Vou te contar uma aventura...

AventuraFicou no passado o Dia Mundial do Meio Ambiente e da Ecologia... E para você também passou? Vai dizer que você não viu ou se viu, não se tocou ou se tocou e resolveu mudar algum hábito nocivo à nossa "comunidade" terrestre? Talvez você ache que todo esse blablabás em torno do aquecimento global seja apenas mais um assunto para as conversas de boteco natureba?

Recicle-se!! Eu gosto de aventuras e desafios e ter um ano com promessas apocalípticas é tudo de bom! Mas quem é da lama não se assusta com chuvas e temporais, e nem tem medo de perrengue! Vai um terremoto, aí? Quem sabe uma enchente com bastante deslizamento para acompanhar? A ressaca é boa... Quando a farra é regada com bastante gelo oriundo das quebradeiras glaciais. Água "azul-turquesa", duplamente oxigenada que vem chegando da Antártica, subindo para inundar os mares da costa brasileira, basicamente destruídos pelos corais doentes que aqui chegaram oriundos da China e, logo mais retornam para o sul. Um belíssimo coquetel! Mais um servido nesse nosso boteco natureba por mares que não respeitam ninguém! Tontos, aprontam!

Estou sendo repetitiva... Pois assim tem sido, devido a um certo lacre na consciência das pessoas. É como se estivéssemos entrando em um daqueles trechos mais difíceis de uma corrida de aventura: reclamar e ficar desanimado só faz o moral e a performance da "equipe" afundar ainda mais, e tornam tudo mais difícil e demorado. Dá para escutar a musiquinha de fundo? É o mar bêbado, numa ressaca danada batendo quase à minha porta.

É hora de foco, concentração, determinação e união - seja para enfrentar crises, seja para fazer deste ano, mais um ano que tenhamos gosto de nos lembrar!

Pense... Nunca é tarde para começar a adotar medidas consistentes.

Pense [2]... Neste momento temos dois velejadores brasileiros no meio de uma missão de dar inveja: dar a volta ao mundo em um catamarã de 45 pés. Outros dois brasileiros planejam remar 300 quilômetros de Santos a Paraty em uma OC1, uma canoa havaiana... E em São Paulo, a maior cidade da América do Sul, alunos do ensino médio e fundamental acham que aventura é passear no Shopping e entrevistados os alunos do colégio St. Patrick, disseram que uma vez por semana, têm aulas semanais de educação Outdoor, com vivência "prática".

Pense [3]... Se você tivesse que se encaixar em um dos grupos, qual é o que se aproxima mais da sua realidade? Não vai dizer que seu último passeio foi uma viagem a cavalo pela trilha peruana de Salkantay... Ah, você não gosta de "cheiro de cavalo". Mas, e a paisagem? Qual a última paisagem em que você se perdeu? Sabe, estou com a ligeira impressão de que você ficou tentado a me dizer que a sua última aventura foi ir ao Shopping... Cuidado, filhos têm a quem puxar! Estamos criando pessoas empacotadas, enclausuradas e embaladas em puro consumismo; isso está acabando com o mundo! Pois você sabe, Shopping além de te fazer consumir, engorda. Essa gordura toda se não fica acumulada em você, sai pelo ralo e vai para onde?

Daqui a pouco, quem escolheu velejar num catamarã ou remar uma canoa havaiana, não poderá fazê-lo, pois além de ter que desviar de lixo, terá que desviar de poças de "gordura", remédios, fertilizantes, agrotóxicos, produtos de limpeza... Toda essa droga produzida pelo homem que caminham nos dutos para os rios e oceanos.

O consumismo, a preguiça e a ganância do homem estão matando a terra, nossa mãe Gaia.

Para você ter ideia das consequências das atitudes do "ser humano", até hoje as águas do oceano Pacífico estão agitadas por causa da 2ª Guerra Mundial. Segundo o grupo ambiental Earthwatch, cerca de 3.700 barcos - muitos deles vazando óleo e cargas tóxicas - descansam no fundo desse mar, causando estragos até hoje, mais de 60 anos depois do conflito mundial. Uma lagoa, especialmente sensível chamada Chuuk, nas ilhas da Micronésia, possui entre os vários navios naufragados em suas águas, um tanque que se supõe conter milhões de litros de combustível, que podem contaminar o lar de tartarugas, mais de 200 espécies de peixes e pelo menos um tipo raro de coral.

fundo do marSegundo o Earthwatch, governos e organizações governamentais precisam urgentemente achar uma maneira respeitosa de lidar com lugares que, como Chuuk, são ao mesmo tempo cemitérios submersos e áreas de desastre ecológico, já que os navios podem estar chegando a um ponto crítico em que se desmanchariam (e vazariam) quase que ao mesmo tempo.

Viver é cada vez mais uma aventura muito perigosa!

72 comentários :

  1. Há muito que tomei consciência dos problemas do planeta. E desde sempre não mando para o lixo nada que possa reciclar, só tomo banho de duche, nunca uso a torneira aberta para nada, e até mudei o autoclismo para um de duas descargas, para gastar menos água.
    Nunca deixo um aparelho elétrico em standby e por aí fora.
    E aflige-me as pessoas que continuam assobiar para o lado e não se preocupam.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elvira, eu morava em um Estado com água abundante e quando mudei para Cabo Frio as casas eram abastecida com água de poço, cada condomínio ou casa tinha que ter o seu; essa água era salobra e fétida. Para termos água potável era preciso comprar carro pipa. A água por aqui continua sendo artigo de luxo, principalmente em bairros que recebem água encanada a cada 10 dias.
      Você que é ligadinha em uma História, D. Pedro II esteve aqui em 1847 e a água por ser muito ruim, provocou em sua alteza problemas estomacais.
      Beijus,

      Eliminar
  2. Confesso a você que procuro fazer minha parte, mas que sei que ainda deixo muito a desejar e em coisas simples que poderiam ser feitas sem sacrifício nenhum.
    Começar a tomar vergonha.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hehehe Mary!! Ninguém quer sair da zona de conforto!!

      Eliminar
  3. Bom dia Linda!

    Muito bom! Refletir e agir, se não vamos p/ o beleléu...

    Ontem postei atitude misturado com reclamação/desabafo... Sim somos naturebas e chatos, e não queremos virar animais extintos! Muitos tratados encontros etc. Etc... O Brasil tem leis ambientais que são modelos no exterior. Criar leis para não serem cumpridas e fiscalizadas, é complicado...

    Luma, vou continuar reclamando com atitudes...

    Tem um ótimo dia!

    Beijoooooooooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema do Brasil são os fiscais. Temos fiscais credenciados que não cumprem a sua função em prol de cata propinas. Não conheço fiscal pobre. E os fiscais voluntários, esses fazem parte do nosso cotidiano pois estão à toda parte apontando onde estão os erros, mas nao ajudam a resolver nada. Temos os falsos ecologistas também! Aqueles que compram roupas e sapatos de material sustentável, fazem passeios ecológicos, mas na verdade estão seguindo uma "moda" pois não vivem sem churrasco e banho de chuveiro demorado.
      Beijus,

      Eliminar
  4. É uma realidade a nossa porta e muitos se fazem surdos e mudos.
    Tenho participado, quando posso, dessa blogagem e a de amanhã está agendada.
    Há textos seus que gostaria de repassar por e-mail, como este, para amigos que não frequentam blog, mas não há como copiá-los, Há como me enviar e eu reencaminhar?
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Norma, você pode enviar email pela widget do blogger - esse trekinho retangular do lado do G+ - se clicar no primeiro ícone, será direcionada a página de "enviar mensagem por email". Mais prático impossível! :) Beijus,

      Eliminar
  5. Só não vê o que aconte e qum não quer ver. E agora ainda , estava ouvindo no radinho( parceirinho) pessoas reclamando que numa BR aqui, um carro jogava laras, pets, papel pela estarda, sem o menor
    constrangimento.

    Isso um exemplo apenas. Vemos cada uma!! Fazer nossa parte é preciso.

    Ontem comentávamos, minha filha e eu sobre a água.Aqui em Poa
    Está crítica a sitiação., Isso implica em plásticos e mais plásticos consumidos... Pena. E chegamos à triste conclusão que falta pouco para que verdadeiras guerras sejam travadas por água até...

    beijos,chica, não podemos sequer cozinha=r sem que seja com água mineral.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chica, outro dia estava na minha varanda e vi o vizinho da frente jogar "só um papelzinho" ao vento! Fazendo da rua sua lata de lixo. Eu falei para ele: Qual é a sua? (rs*) e ele respondeu o que coloquei entre aspas. O mundo está cheio de gente com a mentalidade pequena!
      Tenho visto pelos jornais o que está acontecendo em POA, mas não sabia que não tinham água até mesmo para cozinhar.
      Eu ia escrever sobre a guerra da água, que diga-se de passagem, já começou! Muito em breve, mais breve do que pensamos essa guerra se abrirá para nós. Por enquanto está regional, lá na China.
      Beijus,

      Eliminar
  6. Perfeito Lumita!
    O que vemos a cada ano é destruição pra todos os lados, e quer ver uma coisa que ninguém ainda percebeu direitinho? Já notou como ano após ano, mais e mais pessoas, têm problemas respiratórios, doenças respiratórias que crescem assustadoramente. Eu mesma, há quase 5 anos, sofro com rinite alérgica a toda mudança de estação.
    Isso está diretamente ligado ao aquecimento global e ninguém dá bola, não percebe que isso é uma realidade acontecendo conosco todos os anos.
    Os mares do planeta são aviltados pela ganância e pobreza de alguns, acrescento ao que você escreveu, as pescas predatórias na África, aqui mesmo no Brasil como citou um amigo noutro dia em seu blog, onde em plena Baía de Todos os Santos-Salvador-BA, pescadores jogam bombas para pescar e não tem a mínima fiscalização já que são poucos os policiais para este serviço.
    Aí acontece dia pra isso, dia pra aquilo, mas o que tem que se fazer efetivamente, simplesmente é botar fiscalização por todos os lugares e penas altas aos que ferem e destroem a natureza.
    um grande abraço, carioca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho percebido. Tanto poluição como mudanças bruscas de temperatura. Uma hora chove demais, outra hora grande estiagem. A terra seca e depois encharca rapidamente e o vapos liberado é responsável por muitas doenças das vias aéreas superiores e inferiores. Daqui a pouco andaremos com máscara para poder respirar. Os casos de rinite alérgica estão aumentando demais!!
      Já falei da pesca predatória aqui no blogue. O pior não são os pequenos pescadores e sim as grandes empresas de pesca que localizam cardume através de satélite e debandam seus navios pesqueiros para o local. Crasce também o número de navios piratas. Ah, o mundo está ficando cada vez pior! Beijus,

      Eliminar
  7. Tás sempre de olho em mim, sinto.te, rs

    Beijo[ta]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, garoto!! Luma está de olho em você! Não tenha medo de ser feliz! Afixe! ;)

      Eliminar
  8. Muito se agrediu o Planeta, inclusive durante as guerras mundiais.
    Muito ainda se está agredindo. Atualmente se fala em corrigir estes erros, mas vamos na medida do possível, cada um de nós, fazendo a nossa parte, buscando não poluir mais.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes das grandes guerras, antes da industrialização, o mundo era outro. De lá para cá, tudo piorou. Que adianta o homem ter poder de compra e ter qualidade de vida zero? Ainda bem que a consciência ecológica agora se aprende também na escola!!
      Beijus,

      Eliminar
  9. Ola Luma
    Adorei o post, mas precisamos ter fé. Hoje fico com a lucidez de Eduardo Galeano que disse no livro de Pernas pro Ar que,
    “Embora estejamos malfeitos, ainda não estamos terminados; e é a aventura de mudar e de mudarmos que faz com que valha a pena esta piscadela que somos na história do universo, este fugaz calorzinho entre dois gelos”.
    Linda semana
    yvone

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Santinha, delícia ver você aqui!! Estou sonhando com o seu Gnocchi, Nhoque, Inhoque, Nhoq, Nhoc-nhoc... rs.
      Esse pensamento me fez imaginar um monte de gente piscando ao mesmo tempo e as geleiras derretendo... entendi. Só estou fazendo um pouco de troça para amenizar o tema que é bem sério.
      Bom fim de semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  10. Oi Luma,
    estou aqui boquiaberta(vou fechá-la já) diante de tua narrativa.As agressões inconsequentes não páram.As incoerências obsoletas dos pais, muito menos.Convivi anos com estes absurdos instrucionais."Eles"não consideram que o exemplo educa;e como!
    Mas,além disto tudo ainda há o lixo da 2ª guerra contaminando nossos pobres e afetados oceanos? Esta é super-nova pra mim.Bem que poderia ser cena de filme, né?
    Ô desânimo!!!
    Bjkas,
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais essa, né? Fizeram a sujeira e não limparam o planeta. A terra ficou doente desde então. Tantas doenças, desgraças, pessoas e comidas contaminadas... Qual foi o propósito. Espero que as gerações futuras olhem para trás e não tornem a mesma burrice. Não desanime!! Beijus,

      Eliminar
  11. Oi Luma!
    Que puxão de orelha, pena que os que merecem nem sempre estão por aqui para ler. É assim. Tenho medo do futuro neste sentido, pois as coisas estão já numa dimensão que não sei se tem como reverter. É triste, mas o exemplo da geração um pouco mais nova que a minha vem dando para os filhos é assustador. São largados, cheios de maus hábitos e costumes que mesmo com leis se não tem quem fiscalize, blau blau, ninguém faz. No entanto não custa nada bater na mesma tecla, água mole em pedra dura tanto bate até que fura.rssss
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre quando eu escrevo tenho essa impressão, de que quem deve ler, não irá ler! Mas eu espero que as pessoas que se interessam e que leiam a postagem, passem as informações adiante. Se não globalizarmos o pensamento, criando um senso comum, a coisa não vai andar! Beijus,

      Eliminar
  12. Luma, eu sempre pensei na poluição gigantesca que existe nas profundezas dos oceanos por causa da idiotice humana em travar batalhas. Desastres são acidentes, mas guerra é burrice.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então, lembra das piadas "poeira em alto-mar"? A poeira foi tanta que condensou!! ;) Beijus,

      Eliminar
  13. Responsabilidade de todos nós beijo Lisette.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pena que nem todos pensem assim...

      Eliminar
  14. Lindinha, vi seu comentario para amiga Yolanda. Eu concordo com voce, sobre o grau da perda. BEIJOS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sissym, eu tinha entendido o contrário! Eu sei que perder os pais não é fácil, mas acho que perder um filho é algo bem pior! Beijus,

      Eliminar
  15. Oi Luma
    Que linda postagem
    Não sabia que o lixo da segunda guerra mundial ainda está nos mares a contaminar.
    Fiquei também indignada com o petróleo jorrando de um navio há alguns meses atrás na costa brasileira.
    Somos grãozinhos de areia fazendo a nossa parte pela preservação, mas a união faz a força, não é?
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elisa, todos os dias tem navios ou crosta terrestre vazando gás ou petróleo. O que aconteceu no Brasil e foi noticiado, foi fichinha perto do que aconteceu em outro local. Quando penso que na Baía da Guanabara existem navios atracados e abandonados, se deteriorando e contaminando o mar, penso que a justiça deveria caçar a família inteira desses bandidos.
      Elsa, juntos podemos qualquer coisa! Vamos plantando sementes, que uma hora tudo floresce!
      Beijus,

      Eliminar
  16. Olá, Luma..:)
    Sei que o mar, não é mais aquele mar de outrora, tenho matutado muito sobre esses lixos submersos que estão no fundo do mar, e que seres viventes que dependem do mar estão sendo exterminados em razão da contaminação; eu ainda não sei, como isso tudo irá terminar.
    Shopping é o lugar que não tenho ido mais ultimamente, esse consumismo exacerbado é de deixar qualquer pessoa sensata doente..:((
    Ótimo feriado..:))
    Tchauzito..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os corais são o pulmão do mundo e estão sendo devastados dos mares por causa da pesca predatória e de algas "cancerígenas" que veem contaminando o mundo - as algas chinesas são o vírus dos oceanos! Elas estão matando o nosso ecossistema e porque não dizer, o ecossistema de toda a terra. Cara, a promiscuidade alimentar que levou a essas atrocidades nos mares. Beijus,

      Eliminar
  17. Oi Luma,
    que surpresa agradável encontrar sua participação na Teia Ambiental!! A Flora e o Gilberto vão ficar felizes da familia verde crescer mais um bocadinho em 2012.

    Quantas verdades nos disseste tu, minha amiga! De fato pessoas que amam shoppings dificilmente se preocupam com o desaparecimento de paisagens verdejantes, degelo, ou poluição de rios, mares ou ar. Talvez fique dificil para elas/es relacionar as coisas...

    O mesmo se passa com pessoas que comem muita carne e peixe. Nem pensam que um dia a carne e peixe pode não chegar para tanta gente. Nem qual o impacto do excesso de produção necessário para alimentar a humanidade inteira dentro do mesmo padrão de consumo.

    Adorei seu texto. Você tem o dom da escrita, a criatividade necessária para dizer verdades sem agressividade.
    Beijinhos além-mar. Ainda não postei, mas vou postar.
    Rute

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Rute!! Não sei se sabe, mas uma das bandeiras do "Luz" é a defesa da ecologia e meio ambiente. Anteriormente tínhamos o "Ecological Day".
      Obrigada pelo elogio! As pessoas estão muito ligadas a satisfação imediata dos seus sentidos e não imaginam que por causa dessa insanidade, um dia poderão ficar sem o que comer, onde dormir...
      Bom fim de semana!!
      Beijus,

      Eliminar
  18. Oi Luma, passei por aqui e adorei a chacoalhada. Adoro ser desafiada em minhas atitudes! Outro dia li que somos blogueiros porque que escreve (nós) fazemos somente a parte bonita e mocinha da coisa e quem lê precisa ser "enganado" vamos dizer assim, não foi essa palavra, mas enfim queria dizer que precisamos somente ver fotos e frases lindas e perfeitas para "escondermos" o que a vida nos trás de ruim, ou seja a realidade (!). Na verdade minha realidade é bem real :) não escondo nada, inclusive coisas boas que a vida me trás diariamente. Abraços e parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Generalizando é isso mesmo! Não somente blogueiros, mas qualquer um que lida com a escrita e não sai à campo. Tempos atrás teve uma movimentação na blogosfera com o "Blogueiro Reporter", uma iniciativa que desafiava o blogueiro a levantar a bunda da cadeira. O blogueiro que não levanta a bunda da cadeira, além de engordar fisicamente, engorda também as ideias. Temos que chacoalhar o esqueleto, abrir as janelas e portas, sair às ruas, interagir com pessoas e ter uma visão mais ampla da vida, pois senão, o pensamento restrito fará com que as ideias também fiquem restritas. Beijus,

      Eliminar
  19. Que lindo texto! Adoro estar em contato com a natureza, adoro parques, árvores e confesso... vivo trancada em shopping, até parra caminhar eu vou para o shopping.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caminhar no shopping, tem certeza? (rs*) Concluo que você vai para o lugar mais perto e o mais perto quer dizer: preguiça de caminhar! Temte caminhar em um lugar verde, vai melhorar a sua qualidade de vida!! Beijus,

      Eliminar
  20. Luma, que texto bom, como sempre.
    Esse final de semana fomos a praia (nao entramos na agua, pq e' um gelo e o vento nao permitiu, as criancas molharam o pe e so'), caminhamos muito na area/ pedra e de repente topamos com uma garrafa plastica. Uma das criancas disse que aquilo nao podia estar ali, era lixo, nao fazia parte da natureza (com 5 anos), saquei uma sacola de pano da bolsa e passamos quase 2 horas andando e recolhendo lixo.
    Alem do passeio, um ensinamento importante aconteceu ali, que eu espero do fundo do meu coracao, que eles levem para toda a vida.
    Abracos
    Gra
    * muitissimo obrigada pelo comentario no blog, sobre as Irmas Carmelitas, sou muito grata a vida e ao (muito) pouco que tenho. Otima semana para vc!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que iniciativa bacana!! Não foi programado e no entanto, vocês deram uma aula ambiental para as crianças. Esse é um dever das famílias, admirável vocês!
      Obrigada você! Beijus,

      Eliminar
  21. As crianças têm bem a quem puxar. Este é um desafio de nossa época: deixar bons exemplos para a geração que começa agora. Tenho me esforçado, você sabe, mas observo que o mau hábito de desperdiçar recursos, jogar lixo em qualquer lugar, consumir desnecessariamente é algo muito comum entre as crianças de hoje. Isto é um reflexo dos adultos, com certeza.
    beijo, menina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aprendemos muito com as crianças também e a princesinha é uma garota muito esperta! Ela é uma ecologista cheia de charme ;) Beijus,

      Eliminar
  22. LUMA
    EU VENHO DE UMA CIDADE DE MAR, SE CHAMA,NATAL-RN
    UMA CIDADE MARAVILHOSA.
    E AQUI EM MILÃO, MORRO DE SAUDADE DO MAR .
    MUITO LINDO SEU CANTINHO.

    BACI

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho primos em Natal!! Cidade linda!! Imagino a sua saudade!! Obrigada pelo carinho!! Beijus,

      Eliminar
  23. Adoramos o post!!!"Menina, o TC esteve na reinauguração da Schutz da Oscar Freire! Passe lá e veja que sucesso foi esse evento!!!Beijinhos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma piadista visitando o blogue, só pode!

      Eliminar
  24. Oi Luma, é a Vi, eu faço minha parte, mantenho uma área arborizada com frutíferas em SP mesmo pagando impostos altíssimos para isso.
    Mas canso de ouvir meus vizinhos que dizem defender o meio ambiente, implicar com as folhas das arvores que com o vento são levadas para seus quintais totalmente impermealizados, tem gente que pensa que defender o verde, o meio ambiente é pintar a parede de sua casa de verde.
    Mas como não faço demagogia sobre meio ambiente , mas amo o meio ambiente, vou continuar meu trabalho de formiguinha independentemente das reclamações.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo Vi!! #euri com o muro pintado de verde :) Mas é bem isso mesmo! Não sei como é em São Paulo, mas aqui as construções devem deixar 20% do terreno destinado as áreas verdes. Deixa os vizinhos reclamando... beijus,

      Eliminar
  25. Oi, Luma!

    Seu artigo está excelente. Nos chama a atenção para assuntos gravíssimos, que por vezes até esquecemos, mas que são fatos. Preservar o meio ambiente é dever de todos nós, mas, apesar de tanta divulgação, muitos ainda não tomaram consciência do perigo que corremos. É preciso repetir, tantas vezes quanto necessário, quem sabe assim, nos emendamos e começamos a implantar ações positivas. Eu procuro fazer a minha parte...

    Beijos
    Socorro Melo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Socorro!!
      Não sei se sabe, mas sou mergulhadora e aqui na região recebemos muitos visitantes por causa da beleza das praias - areias brancas e fininhas como sal, mar azul e transparente - só que isso é visto por fora. Quando entramos no mar e olhamos as suas profundezas, percebemos as mudanças paulatinamente - o mar está ficando deserto de espécies e em seu lugar, muito lixo! Muitas vezes, equipes inteiras de mergulhadores, saem para resgatar esse lixo, mas não damos conta, é muita coisa!! O pior são linhas de pescas com anzóis que ao fazer uma moréia como isca, acaba por contaminar uma formação de coral inteira. Vamos fazendo a nossa parte, na tentativa do bicho homem abrir sua mente! Beijus,

      Eliminar
  26. E lá vamos nós, mais uma vez, nos repetindo. Ficamos tristes, tristes, tristes com toda essa situação, e cada vez mais vamos ao shopping gastar, gastar e comer-comer. Nossa geração empacotada é um péssimo exemplo. Viva esses aventureiros de catamarãs e canoas, que eles tenham muitos filhos que sejam tais e quais a eles... e nós que vamos ao shopping façamos cada vez mais opção pelo controle de natalidade.
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dalva, nunca vou em shopping, a começar que na cidade que moro existe apenas galerias de lojas e por causa do meu ex-trabalho, recebo muita coisa de "amostragem". De vez em quando, faço um chá com as amigas e termino por doar tudo, pois não dou conta de usar tanta coisa que recebo. Esse foi o melhor meio que encontrei para me desfazer das coisas.
      Controle da natalidade no Brasil? O povo é inconsequente...
      Beijus,

      Eliminar
  27. De tudo isso ai, que é sim,terrivel, o que mais me preocupa, sinceramente Luma, é a questao dos shoppings. Meu Deus, acho TAO TRISTE saber que isso é a hora de lazer e ponto de encontro pra mts brasileiros. Aqui nem shopping tem! quero dizer, nao com a mesma louca euforia que tem no nosso país...
    Claro que a gente tem que entender o porquê dessa fixacao por shoppings, mas que esse fato me incomoda, aahhhh sim, e mt.

    texto mt bom, Luma,como sempre

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois no Brasil temos tanto céu, tanto mar, tanta terra... e o povo não quer lugar descampado! Hoje na TV uma mulher ao ser entrevistada em virtude do dia dos namorados, disse que prefere o shopping porque os seus cabelos não atrapalham. Santa Futilidade!!
      Eu entendo o porque gostam de shopping, mas viver todos os momentos de lazer em shopping é um pouco demais para a minha compreensão!! Beijus,

      Eliminar
  28. Luma querida, voce como sempre nos iluminando com propositos tao pertinentes!
    Vir aqui e' sempre muito enriquecedor!
    Bj Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderEliminar
  29. as pessoas não sabem ser sustentaveis nem consigo mesmas, que dirá com o ambiente que lhes cerca... numa sociedade onde até o corpo tornou-se magicamente transformável, foi esquecido que por maior que seja o apego a experiência desta vida, existem outras que deveriam ter a chance de passar por um lugar tão bom ou melhor do que o que viviamos.

    bjo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Tony! O ser humano corrompe até mesmo o seu próprio corpo e não pensará mais de uma vez em corromper a natureza em seu benefício. Seria transformador se encarassem suas próprias essencias. Beijus,

      Eliminar
  30. Parabéns, Luma, por mais uma iniciativa inteligente e instigante. É muito triste saber que muitas pessoas não têm acesso à informação e não tem consciência do significado da sustentabilidade. Mas não é empecilho, pequenas ações fazem a diferença.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Edilma! Por aqui as gerações intermediárias são as que mais pecam! Estamos caminhando no intuito de que as gerações futuras tenham maior consciência. Foi muito bonito ver o ensaio de participação dos jovens no Rio+20. Beijus,

      Eliminar
  31. Gosto do seu peito aberto, cara lavada e alma translúcida!...

    Vemos aqui de sensibilidade à seriedade ;)


    Beijos =)

    ResponderEliminar
  32. Claro que fiquei felicíssima com sua participação na Teia Ambiental, Luma Rosa !!!
    Espero contar com sua adesão em todos os meses seguintes, pois já vi que seu blog é muito visitado e assim vamos semeando, cada vez mais, idéias verdes pela blogosfera !

    Adorei o "um certo lacre na consciência das pessoas" !

    Eu não fazia idéia de que existisse tanto lixo no fundo do oceano, e já tinha ficado surpresa com a postagem da Lu (Essência Estelar Maya) que fala nos conteineres afundados:
    http://pereirapequeno.blogspot.com.br/2012/06/navios-deixam-cair-mais-de-600.html

    O Homem é um ser muito louco, talvez o único que destrua o lugar onde mora e que suje a água que bebe !


    Mas sou uma pessoa esperançosa e sei que juntos podemos criar um mundo melhor !

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Flora, o "Luz" veste a camisa da ecologia já fazem anos e desse assunto participo no meu dia a dia, pois estou indiretamente ligada ao meio ambiente por causa do meu trabalho, pois tenho que antes de qualquer obra, dimensionar impactos. Muitas empresas estão preocupadas pensando no futuro. Aqui na região onde moro, por estarmos tão próximos do mar, captamos a sua essência e sentimos quando o mar reclama. Além de tudo que a Lu comentou dos containers e do lixo da segunda guerra, você não imagina quanto lixo existe dentro do mar. Se o pessoal olhasse além da paisagem bonita da superfície do mar e tivessem olhos para baixo, não deixarim lixo na praia. Beijus,

      Eliminar
  33. Luma querida,

    FANTÁSTICAS PALAVRAS!!!!
    Olha, se bobear logo estas aventuras irão se resumir nos livros......pensou que geração triste, conhecer as belezas naturais através de páginas e mais páginas dos livros!!!
    Mas a humanidade está se limitando mesmo: entrando na onda dos shoppings, alimentação mais rápida e sem mastigação, jogos e brincadeiras sem nenhum esforço e movimento, etc.....enfim, perderam o prazer de interagir com a vida.
    Eu sei que a segurança em muitas cidades e Estados não é lá aquelas coisas.....e muitas crianças ficam trancafiadas em casa fazendo suas brincadeiras nos quintais (não é a mesma época da minha infância).......mas todos tem oportunidades de fazer passeios em grupos, com a família em lugares especiais, entrando em contato com a Natureza.
    Mas muitos optam pelo mais cômodo......pois ainda trazem na mente, que dá muito trabalho ter que interagir com a Natureza.

    Puxa vida, fiquei impressionada com a informação do tanque e dos navios da 2ª guerra que estão no fundo do mar.....minha nossa, realmente não conseguimos dimensionar a situação real e verdadeira dos oceanos no nosso planeta.
    Eu mesma, quando me deparei com a notícia dos contêineres, achei muito oportuno fazer este alerta e divulgar........não podemos muito, mas de gota em gota podemos auxiliar muito para quem sabe um começo de transformação.

    Adorei a notícia de que vais fazer parte da “Teia”.......és uma pessoa de muita sensibilidade, inteligência e originalidade, e iremos ganhar muito com suas participações.....fico muito Feliz!!!!

    Um grande beijo em seu coração!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lu, esse é um assunto que muito me interessa. Quando mergulhamos vemos debaixo da superfície da água aquilo que os frequentadores da praia não vêem. Estamos arriscando o nosso habitat quando deixamos lixo por onde passamos. O mar está bravo!! Você não imagina a desertificação de espécies e o entulho de lixo que encontramos no fundo do mar. Essas notícias dos containers que são jogados dos navios são fichinhas perto dos containers que alguns países soltam no mar, cheios de lixo! Se fazem 60 anos que os restos da segunda guerra estão debaixo do mar, imagina quando isso se soltar dos tanques?
      Obrigada pelo comentário carinhoso e pela acolhida!! Beijus,

      Eliminar
  34. Minha querida, a coisa é realmente muito grave......e a humanidade não consegue perceber por se tratar do fundo do mar, e como não estão vendo, não conseguem "sentir" o perigo.
    Eu imagino o que podem estar fazendo.....se fazem pior na nossa cara, imagine longe dela não?
    Beijos grande em seu coração!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito gratificante encontrar pessoas conscientes como você, Lu!! Beijuzinhos no coração!!

      Eliminar
  35. "Viver é cada vez mais uma aventura muito perigosa" - concordo plenamente!!!

    Adorei o texto, "ácido" na medida certa.

    Bjss

    ResponderEliminar
  36. Minha parceira ambiental, Luma Rosa;
    Gostei muito do seu jeito sutil de censurar e condenar, mantendo o humor, mas tirando o sorriso dos lábios dos omissos.
    A maioria das pessoas vai ao shopping por não ter mais nada de importante para chamar a atenção delas.
    Que triste, não é mesmo?
    Mas, a maioria pensa assim.
    Nós somos a minoria que pensa e sente, Luma Rosa, e é isto que importa para as nossas vidas.
    Vamos esquecer os comodistas e exaltar os ambientalistas.
    Um dia, a humanidade saberá o que é de fato melhor para a vida.

    Abraços ecológicos.
    Gilberto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário generoso e pelos elogios!! Eu espero que as pessoas reconheçam o valor dos ambientalistas, mas não muito tarde, pois pode ser fatal para a nossa mãe Gaia.
      Seja sempre bem-vindo!!

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor