Lendas urbanas - Assombros Brasileiros e intolerâncias

Eu te pergunto: você acredita em vida após a morte? Se você disser que sim e eu disser que acredito, estarei concordando que existem assombrações, certo?



Dessas coisas, quanto menos se fala menos sofre, se é que me entende! Quando criança adorávamos histórias de fantasmas, mula sem cabeça, caipora, saci e mais tarde vieram: a história da loira do espelho e do empregado da coca-cola que caiu no tanque da fábrica. A cada época uma história assustadora, que fazia com que, ao passarmos por algum lugar escuro, percorria também um arrepio pela nossa espinha e as nossas pernas amoleciam. Quem nunca acordou no meio da noite e ficou com medo de abrir os olhos que atire a primeira pedra!

O Julio Moraes fez uma postagem sobre endereços em São Paulo que dão arrepio, como o Teatro Municipal, o Prédio Martinelli, a Casa do Conde, o Castelo da Rua Apa ou a Casa das Rosas. Brasília, também tem suas assombrações, mas não é de gente viva, estou falando de outras assombrações...


Lullinha em suas madrugadas de insônia (se é que tem) corria o risco de se encontrar com o Marechal Castello Branco no Salão da Biblioteca do Palácio da Alvorada. Mas que Castello Branco a vários mandatos, vaga por lá, isso vaga. São muitos os depoimentos sobre a presença dele que flutuava sobre os tapetes e entre as estantes, afastando-se quando alguém se aproximava, seja garçon, assessor, oficial de gabinete ou até sucessor.

Dizem que o Presidente José Sarney não entrava de jeito nenhum na biblioteca, depois que o sol se punha e até que nascesse de novo. Vivo, Castello quase cassou o mandato de governador do Maranhão. Imaginem morto o que faria com Sarney...

Outro que não dava bandeira, jamais deixando de noite os aposentos particulares do Alvorada, no segundo andar, era Ernesto Geisel. Soube que Juscelino Kubitschek, depois do desastre da via Dutra, costumava fazer vistorias periódicas na residência oficial. Como explicaria ter hesitado por mais de oito horas em decretar luto oficial - e se JK pedisse satisfações?

O poder não parece ser apenas triste, é também aterrador. Por inúmeras vezes no congresso, depois que as luzes se apagam e os parlamentares vão para casa, os vigias juram ouvir discursos inteiros vindos do plenário da Câmara. Os mais antigos têm certeza de que as vozes são de Gustavo Capanema, Pedro Aleixo, Adauto Lúcio Cardoso, Aliomar Baleeiro e outros luminares de décadas anteriores, cobrando a presença dos atuais deputados, em especial às Segundas e Sextas-feiras, quando se encontra nenhum mortal, nem de tarde.

Michel Temer só entrava no plenário depois de fazer minuciosa varredura nas instalações da mesa. Seus auxiliares garantem que por mais de uma vez, ao tentar sentar-se na cadeira da presidência, Temer recuou por encontrá-la ocupada por Dr. Ulisses “Vamos Votar! Vamos Votar” São palavras que ecoam pelas fileiras vazias, sem que se saiba exatamente de onde partem.

Ao Senado, a mesma coisa. Apesar da reconhecida coragem física, Antônio Carlos Magalhães costumava apelar para o Senhor do Bonfim, toda vez que chegava ao gabinete e quando ligava a secretária eletrônica, escutava mensagens com a voz do falecido Auro de Moura Andrade, repetindo que os poderes são independentes.

No Ministério da Fazenda era constante as mensagens do ex-Ministro Mário Henrique Simonsen, escritas com tinta vermelha nas paredes da sala de reuniões pela equipe econômica: “Parem com isso, assim é demais, estão vendendo o país a preço de bananas!

Pior do que em edifícios específicos, porém, tem sido a presença de espíritos em certas avenidas e superquadras da capital federal. Lembram daquele índio pataxó que morreu queimado? Pois é, um notívago e corajoso candango perguntou aonde ia, ouvindo a resposta de que se dirigia ao gabinete da juíza Sandra Mello, para saber o que tinha acontecido com seus assassinos.

Contam também que o Cardeal-arcebispo Dom Freire Falcão procurou o então Governador Cristóvão Buarque para pedir-lhe, que mandasse desmontar as arquibancadas e passarelas em construção bem defronte à Catedral. O governador atendeu prontamente o pedido, correndo à curta voz não ter sido apenas em função do apelo do prelado. Parece que as estátuas de pedra, réplicas dos profetas do Aleijadinho, dispostas na entrada da igreja, andaram saindo em procissão até o palácio do Buriti, para protestar contra aquele sacrilégio.

Em suma, fantasmas também há, inclusive o de D. Pedro II, portando cetro, coroa e manto e pedindo à sentinela do Palácio do planalto. Não descansa em paz por ver que esse país ainda é uma colônia.

Esqueci de dizer que para além de acreditar nos fantasmas, em santinhos de campanhas, capetas, acredito principalmente em DEUS, poderoso que preserva os meus sonhos e que dá ao povo brasileiro, tolerância para passar por certas situações, que diria, são ultrajantes para um ser dígno e honrado que paga seus impostos em dia!

Eu, fico na torcida para que os nossos fantasmas reais sejam espantados e quanto aos que assombram os políticos... bem, vamos dizer que hoje eu já fiz uma fézinha no Marechal Castello Branco.


Este texto escrevi em 22 de Setembro de 2009 - Brasilia Summer Time - Que presta a ser publicado na Blogagem Coletiva proposta por Christian V. Louis, do blogue Escritos Lisérgicos em parceria com Jaci Clemente, do blogue Uma Pandora e Sua Caixa, que cedeu o livro Assombrações do Recife Velho de Gilberto Freyre para sorteio entre os participantes.

A BC Lendas Urbanas
vai até o dia 31 de Outubro.

Não esquece:
O BookCrossing Blogueiro
começa dia 08 de Novembro...

84 comentários :

  1. Luma,

    Seus posts são tão interessantes que quanto mais lemos, mais queremos ler. O senado deveria ficar com medo do "buuuuuuuu" da corrupção.

    Beijo imenso, menina linda.

    Rebeca


    -

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O buuuuuuuuuuuu da corrupçao só assanha políticos; sinaliza para onde eles devem ir! Beijus,

      Eliminar
  2. Luma
    Tb estou com essa tarefa, postarei ainda nessa semana.
    ótimas suas respostas.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O prazo era até o dia 31...

      Eliminar
  3. Brilhante! Só cometeu um único erro:[maldade] Lula jamais andaria pelos arredores da bliblioteca [/maldade] (RS)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Beth Muniz tem a resposta para você! Leia mais abaixo (rs*) Beijus,

      Eliminar
  4. Gostei da lista!!!

    BLOGAGEM COLETIVA DIAS 25 E 26/09 EM COMEMORAÇÃO AOS 6 MESES DO MEU BLOG IDEIAS DE MILENE...

    "COMO VOCÊ ESCOLHE SEUS AMIGOS?"

    INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ DIA 24/09 - 23HS!!!
    DEIXEM SEU LINK NOS COMENTÁRIOS...

    COMO PARTICIPAR?

    É SÓ FAZER UM TEXTO EM SEU BLOG DIZENDO COMO VOCÊ FAZ PARA ESCOLHER SEUS AMIGOS. SE TEM UMA TÉCNICA ESPECIAL OU NÃO. E SE JÁ SE DECEPCIONOU ALGUMA VEZ! NOS DIAS 25 OU 26 POSTE O TEXTO EM SEU BLOG!

    Passa no Ideias para se inscrever!
    Http://ideiasdemilene.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho técnicas, apenas sinto a aura que chega à mim. Esqueceu que tenho poderes especiais? (rs*) Beijus,

      Eliminar
  5. Gostei nem parecia um meme enquanto eu lia..muito bom
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Luma querida, genial essa matéria, e que fôlego, muito legal.
    Sabe que contam que a esposa do Pinochet, foi internada muitas vezes. Ela via o fantasma do Allende, na sala onde ele foi brutalmente assassinado pelo próprio esposo da própria, a internada. A solução foi lacrar aquela ala do palácio. É, procê ver, minha filha, que no Chile tbm rola essa coisa de fantasminhas.

    Também curti demais as indignações. Tõ com vc e as meninas todas e não abro. Aguarde minha lista de indignações.

    A primeira é eu não ter o tempo que gostaria pra poder me deliciar, TODO DIA com teu blog.
    bjão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Walkyria!! Os fantasmas estão à solta! Principalmente nessa época, não é bom brincar! Se exagerar, eles colam e não largam mais!! ;) Beijus,

      Eliminar
  7. Bota indignação. A gente vive assim.
    Qrda, ando com tt sono e cansada.
    Outro dia volto c calma. Adorei a foto.
    Bjs Laura

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A indolência da beira-mar, esses coqueiros balançando no rítmo do vento... eu também viveria cansada e com sono. Beijus,

      Eliminar
  8. Luma, eu não creio em bruxas, mas que elas existem...

    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como comentei por aí nesse dia de blogagem: Duvide do que vê e respeite o que não vê. Beijus,

      Eliminar
  9. Luma! Acredito na vida após a morte e acho que estes governantes estão fazendo muito desmando por isso estão sendo assombrados pelos espíritos que vem puxar as orelhas deles.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Torço para que isso esteja realmente acontecendo com eles. Gente ruim está tão acostumada com coisas ruins acontecendo que ficam imunes as maldades. Beijus,

      Eliminar
  10. Luma querida
    Que prazer imenso ver a tão perfeita colocação que fez de um texto meu em um texto seu.Quando escrevi aquele parágrafo era exatamente tudo o que vc escreveu que eu estava sentindo e querendo dizer.Eu não consegui expressar-me tão bem como vc.Eu sempre fico dividida entre escrever de forma explícita ou implícita.Opto pelo implícita porque não sei medir a mão na escrita explícita e muitas vezes o texto sai pesado demais. Já a sua maneira de escrever sobre a realidade, muitas vezes indigesta demais, é suave, extremamente agradável de ser ler e contundente. O seu texto não leva a pessoa a revoltar-se e sim à reflexão, que é muito mais importante :o)
    Muito obrigada pelo excelente uso das minhas palavras, sinto-me honrada.
    Bjossss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Turmalina!! Ainda vou apresentar no blogue... espere e verá o que conjuguei. Obrigada você!! Beijus,

      Eliminar
  11. Luma, o pessoal dizia que o prédio da Caixa Econômica, no centro do Rio também é mal assombrado. Quando eu trabalhava lá e tinha que ficar de madrugada trabalhando, morria de medo e escutava vários barulhos esquisitos. Hehehe. Eu ficava dizendo pra mim mesma que era besteira, que fantasmas não existem, mas não conseguia evitar os arrepios na espinha. :-))))
    Quanto aos fantasmas de Brasília, difícil não ter medo. :-)))
    Bjos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sério, Chris!! Eu apenas assustei uma vez, mas foi porque me distrai! Estava em uma casa que os vidros tinham proteção insulfilm e como estava no escuro, quando acendi a luz, assustei com o meu próprio reflexo na porta de vidro. Foi hilário!! Não acredito em fantasmas! Acredito na maldade humana, só!!

      Eliminar
  12. Luma,
    Excelente. Denúncias revoltadas bem colocadas e com pitadas exatas de humor. Adorei.
    beijo, menina

    ResponderEliminar
  13. Eu acredito em assombração e torço para que os fantasmas tragam muita sorte e iluminem os políticos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que ilumine fazendo com que se arrependam e comecem a fazer o certo, né? :)

      Eliminar
  14. Olá Luma
    Verdade sobre quem nunca sentiu medo no escuro, com certeza todos aqueles que se dizem corajosos é que tem mais medo,kkkkk. Estas lendas de Brasilia é de arrepiar.
    Parabéns pela participação.
    Maravilhosos dias. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para sermos corajosos, precisamos vencer o medo e esse já vem no pacote da humanidade, nascemos com ele :)

      Eliminar
  15. Faltou dizer, adorei seu blog, também estou participando.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Verinha!! Daqui a pouco vou lá conhecer o seu blogue!! Seja bem-vinda!! Beijus,

      Eliminar
  16. Luma, bem original a sua participação. Realmente, os fantasmas da vida real (a após a morte só saberemos depois) costumam ser bem assustadores.
    Valeu pela participação na BC. Parabéns pelo post muito bem escrito.

    ResponderEliminar
  17. ...Halloween?
    Acredito em assombrações, mas vivas. Temos gente viva assustando o povo o suficiente: políticos; corruptos; arrogantes; traficantes; extremistas; criminosos; agentes do fisco; marketeiros. Um fantasmazinho já não assusta ninguém.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nas mandingas que a gente não vê. Mil coisas que a gente não crê. Um fantasminha diante dessa lista, não é nada!! Beijus,

      Eliminar
  18. Oi Luma
    2009? Magina cai como luva em nosso cenário atual.
    Mas a "assombranção" que eu acredito existir e que ao meu ver só funciona aos honestos antes de dormir. Parece-me que não existe para as almas-não-penadas e ainda vivas do senado. CONSCIÊNCIA
    Amei o post
    Bjs
    Debby :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles não sabem o que é consciência, estão vacinados e ela não chega perto deles, infelizmente!! Beijus,

      Eliminar
  19. Luma, você me passa mais informações sobre esse encontro de hoje que vai fechar o Outubro Rosa? Algum link da organização para eu poder divulgar?
    Não curto muito esse negócio de Halloween, não me identifico e essa data não me diz nada, sabe? Temos nossas próprias lendas e fantasminhas :) Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Adri!! Fiquei esperando para ver se alguma coisa fosse publicada na web, mas como foi local, somente a impressa escrita fez a cobertura do evento. Vou ficar te devendo!!
      Participo de festas do halloween por causa de amigos e até acho divertidas, mas se fosse para me manifestar festajando sozinha, não ligaria a mínima!!
      Beijus,

      Eliminar
  20. Depois daquela mal explicada viagem de avião que o levou para assombrar em outras dimensões, posso até entender o porquê da sua fezinha no Castelo...rsrs
    Quanto ao Lulinha, realmente ele não sofre de insônia. Talvez porque leia muito, ao contrário do que muitos pensam... Puro preconceito. Essa mania que o brasileiro tem de achar que só é inteligente quem tem diploma universitário.
    Luma querida,
    Adorei o texto, que me atreveria chamar de Crônica das Noites Insones no Palácio do Planalto. Poder. Sei lá... rsrsrs
    Creio que nem o Dom Bosco salva!
    Beijo.
    Fui!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehehehe os fantasmas não perdoam!! Ah, Beth... se o Lulla lia muito, como falava tão errado!! Nem é questão da língua presa, algumas coisas entregam mesmo!! ;) Beijus,

      Eliminar
  21. Já havia ouvido falar há um tempo atrás sobre essas histórias de assombrações em Brasília. Às vezes dá vontade de que uma dessas seja real, que de um p*** susto em alguns "poderosos" para que façam as coisas direito por lá. Hahahaha....
    Adorei o texto,como já escrevi em outros blogs participantes da BC não sou de acreditar muito no sobrenatural.. mas para que mexer no que tá quieto, né não?
    Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ser que seja real para quem vive tais histórias. Já para nós, motivos de alcovites. Não é bom desacreditar também! Melhor respeitar. Beijus,

      Eliminar
  22. LUMA!

    FANTASMAS? NÃO EXISTEM!
    MAS EU MORRO DE MEDO DELES!
    TALVEZ SEJA POR ISSO QUE SEMPRE RECUSEI CONVITES PARA CANDIDATAR-ME! JÁ PENSOU O QUE VERIA PELAS TENEBROSAS SALAS DO PODER?
    CRUZCREDO!!!
    PÉ DE PATO, MANGALÔ, TRÊS VEZES!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. kkkkkkkk que contradição!!
      Zeca, se ganhasse a eleição, você mandava exorcizar os fantasmas! Simples assim... a minha mãe dizia que essas coisas tenebrosas que dizem enviam para nós, "Só pega, se você acreditar".
      Rezar não faz mal!! :) Beijus,

      Eliminar
  23. Oi, Luma!
    Nossa! Que texto sensacional!
    Muito inteligente e extremamente bem humorado, combinação impecável para uma excelente escrita!
    Michel Temer encontrou a cadeira ocupada por Dr. Ulisses? Rsrs Eu adorei essa!
    É a primeira vez que venho ao seu blogue e não vai ser a última!
    Prazer enorme conhecer você!

    PS: Ai...que medo da história que você contou sobre a jabuticabeira! Daria um bom conto de terror!
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Isa!! Seja bem-vinda!! O prazer é meu também! Ah, por um tempo fiquei encabulada com as jabuticabas... se pelo menos elas não fossem da cor de sangue... rs. Beijus,

      Eliminar
  24. Muito bom amiga!!Eu diria que as assombrações em Brasília,o são,porque já eram quando no corpo,assombrando as pessoas com suas atitudes,e muitos deles ficarão por aí mesmo sem querer largar o osso.Texto hilário para alguns e para mim muito realista...Bjs na alma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os materialistas não acreditam em vida após a morte e também por isso, pintam e bordam! Obrigada, Zilda!! Beijus,

      Eliminar
  25. OLa Luma, boa noite!

    Uma dos melhores contos da Blogagem Coletiva, sem dúvidas, é o seu!
    Com honra e louvor. E não é exagero meu, gostei por perceber a sua facilidade com as letras, um português correto, gramática, estilo. Adorei a sua criatividade em trazer também o cenário político antigo, contrastando com o atual.
    Seu conto é maravilhoso, Luma, porque nele há crítica bem humorada bem colocada, ao momento político caótico que estamos presenciando, sem perder a graça e a leveza.

    Como sou adepta da Doutrina Espírita, convicta de seus postulados, nem preciso te dizer que creio nos fantasmas, por que eu sou um deles, com a diferença que tenho um corpo de matéria densa, nesse plano de vida, pois que a Vida é uma só, mas em duas etapas. Rsssss..

    MUito grata pela visita, e pelas palavras lá no meu Blog...

    Gostei daqui, e de você, voltarei porque te add às minhas preciosidades do Sementes Preciosas. ( barra lateral direita, onde ficam os meus preferidos)

    Beijinhos da Lu...

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ah, também sou uma fantasminha presa em um corpo!!
      Obrigada, Lú!
      Seja bem-vinda!!
      Beijus,

      Eliminar
  26. Aaaadorei, Luma.
    Não conhecia estas lendas brasilienses e olha que morei 20 anos por lá, porém nunca frequentei os poderes.
    Vc aliou perfeitamente forma e espírito desta BC.Merece publicação em mídia de grande circulação, viu?
    Bjos,
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Wow!! Folgo em dizer que fui sondada nesse sentido ;) vamos ver!!
      Calu, por debaixo dos panos acontece muitas coisas que até Deus duvida!! Beijus,

      Eliminar
  27. Bem Luma,
    já andaram fazendo tantas mandingas e trapaças alí dentro que acredito que tenha mesmo assombrações,,, Afinal é uma forma de lançarem suas indignações sobre essa cúpula corrupta que nós colocamos lá. Somos também culpados [e que Deus Todo Poderoso nos livre de todo mal, aliás nos livre até do JK rsrsrs]
    Adorei seu conto e pra ser sincera não conhecia essas histórias da nossa capital. Algum benefício esses fantasmas estão fazendo por lá...
    bjks doces

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pessoas se iludem acreditando em coisas que para elas fará bem, mas que só inundam a alma de negatividade. Deus nos livre!!
      Obrigada, Marly!! Beijus,

      Eliminar
  28. Luma, que maravilha de texto e passaste por todos os fantasmas ...Gostei de ler e acredito que os piores são os vivos que circulam por lá!! rs beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os fantasmas que habitam corpos são os que possuem meios de praticar maldade! Obrigada, chica!!

      Eliminar
  29. Luma,eu adorei seu texto e já ouvi falar dessas histórias de fantasmas pelo Congresso!Seria bom se espantassem todos esses políticos corruptos de lá e deixassem só os bons!...rss...bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas como separar o joio do trigo?
      Que bom que gostou!! :) Beijus,

      Eliminar
  30. Muitas das coisas que relatou não sabia, tem muito misterio nesse mundo.

    ResponderEliminar
  31. Minha querida Luma,

    Sabes que não lido bem com o google+ que é onde mais te vejo mas não sei comentar-te de lá!
    E fazes falta Luma.
    Muito obrigada querida, pelas tuas doces e sempre tão gentis palavras no dia do aniversário. Guardá-las-ei no meu coração.
    O teu post de hoje é interessante e dá que pensar. Acredito no Além, e há evidências e hoje , até meios para se medir a existência de campos energéticos. Quem não resolveu todos os planos prometidos...não estará em paz, errando e penando...Ou...saudades do tempo terreno, onde o Poder exerce um tal fascinio que nem depois de mortos se conformam!
    Mas...amedrontam-me mais os fantasmas vivos!
    um grande e carinhoso abraço minha querida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo bem, Manu! Também gostaria de poder estar no blogues amigos sempre que sinto vontade, mas nem sempre é possível. Na maioria das vezes chego tarde em casa e antes de dormir dou uma voltinha pelos blogues. Confesso que dou prioridade para os blogues que se fazem mais presentes aqui no "Luz"; uma forma de retribuir o carinho com o meu bloguinho.
      O homem gostaria de ser imortal e por isso dá vida aos que morreram através de histórias de espíritos e fantasmas.
      Bom fim de semana para você!! Beijus,

      Eliminar
  32. Olá, Luma.
    Genial seu texto, parabéns.
    Acho que todo prédio antigo sempre será alvo de histórias envolvendo fantasmas e assombrações, o problema é que estes mitos (reais ou não) muitas vezes acabam assustando mais do que o comportamento nada ético dos servidores públicos que habitam neles.
    Obrigado pela visita e um ótimo final de semana pra ti, Luma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Jacques!
      Sim, os prédios antigos são eleitos pois quantas pessoas ali já morreram? Me lembrei agora do Edifício Joelma... dizem que se tornou mal-assombrado... bom fim de semana para você também!!

      Eliminar
  33. Eu não sei ao certo no que acredito...esse tipo deassombração palpável, em que escrituras na parede aparecem não me comove muito não.Mas acredito que há espírito e que a gente não morre quando vai pra debaixo da terra ;) =*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O espírito nunca morre, o que morre é o corpo. Me conforta saber que as pessoas que amei e que morreram possam ainda estar do meu lado. Mas não sei se ficam do nosso lado ou vão para algum lugar. Sei que quando era criança, me disseram que não é bom ficar evocando gente que morreu. Precisamos deixar que cumpram suas missões após a vida na terra. Beijus,

      Eliminar
  34. Oi Luma, blogagem extremamente inteligente e bem elaborada!

    Algum 'shakespeare brasileiro' diria que há mais pessoas (vivas e/ou mortas)nos corredores do poder, em Brasília...

    Só sei que não sei.

    Abração
    Jan

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagino que os fantasmas estejam se acotovelando para assistir o julgamento do mensalão. Ah, eu tenho certeza que o Sarney é um zumbi! Beijus,

      Eliminar
  35. Luma, gostei demais da criatividade do seu texto, que fala de fantasmas reais que podem nos fazer muito mais mal do que aqueles que já fizeram a passagem. E Deus sempre é mais! Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Bia!! Deus é a nossa consciência!! Beijus,

      Eliminar
  36. Olá Luma, vim retribuir a sua visita ao Vivendo e Aprendendo e dizer que achei o seu texto bárbaro! Concordo qdo disse que "qto menos se fala menos sofre" e fiquei rindo sozinha qdo disse que "Brasília tem suas assombrações, mas não é de gente viva..." esses assombrações de gente viva metem tanto medo qto os outros, pois eles aprontam cada uma de arrepiar os cabelos, rs.
    Parabéns pela obra e pelo blog!
    Bjsss
    Sileni
    www.viveraprendendo.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sileni, nós nos preocupamos demais com coisas de menos e preocupamos menos com coisas que realmente são importantes, por isso escrevi que menos se sofre quanto menos se fala. Talvez o problema não cresça e fica por isso mesmo, até ser esquecido.
      Assombração de gente viva, não existe reza que dê jeito!!
      Beijus,

      Eliminar
  37. Luma:
    É verdade! Quem nunca ficou com medo de abrir os olhos, mesmo no escuro?... Medo de ver mais do que o necessaário...rs.
    Se fantamass existem?
    Com certeza, não vou duvidar.
    Um belo texto. Parabéns!

    Anny

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma vez quando tive um pesadelo terrível e daí fiquei com medo de abrir os olhos. Não gosto de dormir sozinha, não por medo, mas porque acostumei desde pequena com o ressonar da minha mãe - ela sim tinha medo e achava que eu fosse protegê-la, veja só! Obrigada, Anny!! Beijus,

      Eliminar
  38. Olá Luma. Tanto politico fantasma! Cá em Portugal se os nossos politicos actuais virassem fantasmas era uma sorte para o povo!KKKK hoje estou muito má! Adorei a tua participação.
    Parabéns. Um beijinho carinhoso.
    http://falandocomosmeusbotoes.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Idalia! Tenho lido bastante sobre o que está acontecendo na política em Portugal e tenho me compadecido dos patrícios. Não está má e não acho que esteja desejando o mal - é apenas uma suposição. Obrigada! Beijus,

      Eliminar
  39. Oi amiga,tem selinho pra você lá no meu blog,passa lá,beijos.

    ResponderEliminar
  40. Luma,
    seu texto é inteligente, bem escrito e rico em ideias fantasmagóricas.
    Cada fantasma assombra o outro.

    beijos e um bom feriado
    Zizi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. kkkkkk imaginei um fantasma se assustando com o outro!! Deve ser assim para um recém-fantasma!! Obrigada, bom feriado para você também!! Beijus,

      Eliminar
  41. Minha cara, não acredito em fantasmas, mas acredito no poder da imaginação de cada um de nós. SE acredita é possível. Existe. No meu caso, bem, não acredito e acho que para tudo existe explicações. Agora, essa do Ulisses, me fez lembrar de James Joyce. kkkkkkkkkkkkkkkk - vivo assombrada por esse livro que não consigo ler, não por acaso tem o mesmo nome do político que desapareceu e dizem que morreu, certo? rs

    bacio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Recentemente foi lançada uma nova tradução de Ulisses, muito mais fluente e de certo modo, de leitura mais fácil. Se não começar, nunca vai conseguir. Estou com você, Lu!! Eu só acredito vendo!! Beijus,

      Eliminar
  42. Menina que texto maravilhoso, solto, leve, engraçado e despropositado. Maravilha Luma.
    Fico feliz de ter como amiga pessoa tão talentosa, inspirada nada mais nada menos que Castello Branco.
    É mole ou que mais?! Imagina se fosse o Tancredo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!! Você também é muito talentosa! :)

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor