Tem dia que de noite é assim...

luzdeluma
"Insights", palavra inglesa que deve significar, se não estou no erro, algo entre a epifania e a revelação. Algo que é ao mesmo tempo muito importante e completamente irrelevante, e no meu caso, uma experiência subjetiva.

O que é isso? Um fugaz relance de uma verdade antiga e não sendo mais real.

Infelizmente os "insights" são algo pessoal e intransferível. Como lembrar de um cheiro sem estar o cheiro ali presente. Estou tendo "insights" sucessivos... Culpa da saudade. O mês de Maio não é um mês bom para mim.

"Não adianta reclamar de nada na vida pois 90% das pessoas que o ouvem realmente não se importam e os outros 10% se divertem à suas custas. (Confúcio)

Um lembrete que a vida nunca é perfeita e é sempre um passeio de montanha-russa. Algumas pessoas perguntam por que não atualizo todo dia. Na verdade, estou blogando menos... Bem, a resposta não é desconhecida para os que frequentam esse blogue a mais tempo. Blogar freneticamente para quê? Se tenho tempo, posto. Senão tenho, não vou sofrer por isso. Não é de admirar quem posta todo dia, se vive apenas para isso. Tenho amigas que se sacrificam para blogar... Eu não faço isso! Nunca fiz nesses tantos anos de blogosfera. Quem é meu amigo se aconchega, não espera que eu fique batendo ponto em seus blogues, pois sabem que podendo eu compareço.

A minha vida mudou muito desde quando esse blogue foi criado e ainda continua mudando. Tanto mudou que nos últimos dois anos que ficou bastante complicado dar atenção a cada um dos meus amigos bloggers. Espero compreensão, pois quando for o tempo certo, vou atualizar vocês de tudo que há de novo.

O dia das mães se aproxima e estava lendo posts passados da época que a minha mamã ainda vivia. Em 2006 escrevi:

Tenho muita necessidade de olhar minha mãe de perto, ela percebe e parece que tem medo de que eu examine o seu interior. Gosta de se resguardar. Olho o seu rosto e tento gravá-lo na minha memória, porque a cada dia o seu contorno parece mais tênue, apagado e sereno. Usa óculos e olha-me como me repreendendo, seus olhos continuam brilhantes e vivos. E como num espanto fala, das coisas erradas que anda vendo pelo mundo.

Tenho medo de abraçá-la com força, medo de quebrá-la. Está mais baixa e frágil. Aquela mulher da minha infância, torre de força e coragem, onde está? Será que viverá agora assim com esse ar de quem pede desculpas por ter vivido?

A minha mãe tem um canto mais luminoso, doce, colorido e secreto que não se apaga.

Com os anos parece que tenho ficado parecida com ela. Ainda lembro quando ela era cheia de sonhos.

Do outro lado do espelho está o rosto da minha mãe, olhando–me com olhos de espanto!

Ela que me deu a chance de viver...
Quero homenagear todas as mamães que aqui comparecem como também as futuras que carregam em seus corações a responsabilidade de criar bem um filho.
Abrace sua mãe! Esse calor jamais será esquecido!

Em tempo: Não se esqueça do nosso encontro no dia 15 de Maio... Clique na imagem. Amor aos pedaços

94 comentários :

  1. Luma,

    Este foi o texto de filha(o), mais bonito que já li.

    Sem mais, para não estragar a emoção.

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Muito lindo, Luminha :)

    ResponderEliminar
  3. LINDO e emociona, toca ao coração. Arrepiei....beijos,tuuuuuuuuudo de bom!chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Chica!! Tudo de bom para você também!! Beijus,

      Eliminar
  4. Tudo o que dizes hoje aqui me deu um novo olhar...
    Primeiro que tudo, tu, a tua mãe, a nossa mãe que aqui é no primeiro domingo de maio. Felizmente tenho a minha com 95 anos com uma lucidez invejável mas cada vez mais cristal! E aquele Ser que nos carregou e nos alimentou de si, será para sempre o agasalho das nossas fraquezas e o espelho da nossa força. Sabes, Luma, por isso tenho aquela parte de uma espécie de solidão e pensando que o que mais amamos um dia se desfará...é um vazio que só o preenche a espera de reencontro! Fiquemos com essa ESPERANÇA amiga. E com a saudade em como ela gostaria de ver-te sorrir! E esse insihgt só tu o sentirás. Medita, relaxa e "vê"!
    Depois uma coisa que me fez sair mais feliz hoje. E fizeste com que eu de hoje em diante vá agir de outra forma: os blogs! Realmente, esta preocupação deixa de ser um prazer para ser uma obrigação! E quero que os meus amigos me sintam perto, como te sinto, não esquecendo a presença na ausência.Obrigada!
    Depois, ainda outra coisa: dentro do espírito da blogagem coletiva, queria postar hoje nas reflexoesfloridas.blogspot.com, que está na lista dos blogs que fazem parte da "Esperança", porque me dá mais jeito. Não te importas, não Luma?
    E levo mais um pouco de ti , amiga! Obrigada!
    Convive, sorri na medida do possível e pensa que há insights maravilhosos. Fica atenta!
    Aquele abraço, querida amiga. E vem quando puderes. Calmamente. Assim!
    Beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manu, uma vez li que seremos eternos na medida que transferimos geneticamente nossas características. Existem famílias tão iguais em seu modo de ser e por outro lado, percebo que na terra, os seres se repetem, vivemos vidas diferentes, mas somos iguais em essência. Quem não se pegou olhando a mãe e imaginando que um dia pudesse perdê-la? O fato de você olhar para a sua mãe e sentir solidão, vai de encontro ao que senti quando escrevi o excerto do texto que escrevi. Uma parte de nós não quer que pensemos sobre o assunto, mas por outro lado, pensar sobre é um modo de se preparar para o momento da separação. Eu tenho esperanças! A cada dia sinto que ela está perto de mim, porém preciso me acostumar com a falta do toque, do cheiro e de escutar a sua fala, sempre tão cheia de carinho.
      Não me esqueço dos amigos, Manu!!
      Quanto a participação, já deixei avisado também as outras organizadoras.
      Eu estou nessa vida para sentir, seja os momentos bons e ruins, porque sei que a vida não se prende somente a essa vida e que deverá existir algo muito mais espetacular. É como se eu estivesse em uma escola passando por provas...
      Obrigada pelas palavras! Fico aqui envolvida com seu encanto e carinho!! Feliz dia!! Beijus,

      Eliminar
    2. Essa preparação, por mais que tentemos aceità-la, nunca é compreendida! Esperança sim Lu,porque sem ela vai-se o sonho tão essencial ao dia a dia.
      Educada num meio espartano, hoje "vejo" a minha espiritualidade como algo muito mais vasto que faz parte da minha presença neste espaço. E quero acreditar pelo que já me foi dado presenciar, que esta nossa estada não passa de mais um aperfeiçoamento para uma integraçao no reino da luz, no Universo de que já fazemos parte...
      Abraço Lu e bom fim de semana

      Eliminar
    3. A prova maior de que a nossa estada é um aperfeiçoamento se confirma quando convivemos com algumas pessoas e nos questionamos o porque dessa convivência. Nada é por acaso!! Boa semana!! Beijus,

      Eliminar
  5. Luma, meu blog não chega nem perto do seu em amplitude e tamanho. Mas também sinto esta cobrança por atualizações mais constantes. Tanto das (poucas) pessoas que o leem, quanto partindo de mim mesma. Acho que esta é a cobrança maior na verdade. Não quero descontinuar, mas não é sempre que tenho ânimo para postar. Acabo querendo deixar as coisas mais pessoais de lado por lá... De toda forma, vir aqui é sempre muito bom.

    Beijos em você. E que as saudades de sua mãe sejam lembranças boas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que exagero! :) Mesmo assim, obrigada! A amplitude e tamanho se deve a aceitação que tenho, principalmente por falar a língua de todos e sem grandes pretensões.
      Jana, somos nós os nossos maiores cobradores. Talvez o carinho que dedicamos a cada um dos bloggers amigos, sentimos a necessidade de atualizar para dizer um "Olá, como vai?" e receber em troca o mesmo carinho. Acontece comigo, nas vezes que penso em parar de blogar, algo bom em relação a isso e acabo por deixar de lado a ideia. O blogue não deixa de ser a nossa voz no mundo!
      Não sentimos saudades de coisas ruins... e tive grandes momentos com minha mãe - não dá para deixar de sentir saudades!!
      Beijus,

      Eliminar
  6. Já fui mais escravo do meu blog.
    Mas a idade tira-nos muitas coisas, dá-nos outras verdadeiramente maravilhosas como compensação, mas a "obrigatoriedade" de actualizar o blog, não pode ser um "castigo", mas sim uma vontade livre.
    Alguns problemas de saúde, t~em-me impedido de "andar por aí" mais assiduamente.
    (Mas não morro, não. Já disse e reafirmo: "sou imortal". E até agora ninguém me pode desmentir!!!)
    Mas...
    O dia da mãe aqui, é, foi no 1º domingo de Maio.
    Já passou... venha outro que as mães MERECEM-NO!!!

    Um bom fim de semana e não se mortifique com o blog e com as visitas.
    Todos temos que compreender que é impossível estar em diversos locais ao mesmo tempo.
    Cumprimentos deste lado do "mundo"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho que a atualização do blogue tem que ser algo espontâneo e sem obrigatoriedade. Isso não é um "trabalho" e muito menos somos remunerados. Apesar de que muitos blogueiros encaram como "profissão" blogar e querendo se equiparar a jornalistas. Bem, a controvérsia é que um tal político brasileiro, que odeia jornalistas, veio com a ideia de não obrigatoriedade do diploma. Blogueiros se sentiram. Deixo claro que não sou contrária a forma de ganhar dinheiro blogando. Blogues além de ser uma forma interativa de difundir ideias e trocas de informações, serve para divulgação de trabalho.
      Eu sei que esteve adoentado e depois disso vem passando por períodos de mais cuidado, mas saiba que tenho muito prazer em visitar sua casa online.
      Beijus,

      Eliminar
  7. Essas datas festivas mexem mais com a gente. Dia dos pais prá mim é difícil até hoje. Lembre da sua mãe com saudade e não tristeza. Ela está bem e de alguma forma sempre vai acompanhar você.

    Quanto ao blog, antigamente as pessoas eram mais unidas. Havia uma troca boa de conhecer as pessoas, trocar comentários, criar amizades. Hoje temos twitter e principalmente o Facebook que veio tomar o espaço da blogosfera.
    O tempo hoje se resume em redes sociais e os blogs foram deixados de lado. O seu continua bombando e cativando as pessoas. Posto todos os dias, mas vejo que nem todo mundo retribui a visita, uns não tem tempo como você e outros não se importam mesmo.
    Big Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lulu, não tem dia dos pais que não me lembre de você e rezo para que seu coração se aquiete! Meu pai partiu muito cedo e tive pouca convivência com ele. Certo ponto foi bom, porque se não tive muitos momentos, não tenho muito que me lembrar e a saudade não é tanta.
      Sinto falta da época em que os blogues eram mais unidos, mas também era uma grande novidade! Como eram poucos blogues, todo mundo se conhecia. Atualmente não deixa de ser igual, já que criamos núcleos de interação. O mundo dos blogues se tornou vasto e percebo a frieza de alguns blogueiros que se dizem "profissionais" e tratam seus comentaristas e leitores como números. Nesse sentido, adoro a forma do novo pensar do google que valoriza a interação nos posts, excluindo números de assinantes, seguidores, comentários, etc..
      Lulu, posso estar errada, mas sinto que o twitter logo vai cair no marasmo. O formato do facebook é intermediário entre os blogues e twitter. Lá você posta além dos 140 caracteres e interage muito mais. Acho que estou desencantando de twitter.
      Beijus,

      Eliminar
  8. Luma o que realmente importa neste mundo dos blogues é a inspiração espiritual de que alguém acredita e confia em você E isso não se mede por comentários ou número de visitas...

    Eu acho que e partindo do princípio de que não é tudo que a gente gosta de ler ( ou tem preparo emocional ) nunca podemos cobrar que leiam algo que publicamos e que relacionem isso ao fato de não nos importamos com a pessoa que escreve.

    Interação entre blogues é bom, mas há um limite... Eu que nunca passo dos dez comentários por postagem já me vejo azul para interagir... faço ideia você que tem mais de vinte sempre.

    E Luma, o responder comentários venho para isso... não dá para ir no blog da pessoa responde aqui. Quem gosta de comentar sem exigir nada em troca volta para saber a resposta e aí você vai escrevendo e compartilhando conosco essas coisas lindas que escreves...

    E maio... chega o mês que você sente saudades... Mas você está conectada a ela através de sua alma... Sinta-a em você e sinta como ela pode estar melhor do que nós aqui...

    Li o texto que fez a ela quis comentar e chorei lá. Não quis que minhas palavras tirassem o brilho daquele texto.

    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebemos a essência das pessoas e nos aproximamos daquelas pessoas que o pensamento pode não ser igual, mas que de certa forma nos completam. Também percebemos quando a preocupação é espontânea e a amizade sincera. Sinto isso com você, Iza! Você sempre demonstrou seu pensamento sincero e por mais que você ache que esteja criando polêmica, é disso que precisamos na blogosfera. A vida real já é cheia de hipocrisia e não é preciso isso na blogosfera. Dando um emendada no comentário e não tendo nada a ver com a sua pessoa, percebo uma contradição gratuita, principalmente nas redes sociais; gente que desgosta de algo somente pelo ato de desgotar. Essas pessoas não são educadas no sentido literal da palavra. Precisamos de pessoas originais para dar fim a manipulação das massas.
      Preparo emocional para ler? A começar que temos muitos analfabetos funcionais circulando em todas as esferas da websfera... já não me preocupo mais com eles ou com gente que chega no blogue, lê o primeiro parágrafo e o último para completar o ato de comentar. Eu percebo quem faz isso e deleto da minha convivência.
      Iza, quem lê os comentários que faço são as pessoas que possuem curiosidade quanto a minha pessoa e ao que sinto. Dou tempo para isso acontecer, já que não posto todos os dias. Até para isso é legal não postar todos os dias, pois a interação nos comentários torna-se maior.
      Maio é um mês pior, porque onde olho está escrito a palavra mãe. Durante os outros meses do ano, eu distraio o meu pensamento.
      Obrigada pelo seu carinho!! Beijus,

      Eliminar
  9. Oi Luma!
    São estes fragmentos do que vivemos mesmo num passado recente que nos faz parar para pensar, na importância de viver o presente, dar valor e o dizê-lo com carinho e atitudes, o amanhã a Deus pertence. Quanta emoção no seu sentir daquele momento e no de agora, acrescentado de muita saudade. É verdade, tem dia que de noite é assim...
    Beijinhos e um fds de paz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devemos viver o presente, certamente!Porém acho que Deus não tem nada com isso!! Ele é apenas um amigo que fica a espreita vendo o nosso modo de conduzir a vida. Eu sei que esse é um pensamento infantil sobre Deus, mas gosto dessa inocência. O passado, o presente e o futuro nos pertence! A saudade que sinto é construída, é sentimento puro e simples! Minha mãe era uma mulher de pegar, apertar e beijar muito! Eu sinto falta do cheiro desse aperto, do quase o coração parar sufocado de tanto beijo. Beijus,

      Eliminar
  10. Oi Luma,

    Saudade de mãe, saudade de cheiro, saudade de colo,de conselho, de compreensão.
    A minha está ali pertinho e possivelmente nao conseguirei estar com ela neste dia das maes. Coração doi. Saudade doi.

    E doi ver que ainda hoje ela carrega tão pesado fardo, que aos poucos mina sua força, seu brilho, sua fé.
    Sem mais a dizer...

    Feliz Dia das Maes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lu, quando se encontrar com ela, compense o tempo que ficou distante e aproveite cada momento!! Obrigada pelos votos!! Beijus,

      Eliminar
  11. Obrigada pela homenagem. Linda.
    Fico também com a tênue lembrança do calor dos abraços que já recebi de minha mãe. O tempo levou a saudade de doi e também os contornos vívidos do rosto dela.
    O blog não pode mesmo escrevizar, seja em postagens ou no querer retribuir todas as visitas e comentários.
    É um ninho, quem sentir o aconchego e o carinho, com certeza compreende e volta.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, lembro sempre da minha mãe, justo porque não quero que ela se torne apenas uma saudade antiga. Não quero cair no erro de pensar que as pessoas apenas cumprem a sua função e partem. Acho isso muito frio para quem passou por várias coisas enquanto estava vivendo, ensinou e se doou para as pessoas.
      O blogue é como se fosse um cantinho da nossa casa, um lugar para recebermos os amigos e trocar vivências.
      Beijus,

      Eliminar
  12. Muito lindo este post, e a bela homenagem para todas as mães.
    É verdade, ás vezes a internet nos faz escravos, e deixamos de aproveitar outras coisas da vida.

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cris, eu não deixo de aproveitar a vida e a vida acontece lá fora!! A minha explicação é sobre a cobrança das pessoas pois eu já adotei o conceito "slow Blog" a muito tempo.
      Obrigada! Beijus,

      Eliminar
  13. Aqui o dia da Mãe foi no Domingo passado. Porém eu penso que dia da mãe são todos os dias do mundo desde o momento da concepção até ao dia do seu último suspiro. Mulher se reforma do emprego, mas nunca da sua condição de mãe, tenha o filho a idade que tiver.
    Já não posso abraçar a minha que se foi no ano passado.
    Um abraço e tudo de bom para si.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho que todo dia é dia de mãe, mas não acho ruim ter um dia especial para homenageá-las. Porque devíamos de aniversariar, então? Se todo dia é dia nosso...
      Obrigada, Elvira! Tudo de bom para você também!! Beijus,

      Eliminar
  14. Luma, por que voce me fez chorar?! aiiieeee.... fiquei muito emotiva lendo seu texto. A minha mae ainda está aqui, bem idosa, mora taooooo longe, veio ao Brasil mes passado, vai embora no outro... e nem sei se a verei novamente. Aiiii que NÓÓÓ na garganta!

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah... a intenção não era te fazer chorar! Sem pretensões, talvez cutucar as pessoas que possuem mãe e ficam de graça! (rs*)
      Não sabe se vai ver a mãe mais? Poxa, Sissym... isso é mesmo bem ruim :( Beijus,

      Eliminar
  15. Luma, quando descreveu a sua mãe, foram palavras que eu poderia usar para a minha. "Está mais baixa e frágil. Aquela mulher da minha infância..." e por aí foi, eu vendo direitinho a minha mãe. Hoje mesmo, lia uma revista perto dela e de repente a surpreendi me olhando, sorri pra ela, mas ela não retribuiu. Minha mãe ainda é durona, sofre por não poder ter mais as rédeas de nossas vidas em suas mãos. Cada ano pode ser o último com ela (sempre pensamos que os mais velhos irão primeiro) e cada ano, não o sendo, a temos mais frágil, mais deprimida, mais sem ilusões.
    Seu texto comove, lindo, como sempre.
    Sinta o abraço dela. Ela está por aí...
    Beijo e Feliz Dia das Mães para você.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela não retribuiu? Não pense que ela estava sendo dura com você! Ela estava olhando além, lembrando do tempo em que você era menina! Os mais velhos precisam das lembranças para fixar a memória, lembrar de um tempo que tudo estava sob controle e eles eram donos de seu tempo. Obrigada, Lúcia! Feliz dia das mães! Boas comemorações! Beijus,

      Eliminar
  16. Feliz daqueles que tem mãe para abraça-la.

    Bj

    ResponderEliminar
  17. Fios de ovos Lu, não são simpáticos não...
    O melhor é comprar feito, mas não é tão bom... Trouxas é bem mais fácil, mas com muita paciência e atenção ao ponto de açúcar...
    Bom domingo!
    Bjisss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca entendi porque as pessoas gostam de fios de ovos. Queria muito aprender a fazer as trouxinhas, mas para mim pareceu bem difícil :( Beijus,

      Eliminar
  18. Jesus te ama! =)

    Passa lá no blogue. Tenho novidade! =D

    =Bjos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amei!! Quero uma igualzinha!! :=))

      Eliminar
  19. Oi Luma,
    estou dando um giro domingueiro pelos blogs (apesar de ser sábado - risos), retribuindo carinho em formato de comentários, já que este mês é mês de muito trabalho na profissão.

    Sem dúvida que blogar é prazer. Incluir sacrificios e provocar ansiedade está fora de questão. Transformar o ato em matemática virtual, é disvirtuar qualquer amor. Quantos posts por mês? Quantos comentários por postagem? Quantos visitantes? Quantos números no contador?

    Eu blogo ao meu ritmo e sei que você também. Porém equilibro ao ritmo das pessoas que me visitam. Mesmo que o assalto de insights seja tremedo, me contenho quando a blogosfera anda ao relantim. Harmonizar os fluxos faz todo o sentido para mim. Meu principio norteador é a qualidade e não a quantidade. Menos é mais :)
    Beijos, querida parceira.
    Rute

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rute, sei que tem gente que usa os blogues para se distrair, pois não tem outra coisa para fazer na vida. Compreendo que seja uma excelente distração pois sou admiradora do ato de blogar, mas essas pessoas que não fazem mais do que blogar e ficar nas redes sociais, começam a achar que você é uma máquina de lero-lero.
      Eu penso, por isso sou "Slow blog"
      Feliz dia!! Beijus,

      Eliminar
  20. Como disse um colega meu:

    "90% da vida é só privação...
    Antes era 99%!"

    (Fernando Rossi)

    Ou seja, com o tempo, e recursos da tecnologia,
    as coisas melhoram! rsrs

    http://famainfame.blogspot.com.br/2011/06/levando-vida.html

    Também acho que para tudo tem seu tempo:
    se cansou, pára tudo e descansa!

    Dança cansa
    http://mesdre.blogspot.com.br/2011/07/danca-cansa.html


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O primeiro link não responde...
      A privação tem dimiuído, para quem?
      A minha porcentagem não chega a esse extremo, me privo muito pouco das coisas que gosto. Privo em um dia e no outro me refastelo!! A vida é puro prazer. Sem prazer a vida é muito chata!
      Beijus,

      Eliminar
    2. O primeiro o link era apenas o do post de onde tirei a frase de referência reproduzida neste comentário.

      Quando for assim, do link falhar, experimenta copiar e colar o endereço no seu navegador de internet (browser), porque pode ser vacilada na hora de montar o link e digitar o apontamento errado. Em todo caso, tentando de novo, eis o mesmo link:

      Levando a Vida
      http://famainfame.blogspot.com.br/2011/06/levando-vida.html


      Eliminar
    3. Ah, agora sim!! Obrigada, André!! Boa semana para você!

      Eliminar
  21. Oi Luma. me emocionei com a sua mensagem a tua mamãe, ela serve para todos nós, principalmente aqueles cuja mãe ja não estão neste plano, para vc o meu abraço carinhoso e Parabens a todas a mamães, Celina.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Celina! Eu espero alcançar aqueles que ainda possuem suas mães no plano material. Mas eu sei que a maioria que vem no blogue, já não possuem esse previlégio. Somos quase todos iguais nesse dia! Beijus,

      Eliminar
  22. Luma,que bela a msg que escreveu a sua mãe!Tb me emocionei!Não podemos mesmo nos escravizar aos blogs!Blog é um divertimento e não deve nunca ser encarado como obrigação,tem razão!bjs e meu carinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Anne!! Você tem vários blogues e não sei como dá conta! Mas acho que deve ter alguém bem compreensivo do lado, pois nem todos entendem o que é o ato de blogar. Blogue é divertimento e um meio de desenvolver o pensamento coletivo, nunca deve ser encarado como obrigação!! Beijus,

      Eliminar
  23. Oi Luma, te entendo perfeitamente, até pq eu tenho blogado muito pouco, minha vida tá uma revolução aqui fora, então tenho tentado encaixar tudo pra não largar os blogs, e ainda criei mais um pras minhas fotos rsss mas não vou me estressar, devagar e sempre.
    Tenho retribuído quase todas as visitas, só não vou mesmo quando vejo muita superficialidade, minha sensibilidade é extrema e sei quem exatamente lê os meus textos e os que vão só pra bater ponto e receber comentários meus, não adianta...não me forço mais á fazer o que não estou com vontade rsss
    Não vou escrever nada pro dia das mães, tenho meus motivos particulares, mas acho muito legal quem faz, admiro mesmo e quem tem mãe e pode curtir que aproveite muiiitoooo, é uma bênção.
    Emocionante o que escreveu sobre a sua e já te desejo um Feliz dia das Mães, bom fim de semana, beijossss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isa, estamos em sincronia! Também não ia postar nada para o dia das mães, como fiz nos anos passados após a sua morte, mas algo em mim me levou a isso. Obrigada pelos votos! Feliz dia para você também!! Beijus,

      Eliminar
  24. O amor não se apaga, se transforma. Sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jamais! Sempre achamos um lugar para colocar o amor!! Beijus,

      Eliminar
  25. Amei o texto Luma,me emocionou, nessa data especial fico um pouco melancólica, meus filhos longe, não tenho mais mãe e moro longe da minha familia, mas tenho lembranças vivas e lindas para reviver e muitos amigos na blogosfera, tenho que aproveitar que ainda estou no lucro ehehe, e acho que é assim valorizando o que temos de bom que vamos superando os encalces normais da vida, que é bem rápida e pode ser bem bonita, bjinhos, obrigada pelo carinho, flor. Feliz dia das Mães!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com os familiares longe, faz bem em rodear-se de amigos!! Hoje fui em um almoço para mães na casa de repouso local. Muita senhorinha que os filhos não se lembram mais :( Feliz dia das mães para você também!! Beijus,

      Eliminar
  26. Luma querida,vc me emocionou demais... sabe minha mãe sempre foi super distante de mim afetivamente falando....mas a uns oito anos tivemos um encontro de amor, onde lhe pedi perdão por todas as coisas ruins que sentia em relação a ela , por causa da carência que sentia...p/ minha surpresa ela tbém pediu-me perdão e dali em diante nos tornamos as melhores amigas, mas o distanciamento afetivo não mudou e eu continuava com muita vontade de abraça-la muito, e beija-la, mas tinha receio da reação dela...
    Bem Luma querida, o resto acho que vc sabe, pois foi sobre ela que escrevi na blogagem "Amor aos pedaços" encantamento...
    Hoje ela tem vários problemas mentais, e eu cuido dela, sou encantada por ela, beijo ela e abraço o dia todo, brincamos como criancinhas, porque é a linguagem que ela entende hoje...
    Eu amo estar com ela, mas sabe amiga, eu deixaria de lado todas as minhas carências, para te-la de novo ao meu lado mesmo que quase sem poder toca-la...porque hoje é como se ela já tivesse ido, mas esta entre nós...mas trago um sorriso no rosto todos os dias Deus me dá sempre a força que preciso para sorrir!
    Aproveite bem o dia das mães, porque nós mulheres de uma forma ou de outra acabamos exercendo o papel de mãe quase que diariamente, não só com nossos filhos!
    Deus nos deu esta graça!
    E não fk triste não, alegre-se com aqueles que vc ama...
    Tudo passa, até nossas tristezas, então já que vai passar, vamos sorrirr já rsrsrsrs
    Obrigada pelas palavras carinhosas no meu cantinho!
    Com amor
    Marly

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo tem seu tempo, Marly! Não sabemos o porque as pessoas são destinada a conviverem e devemos fazer das carências, pontos de troca. Quem sente carência, se fecha em seu próprio mundo acabando por não dar carinho. Fez bem em pedir perdão para a sua mãe, mas infelizmente as coisas não consertam de um dia para o outro. Com relaçao aos sentimentos temos que ser pacientes na compreensão do outro. Agora tem a oportunidade de conviver pacificamente, mesmo que não seja do modo ideal que pretendia. A vida tem dessas coisas!! FEliz dia com sua mamã!! Beijus,

      Eliminar
  27. Mantenha intactos a lembrança e os momentos que decidiram aconchegar-se em sua memória. A data em si é como as outras que visam o comercio: voce não precisa de dia para tê-la consigo, onde quer que você - e ela! - estejam.

    É o único laço que efetivamente construimos em nossas vidas: com os pais e com os filhos. Logo, nunca se desfaz. Apenas ganha outros modos.

    E no mais, de fato, não há porque blogar sempre. Viver importa mais! Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou tentando fazer isso, meu amigo!! Não penso em datas como incentivo ao comercio, porque não hajo visando sua promoção. Penso que todo dia é dia de mãe, mas um dia destinamos a homenagear, assim como temos um dia para aniversariar. Ou acha que aniversários também são datas que visam comércio?
      Laços familiares nunca se desfazem pois o vínculo emocional é o mais forte de todos, mesmo os vínculos sanguíneos.
      Viva a vida!! Beijus,

      Eliminar
  28. Ah Luma, que post lindo! E amei o começo dele!
    Beijo, beijo! ;)
    She

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pena que não gostou dele todo! (rs*) Beijus,

      Eliminar
  29. Luma querida vc me emocionou com tão lindo texto, tão doces palavras, tbém já nãotenho mamãe perto de mim, mas a tenho no coração, na alma e nas lembranças que vou guardar para sempre.
    Um lindo domingo pra vc com muitas alegrias. Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Josy!! Um lindo domingo para você também!! Beijus,

      Eliminar
  30. Luma, realmente sentimos falta do olhar, do abraço do aconchêgo...de mãe, de avó!
    Sua homenagem é linda e me emocionou também!
    Nem sei mais o que escrever, apenas sinto uma vontade grande de te dar um longo abraço e um beijo gostoso!
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vem dar o abraço!! uuuuuuuuuuuuuupaaaaaaaaaaaa!! :)
      Tenha um feliz dia!! Beijus,

      Eliminar
  31. Sabe Luma,acho que esse negócio de postar ou não todos os dias é realmente bem pessoal e varia muito,às vezes a vida está corrida pra caramba,com muita coisa pra fazer e realmente não dá tempo de dar toda atenção e carinho aos amigos que vão ao blog,mas sempre que posso tiro um dia pra dar uma olhada nos blogs que gosto,nas pessoas queridas,enfim.
    Lindo o que você falou da sua mãe,a minha mãe por exemplo,é alguém que muito amo e admiro,apesar dela não perceber muito isso,rsrs.
    Abração querida,um ótimo domingo e dia 15 estamos aí,=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Suu, eu não posso tirar um dia para ver os blogues amigos. Tenho no máximo duas horas para blogar por dias e invariavelmente esse horário é dividido com outros afazeres. A vontade está sempre latente, querendo blogar muito!! :)
      Faz sua mãe perceber que você a ama!! Ótimo domingo para você também!! Dia 15, rules!! Beijus,

      Eliminar
    2. É como te falei,às vezes o tempo é mega corrido,muita coisa na faculdade,na vida de um modo geral aqui desse lado.
      Mas quanto a vc percebo que mesmo com o pouco tempo consegue fazer um blog de muita qualidade!
      Bom,o texto do dia das mães ela gostou,rsrs.
      Abraço,=)

      Eliminar
    3. Ela leu? :D Muito Bom!!
      Obrigada pelo elogio!!
      Beijus,

      Eliminar
  32. Luma queridona!
    Eu também já não blogo mais como antes, parece que alguma coisa se quebrou neste sentido,mas estou até gostando agora, já não tão frenética e preocupada em atualizar sempre.
    E que beleza esse texto que você fez pra tua mãe há tanto tempo!
    Parabenizo-a pelo dia das mães, pois sei que é uma mãe dedicada e muito amada.
    Um lindo e feliz dia com seus mais queridos.
    beijos cariocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No início estamos mais animados ou começamos a blogar porque temos tempo. As coisas vão mudando com o tempo e vejo até pessoas reclamando da invasão de privacidade... oras, isso é bem fácil de controlar quando não se deixam expor.
      Obrigada!! Lindo e feliz dia para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  33. Lindo!!
    Um domingo cheio de amor, paz e coisas boas.
    feliz dia das mães
    Beijos
    Mary.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Mary!! Feliz dia para você também!! Beijus,

      Eliminar
  34. Ôi Luma querida! Concordo com você.... No início eu sentia mais a febre de postar diariamente, ainda sinto.... rsrsrs! Mas nem tanto.... E ademais, quem sou eu pra falar, meu bloguito tem apenas 9 meses! Dia das Mães existe em todo o mundo, mas não é igual pra todo mundo.... Obrigada pelo carinho, gostei bastante da tua postagem! Coloquei hoje a minha postagem do dia das mães! Bênçãos de paz, alegria, união e amor! Um abençoado e feliz domingo de Dia das Mães! Carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hehehehe com o tempo essa febre vai se acalmar!!
      Um abençoado domingo para ocê também!!
      Beijus,

      Eliminar
  35. Quem fala demais dá bom dia a cavalo. Gosto do que você escreve exatamente porque não o faz freneticamente nem o faz por obrigação.

    Vou esperar pra ligar pra minha mãe, que o fuso são de 5 horas.

    Beijocas
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é boa!! hahahaha
      Obrigada, Allan! Estamos juntos a tanto tempo na blogosfera que já sente o meu modo de blogar.
      Feliz dia, pãe!!

      Eliminar
  36. Um grande beijo minha filha "postiça" e obrigado por te lembrares de mim e olha lá menina blogar todos os dias e ou ir comentar aos blogues dos outros não achas que é demais? Isto pode ser um diário, um semanário, ou um mensal, trimestral e por aí fora. Não te sintas culpada de nada e quem cobrar manda-os a um lugar que eu cá sei ouviste?

    Adorei este post e esteja onde estiver a tua mãe ela olha por ti, porque eu acredito que ela reside apenas e tão só no nosso coração, mente e ou alma.

    Ela deixo-te ferramentas para bateres a vida para frente "como deve ser", tal como o meu pai me deixou, cemitérios não era com ele e comigo então muito menos (foi cremado) e lembro-me dele muitas vezes e a imagem ténue do seu rosto fica menos ténue quando tenho que enfrentar algo e me lembro das palavras dele.

    Tens uma escrita que dá gosto de ler, ao contrário da minha...sei lá ser sucinta e só venho à internet ler e se leio deixo um comentário e ponho algo no meu QUANDO ME APETECE E A MINHA VIDA REAL O PERMITIR. Quem não gostar que se entretenha a chupar cana que é tão bom:)

    Um abraço grandão para ti e para todas as mães que vieram aqui comentar e ou ler e já agora também aos pais, porque não há mãe sem pai e vice versa.

    Inté

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhhhhhhhhh me mata do coração!! Não blogo todo dia, Fatyly! Não dá!! Tenho um trabalho de muita responsabilidade que me ocupa a maior parte do meu tempo pois não tenho horário de trabalho e sim uma quantidade imensa de trabalho. Blogar para mim tem que ser relax!!
      Fatyly, adoro tudo que escreve! O último post que li no seu blogue me emocionou demais! Tanto que lhe fiz uma confissão :)
      Obrigada!! Gostei: Não existe mãe sem pai e vice versa!!
      inté!!

      Eliminar
  37. A vida urge. E ela está aqui e lá fora. Temos realmente que nos dividir para nos sentirmos bem.
    Luma, esse texto sobre a sua impressão e relação com a mãe é fabuloso, emocionante.

    Grande abraço. paz e bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A vida urge e às vezes chora como bebê no meio da noite e temos que correr para socorrer!! :) Obrigada pelo elogio!! Beijus,

      Eliminar
  38. Luma,
    que teu domingo, este em especial, seja festivo repleto de carinhos e alegrias amorosamente desfrutadas.
    Feliz dia das Mães!
    Bjos,
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Calu!!
      Feliz dia das mães para você também!!
      Beijus,

      Eliminar
  39. Também pra mim o mês de maio é difícil...apesar que, de fato, diariamente o é. Adapto-me (tento)a essa ausência doída! Quanto as postagens, frequência e visitas tô quiném vc rsrs e vou seguindo...
    Beijuuss, Luma amada, n.a.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Regina, durante os dias a gente se distrai. Mas essa época a distração fica à dever pois a cada momento lemos a palavra mãe.
      Quiném eu? Então vamos dar as mãos! :) Beijus,

      Eliminar
  40. Olá Luma.
    Mês de maio para mim é de festa, pois minha primogênita nasceu neste mês. O dia das mães, para mim, é sempre uma boa saudade, desde que minha mãe morreu. Fui a filha que pude e fiz como pude, assim são as relações: queremos dar o nosso melhor, assim eu o fiz.
    Que seu dia seja feliz.
    Obs
    Encontrei o erro do e-mail e já o reenviei, inclusive com a relação de hoje da Roda de Interação.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deixei nada a dever com minha mãe também e também não quero dizer que a minha dor é maior que a dos outros. Só que ainda é muito recente e estou me acostumando com a ausência.
      Vou olhar o meu email e logo mais te respondo. Obrigada!!

      Eliminar
  41. Querida, voce não precisa blogar sempre. É sempre muito bom ler seus textos...Um super ótimo dia das mães para a sua mammy querida !!!

    ResponderEliminar
  42. Que bom, que você ainda tem sua mãezinha para abraçar! Aproveite bastante! Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho, meu amigo!! Acho que você não leu no texto que explico porque esse dia é difícil para mim...

      Eliminar
  43. Luma,me deu uma aflição ler seu antigo texto! Aí fui sentindo a vida fluir...a minha também...Tive um ótimo DIA das Mães,mas a nostalgia fica...Um beijo. Obrigada pela atenção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um antes e um depois... ou agora é durante!!
      Também tive um dia das mães maravilhoso, do lado de mães que moram na casa de repouso aqui na minha cidade. Eu e algumas amigas, pegaram os filhos e fomos para lá fazer uma grande festa! A alegria era contagiante!! A melhor forma de lidar com as nossas tristezas é ver que não estamos sozinhos e sempre existe alguém que precisa do nosso abraço.
      Obrigada você!! Beijus,

      Eliminar
  44. Olá Luma! A grande ansiedade que aflige as pessoas. Eu também blogo conforme a minha disponibilidade e ainda assim, acho que passo muito tempo aqui. Mas está certíssima, tranquilidade e coerência é tudo! Parabéns pelo dia das mães e pelo belo texto de 2006. Eu tenho a minha mãe e ela é uma gracinha! Luz de meus dias! Um beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não passo muito tempo na blogosfera e gostaria de ter mais tempo para tal, mas vamos levando! Curta bastante a sua mamã!! Beijus,

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor