O passado nos espreita

Luz de Luma, yes party!

Dizem que o olfato é o sentido mais ligado à memória. E eu acredito nisso.

Agora a tarde eu estava num café e uma mulher entrou com seu perfume floral misturado com cheiro de cola e giz. Fui imediatamente transportada de volta aos bancos escolares. Meu coração bateu forte e minhas mãos começaram a suar e coisas que eu não tinha pensado em anos inundaram minha mente. 

Pessoas enterradas vivas sob montanhas de cinzas. A mãe segurando seu filho. Um cão horrivelmente contorcido, tentando fugir. Ainda hoje é aterrorizante!

Veja, na quarta série, todas as crianças "inteligentes" fizeram testes e foram colocadas em dois programas de estudo, separadas em duas classes. Duas vezes por semana, os alunos das duas salas especiais, eram levados de ônibus a um edifício totalmente diferente. Em um dos dias, fazíamos estudos independentes sobre temas escolhidos por cada um. A minha escolha foi medicina veterinária, teatro e jogos de simulação no computador. 

Eu gostava de comer frango empanado com queijo derretido por cima. Atualmente não suporto frango empanado com queijo derretido por cima...
Esses encontros demoravam o dia todo e depois desse ano, a cada ano faríamos rodízio nos grupos para estudo maciço sobre determinados assuntos, alguns estabelecidos e outros de nossa livre escolha. Em um dos dias da semana, as nossas escolhas não contavam e os assuntos eram escolhidos por nossos professores.

Nesse ano meu grupo estudou Pompeia por quase três semanas e nós assistíamos documentários, líamos livros, jornais, revistas e víamos inúmeras fotografias e vídeos de pessoas petrificadas, mortas por intoxicação quando Vesúvio acordou com o pé esquerdo.

Eu era o que se pode chamar de uma criança sensível, mas não posso dizer que me senti sensibilizada com tudo o que vi, apenas horrorizada com toda aquela tragédia. Queria voltar logo para casa e chorar, chorar, chorar... Tudo aquilo massacrava a minha compreensão e pensava que teria pesadelos quando dormisse.

Nos próximos dias que sabia que iria assistir novos vídeos sobre a tragédia em Pompeia, eu ficava literalmente "doente", em contrapartida, as outras crianças pareciam fascinadas! É claro que o teatro me ajudava bastante e nessas horas, eu também parecia uma criança fascinada! Eu jamais diria para todos aqueles seres hipnotizados que tudo aquilo me assustava ao ponto de ver a morte andando entre as pessoas fantasmagoricamente sorrindo.

Pensava que o programa logo chegaria ao fim e relaxava. Afinal, com o fim dessa etapa, viria também o fim de Pompeia. Daí, poderia voltar à minha vida normal, que não envolvia rever uma civilização conhecida pela maneira como terminou de repente e violentamente. Eu entraria no nirvana. 

Então, no último dia desse estudo, eu estava exultante. Pompeia sifú! 

Nossa professora, com cheiro de pó de giz e flores, sorriu... Pegou um livro grande, bonito, cheio de fotos, histórias... e disse:

- Em nosso próximo encontro, estudaremos "Bhopal"
incentivo à leitura


Ganhei o selo "Literário 2013" da Aleska Lemos e da Jô Turquezza. Nele estão incluídas algumas regras, como fazer referência a criadora do selo - não sei quem criou - e indicar dez amigos blogueiros - Passo o selinho para as dez primeiras pessoas que comentar esse post.


As regras seguintes são:

1. Indicar no mínimo dois livros que você leu em 2012 que tenha gostado;
  • Quem segue o blogue sabe que amei "O sentido de um fim", de Julian Barnes. O que já rendeu um post! (leia).
  • Outro que recomendo é "A Chuva antes de Cair", de Jonathan Coe. Não é um livro cor de rosa, contém grandes verdades. Um livro de extremos e que atiça a sua curiosidade aos poucos. O autor tem narrativa fluente e joga com o leitor e você sente que está dentro de uma "experiência".
  • "Eu ouviria as piores notícias dos seus lindos lábios", de Marçal Aquino é o terceiro livro que mais gostei de ler no ano que passou. O que não falamos, mas pensamos? Um livro visceral que nos puxa para dentro da natureza humana. Já em filme, mas não veja o filme antes de ler o livro.
2. Indicar no mínimo três livros que deseja ler em 2013.
Vou citar os três primeiros da fila, após o que estou lendo agora -

Escolha um livro para libertar da clausura da estante e venha interagir com a gente. Qualquer dúvida pergunte no sistema de comentários ou clique na imagem.

Participe também da página do evento no facebook!
Não esqueça de levar um banner para o seu blogue para ajudar na divulgação!
Fique à vontade para personalizar o seu banner.

42 comentários :

  1. Luma, realmente é isso mesmo. O passado nos espreita de diversas formas e, às vezes, é até bem legal poder revisitá-lo. Lembro-me, de relance, de perfumes, lugares, comidas e me trazem à memória pessoas muito queridas. É incrível, mas atualmente, até determinados sons de notificação no celular, que não são usados mais, quando ouço em algum lugar, simplesmente saio de onde estou em pensamento e vou anos atrás para aproveitar-me mais um pouquinho do que existiu e não existe mais a não ser na minha lembrança. O oposto também ocorre, mas se a lembrança é ruim, aumento o volume até não conseguir ouvir nem mesmo meus pensamentos. Um beijo e bom restante de semana, minha amiga.

    ResponderEliminar
  2. Nossa! Que gosto esquisito para as tragédias, com crianças tão pequenas! Não me lembro de ter estudado sobre Pompeia, a não ser en passant. De Bhopal", nunca ouvi falar, nem li.
    Lembranças trazidas por cheiros, sons, sabores, são inevitáveis.
    Melhor se trouxerem penas as boas lembranças.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Ah, sobre o selinho...rs Se deer, faço. Obrigada!

    ResponderEliminar

  4. Olá, Luma..:)
    "Perfume floral misturado cheiro de cola e giz".. odor fatal que lhe trouxe lembranças terríveis dos tempos de escola...:))
    Nem todas crianças inteligentes estão preparadas para assistir certos tipos de videos.Há muito tempo atrás, a minha irmã me disse de que a filha dela não podia assistir a série "
    Pinóquio", animação produzida pela equipe japonesa; o detalhe era que a menina chorava muito enquanto assistia o desenho animado, e que o desenho a afetava negativamente.
    Cada criança tem grau de sensibilidade diferente, portanto, certos tipos de videos inadequados, devem ser evitados, mesmo que o tema seja, interessante, isso, fica a critério do
    bom senso da educadora.
    Ótemo e ótima semana!
    A big Hug and Tchauzinho
    Anime: a série está com legenda em inglês, já assisti a série toda.
    Bungaku Shoujo=Literature Girl-Episode 1-part.01

    ResponderEliminar
  5. Olá, Luma..:)
    O link da Anime Bungaku Shoujo Memoire que deixei antes é só da série I, isto é, a série completa são três, ou seja, Bungaku Shoujo Memoire I-II-II.
    Procurando no Youtube, tem a continuação.
    Vou deixar o link de Bungaku Shoujo-Gekijoubam-The movie
    - Anime: Bungaku Shoujo The movie legendado em Francês e Italiano:
    01- Bungaku Shoujo Gekijoubam-The movie- Français-
    02- Bungaku Shoujo Gekijoubam-The movie part.01/2- Italian-
    02- Bungaku Shoujo Gekijoubam-The movie part.02/2- Italian-
    Assistam logo, pois, poderá sumir do youtube..:))
    Eu já assisti todas..:))
    Ótemo e ótima semana!
    A big Hug and Tchauzinho

    ResponderEliminar
  6. Tao lindo isso! Fico me perguntando, sempre que venho te visitar, porque cargas d´água te visito tao pouco :-/ sempre sempre sempre que venho fico babando no teu jeito de escrever.

    Sou tu fa Luma, mesmo que nao apareca tanto qt deveria.
    Vc tbm me fez lembrar de coisas da escola agora. Isso é legal demais ne? um cheiro,um sabor, sao capazes de despertar coisas lá no fundinho da gente.

    Gosto tbm de pensar em como o leitor viaja lendo, mas nao é necessariamente no que lê que ele pensa, enquanto lê palavras de outros, a pessoa vai fazendo ligacoes com suas proprias experiências, e por isso, é que a gente tem tao diferentes impressoes sobre o que lemos, cada um vê e entende o que lê à sua maneira, acho isso tao fantastico, menina!

    Bom deixa eu ir, senao me embolo mais ainda :-)

    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Luma, também a mim faz mal ver e escutar tragédias. Nunca gostei delas. prefiro o outo lado, mesmo sabendo que elas existem e sempre existiram. Beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  8. Luma,
    Também não gosto de escutar sobre tragédias, me levo aquele lugar e parece que estou sentindo o mesmo que as pessoas. Pena que não podemos ler e ouvir só coisas boas. Mas isso de o olfato nos fazer lembrar de fatos e pessoas é verdade mesmo. Um cheiro me leva a pensar em pessoas que passaram pela minha vida... Interessante mesmo.
    Não conhecia nenhum desses livros que indicou. Vou procurar.
    Beijos
    Adriana

    ResponderEliminar
  9. Com certeza, Luma, o passado nos espreita! Tenho vivido essas experiencias com frequência, que postei em meu blog no ano passado, Aromas e sons da Infância. bjs

    ResponderEliminar
  10. O passado nos espreita, mas faço um esforço grande para viver no presente, apenas. Não é tão fácil, mas tento.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. Oi Luma! Memória olfativa, tenho muito também. Imagino como você deve ter se sentido voltando tudo de novo à memória algo que estava lá dentro arquivado e esquecido. Excelente texto! Aliás, como sempre saio daqui com uma sensação boa de ler coisas que me completam, me instrui e diverte ao mesmo tempo. É sempre um prazer aparecer por aqui. Bjs

    ResponderEliminar
  12. Mais do que a sua resposta ao meu quiz, gostei do texto. O cheiro realmente pode nos levar a outras épocas. Eu tinha uma professora de matematica q adorava um perfme do boticário, só que sempre q eu sentia esse cheiro eu me dava mal kkkk. até hoje não gosto de sentir esse perfume que nunca soube como se chamava.

    ResponderEliminar
  13. Luma,
    Concordo com vc qdo fala que o olfato nos remete às memórias. Até hoje eu lembro do cheiro do Nhoque de Batata Doce com molho de tomate que ela batia no liquidificador e o gosto então?? ai que saudades..
    Big Beijos

    ResponderEliminar
  14. Voltei para falar dos livros.
    Li no ano passado:Infância, de Górki e Infiel, de Hayaan Hirsi Ali.
    Recomendo: Veneno nas Veias, de M.G.Scarsbrook (estou lendo) , O Palácio de Inverno, de John Boyne e O Poder do Mito, de Joseph Campbell. Bjs

    ResponderEliminar
  15. Olá Luma,
    Realmente, o olfato nos conduz a momentos distantes. Na minha infância, meu pai sempre me levava uma maça embrulhada em um papel roxo...Todo amassadinho...Era um cheiro delicioso...Hoje, é difícil encontrar uma maçã que me desperte e me faz reviver momentos ímpares com meu pai.
    Beijos mil

    ResponderEliminar
  16. Luma querida, procurei em todo conta um email pra contato com vc e não achei!!!
    Beijinhos

    Blog da Gullo

    ResponderEliminar
  17. Luma! A memória é sinônimo de saúde, mente sã. E as respostas para o presente sempre veem do passado nos fazendo participar do mundo dos sentidos. Beijo!!

    ResponderEliminar
  18. Olá Luma.
    Adorei ler o seu texto. E é verdade há certas cheiros que nos trazem memórias do passado comigo isso acontece. A tragédia de Pompeia não é um assunto fácil de estudar.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  19. Oi Luma, adoro voltar ao passado com os cheios ótimos que me trazem boas lembranças.
    Cheiro de escola na alfabetização ahhhhh lápis, borracha, cadernos novos, cheiro da lancheira com maçã e pãozinho doce com goiabada .......... e por aí vai.
    Acho que vou fazer uma BC sobre essas lembranças rsrs
    Obrigada por responder o Meme, gostei muito.
    Beijos querida.

    ResponderEliminar
  20. Hahahaha Luma!! Só você para fazer troça do passado! Imagino o seu sufoco querendo desligar-se das tragédias de Pompéia e cair em Bhopal.
    Boas indicações dos livros que leu. Comprei o livro de Barnes ontem depois que li o seu post pelo feed e vim para lhe contar. Estou devorando!!
    Abraços

    ResponderEliminar
  21. Apesar do aperto no peito ao ler suas palavras, adorei fazer essa viagem no tempo junto com voce.
    O nosso tempo na escola tem nuances desconhecidas e fascinantes, nem todas felizes mas muitas intrigantes.
    Adoro o jeito que vc escreve, prende, encanta e faz refletir.
    Tentei lembrar de algum cheiro da minha epoca e nao consegui porem os olhares... ah os olhares apareceram todos, nas suas mais diversas formas.
    Abracos
    Gra'
    *estou tentando marcar um encontro para trocas de livros, espero que de certo.

    ResponderEliminar
  22. Oi, Luma,

    A sua experiência escolar na infância me lembrou de um livro sobre vulcões que li. O nome do livro é a 600ºC e ele me deixou bem impressionada sobre o poder horrivelmente destrutivo dos vulcões. Sim, porque o livro me informou sobre um fênomeno chamado "nuvem ardente" que são as emissões de gases venenosos e super aquecidos, ocorridas às vezes nas explosões vulcânicas. Estes gases são letais e chegam às populações próximas aos vulcões bem antes do material sólido e as envenenam, queimando também os seus pulmões. Segundo o livro foi o que aconteceu, no início do século passado, na explosão de um vulcão na Martinica.
    Você leu bons livros em 2012 e tenciona ler outros que devem ser também bons. Eu tenho - e ainda não li - o do Marçal Aquino. E sou fã do Coetzee.

    Um beijo e bom fim de semana!

    Ah, quanto ao peixe, se fosse assar um salmão daqueles na churrasqueira eu o assaria sem proteção mesmo, pois gosto do sabor defumado produzido pela fumaça, rsrs.

    ResponderEliminar
  23. "Eu ouviria as piores notícias..." para mim é uma frase tão poética que nem precisa duma poesia que a complemente. Daí...covarde que sou, não assisti ao filme. Agora, leitora que sou...vou ler o livro :-)
    Muitos beijos e um ótimo findi. Ah, sim, vc me deu uma ideia: escrever as cartas de Marina para entregar-lhe, ao invés de apenas digitar no blog. Vlw

    ResponderEliminar
  24. Luma,quando somos crianças as tragedias parecem ainda maiores do que são!Tb me sensibilizo com situações de tragédia desde pequena!Parabéns pelo lindo selinho e adorei as suas dicas de leitura!bjs,

    ResponderEliminar
  25. Também já ouvi isso, sobre o cheiro ser ligado a memória, Luma.
    E esse seu post, fez-me lembrar que tenho mais um selo para responder... hehee
    abraços e bom final de semana.

    ResponderEliminar
  26. Seus links sempre vão além dos apenas escritos na postagem, ou dos que podem ser apenas escritos melhor dizendo.
    Muito intenso o modo como as coisas se ligam ou não para mim aqui.

    Mas um beijo Doce pra você de memórias Doces em Flor simples e leves é o que te desejo aqui.

    ResponderEliminar
  27. Olá Luma.
    Apesar de que precisamos ficar antenados em assuntos de atualidades, não me faz bem ficar assistindo a estas tragedias, que foi um horror esta em destaque. Desculpe amiga mas tive que rir o desfecho, quando pensaste que estavas livre já viria outra pior ainda, ninguém merece.
    Quanto aos odores estes ficam para sempre em nossas memorias. sejam quais forem, uns marcando muito mais.
    Uma bela semana. beijos

    ResponderEliminar
  28. Oi Luma,
    Certas coisas nos levam lá no passado e nos fazem pensar em como vivenciamos certos momentos,no que eles significaram pra nós e o que nos trouxeram.
    Músicas e cheiros são ótimos em fazer isso,rs.
    Uma ótima semana,abraço =)

    ResponderEliminar
  29. Cheiros são mesmo incríveis né Luma?
    Nos transportam para lugares que nem imaginávamos ainda lembrar.. reviver coisas especiais.. Enfim, como sempre arrasa com seus textos e com sua paixão pelo mundo das letras..
    Obrigada pelo carinho viu?
    Já escolhi qual livros irei librar..
    Beijookas

    ResponderEliminar
  30. Luma, essa sua professora gostava (ou gosta) de uma tragédia rs.
    Concordo com a memória do cheiro. Um dia entrei no Boticário e comprei aquela antiga água fresca, só p/ matar saudade da minha ex sogra que mora longe, falo p/ ela que o perfume tem o cheiro da bondade. Se existe um paraíso ela estará na frente da fila rs, pessoa boníssima e especial.
    Adoro também macerar entre os dedos as especiarias, o cheiro vai soltando, impregnado na comida e na pele...

    Tenha uma semana iluminada! (Tomei liberdade de te enviar um e-mail, recebeste?).

    Bjoooooooo

    ResponderEliminar
  31. Olá,
    Enquanto lia o seu post, tb meu olfato me levou para meu tempo de criança. Detestava um sabonete q minha mãe gostava e usava muito. Grande, escuro e com perfume de rosas. Aquilo, na época, me parecia coisa de "gente antiga". Eu queria outros cheiros e cores mais alegres!
    Hoje o sabonete virou moda, caro, vintage. E eu até passei a apreciar o aroma.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  32. Pois é, tem gente que se deleita com as tragédias aleia, lendo os absurdos que se coloca em evidências nos livros revistas e jornais. Por ser um pouco antiga a tragedia de Pompeia não é lida e relembrado por muitos.
    Valeu assim mesmo, e as comparações são fieis a o que nós vemos e lemos mesmo hoje em dia.
    Abraço

    ResponderEliminar
  33. Ontem mesmo estava passando em frente a casa de uma pessoa senti o cheiro de flor dama da noite, nossa me veio tantas memorias rapidamente...é mto interessante mesmo o que o cérebro faz.
    Qto as tragédias é só o que vemos.

    ResponderEliminar
  34. Tem um texto de Patrick Süskind (livro Perfume) que eu gosto muito:
    "... as pessoas podiam fechar os olhos diante da grandeza, do assustador, da beleza, e podiam tapar os ouvidos diante da melodia ou de palavras sedutoras. Mas não podiam escapar ao aroma. Pois o aroma é um irmão da respiração. Com esta, ele penetra nas pessoas, elas não podem escapar-lhe caso queiram viver. E bem para dentro delas é que vai o aroma, diretamente para o coração, distinguindo lá categoricamente entre atração e menosprezo, nojo e prazer, amor e ódio. Quem dominasse os odores dominaria o coração das pessoas."

    Bjs
    :)

    ResponderEliminar
  35. Olá! Não gosto de escutar as notícias, últimamente são todas uma desgraça , isso me deprime muito.
    já os cheiros são todos bons, sinto sds do cheirinho dos meus filhos bebezinhos, do cheirinho do meu neto....mas ,o mais interessante é cheiro que sinto sempre na lembrança, a da roupa de cama da minha nona, como era bom....nunca mais senti cheiro igual!
    Cheiros nos transportam a lugares e pessoas distantes..também!
    cheiro que vem da cozinha qdo se está com fome , é muito bom!
    cheiro de flores , me transportam lá na casinha do mato!
    bem, existe cheiro ruim , mas esses a gente deleta..kkkk
    Obrigada pelo carinho!

    boa semana querida! bjssss

    ResponderEliminar
  36. Bom Dia..
    Que Deus nos abençoe e nos ajude a enxergar a
    beleza que existe nas outras pessoa.
    Que Deus te abençõe.
    Enquanto eu louvo,
    eu desejo que a benção de Deus se
    derrame em tua vida.
    E que Deus continue a abençoar
    da nossa amizade tão linda.
    E a vida seja simplesmente pura, paz.
    Passei para desejar um lindo dia,
    cheio de bençãos...
    Beijos e carinhos meus,Evanir..

    ResponderEliminar
  37. Oi Luna,
    realmente nada de lindo ouvir coisas que arrepiam a espinha credo!
    Mais quanto ao texto foi lindo demais caminhar nas tuas lembranças, gostei, mas no final, lá está a frente "Bhopal"

    Beijinho

    ResponderEliminar
  38. Luma,
    te entendo e me vejo na situação que vc nos conta.Quando tinha filme sobre a 2ªguerra na aula de história eu sofria pra caramba.Nas cenas mais fortes tapava os olhos, mas ouvia tudo, o som do filme e a caçoada dos meninos.
    Pra mim, o olfato é mesmo uma fonte memorial de peso.
    Já tô separando o meu livro-liberto, viu?
    Uma ótima semana pra vc.
    Bjos,
    Calu

    ResponderEliminar
  39. Minha relação com o passado está melhor vinculada as cores e imagens e sons do que aos aromas... consigo facilmente montar inumeras playlists para contar minha história, mas são pouquissimos os aromas que comporiam este contexto. Eles ficam vinculados ao presente: reconheceria meus proximos de longe a partir do olfato, em especial minha namorada, e inconscientemente, a primeira coisa que faz com que eu me sinta em casa é o aroma que ela tem, e só ela tem, levamos para todas as casas que vamos. Por outro lado, já ouvi de todas as namoradas que, quando não lembravam de mim simplesmente pela lembrança, alguém passava perto delas com meu perfume, que mudou ao longo dos anos, curiosamente, criando igual lembrança singular a cada uma delas =)... meu repertorio de historia, nos tempos de escola, ficou amarrado no contexto capitalista (dos reinos e feudos às travessias do mar, e delas pra revolução industrial) e no passado recente (as grandes guerras e porque o Brasil é como é)... bjos!

    ResponderEliminar
  40. Olá, Luma,
    Acredito que realmente nosso olfato está ligado fortemente com nosso passado, e é capaz de desenterrar memórias que julgávamos esquecidas.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  41. É minha cara, várias vezes eu me perdi em aromas que me levaram de encontro a coisas outras. Viajei inúmeras vezes graças ao olfato. Aliás, minha memória usa de vários mecanismos para me levar para dentro, longe - outro dia enquanto caminhava pelas ruas aqui do bairro pisei sobre pequenas pedrinhas e de imediato senti aquela alegria estranha, as imagens mudaram por dentro dos outros. Eu avistei o mar e ao fundo as gaivotas e lá estava eu com meus poucos anos a colher aquelas pedrinhas coloridas, de diferentes formatos e a guardá-las no bolso. As pessoas passavam, dentre elas um senhor que acenou rapidamente. Lembrei de ter achado bonito aquele rosto velho, cheio de rugas, histórias, vida e aquela altura da vida, com desenhos de uma solidão palpavel. Fiquei olhando pra ele até desaparecer... "Nunca mais o vi", acho que até por isso o guardei para vê-lo sempre. rs

    bacio e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  42. Mas que professora mais mórbida você teve! Eu também. Fico sensível demais e não consigo mesmo ver tragédias. Nunca esqueci de quando minha professora de ciências operou um sapo em sala de aula. Enquanto alguns colegas ficavam extasiados eu e outra chorávamos por que o coraçãozinho do sapo foi retirado.

    Existe até mesmo os que pensam que não falamos ou queremos ler sobre isso na Internet é por sermos insensíveis. Muito pelo contrário. A questão é que absorvemos tudo e sentimos como se estivesse perto de nós.

    Hehehe Colocou uma receitinha ( tipo miojo ) no meio do texto! :)

    Parabéns pelos prêmios! Quanto aos livros, ainda não tive a oportunidade de ler nenhum desses. Vou guardar na minha lista de sugestões.

    Beijos!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor