Biblioterapia

Quem recomenda: Roseli, do blogue "Sonhos e Melodias, lendo e fazendo terapia" - Recomendo ler para se tratar da alma, trabalhar as neuroses e encucações que muitas vezes ignoramos tê-las. Ler é um santo remédio além de ser um excelente passatempo - Mais um motivo para sempre ter um livro do lado.

Quem fundamenta: Lucélia Elizabeth Paiva, a partir de uma tese de Doutorado define o que é Biblioterapia:

"(...)ao ler um texto, o indivíduo constrói um texto paralelo, intimamente ligado às suas experiências e vivências pessoais, o que o torna diferente para cada leitor. Assim, conceitos podem ser transmitidos, mas os significados são pessoais e intransferíveis.

Através da biblioterapia, o indivíduo pode ser ajudado a ganhar distanciamento de sua própria dor e expressar seus sentimentos, ideias e pensamentos, o que pode possibilitar uma percepção mais aguçada de sua própria situação de vida, desenvolvendo uma forma de pensar criativa e crítica, alem de diminuir o sentimento de solidão (de sentir-se único a se sentir daquela forma), validar seus sentimentos e pensamentos, desenvolver empatia com outras pessoas (quando a biblioterapia é aplicada em grupo). Isso favorece a diminuição da ansiedade (...)"


Meus momentos de leitura são momentos de recolhimento e não gosto de barulho enquanto leio, pois é neste momento que socializo as minhas ideias ;)


Finais de semana chuvosos, o ambiente fica perfeito - Hora de juntar os livros e revistas - lugar preferido: meu quarto.

Nessa vida algumas coisas nos alegram e outras aborrecem. Sociedade, banalidade, domesticidade... tudo diverte se você estiver "leve". A leitura ajuda a desatar os nós e amadurece o pensar.

Como você lê? Sim, este é um Meme Literário com sorteio, que a Vanessa do blogue "Fio de Ariadne" promove em todo o mês de Setembro, em comemoração aos seis anos de blogue.

"Como você lê? Sim, como.? Prefere ler antes de dormir ou carrega livro para onde quer que vá? Lê em ônibus lotado ou precisa de paz? Usa marcador de página, marca com a orelha ou fecha sem marcar e depois esquece onde estava, igual a esta que vos escreve? Lê no parque, no restaurante, na sala de espera do dentista? Poste a resposta com uma imagem do que você está lendo agora . Pode aproveitar e dividir um pequeno trecho que a gente não vai reclamar. Topa?"

Não gosto de ler antes de dormir. Gosto de ter paz para ler, como já disse acima. Gosto de usar marcador e não faço orelhas ou anotações nos livros. Tenho agenda para anotações das leituras e mesmo usando marcador, anoto sempre a página que parei. Nunca paro antes de terminar um capítulo. Gosto de ler principalmente no quarto, mas leio também no terraço, na praia, no carro... e tenho o péssimo hábito de escrever o meu nome na primeira página do livro, junto com a data que iniciei a leitura.

Quando mudei de cidade, o fiz propositalmente procurando qualidade de vida e consequentemente uma cidade mais lenta, adotei o slow food, o slow blog, twitter e facebook seguem o mesmo ritmo e quem troca emails pessoais comigo sabe que adotei o Slow Email. Agora estou tentada a adotar o "slow reading" e toda a minha motivação vem do "Slow Movement"- Para não passar a vida sem viver, simples assim! Tudo o que escraviza, retira-nos alegria. O livro que estou lendo no momento, lógico: "Slow Reading", de John Miedema.

slow readingEste livro nos desafia a pensar o que significa ser um leitor em um mundo cada vez mais complexo em informações. Embora muitas vezes parece necessário ler rapidamente, muitos leitores compartilham da convicção de que a leitura lenta é essencial para a fruição e compreensão. A prática involuntária de leitura lenta tem sido um assunto de muita pesquisa, mas pouco se sabe sobre a prática voluntária na educação, nas ciências e na mídia. A psicologia e neurofisiologia fornecem uma explicação provisória para o papel contínuo da leitura lenta e chama a nossa atenção para as ideias emergentes em tecnologia e cultura, onde ela fornece insights sobre a importância da localização física em nosso relacionamento com a informação. Acima de tudo, leitura lenta representa uma redescoberta do prazer de ler.

Publieditorial: Quem é assinante da Barnes and Noble, pode ler o livro online através do aplicativo Nook - exclusiva tecnologia que permite compartilhar e sincronizar suas informações através do iPhone, iPad, Android, o próprio leitor Nook e Nook Color, PC & mais onde quiser, com estilo de texto a sua escolha. Não se inibam, a livraria oferece assinatura de dois meses gratuitamente antes de você se decidir por uma assinatura por mais tempo.

Eu recebi o meu Nook para experimento e gostei bem mais que outros eReaders, simplesmente porque é bem mais leve - 1/3 do peso do tablet da Apple - e a bateria dura dois meses. Isso mesmo! É mais fino, mais barato que os concorrentes, além de aceitar qualquer tipo de ficheiro em pdf, ePub ou jpg, gif, png, bmp, entre outros. Armazena até 1.000 livros, com capacidade para vídeo, integração com facebook, twitter e programa para desenvolvedores baseados em leitura. Seu manuseio é muito fácil, indicado para principiantes, confortável também para leitura de livros infantis e revistas por causa da tela LCD.

O último modelo de Nook, veio para substituir os outros dois modelos que estão no mercado e que serão vendidos por preço menor, até acabar o estoque. Assim o Nook Color wi-fi, substitui o aparelho da 1ª Geração e o Nook 3G. Os avessos aos eReaders precisam saber de certas comodidades além de poder carregar a sua biblioteca - No Nook você tem a possibilidade de aumentar o tamanho da fonte respeitando a sua acuidade visual, sistema de procura por palavras e também a marcação de texto. Sabe aquele trecho do livro que você quer guardar? Pois então! A localização é rápida e tudo fica organizadinho.

Curiosidade: Os livros eletrônicos talvez não existissem se Michael Hart não tivesse digitado a Declaração de Independência dos Estados Unidos no computador para distribuir folhetos de propaganda para os festejos do Dia da Independência, 4 de julho. Sendo ele um dos pioneiros da alfabetização eletrônica, se estivesse escolhido o dia da sua morte, não o teria feito tão bem; morreu no último dia 08 de Setembro, Dia Internacional da Alfabetização [saiba +]

Nietzsche escreveu: "De manhã cedo, quando o dia nasce, quando tudo está nascendo - ler um livro é simplesmente algo depravado".

Escrevi sobre os meus depravamentos pela manhã, no post "Dorme Comigo"

Yes party!! Essa semana a blogosfera estará em festa! - Hoje gente amiga aniversaria: Glorinha do blogue "Café com Bolo & Glorinha", Clau Finotti do blogue "Força de Expressão", Milene Galvão do "Ideias de Milene", dos queridíssimos Chef Sioux @josajr, Marco Santos do blogue "Antigas Ternuras" e lógico, não poderia esquecer do meu irmão. No dia 20 é a vez da Susyanne Oliveira do blogue "No tempo em que Eu tinha um blog". Dia 21 quem faz aniversário é Francys Oliva do "Estação Zero". Dia 23, Gelmirez ex-Terragel, Mari Amorim ex-Felino da Madrugada. Dia 24, Karla Nazareth do "Empurra com água" e "Tua mãe gosta" + Michelle Nogueira. Dia 25, Lucy Lordelo do blogue "Um cantinho para refletir", Erica Akira do blogue "Diário Yogue", Rose do blogue "Poemas e Amores" e Sérgio Coutinho do blogue "Mundo em Movimento".

Ufa, é muita gente aniversariando! Porém não acabou... Ainda temos no dia 19, o aniversário do blogue Sub Rosa (flabbergasted) v.2 da queridíssima Maria Elisa (Meg) Guimaraes que completa 10 anos de existência. Vamos comemorar?

30 comentários :

  1. A afirmação contida no terceiro parágrafo, Luma, está diretamente relacionada à minha prática docente. Em tempos nos quais tudo vem mastigadinho, interpretado e muitas vezes, produzido apenas para proporcionar prazer momentâneo, a leitura de um livro ou mesmo de um fragmento dele como o poema já não proporciona prazer para a maioria das pessoas. Dialogar com um texto, "brigar" com o autor do mesmo é, na maioria das vezes, tido como perda de tempo. O resultado disso é uma massa cada vez mais alienada e carente de modelos visto que não conseguem refletir sobre o texto, sobre os atos e muito menos formar o próprio caráter a partir desse diálogo. Belíssimo texto e preciso dizer que é uma delícia dialogar com os seus textos... ainda que eu apenas os escute às vezes.

    ResponderEliminar
  2. gostei do seu parecer sobre o ebook. mesmo aqui no Japão, o pessoal tem sido bem resistente para adotar os e readers. eu prefiro o livro de papel, mas... tava pensando em ler mais no ebook reader até pela questão ecológica (menos papel).

    melhor levar a vida em slow mesmo. pra que correr tanto né? corre-se tanto para chegar em lugar nenhum, melhor então admirar a paisagem rs

    bom domingo!

    ResponderEliminar
  3. Legal vc "apresentar" o Nook pra gente. Achei o preço um espetáculo! Qualquer coisa contra a hegemonia da Apple com preços absurdos tá valendo! O problema é que o iPad não "vende" só a possibilidade de compartilhamento de livros, na verdade, os atributos mais "vendidos" passam longe do consumidores com o perfil focado na leitura. Daí pagar um preço absurdo e ter de consumir todos os gadgets (porque é irresistível mesmo) torna-se uma virada brusca do leme do propósito. Quem não tem tempo de sobra não pode se dar ao luxo de desfocar. Se não dá nem pra consumir a preferência, imagina esmiuçar "o resto"?

    Mudou pra "Cabufa" (como vc mesma chama) como opção em busca do slow? Que interessante! Vc é uma precursora nata mesmo...

    O ritmo slow é "tudibão". Nunca pertenci ao outro grupo extremista e logo virei fã do "novo", vai entender...

    Parabéns a todos os aniversariantes carinhosamente lembrados no post e a vc pelo carinho =)

    Bom domingo!

    Michelle

    ResponderEliminar
  4. Deixa eu "desaguar" aqui uma coisa que tô há um tempão pra te falar: lindaaaaaaaaaaaaaaa! =) Falo do novo "visual" no painel do Luz. Ler pelo GReader é uma beleza, mas gente perde atualizações deste tipo, o que é uma pena porque eu adoraria ter dito isso logo que vc mudou, no calor dos acontecimentos, hehehehe. É importante elogiar, pra gente e pra quem a gente gosta. Teria mais coisas pra dizer, mas pode ser num e-mail pessoal.

    Bj,

    Michelle

    ResponderEliminar
  5. Adorei a Roseli e a Lucelia. E tb a Luma, falando sobre ler e como ler. Adoro ler, faz parte da minha vida tb. Estou no momento meio sem lugar aqui em casa( meu quarto em obras e o de hospedes idem).
    Agora me caiu uma ficha enorrrme sobre voce morar em Cabo Frio. outro dia voce me perguntava se morar noRJ seria um retrocesso e me pegou no pulo pensando em morar em Paris. Minha irmã vai comprar um apt agora, ja se fixou la. Mas ela tem quase 20 anos menos do que eu. Me animo com algumas idéias, mas as vezes penso que é hora de encontrar um canto sossegado para so ler e só ser. Cansadissima de matar a cobra e mostrar o pau.
    Sera que consigo parar? É uma questao de querer ne?
    Beijos querida. Bom domingo, boa semana!
    Cam

    ResponderEliminar
  6. Aff! Quase perdi o fôlego, quando a leitura é boa, tenho péssimo hábito de prender a respiração p/ ler mais rápido...

    Turma niver: Parabéns!

    A noite visitarei as indicações.

    Um bom domingo p/ vc Luma!

    Beijooooooooooooo

    ResponderEliminar
  7. Oi menina!!!
    Só tô passando pra te desejar um ótimo domingo!!!!

    Respondendo sua pergunta - não estou cantando mais, mas já estou vendo uma possibilidade..se der certo eu te conto depois.

    Mais tarde volto para comentar o seu post sobre livros. Beijos, Betha

    ResponderEliminar
  8. Adorei a ideia do Slow Blog...eu não tinha lido este post anteriormente!
    Preciso colocar no meu também.

    Olha ler o post hoje, pareceu ser feito para mim...pois estou na mesma sintonia.
    Beijão da mamãe e do Alex que está aqui no colo ;)

    ResponderEliminar
  9. Leio... em qualquer lugar e momento livre... quando leio nada me perturba, tenho a capacidade de me desligar quando faço algo que me interessa e ler me interessa, e não só ler como imaginar, brigar, me extasiar, me divertir com quem escreve.
    Sou de antigamente e mineira, se não pegar parece que a leitura não está completa. Entretanto já li 2 ebooks, porque os livros me interessavam muito!
    Durante a semana vou visitando as indicações.

    Girassóis nos seus dias.
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Luma
    Eu leio muito livro de literatura. Leio antes de deitar.
    E leio muito livro de oração. de dia.
    Hoje vou começar um não muito bom. Comprei errado.
    Mas vou ler e doar na biblioteca lá em casa.
    Lá em casa tinha tanto livros que acabaram ficando mofados e de cupim.
    Dei os que podia para a biblioteca, mas antes li quase toda a totalidade.
    E quase a totalidade eu doei.
    com carinho Monica

    ResponderEliminar
  11. Luma, também preciso de paz para ler, senão não dá. Quanto ao e-reader, sou curioso quanto a adaptabilidade da leitura e tal, não sei se me acostumaria, já estranho bastante ler no pc. Mas é uma boa, ocupa menos espaço, e facilita por deixar os livros sempre por perto - 1000 livros!. Isso me livraria de alguns problemas, como limpar estante e temer as traças com todas as minhas forças. Torço para que se populariza por aqui.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  12. Leio sempre que me sinto calminha e tranquila pra tanto... E quanto niver!!! Nooooooossa! Parabéns pra todos e ao teu irmão também,...
    beijos,linda semana,chica

    ResponderEliminar
  13. Ah, Luma que post bom :-) Anotei tudo da dica do livro à dica do reader. Obrigada por abrir seus hábitos de leitura pra gente.

    Ah, o aniversário do Fio foi dia 31 de agosto, deixei as comemorações para o mês de setembro.

    beijos !!

    ResponderEliminar
  14. Ler? Eu ando meio rebelde com a leitura; mas é fase e passa (ainda bem). É que como leio muito, as vezes, sinto vontade de nada ler, nada pensar, só ficar quieta e deixar tudo em silêncio. Dentro e fora da pele...
    Não conhecia o Nook. Ganhei um tablet da amazon e gostei muito. Ler na cama ganhou outro sentido e como adoro ler antes de dormir (mas não pense na noite) pense em sentar-me para ler e adormecer, sentindo as coisas que leio, desde os persanagens, os cenários e os dramas... Adoro isso.
    Mas ler em dia de chuva é uma delícia. bacio

    ResponderEliminar
  15. Minha querida Luma...hoje aqui se fala sobre um assunto que domino...rsss...leio desde que fui alfabetizada. Tenho apenas resistência para ler ebooks..apesar que coleciono eles. É paixão pelo livro, pela leitura. Pelo livro na mão. Adoro o cheiro de livro novo!!!
    Concordo que promova e estimile a cura. Que abra a consciência.
    Este seu post me deu alegria..muita alegria isso sim.
    Adorei ler sobre suas manias.
    Bom e para encerrar..vou aderir ao slow......tudo.
    Parabéns para todos os aniversariantes. Irei conferri os links,OK?
    Beijo grande
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
  16. Conferir...digitei errado..perdão.
    Conferir os links.

    ResponderEliminar
  17. Oi Luminha,
    Eu leio devagar, muito devagar. Não porque eu queira, mas pq tenho dificuldade de leitura mesmo, rss. Assim como de escrita, calculo e tudo mais... enfim... Sempre achei que a minha leitura mais lenta me fazia saborear e absorver melhor os textos. Tb gosto de ler no quarto e leio todos os dias, antes de dormir a ao acordar. Tb faço uma pequena pausa obrigatoria para leitura durante o dia, todos os dias. Assim como você, não paro antes de terminar um capítulo, mas uso fitas de cetim como marcador de páginas.
    As palavras que você me deioxu são muito importantes para mim, interessante né, mas você é um presente que a internet me trouxe e que de alguma forma terá sempre efeito sobre mim :)
    Beijo

    ResponderEliminar
  18. Luma, ler... ah... como é bom!

    Eu leio qq hora do dia, mas o que mais prezo é sentar-me num lugar agradavel, colocar os pés para cima e começar... tinha a mania de colocar o meu nome no início dos livros. Já parei... não posso ler em conduções, passo mal instantaneamente.

    Sobre sua dica de leitura... parece excelente. E morri de rir de voce falando sobre ter adotado uma nova postura SLOW. Isso se chama qualidade de vida e poucos se lembram o quanto é importante.

    Eu vou ver o link indicado e dar parabens mesmo que não conheça os aniversariantes. Que metida! rssss


    BEIJOS

    ResponderEliminar
  19. Lumita, taí um post no qual me sinto igual a pinto no lixo...rsrs Eu leio na hora em que tenho vontade, ou seja quando tenho tempo disponível e adoro ler antes de dormir...assim como vc, não paro de ler antes de terminar um capítulo...leio todos os dias e mendo um livro no outro...Quanto aos E-Readers até tenho vontade de ter um, mas só pra pesquisas...nada substitui um livro cheiroso a papel, pesado, cheio de páginas a serem desfolhadas. Obrigada por lembrar do meu niver.Parabéns a todos os Setembrinos! beijão,

    ResponderEliminar
  20. LUMA, vc acha que receber um email de um amigo escraviza a gente a tal ponto da gente dar CALADA COMO RESPOSTA? Será que nao estamos magoando um amigo quando agimos dessa forma?

    Nao, LUma, nunca eu quero praticar o SLOW EMAIL por que salvo aquelas mensagens de corrents, quando um amigo nos envia um email, nos consulta para alguma coisa, é por que a nossa opiniao conta e pode, até, fazer diferanca na vida daquela pessoa.

    Há fases na vida da gente em que praticamos o SLOW alguma coisa. Mas, pessoas ativas, aceleradas, nunca serao adeptos 100% do SLOW. Elas podem até querer e desejar, mas, eis que, um dia, cansa...

    A natureza humana vai além de tanta coisa...tanta coisa que, mesmo de forma inocents, estamos machucando pessoas que nos admiram...Mas, se praticamos demais o SLOW nós nunca vamos saber


    Dias felizes

    ResponderEliminar
  21. @Grace, quando noto que o email não é pessoal e enviado a um grupo, não me sinto obrigada a responder. Por este motivo também não participo de foruns e listas de discussão porque acho um porre. O Slow Movement não tem nada a ver com deixar de fazer, mas fazer de maneira consciente.

    @Glorinha, não leio ou assisto TV na cama à noite antes de dormir. Simplesmente porque ambas as coisas me dão muito sono.

    @Sissym, gastamos tempo demais com coisas que não levam à nada. Estresse somente no trabalho, basta!

    @bancoebalcao, obrigada! Você também é um presente que a internet me trouxe :=)))

    @Astrid, minha bella! Quebrei a resistência para ler ebooks por causa das viagens que faço quase que todos os dias e carregar livros, além do material de traballho, não é prático. Mas adoro o cheirinho de livro e ainda mais de uma boa biblioteca.

    @Lunna, também tenho meus dias de rebeldia em que me esvazio.

    @Luciano, para pessoas alérgicas recomendo a leitura de ebooks - não existe mais desculpas para não ler!

    @Monica, parabéns pelas doações! Um livro trancado na estante é um livro morto. Doando você incentiva e dá acesso a outras pessoas.
    Você devia adotar as anotações. Anda muito esquecidinha, viu?

    @Celina, também sou mineira e tenho olhos nas mãos!

    @Vi, beijão no Alex!! Curta os momentos sem pressa! Os bons momentos passam rápidos demais :)

    @Maria Bethânia ;) Não está cantando... isso não é bom, passarinho!

    @Camille, pode ser retrocesso se não foi feliz mas se for para melhorar a sua vida, vá morar em Paris. Tente!

    @Michelle, o Nook é acessível e está sendo largamente usado pelas escolas nos EUA. Ele não pesa na bolsa e não pratica monopólio.
    Não deixe de assistir ao vídeo que disponibilizei sobre o Slow Movement. Precisamos mudar nosso jeito de ser, isso também é sustentável :D

    @Alexandre, como expliquei para a Grace, o Slow Movement não é deixar de fazer, mas fazer de maneira consciente. Depois que fizer, pode olhar a paisagem à vontade! :)
    Não sei sobre o consumo dos eReaders no mundo mas sei que as mulheres são as maiores consumidores. Isso tem explicação simples, pense!

    @Bauru, essa geração que recebe tudo mastigadinho, vem sendo chamada de geração Omeprazol. Vivem enfastiados e o melhor tratamento é o "Chá de cadeira", de preferência da escola.

    ResponderEliminar
  22. Oi Luma

    Falando de setembro e de aniversariantes, eu também sou virginiana e como tal gosto de ler com calma. Já houve épocas de ler dois livros ao mesmo tempo, um levava para onde fosse, o outro lia em casa nas horas livres. Hoje, fazendo curso tenho tantos textos para ler que os livros estão no aguardo. Mas, como gosto de poesias e as coloco no blog, estou sempre atenta a elas.
    Parabéns a todos os aniversariantes de setembro, tenho feito aos sábados homenagem aos poetas de setembro.
    bjs

    ResponderEliminar
  23. Minha linda, cheguei agora (vi no Stats um monte de pessoas indo ler o Sub Rosa, a partir do luz de luma, e claro não resisti e vim aqui.
    Você é um presente, o melhor, que tenho tido nesses anos todos.
    obrigada por tudo o que já fez e que tem sempre feito por mim e pelo Sub Rosa.
    Devo confessar que adoro ter a oportunidade de ser companheira de blogueiros maravilhosos como vc.
    Com o magnífico detalhe: você é minha filhota de coração, meu orgulho.
    Um grande beijo, muito obrigada.
    Ah! para não variar: eu leio Nietzsche há bem, bem uns 25 anos. Já houve época em que eu o lia diariamente!
    E somente hoje, agora, vim saber que ele nietzschianamente falou na leitura como um depravamento. Que fuerte! Amei! Concordo com ele e vou usar esse novo substantivo! Eu não me canso de ser surpreendida por vc (por ele também hahaha).
    Mas você...
    beijos, querida, obrigada sempre.
    -=-=-
    Ah! a minha amadinha Karla é paraense e prometeu vir me visitar:-)))
    Meg

    ResponderEliminar
  24. Eu leio em qualquer lado, excepto em autocarros porque realmente não consigo concentrar-me no que leio. Quando era menina, vivia num velho barracão de madeira, sem água canalizada, nem electricidade. Também não havia dinheiro para livros, fui trabalhar para um armazém de lenha carregar troncos de árvores ainda não tinha completado 12 anos.
    Uma vez por mês aparecia por lá uma carrinha com livros para alugarmos. O aluguer era gratuito desde que na próxima vez entregássemos os livros sem danificações. Alugava sempre vários. Lia-os de noite. Tínhamos uns candeeiros a petróleo, baixos e bojudos a que chamávamos teimosos porque estavam sempre de pé. Ainda que os deitássemos ele imediatamente retomava a posição vertical. A minha mãe não nos deixava ler à noite porque estragava a vista, e eu trabalhava de dia. Então quando ia para a cama, para os meus pais não verem a luz acesa, metia a cabeça debaixo do lençol com o teimoso e o livro. Muito se deve ter esforçado o meu anjo da guarda para que não tivesse havido nunca uma tragédia, já que desde os colchões de palha de centeio, até às paredes de madeira velha tudo era inflamável.

    Termino dizendo que neste momento estou a ler "Às dez a porta fecha" de Alice Vieira. E deixo os meus parabéns a todos os aniversariantes.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  25. Tentei ler um livro no cp, mas fiquei dias e não consegui nem chegar na metade. No Brasil comprei o mesmo livro e li em uma semaninha. Acho os livros insubstituíveis!
    Sempre que termino de ler um, fico semanas repassando um filminho que construí na minha mente e me sinto muito mais rica.
    Muitos pontos em mim, que não gostava, consegui ânimo para melhorar, graças a biblioterapia!
    Quando leio também gosto de recolher-me, ficar quietinha no meu canto, para poder sonhar.
    Bjo grande querida.
    Léia

    ResponderEliminar
  26. Ultimamente lia muito, porém eram pesquisas ligadas ao trabalho.

    Resolvi parar de trabalhar e mudar o ritmo de vida.

    No meu caso, creio que passarei a ler mais "literatura".

    Manoel Carlos

    ResponderEliminar
  27. Oi Luma, um dia chuvoso é especial para a leitura. Comportamentos parecidos os nossos, leitores. Texto profundo e maneira de ler de uma grande amante. Bjo bjo

    ResponderEliminar
  28. Luma:
    Ouve um prolema com o Blog Linha e tive que começar do zero...
    Então, agora URL do Blog Linha:
    http://anny-linhaaozzy.blogspot.com/

    Ah, e registrei também. Ficou só cm um texto para começo de conversa..
    E isto para mineiro, é senta que lá vem história..rs.

    Adorei seu post. Cidades e músicas sempre falam de sentimentos.
    Beijos.
    Anny.

    ResponderEliminar
  29. Olá, querida
    Ler amplia o horizonte da gente e nos desperta para novos caminhos nunca percorridos... É um suave viajar...
    Bjm de paz e ótima semana

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor