são producentes. A calma com firmeza é mais viável.
      Fui na exposição e amei!! Te conto quando for na sua casinha!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  29. Luma eu sou uma pessoa super tranquila e nao me aflijo atoa não.
    se não posso, se não dar, paciência, amanha è outro dia...

    rs

    baci


    http://fifiacrocheta.blogspot.it/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso aí, Edna!!
      A vida é muito para tanto estresse!!
      Beijus,

      Eliminar
  30. Ah Luma adorei esse texto. Tenho me esforçado pra ficar mais light com a administração da casa. Ainda falta muiiiito para eu alcançar esse patamar de desprendimento. Em tempos de ausência completa de auxiliares tenho feito tudo e sozinha (filhotes estendem a cama e deixam respectivos quartos organizados e só!)e confesso: não consigo deixar uma cama sem estender, casa desarrumada, roupa suja etc e tal. E no final, apesar de exausta e moída, tenho a sensação de missão cumprida e tudo bem limpinho! Sei que nada irá acontecer se uma pia ficar cheia de louça pra lavar, mas ainda sou daquelas que sigo a risca o ditado "quem quer faz, quer não quer manda fazer"rsrs Afff...um dia me liberto disso tudo!
    Beijuuss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Regina!
      Incrível como eu imaginava que você era mais tranquila quanto à isso, até porque tem postado sobre comidinhas e bem-viver em meio a convivência com amigos. O que remeto no texto é saber distinguir o valor dos momentos e não deixar que a burrice burocrática do dia a dia interfira na construção da nossa felicidade.
      Todas essas tarefas da casa, dividindo entre os moradores, poderá executá-las tendo um roteiro - algo do tipo: Não precisa varrer a casa todos os dias, talvez um dia sim e outro não. No dia que não limpa a casa, você limpa outros ambientes molhados, tipo cozinhas e banheiros. Deixe o lado externo da casa por conta dos outros moradores, tipo maridón - ele pode lavar a garagem, o carro, o cachorro e cuidar do jardim.
      Serão todos felizes e com sentimento de viver em comunidade - isso também une a família!
      A sensação do dever cumprido é boa demais e também amo uma casa limpinha. Sou do tipo que aproveito quando bate a vontade e me aproveito depois com uma boa preguiça contemplando tudo limpo! Mas também não deixo de fazer um passeio porque tenho que limpar a casa, isso fica para o outro dia!
      Estamos no mesmo barco! :)
      Beijus,

      Eliminar
  31. Bom texto, mas o que mais me agradou foi a afirmação sobre a perfeição. Até porque nem existe, não é? rrss

    Abraço grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo, São!
      Quando você vê que chegou perto da perfeição, vê também que tem que começar tudo de novo!
      Beijus,

      Eliminar
  32. Luma
    que texto delicioso!
    água e sabão, mas pra mim tem que ser sabão de coco. Não uso outro.
    Na louça, detergente comum.
    eu acho que marido adoraria ter uma mulher mais "neura" na limpeza, Sou básica, nada de neuroses. Sou tranquila. Utilizo meu tempo para fazer o que gosto, mas mantenho tudo organizado na medida do possível.
    eu tenho a certeza de que vivo feliz e bem, sem mania de perfeição
    bj
    Zizi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Zizi!!
      A minha mãe também usava sabão de coco, até o detergente era de coco. Não sei se o seu marido queria uma mulher mais "neura"... não se mexe em time que está ganhando :)
      Beijus,

      Eliminar
  33. Amiga, bom dia!

    Sabe que desde que meu Gabriel nasceu e minha jornada de trabalho aumentou, minha administração doméstica ficou quase impossível? Ser esposa-mãe-artesã-filha que cuida dos pais-etc não é fácil, embora prazeroso. Louvo à deus por todas as missões que Ele me deu, pq vieram como presente e desafio - um desafio que se Ele me deu, com Sua ajuda, sei que sou capaz de vencer!

    Água e Sabão - me lembrei que num dos arquivos que recebi qdo me inscrevi no Fly Babies no Brasil (um grupo de organização e otimização do tempo americano, trazido para o Brasil), há uma passagem que diz que água quente + sabão é o melhor produto de limpeza. Constatei!!! Somo à eles, o vinagre de álcool e o bicarbonato de sódio.
    Sabe, hj não preciso gastar mais rios de dinheiro em produtos de limpeza e ainda tenho a vantagem de estar fazendo uso de produtos mais naturais.

    É, se fossemos mais símplices com a água e o sabão talvez conseguiríamos resolver as coisas mais facilmente, ter uma vida mais leve, enfim... Sabe? É tudo o que quero!
    Estou aqui, refletindo...

    Bjs, amiga, e tenha um dia digno de vc - especial!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Karin!
      Gabriel é prioridade e tem que fazer tudo por ele, pois é dependente dos pais. O resto você vai fazendo na medida do possível. Devagar e sempre! Sempre agradecendo à Deus por ter saúde e ânimo para cumprir suas tarefas.
      Conheço a pessoa que trouxe o fly babies para o Brasil. Tenho uma amiga blogueira que usa bicarbonato no lugar do shampoo para cabelos e com o tempo, aboliu condicionador e agora hidratação. Seu cabelo é outro! Mas eu ainda não tive ânimo para tal atitude drastica :)
      O fato de usar produtos químicos para limpar a casa é que ainda não sabemos as consequências futuras, porém é sabido que os desinfetantes bactericidas afetam a nossa resistência, nos deixando susceptíveis a muitas doenças. Quem tem criança e animal doméstico em casa, não deve usar!
      Beijus,

      Eliminar
  34. Luma querida, ótimo post!

    Sabe, essa questão da limpeza da casa, ainda não me organizei, mas já deixei a neura de lado. Agora que trabalho em casa, tiro um dia para a limpeza, um para ir ao banco, mercado, centro da cidade... e outros 3 para a costura. Aí no restante vou dando uma ajeitadinha de vez em quando. Mas sofro ainda com isso. Queria poder limpar todo dia. Mas como sei que não faz bem pra gente, finjo que esqueci e que tá bom assim, que tá limpo. E vamos combinar, esse tempo tá uma secura só. (limpei a casa ontem, lavei quintal e quando terminei, deu uma ventania que nem aparece mais a limpeza, buáaaa). E tem outra, meu marido mesmo fala pra mim: esposa aqui nessa casa mora gente, não é casa de enfeite! As visitas tendem a entender isso! A neurose é sempre nossa, ninguém repara! Cada lar como o seu jeito, o jeito de quem mora lá!!!!

    Um super beijo e ótimo dia pra ti

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Roberta!
      Sujo sei que não iria deixar, talvez uma poeirinha que você pode limpar uma dia sim e outro não, principalmente da sala e de onde costura, já que essa tarefa espalha muita poeira no ar - mas o seu local de trabalho tem que ser limpo e organizado todos os dias, para você ter melhor rendimento.
      O principal de uma casa são o cuidado com crianças e animais, alimentação e roupa. O resto você vai fazendo conforme sobra tempo. Acho fácil organizar! O que atrapalha são as eventualidades para quem trabalha em casa, principalmente as visitas.
      A nossa casa tem que ter a cara de quem mora, não deve parecer com hotel ou vitrine de loja.
      Beijus,

      Eliminar
  35. Luma adorei o texto, várias reflexões aqui... Eu quero uma vida lee, gostaria sim de limpar muita coisa com água e sabão, vou começar a tentar. Um abraço carinhoso

    Paty Alves
    Ágape Amor Verdadeiro
    Patyiva
    Vou Conseguir

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Paty!
      A nossa vida já está bastante simplificada com a modernidade. No passado, até sabão tínhamos que fazer!! Não podemos reclamar muito de ter o que fazer, devemos reclamar quando não temos ânimo. Daí é procurar a causa do desânimo. Quem sabe a falta de uma boa conversa com os outros habitantes da casa, mas se não tiver, uma boa relaxada com amigos?
      Beijus,

      Eliminar
  36. Oi, Luma

    Eu era uma pessoa chatérrima com organização. Até meus filhos nascerem e eu me render às bagunças deles. Criança tem que ter espaço e liberdade pra brincar. Aí relaxei um pouco. Ainda gosto de casa limpa, organizada. Meus filhos já estão grandes e quem bagunça hoje são meus cachorros. Sinceramente não sei educar cachorro! Eles já detonaram o sofá e se acaso vem visita em casa, sentamos à mesa. Na maior parte dos dias fico sozinha e deixo eles tomarem conta. Isso implica todos os dias em limpar o chão, passar pano, dar uma ajeitada... mas a alegria que eles me proporcionam não tem preço! Eu pago pela bagunça deles!
    Com o tempo evoluí de minha mania de organização e hoje não ligo tanto. A vida é curta demais e ficar se estressando com coisas fúteis e desnecessárias é perda dela mais rápido ainda.
    Então, amiga, se um dia vier me visitar vai correr o risco de levar consigo algumas dezenas de pelos grudadas em seu corpo... rsrsrs

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Clara!
      #euri porque em casa que tem bicho de estimação, eles mandam! Quando o Max ainda estava por aqui, tínhamos que limpar o chão e paredes todos os dias. Agora a casa está muito mais fácil de manter, mas vou arrumar um cãozinho para o final de novembro, quando aproxima do final do ano e tenho mais tempo em casa. Daí posso educá-lo. Quando eles passam da idade de educar, já não adianta mais!
      Não vou ligar para os pêlos grudados na roupa. Eu adoro bicho!
      Beijus,

      Eliminar
  37. Oi Luma, é bem verdade o que postaste, devemos viver mais e não gastar momentos preciosos da nossa vida com limpezas e arrumações e não aproveitar o tempo com a família e amigos, muitas vezes, momentos preciosos que não voltam mais. Claro que a organização e a limpeza é importante, mas tudo sem exageros para que nunca nos esqueçamos de viver. Um óptimo dia para ti. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Telminha!!
      É bem verdade que algumas pessoas quando "acordam", o tempo já passou e não dá para viver novamente os bons momentos. Quem escolhe ter filhos, tem que fazer vista grossa para algumas baguncinhas e deixar a criança brincar. Lógico que a educação anda junto! Depois da brincadeira, a criança deve aprender a guardar seus brinquedos.
      O exagero é inimigo de quem é ansioso por natureza. É preciso controlar a mania de perfeição!
      Beijus,

      Eliminar
  38. É fundamental fazer uma lista de prioridades para cuidar da casa senão vc fica louca.
    Big Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lulu!
      Acho que devemos fazer listas de prioridades, como contas a pagar e documentações para colocar em dia, mas com tarefa doméstica? Só se eu morasse em um castelo e demorasse meses para chegar no outro extremo :) Não é necessário. SAbemos bem onde precisa ser limpo imediatamente e o que podemos deixar para outro dia.
      Beijus,

      Eliminar
  39. Olá, Luma!
    A sua postagem mostra que você é uma excelente observadora de tudo o que está ao seu redor, transforma em palavras estas observações que prendem o leitor do começo ao fim!
    Obrigada por nos brindar com estes magníficos textos!
    Beijos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom ver você por aqui! Sou mesmo bastante observadora! Que bom que a leitura te prendeu!!
      Obrigada você!
      Beijus,

      Eliminar
  40. Luma,
    que texto bom esse seu! Isso mesmo, devemos saber o que dar prioridade para sermos felizes. Não adianta viver com tudo tão arrumado, tudo tão limpo e isso tudo não trazer um prazer de viver, de amar a vida! Devemos sim, viver, sermos felizes e arrumar a casa para termos prazer! Amei!!!
    Beijos
    Adriana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Adriana!
      Tenho uma amiga que me dá nervoso. Enquanto estamos conversando na cozinha da casa dela, todo momento ela seca a pia, mesmo a pia estando seca. Disse-lhe que da próxima vez, irá para a minha casa!
      Seu comentário foi perfeito!
      Beijus,

      Eliminar
  41. Quisera água e sabão pudessem remover todas as manchas politicas e parlamentares que envergonham a inteligência do povo brasileiro, Luma! Imagina, quão bom, seria? Mas a situação não é simples, mas é grave, especialmente porque em junho passado o brasileiro saiu às ruas para protestar contra os desmandos do governo e de seus aliados, dando por encerrado um período de sonolência e falta de entusiasmo político, e em pouco mais de 3 meses nunca se usou tantas bombas de efeitos moral, gas de pimenta e processos contras os "insubordinados".
    Arrisco dizer que nem água sanitária, Venish, sabão e água ou qualquer outro produto, terão a capacidade de deixar branquinha a alma da maioria política desse país, tampouco de seu eleitorado, que de tanto votar errado, começa a perceber que chegará o dia em que não votar será mais gratificante. E feliz, amiga.

    BeijUivooooooooosssssssss da Loba

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lobitcha!!
      Ainda somos uma democracia em aprendizado. Vamos chegar lá! Viu que no dia 19 de Agosto último, manifestante lavaram as escadarias da cãmara municipal da cidade do Rio de Janeiro. O grupo "Xô Barata", ainda está lá e ficarão até que o que pedem seja atendido - No caso, a família Barata tem o monopólio do transporte público aqui no Estado assim como em outros Estados da federação. Acho absurdo como não investigam essa família...
      Beijus,

      Eliminar
  42. Oi Luma! Se eu fosse definir a mensagem que fica para mim do seu post em uma música seria a de Almir Satter: Ando devagar. Beijo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso aí, Renata!! Beijus,

      Eliminar
  43. A sabedoria popular é perfeita, há um provérbio que diz: "Não deixe para amanhã o que tu podes fazer hoje. Erros e falhas, servem para aprendizado, quem não percebe isso, não evolui. Bom texto, gostei da reflexão, Luma. beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Barbie!
      Bem lembrado o provérbio!
      Beijus,

      Eliminar
  44. Ah, Luma, que delícia seu post! Eu aprendi recentemente que essa flexibilidade com a rotina é libertadora, traz um bem danado e uma leveza ímpar à alma. Não se trata de virar desleixada e deixar de cuidar de casa, de si e dos seus, mas de perceber que às vezes há outras prioridades mais urgentes que a louça na pia.
    Com certeza esse condicionamento de querer deixar tudo perfeito é reflexo da necessidade da aprovação alheia - um pouco de imaturidade, eu acho.
    Que bom perceber que evoluímos e nos libertamos a cada dia um pouquinho.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bia!
      Ainda bem que aprendemos a lição no tempo certo para colocá-la em prática! :) Pessoas inseguras dependem da aprovação alheia. Eu digo em casa que eu sou a minha patroa e faço o que quero, na hora que quero em minha casa. Somos a "Rainha do lar"!
      Beijus,

      Eliminar
  45. Oi Luma!Primeiro obrigada pelo link do suco natural da luz do sol,menina achei estranho o nome e fui conferir na hora,muito bom,temos mesmo que colocar a natureza na mesa outra vez,chega de tanto alimento industrializado!Gostei do post,acho que a vida precisa ser vivida mesmo,na sua plenitude,não é só deveres,mas fazer o que se gosta,pois é isso que dar sentido a vida!Bjo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ane!
      Eu entendo o seu estranhamento, porque também aconteceu comigo! Quando vi o nome do suco, achei que fosse coisa de gente natureba nada a ver. Não é que compreendemos melhor a diferença entre comer o vivo, do comer o morto?
      Difícil viver sem o industrializado e a carne animal, principalmente nos dias de pressa, mas se temos um tempinho, podemos usá-lo preparando uma comida caseira e bem gostosinha!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  46. Oi Luma,
    Seu post me lembrou do filme "The Stepford Wives" ("Mulheres Perfeitas"). Já conheci uma pessoa assim, neurótica pela perfeição doméstica, enquanto seu lado emocional estava em colapso.
    Nunca fui de me desesperar para manter a ordem em casa, ia fazendo com calma.
    Depois q o Miguel nasceu, estou assim, como o Marquês de Pombal disse: "Enterremos os mortos, e tratemos dos vivos!". Minha vizinha, q tem 3 filhos+marido+cadela, já tinha me cantado a bola de q a imagem da minha casa como a das páginas das revistas de decoração tinha acabado. Não me importo!
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Luciene!!
      Anotei o título do filme para assistir. Também conheci uma mulher como a que descreveu. Eu era uma criança, quase pré-adolescente e admirava como ela limpava tudo e era tão organizada até o dia que soube dos seus problemas emocionais - que seriam facilmente contornáveis, se ela deixasse um pouco os afazeres domésticos de lado e olhasse para cada um da família. Essa mania de limpeza é uma fuga! Tudo tem sua medida. Eu tinha uma casa de bonecas - também gosto de tudo limpo e organizado - mas quando você começa a interagir com pessoas dentro da casa, temos que respeitar mais que o espaço de cada um. Criança então?
      Bom que não se importa, Luciene. A vida é uma só.
      Beijus,

      Eliminar
  47. Pode ser clichê, mas como gosto duma citação, rabisco aqui:"Vivendo e aprendendo a jogar..." cantava Elis e eu fui seguindo cada vez mais este trecho da letra, pondo valor no que mais importa em cada dia:vivê-lo.
    Claro que não deixava a ordem da casa de lado, mas fui aos poucos afrouxando o rigor e não surtando por causa duma loucinha na pia.
    Água e sabão são nossos condões!
    Bjos,Luma.
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Calu!
      Pode deixar para mim todas as citações que tiver vontade, adoro!!
      Com o tempo, o afrouxo vem do nosso aprendizado. Não dá para cumprir todas as funções... Não existe perfeição!
      Beijus,

      Eliminar
  48. A vida não é tão complicada quanto parece, mas a verdade é que muitas vezes não a enxergamos com a simplicidade necessária. Adorei a analogia da água e sabão. Tem toda razão. E não devemos ter prioridades só em em relação à tarefa de casa, mas também à vida. Mt bom. bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sérgio!
      Eu penso que uma louça suja pode esperar, mas uma pessoa não. Principalmente quando é visto que depende da nossa atenção. Temos um passeio para fazer, vamos dar prioridade para a louça? Como dizia a minha mãe: "Eu morro e a casa fica".
      Beijus,

      Eliminar
  49. Brilhante!
    Já passei por (quase) todas as fases.

    Continuo com prioridades mas já há uns tempos que "o doméstico" deixou de o ser...

    Bjos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Odete!
      Realmente, viver todas as fases é importante! Mas só vivemos se deixarmos a louça descansar um pouquinho na pia! :)
      Beijus,

      Eliminar
  50. Muitas vezes só se atinge este status de libertação com o tempo,na maioria das vezes estamos com tudo para ontem, numa correria para o nada.
    Agora lembrei de um ditado que minha mãe usava lá nas Minas tão Gerais: "o sabão e agua lavam tudo, só não lavam a lingua do mundo".
    Valeu amiga.
    Um abração carinhoso.
    Bjo de paz e luz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Toninho!!
      É verdade, somente com o amadurecimento aprendemos que nada pode esperar mais do que o carinho para as pessoas amadas! Todo esse afazer de casa que pode ser deixado para depois funciona como fuga. Hum... esse ditado não termina com "língua do povo"?
      Beijus,

      Eliminar
  51. É o que sempre converso com a minha mae e o que faço quando fico com a admistração da casa / vejo a Carol ensaiando de reclamar do seu apê. Não precisa ser tudo hoje, não precisa ser tudo agora, pois lá na frente fica a reclamação do cansaço e do "não tenho tempo pra sair daqui" maaaas sempre é possivel organizar os dias de uma maneira mais leve. Quando não dá, realmente não dá, uai... minha cama só é arrumada aos domingos, e meu quarto aos sabados pela manha, justamente por criar um ambiente de aconchego para as outras leves atividades dos respectivos dias. Depois que viver o melhor vamos lá fazer [2], simples assim :)... bjo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tony!
      Para quem não fica em casa o dia todo, quando chega tem sempre alguma coisa para organizar e eu acho mais prático realizar tarefas que realmente tenham algum resultado, como é o caso da limpeza. Já fazer cama todo dia? Para quê se vai passar o dia na rua? Aliás, os médicos alergistas pedem para não arrumar a cama. Alguma coisa como deixar os lençóis respirarem. :)
      Beijus,

      Eliminar
  52. Luma,

    Como recebo seus textos no email e leio todos invariavelmente, fiquei na dúvida se já havia comentado este ou não.
    Eu venho de uma família com mania de limpeza. E eu, mesmo sendo muito organizada, nunca consegui chegar no 'padrão' das outras mulheres da casa. E eu me culpava por isso. Quando me casei e fui morar na casa da minha sogra, ela, uma pessoa sábia e que sofreu muito com este mal, e depois de ter a saúde minada, sempre com a exigência própria de ser a dona de casa perfeita, maravilhosa, impecável, me ensinou a não exagerar. Assim, se meu marido me chamava para fazer uma caminhada pela manhã de domingo e eu logo respondia que não podia porque precisava lavar a roupa da semana, imediatamente ela sussurrava no meu ouvido: 'vai agora e lava depois, a vida não irá parar se deixar de lavar a roupa agora'. Aproveite o dia e cia do seu marido. Trouxe este e tantos outros ensinamentos para minha casa. No começo foi difícil...eu queria ser perfeita, eu queria agradar, receber elogios. Mas isso também não acontece, porque é só a gente que repara que o lençol não está impecavelmente passado... e eu em frustrava, e fui deixando os exageros pra lá, pelas limitações da doença (que me deixa cansada facilmente e dolorida)e para simplificar a vida. Hoje escolho ser mais relaxada, me cobrar menos. E até o clima para namorar melhora. Coisa triste é estar namorando e pensando em limpar os vidros no dia seguinte.
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bom, Lu!! :D Tive que rir no final do comentário, mas é assim mesmo que funciona para muita mulher. Na hora do namoro, limpou tanto a casa que não tem mais energia :D Sua sogra é uma mulher sábia! Quem dera todas as mulheres tivessem uma sogra como ela! :) Beijus,

      Eliminar
  53. Olá Luma!! Tudo bem?? Feliz dia das crianças para você!! Afinal, todos nós temos um cadinho de criança dentro de nós não é mesmo? E, quem não, deveria tratar rapidamente de resgatá-la :)

    Amei a sua dica de leitura! Vi sua resposta ao meu comentário indicando este artigo e adorei!! Lembrei-me de quando me casei... Eu faxinava a casa todo dia, pode isso??? Faxinar todo dia?? Eu estava meio doidona só pode kkk Achava que tinha que estar tudo maravilhosamente limpo e organizado... Hoje, acredito que isso deve ter sido uma forma de exteriorizar uma certa "desorganização íntima" acho que, sem controle das emoções que senti com tantas mudanças (morar em outro estado, longe da família, casar, sair de casa, etc) eu me afundei na faxina como uma certa forma de controlar as coisas ao meu redor. Mas... isso não durou muito não hehehe depois de um tempo assim, ainda mais trabalhando fora, na época eu pegava 3 metrôs e andava 6 quarteirões para chegar ao trabalho, fiquei exausta e parei com esta neurose de casa perfeita :) Hoje fico de boa, tem dias que a louça fica me esperando um tempão e, não me atraso para a academia de manhã para ficar ajeitando lençol na cama :) Amei a parte em que diz que nós, mulheres ficamos como se tivéssemos vários olhos girando na cabeça kkk é exatamente assim!! kkk Gostei muito do comentário acima, devemos ter esta consciência de vida finita, não uma morbidez de ficar pensando na morte, mas ter consciência de que, a vida pode sim acabar já já, o tempo voa, não vale a pena abrir mão das alegrias diárias por causa de um mesa empoeirada ou porque "tem" que varrer a casa não é mesmo?? Procuro direcionar esta rigidez para meu trabalho, lá não tem desculpa para não fazer e nem deixo para depois. Mas faço isso pensando em fazer bem meu trabalho e também com o pensamento de que, se eu fizer tudo que tenho para fazer, terei mais tempo livre para aproveitar minha vida, minha coisinhas e minha família :) Falando nisso, já avisei meu marido que as camisas dele eu lavo durante a semana, hoje e amanhã quero literalmente me jogar no ócio hehehehe o bom, é que ele nem liga, mas, se achasse ruim, eu ensinaria o caminho do tanque para ele rapidinho kkk

    Um mega beijãooooo, desculpe o "comentariozão" mas você sabe que eu falo "escrevo" pelos cotovelos né rsrs Bom findi!!!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor