Liberdade de expressão. Por quê tu falas ou calas?

"Quem observa o faz de um certo ponto de vista, o que não situa o observador em erro. O erro na verdade não é ter um certo ponto de vista, mas absolutizá-lo e desconhecer que, mesmo do acerto, de seu ponto de vista é possível que a razão ética nem sempre esteja com ele" (Paulo Freire em "Pedagogia da Autonomia", pág. 14)

Citei Paulo Freire por duas razões. A primeira porque suas palavras são certeiras para serem lançadas contra a intolerância da direita e também podem ser usadas contra o autoritarismo de esquerda.

O processo de construção conceitual do Brasil tem sido fruto de mentes doentiamente intolerantes e autoritárias. Isto é fruto direto da história colonial. Não há uma história da invasão sob o ponto de vista indígena. O colonizador dizimou os índios considerados hostis e nunca permitiu aos amistosos colocar no papel sua maneira de encarar as relações com os colonos. Pela mesma razão inexiste história da escravidão sob o ponto de vista dos negros. Apesar de aprenderem a língua portuguesa os escravos não tinham direito de aprender a escrever e os que aprenderam só conseguiram deixar registros favoráveis aos senhores de engenho.

Traços indeléveis desta característica perduram na cultura brasileira. Ainda existem grupos que se acreditam com o sagrado direito de serem os únicos a definir o que é bom e o que não é adequado ao Brasil. Censurar aqueles que são considerados incômodos parece ser a única missão destes neo-senhores-de-engenho.

Muito embora a liberdade de expressão seja conferida a todos os brasileiros pela Constituição Federal de 1988, Declaração Universal dos Direitos do Homem e Convenção Interamericana de Direitos Humanos; eles procedem como se as pessoas fossem indignas de lutar por aquilo que por direito é seu. Direito como contribuinte, direito como cidadão brasileiro, direito por ser gente!

Quando vivíamos na ditadura, os censores ditavam a política oficial e reprimiam duramente qualquer divergência. Via de regra os jornalões seguiam a cartilha estatal. Aliás, é notório o fato de que alguns donos de jornais, rádios e TVs gostavam de adular os milicos e até ganhavam bem para lustrar suas botas.

Mas os tempos mudaram. A democracia se tornou uma realidade e a Internet colocou a liberdade de expressão ao alcance de todos. Em razão disto a censura se refinou. Se não podem censurar publicamente, o fazem distorcendo os fatos.

Mesmo proibida a maldita censura ainda existe. Mas passou a ser exercida de maneiras indiretas. Uma delas é a baseada na "autoridade do discurso", onde a credibilidade de um meio de comunicação seria maior do que a dos outros. A outra é o "discurso da autoridade", onde a utilização do Poder Judiciário como ferramenta de coerção ideológica se tornou uma triste realidade - a proibição judicial de biografias é exemplo claro disto.

Do ponto de vista ético, o autoelogio não é uma virtude, mas um erro (não usei o vocábulo "defeito" ou "vício" por não quero me igualar aos censores). Sendo assim, quem diz que suas informações são melhores que as dos outros, não merece a credibilidade que se auto-atribuiu.

Note-se, ademais, não compete a quem divulga informações julgar a qualidade das mesmas. Cabe a cada um de nós, o direito de julgar por si mesmo o que e como consumir as informações e como elas serão repassadas adiante.

A liberdade de cada pessoa que acessa informações, pensa e as julga, é indiscutível. Não precisamos de interlocutores, nem de censores. Gostem ou não os censores, todos somos seres humanos dotados de racionalidade e liberdade. Ou assim se presumi. Podemos escolher nossas próprias ideologias e não precisamos habitar os currais conceituais que algumas pessoas pretendem construir.

Se a revolução agora começa nas mídias sociais, pouco importa. O que importa é a motivação, do por quê queremos mudar o que se impõe. A utilização do poder de polícia ou da própria "polícia" para intimidar os incômodos é vergonhosa. No meu caso só tem aumentado minha disposição de continuar a escrever e difundir minha produção extra-blogues. Mas mesmo no blogue, onde escrevo sem vínculos profissionais, já fui ameaçada por conteúdos considerados incômodos pela infocensura, para não dizer de um determinado partido político.

Não tenham medo de manifestar suas opiniões. Ninguém pode censurar sua conduta, a não ser o Poder Judiciário. Mas até lá, terá como se defender. Lógico que a calúnia e difamação, não cabem a uma pessoa sensata fazê-las.

Não aceitemos a censura de nossos atos, venha de onde vier. Vamos lutar pela liberdade de expressão, a que vocês também são obrigados a respeitar.

Pensar é um direito conferido pela natureza.
----
Manifestação no metrô de São Paulo - não foi mostrado na TV 

62 comentários :

  1. A Blogosfera de muito já tem mostrando o seu valor, e o quanto tem incomodado aos que ainda preferem o "o povo não tem memória", dai recorrem a censura via mandato judicial para deletaram toda informação que não agrada a alguns políticos.

    Continuemos com essa divulgação!

    Não se esmoreça! Você faz a diferença positiva na Blogosfera!

    Boa Semana!
    Beiijos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lella!!
      O povo tem memória sim! O uso dessa frase foi muito usada no passado, mas atualmente não serve mais. O povo bem sabe o que tem passado! Em nossos genes a história está gravada!!
      Beijus,

      Eliminar
  2. Luma, muito bem colocado sobre a autoridade de discurso, a credibilidade de um único meio de comunicação é mesmo uma censura encoberta.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Ana Paula!
      Na medida tudo vem à tona! Não existe mentira que dure para sempre!
      Beijus,

      Eliminar
  3. As palavras deles são estudadas, pensadas e as nossas, do povo são abertas, gritadas. Os gritos devem continuar, mas na da de depedrações, isso nada adianta e nos compara à eles. beijos,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande verdade, Chica! Eles são calculistas e o povo age com a emoção. Estão assustados com as reações violentas, mas não são todos desenvolvidos mentalmente. Pois saiba os políticos que lidar com a raça humana é também lidar com todas as suas mazelas. Não devemos encurralar um animal pois mais dócil que seja, sentindo o perigo, ele se revolta!
      Beijus,

      Eliminar
  4. Deixa os jovens lutarem por seus direitos assim de muda o país....
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lisette, você sempre fala pouco mas vai ao ponto! Os jovens é colherão todo esse desgoverno, cabe a eles lutarem pelo futuro!!
      Beijus,

      Eliminar
  5. Vamos em busca dos nossos direitos!!!
    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso aí, Priscila!!
      Com coragem e com boas reflexões!!
      Beijus,

      Eliminar
  6. Oi Luma!

    "O erro na verdade não é ter um certo ponto de vista, mas absolutizá-la... "

    Isto ressoa muito comigo.

    Ainda estou lendo e estudando esta situação...
    não quero ainda falar sobre isto.

    Beju grande!

    Luma, te convido a passar no VF, 3 anos hoje ;)

    Grato sempre por sua LUZ!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo convite, Willian!!
      Logo mais estarei lá!
      Beijus,

      Eliminar
  7. Não vejo com bons olhos tais movimentações, embora todos os países
    obedeçam realmente as grandes corporações mundiais. O Brasil deixou de ser colônia de Portugal para ser colônia mundial. A desordem pode levar-nos a uma regressão social e a volta de uma ditadura sem precedentes, já que parece que não aprendemos nada com a anterior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Gilberto!
      Acho que o brasileiro sempre teve fama de pacífico, o que não combinava com as altas taxas de criminalidade. Agora o mundo sabe que não somos "mansos" e num mundo em que não se respeita o que é de bem, talvez isso tenha algum bom resultado.
      O jovem até pode 'brincar' e elogiar a época que os militares estavam no poder. Mas falam da boca para fora, pois não sabem o que realmente aconteceu naquela época. Alias, muitos brasileiros adultos que elogiam a ditadura, não a viveram. Souberam que ela existiu porque algum parente ou amigo esteve envolvido. Do contrário, eles nada sentiram, pois tudo acontecia escondido, nos porões.
      Vamos ver onde iremos chegar!
      Beijus,

      Eliminar
  8. Não apenas aos jovens que é próprio se manifestar. Nas democracias, a manifestação e a expressão é um direito de todos os cidadãos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Adão!
      Tanto é estranho o uso da palavra "jovem" que na "Marcha dos indignados" da Espanha, essa referência foi fortemente repudiada!!
      Beijus,

      Eliminar
  9. A presidenta voltou a falar: segundo ela, os que foram ontem às ruas deram uma mensagem clara, sobretudo aos governantes. “Essa mensagem direta das ruas é por mais cidadania, por melhores escolas, melhores hospitais, postos de saúde, pelo direito a participação. Essa mensagem direta das ruas mostra a exigência de transporte público de qualidade a preço justo. A mensagem direta das ruas é pelo direito de influir nas decisões de todos os governos, do Legislativo e do Judiciário. Essa mensagem direta das ruas é de repúdio à corrupção e ao uso indevido do dinheiro público”, avaliou. Dilma citou um cartaz que viu ontem nas imagens das manifestações onde estava escrito “Desculpe o transtorno, estamos mudando o país” e disse que seu governo está ouvindo as vozes por mudanças e comprometido com a transformação social. “As vozes das ruas querem mais cidadania, mais saúde, mais educação, mais transporte, mais oportunidades. Eu quero aqui garantir que o meu governo também quer mais e que nós vamos conseguir mais para o nosso país e para o nosso povo”.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Jens!
      Acho que você não viu, mas eu postei um link para o pronunciamento da presidenta Dilma. O discurso é politicamente correto, vamos ver a prática dele! Beijus,

      Eliminar
  10. Luma,
    a clareza de teu texto balizado na história colonialista que tivemos e seus ecos ao longo destes séculos de chamada estrutura social, coloca seus leitores diante dos fatos atuais com maior visibilidade e senso analítico para o cenário que se apresenta.Com certeza, é de uma ajuda eficaz.
    É urgente que o povo questione e desconfie mais das análises prontas, da concentração do poder, seja ele de qualquer natureza, e recomece a fazer valer seus direitos e suas opiniões.

    A história conta as mudanças que ocorreram a partir dos movimentos populares embasados no direito e na justiça.
    Censura não!
    Um abraço,
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Calu!
      Infelizmente os mais interessados deveriam prestar mais atenção em determinados txtos. Em geral, escrevemos e quem se interessa é justamente quem já está esclarecido. Tenho por mim que existem dois grupos de pessoas simplesmente, um grupo que aprende sempre mais e outro que emburrece cada vez mais. É dessa ignorância sepucral que tenho medo, a mesma que faz a alegria de muitos governantes. A manipulação está presente e aí de nós se não prestarmos atenção!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  11. Um bom texto. Hoje a Presidente fez suas declarações e afirma que, como povo, deseja saúde, educação, melhores condições de vida para os brasileiros.
    Vamos a luta, sem censuras.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mesmo discurso de sempre! As vezes penso que ela pensa que está em um palanque. Beijus,

      Eliminar
  12. Olá, Luma.
    Parabéns pelo excelente texto; creio que o momento atual do país mostra o quanto nós brasileiros estamos cheios de um governo que só atua em defesa própria e faz o que bem entende com uma fortuna que é arrecadada em impostos e que deveria ser bem usada, mas acaba desperdiçada em obras inúteis ou em algum paraíso fiscal.
    O povo tem todo o direito de se indignar e falar o que pensa, se nossos governantes não estão dispostos a ouvir, azar o deles.
    Abraço, Luma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Jacques!
      Perfeito! Estamos com saco cheio de briguinhas das comadres partidárias. Se são políticos, precisam de vocação para isso e a primeira característica a portarem, deveria ser o patriotismo!
      Beijus,

      Eliminar
  13. Luma, excelente texto. Daqui eu fico me perguntando onde estavam essa gente toda nos últimos anos de mensalão e afins, mas é bom saber que ainda existe um sentimento de que se pode mudar por parte de muitas pessoas - mesmo que se desvirtue o movimento politicamente, em alguns casos.

    A presidente até falou, mas, como sempre, não claramente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      Essa gente estava observando e criticando, mas os políticos não se tocavam, não estavam nem aí para a insatisfação do povo! Mas tem uma hora que a coisa não é mais aceita e o consenso popular fala mais alto. Não podemos brincar com as desgraças do povo!
      A nossa presidenta é uma besta do pt. Ela sozinha poderia brilhar mais!
      Beijus,

      Eliminar
  14. Perfeito e muito esclarecedor.
    Queremos sempre a liberdade e o direito natural da liberdade de expressão.
    Queremos um país livre e isento de desmandos.
    Boa Luma.
    Um abração.
    Bjo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toninho,
      É isso mesmo!!
      Queremos liberdade, a começar por ir e vir!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  15. Tenho um pouco de receio de até onde isso vai, porque as pessoas que recebem as benesses do governo não estão engajadas, estão "nem aí" para os acontecimentos. Só o que querem é continuar recebendo suas bolsas no fim do mês. Ainda estamos engatinhando e precisamos acreditar que este é o caminho.
    Concordo com você que cada um tem que ter sua opinião e externá-la, apenas não vou fazê-lo pelo Facebook.
    Sou crente e por isso não vou perder esse bonde da história. Vai dar certo!
    Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lúcia!
      Dos que mamam a 10 anos no governo, nem meio por cento estavam nos protestos. Eles protestam contra o que o povo está fazendo. Não acha estranho todos os políticos estarem à favor dos protestos? Começa por aí, sem discussao eles imaginam que não irão alimentar os protestos, mas as pessoas estão fartas! Principalmente aquelas que todos os dias saem de madrugada para trabalhar, pegar condução por mais de duas horas para chegar no trabalho e no retorno para casa, chegam tarde da noite porque o transito caótico e as acomodações de gado os fazem ficar como trapos humanos para o outro dia. Ainda bem que ainda tem energia para protestar!
      Também estou com esperanças!
      Beijus,

      Eliminar
  16. A internet realmente se tornou uma grande ferramenta nestes eventos, fez com que a mídia mudasse de lado e uniu "inimigos" em prol de um bem em comum.
    Obs.: também sou cristão e tenho a convicção de que quando os cristãos nada fazem a não ser "orar", permitem que este mal se multiplique. Temos obrigações sociais até porque elegemos "cristão" que se lambuzam na imundicie política, estes que no nosso meio oraram, pregaram a palavra e até fizeram do altar um palanque. Precisamos dizer a estes que basta! Nossos pastores que pedem voto para estes tem a obrigação de se manifestar a respeito, principalmente os que tem programas na mídia.
    Jesus não é bobo e nem seu povo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sérgio!
      Que alento o seu comentário. Acho que quem é verdadeiramente cristão, teme à Deus e respeita os princípios repassados por Cristo. Esses que se aliam ao mal, servem ao mal.
      Bom fim de semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  17. É um ponto curioso, noves fora a responsabilidade da Tia Dilma, se a liberdade de expressão contempla nosso desejo de nada declarar, não trocamos de lado ao "pressioná-la"? Bom, ouvi e li a declaração dela antes do post, mas sabia que era questão de tempo. Ela, assim como os governantes de SP, deram declarações genéricas. Dá até pra copiar o texto e guardar: serão repetidos nas campanhas e discursos do ano que vem. No mais, vejo que quem está só no ativismo do sofá tem ocupado-se muito mais com a opinião alheia, questioná-la ou regulá-la (ou como sugere o termo da vez, ser sommelier de protesto), ao invés de utilizá-las como base para formular a sua e ir pra rua. Aí o status quo permanece o mesmo. Ai os jovens racionarios de hoje serão os pais omissos de amanha, não por coincidencia, o mesmo ciclo geracional que fazemos parte. O mundo gira redondo mesmo, só a cultura é que muda / evolui pouco...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tony!
      Lógico que não! Contratamos ela para falar por nós e ela tem por obrigação nos dar satisfação. Nós, não! Não somos empregados ou capachos dela, apesar dela e os políticos acharem que ainda estamos na idade média. Ela tem que justificar o voto que demos à ela. Eu não! Eu nunca dei nada para o pt, mas estou no saco pois a maioria cometeu esse deslize. A vantagem de tudo o que está acontecendo é que o brasileiro passou a discutir política.
      Tony, não compartilho da sua desesperança. Acho que os brasileiros do começo do mês para cá, mudou bastante. Esses acontecimentos serviram para dar uma chocoalhada em quem está acomodado no sofá. Quem tem um mínimo de politização fica com a consciencia pesada por não estar partipando dos protestos. O que trava é o medo da violência, mas isso tende a diminir e não terá mais justificativa. TEnho visto famílias inteiras na rua! Até isso serve como elo de união. Pelo menos essas famílias terão um bom assunto quando se sentarem à mesa.
      Beijus,

      Eliminar
  18. Oi Luma! Tomara o exercício da cidadania fosse exercido também nas urnas. Isso sim, resolveria o problema. Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Renata, tomara que na próxima eleição, as pessoas dêem a sua resposta e que os políticos sintam no voto a insatisfação popular. Mas para isso precisamos tirar os velhacos do poder.
      Beijus,

      Eliminar
  19. Olá Luma
    Parabéns pelo post como sempre muito bem escrito que nos leva a refletir sobre tudo que esta acontecendo. Esta semana esta sendo assustadora, já não ligo a televisão porque só o que a gente vê é destruição, a mídia esta fazendo festa com tudo que esta acontecendo , só rezo para os vandalismos acabem.
    Com certeza isso uma hora iria acontecer, o povo já esta cansado de engolir sapos. Concordo com a Renata esta manifestação tem que resultar nas urnas nas próximas eleições,um voto nulo para mostrar aos políticos quem mantem eles lá e o quanto eles precisam do povo. Infelizmente não mais acredito em uma palavra que estes políticos falam e a Dilma esta deixando a desejar.
    Fica mais fácil dar bolsas para calar a voz de alguns, por aqui o povo não quer mais trabalhar, estamos tendo dificuldade para acharmos trabalhadores, a bolsa pesca e família esta criando uma nova classe.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Verinha!
      Me assustei com o primeiro dia, mas depois percebi que as pessoas de bem não estavam envolvidas nas badernas. Aqueles infiltrados estão sendo comandados pela extrema esquerda que fazem lavagem cerebral nessas pessoas. Eles não valem nada para mim! Mas se o Estado quiser moralizar, prende alguns, daí os outros não se manifestam. Se não prender, eles pensam que podem tudo!
      Hoje o dia está bem calmo se comparado aos outros dias.
      No Brasil, falta gente qualificada e o governo prefere pegar gente de fora do que investir na educação brasileira.
      Beijus,

      Eliminar

  20. Olá Luma..:)
    Achei o Chi´s Sweet Home legendado em Português..:)
    Vou deixar o link para quem quiser assistir, tah?
    01 - Chi Sweet Home- Legendado em Português
    Por enquanto, estou assistindo: Mokke, em Kanji=勿怪=思いがけないこと= Omoi gake nai Koto="unexpected thing"=algo inesperado。不思議なこと=Fushigi na Koto=algo estranho e misterioso, no bom sentido. São 24 episódios..:)
    Para quem quiser assistir, o link é este:
    02 - Mokke Ep.01- audio jap. sub.eng
    Voltarei mais tarde para ler o texto com mais calma, tah :)
    Ótemo e ótima semana!!
    A big Hug and Tchauzinho



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, que fofinho esse gatinho... Me lembrei de um reloginho do Gato Félix que também ficava com os olhinhos acompanhando a "corda" que era dada pelo rabo :)
      Estou assistindo os episódios com a Larika e ela está amando. Aquelas coisas de criança "de novo" :)
      Boa semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  21. Texto muito pertinente. Aliás, esse vídeo dos manifestantes cantando o hino e descendo as escadas rolantes foi emocionante, Luma.

    E é fácil defender a liberdade de expressão quando vc concorda com o que é dito, difícil é defender quando vc discorda. Aliás, essa é a questão. Liberdade dá o direito de todos se posicionarem, concordando ou não. Bjsssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sérgio!
      O problema é que as pessoas não tem se manifestado publicamente as suas vontades e o governo entendeu isso como consentimento. Aliás, a opinião publica mundial também achava que estávamos satisfeitso devido as caras propagandas veiculadas pelo governo petista. Estamos pagando pela nossa irresponsabilidade!
      Beijus,

      Eliminar
  22. Depois que eu soube que ela veio a SP para,junto com o Prefeito da Capital,conversarem com o Lula,para decidirem o que fazer...,acabou o pouco de respeito que eu tinha por ela.
    Bjo,Luma!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem me diga, DO! Parece que ela não pensa! :(

      Eliminar
  23. Passando para deixar uma ótima quinta, me emocionei com esse vídeo!
    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Priscila!!
      Beijus,

      Eliminar
  24. A liberdade de expressão deve sempre ser um direito sagrado, para todos, assim como, saber escolher bem os seus representantes, usando a sua própria consciência.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso aí, Élys!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  25. Minha querida amiga Luma,
    Perdoa-me a demora em visitá-la,
    Mas meu tempo tem sido muito corrido,
    Mas estou tentando equacionar isso.
    Vim mais uma vez visitar esse seu belo
    Espaço do qual muito gosto e
    Admiro. Adoro ler seus textos. Adorei o vídeo.
    Está de parabéns!
    Uma semana maravilhosa para você,
    É o que desejo.
    Beijos de luz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    POETA CIGANO – 20/06/2013
    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Carlos!
      Desculpas aceitas, mas não deveria se preocupar com isso!
      Boa semana para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  26. Todos temos direito á lutar por aquilo que acreditamos, e agora, o Brasil finalmente está tomando consciência disso. Querem criar uma nação alienada, mas muitos estão tomando ciência disso e lutando contra! E que venha a Copa de 2014, quero ver no que isso vai dar!
    bjss Luma, amo seu blog!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Dayse!
      É isso mesmo! O Jovem cansou de ser criticado como um sem rumo, um não faz nada e outras coisas desse tipo. O governo está a destruir os sonhos desses jovens! Têm mesmo que ir para a rua!!
      Ah, você é linda!!
      <3
      Beijus,

      Eliminar
  27. Oi Luma!Que excelente texto,amiga!Não compreendo porque ainda tem gente que censura quem tem opiniões diferentes de si!Isso é debate,nos enriquece e é democracia!Não tinha visto essa turma no metro,está de arrepiar!bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Anne!
      Desconfio de "gente quadrada" :)
      Bonito, não é mesmo?
      Beijus,

      Eliminar
  28. Gostei como sempre e subscrevo.

    Quanto ao manifestarmos sobre o quer que seja, aqui ou fora daque, acho que deve haver um mínimo de educação e por vezes em noticias, blogues etc...começam a comentar e num instante passam a uma "baita de pugilato escrito entre comentadores" que passa as raias do racional e por mais incrível que pareça lá misturam o futebol.

    Tenho acompanhado as manifestações daí, que também já aconteceram e acontecem por cá. O Brasil, oxalá que me engane, pelo gasto excessivo por parte de governantes, corrupção etc. estão a gastar mais do que produzem e não tarda será uma segunda Europa...e a culpa depois é do povo.

    Nunca fiz greves nem nunca me manifestei em grupos e não acredito em nenhum sindicato, excepto em sede própria, ou por aqui ou por escrito ou até olhos-nos-olhos.
    Jamais sou contra quem as faça, porque lutei muito para sair de uma ditadura, e embora agora já numa democracia de direita radicalissima/capitalista, ainda vamos tendo liberdade de expressão e medo? não...não tenho.
    O que sou contra é o estrago/roubo/assalto/vandalismo que "muitos infiltrados" fazem sobre o património do Estado que é de todos e sobretudo sobre lojas de comércio e carros que é o ganha pão de quem trabalha, pondo em causa o direito de manifestar da maioria que é pacífica e ordeira.

    Toda a exigência da FIFA para quem quer ter eventos de futebol,e também no organismo das Olímpiadas, é sempre na onda de "quem dá mais e de uma ostentação dantesca", onde devem existir novos estádios sem proveito dos anteriores. Que lindo, o povo que gosta de futebol ulálá...é bonito...os políticos alinham e aproveitam-se, mas quando vem a factura para pagar as obras faraónicas a culpa caí sempre, mas sempre no povo numa de...gostaste? agora pagas! Tivemos o Euro2004, com o vosso Filipão (que para mim é um gentleman) e os estádios que foram feitos de raiz estão ao abandono e imagina que um deles, feito numa terra - Leiria - foi a leilão público por 1 euro e ninguém lhe pegou.
    Mas a factura dos gastos só acaba em 2018...e se formos ler bem as facturas da água, luz, imposto municipal para tudo e outros impostos veremos que afinal estamos a pagar o que não gastámos...mas a ostentação já referida por mim.

    Com tudo isto concordo com a maioria dos comentadores...devemos saber um pouco mais sobre os bastidores dos políticos que prometem tudo nas campanhas, mas no poleiro são quase todos iguais e é nas urnas que devemos mostrar o desagrado, ou então paralisar um país para que o governo eleito e que dá mostras de ser o que não esperávamos, saia.

    Portugal também está entregue às feras pelas mãos dos inúmeros governos corruptos...e todos os dias aparecem novos casos de corrupção e punições? Pois...a justiça tem rodas quadradas para uns e redondas para quem lhes convém!

    Que a derrapagem dos gastos dos vários eventos não ocorra, porque por isso e outros casos...os cortes caem sempre na Educação, na Saúde e nos apoios sociais...mas mais gritante...nas reformas (aposentadorias) de quem trabalhou 40 anos e fez do Estado o fiel depositário dos seus impostos.

    Adoro o povo brasileiro e a TODOS desejo um futuro melhor e que os ânimos actuais se acalmem para bem de TODOS!

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Fatyly!
      Como sempre você é pontual! Estamos a correr o risco de nos tornar novamente uma nação tomada pela inflação - ela já começou e o custo de vida está alto, bem alto - algo que quem ganha o salário mínimo não sobrevive e famílias inteiras vivendo num sub-mundo de favelas de apenas um comodo. Não é exagero! O que vendem do Brasil lá fora não é real e os gringos que aqui passam um tempo, logo saem falando mal dos brasileiros, por que se sentem explorados.
      A juventude que aqui está vivendo atualmente no Brasil, coloca o futebol lá atrás como sendo de seu interesse, somente aqueles que não tem alternativa ainda curtem o futebol. Que parece à eles, mas ao povo sai caro!
      Obrigada pelos votos, Fatyly! Nós já passamos por uma inflação de 80% e sobrevivemos, mas os tempos eram outros.
      Beijus,

      Eliminar
  29. Olá Luma, ótima postagem. As pessoas tem que protestar sim. tem que saber manisfestar,não podemos mais ficar calados. parabéns.

    http://revendabijuterias.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Lu!
      EStamos anos animando para mais uma vez sairmos para a rua na próxima quinta-feira. Animada?
      Beijus,

      Eliminar
  30. Luma, já tinha lido seus textos, aliás, sempre que divulga um link no g+ eu confiro porém, pouco comento. Admito que não tenho tanta experiência seja como blogueiro ou seja de vida como você e prefiro me calar a falar asneiras.
    Agradeço por haver linkado seu post para dividi-lo comigo e meus leitores, eu acho a liberdade de expressão muito importante, contudo, ela parece ser bem recebida somente para quem pensa de acordo com a maioria ou o que chamam de "senso comum", de maneira emocional ou racional, pouco importa.
    O que percebo são alguns (as) blogueiros (as) que até omitem suas opiniões por temor a "ofender" alguém e acabam por escrever posts reprimidos.
    E isto não acontece à toa.
    Há muitos "censores" que não estão apenas na grande mídia, estão também entre muitos de nós, que não aceitam um ponto de vista divergente, um conceito diferente dos seus e, camufladamente ou não, com "sutilezas", acabam de certo modo desmerecendo a opinião e o autor dela em si.
    Portanto, de certa forma, eu até compreendo quem se omite. Não são todos que estão preparados psicologicamente para isto, estão com problemas de saúde, por fim, com problemas como todos nós que usam seus espaços apenas para escrever o que pensam e talvez sejam censurados na vida real. E tais censores, por mais que botem banca de imparciais e neguem-se ser os detentores da verdade, quando vão comentar usam de uma arma poderosa, que é a inteligência de manipular uma verdade que é apenas sua e querer convencer a todos. Alguns mostram-se até mesmo agressivos, fora de contexto, se o leitor for mais observador.
    Censores à parte, apenas para ter uma breve noção (que já deve ter, estou falando de experiência pessoal agora), ontem postei um texto de uma pessoa que não tinha blogue e me enviou por e-mail para que eu postasse nos Lisérgicos. Como ele tinha uma postura bem diferente dos demais, muitas pessoas disseram sentir-se "aliviadas" pelo texto não ser meu.
    Foi quando me questionei que, e se fosse, o que mudaria o fato de eu ter uma opinião muito diferente e expressá-la?
    Por vezes, me arrependo de ter tocado no assunto de política, ao contrário de muitos frequentadores de redes sociais, não sou "especialista" no assunto e, não sou muito a favor de escrever acerca do que entendo pouco.
    Acho que o fiz para aprender e creio que, no final de tudo, isto que ficou valendo, juntamente com os comentários que recebi e acabei por perceber muita coisa.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Christian!
      Parece que não combina com você não dar sua opinião! :) "Quem não arrisca, não petisca".
      Não podemos pensar na liberdade de expressão como libertinagem das palavras. Existe o consenso de que, se queremos ser respeitados, devemos respeitar as opiniões alheias. Eu respeito as opiniões alheias, mas em geral, dou as minhas, mesmo que diversas. Compreendo bem o que escreve! Em alguns posts, para não discordar de mim, algumas pessoas são superficiais ou comentam coisas que não tem nada a ver com o post - marcar ponto? Acho estranha essa obrigação em comentar. Se o post é muito divergente das minhas ideias, fico com preguiça de mostrar o meu ponto de vista e não comento. Sobre o post que publicou no seu blogue, a primeira linha é bastante ofensiva, justo porque passamos por um período conturbado em nosso país. Chamar o Brasil de merda, me fez não ler o restante do texto. Acho que seu leitores até foram bonzinhos... Não sei se você usaria o mesmo tom para se referir ao Brasil. Uma agressão gratuita, já que aquelas palavras em nada mudará o pensamento de qualquer pessoa que leu. Fiquei até curiosa para saber se a pessoa que escreveu conhece outros países. Vamos dizer que é um escrivinhador imaturo :)
      O texto que você escreveu, gostei bastante e mesmo que ache que não entenda de política, será trocando ideias que formulará seus entendimentos. Não deixe de escrever sobre política! Quem sabe você toma gosto? :)
      Beijus,

      Eliminar
  31. Muito bem posicionada LUZ de Luma, Yes Party! Em: "Liberdade de Expressão. Por quê tu falas ou calas. Respaldo de Paulo Freire... Respaldo que eu respaldo, no tocante as palavras certeiras e razões; o não a intolerância das Direitas, e ao autoritarismo das Esquerdas, também não.
    E Luz de Luma! Perfeita! Refinada em dizer a verdade: eles, os Políticos e outros, e outras pessoas: procedem (independente do escalão) como se as pessoas de um modo "geral" (existem exceções), fossem indígnas de lutar por aquilo ou o que: lhes é de direito.
    Mas qual direito? Se o direito de contribuinte está quase morto, e não há mais direitos. Direito virou recado... Virem-se! Procurem um bom advogado e rezem... Se não chover: talvez a causa ganhe... Se não me engano... Daqui dez anos... Se não houver recurso! É claro.
    Direito de cidadão Brasileiro... Só pagando impostos, caros, devidos, indevidos, duvidosos, calculados, "divididos"... Só seus destinos... Incertos.
    Direito de ser gente. Cadê o negro? Cadê o pobre? Dizem por aí, que nem precisam mais dizer: cadê o Índio? índio não tem documentos, índio não é gente, é só indio; e o homicídio sem morto, virou "direito" de índio... Os Óbitos precisam de registros. Possam até enterrar vivos, não têm nomes... E sob o ponto de vista "jurídico", é necessário ter nome... Senão não existe no mundo.
    E realmente a censura refinou-se, destorcendo fatos, ou arquivando-os... E se arquivado, não são divulgados.
    Só não distorcem dados Estatísticos (em termos)... não se divulgem, nem vasculhem... O Sistema SUS, nem a Previdência. Nem busquem as coisas escondidas do Direito Adquirido, pois pode está violando o santo direito dos "mortos", ou os sigilos das Varas de Famílias.
    A Seleção de Futebol ganhou mais uma Copa... E daí! Calaram bocas.
    A população foi às ruas e daí... A Intolerância e o Autoritarismo fizeram-se de Santos... Digam a Polícia que "não batam", pois não se batam... Matem-se no futuro.
    O Vandalismo foi também à festa, e daí... A cicatriz de bala de borracha numa testa, basta ao candidato, político nato, Tá eleito!
    E para justificar as Sanções impostas pela Lei, no tocante a punição dos corruptos, mais uma vez, os separados de fato e não de direito, unem-se... Autoritarismo e Intolerância lançando como alternativa: um Plesbicito? ou um Referendum?
    O que é que a maoria do povo Brasileiro entenda disto? O Sim! Prévia Eleitoral com pesquisa IBOPE falsa ou duvidosa.
    O não!... Uma multidão de "enloquecidos... E Renúncia ou Revolução... Se decretado ingovernabilidade
    (DAÍ ACHAR INOPORTUNO E PERIGOSO QUALQUER PESQUIZA ELEITORAL AGORA)
    Acho que usei o "ou" de forma indevida ou econômica, pois poderá ser um "e". Mas de repente, assim tão de repente... A Continuidade se faz Presidente, dispensa o "a"... Não quer mais ser Presidenta e sim: Presidente... Não tão diferente... Ainda Constitucionalmente pode, se pela vontade do povo.
    Dos, Anônimos da Poesia e da Arte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ademar!!
      O que mais acrescentar a tão perfeito comentário? A mim ficou a angústia, a vontade de começar do zero, pois parece que do jeito que está, não tem conserto. Mas como acabar com tanto vício?
      Seja bem-vindo!!
      Beijus,

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor