O Mundo dos chapéus com Mamyrene

Walter Scott dormia com o chapéu na cabeça; uma mania bem estranha... Eu gosto de chapéus, mas não chego ao extremo de usá-lo fora de hora. O meu eleito da vez é um modelo masculino.

meu chapéu
A escolha do chapéu correto depende para o fim a que se destina, hora e lugar.
ChapéuChapéuChapéuChapéuChapéu
imagens

Por que usar chapéus? Além de embelezar, é charmoso e protege cabelo, pele e olhos da ação do sol e do frio; pois saiba que o calor do corpo sai pelas nossas extremidades e por isso, ficam geladas no inverno quando sem proteção. Para se manter melhor aquecido no inverno, use chapéu!

Na moda dizemos que é "must-have" adicionar à sua lista uma cartola para dar a roupa um estilo boêmio chic; um toque inesperado e "ultra-glam" para sofisticar uma vestimenta simples.

Quem livrou a mulher dos excessos da moda e dos penachos nos chapéus foi Coco Chanel. Cansada de ver chapéus com ornamentos carregados com penas, adotou em primeiro plano um pequeno chapéu de palha! Também nos livrou da anquinha e do espartilho, inventou o cabelo curto, introduziu a pele bronzeada, lançou e tornou sucesso o uso de bijuterias, industrializou o perfume que por muito tempo foi o mais vendido do mundo e que ainda é o mais famoso.

Essa estilista francesa que revolucionou a história da moda, morreu em 10 de janeiro de 1971, aos 87 anos de idade e ainda trabalhando muito, chegavam ao fim quase 60 anos de domínio no reino da alta-costura.

Coco, aliás, Gabrielle Bonheur Chanel, nasceu em Sammur, em Agosto de 1883. De sua infância sabe-se pouco, ficou órfã aos seis anos e foi criada por duas tias de modesta situação econômica. Elas costumavam presenteá-la com toscas bonecas mas que a menina, com alma de modista, tentava vestir com os retalhos que conseguia. No fim do século, foi morar com o avô em Vichy, onde deve ter aprendido a costura e a confeccionar chapéus que se diferenciavam por serem mais estruturados e menos enfeitados.

(No filme "Coco antes de Chanel" a história da vida de Gabrielle B. Chanel foi "floreada" para deixar o enredo mais interessante. No filme, ela foi deixada no orfanato com a irmã Antonieta, depois que a mãe morreu, para logo em seguida, dançar em um cabaré e entrar para a alta sociedade)

Em 1913, a bela e magra Gabrielle abriu uma pequena chapelaria em Deauville, elegante balneário no Canal da Mancha. Inimiga das anquinhas, espartilhos e cintas que davam a toda mulher traseiro arrebitado, busto saliente e cintura apertadíssima, logo começou a produzir blusas, saias e vestidos soltos e esportivos, que fizeram sucesso entre as grã-finas.

Abusava do jérsei, tecido barato até então só utilizado em roupas íntimas masculinas. Depois da Primeira Guerra, foi para Paris e inaugurou a maison na Rua Cambon. E vieram os simples e despojados chemisieres, cardigãs, calças boca-de-sino e o "pretinho". Em 1921, industrializou o Chanel nº5 e ficou rica. E foi em Biarritz que se encontrou com o Grão-Duque Dmitri Pavlovich que lhe abriu as portas da aristocracia russa e apresentou-lhe Ernest Beaux, o criador do perfume nº5. Também foi em Biarritz, que conheceu Picasso, com quem trabalhou no figurino de algumas peças de Jean Cocteau, incluindo o "Train Bleu", um projeto para Diaghilev.

No fim da década de 20, montou no seu salão uma boutique para vender bolsas, cintos, lenços e bijuterias de fabricação própria, antes de passar uma temporada em Hollywood desenhando roupas. Fechou a maison em 1939: com a Segunda Guerra batendo à porta, ninguém estava interessado em moda.

Os anos 40 foram ruins para Coco Chanel, quando fechou sua loja em Biarritz.Aos 60 anos, tinha uma rara coleção de ex-amores - Jean Cocteau, Stravinsky, Picasso e Samuel Goldwin, o da Metro, entre outros - mas seu suposto romance com um oficial nazista durante a ocupação da França custou-lhe caro. Acusada de colaboracionismo, passou a ser ignorada depois da guerra. Só conseguiu dar a volta por cima em 1954, ao relançar seu célebre tailleurzinho. As europeias detestaram. As americanas adoraram, e usam até hoje.

Sua influência na moda foi tão profunda que ela foi a única pessoa da alta-costura a figurar na lista das 100 mais importantes do século XX da revista Time.
Chanel
Essa é a mulher que vestiu o século XX e libertou a mulher do guarda-roupa do passado.

Esse post faz parte das comemorações de aniversário dos 3 amos de blogagem da Irene Moreira, com seu blogue "M@myrene". Venha participar dessa festa!

Você já definiu o seu estilo?

57 comentários :

  1. Um show de lindas imagens na tua participação do aniversário do blog da Irene! Parabéns!
    Um passeio pela moda com estilo.
    Beijo e bom início de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Ana Paula!! Estou um pouco atrasadinha para a coletiva, mas em breve estarei no seu blogue. Beijus,

      Eliminar
  2. Ficou linda tua participação, trazendo esclarecimentos, nos trazendo mais dessa mulher importante na moda!!

    Gostei!! beijos,linda semana!chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagino se não fosse Chanel, quando iríamos nos libertar daquelas vestimentas pesadas e sofríveis. O que estaríamos usando atualmente? Quais seriam os caminhos tomados pela moda? Beijus,

      Eliminar
  3. A edição está muito boa, mesmo!
    O meu avô tinha um chapéu igual ao primeiro...
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu amo chapéus, relógios e camisas masculinas. Quando meu irmão ainda morava em casa, era o armário dele que eu assaltava!
      Seu avô tem muito bom gosto!!
      Beijus,

      Eliminar
  4. Oi querida Luma!
    Os chapéus dão aquele chic, e um ar sofisticado ainda hoje, que são um acessório que não passa indiferente no ambiente citadino.
    A Coco Chanel se deve o bom gosto aliado ao sóbrio. Daí a sua presença ainda.
    Um tema com requinte. Parabéns
    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois então, Manu... quando a gente está vestida "simplezinha", damos um up no visual com um chapéu, um bracelete bonito e um sapato idem! :) Beijus,

      Eliminar
  5. Eu uso apesar de nao ficar bem em mim. Principamente aqui no Texas, onde o sol é quente demais !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será? Talvez não tenha experimentado o chapéu certo... beijus,

      Eliminar
  6. Luma

    Viajei no tempo ao ler seus post! Com toda paixão que tenho por chapéus nunca parei para conhecer a história de Coco Chanel.
    Minha avó Irene (xará) tinha uma atelier de alta costura e lembro que encomendava chapéus que chegavam naquelas caixas requintadas.


    Fiquei apaixonada pelas imagens das mulheres com chapéu! Lindas e quanto charme!

    Obrigado amiga por tão requintada apresentação!

    Uma linda semana

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uau, sua avó devia de ser uma grande mulher. Para mim é admirável quem tenha lugar para tantas caixas. Eu tenho duas caixas grandes e guardo os chapéus com enchimento para não amassar.
      Um chapéu mais lindo que o outro. Tenho um de camurça com aba caída na cor gelo e estou doida por um coquinho preto :) Uma linda semana para você também!! Beijus,

      Eliminar
  7. Essa viagem sobre Chapeis, me fez recordar um filme que vi
    (baseado em um livro, que ainda não tive a oportunidade de ler, infelizmente), o filme se chama ''A insustentável leveza do ser'' não sei se já viu, se não o viu, super indico. O enigma de uma das personagens gira em torno do seu chapéu.

    Adorei o poste.
    Beijos,
    Uma semana iluminada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nossa, esse filme é mesmo lindo! Antes dele, muito tempo atrás li o livro. A adaptação ficou muito boa! Boa semana iluminada para você também! Beijus,

      Eliminar
  8. Ola querida Luma,
    Sai do meu esconderijo e escrevi nessa postagem dos chapeus da Irene. Irresistivel!
    Aqui está um show de glamour com Coco Chanel e must-have (s)!!! Muito tudo de bom!! Quantas fotos e modelos lindas. Alguém conhecida nossa ali no meio? Acho que conheço a modelo que posou para o selinho. Pelo menos se parece com uma pessoa superrrr bacana que eu conheço e que faz qualquer coisa pela blogosfera:)
    Bjao querida, entao ja esta em Cape Cold?
    Confirme please. Ou já vou enviar amanha para o address... Boa semana!!!
    Cam

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que ótimo, Cam!! Estou um pouco atrasadinha com as visitas aos blogues participantes e logo mais vou no seu ler a postagem!
      Sim! Sempre temos alguém conhecido :)
      Ah, garota ansiosa!! Eu te aviso assim que chegar!
      Beijus,

      Eliminar
  9. Luma,

    Acho bonito, mas sou bem dotado de cabeça, então nem em época de escola e quadrilha nas festas juninas eles me caiam bem. Me resta admirar - os outros.

    Beijos ;) e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, Lu!! Você encontra um chapéu bem estiloso para você, vai ver!! Acho um charm os meninos com chapéu! Beijus,

      Eliminar
  10. Bom dia Luma!
    Chanel é "très chic". Ela é influência e inspiração eternas para muitas mulheres.
    Parabéns aos seus posts. São sempre inteligentes e de muito bom gosto.
    Bjs,
    Aline

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, amiga!! Muito chique essa mulher! Sem medo de ser feliz!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  11. BOm dia Luma!
    Pensei que a inclusao das pessoas no blog era so pelo fato de terem comentado. Era isso que um dia eu tentava explicar para voce, com minha sabedoria espetacular em tecnologia. Agora fui olhar e as duas pessoas novas que comentaram não ficaram incluidas!!! Entao foi voce quem colocou as pessoas que comentam la!!! Obrigada!!! Preciso aprender como se faz nesse novo layout do blog, por que quero incluir novas pessoas. Que bom!!! Super beijos e boa semana!
    Cam

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não fiz nada, Cam! Aquela widget dos comentaristas, atualiza sozinha. Estou sem tempo de vir no meu blogue, que dirá mexer nas traquinagens alheias :) Talvez não tenha entendido direito o que quis dizer... beijus,

      Eliminar
  12. Não entendo como saio de um blog Camelia com o nome do outro blog... outra coisa que preciso entender... Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Emails diferentes. Cada um tem seu próprio avatar...

      Eliminar
  13. Bom Dia!!
    Adorei ler teu post., interessante,
    informativo e feminino.
    Confesso que mesmo sendo mulher,
    adoro o estilo masculino, pois,
    deixa no ar um mistério da mulher
    estar escondida por sobre seu estilo.
    Sim, fica a duvida de como será ela
    por debaixo dessas roupas e adornos
    pois a roupa masculina esconde certos
    contornos..ADOROOO!! Misterio, sedução
    sempre a flor da pele...Mas chapéu, ainda
    não usei, apesar de achar lindos, gosto do
    meu cabelo smepre solto livre...Mas as vezes,
    para esconder minha "aureola", uso boné ou
    Capuz...Fica bem instigante!! Bjinhos e otimo post., em homenagem a Irene, PARABENS!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto muito! A mulher fica muito charmosa com os acessórios masculinos. Eu acho. Tem mulher que não gosta e tem homem que malha a mulher que usa uma camisa masculina, por exemplo.
      Também é legal usar boné. É a última moda nos grandes salões usar roupas sérias com bonés, sabia?
      Boa semana!! Beijus,

      Eliminar
  14. Oi Luma,
    meu estilo é mais turbante touareg :) Mas uso gorro quando vou esquiar e chapéu de pala quando vou caminhar. Também já houve um tempo que usei modelo masculino. Capeline é que não é nada, meu estilo :( Nem em casamentos (grrrr).

    Gostei do passeio que você nos proporcionou pelo mundo dos chapéus na moda feminina.
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Wow, deve ficar lindo!! Eu também gosto e com as pontas bem commpridas! :) Também não gosto muito de capeline e uso somente quando é obrigatório. Boa semana!! Beijus,

      Eliminar
  15. Olá, Luma
    Fiquei passando e vendo um preferido meu e escolhi o do vestido amarronzado pois achei-o bem romântico e estiloso...
    Foi bom passar por aqui e ver a variedade que vc publicou...
    Bjs de paz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Escolheu um modelo bem bonito de chapéu e tenho certeza que vai lhe cair bem pelo formato do seu rosto. As abas mais largas ajudam com o sol forte que faz aqui na nossa cidade. Beijus,

      Eliminar
  16. Muito interessante esta blogagem. Adoro chapeu, mas o uso contínuo é só para caminhadas, proteção. Nem todos combinam com o formato do meu rosto e corte de cabelo.
    parabéns para a Irene.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Irene foi muito feliz na sua proposta! Chapéu é o que há, mas as pessoas ainda são bem tímidas em usar! No verão do ano passado, achei que fosse pegar forte na moda brasileiras, mas foi só o Rio de Janeiro que abusou dessa "vestimenta".
      Norma, talvez não tenha encontrado o chapéu certo. Quem sabe se arriscando a experimentar, encontra um bem legal?
      Beijus,

      Eliminar
  17. Oi, Luma. Acho o chapéu um item ultra estiloso, embora não vejo muito como um hábito das brasileiras usá-lo. Acho a história da Coco Chanel interessantíssima, por conter traços de uma mulher com personalidade definida. Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No passado se usava muito aqui no Brasil e foi um hábito saudável que o brasileiro abandonou. Sim, a vida moldou a personalidade de Chanel. Ela teve que sobreviver e fez de um tudo para manter a dignidade! Beijus,

      Eliminar
  18. Gostei imenso (como sempre) dest post e imprimi tudinho para dar à minha mãe, que adora ler coisas que sei que ela gosta, tal como sempre gostou de chapéus. A minha mãe era e é uma mulher muito bonita (quer por dentro, quer por fora) foi costureira e ainda recordo as suas clientes e as suas próprias roupas e os chapéus que o meu trazia de fora e como se arranjava quando saía com o meu pai.
    Ainda hoje e já com quase 83 anos, levanta-se e arranja-se e ainda tem alguns chapéus, sapatos e vestidos que trouxe porque veio muito depois da independência de Angola...e que fizeram as delícias dos netos e hoje fazem as dos bisnetos.
    Ao contrário dela...nunca gostei de chapéus e ainda hoje é um frete ter de comprar roupa e sapatos...o que só o faço na última:)

    Beijos filhota linda da net:):):) e obrigado por este belo momento!

    Inté

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sua mãe deve ser uma mulher estilosa! Gostaria de conhecê-la nem que fosse por fotinha. Posta uma para a gente!!
      Fatyly, as mulheres no passado sabiam ser mais femininas e muitas vezes sem dinheiro suficiente para tal, elas próprias costuravam suas roupas. A industrialização deixou a mulher mais prática no vestir. Agora na atualidade pecam pelo excesso, pois há muito consumismo e gosto duvidoso.
      Eu sei que não gosta de provador! Também não mamã!! :) Beijus,

      Eliminar
  19. Muito bacana seu post de participação nesta blogagem Lumita, adorei!
    Chapéus são complementos lindos e que deveriam ser usados em todos os países, mas aqui ainda têm tantas restrições, pra não dizer, vergonha, das pessoas.
    Eu tô nem aí, pego o meu e lá vou eu! hehe
    Tô nesta blogagem também, achei super bonitinha.
    bjs cariocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Beth! Eu ainda atrasada para visitar os participantes. Muito, né? Mas ainda vou lá no seu blogue conferir a sua participação, que tenho certeza, está caprichada como todos os posts que faz!
      Já notei que as pessoas no Brasil são tímidas para usar chapéu - mas outro dia o meu amigo gringo saiu para a rua e disse que "mulher brasileira gosta de sapato de prostituta". Achei essa observação tão estranha mas daí ele me explicou qual era o conceito europeu de sapatos para seduzir! Vivendo e aprendendo!! Beijus,

      Eliminar
  20. Oi Luma!
    Um chapéu na hora certa, no lugar certo é muito elegante, mas infelizmente não combina comigo. Você fez uma postagem muito legal nos trazendo fotos e estória desta mulher maravilhosa que foi Chanel.
    beijinhos e uma linda semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Valéria, você só saberá se o chapéu não combina com você depois que sair por aí com ele. Vai ver que praticidade é. Tentei fazer algumas colagens e selecionei várias imagens, muitas ficaram de fora :( senão o post deixaria o blogue bastante pesadinho. Se é que já não está!! Beijus,

      Eliminar
  21. Olá, Luma!
    Vou passar por lá pra conhecer, sim!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderEliminar
  22. Oi Luma Luz!

    Bela e charmosa participação! O filme ainda não assisti. Particularmente tenho uma queda por chapéu masculino, ainda vou ter uma panamá, o Júlio tem um feito de feltro e na base uma tira de pele de leopardo, trouxe de África (coitado do bichano!) As fashion print animal iriam adorar!

    Tenha uma semana maravilhosa!

    Beijooooooooooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bia, nós que nos expomos ao sol sem poder fugir dele, a única forma que temos de nos proteger é usando chapéus. Eu gosto do seu visual "desbravador" e ficaria lindo um panamá para fazer fita no final de tarde. Seu Júlio é muito chique!! Beijus,

      Eliminar
  23. Eu nunca usei chapeu, nem ao menos um bonezinho um um mesmo um quepe. Mesmo sob Sol forte. Nao que eu nao ache bonito, mas nao me sinto a vontade com algo cobrindo a cabeça. Cada cabeça uma sentença, ou chapéu. Nao gosto de condenar ninguem, nem de usar chapeu... rs. Mas o artigo esta excelente, gostei muito de saber tanto e passei a olhar com mais simpatia a idéia de usar um chapéu... mas acho que cai melhor nas mulheres, sem machismo.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Benno, você não está acostumado e por isso fica incomodado. Mas quando usar, verá o conforto que é. Fico na torcida para você encontrar um chapéu legal, nem que seja um de abinha bem pequena, que particularmente acho bem bonito para homens.
      Não é machismo, mas se for, saiba que os homens no passado usavam mais chapéus que as mulheres. Eles usavam produtos de beleza sem medo de ser feliz e roupas passadas com vinco muito elegantes. O homem do passado era muito chique. O jeans acabou com a elegância masculina! Beijus,

      Eliminar
  24. Eu adoro chapéus. Quero comprar alguns, mas minha esposa diz que vai "tacar fogo em todos" (rs). Nada mais charmoso do que um chapéu que cai bem. Quanto a Chanel, o que dizer de uma visionária e talentosa mulhar que revolucionou o seu tempo? Nós, reles mortais, apenas devemos reverenciá-la.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahahaha ela não gosta de chapéus ou não gosta de chapéus em você?
      Gosto muito do estilo Chanel :) Beijus,

      Eliminar
  25. Isso é um banho de história da mulher!!! Adorei, partindo do fio proposto pela Irene vc construiu um bordado assim sensacional Luma, o que claro, não nos surpreende, mas nos delicia e nos faz mais instruída!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Jaci!!
      A gente tenta passar um pouco de cultura sem torturar! :)
      Beijus,

      Eliminar
  26. Olá.
    Muito legal,gostei,parabéns.
    Até mais

    ResponderEliminar
  27. Olhando as imagens dos chapéus, um dia tive a curiosidade de ir na fábrica,(Chapéus Cury)que fica aqui na cidade para ver como eram produzidos. Inclusive os chapéus usados pelo ator Harrison Ford interpretando o personagem Indiana Jones,

    Obrigado pela visita,

    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você mora em Campinas? Comprou um chapéu para você? ;) Beijus,

      Eliminar
  28. Eu adoro chapéus, mas não dormiria com um. Minha nona usava aquelas tocas de dormir. Estranhas e engraçadas. Enfim, eu pouco sabia da Coco Chanell, nunca tive curiosidade em sabe-lá. Sou meio indiferente a moda e seus "objetos". Enfim, eu tenho uma coleção de boinas e adoro elas, uso sempre que posso. rs


    Ps. Sabe que eu fico surpresa em perceber que ainda existem essas "blocagens coletivas".

    Bacio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda existem?? Você sabe Lu, que esse termo foi criando por mim? A primeira união de blogues em torno do mesmo tema, com essa designação foi por mim entitulada. E as "Blogagens Coletivas" estão aí e eu dou a maior força, sempre que posso participar!
      Também adoro chapéus, de todos os tipos, nas não dormiria com um :)
      Beijus,

      Eliminar
  29. Adorei ler sobre a história dos chapéus. Eu adoro chapéus, mas não são todos que posso usar. Os de aba longa não posso, pois tenho pescoço muito curto. (risos)

    Beijos!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor