Faz-me bem pensar que as pessoas sejam ou possam ser do bem

(...) Uma voz grave se impõe. Interpela, de novo, pelo nome, trazendo, de regresso, ao próprio lugar. Só terei de ser o que sou, nem mais nem menos. E só poderei avançar se partir do lugar onde me encontro”. In "A Fé vive de afeto", de José F. Correira.
Eu ia ficar sem postar até o término da blogagem coletiva "Por que sou ativista da amamentação?" que termina no dia 20 de Agosto, mas bateu aquela ansiedade blogueira - a vontade de falar das coisas que passam. Dentro de nós existe um longo rio, que quando não tem onde desaguar, inunda e bloqueia tudo. Será que é culpa da chuva lá fora?

Durante esses dias em que o blogue está na função da blogagem, tenho-me emocionado com a disposição das pessoas amigas em falar sobre o assunto "amamentação", sem que esse seja necessariamente o foco dos seus blogues - assim como não é o foco do "Luz" - da generosidade dessas pessoas, a expressão do cuidar e pensar em pessoas que precisam de informações, pessoas que para nós não possuem uma cara. É desapegar-se do próprio espaço do blogue para doá-lo a uma causa de utilidade pública, de vida familiar, de nossas crianças... Ontem eu li no blogue da Luciana Cantanhede que no Século XVII as crianças eram desprezadas, abandonadas, sofriam infanticídio... Isso mexeu comigo!

Na verdade, estou um pouco mexida há alguns dias - com filho doente, sem conclusão de diagnóstico e aflita, encurralada, sem saber para onde ir. Nessas horas você também revê toda a sua vida, o que fez, o que deixou de fazer, o que ainda tem por fazer, o que ainda dá tempo... Também olhando para o outro lado, das pessoas que passam a vida no "play".

 “(...) A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração (...)" (cfr. Rom 10,8).

68 comentários :

  1. Minha amiga, minhas orações são pela recuperação de seu filho. Sei bem como essas coisas mexem conosco e, principalmente, com nossa incapacidade de controlar todas as coisas...

    De resto, tenho acompanhado o movimento em torno da amamentação e me emocionado com alguns relatos. Mais uma vez, você e todos que estão participando estão de parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Profe!!
      Infelizmente nem tudo exige o nosso controle. Imagina se tivéssemos a capacidade entre sanar ou adoecer alguém?
      As orações são bem-vindas e obrigada por também participar da blogagem!
      Beijus,

      Eliminar
  2. Esses gestos mexem conosco e nada mexe mais pra uma mãe do que um filho doente. Desejo daqui, de coração que tudo fique bem e o diagnóstico seja o melhor possível. Eles nos dão sustos!! Fiquem bem,beijos,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Chica!
      Meu filho sempre foi super saudável! Realmente é um susto o que acontece...
      Beijus,

      Eliminar
  3. Enviando muito Amor para vocês Luma... os filhos quando adoecem nos tiram do rumo. Sei bem como é.
    Um beijo grande para este coraçãozinho apertado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Astrid! <3 Coração fica aconchegado com seu carinho! Beijus,

      Eliminar
  4. Luma, estimo as melhoras para seu filho! Tenha fé em Deus que tudo dará certo...
    Um beijo no seu coração...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Roberta!!
      Tenho bastante fé!! Ainda bem... obrigada!!
      Beijus em seu coração também!!

      Eliminar
  5. Olá, Luma. Acho que perdi o fio da meada. Não sei bem o motivo de suas aflições, receios e ansiedade. Mas (se isso puder acrescentar um pouquinho de conforto a esse coração) quero deixar aqui o meu carinho e registrar a minha torcida para que tudo corra bem, rumo ao campo da normalidade. Já passei por momentos aflitivos e, na maior parte deles, a luz se fez brilhante no final. Acho que todo mundo, em algum momento, passa por experiências como essa. Não esmoreça. Cabeça firme e continue com esse pensamento positivo que dá título ao post. Assim, você estará atraindo coisas positivas para si e para a família. Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Carlos!
      Não perdeu o fio da meada... estou ansiosa justamente pelo suspense de toda a situação e esperando um bom desfecho. Passo por muitas situações de estresse no dia a dia, mas nada relacionado com a saúde. Nessas horas, falta-me o chão! Estou reagindo e ganhando forças. A fraqueza veio pelo susto!
      Beijus,

      Eliminar
  6. Querida Luma
    Sábia citação.
    Neste momento,só quero saber como está o seu filho.Mande-me uma mensagem,pois não quero entrar aqui em detalhes.Quem sabe se eu posso ajudar?Não há-de ser nada de grave.Eu gostava de saber a idade dele.
    E,já que estou aqui,acho que devo dizer,emrelação à primeira citaçãoque não podemos deixar que nos subjuguem.E acrescento:não foi só no século XVII,minha querida que maltrataram crianças.Sabe que há países onde,hoje,século XXI,isso continua.
    As melhoras do seu filho.Por favor,dê alguma notícia.
    Fiquem bem.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Beatriz!!
      Dores controladas, mas sem o resultado definitivo dos exames. Sua força positiva já me ajuda bastante, no mais, não sei no que poderia me ajudar. Somente o seu carinho já me anima e tentando não me sentir subjulgada :)
      Pois fiquei sabendo de muitos absurdos nesse mesmo início de século contra as crianças.
      A partir de terça-feira terei alguma notícia!
      Beijus,

      Eliminar
  7. Oi Luma

    Tenha certeza, a angústia de hoje será o alívio de amanhã. Tudo vai dar certo e estes dias de incerteza darão lugar à alegria.

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Van!!
      Tomara... e depois vamos comemorar!!
      Beijus,

      Eliminar
  8. Olá Luma.
    Foi um prazer colocar um pouquinho de minha historia sobre amamentação em meu blog e participar deste movimento ativista. Obrigada pelo convite, amei participar. E pode ter certeza que há muita gente do bem por ai sim.
    Sei bem o quanto saímos do rumo quando um filho fica adoentado, ficamos indefesos e fragilizados e nada nos acalma enquanto eles não estarem bem. Confiar e esperar pelo melhor sempre. Minha avó sempre me dizia que oração de uma mãe é poderosa e sempre me fazia rezar em cima delas antes de dormir, habito que não largo, não sou religiosa, mas acredito muito na força divina, aquela que combate todo o mal, um Deus de amor e que logo tudo ficará bem, confio e confie amiga que tudo estará solucionado.
    Que Deus os abençoe. Beijos de luz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Verinha!!
      Foi ótimo saber das suas experiências e obrigada por participar!
      Nos dias que seguem, se olhamos as notícias, vemos atos terríveis de pais contra filhos e eu fiquei um pouco impressionada com tantas notícias referentes às crianças.
      Estou confiante, pensando positivo, mas muito ansiosa pelos resultados. Vou seguir a sabedoria da sua avó e fazer as minhas orações.
      Obrigada pelo carinho!
      Beijus,

      Eliminar
  9. Luma,não sabia que seu filho estava doente.Espero que não seja nada grave e me junto a vc em oração e boas energias para que tudo corra bem! Gostei demais de seu texto e falar de amamentação e filhos,mexe mesmo com o coração da gente.Acho que é o que nos estabiliza e tb nos desequilibra na vida!Bjs e minha amizade e presença quando precisar,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Anne!!
      Ele estava bem, super bem! Foi de uma hora para outra...
      Obrigada pelas energias positivas! Elas chegaram aqui e deixaram o meu coração mais leve!
      Beijus,

      Eliminar
  10. Oi Luma,

    As melhoras para o teu filhote - espero que não seja nada de demasiado grave (digo isto porque para uma mãe toda e qualquer doença num filho é grave).

    Um grande abraço de apoio, querida.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Max!
      Eu não sou fatalista e a preocupação tem os seus motivos. Recebo o seu apoio e também esperando que não seja nada de mais!
      Beijus,

      Eliminar
  11. Olá Luma!
    Nossa que legal esse evento *.*
    Muito legal esses temas da blogagem coletiva é interessante ver a dedicação das pessoas e a forma como abordam os temas.
    Ah sim o Petit Cossette é classificado como terror se bem que eu classifico ele como um drama com um pouco de terror rs.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tsu!!
      Sei que ainda não é mamãe, mas o evento é para todos, homens e mulheres, filhos, irmãos, amigos... não necessariamente pais.
      Acho que você está se referindo como drama com um pouco de terror, porque está acostumada a filmes de terror. Bem, eu não estou e tudo que gera terror, mesmo que pouco, para mim é terror!!
      Beijus,

      Eliminar
  12. E as coisas, aos poucos, irão se ajeitar ... confia!

    Beijos <3

    ResponderEliminar
  13. Luma, primeiro desejando que a saúde de seu filhote se restabeleça.
    Que interessante e importante essa adesão e o fato de espaços que poderiam não ter nada a ver com amamentação, estar fazendo sua parte. Parabéns a vocês!
    Vou deixar o link da minha postagem. Não teve participação do pai, mas teve do filho! Bj

    http://ladodeforadocoracao.blogspot.com.br/2013/08/por-que-sou-ativista-da-amamentacao.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ana Paula!
      Obrigada pelos votos e pela participação na blogagem coletiva! Vamos fazendo a nossa parte! Se queremos um mundo feliz, temos que contribuir para que isso aconteça.
      Beijus,

      Eliminar
  14. Simples palavras parecem insignificantes perto de tudo o que você e outras blogueiras estão fazendo: abordar um assunto bastante interessante e importante de forma livre e acessível. Bom, como não estou participando da blogagem só me resta acompanhar e dizer que é um trabalho maravilhoso!

    Beijos! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Edilma!
      Os blogues possuem leitura mais acessível! Pelo menos aqui no "Luz" eu procuro uma linguagem mais popular.
      Obrigada por acompanhar a blogagem!!
      Beijus,

      Eliminar
  15. Minha querida

    Espero e desejo que o filhote não tenha nada de grave, eu também sou mãe e sei como qualquer coisa que eles sintam, ficamos completamente em pânico.
    Que tudo se resolva em bem.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Rosa!
      Também espero que não seja nada de mais e que seja apenas uma coisa qualquer :)
      Beijus,

      Eliminar
  16. Sou adepta da amamentação. Infelizmente o meu leite não alimentava o meu filho convenientemente e só pude amamentar durante dois meses. Só quando ele começou a emagrecer é que me consciencializei que havia que passar ao outro leite. O meu secou quase logo :(
    Penso que "a moda" da não amamentação, já terminou o seu ciclo. Mas não tenho dados...

    Quanto ao post de hoje ainda bem que partilhou esse sentir inquieto relativamente ao filhote. Vai tudo correr bem, tente manter a serenidade. Desejo as melhoras. BJo, Luma

    (Uma vez, quando o meu filho tinha aí uns 2/3 anos passou uns dias internado com febre que não cedia, vomitando tudo, etc, etc e os médicos não conseguiram diagnosticar. Passou e até hoje ainda me intrigo - hoje já é um homem feito, como dizemos por aqui...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Odete!
      As vezes acontece da amamentação não acontecer, mas existem mulheres que mesmo podendo, não amamentam pelas razões mais banais e no desespero das mães de primeira viagem, não tem consciência que o motivo pode ser contornado.
      Não sei se a moda passou. Uma apresentadora de tv, recentemente colocou silicone nos seios justificando que a amamentação os fez cair. Olha a ignorância! Se ela não tivesse amamentado, iria cair da mesma forma :)
      Obrigada pelo carinho e pelo incentivo! Vou tentar não pensar nada que mine a minha confiança. E tomara que seja algo como o que aconteceu com o seu filho. Que vá embora sem deixar rastros!
      Beijus,

      Eliminar
  17. Uh! força aí, e vamos em frente.
    Esperemos que esse diagnóstico há de sair e há de não ser grande coisa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Zé Alfredo!!
      Obrigada pela força e positividade!!
      Beijus,

      Eliminar
  18. Que belo post, Luma. E já li vários textos sobre essa blogagem e tenho adorado a campanha, que é sempre válida. Aliás, são ótimos relatos postados. E força que vai dar tudo certo com seu filho. Não será nada de grave. bjsssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sérgio!
      Esteja também convidado a participar! Dentro do tema do seu blogue poderia falar dos artistas engajados em campanhas em prol da amamentação! Obrigada pelo carinho!!
      Beijus,

      Eliminar
  19. Luma, cheguei aqui há tão pouco, mas pela sua atenção comigo lá no meu blog e por tudo o que li aqui, já gosto tanto de vc e a admiro demais, algo como se já nos conhecêssemos há mtos anos, sabe.
    Hj sou mãe (meu filho tem 1a e 8m) e posso imaginar a dor de uma mãe numa situação como a sua. Mas esteja certa: Deus está cuidando dele e tudo, em nome de Jesus, ficará bem.
    Estarei em oração,viu?
    Bjs com carinho e solidariedade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Karin!
      Meu coração se encheu de ternura com o seu comentário! As orações são bem-vindas!! Tenho fé que não há de ser nada grave!! Quanto mais os filhos crescem, mas as preocupações ocupam os nossos pensamentos - em cada fase uma preocupação diferente, vai ver! O que nos faz suportar tudo é que o amor cresce na mesma medida!
      Beijus,

      Eliminar
  20. Luma não sabia que seu filho esta doente, espero que não seja nada grave. Tenha fé que tudo vai dar certo. Um abraço apertado. Yvone
    PS se puder nos dê notícias sobre seu filhote.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Yvone!
      Ele não estava... Obrigada pelo carinho! Assim que tiver notícias, repasso!!
      Beijus,

      Eliminar
  21. Ah é, nos séculos passados a criança sofria muito. Um professor me disse que algumas mães abandonavam os filhos nos bosques para serem comidos por lobos. Terrivel isso. Há mt coisa ruim pra comentar rss mas prefiro não contar tanto já que estamos comemorando uma atitude bacana das mães de hoje.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nossa, Alê! Deixar no bosque para serem comidos? Não pode ser uma mãe! :(

      Eliminar
  22. Luma, quando a Luciana Cantanhede descreve o abandono dos filhos pelos pais no Século XVII, por serem inconvenientes na vida de luxo da sociedade da época, não podemos esquecer da "Roda dos enjeitados" do Século XVIII, outra vergonhosa fase negra da nossa história, sem deixar de mencionar o abandono de bebês nas lixeiras em pleno Século XXI. Ainda temos que evoluir muito, para receber o status de "humanos"!
    Estimo as melhoras de seu filho! Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Vitório! Tinha me esquecido dessa roda, mas acho que naquela época, o governo se encarregava de cuidar das crianças. Muitas eram adotadas pelas senhoras que não tinham mais escravos para usar essas crianças no serviço doméstico assim que crescessem um pouco. Muito bem lembrado também os bebês deixados em lixeira. Ainda bem que na atualidade essa atitude não é vista com naturalidade e as mães são punidas quando descobertas. Ainda precisamos evoluir bastante!!
      Obrigada pelo carinho!
      Beijus,

      Eliminar
  23. Luma, espero que já saiba o que o filhote tem e que ele já esteja medicado e bom! Que aflição mesmo essa espera. E realmente pensa que pessoas são boas nos faz um bem danado. Porque tem tanta maldade no mundo...afff... desanima mesmo.
    Beijos
    Adriana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Adriana!
      O exame principal vai demorar um pouco para sair o resultado, somente no meio do mês que vem. Mas na próxima terça-feira já terei algum diagnóstico parcial.
      Pensar que as pessoas são boas, atrai pessoas boas! Precisamos ter boa vontade!
      Beijus,

      Eliminar
  24. Querida Luma
    Só passei para saber como está o seu filho.
    Já tem algum diagnóstico?
    Desejo-lhe rápidas melhoras.
    Se precisar de algo,é só dizer.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Beatriz!
      Ainda não temos o diagnóstico. Ele está medicado para não sentir dor e estamos aguardando.
      Pode deixar que peço!
      Beijus,

      Eliminar
  25. Que seu filho esteja bem, Luma
    Muita paz....Beijos....Araan.
    http://blogaraan.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  26. Desejo o melhor, e que logo tudo fique bem. E jamais abandone a fé, essa é a esperança de um novo dia e algo novo sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ruby! Obrigada!! É a fé que me mantém!! Beijus,

      Eliminar
  27. Melhoras para ele!!!! Que passe logo!!!!

    Também fico feliz por saber e ver tantas pessoas que fazem o bem, tanta generosidade. Sim, existem pessoas do bem e são muitas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bruxinha!!
      Quero pensar que existem mais pessoas do bem do que o contrário. Acredito na humanidade e tenho fé. Gosto de finais felizes!! Beijus

      Eliminar
  28. Estou aqui para deixar um carinho com bastante saudades de você.
    Hoje deixei um mimo na postagem
    se for do seu gosto é oferecido com muito carinho.
    Quando fico ausente chega doer a saudade,
    porém mesmo no silêncio jamais esqueço de você.
    Eu acredito na verdadeira amizade , que o tempo não corrói
    permanece viva no coração e na alma.
    Deixei um mimo na postagem - se for do seu agrado te ofereço
    com muito carinho.
    Feliz e abençoado final de semana beijos ,Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Evanir!
      Daqui a pouco vou lá pegar o meu mimo! :)
      Obrigada pelos votos!!
      Beijus,

      Eliminar
  29. A mim tb faz bem pensar que as pessoas sejam ou possam ser do bem... assim como fico aflita sempre que alguém de meus amores adoece... Deus cuide bem de vcs, e que tudo fique bem rapidamente.

    Bjo, Luma!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Denise!!
      Faz bem pensar o bem!
      Obrigada pela solidariedade!
      Beijus,

      Eliminar
  30. Oi Luma!

    Fiz um comentário e sumiu??????
    Não sabia sobre o filhote, espero que já tenha o diagnóstico e não seja nada sério, e vc esteja menos aflita...
    Vou orar e mentalizar boas energias.

    Bjo neste solidário e doce coração!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bia!!
      Vou olhar na caixinha de spam...
      As orações são bem-vindas!! Ainda não temos diagnóstico!!
      Bom fim de semana!
      Beijus,

      Eliminar
  31. Espero que seu filho esteja melhor e diagnosticado.Sucesso na coletiva.Bjsss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Zilda!!
      Obrigada pela preocupação! Ele agora está sem dor, mas ainda não temos o diagnóstico.
      A coletiva tem me distraido um pouco dos perrengues!! Está de vento em popa!!
      Beijus,

      Eliminar
  32. Oi querida amiga, já te tenho assim , você sempre muito carinhosa com visitas, quero agradecer-te e dizer que vai dar tudo certo e imagino sua dor, pois nós que somos MÃE de verdade desejamos que as dores de nossos filhos sejam nossas, não é verdade, mas vai dar tudo certo querida, estarei orando pelo seu filho e vou levantar aqui um grupo de mães intercessoras, pois todos cremos em Deus não importa a religião, forte abraço e conte comigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Cristina!!
      Deixa o meu coração cheio de alegria!! As orações são sempre bem-vindas. Não vejo diferença entre religiões; o nosso Deus é um só. Obrigada pelo carinho!!
      Beijus,

      Eliminar
  33. Luma, é preciso mesmo acreditar que nos cercamos das pessoas certas, do bem, que só nos acrescentem.
    Desejo que seu filho já esteja bem.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lúcia!!
      Obrigada pela presença e apoio. Estamos seguindo com a medicação e refazendo exames. Os resultados parecem satisfatórios, mas estamos na espera de um resultado que só sairá no meio do mês que vem! Eu mando notícia...
      Beijus,

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor