Introversão e Extroversão são reflexos da mesma pessoa?

Ando com preguiça de escrever sobre qualquer coisa. Explicar então... Não vamos falar sobre isso agora. O "deixa para lá" ou "resolvemos depois" tem sido constante. Ultimamente estou bloqueada para tomar qualquer decisão. A vida anda corrida e a vontade é de me jogar no sofá, tomar posse do controle remoto e, para falar a verdade, não quero nem mesmo isso. Aie, que preguiça...

Calma! O que escrevi acima não é nenhuma "síndrome de véspera de feriado". É apenas um exemplo do que está acontecendo com o meu blogue vizinho. Aliás, a vizinhança anda dividida entre dois extremos. - De um lado, portas com carinhas smiles sorrindo de orelha a orelha e do outro lado, smiles com carinhas desanimadas - esses aumentando progressivamente. Chamo-os blogues introvertidos!

O blogue introvertido é aquele que contém informações sobre tudo o que acontece na vida pessoal do autor. Um dos aspectos marcantes deste gênero é denegrir a si mesmo e seu blogue com mensagens de autocrítica, justificando insistentemente sua reprovação com o modo como tem blogado e indica ou descreve os posts que gostaria de ter feito. Informa sempre que está sem tempo e por isso o caos em sua vida instalado. Ele tem a neurose de que deve postar todo dia e checa o número de visitantes a todo momento, como quem fica em dúvida, se deixou a porta de casa aberta, o gás ligado ou a luz acesa.

Invariavelmente, no final do post, consta um pedido de desculpas. Nesse ínterim, destaca ocasiões em que compareceu em uma festa maravilhosa, conseguiu um novo emprego com grandes chances de progresso e como a sua família se comporta bem nos jantares. Porém tudo isso é contado com certo sentimento de culpa por ter-se divertido um pouco.

Os amigos que acompanham os blogues introvertidos, ficam no impasse e preferem postar respostas encorajadoras, a desafiar o blogueiro a "sair dessa" - também existirão aqueles que responderão que a sociedade é hipócrita, que os políticos são corruptos, que o ser humano não presta... Afinal, quem faz parte da sociedade, é ser humano e elege políticos? Cala-te boca!

Do outro lado da rua, está o blogue extrovertido. Nesse gênero, o autor presta mais atenção aos arredores,  tem um ponto de vista opinativo e muitas vezes faz humor de si mesmo.

Nesse gênero se enquadram muitos blogues de ​​trabalho, em que o foco está nos eventos que participam. Conta-nos suas experiências com marcas tais, sempre de modo engrandecido, contrariando muitas vezes as experiências de seus leitores. Torna-se duvidoso ao vender uma marca também duvidosa e o faz porque duvida da capacidade que seu público tem de experiência com a marca. Tem uma forma eloquente de nos dizer como o outro lado da moeda tem uma vista maravilhosa.

Dependendo do seu interesse pelo trabalho, torna-se chato ou fascinante. Quando suas experiências são verdadeiras e fala com o público com sinceridade, pode ser capaz de lhe ajudar a descobrir quem mexeu no seu queijo. Quando encontro um blogue como esse, lembro da frase-conselho de Kevin Spacey: "Se você tiver a sorte de ter um sonho em sua vida, certifique-se de ter mais um outro sonho"

O blogue especialista pode ser uma variante do blogue de ​​trabalho, mas a especialidade pode ser apenas uma extensão do trabalho, ou simplesmente uma forma de blogar por hobby. O especialista fala claro e confortável, mesmo que muitas vezes use vocabulário técnico, o que pode confundir os paraquedistas. A ênfase aqui é o público, não a marca ou o autor; tem abundância de links para outros sites especializados.

Eis uma diferença interessante entre a maioria dos blogues extrovertidos e introvertido: os blogs introvertidos tendem a escrever em um único parágrafo, seja ele longo ou curto. Enquanto os extrovertidos tendem a apresentar longas mensagens divididas em parágrafos curtos. Os introvertidos tendem a escrever como quem despeja a alma.

Suspeito que isso aconteça, porque os blogues extrovertidos são destinados mais ao leitor, e o autor instintivamente percebe que parágrafos longos são difíceis de ler na tela do computador. Pela mesma razão, blogues introvertido se tornam difíceis de ler - além do agravante do texto cinzento muitas vezes estar sobre fundo escuro. O público para o introvertido é menos importante, aliás, o que o introvertido quer, é que seu público seja conivente com os seus sentimentos e por delicadeza, não seja contrariado. O comportamento do introvertido pode se extender para fora do seu blogue e, se tem audiência, despeja a sua ira contra o leitor que o contrariou.

Não posso deixar de citar os blogues de advocacia, políticos e replicadores, que tendem a ser unilaterais. O autor pouco demonstra seus sentimentos pois isso não importa. O que importa é oferecer  serviço útil, reunindo notícias e postagens a partir de uma série de fontes e colocá-las todas em um só lugar. Esses blogues dificilmente convidam seus visitantes para conferir outros blogues e muito menos os blogues malígnos da oposição.

Pelo que podem observar, não tenho nenhuma queda pelos blogues introvertidos, mas não os classifico em um gênero inferior. Apenas não gosto de destinar meu tempo aos vampiros. Se o blogue reflete mal em nós, não devemos sacrificar um momento de leitura que poderia ser destinado a algo mais agradável -  Aqui não classifico os autores que temporariamente passam por algum problema.

No mais, não leve muito à sério as categorias listadas acima. Introvertidos e Extrovertidos são divisíveis em várias outras subcategorias. Mas pense que, se para existir um livro precisa existir um leitor. Não existe blogue sem leitor. Se a extroversão é tamanha, melhor escrever no privado. 

Se não está feliz com a maneira que vem conduzindo o seu blogue, rejuvenescê-lo pode resultar em um blogue que combina mais com você. Fornecer insights sobre assuntos que mais gosta, contribui para criar um contexto que incentiva outros blogueiros a formarem uma rede com o seu blogue. Blogar fica muito mais animado!

Seja qual for o seu gênero, a escrita no mundo dos blogues não deve ser comprometida. Não abrevie, evite gírias e não use o miguxês. A escrita correta torna a leitura mais agradável e menos forçada. Blogueiro não pode ter preguiça de escrever, afinal, blogueiro escreve porque quer!

Aproxime-se dos escritores que admira e distancie-se dos maus escritores. Assim como educamos o nosso ouvido com boa música, educamos nosso cérebro com boa leitura. Contrarie Theodore Sturgeon.

109 comentários :

  1. Quando, e se, voltar com meu blog, ele será reflexo do que sou: bipolar. Brincadeira! Acho melhor o segundo caso. Menos intimista e voltado para o mundo (que não gira ao redor do meu umbigo!)
    Beijos, Luma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Flávio!!
      Que susto!! Também acho melhor, mas também não nos priva de vez ou outra de sermos mais intimistas.
      Beijus,

      Eliminar
  2. Eu fiquei tentando me classificar nesse meio, introvertida ou extrovertida??? Um pouco dos dois eu acho, blogo para mim em primeiro lugar, mas sempre levando em conta quem ler porque além de escrever o blog é para comunicar algo ao mundo não faz sentido não levar em conta o mundo - representado pelos leitores por menor que seja o número deles.

    E quanto aos blogs intimistas, sei lá, tem blogs nesse estilo cujos autores tem até um bom texto, um jeito de escrever que me convida a leitura pelo teor das reflexões, mas eles parecem não desejar sua leitura e passam a sensação incomoda de que você é uma companhia desagradável... Acho que esse é meu maior problema com esses blogs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pandora, para procurar a sua classificação, basta ver como é a constância do seu humor quando vai postar. Em geral transparecemos... Se estou triste, perco a inspiração e também não visito os meus amigos blogueiros. Percebo que a inspiração chega quando renovamos o nosso estado de espírito e por isso, quando a falta dela se instala, está na hora de mudar a rotina, fazer algo diferente.
      Acho que você bloga da melhor maneira. É como você a minha conduta ao escrever. Não podemos pensar somente em nós, apesar de escrevermos para nós.
      Nesses blogues intimistas, até a letra é miudinha... para dificultar a nossa leitura. Compactuo da tua análise!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  3. Interessante o seu texto. Verdade verdadinha que nunca tinha pensado nisso. E por certo pertenço a uma sub categoria, já que não me consegui encaixar em nenhum dos dois. E já agora Luma um favor. O que é miguxês?
    E por falar em favor, pode passar pelo Sexta hoje? Ficaria muito feliz por vê-la lá.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Elvira!!
      A maioria de nós que temos blogues que não pertencem a nicho estão em subcategorias. A minha categoria é pessoal, a sua já é literatura, já que a maior parte dos seus textos são crônicas pertencentes aos seus livros. No Weblog Awards classificaram o meu blogue como Estilo de vida.
      Peraí, vou responder para a Calu também o que é Miguxês e você lê abaixo... :)
      Já fui no seu blogue e amei!! Yes party!!
      Beijus,

      Eliminar
  4. Vc colocou em clara textualidade o que faço habitualmente na vida privada e na blogosfera: se o assunto me deprime ou não traz nenhum interesse, paro a leitura e vou me refrescar em outras boas fontes, aqui e aí.
    Procuro direcionar meu blog pelo caminho do meio, às vezes margeando um pouquinho "à gauche ou à droite" de minhas inspirações/opiniões, mas de olho no leme.
    Me conta por favor, o que é miguxês?
    Um bom dia e igualmente bom feriado, Luma.
    Bjos,
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Calu!
      Acho que esse é o melhor procedimento, afinal, não sabemos quem está do outro lado do ecrã nos lendo.

      Miguxês é um tipo de escrita que leva esse nome por causa das "miguxas", as meninas adolescentes que passam horas na internet conversando com asmigas. Diferente do internetês, "o miguxês não tem a intenção de abreviar palavras para agilizar a escrita, mas, sim, a de ornamentá-las com artifícios como a troca de letras e a intercalação de maiúsculas e números entre as minúsculas" [dicionário aulete]

      Traduzindo, vou colocar aqui como seria a resposta ao seu comentário se fosse no miguxês:

      oi...kalu!!!!!
      axu ke essi eh u melhor procedimentu...afinau...naum sabemus qm tah du otru ladu du ecra nus lenu......

      miguxes eh 1 tipu d escrita ke leva essi nome por kauza das "miguxas"...as meninas adolescentis ke passam horas na net konversanu kom asmigas...... diferenti du netes..."u miguxes naum tem a intenssaum d abreviah palavras p agilizah a escrita...mas...sim...a d ornamentah-las kom artificius komu a troca d letras i a intercalassaum d maiusculas i numerus entre as minusculas" [dicionariu auleti]......

      Eliminar
  5. o rótulo - e não uso o termo aqui da maneira pejorativa como cada vez mais ele tem ganho significado - é sempre válido, pois as vezes só enxergamos o que somos de fato pelo olhar "distorcido" do outro. As pessoas tem gostos muito variados, e existem também aqueles que alimentam-se desta introversão, justamente por acharem que estão "felizes demais para estar tudo certo". Escrever bem é um oficio que leva certo tempo pra dominar, que acaba ficando reservado para os que realmente desejam fazê-lo, e treinam...

    Beijos =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Tony!
      Somos responsáveis pela nossa reputação e o rótulo é a marcação induzida. Desfazer um rótulo é mais difícil do que criar um rótulo. Por isso, antes que aconteça, nda melhor do que conhecer os caminhos que queremos trilhar. Observar, estudar e ter cuidado com quem interagimos... é pouco. Beijus,

      Eliminar
  6. Perfeito esse seu post. Como leitora não gosto mesmo de blogs introvertidos. De carga negativa já basta a vida real. Aqui na blogosfera que paz e alegria. Quero ler coisas interessantes, para cima. E não textos enormes com ar de depressão rodando aquele blog. Mas as vezes tanta felicidade me assusta, me faz parecer uma felicidade fake. Temos momentos introvertidos. E se estou assim, me ausento do blog. Ou até coloco ali minha tristeza mas numa postagem pequena e rápida! rsrs...
    Beijos
    Adriana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Adriana!
      A vida já é dura e quando estamos relaxados, queremos alguma coisa não conflitante. Quem procura o negativo é que está com a mente vazia de coisas boas. Não seria mais fácil procurar pelas coisas boas?
      Todo exagero é para desconfiar. Como também o excesso de bondade :)
      Tristeza ou alegria constantes não é normal. Ser triste de vez em quando é mais que normal! E o blogue é o nosso espelho!
      Beijus,

      Eliminar
  7. Gostei da sua colocação inicial sobre blogues introvertidos e extrovertidos, me instigou a continuar a leitura! Muito bom, a Luma. Não enquadro meu blogue em nenhum desses conceitos... Ora sou toda sentimento LUZ - e as pessoas até confundem realidade inventada com a minha realidade - ora sou toda sentimento obscuro... Mas acho que falo muito de amor, e isso não é algo pré-determinado, é que na hora de construir um texto, o sentimentalismo fala mais alto (risos..). Penso que uma frase, um parágrafo, mesmo que o todo não esteja bom, já serve para gerar reflexão no leito. Agora quanto aos layouts obscuros, isso eu não admito. Não chama a atenção...


    Beijos Luma!

    Bom feriado!! ;]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Edilma!
      Acho normal caminharmos entre dois paralelos, retratando o nosso humor diário. Um dia feliz, um dia triste... um dia nem triste, nem alegre... Presto bastante atenção em layouts, até porque odeio fundo preto para ler. Fundo preto somente para blogues de fotografia. Observo tamanho da letra... quem quer receber bem seus leitores, precisa pensar em seu conforto. Beijus,

      Eliminar
  8. Sabe que tenho notado também, as alegrias "enormes" e as tristezas "grandiosas"? É difícil o meio termo para algumas pessoas. Mas acho que cada um escreve o que quer, depende de cada um(a) de nós escolher o que uqeremos ler naquele momento.
    O mundo não é horrívelem todos os momentos e nem lindo também ............
    Não sei em classe dessas me incluir.
    E o "miguxês" e o "internetês" são bem chatinhos, cansativos e melosos demais para quem gosta de uma boa leitura.
    Beijos querida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é isso, Jô! Também acho que cada um escreve o que quer, mas depois não pode reclamar da falta de visitação. Devemos ser como somos e se alguém gostar, é porque é igual ou parecido com a gente Blogues são agregadores de pessoas iguais, por isso em seu blogue, dificilmente vai encontrar alguém discordando de você. Beijus,

      Eliminar
  9. Oi Luma querida!

    Amei seu texto e me fez refletir, será que meu blog ficou introvertido? Ai que medo disso!!! Vou procurar prestar mais atenção a ele!

    Tristeza demais, é ruim de ler, alegria demais parece falso demais! Complicado isso ein!!! rsrsrs

    Mas vim aqui dizer que estava com saudades enormes de visitar seu cantinho! Logo coloco a vida em ordem e não vou ficar atrasada com as leituras e visitas aqui!

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Karina!!
      Seu blogue não é extrovertido, não se preocupe!
      Obrigada pelo carinho!!
      Beijus,

      Eliminar
  10. Oi, Luma.
    Não gosto muito de blog introvertidos. Ainda mais se não conhecemos a pessoa. Acho que isso é particular de familiares, ou quem convive de perto. De vez em quando dar uma desabafada é bom, mas sempre, cansa.
    Não sei em qual me classifico, acho que um pouco de cada. E eu reclamo sim pela falta de inspiração, falta do que escrever, pouco tempo... mas aqui comigo, nunca no blog pra todos saberem. Acho que não precisa. Se não tem o que escrever, não escreva. Simples.
    Tbm gosto de boa leitura e gosto de escrever com o mínimo de erros possível.
    Hoje, por exemplo, não sabia o que postar, aí fui escrevendo, escrevendo... e saiu um post, sem lamentações, sem desculpas, sem introversão. Apenas um texto. Basta olhar a sua volta e enxergar as coisas... tudo dá um bom texto.

    Beijos
    Ótima semana e feriado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Clara!
      Quando estamos triste, queremos algo que nos levante o astral. Definitivamente os blogues introvertidos não fazem a minha cabeça!
      Seu blogue é de opinião, Clara! Uma subcategoria dos extrovertidos!
      O que mais deprimi o blogueiro é a pressão para postar todo dia. Não deveria ser assim e sim postar quando tivermos vontade.
      Beijus,

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Obrigada, Meri!
      Vi que compartilhou nas redes sociais e fiquei bastante agradecida!
      Beijus,

      Eliminar
  12. Menina!
    Acho que o meu tico-e-teco estão sonolentos. Porque não entendi todo o contexto. Se foi um desabafo por não estar postando diariamente... Em partes, deu para entender.

    Pela psicologia quando se tem um lado que sobressai mais, o outro é meio o que carece ser enfrentado. Mas ai é pelo fato de racionalizar mais, ou de deixar a emoção fluir mais. Para quem escreve fica sempre pendendo para ambos. Sendo que nos textos sobre filme, mesmo que eu conte a emoção que me passe, eu preciso me focar mais. Usar mais o lado racional. Já no blog pessoal eu me libero.

    Escrever na internet, primeiro em fóruns no Orkut, depois em blogs veio como usar o lado B. Já que o outro parou: fiquei quase uma prisioneira em meu próprio corpo. Mas como sei que ninguém quer saber dos espinhos dos outros, dai eu mesclo o que conto por lá. E tendo bom humor, até nesses desabafos vai em texto leve.

    Uma outra coisa é em relação a escrever por prazer, até por não monetizar os dois blogs. Com isso se eu ficar um período sem publicar, não irei me estressar.

    Estou sim sem muito tempo para internet. E digitando muito devagar, eu foco mais nos dois blogues. Agora, quero sim ter tempo de visitar mais alguns blogs, como ir ao Facebook para prosear com os amigos de lá.

    É por falta de tempo que não tenho sido assídua nessas visitas. Pois só deixei de visitar alguns, mesmos gostando do que escrevem por terem poluído demais o site. As vendas tomaram espaço maior, deixando o texto para segundo plano.

    Hoje, por exemplo, me programei para digitar dois textos, um para cada blog. Mas a internet caiu por um tempo. O telefone não parou de tocar. A campainha da porta também. Com isso, lá se foram algumas horas. Um texto ficará para depois. Só estou visitando o seu blog. Vou desligar o note para cuidar da casa.

    Beijos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehehe o seu Tico brincou com seu Teco!! :) Não fiz desabafo, só comecei o texto como muitos introvertidos fazem.
      Escrever chega a ser um desafio quando temos que esquecer um lado de nós e acionar apenas o outro. A escrita é libertadora!
      Taí uma coisa irritante em alguns blogues. Monetizam tanto que o próprio texto se esconde no meio de tantas propagandas de produto. Blogue não é produto, é meio de comunicação!
      Muitas coisas atrapalham a nossa vida blogueira. Telefone é o pior inimigo, ele consome nosso tempo e concentração, além dos procrastinadores facebook e twitter.
      Beijus,

      Eliminar
  13. Luma, sou um bloqueiro neófito, prefiro ser inclassificável, embora essa possa ser a minha classificação... mas não sei mesmo se é o caso, porque minha intenção é sempre escrever apenas poesias.
    Parabéns pelo trabalho - escrever um texto assim é laboroso, requer idas e vindas entre ambos lados da rua, analise, pesquisas, pensar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem-vindo, Carlos!
      Ainda não conheço o seu blogue para saber como ele se encaixa. Mas diria de antemão que é um blogue extrovertido, pelo que expressou nesse comentário.
      Obrigada pelo elogio!
      Beijus,

      Eliminar
  14. Por essas e outras Luma, que estou bem coladinha aqui.
    Conteúdo, seja ele grande ou pequeno, mas intenso.
    Algo que eu consiga refletir, até mesmo com uma palavra.
    Lamentações são cansativas, mas um desabafo tá valendo.
    Um xero grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ana Karla!!
      Bom saber disso! :)
      Xero!

      Eliminar
  15. Olá Luma.
    Prefiro os extrovertidos. O meu acho que é mais nesse tom descontraído e utiliza mais a imagem. Gostei muito de ler o seu post achei muito interessante.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo, Lena!!
      Seu blogue é alto astral!
      Beijus,

      Eliminar
  16. Mais uma boa leitura Luma ,em alguns momentos deu vontade rir ...
    É bem real o que escreve,blogs com muitas lamentações cansa sim e com muitas informações também! bom é que nesse universo diversificado ,cada um vai criando seu grupo e suas escolhas.
    Não tenho o dom da escrita e falar de coisas pessoais nem pensar! rs criei o blog na empolgação de ver como funcionava o mundo virtual rs uma descontração a mais .E resolvi replicar os poemas que leio e me tocam mais ,depois veio as fotografias um hobby que me dá imenso prazer.Estava feito, os amigos gostam.
    Precisamos sempre renovar , ler outros blogs ir aprendendo.
    Seu texto é excelente ele faz a gente refletir sobre o que estamos oferecendo aos nossos leitores,
    Confesso que sou exagerada _ se posso colocar uma foto coloco vinte rsrsr vou exercitar o 'menos'...
    Abraços Luma lindos dias tá?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lis!
      Hehehe até imagino quando te deu vontade de rir. Além de blogueiros somos observadores, pois assim deve ser. Sei que muitos podem estar criticando o texto mas serve para todos refletirem. Todos os dias antes de postar, penso em postar algo que seja interessante para todos, mas nem sempre o nosso ponto de vista é ideal e precisamos dos amigos blogueiros para nos dar um toque.
      Seu blogue é original, tem identidade própria e já criou a sua marca. Posta fotos lindas e sempre com palavras que nos animam e fazem pensar. Penso que está no caminho certo. Eu adoro!! Não precisa exercitar o menos :)
      Beijus,

      Eliminar
  17. Pô, Luma, teu texto deu saudade dos tempos de blogueiro(acho que eu era extrovertido,né?). Ainda penso em voltar, me sinto um traidor que migrou para o facebook. Perdoa, tá?
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Jens!!
      Um desperdício você não estar blogando...
      Sinto sua falta na blogosfera!
      Beijus,

      Eliminar
  18. Oi, Luminha,

    Como você também prefiro coisas mais positivas e luminosas, rsrs. Mas até isso - em algumas circunstâncias - torna-se relativo, rsrs. Digo isso porque durante um tempo li um blog que nunca teve nada a ver comigo. E o fazia espontaneamente, pois a dona do blog sequer sabia que eu existia. Lá só rolava longos discursos sobre as baixarias da família da moça, e de como aquilo a tinha afetado, desde a infância. Havia alguma coisa de fascinante (fascínio negativo, claro, rsrs) no relato da garota. Eu me sentia como a personagem de Gena Rowlands, no filme 'Another Woman', de Woody Allen. Vou resumir: "Gena Rollands" muda-se para um apartamento aparentemente tranquilo, a fim de escreve um livro. Logo porém descobre que, por um problema de acústica, consegue ouvir as conversas do psiquiatra que ocupa o apartamento vizinho, durante as sessões que ele tem com os seus pacientes, rsrs. Você pode imaginar o teor das conversas, né? rsrs. Este filme, aliás, é muito bom, recomendo. Então eu acho hoje que tudo é possível neste mundo, até mesmo sentirmos fascínio por coisas que racionalmente repudiamos, rsrs. Mas eu odeio blogs em que os blogueiros se mostram falsamente modestos. De modo geral são aqueles em que o blogueiro diz: "comecei este humilde blog sem nenhuma pretensão...". Só de ler esta frase eu penso: sei... rsrs.

    Besitos e boa tarde, girl!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Marly!
      Gostamos daquele blogue que nos toca ou nos complementa. Se estamos tristes queremos ler blogues alegres? Nem sempre... muitas vezes estamos tristes e queremos um texto que nos compreenda. Quantas vezes vejo comentários nos blogues das amigas: Esse post foi feito pra mim ou você advinhou os meus pensamentos.
      Não assisti o filme, mas conheço um blogue que adotou o título do filme e você me fez lembrar desse fato. Anotei o nome do filme para ver se acho para assistir. Esse blogue fechou e por isso o meu esquecimento quanto ao fato de assistir o filme. Acho que nós seres humanos possuímos uma grande carga de voyerismo em seus diferentes graus. Talvez para constatar se a nossa vida é normal ou não :)
      Não gosto de blogueiros muito seguros de si e isso vale entender que pessoas que passam esse tipo de postura, tornam-se arrogantes com o passar do tempo. Então, não vamos alimentá-los. Falsa modéstia? Hum... acho que entra no rol dos "sabem tudo" e não querem dizer que são arrogantes, mas o efeito também é contrário.
      Todos nós começamos o blogue esperando alguma coisa. Não necessariamente ser o melhor de todos, mas eu diria que precisamos ter uma certa auto-estima para escrever publicamente.
      Beijus,

      Eliminar
  19. Luma,mais um texto muito bem escrito e intrigante.Não sei se me encaixo numa dessas categorias, sou extrovertida(pra escrever) mas
    na vida real sou mais introvertida,mas não depressiva. É fato que todo mundo escreve pra ser lido.O blog sem leitores se torna um diário particular.O que vai no blog é pra dividir.Se ninguem mais me visitar,eu fecho o blog. Ouvi a reclamação de um escritor profissional dizendo que qualquer pessoa é escritor hoje em dia.Ele pode achar ruim,mas o bom são as coisas que aprendemos nos muitos blogs que visitamos,ideias diferentes,gosto dessa diversidade.Já falei demais...rss...bjs e adorei o texto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Anne!!
      Seus blogues são todos extrovertidos! Eles nos passam alegria, vida, cores... tudo de bom!!
      Nem todo mundo que é extrovertido, é efusivo! As pessoas extrovertidas tem um jeito de pensar mais positivo.
      Sim, todos podem ser escritor e até publicar livros. Assim como cantar, dançar, cozinhar... somos portadores de todas as qualidades, só que fazer sucesso é um ítem que ele não deve ter citado. Adianto sem conhecer, que talvez ele possa ser um escritor frustrado. Quando temos alegria em escrever, achamos que todos também possuem a capacidade, até que nos deparamos com os que não possuem qualidade de escrita. O que vale é a pessoa saber veicular o que pensa. Ser escrito é relativo.
      Beijus,

      Eliminar
  20. Oi Luma!
    Curioso, jamais tinha pensado assim e feito uma análise inteligente. É bem verdade que o que mais me agrada em blogar é a despreocupação que tenho em seguir um padrão e sim em escrever o que vier à tona, no pouco tempo que disponho. Na vida real sou muito extrovertida, mas não sei se sei classificar meu blog.
    O bom é escrever e atrair quem nos interessa ou tem interesse em nossas letras.
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Claudinha!!
      Blogamos porque queremos e a melhor forma é essa que descreveu: Vamos blogar despreocupadamente e sem padrões. Abaixo a ditadura blogueira!!
      Seu blogue é pura magia. É entrar e fechar a porta, deixar o mundo real para trás para entrar em um mundo que está em nossos sonhos, naquele lugar em que fomos mais felizes.
      Verdade, o bom de blogar é que atraímos para nós pessoas com idéias semelhantes as nossas. Diferentemente na vida real que as aparências podem enganar!
      Beijus,

      Eliminar
  21. Interessante visão.
    Bjs

    ResponderEliminar
  22. Olá Luma,

    Ao ler sua descrição dos introvertidos, pensei comigo que imagino este tipo de blogueiros como sendo vampiros que gostam de sugar meu tempo, além da minha paciência. Daí, leio uma frase logo adiante dizendo exatamente isto. Tem de tudo na blogosfera: blogs cujas postagens não dá para ler pois o blogueiro não conhece vírgula, os que parecem alegoria de escola de samba, aqueles em que o texto está todo em letra maiúscula me deixando zonza e desconfortável, etc.
    Ainda não consegui me classificar. Vou pensar à respeito!
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Luciene!!
      Pensamos igual!! Acho que temos algumas semelhanças no pensar e já identifiquei isso. :)
      Sinto essa dificuldade de leitura em alguns blogues, mas a escrita atual tende a abolir a vírgula. A vírgula tende a pausar o texto e com a agilidade do mundo atual, a leitura para ser mais dinâmica, tende ter menos vírgula. Já tentei, mas sabe, uma vírgula no lugar errado, muda completamente o sentido da frase.
      Me deu uma ideia de post!
      Lu, tenho pelo menos duas blogueiras que possuem subvisão e por isso escrevem com letra maiúscula. Acho que é o programa da internet que usam para a leitura do texto. Acho legal alertar para não pensarmos que seja falta de educação na web.
      Beijus,

      Eliminar
  23. Oi Luma
    Gosto da diversidade e navego por ali, por aqui e acolá, observando como cada um se coloca, quando gosto do estilo retorno. Porém, gosto da positividade.
    Em relação ao meu blog não sei classificá-lo, pois tem de tudo um pouco e sempre com objetivo de afetar ao público, pois se assim não for,não há vida.

    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Norma!!
      Também gosto dessa diversidade e por isso também não me canso do mundo blogueiro.
      Seu blogue é daqueles que nos fazem pensar e por isso, não pode ser introvertido e nem extrovertido. Se mantém na neutralidade para não afetar o desenvolvimento do assunto por cada um dos leitores.
      Beijus,

      Eliminar
  24. Nunca tinha pensado nesta classificação. Muito bom conhecer e refletir a respeito.
    A escrita é muito pessoal, acho que cuidar do visual, das palavras torna o blog acolhedor para quem se identificar com o estilo.
    Gostei muito do teu texto!
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse é o caminho, Ana Paula! Mas difícil é agradar à todos! Mesmo tendo escrita impecável e um layout bacana, o leitor sempre procura um diferencial. Qual será o diferencial que procuramos quando navegamos pela web?
      Beijus,

      Eliminar
  25. Oi Luma, acho que "INTROVERSÃO E EXTROVERSÃO" são reflexos (ou estados... ou condições...) de uma mesma pessoa sim, porque "a vida vem em ondas, como o mar." (Dorival Caymmi). É Assim, Assim, uai ;-)

    Abração
    Jan

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Jan! Tanto sou de acordo com o seu modo de pensar que no título fiz uma pergunta retórica. Ah, essa música não é do Dorival Caymmi e sim do Lulu Santos. Dorival Caymmi, canta: "É doce morrer no mar, nas ondas verdes do mar"... rs. Doidins!! Gosto da sua extroversão, Jan!! :) Beijus,

      Eliminar
  26. O blog é de minha autoria, ideia e responsabilidade. Ideias não me faltam. Oportunidades surgem, mas, as vezes, só quero escrever quando quero escrever. Evidente que há ocasiões que quero escrever mais do que em outras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A escrita passa por ciclos. Só escrevo quando eu quero, apesar de que faz tempo que não dou uma pausa. Beijus,

      Eliminar
  27. Luma, fiquei espantada com as classificações que observou passeando pela blogosfera. apesar de observadora eu não seria tão objetiva!
    Acho que os blogues em sua maioria ilustram os altos e baixos da vida, o que corresponde à realidade, mas é mesmo peculiar blogues que falam sempre sob o mesmo ponto de vista, seja positivo ou negativo.
    Na minha opinião, o menos acessível ao leitor é aquele que impõe uma opinião sobre determinado assunto, sem abrir espaço para debates ou controvérsias.
    Com receio de cair em mimimi, quando me pego muito introspectiva ou desanimada, prefiro mudar um pouco o foco da escrita e passo a tratar de temas menos personalizados, digamos assim. Fica mais leve para escrever e para ler.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Bia!!
      Alguns textos amadurecem com o passar dos dias.. a observação é um aspecto da minha pessoa e quando focamos em um determinado aspecto, tudo passa por esse crivo.
      É normal termos altos e baixos e o blogue retrata isso, mas é doentio estar sempre com o mesmo humor, não acha?
      A escrita também é questão de foco. Tem gente que coloca na cabeça que o blogue tem que ter um aspecto introspectivo e confunde com introspecção. Certas atitudes blogueiras afugentam os leitores.
      Beijus,

      Eliminar
  28. Luma gosto de aprender com os blogs e me sentir bem.
    Se não for assim eu pulo...
    Beijão

    ResponderEliminar
  29. Eu já fiz muitos posts fazendo essa análise sobre os blogs que sigo e posso te dizer que foram os posts em que mais "escutei" desaforos... rsrs. Umas pessoas adoravam essa linha de post, já outras chegaram a me deletar mesmo. Hoje em dia já não me sinto bem para esse tipo de post, simplesmente parei... rs.

    Achei interessante sua análise e até fiquei tentando enquadrar meu blog em alguma das categorias, esse é um movimento quase que instintivo e imediato quando lemos esse tipo de post. Mas acho que só me enquadrei mesmo no tocante a gírias e miguxês. Eu coloco alguns termos nada a ver com a norma culta nos meus textos, mas porque acho que isso aproxima mais o leitor do sentido real que quero passar no meu texto.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Dama!!
      Então tenho sorte por não ouvir desaforos. O que pode acontecer é alguns blogueiros tomarem a crítica para si e nunca mais voltar. Besteira isso, porque não sou de mandar recados. Como sempre procuro por novidades na web, dou de cara com blogues introvertidos que não frequento.
      Sou contra o uso desse tipo desse tipo de linguagem porque aproxima do blogue pessoas que não possuem escrita própria. Podemos afugentar quem tem boa leitura e isso não queremos, não é mesmo?
      Beijus,

      Eliminar
  30. Querida Luma
    Para quem não estava com vontade de fazer fosse o que fosse...brinda-nos com um texto para refletirmos,de que gostei imenso.Ainda não sei onde me encaixo, mas que gostei da sua análise,disso não tenha a menor dúvida. Agora do que tenho a certeza é que me preocupo em escrever português correto...muito embora não concorde com o Novo Acordo Ortográfico.Parece que os seus autores se esqueceram de que o português vem, essencialmente do latim. Quem encabeça este Acordo é um Professor Catedrático,já jubilado,que me deu aulas.Chama-se Malaca Casteleiro e não estou a ver muito bem como isso é possível, pelo que dele conheço...
    Melhor dizendo: em Portugal,neste momento,tudo é possível...menos sair da crise.
    Parabéns pela sua dissertação magnífica.
    Continuação de uma boa semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Beatriz!!
      Você não acreditou no meu teatrinho do início do post, não é mesmo?
      Ah, também não concordo com esse (des)acordo ortográfico. Querem matar a língua portuguesa! Deveriam respeitar a própria evolução da língua. Por exemplo, até hoje sabemos distinguir o inglês britânico do inglês americano e até mesmo dentro da Grã Bretanha o inglês diferencia de uma região para outra e não tem nada a ver com sotaque.
      Beijus,

      Eliminar
  31. Bela explicação.
    Ainda não tinha passado pela minha cabeça esse "introvertido e extrovertido".
    Leio de tudo desde que me agrade, mas confesso que tem hora que por falta de tempo ou preguiça, textos grandes ficam para depois. Talvez esse seja um dos motivos do sucesso do Facebook e Twitter, os textos curtos em um país que não tem o hábito da leitura.
    Meu Blog "falo" de tudo um pouco de quase tudo (hã?).
    Há momentos que sou introvertido e em outros que sou extrovertido, o que me simplifica como variedades eu acho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Introvertido é aquele blogue que todas as vezes que você entra, bate um desânimo. O blogueiro até pode ser gente boa, simpático, mas a postagem não rola.
      Ah se o texto é grande e bom, não temos preguiça de ler. Aliás, blogueiro não pode ter preguiça de ler, como citei acima. Olhar o texto e sem saber o assunto e de antemão desistir da leitura, não é próprio de um blogueiro!!
      Beijus,

      Eliminar
  32. Nossa Luma
    Eita dúvida cruel kkkk
    Em primeiro lugar ando com essa preguiça kk, mas acho mesmo que é devido ao meu pique de trabalho, mas faz parte !
    Fiquei me caçando aqui em cada paragrafo e fiquei com a mesma opinião da Pandora. Acho que meu blog tem um pouco dos dois.
    O mesmo como leitora. Algumas vezes gosto, leio, curto sigo alguns blogueiros "introvertidos" e outras vezes me identifico com os "extrovertidos". Vai de meu estado de espírito, ambos os casos.

    Adorei teu post.
    Beijão
    Debby :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Debby!!
      Estar ocupada com o trabalho é bem diferente do que estar com a cabeça ocupada com coisas negativas. Sim, o nosso estado de espírito nos guia!
      Beijus,

      Eliminar
  33. Oh que linda, Luma...
    me assustei ao ler o paragrafo inicial: nossa, logo a Luma cansada de escrever? Nao pode!

    É, tenho notado algo assim na blogosfera,mas deve ser fase, nao? Introvertidos ou extrovertidos, o que importa é a gente ir aonde nos sentimos bem e acolhidos. Cansei de andar em blog de gente que nao me dá a mínima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahaha é porque já me conhece! Sabe que teve gente que achou que eu estava desanimada, mesmo lendo até o final do texto? Eita samba do crioulo doido!!
      Verdade, Nina!! Tento também seguir a máxima: Só amo quem me ama!!
      Beijus,

      Eliminar
  34. Olá Luma querida!

    Existem blogs que parecem ter vida própria,eles tem o poder de transmitir a energia de quem escreve.
    Em alguns blogs recebemos aconchego,podemos jurar que saímos da leitura nos sentindo um pouco melhor,que magia é essa não é?

    O carisma de alguns blogueiros nos toca a alma, parece que o conhecemos a muito tempo,sentimos de cara a tal afinidade. Queremos extrair da leitura algo que nos acrescente,queremos sim,algo em troca quando visitamos os blogs.

    Nada melhor do que interagir na internet de forma sadia.
    Obrigada pela dedicação e carinho em seus comentários,obrigada por conseguir nos fazer sentir em casa quando entramos aqui.

    Gemária Sampaio



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Gemária!!
      Gosto de sentir a energia de quem escreve, seja ela boa no dia ou não muito boa noutro dia. Quando nos acostumamos com a escrita de um blogueiro, passamos a ler nas entrelinhas e nos assustamos quando o tom muda.
      Obrigada você pelo carinho!!
      Beijus,

      Eliminar
  35. Enquanto estava lendo seu post fiquei pensando se meu blog é introvertido ou extrovertido,no fim acho ele tem as duas características segundo você escreveu.Como você classifica o seu?
    Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ane!!
      Acho que a maioria fez esse exercício e até certo ponto é bom fazê-lo sempre para observarmos se não estamos descambando para o negativismo.
      Tenho muito poucas blogagens pessoais apesar dos posts na maioria das vezes remeterem ao pessoal, mas o meu blogue é de opinião e o humor do blogueiro não pode influenciar na escrita.
      Lógico que vez ou outra estou mais feliz ou triste, daí faço a tal postagem pessoal.
      O que temos que colocar na balança é a frequencia com que postamos textos extrovertidos ou introvertidos.
      Beijus,

      Eliminar
  36. Eu estou com vontade de voltar a blogar, mas antes preciso definir o estilo, serei um ou outro?? ainda não sei rss
    Se voltar, te aviso.
    Foi muito bom e explicativo o texto, li e nem percebi o tempo passar rs.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não necessariamente, Flavinha... Mas ninguém gosta de ler textos rabugentos!
      Ah, que bom!!
      Beijus,

      Eliminar
  37. Acho que tenho um pouco dos dois. Depende do momento. Depende da fase. No fundo somos todos um pouco inseguros.
    Belo post.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio também que sim...
      Seja bem-vindo!!
      Beijus,

      Eliminar
  38. E o meu blog, é o que?
    Fiquei na maior duvida agora.

    :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu ainda pergunta, muleka? kkkkkk

      Eliminar
  39. Sinceramente eu me perdi nessa análise pois tenho um pouco de cada ,gosto de textos pequenos e tem dias que acordo na obrigação de postar algo kk,acho que preciso fazer uma alto análise,muito bom o texto,embora o texto seja longo,mas prendeu a minha atenção,muito interessante..
    http://www.simonebastos2007.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Simony!
      Assuntos como esse são difíceis de serem desenvolvidos de modo compacto.
      Meus amigos bloggers já se acostumaram tanto com os meus textos que faz tempo que ninguém reclama do tamanho :)
      Acho que o certo é equilibrar entre o introvertido e o extrovertido, para não parecer forçado dos dois lados!
      Beijus,

      Eliminar
  40. Hellooo querida Luma, como vai? Texto impecável e delicioso de ler, como sempre :)

    Vou começar meu comentário como blogueira introvertida e mencionar que ando ausente por motivos pessoais e também por ter perdido de vista a inspiração, blá blá blá rsrsrs Mas, felizmente isso costuma ser uma fase e prefiro respeitar meus limites e só voltar quando tenho algo legal para oferecer :)
    Creio que já passei pelos 2 estágios, introvertida, escrevia só para reclamar da vida, do mundo e do universo que conspirava contra mim, até que um belo dia uma leitora meio desaforada me disse que eu era reclamona demais kkk pior que ela tinha razão, então procurei melhorar isso e postar outras coisas, ir para um lado mais extrovertido, e adorei! Mas de vez em quando dou meus resmungos hehehe
    Gostei muito das descrições, realmente vemos muito isso na blogosfera, redes sociais etc :) O blog acaba refletindo o blogueiro, não tem jeito. Eu particularmente prefiro os blogs extrovertidos :)
    Arrasou como sempre!!

    Um beijão da sua fã e bom fim de semana !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sam!!
      Que alegria te ver por aqui!!
      Você é uma pessoa que recebe uma critica e a transforma em algo positivo, como uma sacudida. Mas nem todo mundo é assim... Na blogosfera temos muitos blogueiros melindrosos.
      Obrigada pelo carinho!!
      Beijus,

      Eliminar
  41. Luma,
    Admiro a forma com que escreve e comenta sobre qualquer assunto. Concordo com você quando afirma que os blogues introvertidos são mais difíceis de ler. Todos são desabafos e muitos colocam tudo dentro de um mesmo parágrafo o que fica muito confuso de ler.
    Procuro sempre dar um incentivo à pessoa. Por mais dura que seja a situação, é uma fase que irá passar. Optei por não fazer do meu blog um muro de lamentações.
    Prefiro os blogs extrovertidos, mais descontraídos. Muitas vezes só de entrar no blogue de alguém já sinto a vibe do lugar.
    Tb sou sua fã.
    Ótimo dia pra vc.
    Big Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio, Lulu!
      Ah, muito bom quando um blogue nos anima a sempre voltar nele, não é mesmo?
      Você é muito querida!!
      Beijus,

      Eliminar
  42. Prometo que volto depois para dizer algo mais consistente, mas é indiscutível que nossos colegas blogueiros (ou boa parte deles) vêm abandonando seus espaços, seja pela indiferença dos visitantes, seja pela ausência de comentários.
    Bom feriado e um grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Fernando!!
      Esse é o mal de muitos blogueiros que não interagem. Se ele não quer interagir com outros blogues, basta retirar o sistema de comentários. Aliás, não sei porque blogues monetizados precisam de sistema de comentários. São na maioria replicadores de conteúdo.
      Beijus,

      Eliminar
  43. E agora, hein, Luma? Acho que você deixou de citar a minha "categoria": Nem introvertido, nem extrovertido, muito pelo contrário... Depois dessa aula, vou passar a observar mais, os blogues que visito! E em que categoria, se encaixa o seu blog? Boa semana! Bjs!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Vitório!
      Não citei porque de uma forma ou de outra, quando o blogue não é de opinião e sim pessoal, ele descamba para um lado ou outro. Para saber se o seu blogue é introvertido ou extrovertido, tem que colocar na balança e ver para que lado ele pende. :)
      Respondi para a Ane, logo acima sobre essa mesma pergunta.
      Beijus,

      Eliminar
  44. Confesso não ter paciência para mau humor e prefiro blogs que me fazer rir ou refletir (melhor se as duas coisas juntas). Também prefiro escrever sobre amenidades que encher meu blog com os problemas, injustiças e mimimi.

    Beijoca

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Encontrou o melhor caminho, Allan!!
      Assim deve ser!
      Ainda estou aprendendo!!
      :)
      Beijus,

      Eliminar
  45. Respostas
    1. Oi, Elena!!
      Blogueiro não pode ter preguiça!! Já pensou se eu tivesse? Eu podia estar dormindo, mas não!! Eu podia estar com o controle remoto da tv na mão, mas não! Na verdade, acho essas duas coisas um desperdício tremendo de tempo. Vou deixar para dormir mais tarde! :)
      A rotulagem não é feita pelo objeto e sim para quem olha o objeto. Um objeto criativo não deixa que o rótulo tome sua personalidade.
      Também presto muita atenção nas letras!!
      Vou deixar para assistir amanhã a tarde junto com o meu filho. Mostrei os outros vídeo que indicou e ele gostou muito.
      Obrigada!!
      Boa semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  46. Oi, Luma!

    Vim passear aqui pelo Luz... :) Faz um tempo que não andava pela blogosfera.

    De cara eu já quero me encaixar no seu texto, mas tenho muita dificuldade em saber o que sou em termos de blogueira. Uma das manias que não consigo deixar é de escrever o que sinto no exato momento que estou sentindo. Por isso eu mudei tanto de blog.

    Mas a minha fase atual enquanto leitora é de ler mais coisas que me preencham mais. O mal existe em todo lugar e já não me agrada reclamar. Aprendi a apreciar mais e não consigo ( como antes ) opinar sobre questões polêmicas enquanto na Internet.

    Antes eu tinha uma opinião formada para quase tudo que lia. Hoje me parece que apenas ler me preenche.

    Uma das minhas frustrações é a de não conseguir transmitir quando escrevo a minha forma ( sempre brincando ) de encarar os momentos por mais difíceis que eles possam ser. Minha escrita sai sempre de um modo choroso.

    Gostei da sugestão de fazer uma compilação do que a gente leu e gostou. Vou abrir uma tag no blog para elencar tais coisas :)

    Vou olhar os textos antigos... Se eu não comentá-los é porque apenas fui absorvida por eles.

    Bom fim de semana! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Iza!
      Você é uma mulher de fases e a sua escrita não é monótona. Mesmo nas horas que não estava bem, ia mais além e nos colocava dentro do seu contexto como se estivéssemos em um café conversando. Aliás, você é uma das poucas pessoas na blogosfera que sinto vontade de sentar em um café para conversar.
      Beijus,

      Eliminar
    2. Luma!!!

      Quando li a sua resposta abri um largo sorriso. Você é uma das pouquíssimas pessoas que mais ouço nesta blogosfera. Adoro quando diz da forma como me enxerga :) pois sei que é sincera e autêntica.

      E quanto ao café: Idem. :)

      Beijos!

      Eliminar
    3. Oba!! :=)) Vamos marcar!!

      Eliminar
  47. adorei rs é assim mesmo, tenho visto sempre estas desculpas, e eu creio que já tenha dado algumas no meu outro blog quando eu postava praticamente todos os dias.. talvez isso faça parte de um círculo de neuroses quando a gente se coloca numa obrigação imaginária de se postar, de ser bom e de se ser visitado. Hoje em dia eu não tenho mais isso, ainda bem, mas fico feliz saudavelmente quando tenho alguma visita de qualidade, como a sua. beijossssssssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Rah!!
      Tempos atrás dizíamos que blogar era um ato terapeutico, agora já podemos dizer da "neurose blogueira". É, tudo em excesso faz mal. Não temos nenhuma obrigação a não ser a criada por nós.
      Obrigada pelo carinho!!
      Beijus,

      Eliminar
  48. Oi, Luma:
    Pois é! Escrever tem suas dificuldades.
    É preciso tempo e pacieência.
    Resolvi escrever sobre dicas fáceis de alimentação porque é um assunto que gosto muito.
    Uma amiga me pediu dicas e escrevo de acordo com o que vou experimentando na minha cozinha.
    Sei que hoje em dia, não é um assunto que interesse a muitos. Mas é bom escrever sobre Comidinhas fáceis de fazer.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Anny!
      Estou gostando da nova fase do "Blog Linha".
      Beijus,

      Eliminar
  49. Luma,

    Visito dezenas senão centenas de blogs e percebo claramente as diferenças de conteúdo. Eu tenho as preferencias que estão embasadas na apresentação das idéias.

    Muito interessante como explicou os estilos, consegui identificar mentalmente alguns exemplos que poderia citar, mas eu tornaria o comentario longo demais.

    beijos e bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Sissym!
      Mas é justamente sobre clareza de ideias que escrevi. O introvertido tem a clareza apenas do seu umbigo, o que fica bastante difícil de compreensão. Podemos até compreender, mas seremos Madre Teresa dos blogues?
      Não faz mal deixar comentário longo. Não me importo com isso :)
      Beijus,

      Eliminar
  50. Luma, eu queria ter coragem para transformar meu blog em algo mais extrovertido. Sinto tanta vontade de falar sobre tantas coisas. Alfinetar alimentos transgênicos, egocêntricos, gente chata que não se toca... rs rs rs Bem, já estou bem mais 'solta' do que no início do meu blog. Quem sabe é o princípio... Beijos, Paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Paula!!
      Não tenha medo de arriscar!!
      Quem não arrisca, não petisca!
      Os assuntos que quer abordar são ótimos e informativos para quem lida com alimentos!
      Beijus,

      Eliminar
  51. Não sei se eu me encaixo em alguma das definições Luma, mas existem blogs chatos de qq maneira, sejam introvertidos ou extrovertidos. No meu inicio eu era bem chata, ficava só me lamentando, e acho q é por isso q demorei tanto tempo a ficar conhecida na blogosfera, mas agora não me considero uma chata não rss a nao ser pelo fato de sempre fazer um blog novo e deletar os antigos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Alê!!
      Não quis classificá-los chatos, o melhor seria monótonos :)
      Muitas vezes somos nós que estamos nos achando chatas. Nunca achei nehum dos seus blogues, chatos!
      Beijus,

      Eliminar
  52. Luma, não sei bem onde me encontro, risos
    Mas ando sem inspiração e com certa preguiça, alguns problemas pessoais não tem ajudado, enfim quero voltar não só a escrever como a fazer minhas visitas. Ah, não gosto de blogs introvertidos, quase sempre os abandono.
    bjs
    Jussara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Jussara!!
      Se está sem inspiração, melhor não visitar mesmo os blogues introvertidos. Seu blogue é de opinião e mesmo assim não é ranzinza. Muito bom!!
      Beijus,

      Eliminar
  53. Luma,

    Como diz uma grande amiga minha, "você está sempre antenada".
    Não sei em que categoria estou sei que amo escrever em meu blog. E tenho um prazer imenso em visitar os blogs e comentar. Alguns, como o seu, não visito assiduamente, pois não sei comentar sem ler e entender o que foi publicado. Não acho certo uma pessoa doar o seu tempo pra fazer um post, e o comentarista deixar palavras que não tem nada a ver com o assunto. Não importa o tamanho do comentário, ele tem que ser apenas objetivo.
    Já tive momentos complicados em que tive que me ausentar.
    Uma coisa que não gosto é de postagens com letras maiúsculas e com dialetos, sei lá como se chamam. Deve ser parentes do tal Miguxês.
    Sou muito sincera em minhas postagens, e talvez por carência de amigos para partilhar, eu tenha exagerado também. Preciso pensar em que categoria estou enquadrada.
    Gostei muito por você ter abordado esse assunto. Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lucinha!!
      O fato de demonstrar boa vontade com o blogue já lhe deixa com espírito de escrever coisas boas! Em geral, o extrovertido escreve como quem escreve por obrigação e faz isso também quando comenta nos blogues alheios. O desânimo é constante!! Eu sei que quando vem, vem com vontade de ler tudo!! :) Ah, suas postagens sempre são ótimas, sempre delicada e sincera! Quando chego no seu blogue sinto o cheiro da grama recém cortada, uma delícia...
      Beijus,

      Eliminar
  54. Você confundiu introversão com baixa autoestima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não mesmo, Tainara!
      Sei bem a diferença entre introversão e baixa autoestima.

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor