Ah, diz-me a verdade acerca do amor

luzdelumaHá quem diga que o amor é um rapazinho,
E quem diga que ele é um pássaro;
Há quem diga que faz o mundo girar,
E quem diga que é um absurdo,
E quando perguntei ao meu vizinho,
Que tinha ar de quem sabia,
A sua mulher zangou-se mesmo muito,
E disse que isso não servia para nada.

Será parecido com uns pijamas,
Ou com o presunto num hotel de abstinência?
O seu odor faz lembrar o dos lamas,
Ou tem um cheiro agradável?
É áspero ao tato como uma sebe espinhosa
Ou é fofo como um edredão de penas?
É cortante ou muito polido nos seus bordos?
Ah, diz-me a verdade acerca do amor.

Os nossos livros de história fazem-lhe referências
Em curtas notas críticas,
É um assunto de conversa muito vulgar
Nos transatlânticos;
Descobri que o assunto era mencionado
Em relatos de suicidas,
E até o vi escrevinhado
Nas costas dos guias ferroviários.

Uiva como um cão de Alsácia esfomeado,
Ou ribomba como uma banda militar?
Poderá alguém fazer uma imitação perfeita
Com um serrote ou um Steinway de concerto?
O seu canto é estrondoso nas festas?
Ou gosta apenas de música clássica?
Interrompe-se quando queremos estar sossegados?
Ah! diz-me a verdade acerca do amor.

Espreitei a casa de verão,
E não estava lá,
Tentei o Tamisa em Maidenhead
E o ar tonificante de Brighton,
Não sei o que cantava o melro,
Ou o que a tulipa dizia;
Mas não estava na capoeira,
Nem debaixo da cama.

Fará esgares extraordinários?
Enjoa sempre num baloiço?
Passa todo o seu tempo nas corridas?
Ou a tocar violino em pedaços de cordel?
Tem ideias próprias sobre o dinheiro?
Pensa ser o patriotismo suficiente?
As suas histórias são vulgares mas divertidas?
Ah, diz-me a verdade acerca do amor.

Chega sem avisar no instante
Em que meto o dedo no nariz?
Virá bater-me à porta de manhã,
Ou pisar-me os pés no coletivo?
Virá como uma súbita mudança de tempo?
O seu acolhimento será rude ou delicado?
Virá alterar toda a minha vida?
Ah, diz-me a verdade acerca do amor.

W.H. Auden, in "Diz-me a verdade acerca do amor" relógio d'água, 1994
trad. Maria de Lourdes Guimarães

Me agarrei com ele e me esqueci dos blogues!

Fala que eu te escuto!!



Ah, diz-me a verdade acerca do amor...

28 comentários :

  1. Bom dia Luma!
    Que lindo!
    Ai, ai, o amor, tanto encanta, tando traz desiluzões... mas a gente sempre esta atrás dele, não é mesmo?
    Uma semana de muito amor para vc.
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. muito lindo!!
    será que alguém realmente sabe algo sobre o amor??!!rsrsrs
    boa semana
    beijo

    ResponderEliminar
  3. Luma:
    E por falar em amor,
    Este foi o meu assunto no "Costuras internas".
    Mas ele é assim. Existe sempre um começo e o resto é por sua conta e risco. Nunca estamos preparados para recebê-lo e muito menos para quando acabar...
    São os ricos de quem está vivo.
    As delicias e o inferno de quem o experimenta.

    Tão bom se exististisse sincronicidade.
    Enfim, amor.

    Boa semanana!
    Anny.

    ResponderEliminar
  4. Oi Luma!!!
    Amei o texto, adoro poesias (obr pela dica do livro).
    E o amor, então...
    Bjs... :)

    ResponderEliminar
  5. Ai ai, o amor!!! rs...

    Beijos e linda semana, Luma!!^^

    ResponderEliminar
  6. Bela escolha, Luma! Obrigado! :) Boa semana.

    ResponderEliminar
  7. Luma,que poesia mais doce e divertida sobre o amor vc escolheu!Fiquei encantada!Bjs e boa semana!

    ResponderEliminar
  8. Lindo mesmo e pegaste algo maravilhoso pro fim de semana! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  9. Luma querida,

    Eu também me agarraria! Delicioso!
    Girassóis nos seus dias. Beijos.

    ResponderEliminar
  10. Só sei que ele está desde sempre em mim.

    Uma semana cheia de amor p/ vc! Música deliciosa, Ney sempre delicioso...

    Beijooooooooooo

    ResponderEliminar
  11. Um sentimento que deveria fazer morada permanente no coração. Nunca dele se afastar.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  12. Aiiiiiii o amor!
    Bom texto p começar a semana

    Beijos saltitantes
    Boa semana

    ResponderEliminar
  13. Que texto fofo Luma!
    Boa semana.
    Big Beijos

    ResponderEliminar
  14. A verdade do amor é que só ele faz a própria verdade; e entende-o só quem ama.
    Beijinho, querida Luma.

    ResponderEliminar
  15. Luminha!
    Ah, mas se eu tivesse em mãos um livrinho assim, também ficava 'agarrada' com ele. rsss
    Muito linda a poesia, viajei!
    beijos cariocas

    ResponderEliminar
  16. Ninguém sabe mesmo nada do amor...Só o que sente. E pronto. Sem explicação.
    E eu, sem tempo pra ler...
    Mas já anotei.
    Bj

    ResponderEliminar
  17. Lindo demais esses versos, gostaria que alguém descobrisse esta verdade e publicasse na net!!rsrsrrs, então todos saberíamos, tbm adoro ler. Bjs.

    ResponderEliminar
  18. Luma, amiga,
    a respeito do teu questionamento sobre a Festa da Lavadeira-PE, postei notícias no Cultura Solidária.

    http://culturafraterna.blogspot.com/2011/11/26-festa-da-lavadeira.html

    Abraço fra/terno.

    ResponderEliminar
  19. a verdade do amor:
    é lindo
    como o meu que me levou a casar

    abrazo serrano

    ResponderEliminar
  20. Luma,

    Adorei o "me agarrei com ele" volta e meia me acontece isso e esqueço da vida. E tem coisa mais gostosa que se perder nas palavras e sentimentos?!
    Beijos

    ResponderEliminar
  21. Que coisa mais bonita. Tao lirico, parece que canta. Leve. Tambem escrevi sobre o amor. Coincidencia. So que de forma tao diferente. Quem esta vivendo o amor é diferente de quem nao esta... acho que é isso amiga. OOOOuuutrrrrooosss olhares e sentires.
    Beijos e boa semana!
    Espero que a viagem tenha sido otima!
    E te perdoo se foi em SP e voce nem me disse. Privacidade é tudo de bom ne?

    ResponderEliminar
  22. Todos queremos viver intensamento o amor... mas.. ele existe mesmo?! Não sei... só vejo bonito em livros e filmes. Ok, então suspiro.

    Beijos

    ResponderEliminar
  23. que delícia de "prendimento" :)... ótimos dias pra ti, bjo!

    ResponderEliminar
  24. Oi Luma,
    pra mim o amor é lindo, rsrsrs. Amiga pode votar quantos vezes quiser e puder, muito obrigada.
    Beijos
    Lola

    ResponderEliminar
  25. Dia desses eu postei "exatamente" essa frase da imagem... Digo que isso cantado na voz de Lenine é o mais doce som que se pode ouvir...
    Sobre este post seu??? O que posso dizer??? Eu me viciei neste senhor... já li várias coisas dele!!!
    obrigada por me apresentar a este doce, singelo, interessante, tocante e reflexivo senhor...
    Beijos!!

    ResponderEliminar
  26. Amor é uma falta que agora habita no meu coração, mas esta falta não deveria ser maior que a vontade de ser feliz...

    Fique com Deus, menina Luma Rosa.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  27. O amor é refletido em ações cotidianas que fazemos por nós mesmos e pelo próximo. Quando nos decepcionamos, recolhemos de volta o amor que demos. A exigência de reciprocidade mata o amor. E se morre, não era amor. Inexplicável.
    beijo, menina

    ResponderEliminar
  28. Que lindo!!!!
    Envolta em tantos problemas consegui relaxar, sorrir e sentir o amor...
    Um beijo e um ótimo final de semana

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor