Vamos dar um toco na mediocridade?

Tem uma fase da vida que somos como "crianças grandes", nem criança, nem adulto e os nossos pais mudam de conversa, conforme lhes convém: "Você ainda é criança" ou "Você já é adulto". Nessa fase, parece que tudo acontece para nos confundir ainda mais. Até mesmo as leis relativas a essa fase são um tanto quanto confusas. 

Na verdade, é muito bom manter as regalias que ganhamos com o crescimento e com isso, fazermos o que bem quisermos e não ter mais quem diga: "Já escovou os dentes?" ou "Precisa comer", "coloque um agasalho", "não está na hora de dormir?"... Lógico que alguns jovens entram para a vida adulta pela porta errada. Eles seguem modelos e, por exemplo, se na família, os pais bebem ou apenas um, também irão querer beber por achar que a bebida seja "coisa de adulto". Sei também que essa questão também pode ser cultural. Em alguns países os homens ao chegar à maioridade, saem para encher a cara e levar o "batismo", o primeiro porre. Assim como a primeira transa, o primeiro baseado... Se as pessoas forem seguir as outras, não esperando pelas próprias vontades e opiniões, serão apenas cópia da cópia, sem qualquer originalidade. Ah, sim... As meninas também são iniciadas.

Outro dia conversei com um garoto que estava sentado em frente da minha casa fumando maconha. Ele se assustou quando me viu e eu lhe disse que sabia sim o que ele estava fazendo, mas que ele estava enganado ao pensar que fumar maconha é estar diferente dos demais. Maconha é coisa antiquada, não tem nada de moderno. "Você está sendo velho", falei para ele. "Faça algo diferente". Se ele refletiu ou não ao que disse, não sei. O que sei é que esvaziei minha consciência.

Eu cresci muito rápido e tive meus olhos nos prêmios. Aproveitei a juventude, consegui minha realização pessoal e profissional. Cheguei onde queria chegar. Com isso descobri as responsabilidades e os tumultos emocionais que acompanham a vida do adulto. Os amigos também chegam e contam suas mazelas, nem sempre fáceis de resolver. Ao contrário, o grito de socorro chega sempre quando eles não conseguem mais resolver sozinhos. Quando não são os amigos, são os familiares... É preciso manter o espírito jovem, mas não ser um jovem ingênuo, porque os problemas vão longe da negatividade de um dia de fúria da nossa mãe ou que os nossos irmãos mais velhos, nos exclui do clube "Ace of Base'.

Depois que crescemos, algumas vezes desejamos voltar aquela liberdade de sonhar, que a infância nos proporciona, como também a vontade de voltar no tempo, para experimentarmos tudo de novo, mas dessa vez com a percepção do valioso e precioso tempo que passou. 

Ainda me lembro do primeiro dia no meu primeiro emprego e das primeiras tentativas em soltar as minhas tendências. Fiquei tão feliz que quando cheguei em casa, coloquei uma música bem alto, comecei a dançar e quando a minha mãe chegou com "aquela" cara, vendo a minha alegria, começou a dançar comigo. Caímos as duas na cama e a gente ria muito da nossa dança louca. A sede para esses dias é o suficiente para fazer "babar meninos".

O sucesso chega com uma tonelada de tijolos. Nós todos sabemos disso. Nós todos também experimentamos decepções que nos atingem como uma bala nas costas. Mas tudo serve para dar algum sentido ao que estamos fazendo. Se vamos para o fundo do poço, ou se estamos andando em nuvens, o mundo continuará a se mover do mesmo modo, o tempo continua a passar e continuamos a adquirir, pelo menos idade.

Será que envelhecer é o mesmo que adquirir idade? Honestamente, ambos compartilham o mesmo significado e a mesma conotação temida, pois como a natureza dita: Nascemos, crescemos, amadurecemos, envelhecemos e morremos. A maioria de nós teme a morte. Passamos pela vida, perdendo pessoas próximas, outras ligadas a nós, próximas ou distantes, algumas delas morrem muito jovens. 

Não temos opção, a não ser aprender a lidar com esse medo, no entanto, pode ser o único fator na determinação de como você vive sua vida. Quando você encontrar-se com idade mais avançada, vai ser capaz de olhar para trás e enxergar todas as coisas bonitas que você testemunhou e experimentou. Se acreditar que você viveu uma vida plena aceitará de forma mais natural a finitude da vida, mas se você olhar para trás e sentir remorso por não ter vivido a vida como planejou, essa amargura pode deixar o seu medo ainda maior. 

A população humana é vulnerável ao conceito de idade, pois envelhecer tem suas implicações e esquecemos o verdadeiro sentido da vida. Talvez devêssemos "adotar" a vida, como se ela não fosse nossa, para vivermos o seu maior potencial. Por que o "faço da minha vida o que bem quero, pois é minha", abre comportas para sermos inconsequente e postergarmos ações benéficas para uma vida plena.

Enquanto você está crescendo, a última coisa que você quer ouvir é que "você é jovem demais" para fazer isto ou aquilo. Quando isso acontece, parece que está perdendo um novo sopro de vida. E quando as pessoas envelhecem, escutam a mesma coisa e pessoas taxando seu modo de agir, como se você fosse uma criança sem juízo: "Você está velho demais para isso". Veja o que aconteceu dias atrás com a atriz Beth Faria.

“O mundo quer uma burka para as mulheres que estão tentando viver e sobreviver aos tempos, às décadas, às agruras da vida, e muito mesmo a uma vida bem vivida. Não quero burka, não!”, desabafou. “Vou morrer velhinha de biquíni na praia. É uma sensação de liberdade tão boa. É o mínimo nesse Brasil tão careta."

A lição aqui é pura e simples. Você nunca é velho demais ou muito jovem, para usufruir daquilo que vale a pena. A regra fundamental da vida é vivê-la direito. Não desistir e esquecer que idade é apenas um número. Cada um de nós tem o mundo em suas mãos. Se você tem desejos, cumpri-os. Se você está infeliz com o seu lugar na vida, reveja o seu lugar ou seus relacionamentos para fazer a mudança. Há muita desculpa para se contentar com a mediocridade. Deixemos o conforto e o medo de sair de debaixo das cobertas para não sentir o ar frio. As mudanças devem ser abraçadas.

Essa é a maior beleza da vida! Ela nos mostra que mudar muitas vezes apresenta o que é desconhecido, estranho ou inexplorado. É emocionante! É como uma corrida quando você recebe um novo bombeamento de sangue que faz lembrar quem você é de fato! Sejamos humanos e aceitemos nossas fraquezas! Podemos ter sangue velho, mas a cabeça ainda é jovem!

127 comentários :

  1. "As mudanças devem ser abraçadas" resume bem, com primor, tua bela exposição. Qualquer coisa que eu pense em acrescentar, vc já disse!

    Bom demais andar por este chão!
    Bjinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Denise!!
      :)
      Feliz porque você é uma das pessoas que não se acomodam!
      Beijus,

      Eliminar
  2. Bom texto amiga, sempre trazendo reflexões! Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Nane!!
      Prazer ter você por aqui!
      Beijus,

      Eliminar
  3. Engraçado, estava pensando nisso momentos antes de receber seu e-mail no celular (pelo horário, sei que é você). Venho pensando nisso há dias, pois tive que tomar uma atitude que se mostrou bem dramática. Agora estou flutuando entre as cobertas quentes do meu quarto e os novos desafios que me esperam lá fora. Entendido que tenho minhas limitações, vou explorar minhas habilidades. Eu não vou me acomodar. Até porque, sou um jovem de 46 anos.
    Beijos insones.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Flávio!
      As nossas atitudes sempre são esperadas, principalmente por aqueles que nos conhece. Quando saímos um pouco da linha, o drama se instala. Mas pense que logo se acostumarão com sua decisão. No fundo mesmo, as mudanças só repercutem em nós mesmos. Os outros ficam de platéia, torcendo para o sucesso ou não. Alguns torcem para o insucesso, apenas pelo prazer de dizer "Eu não te disse..."
      Fico feliz que tenha tomado a decisão de explorar as suas habilidades, que sei devem ser muitas!
      Beijus,

      Eliminar
  4. Tomara que o menino tenha captado seu intento com a mensagem dita ...Falando em mudanças elas estão acontecendo a todo instante na vida de cada um de nós,o problema como você bem analisou é que nem sempre estamos preparados em aceitá-las quando não nos agradam e aí entra a tal imaturidade que não tem a ver com idade.
    Abraço afetuoso e um final de semana especial!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bergilde!
      Ele nunca mais apareceu na minha rua. Anteriormente sempre via um pequeno vulto sentado no escuro num desses protetores de calçada que colocam para carros não subirem. Se me escutou ou não, não sei! Mas como escrevi no texto, senti um peso sair da minha consciência.
      É mais fácil aceitar as mudanças conforme elas se apresentam, do que deixar que elas tomem conta sem que nos demos conta.
      Um abraço afetuoso para você também!
      Beijus,

      Eliminar
  5. Muito bom seu texto!! É bem isso que acontece mesmo, temos uma intercessão na vida dos vinte aos trinta anos que não somos nem jovem nem velhos demais para nada, mas depois disso a gente está sempre ouvindo uma dessas frases. Eu ouvi demais que era jovem demais para ter problemas e hoje escuto que sou velha demais para tanta coisa. Mas eu sou meio atemporal, gosto de viver no hoje, mas tendo a me preocupar bastante com o futuro. Sei que ficou meio paradoxal essa frase... rs. Mas é que não gosto de ficar recordando nada. Gosto de avançar junto como tempo e acho que vou virar uma velhinha bem atualizada... rs

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Dama!!
      Precisamos ouvir quem nos ama! Quem diz por dizer aquilo que devemos fazer, não merece crédito!
      Se você faz tudo certo no presente, o futuro será perfeito! Ah, vamos dar as mãos!! Duas velhinhas atualizadas!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  6. Adorei o seu texto. Falou e disse! :)
    beijos

    ResponderEliminar
  7. Num primeiro momento pensei na frase que se tornou chavão pra gente da minha geração: "Ahhh se eu soubesse o que sei com a metade da idade que tenho". Tudo vem no tempo certo e adiantar as coisas é enfado. O contrário pode ser ainda pior. Tentar se apegar a determinadas coisas quando, na verdade, o tempo delas já passou. Isso, pior que consequências derivadas da falta de preparo para viver, tolhe a vida e a possibilidade de ser feliz aqui e agora. Seu texto é pra se pensar... [espere um pouco!!] Todo bom texto deveria fazer isso conosco :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Profe!!
      Bom quando tudo vem no tempo certo, mas nem sempre é assim! Alguns pais exigem bastante dos filhos e fazem até comparações com outras pessoas. A construção da auto estima acontece dentro de casa e quem a tem mutilada, viverá de forma a querer agradar à todos, independente da sua própria vontade. Uma forma também de despreparo para viver. A pessoa não cresce, sempre será aquela a agradar os pais.
      Obrigada pelo elogio!
      Beijus,

      Eliminar
  8. Viver... seja como transitivo direto ou indireto, é a única forma válida de se usar o tempo... que passa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Carlos!
      Tem gente que acorda tarde para a vida! :)
      Beijus,

      Eliminar
  9. Luma.. o texto está lindo..
    Fala tudo e ainda nos deixa a pensar.
    PERFEITO!

    Enquanto lia, me vi descobrindo o mundo, deixando de ser criança e abraçando as novas responsabilidades que a vida me trazia, houveram muitos momentos difíceis nessa minha caminhada, sair de casa aos 14 anos e começar a tomar decisões que transformaram minha vida..
    Hoje aos 35 olho pra trás e noto que fiz muita coisa errada, que tomei muitas decisões erradas, mas vejo também que tudo me ajudou a crescer como pessoa, não me arrependo, apenas levo como lição e tento construir uma nova história, para que daqui alguns anos eu possa olhar novamente e ver que de tudo eu tirei uma lição..

    Amiga... como sempre é maravilhosa nas palavras..

    Amei.

    Beijoka

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sheila!
      Fico feliz que tenha gostado!
      Saiu cedo de casa, menininha!! :)
      Os erros fazem parte do processo de crescimento. Quem nunca errou? Ou se policiou tanto para não errar, não arriscou, não fez o que realmente teve vontade... Juízo demais entorta o siso!!
      Obrigada, Queridona!!
      Beijus,

      Eliminar
  10. Luma
    que bom poder ler seu texto .
    O tempo passa, tanto para o menino da maconha, quanto para a atriz do maiô branco.
    Se ele te ouviu, vai mudar sua trajetória de vida.
    Eu assumo que sou uma velhinha bem gordinha que usa biquíni, ainda bem que não sou famosa, posso ficar em paz.
    Concordo, tenho uma cabeça boa.
    beijos e um bom fim de semana
    zizi

    ,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Zizi!!
      O tempo passa para todos nós! Ser famoso tem suas desvantagens, ainda mais uma mulher que no passado explorou o seu lado sexy de forma aberta. Podemos ir à praia sem nos preocupar com o foco alheio!
      Beijus,

      Eliminar
  11. Oi Luma!

    Lindo texto! Reflexivo a ponto de ser um conselho necessário para mim. Eu tenho vivido dias de certo medo. Passageiro, tenho certeza, mas que perturbam o momento. Vou guardar as palavras escritas na cabeça e repetir mentalmente para aquietarei coração.

    Beijos e um final de semana iluminado.

    Selma

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Selma!
      Há dias que estamos mais reflexivos e vamos mais fundo, imaginando situações futuras que nem sempre fazem bem para a nossa sanidade. Nessas horas pense em como você poderá se proteger do medo.
      Beijus,

      Eliminar
  12. Luz de Luma, excelente texto. Transcrevo abaixo em trecho do que escrevi no blog no dia de meu aniversario. Penso que a velhice é muito ingrata, porque qdo temos os melhores anos da vida para bem viver, ela nos chega cheia de doenças e limitações, mas tem que aceitar.abaixo o texto:
    58 anos assumidos sem nenhum constrangimento.
    De nada adianta negar o que a pele expõe descaradamente e sem dó. Queria muito ter parado próximo aos 35 anos, mas como poderia ter vivido por inteiro todas as alegrias e tristezas pelas quais já passei.
    Experiências que enriquecem a vida e só valorizam ainda mais a conquista da felicidade.
    Beijos a todos."
    Um grande abraço.
    Raquel, ainda sem os grandes problemas da velhice, mas se preparando para eles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Raquel!
      Seu texto demonstra o quanto é uma mulher sábia. Acho que temos que viver todas as nossas fases da vida, sem tirar nem por. Se pularmos qualquer vivência, essa cobrará de nós uma resposta para a lacuna que ficou.
      Para nos protegermos das mazelas da velhice, temos que nos cercar de boas pessoas e praticar algum exercício físico.
      Beijus,

      Eliminar
  13. ótimo texto Luma,aliás como sempre!!!
    Bjus mil
    Ótimo fim de semana!!!

    http://blogluminoso.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  14. Minha querida

    Um texto muito profundo, temos que viver a vida em pleno, porque ela passa tão rápido. Adorei como sempre ler-te.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Rosa Maria!!
      Vamos aproveitar a brevidade da vida, não é mesmo?
      Beijus,

      Eliminar
  15. Amei seu texto. Temos que aceitar as nossas mudanças e nunca deixar que essas mudanças fisicas mudem demais nossas alegrias e pensamentos jovens! Saber viver bem é uma arte.
    Beijos
    Adriana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Adriana!
      Passamos a vida para aprender essa arte!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  16. Lindo texto, Luma! A gente pode aceitar a chegada da idade, mas não é preciso deixar a essência envelhecer, a "juventude" pode ser aproveitada em qualquer fase, basta saber viver e aproveitar a vida. Abraços e tudo de bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Barbie!
      Gosto demais de conversar com pessoas mais velhas! Delas pego muita sabedoria e mais que tudo, uma espécie de calma... A juventude é um pouco afobada! (rs*)
      Beijus,

      Eliminar
  17. A coisa mais linda que Deus fez em mim,
    foi minha capacidade de amar essa força só me trás esperança
    é minha razão de lutar e vencer cada obstáculo , que surgir em meu caminho.
    Com certeza não saberei explicar o jeito
    maravilhoso do tratar de Deus comigo.
    Que , esse final de semana seja abençoado ,
    que grandes feitos você consiga realizar .
    Que , seu caminho seja repleto de luz e
    e esperança .
    Que , nada venha atrapalhar seus sonhos
    e se torne a em doce realidade .
    Quero , agradecer o carinho , que recebo de você
    de todo coração.
    muita paz para seu coração.
    Beijos e afagos na sua Alma.
    Carinhosamente sua amiga pra sempre ,Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Evanir!!
      Isso mesmo! Não podemos perder as esperanças!
      Obrigada pelos votos!! Que seus dias sejam plenos de alegrias!!
      Beijus,

      Eliminar
  18. Fantástico o seu texto. Eu vi o que aconteceu com a beth faria e achei ótima a resposta dela. que absurdo esse monte de julgamento e manipulação que sofremos hoje em dia.. gostei que seu texto nos inspira a acordar para a coragem de viver o que é bom e diferente do "normal" enfiado pela goela.. o tempo voa, vamos dizer SIM como Lulu Santos ;) vamos nos permitir

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, RAh!
      Já achei babaca o fotógrafo! Mais babaca a mídia que veiculou as fotos. De tudo o que aconteceu, ela deu uma boa resposta, mas fiquei pensando quando ela estiver sozinha, o que deve pensar, de como o seu passado ficou inglório diante de tanta futilidade!
      Beijus,

      Eliminar
  19. Hoje eu escrevi no twitter 'já to velha demais pra saber que adulto costuma ser muito infantil'.

    Idade, não tenho dúvidas, não faz diferença no comportamento das pessoas, pelos menos não depois dos 10...ou até um pouco menos. As pessoas não são mais ou menos inteligentes/sábias/maduras/espertas/boas/más por causa da idade que a certidão de nascimento lhes dá.

    Mas infelizmente as pessoas ainda tem uma mentalidade ligada a idade do nascimento. As pessoas podem não ver uma pessoa,mas se ela disser que tem 50 vão ler, interpretar e sentir de forma diferente a mesma coisa que lerão/ouvirão se ela disser que tem 25...o que muda vai ser a forma como vão absorver essas palavras. Acho estranho, mas é como é.

    Uma imagem então faz muito mais diferença,tem muito mais força...é só botar a mesma frase e no fim de cada uma delas,uma imagem diferente:
    mulher nova/velha/gorda/modelo/homem/branco/negro/pobre/rico/adolescente/velho

    muitas vezes a gente se esforça pra não 'cair nessa', mas tem algo em nosso DNA que nos trai, que manipula a nossa mente.

    Por isso a importância de se aprender a interpretar as coisas como elas são e não como nos parecem dependendo de por quem elas nos chegam.

    Infelizmente pouca gente, na prática, se da conta da importância disso.
    E esse tem que ser um exercício constante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      O que tem de adulto imaturo exigindo maturidade das crianças é algo absurdo!!
      As pessoas se permitem à uma certa debilidade mental até uma idade e depois disso, se não se tocam, alguém do convívio dá um toque ou manda-lhes procurar um psicoterapeuta. No meu prédio tem o famoso "Tio Sukita". O homem está decrépito e quase lambe as adolescentes quando as vê. É motivo de chacota. Talvez seja a negação da própria idade, vai saber!
      É verdade, Lu!! Temos que fazer esse exercício sempre!
      Beijus,

      Eliminar
  20. Perfeito! É telepatia? Estava dissertando sobre este assunto na minha massa cinzenta, vc vem e transcreve com perfeição. "Envelhecer" soa até feio, prefiro o "maturar". Não tem jeito, todo ano próximo do niver fico introspectiva maturando sobre a minha vida adorável!

    Luma, ótima sexta in family!

    Bjãoooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bia!!
      Sincronia de pensação!!
      Bem, acho que você não tem problema algum de negação da idade!! :)
      Vamos viver a vida, dia após dia, da melhor forma!!
      Beijus,

      Eliminar
  21. Puxa Luma, já havia lido muitos textos falando de vida vivida ( desculpe a redundância), mais com uma leitura reflexiva e como está nunca.
    Que bom que mantemos a vida trilhada pelo criador de forma que, como diz aqui a Beth Faria, " Vou morrer velhinho e com os apetrechos que a vida moderna me oferece" sangue velho com ideias e cuca nova.
    Valeu por compartilhar.
    Parabéns.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      Obrigada pelo elogio!!
      Já é tão complicado para quem envelhece nesse país, viver bem e quando alguém tenta manter uma certa qualidade de vida, vem um fotógrafo babaca fazer sensacionalismo.
      Muito triste não pensar no sentimento alheio. Lógico que a Beth Faria sabe a idade que tem e tem também problemas de saúde que precisa de tomar sol para manter a formação óssea.
      Ela levantou a bandeira! Temos que proteger o idoso das críticas sociais. Eles precisam do nosso carinho e apoio!
      Beijus,

      Eliminar
  22. Ter sonhos e desejos fazem parte de qualquer idade. Mudanças queiramos ou não acontecem de minuto a minuto, mesmo que não percebamos. O mundo gira e a vida segue seu rumo.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Norma!
      Quem critica a idade madura, não entende que o ciclo da vida não exclui ninguém!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  23. Eu vi alguma coisa sobre Beth Farias na internet, mas confesso que nem li o que era.
    Luma você me fez algumas perguntas no blog, que eu nem sei responder, sobre feed feed burner... antes de viajar eu deletei algumas coisas sem saber direito, pois tinha foto minha de 2007, que eu acho que fiz esse tal de feed, era com uma bolsa. Mas eu não queria que aparecesse mais essa foto automaticamente, eu descobri isso por mero acaso...aí deletei várias coisas.
    Será que foi isso?
    Bom mas de qualquer forma, eu não sei resolver isso...e tenho pensado em dar um tempo da blogosfera, preciso focar em outra coisa neste momento.
    Bom final de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Roseane!
      Não tinha lido também! Foi uma amiga que chegou contando e daí tive curiosidade para procurar pela notícia. Achei muito desrespeitoso o que fizeram com a atriz.
      Feed não tem nada a ver com imagem. É um mecanismo que ajuda os seus leitores a acompanhar a atualização do seu blogue, através de outras ferramentas que fornecem a sua postagem sem que precise acessar o seu blogue diretamente.
      Tudo bem! Quando você se resolver, avisa para que possa ajudá-la!
      Beijus,

      Eliminar
  24. CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo convite e por seguir-me!
      Seja bem-vindo!!
      Logo mais vou-lhe fazer uma visita!

      Eliminar
  25. Sou "mignon", nunca fui de viver noitadas, "complicada e perfeitinha" e sempre pareci ter menos idade. Hoje, com 41 as pessoas me perguntas se minha família não errou no registro, já que não aparento mais que 30 ou 33. Meus cabelos brancos não são escassos e a penca de mulheres que me perguntam qdo vou pintá-los é absurda! Antes de fazer 40 ouvia que a vida começa aos 40. A minha, não! Fui dormir com 39 pronta pra receber os 40 e acordei com dores na lombar. O corpo! Pilates nele e dança do ventre em mim. Eu não acredito que a gente morra de verdade, acho que mudamos de corpo, então cuido bem desse daqui, já que não sei qto tempo passarei nele, mas tenho certo que se ele consegue se mover tão bem é pq Deus queria que eu desse uma boa utilidade a ele. Uma coisa é certa: agora estou na idade certa e isso é muito estranho., Sempre me senti mais velha e somente aos 40 me sinto à vontade. Então...será que a vida começa mesmo aos 40?
    Bjão na bochecha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Patrícia!!
      O envelhecer fisicamente se agrava com a vida desregrada e doenças. Tem muita gente com qualidade de vida que envelhece rápido, mas isso é culpa da genética.
      Ainda não pinto os cabelos também, mas sempre vou dar um trato na juba! Percebo como as mulheres são inseguras quanto ao cabelo branco, mas vi na internet um movimento que está ganhando força que apoia as mulheres a assumirem os fios brancos.
      Não sei se a vida começa aos 40, mas acho que nessa idade, passamos a encarar as nossas limitações, fragilidade e valorizar as nossas qualidades sem que precisemos agradar o sexo oposto, pois o nosso sexo se estabelece. Isso daria um post! :)
      Beijus,

      Eliminar

  26. Olá Luma.
    Seu texto é completo, por isso compartilhei lá no meu face, para que meus amidos possam ler também.
    Beijos
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Lulú!!
      Procurei lá e não encontrei!!
      Beijus,

      Eliminar
  27. Luma,
    sinto que usando trilhas paralelas,refletimos sobre tópicos próximos:posturas de hoje, aprendizados de ontem. Cabe agora selecionarmos o que aproveitaremos para seguirmos mais comprometidos com o tempo vivido e o por viver:como depurar isto?
    Creio que, aliando os conhecimentos transformadores aos motivadores;criança nova/idade velha.O que importa é uma avaliação atenta para o que somos e o que queremos ser.

    Esta conversa foi pra lá de boa:)
    Bom fim de semana.
    Bjos,
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Calu!!
      Percebi quando li o seu texto!
      Leva um pouco de tempo para compreendermos à nós mesmos para sabermos quais nossas escolhas. Enquanto isso, vamos errando, acertando aqui e ali... avaliando aquilo que queremos ser e para onde devemos seguir!!
      Beijus,

      Eliminar
  28. Luma
    Um texto profundo reflexivo.
    Eu estou no rol dos caretas, conforme já ouvi comentários de alguns . E me sinto muito bem assim. Desde pequena nunca fui questionada se era jovem ou velha para isso, aquilo, etc. Sou de uma família simples do interior e desde cedo meus pais impuseram responsabilidades de adulto . Quero ser como a Bete Faria disse do jeito dela sem os "tem quês" ficar bem velhinha e focada agora no meu lado poético observando e contemplando a natureza.

    Um lindo final de semana para você.
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Elisa!!
      Já fiz um texto aqui no blogue dizendo como sou uma pessoa arcaica. Sou moderna, mas não tanto assim... rs. Viver seria bastante simples, se cada um cuidasse da própria vida! Mas os paparazzi não sossegam, até que façam algum estrago!
      Beijus,

      Eliminar
  29. Oi Luma, já estava com saudade de suas postagens!!
    Hoje eu vejo o quanto amadureci e o quanto ainda tenho que aprender... A vida realmente não tem tempo certo, para cada idade existe uma ideia de mundo, um objetivo e um comportamento diferente.
    beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Daiana!!
      Seja bem-vinda novamente!!
      O tempo de cada um é diferente e isso é preciso respeitar! Ele vem de encontro as nossas necessidades e o que a vida nos cobra!
      Beijus,

      Eliminar
  30. Eu costumo dizer que se uma pessoa diz ser a mesma de vinte anos atrás, ela não viveu. Mudanças são um processo natural.
    Abençoada, sua dúvida em meu blog achei muito importante e como sei que é a mesma de muitos respondi com uma postagem. Espero que te esclareça e ajude. De uma olhada lá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perfeito, Sérgio!!
      Agradeço imenso você ter sanado a minha dúvida, era algo que realmente me incomodava e vi que estava interpretando errado o que havia lido na bíblia.
      Obrigada!!
      Beijus,

      Eliminar
  31. Adorei o texto. Alias prefiro quando a argumentação é toda sua do que quando tem muitas referencias. Leio melhor. Então , é o tal prazo de validade que detesto com todas as forças. Achei essa coisa da Beth Faria, de uma certa forma muito boa: ela sempre foi de apontar o dedo na ferida. E no Rio de Janeiro tem muita mulher muito velha de biquini, e nada bonita, mas fingindo que tem 30. É aquele horror mesmo de envelhecer-e morrer- que faz com que a auto imagem sofra corretivos quem os melhores filmes de esfeitos especiais seriam incapazes. A ilusao de si. Assim achei o máximo ela dizer: velha ou nova posso vir a praia de biquini quanto eu quiser. E os outros que calem a boca. Por que essa ja decidiu que quem manda na vida dela é ela e não a opiniao dos outros. Essas outras questoes que voce apontou sao muito boas: cedo demais para isso, ou velho demais para aquilo. Essas convenções sao um bocado esquisitas. Ha tempos atras li um livro de uma moça, "Com Licença eu vou a luta". Ela tinha quinze anos e resolveu sair de casa e se casar com um ex padre. Estava tudo certinho , direitinho, mas sua familia fez um escandalo enorme. Julieta tinha 15... Homens iam para guerra com 13... Ou seja isso tudo é convenção de cada epoca. Que tenhamos entao um bom dialogo com nossos filhos e possamos minimamente sermos bons exemplos, por que isso vai definir bastante a autenticidade deles. E vamos que vamos. Bjos e bom domingo!!! ( ah adorei voce dançando com sua mãe, deve ter sido um dia mesmo inesquecivel. Foi ne. Taí)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Camille!
      Quando o assunto é mais complexo costumo fazer referência a algum autor ou pesquisador conhecido, para que as pessoas que aqui chegam sem que me conheçam, pensem que falo pelos cotovelos. Os links é para dar respaldo, apenas. Não precisa acessar os links, se não precisar. Já aconteceu de surgirem dúvidas mesmo com as referências, mas faz parte!
      Quanto a Beth Faria, fiquei estarrecida com o foco das reportagens, pois bem poderiam ressaltar a disposição e saúde da atriz que se recupera de uma queda onde quebrou a bacia, onde precisou de bengala por um bom tempo, até se recuperar. Agora isso? Falar do físico como intuito: Ela não é mais gostosa!! A nossa sociedade é bem fútil e somos educadores de nossos filhos, temos que também nos policiar para não cair nessa teia de coisas inúteis para a nossa vida.
      Teve uma época que achavam que os bebês fossem iguais a adultos, nasciam prontos e só precisavam crescer! Assim pensa os pedófilos. Sorte que a nossa sociedade evoluiu e percebeu que existe a idade do crescimento e do amadurecimento, em separado. Não acho que um jovem de 13 anos esteja pronto para a guerra. Ele vai para a guerra para brincar, isso sim! Ainda bem que não temos mais guerras e não é mais preciso sacrificar os jovens. Minha avó se casou com 13 anos porque estava prometida e meus bisavós morreram, mas morava com os pais dos noivos e as núpcias só aconteceram depois que ela completou os 15 anos.
      Acho que toda filha que se preze fez festa com sua mãe!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  32. Ps: o que é um toco?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Camille perguntando isso me fez sentir uma velha por saber rs

      Eliminar
    2. Hahahaha, isso não é velho!
      O Adão Braga explicou logo abaixo!
      Beijus,

      Eliminar
  33. Olá Luma! Quando jovem, eu tive algumas ofertas de drogas. De muitos tipos, pelo menos uma oferta, e no entanto, todas recusei com frases do tipo: "Não! eu não uso drogas". "Obrigado! Eu não fumo", "Eu não uso isto!", e por trás de cada negativa, havia de fato, a orientação de meus pais, quanto aos malefícios das drogas, e a catástrofe que era ser dependente.

    Em minha opinião, não é necessário cair na desgraça para saber o quanto se autodestrói usando tais coisas. Evidente que ao contrário de minha pessoa e personalidade, outras, muitas outras, acreditam que sim! Que elas podem usar drogas.

    Atualmente, eu uso apenas, e moderadamente, criteriosamente, poucas doses, muito bem controlada, de álcool. E a controlo, não apenas por que tenho controle, domínio de mim ... mas, em especial, pela qualidade de vida, o modelo de vida que o diabetes me impões, desde o ano de 2010.

    No mais, resumo o texto nesta frase contida no texto: "A lição aqui é pura e simples. Você nunca é velho demais ou muito jovem, para usufruir daquilo que vale a pena. A regra fundamental da vida é vivê-la direito."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Adão!
      Ninguém é obrigado a fazer nada, mas as desculpas que os jovens usam para suas justifivas são inúmeras. Aos pais cabe instruir, alertando para os perigos.
      É verdade que não precisamos cair na desgraça, apenas observar as experiências de quem passou por aquilo que estamos interessados em viver.
      Adão, cuide bem da sua diabetes. Fazer exercícios, comer o que é certo para controlar sua glicose.
      Beijus,

      Eliminar
  34. Camille, dá um toco, com a devida permissão de Luma, é, uma expressão do tipo: "dá um fora", "dar um bolo", "abandonar", "deixar de lado", coisas do gênero. Exemplo: "Que toco você levou da menina, hein?" ou: "Eu cheguei junto, mas, ela me deu um toco"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo, Adão!
      Obrigada pela explicação!!
      + Beijus,

      Eliminar
  35. Oi Luma! Vir ler aqui é encontrar assunto fora de série para uma boa reflexão do verdadeiro mundo dos sentidos. E falta tanta originalidade nas pessoas hoje que, por vezes, não sabem estar à vontade consigo mesmas. Beijo e ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Renata!!
      Que bom que gostou!!
      As pessoas estão tão preocupadas em serem aceitas pelos outros que se esquecem que devem agradar a si mesmas, principalmente não indo contra sua essência.
      Beijus,

      Eliminar
  36. Oi Luma
    Um título muito sugestivo- o que precisamos muito é mesmo dar um 'toco nessa mediocridade' rs tão comum por todo lado.
    Haja visto a repercussão da artista de biquini na praia_ essa patrulha sobre o corpo perfeito que nada mais é do que sinal de cabeça vazia do desrespeito e da falta do que falar .rs
    beijos Luma bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo, Lis!
      Cabeça vazia, só se contenta com a embalagem. Nada mais!!
      Beijus,

      Eliminar
  37. Muito bom seu texto!

    Adorei, faz a gente pensar em muita coisa... só uma coisa eu te falo, eu tenho saudade da minha infância... Mas também adoro a minha vida adulta!!!!

    Beijinhos da Betta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Roberta!
      Assim deve ser. A infância boa ou qualquer fase da vida que passou, serve agora apenas para a saudade!!
      Beijus,

      Eliminar
  38. Excelente texto. E eu tenho certeza que o garoto refletiu e nunca mais se esqueceu do que vc disse. Não sei se parou, mas que não esqueceu é fato. Aliás, tudo o que vc escreveu é bastante pertinente e muitas vezes não pensamos. E sempre mudamos, por mais que não percebamos. Bjsss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sérgio!
      Não sei o "grau" que o garoto estava, mas deu para perceber que ele escutou bem. Se refletiu, não sei!
      Todos os dias acordamos diferentes, não é mesmo? Quem diz que é a mesma pessoa desde sempre, não evoluiu!!
      Beijus,

      Eliminar
  39. Maravilha! Muita gente querendo nos dar lição de como fazer ou acontecer ......... penso igual a eterna Beth Faria: me deixem em paz. A vida é minha, pô!
    Um lindo domingo para você.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Jô!!
      Nascemos e morremos sozinhos! De vez em quando aparecem os bisbilhoteiros que ao invés de construir, só querem destruir!
      Fiquei penalizada com a Beth Faria. O que pensou quando estava sozinha em sua casa? Que mundo inútil!
      Beijus,

      Eliminar
  40. Viver até que é fácil, o difícil é crescer.

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo, Allan!!
      Beijus,

      Eliminar
  41. Comecei a trabalhar aos 11 anos para ajudar meus pais com as despesas de uma mãe doente e os dois irmãos mais pequenos. Nunca fui a uma discoteca, no meu tempo chamava-se de "boite". Sou de outros tempos. Tive o primeiro bikini depois de casada, oferta do marido e uma boa reprimenda dos pais, que se negaram a ir à praia conosco. Cedo porém deixei de o usar. Fiz uma cirurgia à barriga que não correu muito bem ficou uma cicatriz horrível e passei a usar fato de banho. Não me preocupo muito com o que as pessoas dizem do que visto, mas não sou capaz de vestir uma coisa na qual não me sinta confortável.
    Um abraço e um Santo Domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Elvira!
      Teve grande responsabilidade desde cedo e isso também faz amadurecer mais cedo, assim como se posicionar melhor diante de suas escolhas. Sabe que a admiro!!
      Beijus,

      Eliminar
  42. Olá Luma
    As vezes a velhice me assusta não pelo fato de tudo despencar e sim pelas limitações que vão aparecendo, por exemplo hoje já não subo em arvores mais...rsrsr
    Realmente as pessoas não enxergam o que realmente é lindo, deveriam ficar felizes em ver que a Beth Faria está bem depois de tudo que passou, como se o mundo fosse apenas aparência e o interior como que fica? Se esconder por não ter mais o corpo perfeito? Há!!! Dá um tempo estas pessoas feias de espíritos.
    Voltando ao começo de seu post, todos passamos por isso no crescimento, sei o quanto limito minha filha dizendo exatamente o que escreveste, "você é muito nova para isso ou muito velha para aquilo" no meu caso é mais forte do que eu, super proteção, devemos cuidar com este poder de mãe, aos poucos vou facilitando a vidinha dela.
    Antes de palavras precisamos de bons exemplos, acho que para falar algo devemos de mostrar mais e assim procuro ser as minhas filhotas. Até já ouvi dizerem que elas se parecem muito comigo, no modo de falar e agir. Gosto do que vejo em meu espelho e me sinto orgulhosa por minhas escolhas e atitudes, errar? Com certeza errei muito e muito, mas não seria a pessoa que sou sem meus erros, pois foram muito importantes e uteis, pois sempre os reverti para meu crescimento pessoal.
    Espero não ter saído do contexto e torço para que aquele menino tenha te ouvido, parabéns pela atitude de ser forte e direta.
    Agradeço muito sua visita e te desejo um lindo domingo e inicio de semana. Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Verinha!
      Por causa das limitações físicas que surgem é que devemos prolongar os anos de atividade física, para não parar e tudo enferrujar!
      Também me compadeci da Beth Faria e por isso a minha indignação!
      Criar filhos da maneira que achamos certo é bastante complicado. Eles querem asas e tendemos a segurá-los no ninho! Acho que devemos pensar quando eles não mais nos tiverem por perto... Tenho certeza que lhes dá o maior amor do mundo e elas sabem disso, ou se não sabem, um dia se lembraram. Dizem que os filhos se lembram de nós quando têm seus próprios filhos :)
      Beijus,

      Eliminar
  43. Foi um passeio pelo túnel do tempo a leitura desse seu texto hoje! E adorei claro. E me vi retrucando uma afirmação sua: "A regra fundamental da vida é vivê-la direito." Sinto diferente...a regra fundamental da vida para mim é vivê-la sem regras, livre e feliz. Apreciando a viagem....
    Já te disse uma vez Luma que sou sua fã.... e, hoje, também li todos os comentários. Gostei... também.
    Sejamos felizes!
    Beijão.
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Astrid!
      Acho que não me expliquei direito. Viver direito não quer dizer seguir regras, mas de forma a não trazer prejuízo para a nossa essência.
      Você é muito querida!! Obrigada por estar presente em minha vida!!
      Beijus,

      Eliminar
  44. Oi Luma!
    Obrigada pelo carinho!! Adorei seus comentários :)
    E concordo contigo, não existe idade para ser jovem, sempre faço e sigo meus instintos independente da minha idade. Felicidade e prazer não tem regras
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Marluce!!
      E eu não sei? Aprendeu uma arte depois de crescida que eu tenho verdadeira admiração. Acho que já lhe falei sobre isso! :)
      Beijus,

      Eliminar
  45. Luma,excelente seu texto e a idade é mesmo um detalhe. Penso que a alma não envelhece e me sinto em eterna adolescencia,mesmo com as rugas a mais!Adorei sua postagem!bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Anne!!
      O ser humano é aquilo que ele pensa! Tem quem fique o dia todo olhando para o espelho e procurando por sinais... uma grande besteira!! As rugas são marcas da idade e é melhor aceitá-las para viver bem!!
      Beijus,

      Eliminar
  46. É isso aí Luma!Acho que a vida tem que ser vivida plenamente,temos que sonhar e ter coragem pra realizar estes sonhos,a idade pouco importa,o importante é seguir o coração e não deixar que os outros decidam por nós,claro,conselhos são sempre bons,mas a decisão final é nossa.Beijão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ane!
      Escreveu algo que acho bastante importante: Não devemos deixar que os outros decidam por nós! Eu tenho uma amiga que era muito feliz enquanto o marido estava do seu lado. Ele lhe fazia todas as vontades. Depois que ele faleceu e o filho tomou conta da sua vida, ela começou a murchar. Atualmente é um projeto de pessoa.
      Beijus,

      Eliminar
  47. Devemos viver cada etapa de nossa vida, pois tem coisas que não combinam mais coma idade....
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não combinar com a idade depende de quem porta essa idade. Se a pessoa tem a capacidade de discernir o certo do errado para ela, está tudo bem!!
      Beijus,

      Eliminar
  48. Lumita, é isso aí, tamo juntas nestas posições e com Beth Faria apoiando.
    Acho que muitos de nós já dançou assim como você e sua mãe, é tão bom!
    Cada vez mais estamos abrindo as mentes para o que nos faz feliz,pois tudo na vida é melhor quando não baseamos nossas atitudes no que os outros vão pensar e sim naquilo que nos realiza. Beth Faria está melhor agora do que quando era jovem, tenho gostado do que ela diz nas entrevistas, vi inclusive uma que ela deu à Marília Gabriela e pareceu-me uma pessoa bastante lúcida e bem resolvida com a vida.
    um beijão carioca e boa semaninha!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Beth!!
      Apoiamos aquilo que talvez um dia possa acontecer com nós. Precisamos mudar o rumo dessa história. As mulheres são ou não são independentes. Quero ver se o Fagundes na praia, tem a mesma repercussão!
      Assisti a entrevista dela no Marília Gabriela e gostei bastante. Muitas histórias sobre a vida dela que ela expôs, mas sempre soube que ela era gente boa. Me lembrei agora da filha dela que também era atriz. Por onde anda?
      Beijus,

      Eliminar
  49. Texto inteligente e eivado de sabedoria, Luma. Um elixir contra o conformismo que muitas vezes se estabelece em nosso íntimo com a chegada da idade madura. Uma lição para guardar no coração e no intelecto: "nunca se é velho ou jovem demais para usufruir daquilo que vale a pena". Você não apenas escreve, como igualmente pensa bem. Bravo! Beijo, abraço e uma boa semana pra você.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Jens!!
      Que bom que gostou! E adoro quando me elogia :)
      Boa semana para você também!
      Beijus,

      Eliminar
  50. Oi Luma!
    É por isso que eu inventei minha nova matemática, conto minha idade de maneira lúdica... Eu cheguei onde queria chegar, mas caí e voltei onde não esperava. Confesso que não está sento fácil, mas eu tenho meus olhos sempre voltados para o horizonte, embora o que ficou para trás seja importante e motivo para que eu escreva...
    O seu texto é coerente e correto, não há idade para isso ou aquilo. Há vontade e sonho...
    Um beijo!
    E por falar em tempo, o TP completa 10 anos... Venha para a festa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Claudinha!
      Você é um exemplo de superação!! Admiro-te!
      Há vontade e sonho... isso é poético!
      Vou lá daqui a pouco!!
      Beijus,

      Eliminar
  51. Idade não me assusta, as vezes penso ter menos idade do que na real, minha cabeça ainda não registrou os meus 61.
    Meus pensamentos são livres, ainda consigo olhar para o horizonte!
    lindo texto da sua postagem.
    e vamos ser felizes!
    bjsss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lena!!
      Adoro o seu jeito de pensar!!
      Vamos ser felizes!!
      Beijus,

      Eliminar
  52. Luma, esse post veio em um momento que, como nunca, me ponho a pensar no que eu consegui até agora e o quanto estou satisfeito com meu emprego, e se os últimos cinco anos valeram a pena ou se já deveria ter saído da minha zona de conforto há dois anos atrás, quando já estava assegurada minha estabilidade. É difícil lidar com esse medo de mudanças, mas a consciência do que se perde com isso pode ser um bom combustível para se começar mudar.

    Beijos e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Luciano!!
      Eu compreendo. É como se a cada dia você deixasse a sua decisão para o próximo dia. Talvez ainda não tenha encontrado as condições ideais de mudanças, para enfim concretizá-la. Sonhar é um ensaio para a realização. Planeje!!
      Boa semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  53. Parece que este texto foi escrito para mim e me emocionou demais! Estava vivenciando este conflito do "sou velha demais pra isso" mas, refletindo melhor, o que vale é fazermos coisas para nos sentirmos bem, e não pra provar para os outros o quanto somos maduros!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Fernanda!!
      É essa a mensagem e espero que você crie forças para fazer aquilo que está planejando. Estou na torcida!!
      Beijus,

      Eliminar
  54. Oi Luma otimo texto, a cada frase fui refletindo e entrando em vários mundos e momentos...passando para te desejar uma belíssima semana.
    Um abraço carinhoso

    Paty Alves
    Ágape Amor Verdadeiro
    Patyiva
    Vou Conseguir

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Rosa!!
      Uma linda semana para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  55. Oi Luma, nem sempre as pessoas estão abertas às mudanças, já ouvi mt a frase "eu nasci assim e vou morrer assim", é a síndrome de "Gabriela", rs. Mas a experiência de passar por uma transformação, poder enxergar novos horizontes, explorar o desconhecido... é como vc disse: é receber um bombeamento de sangue, é a adrenalina que nos faz acordar de alguma forma... é viver! =)
    Bjs
    www.viveraprendendo.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sileni!
      kkkkkkk você me fez rir! Eu não sabia dessa síndrome! Conheço pelo menos umas 3 pessoas que são portadoras dela!!
      Tenho a impressão que essa transformação acontece cedo ou tarde e mesmo que a pessoa não queira, a própria vida se encarrega de fazer a mudança.
      Beijus,

      Eliminar
  56. Acho engraçado. Quando a gente é criança, o que mais deseja é se tornar adulto para conquistar a liberdade. Depois quando a gente já é adulto, reclama que os anos estão passando e dá aquele saudosimo da época em que éramos crianças.
    Big Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lulu!
      A vida nem sempre foi complicada e também nunca foi tão fácil de ser compreendida! :) Big beijus,

      Eliminar
  57. É aquela história da idade mental x idade cronológica, né!
    Deixar de sonhar e de fazer as coisas que e dá prazer é envelhecer, independente se a pessoa tem 20, 50 ou 80 anos, né!
    Espero que o garoto do baseado tenha tido um "click" e se tocado mesmo.
    Espero que a atriz famosa nunca deixe de fazer o que gosta.
    Espero que a sociedade pare de ditar regras pra tudo e dê mais atenção ao que realmente importa.
    Amei o texto, pra variar! rs
    Bjns
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Cici!!
      É isso mesmo! Acho que o cérebro não caminha junto com as transformações externas. Ter vários anos de vida, nem sempre é o mesmo que estar velho. Que todos os seus desejos sejam atendidos!! :) Beijus,

      Eliminar
  58. Oi Luma

    A ditadura da juventude é uma das coisas mais estúpidas dentre as inúmeras estupidezes humanas.

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Van!!
      Que delícia te ver por aqui!
      Estava com saudades!!
      O ser humano adora ditar regras e cuidar da vida alheia, mas nem sempre ele mesmo acata suas regras ou cuida da própria vida!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  59. Parabens,LUMA. Quantas verdades num texto só.Vontade de imprimir e mandar enquadrar. Mensagem que a gente tem que ler,e ler,e ler sempre.Pra ver se entra na mente,rsss
    Beijos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, DO!
      Eu tenho certeza que na sua mente entrou e que você assimilou, mas se quer imprimir e entregar para alguém que sente precisa dar uma guinada na vida, fique à vontade!!
      Beijus,

      Eliminar
  60. Olá,querida Luma
    Estou plenamente de acordo consigo: fora com a mediocridade.Cada um tem potenciais que nem imagina e,não pode deixar que os anos que tem sejam um estorvo.Eu sigo o exemplo dos meus pais:nunca parar.O mau pai diz que parar é morrer.Vai-se fazendo mais devagar,mas...faz-se.E devemos fazer cada vez melhor.Claro que há o livre arbítrio e,quem não aprendeu a distinguir o bem do mal vai ter dificuldades;O que não podemos é perder a esperança.Quando uma porta se nos fecha,diz-se em Portugal,abre-se logo uma janela. É difícil aceitar certas mudanças,eu sei,mas devemos ter espírito combativo.
    Muito obrigada por partilhar esse seu texto.Gosto imenso do que publica,dos assuntos que foca...sou sua fã.
    Bom fim de semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo delicioso comentário, Beatriz!!
      Vamos seguindo o curso da nossa história, tentando escrevê-la da melhor forma possível, com erros e acertos, aprendendo sempre e nunca perdendo a esperança!
      Também sou sua fã!!
      Beijus,

      Eliminar
  61. Nem sempre ousamos mudar ou (quase) sempre se receia a ousadia de mudar... Poe vezes as circunstâncias escondem-nos mais que uma burka...

    Contudo, subscrevo o conteúdo da tua postagem.

    Bjo, Luma :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Odete!!
      Bem sabemos de todos os obstáculos que crescem, tornando-se barreiras para seguirmos na vida que bem queremos. O que desejamos nem sempre possível, nem sempre por nós, mas porque vivemos também em comunhão com as pessoas que amamos.
      Beijus,

      Eliminar
  62. Reflexivo, e é asiim mesmo que é!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Valquíria!!
      Seja bem-vinda!!
      Espero que tenha gostado!
      Beijus,

      Eliminar
  63. "O sucesso chega com uma tonelada de tijolos. Nós todos sabemos disso. Nós todos também experimentamos decepções que nos atingem como uma bala nas costas. Mas tudo serve para dar algum sentido ao que estamos fazendo. Se vamos para o fundo do poço, ou se estamos andando em nuvens, o mundo continuará a se mover do mesmo modo, o tempo continua a passar e continuamos a adquirir, pelo menos idade. (...) Há muita desculpa para se contentar com a mediocridade. (...)"

    Perfeito :)... lindo texto. Muitas vezes nos esquivamos e nos escondemos no que buscamos, esquecendo que o que mais importa é como caminhamos e o que há no caminho, já que o destino, no fim das contas, é um só! Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tony!
      Algumas pessoas passam pela vida como se estivessem vivendo apenas para esperar a morte. Acho que devemos tentar escrever uma boa história, pelo menos para nós. A busca pela paz interior é longa e não vem com fogos de artifício.
      Beijus,

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor