2ª Edição da BC "Por que sou ativista da amamentação?" - Lista de participantes

Começa hoje a 2ª Edição da blogagem coletiva "Por que sou ativista da amamentação" que acontecerá até o dia 20 de Agosto. Durante esse período, este blogue estará à disposição do ciberativismo. Se você quiser se engajar, esteja à vontade para aderir à essa campanha. Você não precisa ter amamentado para ser à favor da amamentação e muito menos ser do sexo feminino.

Ano passado, escrevi sobre os meus motivos para ser uma ativista da amamentação e pude encontrar pessoas com os mesmos anseios meus, como também pessoas que procuravam se informar mais sobre amamamentação: pais, avós, irmãos, mas não encontrei ninguém que fosse totalmente contra. Ainda bem!
Nesse ano, quero apresentar para vocês Fernandha Zechinatto e seus quatro filhos.
Ela irá contar para vocês por que é ativista da amamentação:

Ter um filho vem com uma aura de magia e romance. É meio como um final de contos de fada, em que o “viveram felizes para sempre” vem no início da história. Nesse momento podemos nos perder. O novo assusta e acabamos por nos deixar guiar pelos mais experientes, pelos que estudaram mais, pelo que ouvimos da tia, da avó, da vizinha.

Ter um filho é aprender eternamente.

Ter um filho é seguir as quatro estações. E eu tive um em cada estação.

A semente precisa ser plantada numa estação que favoreça a germinação, para que na próxima possa crescer sem que o rigor da temperatura acabe com qualquer chance de se desenvolver. E ela cresce, cresce, cresce, fica forte para resistir às intempéries da natureza e floresce. Enche o mundo de cor e avisa que está pronta para se espalhar pelo ar, com os ventos, com os pássaros, com as abelhas. Avisa que o fruto vai chegar. E ele chega. E o ciclo se renova. E não, ela ainda não morre. O nasce, cresce, reproduz e morre não nos traz a grande jornada que se segue entre o reproduz e morre.

A primavera da minha maternidade me trouxe muitas dúvidas. Amamentava com amor, mas o ritmo frenético e as orientações que recebi me levaram ao desmame aos seis meses. Meu peito jorrava leite. E acabei “secando” sem dar continuidade. E acabei usando medicamento para isso.

E o verão chegou intenso e tão perto quanto as estações. Pouco leite. Resultado da forma como conduzi anteriormente. Não havia orientação que valorizasse a amamentação. O que se dizia era: “Até os seis meses está passando de bom.” Eu também pensava que sim. O bebê chorava, o leite não descia, e aos dois meses aconteceu o desmame. Um refluxo se seguiu, noites e noites de choro e cólica.

Saí do verão direto para o inverno. Sete anos depois, mais velha, busquei meus instintos. Não dei ouvidos. Busquei um parto natural e nesse caminho a amamentação tomou outra dimensão. O inverno foi quente, porém suave. Livre demanda, sling, colo, apoio e orientação que auxiliaram a prolongar a amamentação. Foram 21 meses de amamentação, quase dois anos. Exclusivo até oito meses, uma proximidade que transcende a alimentação.

E o outono, esse outono sereno veio chegando num susto. E mais uma busca pelo instinto, pelo parto que embora frustrado me trouxe consciência da importância de formar o vínculo da amamentação e há um ano e três meses meu outono se nutre, se alimenta do leite materno e do amor que jorra do meu peito.

Não se iludam, pode ser um caminho solitário e de dor. Já pensei em desistir na caminhada e desisti algumas vezes. A vida moderna parece querer que os vínculos se desfaçam, que a pressa nos afaste. Amamentar desacelera o mundo, não com o intuito de parar o crescimento, mas com o ideal de que cresçamos saudáveis de corpo e alma.

Por que sou ativista da amamentação? Porque vejo refletido nos meus quatro filhos o que ficou dela ou da sua ausência. Porque amamentar é muito mais que nutrir o corpo, é alimentar a alma, é fortalecer relações.


Quer participar com a gente dessa blogagem coletiva promovida em parceria com o blogue "Desabafo de mãe" e incentivar as futuras mamães nessa tarefa de fundamental importância para as nossas crianças?


Faça seu post e envie seu link para ser anexado à lista de participantes - Se não tiver blogue, poderá postar no facebook ou ajudar a divulgar a blogagem.

Lista de participantes (blogueiros e apoiadores):
  1. Ceila Santos - Desabafo de Mãe
  2. Luma Rosa - Luz de Luma, yes party!
  3. Monique Marie Emoingt Futscher - Mimirabolantes
  4. Casa da Borboleta - Facebook
  5. Fundação Maria Cecília Souto Vidigal pela primeira infância - chamada
  6. Aliança pela Infância - Rede de proteção à Infância
  7. Mirza - O Último dia de minha vida
  8. AMS - Aleitamento Materno Solidário - Facebook
  9. Graziela Flor - Gra Flor
  10. Ana Karla - Misturação
  11. Raquel Ramos Anjos - Superlinda
  12. Cintia Fumagalli - Raio X da Tin
  13. Milene Galvão - Vidas Linha
  14. Naime Silva - Facebook
  15. Roseli Maria Oliveira - Casa de Rosas e Palavras
  16. Roseli Maria Oliveira - Reinações do Menino Arthur
  17. Roseli Maria Oliveira - Facebook
  18. Astrid Annabelle - Navegante do Infinito
  19. Maria Alice Jansen Lievore - Facebook
  20. Maria Luiza Monteiro (Lulú) - Experiência
  21. Ana Cristina Teixeira - Facebook
  22. Patrícia Gomes - Agora que sou mãe
  23. Marta Montenegro - Facebook
  24. Vitorio Nani - Vitornani
  25. Bia Hain - Revolta e Romance
  26. Adriana Rodriguês - Desabafo Aki
  27. Luciana Souza - Histórias de uma Bipolar
  28. Wilian Deivis Mendes - Criança Genial
  29. Thaise Calaça - Facebook
  30. Sidnéa Barbosa Flores - SidFlores
  31. Aleitamento Promoção Proteção Apoio -  Marcus Renato de Carvalho
  32. Zé Alfredo - Novas Voltas em torno do meu Umbigo
  33. Verinha Tuburski - Eternamente V & V
  34. Eloise Monteiro - Livro Aberto da Elô...
  35. Luciene Tenório Nunes - Lado de Cá do Atlântico
  36. Luciana Cantanhede Souza - Dose de Sustentabilidade
  37. Karin Filgueira - Meu Doce Lar
  38. Silvia Letícia Costa - Ateliê Baby & Arte 
  39. Marcela Battilani Belo - Mãe na Roda
  40. Fundação Maria Cecília Souto Vidigal pela primeira infância - 2ª Chamada
  41. Angela Rios - Fisioterapeuta Angela Rios
  42. Ana Paula - Lado de Fora do Coração
  43. Rogério Souza - Guia e Dicas
  44. Tina Crocce - Blue Moon
  45. Alê Lemos - A Menina das Ideias
  46. Anne Rammi - Super Duper
  47. Simone de Carvalho - Aleitamento Materno Solidário (AMSBrasil)
  48. Vanessa Anacleto - Mãe é tudo igual
  49. Júlio Moraes - Juliu's Pub
  50. Carmen Luiza - Fractais da Calu
  51. Astrid Annabelle - Navegante do Infinito
  52. Beatriz Reis - Jubiart Artesanato
  53. Kalu Brum - Vila Mamífera
  54. Ilma Cabral Santos - Facebook
  55. Flávia Oliveira Mandić - Crônicas do Iglu
  56. Anne Nogueira Cavalcante Rodrigues - Roda-Gestante
  57. Rosamaria Teixeira Da Costa - Rosa 147
  58. Cristina - Brasil, Leste Paulista!
  59. Ana Luiza D"Accioli - A História da Gente
  60. Infância Livre de Consumismo
  61. Everton Vidal Azevedo - Facebook
  62. Paty Michele - Impressões, Memórias e Desventuras
  63. Maria Gloria D'Amico - Fare la Scarpetta
  64. Melina Caldani - Jardim Divino
  65. Mamatraca - Facebook
  66. Meu Maravilhoso Mundo das Papinhas - Facebook 
  67. Aline Elise Gerbelli Belini - Cotidiamo
  68. Fernanda Rezende Silva - Facebook
  69. Raphaela Rezende - Ciranda Materna
  70. Roselene de Araujo - Polipatos de seus bicos muitos pés 
  71. Cariny Cielo - Sentinela Avançada
  72. Dani Doduti - It's a Wonderful Life
  73. Mayra Momi - Mamãe na Web
  74. Herika Miyashiro - Fragmentos
  75. Carol Mafra - Mãe Ativista
  76. Elianne Abreu Diz - Voo Noturno
  77. Elianne Abreu Diz - Oriente-se
  78. Fernandha Zechinatto - Luz de Luma, yes party! 
  79. Sam Shiraishi - Mãe com Filhos
  80. Alessandra Rebecchi Feitosa - Escolhi ser Mãe
  81. Ludmila Cavalcante - Mãe Nutriz
  82. Reila Miranda - Facebook
  83. Ligia Moreiras Sena - Cientista que virou mãe
  84. Sarah Helena - Duplamente Venusiana
  85. Re Bonelli - Blog da Re Bonelli
  86. Kathleen Irizaga - Mamy Tri
  87. Matrice - Ação de Apoio à Amamentação
  88. Dartifran Alves - Reino Colorido
  89. Eloá Chaignet - Ideias Ecléticas
  90. Keila Reis - Facebook
  91. Tiffany Shiraishi - Blog da Ti
Participe também do evento no facebook

109 comentários :

  1. Luma, obrigada pelo convite! Vou participar sim; na verdade estou tentando convencer o marido a escrever sobre o olhar dele. Caso não consiga, eu mesma escreverei!
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bacana, Ana Paula!! Tomara que ele tope! :)
      Vou ficar aguardando!!
      Bom fim de semana!
      Beijus,

      Eliminar
  2. Lindo projeto, Luma! Nada mais importante na vida de um ser humano, nos primeiros meses de vida, do que a amamentação. beijos e bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Barbie!!
      Vai se preparando, heim? Um bebezinho é a coisa mais deliciosa do mundo e amamentar chega a ser pura magia! Mas para que se torne um momento bom e proveitoso para ambos, alguns mitos devem ser quebrados.
      Beijus,

      Eliminar
  3. Querida Luma
    Parabéns pelo projecto e obrigada pela partilha desse magnífico texto, escrito por Fernandha Zechinatto.
    A minha neta mais nova tem 4 anos. Ainda mama: de manhã,antes de ir para o infantário e à noite,antes de ir dormir.Nenhum medico critica a minha filha ,nem lhe diz que páre. Pessoalmente,acho que a menina quer miminho e,por isso, não dispensa as duas mamadas.de qualquer forma,só lhe faz bem.
    Para quando uma visita ao meu blog?
    tenha um ótimo domingo.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Beatriz!!! :)

      Eliminar
    2. Oi, Beatriz!
      Eu fiquei bastante emocionada com esse texto da Fernandha e pedi para publicar no blogue. Ela é poeticamente mãe e você entende bem das duas coisas, não é mesmo?:)
      Acho que sua filha não deve forçar o desmame, esse tem que ser natural, respeitando o tempo da criança e cada uma tem o seu tempo.
      Vou lá em breve, Beatriz!!
      Beijus,

      Eliminar
  4. Um texto maravilhoso da Fernandha Zechinatto!
    Este projeto além de maravilhoso Luma é absolutamente essencial nesta época. Que todas as mães possam cumprir a divina tarefa de oferecer o mais importante de todos os alimentos aos seus filhos.
    Beijos e tenha um excelente dia de domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Astrid. Bj.

      Eliminar
    2. Oi, Astrid!
      Mais do que eu, você sabe que somos seres interligados e a natureza se move para o bem quando também fazemos o bem. A Fernandha me deixou maravilhada com seu texto e por isso ele veio parar aqui!!
      :)
      Bom restinho de domingo para você!
      Beijus,

      Eliminar
  5. oi luma, amamentar é fundamental ...

    vai ali e corrige a frase: Faça seu post e envie seu link para ser anexado ...

    vc escreveu: Faça seu post e envie seu link para se anexado ...

    adorei seu post!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Regina!!
      Preciso de mais leitoras atentas como você! Isso que dá escrever correndo e não revisar :D
      Obrigada pela visita e ajuda.
      Beijus,

      Eliminar
    2. pronto!!! encontrei o seu escrito ... precisaria ter um mecanismo q me avisasse que vc respondeu!!! será q não tem???? vou tentar achar ... beijo.

      Eliminar
    3. Oi, Regina!!
      Acho que o único meio sem ser voltar aqui é assinando os feeds dos comentários. Mas não aconselho pois vai entupir o seu e-mail com todos os comentários que forem feitos aqui no "Luz". Infelizmente o blogger não usa notificação como o Disqus ou IntenseDebate.
      Beijus,

      Eliminar
  6. Oi, Luma! Ler esse depoimento me fez ter vontade de compartilhar minha experiência sobre o tema. Adorei a iniciativa! Já estou levando o selo para colocar na lateral do blog, divulgando.
    Um abraço!

    http://revoltaeromance.blogspot.com.br/2013/08/por-que-sou-ativista-da-amamentacao.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bia!!
      Que bom que o texto te inspirou!!
      Obrigada por participar!!
      Beijus,

      Eliminar
  7. Oi Luma
    Um projeto magnífico. Amamentar um filho é uma oportunidade ímpar de estreitar os laços mãe e filho. O nutrir é importante com certeza mas a afetividade consolidada nesta fase será eternizada tanto para a mãe quanto para o filho. maravilhoso depoimento. Aplausos para todos que engajam nesta campanha soberba.
    Um lindo domingo e Feliz dia dos Pais
    Beijos
    Gracita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Gracita!!
      Você está coberta de razões!!
      E espero ter por aqui bastante pessoas participando para receber o seu aplauso!!
      Lindo domingo para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  8. Acho muito bem essa blogagem colectiva sobre a amamentação.
    Não tive filhos, não passei por essa fase, no entanto acompanhei
    familiares que amamentaram e foi sempre uma delícia ver.
    Beijinhos e bom domingo.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Irene!!
      A amamentação na minha família sempre foi um ato muito natural e eu mesma mamei até ficar grande! Depois vi minha irmã amamentar, primas, amigas... como não iria também amamentar? Realmente é uma delícia participar desse momento, mesmo que seja apenas olhando.
      Beijus,

      Eliminar
  9. Muito bom Luma, com certeza quero participar. Assim que puder faço o post. Abraços!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Daiana!!
      Vou aguardar a sua participação!!
      Beijus,

      Eliminar
  10. É um projeto muito importante. Os valores estão sendo alterados, dizem que coisas importantes estão ultrapassadas, que não nos serve mais. Temos uma nova geração que está soberba que acha que não precisa de "velhos" conselhos, que a modernidade supre a sabedoria dos antepassados. Uma frase certa: "Quem não conhece o passado está destinado a cometer os mesmos erros."
    Assim como os mandamentos bíblicos, a natureza humana não muda. Valores antigos precisam serem resgatados e lamentavelmente algumas mulheres para manter o corpo "em forma" abre mão da divindade de DEUS.
    Minha esposa amamentou três filhos e eu não a troquei por nenhuma menininha de 20. A mulher não tem que ser desejada por ter um corpo atraente, mas sim amada em todos os momentos.
    Este meu "desabafo' é por conhecer de perto um caso onde o marido encheu a paciência da mulher pra engravidar, ela fez tratamentos, pois não "conseguia' engravidar. Teve o primeiro filho. Teve o segundo filho. Foi pra academia porque o marido queria a "gostosa" de volta. Ambos esqueceram que ela era mãe. Pode-se gastar muito dinheiro numa academia, mas a natureza de DEUS ninguém muda. Hoje estão divorciados. Ele arrumou uma "novinha". Ela tem dois filhos menores de cinco anos. Sozinha. Paga pessoas pra cuidar dos filhos enquanto trabalha. Pensão só por ordem judicial.
    Moral da história: A mulher precisa se amar. Precisa amar os filhos. Companheiro quem faz é o tempo.
    obs.: os filhos vivem doentes.
    Mulheres não deixem de amamentar, nem por vaidade e nem por fantasia sexual de parceiro. Quem diz que te ama tem que provar isso em todas as circustâncias de sua vida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sérgio!!
      Você é um homem íntegro e tenho que concordar com todo o seu comentário. Vivemos uma sociedade "esquisita" e cheia de vontades. As pessoas sentem tédio depois de satisfeitas! Veja esse ex-marido como é uma pessoa rasa! Sinto muito pelos filhos que não saberão honrar seu pai no futuro.
      Sábios conselhos, as mulheres precisam se amar mais!!

      Eliminar
    2. Bom seria se esse conselho se espalhasse e chegasse ao ouvido de todas mulheres, já vi outros casos parecidos!

      Eliminar
    3. Também acho, Luciana!!
      Quem dera muito mais homens pensassem como o Sérgio. Na maioria das vezes, o homem usa a mulher e depois que ela fica fora dos padrões que ele estabelece, descarta.

      Eliminar
  11. Que lindo esse relato!!! Como a gente cresce como mãe, né? A gente se empodera, é incrível.
    Eu amamentei por 19 meses e recomendo muuuuuito.
    Ah, acho que vou participar da BC... até dia 20 eu te respondo.

    Um abração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Paty!!
      Vou ficar feliz com a sua participação!!
      Algumas mães não sabem o poder que têm!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  12. Para todos os pais um dia iluminado!
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  13. Oi Luma
    Me desculpe a demora para retornar a sua visita, é que voltei a trabalhar, e com as crianças, minha vida fica uma loucura kkkkkk, realmente sobra muito pouco tempo para blogar. Cheguei de viagem da casa do meu sogro e entrei aqui, já fiz o meu post. Adorei a proposta da BC. Espero que vc goste do post. Eu gostei muito do seu!
    Bjos.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/2013/08/2-bc-por-que-sou-ativista-da-amamentacao.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Luciana!!
      Compreendo, amiga!! Você me deixa muito feliz, pois mesmo sem tempo e com tantos compromissos familiares, arrumou um tempinho para postar!! :) Obrigada!!
      Vou tentar começar a visitar os blogues ainda hoje!
      Beijus,

      Eliminar
  14. Oi Luma
    Adorei te ver lá no Mimi
    Menina.ontem fui ver " O renascimento do parto " !!!! Nossa!!!
    Chorei o filme todo!!1
    Adoro assistir reportagens sobre o parto normal....um dia te conto a minha história sobre o nascimento da minha filha....é linda!!!Mas, fiquei chocada com as cesáreas.....até hj só tinha assistido a cesárea de uma amiga e assim msm, fiquei horrorizada....agora esse filme é lindo demais !!!Adoraria ter mais filhos e se pudesse faria o parto de cócoras.....
    Bem......para mim é sempre um prazer falar sobre nascimento dos filhos ( fiz dois partos normais ) e amamentação....vamos nos falando!!! bjcas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Monique!!
      Ontem também assisti "O Renascimento..." e também chorei o filme todo! Que maravilha!!
      Me conte assim que puder. Ah, eu nunca vi uma cesária ao vivo! E não quero assistir!
      Vamos nos falando!!
      Obrigada por participar da blogagem coletiva!!
      Beijus,

      Eliminar
  15. Olá Luma..participarei como divulgador da iniciativa. Já divulguei no Criança Genial...no Face. Segue o link:
    http://criancagenial.blogspot.com.br/2013/08/2-edicao-da-bc-que-sou-ativista-da.html

    Bjs!!

    Wilian

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Wilian!!
      Daqui a pouco vou lá!
      Obrigada por divulgar!!
      Beijus,

      Eliminar
  16. Belo e útil, Luma! Creio que todas as mamães ( e todos os papais) precisam aprender sobre a importância da amamentação! Boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Àrabe!! Pais e Mães têm que ser parceiros na criação dos filhos!!
      Boa semana para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  17. Isso que eu chamo de tornar mais útil - e relevante - o ato de blogar! Bacanérrima a iniciativa, Luma! Beijos, queridona! PS: gostei muito do teu comment no post do Dia dos Pais lá no TPM, visse?!? Bjos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Fred!!
      Que bom que gostou!! Espero que mais pessoas gostem e vistam a causa! :)
      Obrigada!!
      Beijus,

      Eliminar
  18. OLà LUMA
    FIQUEI MUITO TRISTE POR NAO TER CONSEGUIDO AMAMENTAR MEU FILHO, NÃO TENHO O BICO DO PEITO DESENVOLVIDO, TIVE DUAS MASTITE EM UM MÊS.


    BACI

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente nem tudo sai como planejamos. Não fique triste!! Beijus,

      Eliminar
  19. Quase que 'estranho' hoje em dia é ver ainda tanta notícia de mães reclamando porque estavam amamentando seus filhos em lugares públicos e foram 'aconselhadas' a interromper ou que tanta gente ainda não veja nisso uma coisa natural.

    Tudo bem que não custa colocar um lenço/fralda sobre parte do seio pra evitar expor o que não é preciso, até pra própria privacidade do bebê que não vai ter aqueles olhares de reprovação (e alguns gulosos) sobre si nesse momento.

    Ms tanta gente ainda se incomodar com o ato de uma mãe amamentar em público, se não for naqueles lugares onde as mulheres usam burca, me parece estranho...

    Claro, se o 'bebê' em questão não tiver 3...6 anos. Aí até eu olharia, pensando que essa mãe e essa criança precisam de terapia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      Todo ato de repressão à amamentação vem da contrariedade ao entendimento do que é natural. Na semana passada, aconteceu em um centro de recreação nos EUA, um país que tem leis que dão liberdade para as mães amamentarem em qualquer local, justamente porque anteriormente já havia ocorrido atos constrangendo as mães.
      Todos nós devemos usar o bom senso e quando o bebê é muito pequeno, para a amamentação ser saudável, não é bom que ela seja feita em lugar barulhento ou com muito movimento. Diria que o ato de amamentar também precisa de uma certa concentração.
      Beijus,

      Eliminar
  20. Oi Luma

    Que lindo seu texto/depoimento. que linda esta iniciativa a favor da amamentação, a favor da vida em sua totalidade: amamentar é alimentar a vida física e a emocional.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Van!!
      A Fernandha manda muito bem! Se você procurar por seus textos na internet vai amar!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  21. Lumita,
    Esta campanha anual é mesmo muito bacana e importante ser levada, principalmente porque tem sempre mulheres jovens, começando a vida de mãe e precisam entender a importância da amamentação para seus filhos.
    Eu não fui aquele tipo de mãe radical, que só acredita no leite materno, pois existem casos em que é necessário outro leite, mas compreendo que o leite materno é a base de tudo, deve ser oferecido ao filho, muito mais pelo amor que o ato representa, do aconchego do colo, da proximidade dos cheiros, do carinho.
    Não poderei participar desta coletiva, pois ando com a casa cheia e sem tempo, mas vou gostar de ler por aí as tantas postagens a este respeito.
    Parabéns a todas que participarão e a você por encabeçar tão lindo movimento!
    beijos cariocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Beth!
      O foco são as mulheres que ainda não começaram com a amamentação e que procuram por informações, mas isso não quer dizer que outras mulheres não precisam de informações, pois no passado, veiculavam muitas informações erradas.
      Obrigada pelo incentivo!!
      Beijus,

      Eliminar
  22. Oi Luma
    que linda campanha
    acho muito importante essas iniciativas de apoio e esclarecimento
    meu tempo de amamentação já se foi ha 32 anos.
    vou te passar um link de uma amiga, talvez vc ja conheça, não sei
    http://descobertasmae.blogspot.com.br/2013/08/1-mamaco-em-pocos-de-caldas.html#comment-form
    beijinho e uma boa semana
    zizi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Zizi!!
      Agora é chegada a hora de você passar a sua experiência adiante!! :) Vou lá visitar o link que disponibilizou, obrigada!!
      Boa semana!! Beijus,

      Eliminar
  23. Oi Luma! O depoimento da Fernandha é emocionante. Me fez relembrar o difícil começo. Pois amamentar não é fácil. Mas, lembrou-me também que insistir é avançar numa experiência deslumbrante entre mãe e filho. Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Renata!!
      Realmente o começo não é fácil, mas depois de passada a fase inicial, todos os outros problemas com relação à amamentação não parecem nada em comparação aos prazeres que sentimos. Ver a criança amparada emocionalmente e bem alimentada não tem preço!!
      Beijus,

      Eliminar
  24. Sensacional a declaração desta menina, Luma. Estou tentando fazer o meu post nos intervalos da minha corrida, mas eu chego lá.
    Bjim

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Rosamaria!!
      Estou vendo que todo mundo anda ocupado demais e eu não fujo à regra! Mas sempre existe os 5 minutos dedicados à ler e escrever. Não podemos nos furtar ao descanso!!
      Beijus,

      Eliminar
  25. Acho lindo isso e uma campanha que esclarece os que ainda duvidam do benefícios. E o texto que comentaste cabe aqui: é o aconchego, amamentar é aconchegar! beijos,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Chica!!
      Duvidar dos benefícios isso ninguém pode fazer, pois amamentar é natural! Somos mamíferos!! Mas também, não é porque é natural que somente o instinto nos salvará na hora da dificuldade, precisamos de informação!!
      Beijus,

      Eliminar
  26. OI, Luma. Está apoiado no Novas Voltas em Torno do Umbigo.
    E tenho dito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por divulgar, Zé Alfredo!!
      A vida é curta para não ser dividida!! Vamos dividi-la com as nossas crianças!!
      Beijus,

      Eliminar
  27. Oi Luma,
    Obrigada pelo convite. A campanha é linda e merece bastante divulgação.
    Era meu desejo ter podido amamentar, mas não pude. Fiz um post relatando como foi com o meu filho.
    Bjs.

    http://ladodecadoatlantico.blogspot.com/2013/08/bc-por-que-sou-ativista-da-amamentacao.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Luciene!!
      Sabe o que está me deixando bem feliz nessa blogagem? É que as mamães que não puderam amamentar e que sabem o quanto isso foi ingrato para com elas, estão repassando suas experiência e quem ainda estiver em dúvida sobre amamentar ou não, poderá tirar suas próprias conclusões, diferentemente do que vem formalmente escrito em livros ou portais sobre o assunto.
      Obrigada por participar!! Estou um pouco atrasada com as visitas, mas logo mais estarei lá do outro lado do Atlântico :)
      Beijus,

      Eliminar
  28. Luma, escrevi pouco sobre minha experiencia por não ter filhos, mas falei de mim como bebezinha, afinal o médico obrigou minha mãe parar de me amamentar por que eu já deveria estar sugando até a alma dela, saia sangue do peito tadinha. Mas felizmente fez muito bem para mim esse período de amamentação e ela mesma fala orgulhosa de ter me aguentado nos peitos dela por dois anos!!!
    Meu post tá aqui http://dosedesustentabilidade.blogspot.com.br/2013/08/a-historia-e-importancia-da-amamentacao.html Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lu!!
      Nossa!! Te imaginei bebezinha bem ávida pelo leitinho de sua mãe. Vou lá saber da sua experiência :) Estou curiosa!!
      Beijus,

      Eliminar
  29. Oi querida Luma um bom dia para vc achei maravilhosa estes esclarecimentos, muitas vão precisar, importante é valorizar a amamentação, é um ato saudável e de amor, tive seis filhos todos mamaram até os oito meses, passei para as filhas as minhas experiências de ter filhos saudáveis amamentando-os não sentir medo de perder a forma, hoje a mulher tem dois filhos no máximo três. Um abraço fraterno. Celina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Celina!!
      O tempo é implacável com a mulher que não se cuida, mas não é o ato de amamentar que faz a forma da mulher ficar diferente. Essa é apenas uma desculpa para aquelas que são sedentárias. Precisamos fortalecer não somente os nossos músculos, mas também a nossa mente com boas informações. Já existem estudos que faz cair o mito do "perder a forma". Aff!! O fim da picada por vaidade deixar de viver um amor integralmente!!
      Muito feliz por você ter sido consciente na amamentação e ter passado os valores para os seus filhos!!
      Beijus,

      Eliminar
  30. Oi Luma!
    Parabéns pela sua iniciativa e pelo convite!
    Um belo projeto que certamente vai ajudar muitas mães e um depoimento muito significativo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sônia!!
      Quis trazer para o blogue o texto da Fernandha, pois é uma demonstração de como o nosso tempo respeita ciclos e os filhos fazem parte desses ciclos. Os nossos interesses, as qualidades que vemos nas pessoas, os valores que adquirimos convivendo com a nossa família e o que trocamos de experiência com as pessoas amigas, são os valores que repassaremos aos filhos. Ter uma boa sintonia para que isso aconteça, precisa de um esforço maior. Não existe amor, sem que exista alguma dor. Se amamentar gera em princípio abnegação, sabemos que será temporário. Os ciclos se repetem e um dia, estaremos nós a olhar nossos filhos na mesma situação. Simples assim!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  31. Olá Luma!

    Tudo bem?
    Começo a achar interessante o tema desta bc, estou a pensar participar, embora não gerado filhos.
    Interessante, mesmo.
    Tenho uma dúvida... O post referente à bc, deve ser enviado por email antes de ser publicado no nosso blog, ou pode ser depois?

    Um beijo e obrigada por dares a tua opinião na minha questão,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    http://jakeemary.blogspot.com/2013/08/capitulo-11-olhos-nos-olhos.html

    http://espacoconscienciapura.blogspot.com/2013/08/deus-e-o-infinito.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Cris!!
      Para participar basta escrever seu texto e publicar em seu blogue. Depois vem me trazer o link para que os demais participantes possam ir ao seu blogue :) Não precisa me enviar texto antes de publicar em seu blogue.
      Obrigada você pela interação!!
      Beijus,

      Eliminar
    2. Olá Luma!

      Assim tentarei fazer.
      Obrigada pela atenção.

      Beijos,

      Cris Henriques

      http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com/2013/08/meu-amor.html

      http://jakeemary.blogspot.com/2013/08/capitulo-11-olhos-nos-olhos.html

      http://espacoconscienciapura.blogspot.com/2013/08/e-a-vida-continua.html

      Eliminar
    3. Aguardando!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  32. Um projeto digno de aplausos, por ser tão nobre, Luma!
    Parabéns pela iniciativa!!!
    Participo comprazer!
    Abaixo, o link do meu post:

    http://meudocelarbykarinfilgueira.blogspot.com.br/2013/08/blogagem-coletiva-sou-ativista-do.html

    Deus abençoe!
    Bjs!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Karin!!
      Seja bem-vinda!
      Obrigada pelo elogio, mas o blogagem não é iniciativa apenas minha, também do blog "Desabafo de mãe";
      Vou lá!!
      Beijus,

      Eliminar
  33. Luma,muito lindo esse relato! Me fez lembrar quando a Leticia nasceu. Eu tinha 35 anos e foi parto normal.Foram doloridas as primeiras mamadas, mas depois pegamos o jeito!Ainda bem que insisti!...rss...e não há nada mais verdadeiro do que esse vínculo que se forma entre mãe e filhos!bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Anne!!
      Estou mais ainda admirada de ti!! :)
      Você é um exemplo e sei que ama não somente a sua filha, mas todas as crianças!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  34. Oi Luma!Apoiada!Muito bom falar sôbre a amamentação e seu benefícios tanto pra mãe quanto para o bebê.Sou a favor do que é natural e saudável!Ei,fui lá no link que vc me passou sôbre decoração e afins,gostei,valeu!Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ane!!
      Que bom que gostou do link!! Estamos nessa vida para viver e que seja do modo mais integral possível!!
      Beijus,

      Eliminar
  35. Caramba Luma, Não conhecia o teu blog e nem o da Graziela. Já dei a bisbolhotada aqui e lá. Amanha volto com mais calma. Parabéns pra Fernandha que não desistiu da amamentação.

    Beijao

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Liza!!
      Seja bem-vinda!!
      Podexá!! A Fernandha verá sua parabenização!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  36. Que prazer recebê-la, Luma! Quem agradece pela oportunidade!!! Aliás, tenho mto o que participar em seu blog ainda, já que o considero extraordinário!!!
    É, sim, ter paz para amamentar faz toda a diferença
    A alegria é imensa msm, mas tranquilidade p/ a mamãe e o bebê nos primeiros dias, especialmente, é fundamental, né?
    Seja sempre bem vinda, viu, amada?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Karin!!
      Obrigada pelo elogio e acolhida!! Já estou te seguindo e pretendo frequentar o seu blogue.
      Tranquilidade e rotina é tudo que um bebê precisa!!
      Beijus,

      Eliminar
  37. Oi que ótimo projeto,eu amamentei meus dois filhos e não me arrependo.o leite materno possui todos os nutrientes necessários para o bom desenvolvimento da criança,livra de várias infecções e ajuda o corpo da mãe voltar ao seu estado anterior mais rápido,ou seja emagrecemos ,fora a troca de olhares e o toque materno entre mãe e seu filho que não tem tempo que atrapalhe um momento tão gostoso e prazeroso como esse ..bjs
    http://www.simonebastos2007.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Simone!!
      É compreensível quando a mulher é imatura, não tem informação, tem algum problema de saúde, mas não amamentar por preguiça ou vaidade é o fim da picada. Melhor não ser mãe!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  38. Olá, Luma!
    Sou novata na blogosfera, mas também vou participar! Aproveito a oportunidade para te convidar a conhecer o meu blog.
    http://mae-na-roda.blogspot.com.br/2013/08/coisas-de-mae-aleitamento-materno-nossa.html
    beijinho
    Marcela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Marcela!!
      Obrigada por participar!!
      Daqui a pouco vou lá no seu blogue!!
      Beijus,

      Eliminar
  39. Oi Luma! Mais uma vez eu reafirmo o meu total apoio.
    Sei dos olhos nos olhos e dos elos formados neste ato de amor que acontece várias vezes ao dia. Adorei a história e acho que esta mãe, de uma maneira delicadíssima, nos mostra a importância deste elo...
    Um beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Claudinha!!
      A Fernandha transformou o cotidiano em poesia. Linda ela!!
      Reafirmado o seu apoio, queridona!!
      Beijus,

      Eliminar
  40. Eu me realizei plenamente na amamentação de minha filha caçula, temporona, e veja bem, o meu prazer foi total, pois eu havia já amadurecido e ela mamou muito. Dava gosto! Amamentar é preciso, mas aprender isso é muito mais preciso! Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que delícia, Maria Luiza!!
      Adorei amamentar e também gosto de ver que existem mães que zela, pelos seus filhos de modo visceral!
      Beijus,

      Eliminar
  41. Não sou mãe e não entendo nada de amamentação. Mas quando tiver um filhinho, amamentarei direto do meu peito (se Deus quiser). Acho que é o natural... Imagina... Entendo bem o texto da Fernanda explicando os efeitos emocionais desse belo ato. É o natural! A não ser que a mamãe tenha algum probleminha de saúde e esteja impossibilitada de amamentar; aí tem de entender a situação né? Apoio a campanha, mas não tenho Facebook, Twitter, etc... etc... Só o executivadepanela.blogspot.com.br
    Beijos em você Luma! Paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Paula!!
      Acho que você vai ser mãe babona!! :)
      Não precisa estar nas redes sociais, basta o blogue ou vice-versa!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  42. Oi Luma!

    Foi um prazer participar e dividir minha experiência com vocês. Gostoso dividir esse momento em que vejo minha filha amamentando minha mais nova netinha que tem apenas 20 dias! Amamentar faz toda a diferença, com certeza.

    beijos querida e obrigada pelo retorno.

    Take care.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tina!!
      Pra mim foi super emocionante porque estou acompanhando a vinda dos seus netos desde o primeiro :) Seja bem-vinda a princesinha Bella!!
      Take care too!!
      Smaaaaaaaaaak!!

      Eliminar
  43. Luma,
    tá pronta minha participação.Aí vai o link:
    http://fractaisdecalu.blogspot.com.br/2013/08/bc-porque-sou-ativista-da-amamentacao.html

    Volto mais tarde, com calma para ler e interagir com os participantes.Está tendo uma ótima adesão,
    né?Bacana.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Calu!!
      Sim!! A adesão maior sempre acontece nos últimos dias... :)
      Obrigada por participar!!
      Beijus,

      Eliminar
  44. Muito bom esses movimentos de blogagem coletiva. Poderiam ocorrer outras, de temas diferentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Humberto!
      Já fizemos com vários temas: Aborto, corrupção, pedofilia, adoção, plágio, educação... Aceitamos sugestões!!

      Eliminar
  45. Um excelente projeto e estou feliz e animada em participar!!!
    bju

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem-vinda, Regina!!
      Estou aguardando a sua postagem!
      Beijus,

      Eliminar
  46. Uma bela campanha que vai esclarecer, certamente, sobre os grandes benefícios da amamentação.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tomara, Élys!!
      Obrigada!!

      Eliminar
  47. Oi Luma
    passei pra avisar que fiz o post.

    http://patymichele.blogspot.com.br/2013/08/por-que-sou-ativista-da-amamentacao-bc.html

    bjo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Paty!!
      Daqui a pouco vou lá!!
      Beijus,

      Eliminar
  48. Luma, com certo atraso, mas não menos entusiasmo, gostaria de compartilhar meu link e participação, via Blogdati.com

    http://blogdati.com/semana-mundial-de-aleitamento-materno-blogagemcoletiva/

    Um beijo. Tiffany

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tiffany!
      Fiz uma certa confusão com o seu nome pois estou acostumada com o outro :) Já estou acrescentando seu link à lista de participantes. Obrigada!! Essa causa não merece prazo, o ativismo é para sempre!! :) Beijus,

      Eliminar
  49. Foi um prazer participar! Conte sempre comigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Titi!!
      Bom saber da sua disposição!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  50. Oi, de novo.
    Não estou certo se já foi comentado por aqui, mas o UOL está divulgando mais ou menos com destaque uma notícia de uma mãe que amamentava sua filha enquanto praticava ioga. Diz que a foto da singular amamentação se tornou viral na Internet há algum tempo:
    http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2013/08/23/mulher-que-amamentou-durante-ioga-afirma-que-foto-nao-foi-produzida.htm

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Zé Alfredo!
      A foto é de abril de 2011, mas não lembro se foi viral na web. Olhando no site de origem, pude perceber pela postagem que ao contrário do que a notícia do uol veicula, as pessoas não andavam nuas na comunidade do Havaí onde foi realizada a foto; eles praticavam somente a yoga sem roupas e a justificativa para a criança estar mamando, é que ela não podia ver os seios da mãe que se sentia atraída e por isso a ocasião da amamentação. Mas discordo que não houve produção, afinal, para dar um clique, alguém estava preparado para tal. Acessei alguns blogues da época, que chamaram a mãe de "cadela hippie"... realmente, no mundo o preconceito impera.
      Obrigada pelo link!
      Bom fim de semana!!

      Eliminar
  51. Luma minha amiga Querida.
    Eu vi somente hoje essa magnifica postagem infelizmente
    poucas visitas estou fazendo ,
    Eu tenho fé em Deus em poder voltar como sempre fui.
    È maravilhoso amamentar um filho e poder amentar outros bebes
    como fiz quando meu filho nasceu.
    Parabéns pela linda iniciativa .
    Meu carinho a vc e a todos que participaram.]
    Um feliz final de semana.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor