Palavras ao vento são certos conselhos.

waffles

Acho que já contei que na minha cozinha tem um quadro de recados, bem em frente da mesa onde resolvemos algumas refeições rápidas. Ele tem sido usado muito além do que foi supostamente destinado, um quadro de ‘memos’, dessas coisas que lembram as faltas da geladeira.

Se inicialmente não era para ser um quadro de recados "negro", acabou sendo e quem passa por ele sempre tem alguma coisa para escrever ou desenhar. Alguém passou certa vez e escreveu assim...

(Eu), nós e o mundo.

Você sentado à mesa e distraidamente ler essa frase, calcula que quem escreveu quis dar um sentido maior ao "Eu". Ler pode ter um sentido diferente de quando as palavras são ditas cara a cara.

Mas de qual "Eu" a pessoa estava se referindo - dela, de todo mundo ou de alguém em especial? O que estaria embutido naquela frase, fez as pessoas da casa destrinchar conversas sobre a nossa individualidade, os conceitos de comunidade e seus círculos concêntricos.

Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Como que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.
Nada sabemos da alma senão da nossa;
As dos outros são olhares, são gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança no fundo.
(Fernando Pessoa)

Depois de todos os questionamentos, eis que um outro dia a frase aparece com o "Eu" apagado, ficando assim:

Nós e o mundo.

Estaria alguém se anulando, se integrando no todo ou querendo chamar atenção?

Respeitei o gesto e pensei: "Para que complicar as coisas?". Estava na metade do meu "Waffle de Iogurte", recém-saído da máquina e sem pretender confronto, percebi logo a expressão denunciante de quem tinha feito o "trabalho" e apenas sinalizei o quadro de recados com o dedo indicador e numa pergunta muda querendo saber o porque da mudança.

A resposta foi um dar de ombros e um giro nos calcanhares. Assim a fuga é a melhor maneira para não confrontarmos com uma situação. Dali a pouco o telefone toca:

- Alô!
- Alô...
- Fala!
- Fala o quê?
- Sei lá, você que ligou...
- Poderíamos sair para correr ou pedalar?
- Que tal continuarmos a brincadeira de pique-esconde? Conto até trinta e vou te achar...
- Tá bom!

Deck

Certa vez, me disseram: se você quer uma coisa, deixe que a outra pessoa saiba, afinal ninguém tem bola de cristal. Ah, se fosse fácil assim... Palavras ao vento são certos conselhos. Mas faz sentido. Tantas coisas eu teria feito pelas pessoas se soubesse o que elas realmente queriam. E outras tantas vezes, devo ter ferido e magoado sem saber, pois não tinha como adivinhar o que era esperado de mim.

Se a pessoa não expressa suas necessidades, então que elimine um pouco esse pensamento constante do que seria ideal acontecer; do que os outros deveriam fazer para nos alegrar, afinal o mundo não gira em torno de nenhum de nós e no exato momento em que esperamos algo de alguém, algo também pode estar sendo esperado de nós.

Parece-me bem que aquele quadro de recados, foi além de ser um instrumento de logística da cozinha e mostrou-se particularmente útil para servir os nossos acabrunhados e complexos códigos.

Sempre haverá uma mesa para sentar e comer "Waffle Caseiro de Iogurte" e os questionamentos ficam para outros lugares.

Você: sua melhor companhia. Achar o "Eu" é uma tarefa difícil?

40 comentários :

  1. Achar o Eu?
    Tarefa dificílima Luma!

    Quando acho que achei, ele desliza e me surpreende, as vezes assusta e as vezes dar medo...

    Se apropriar do "Eu sou" acho tão presunçoso, já que estou sempre em mutação ou agregando valores diferentes.

    Beijos nesta alma inquietante.

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  2. Deixar o outro saber o que queremos é importante...Lindo texto, lindos wafles...beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Luma minha querida, adorei seu post de hj, até pq tem tudo a ver com o momento pelo qual ando passando. Só nós conhecemos nosso Eu e mesmo assim, muitas vezes o perdemos de nós mesmas. Estou numa fase de introspecção total, procurando onde larguei o meu...beijos,

    ResponderEliminar
  4. Fui ler novamente o "Você: sua melhor companhia". Notei que em meu comentário lá, estava buscando meu eu.

    Obrigada pela receitinha da delícia acima em "Waffle Caseiro de Iogurte"

    Luma, você deve admitir. Seus textos são escritos de forma a que se adapte a qualquer situação. Muitas vezes, pode estar falando de você, mas dá perfeitamente para adaptar a nós mesmos.

    Antes me preocupava em saber o que as pessoas queriam de mim. Pensava também que elas estavam sabendo o que eu queria.

    Acho que cresci um pouco :)

    Hoje navego livremente, guardando pessoas dentro do meu coração. Muitas vezes, nos escontramos pelas ruas de nossa cidade ou pelos sítios deste mundo virtual.

    O que importa é a liberdade.

    Eu acho que quando as pessoas querem uma coisa devem dizer diretamente. Tanto aqui quanto na web eu digo sempre o que quero, mas devo dizer que em muitas vezes isso é muito difícil porque nunca se sabe se vai magoar ou não.

    Ótima semana!

    ResponderEliminar
  5. Texto *****.

    Beijo e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  6. Luma:
    Adorei a ideia do mural na cozinha. Numa casa especial, como deve ser asua, delicia observar os comentários e ficar inventando ou adivinhando os possíveis significados...
    Ah, muito assunto. Vou parar por aqui.
    Um bom fim de semana!
    Beijos.
    Anny

    ResponderEliminar
  7. Oi Luma,
    Achei muito pertinentea a reflexão sobre os desejos. A vida seria mais fácil se as pessoas dissessem o que esperam dos outros. Em muitas situações eu tenho dificuldade para isso, relacionamentos são complexos (ou será que sou eu que complico?).

    Sua experiência com o quadro me lembra um quadro que havia no meu primeiro emprego. Sempre havia alguém escrevendo algo, sem regras (é claro que num ambiente profissional, acabam existindo regras implícitas, ninguém pode escrever o que der telha). A gente sempre analisava as motivações; às vezes era um simples 'bom dia' e outras algo mais complexo.
    Abraços!!

    ResponderEliminar
  8. Oi Luma
    Seu cantinho é muito acolhedor!
    e esse post é pra pensar, principalmente em se fazer conhecer, por si mesmo e pelo próximo.
    Gostaria de escrever no seu quadro da cozinha:
    um bj e muita luz!

    ResponderEliminar
  9. Oi, Luma queria
    Vc está bem filosófica... aliás, seus post dão o que pensar...
    Promete que quando nos encontrarmos vc leva um desses waffer de yorgurte pra mim???Hum!!! Delícia pura!!!
    E por falar em delícia e "EU":
    Vou fazer uma semana de reflexões, a partir de amanhã, com textos sobre o silêncio, acompanha,tá?
    Saudações com votos de paz e alegria no fim de semana que se inicia.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Huum.... fiquei com vontade de comer essa delícia toda aii, rsrs...

    Você é uma dessas pessoas que guardamos no coração!!!!

    Beijos querida!!!

    Linda noite de sábado

    ResponderEliminar
  11. Talvez num primeiro instante, ele queria reforçar o eu na equação do conjunto, mas ao ver que isto originou conflito, acabou apagado o eu, voltando a frisar a coletivadade perante a situação...

    Hua, kkk, ha, ha, muitas as vezes eu tenho o dom de dizer o obvio.

    Mas com certeza uma boa refeição encontra o seu lugar, imagina na companhia de alguém especial.

    Fique com Deus, menina Luma.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  12. Oi Luma, obrigado pela parte que me toca, meu irmão, e agradeço também pelas meninas, ótimo final de semana, beijos, Mauro

    Aqui em casa foi apenas uma reuniãozinha familiar, mas estava bom.

    ResponderEliminar
  13. Olha, sempre fui como João e Maria, deixava migalhas p/ m descobrirem, m decifrarem e ainda hoje muitos não se esfoçam pq assim é mais fácil não fazer o q é preciso ser feito. Quando querem complicar, preferem não entender.
    Bjs, bom domingo e ótima nova semana.

    ResponderEliminar
  14. Achar o eu? Isso me lembra Alvaro de Campos e sua poesia metafisica que sempre me engole "esse outro que não eu, que não você, que não ninguém" e somos assim, um outro que as vezes fica no fundo do espelho. rs
    Eu há um tempo atrás espalhei poemas pela casa: versos curtos e promovi uma verdadeira caça aos versos. Foi engraçado e agora tenho vontade de dar pipas as pessoas. Sim, eu vivo em busco dos outros eus, porque o meu eu vive em mim e as vezes se perde, se reinventa, se disfarça de outro e sai feliz pelos cantos, as vezes encontra uma sombra, as vezes senta a mesa e toma uma xicara de chá quente. As vezes espera e esfriar enquanto isso lê um livro ou escreve um. rs
    bacio carissima

    ResponderEliminar
  15. Luma, desculpa a demora para agradecer a sua gentileza lá no blog. Agradeço de coração! Realmente estou revendo valores e foi muito bom ler seu post.
    E que post lindo o de hoje! Adorei. Na forma e no conteúdo!
    Beijos

    ResponderEliminar
  16. hahaha mto legal e poético esse quadro..adorei.
    e esse waffle...hmmm ficou lindo (sabe q nunca comi? nem sei se gosto!)

    Um ótimo domingo para você!!!

    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderEliminar
  17. Você fez um post que me fez voltar a minha infência e juventude. As pessoas não podiam e nem sempre adivinhavam os meus desejos. Eu Por, pura timidez, também não expressava o que queria,
    Bom que o tempo passou e melhorei bastante,
    Beijos

    ResponderEliminar
  18. Eu quero que voce responda com mais frequencia as coisas que pergunto para voce. Quando tiver um tempinho, faça isso querida. Pode ser que voce tb queira que eu pergunte menos. Concordo.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  19. Adorei seu texto!!!
    Vc escreve mega bem!!
    bj

    ResponderEliminar
  20. Todo o mundo, em qualquer altura da vida, questiona (se questiona) sobre seu eu. Se é considerado ou se considera os outros. Se é respeitado como ser ou se respeita o seu semelhante ou... cara metade. Seria bom que todos soubessem ler os sinais que cada ser humano envia em importantes fases de suas vidas.

    Beijossssss

    ResponderEliminar
  21. Luma,
    Se nos déssemos a conhecer a nossa comunicação com as outras pessoas seria bem mais fácil.
    Mas eu acho que agraça da vida está justamente neste jogo de esconde e descobre que cada um faz mesmo sem perceber.
    Que chato seria saber o que o outro quer. Até porque não sabemos nem o que nós queremos?
    O fator surpresa-descoberta é que torna o relacionamentos mais interessantes.

    Bjo

    ResponderEliminar
  22. Não é que seja dificil de achar, acho que é dificil impor!
    Adorei a idéia do quadro!
    Mas aki é na geladeira mesmo que colocamos bilhetes!
    Beijos saltitantes
    Uma ótimaaaaaa semana

    ResponderEliminar
  23. Reflexiva e interessante!
    O EU...não me perguntes pelo meu....
    Beijinho

    ResponderEliminar
  24. Algo escrito por nós é feito com um sentido, mas lido por dez poderá ter dez sentidos diferentes:)

    Pela minha experiência de vida:) julgo e sinto que a essência do nosso "eu" é sempre o mesmo "que vem do berço" e não muda, formado por coisas, posturas, pensamentos, sentimentos etc. bons e maus e naquele momento, naquela hora agimos errado, mas a essência que lá está, dá o alerta- volta atrás e emenda, pede desculpa. Com o tempo mudamos sim "comportamentos" mas sem grandes alterações, excepto se ocorrer algo grave a nível de saúde que queima todos os fuzíveis:)
    Felizmente e apesar de ter passado muito, tenho o meu sotão bem arrumado e há gavetas que não abro para quê? não vai mudar nada porque já passou, mas abro as boas talvez pelo meu optimismo e sou a minha melhor companhia sem jamais descuidar de quem se abeira de mim ou porque precisa, ou por ser amigo ou por ser familiar, gente que procuro saber como agem e do que gostam ou não gostam.
    Assim com um "eu" bem resolvido e sem questionar muito, "Se você quer uma coisa, deixe que a outra pessoa saiba, afinal ninguém tem bola de cristal" claro que sim e porque tanta gente esconde o que quer? Até nos casais existe isso...há que lançar "Palavras ao vento porque são DE FACTO certos conselhos".

    Este poema de Pessoa é o tal egocentrismo que atordoa as sociedades modernas, nomeadamente as gerações mais novas que perderam ou nunca souberam o que são "pilares de educação, honestidade, carinho, amizade, amor" e num corre-corre desenfreado, pisar uma folha seca ou pisar alguém tanto lhes faz e seguem no seu único objectivo "EU" e o "nós e o mundo" que se lixe!

    Também não vale a pena pensarmos que poderiamos ter feito mais se...qual se, qual carapuça...todos os dias podemos mudar e nada como ter perante os olhos num momento de relaxe: um "meno" (mesmo imaginário) com recados que bem trabalhados dão frutos/gestos positivos, preenchentes e cheios de tudo.

    Gosto muito de observar os outros que se cruzam comigo na rua, ou que vão no comboio, ou quando trabalhava e fui aprendendo do que gostavam e não gostavam, da maneira de ser e respeitava sempre para ser respeitada porque...a minha liberdade termina quando começa a do outro.

    Com as filhas, genros e netos a cumplicidade é tal...que pelo olhar ou até pelo telefone...sabemos como estamos e do que precisamos na hora.

    Olha Luma neste momento queria "colo" dás-me? porque voltei a ver o video e uma vez mais adorei...mas o mesmo não posso dizer dessa "Waffle + Iogurte" que detesto, mas se os apanhasse no tempo da guerra...ia com prato e tudo:)

    Um xi coração e obrigado por este momento de leitura

    ResponderEliminar
  25. Achar o eu, o nós, o outro, muito difícil! por isto tantos desencontros e mal entendidos, quando tudo poderia ser resolvido facilmente...
    Beijos

    ResponderEliminar
  26. O meu eu esta sempre em uma montanha, apreciando a paisagem.
    Bela semana para ti.
    bjs

    ResponderEliminar
  27. super incrível suas palavras. Como querer que saibam algo que queremos ou precisamos se não falamos nem damos pistas, não é mesmo?
    boa semana

    ResponderEliminar
  28. Engraçado porque enquanto eu estava lendo seu blog, fui percebendo que faz pouco tempo que eu encontrei o meu eu, mas eu o fiz através de outra pessoa. Estranho talvez, mas olhando pra mim hoje, acho até natural.
    Grande abraço menina

    ResponderEliminar
  29. Nossa, super difícil eu ME achar .. tenho tantas manias e gostos que cada dia muda tudo kkkk, mas eu sempre falo para o outro o que eu quero, assim tudo fica mais fácil ...
    beijokas
    meumundocordeabóbora

    ResponderEliminar
  30. Luma, vou dar um jeito de colocar um quadro de recados na minha cozinha! Assim quem sabe eu realmente chego a conclusão de quem ninguém vai descobrir o que eu quero se eu não me jogar de vez no quadro, n as palavras...

    ResponderEliminar
  31. As vezes procuro o meu eu. Acho que ando numa fase meio perdida. Onde está o Eu, onde está o nós e onde estão os outros? As vezes tudo misturado e confuso. Amiga agradeço imensamente as palavras de carinho no meu blog. Meu amigo já sabe que não andará mais. Uma válvula foi colocada na veia aorta pois teve um aneurisma muito grande e o médico, apesar dos exames, não sabia o tamanho e sua extensão(?. Essa válvula atingiu a coluna de forma irreversívvel. Vou pegando sempre seu expemplo de vida e sua forma de encarar as adversidades para recomeçar todos os dias, com confiança em Deus. Bjs

    ResponderEliminar
  32. Luma,

    Ainda procuro meu eu, e n]ao é nada fácil encontrá-lo, principalmente quando se gasta muito tempo buscando satisfazer a otra parte. É um processo demorado, mas necessário. Ainda chego lá.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  33. Comunicação é tudo, e se vier regada a carinho, então, só melhora!

    Legal a ideia do quadro próximo à mesa.

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderEliminar
  34. Luma
    Lá em casa tem um local pra recados. Na minha tia no Rio era no espelho escrito com o batom.
    Aqui em casa ´pe na geladeira.
    mas ninguem escreve filososfando.
    Só errado mesmo!
    com carinho MOnica

    ResponderEliminar
  35. Achar o Eu, tarefa quase impossível, mas alguém deve conseguir. Eu mesma ainda não...


    Bjs
    Mah

    ResponderEliminar
  36. Cada post seu é melhor, faz pensar e sentir leve.. =D

    ResponderEliminar
  37. Acho importante saber, para ajudar, exelente texto,bem reflexivo amiga.
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  38. Olá Luma querida!
    Acho que as mensagens estão por todas as partes e muitas vezes precisamos de alguns sinais para que possamos perceber a complexidade da integração entre as pessoas. Pensamos e avaliamos os outros e nem sequer nos damos ao trabalho de ir um pouco além para sentirmos as pessoas. É fato que assim como nós, aqueles que nos cercam tiram as suas conclusões e estão no aguardo de que correspondamos às suas expectativas.
    Grande beijo,
    Jackie
    (ah! adorei a receita!!!)

    ResponderEliminar
  39. Eu também acho que devemos sempre mostrar ao outro o que queremos. Já é tão difícil compreender a nós mesmos; imagine a dificuldade dos outros desvendarem os nossos desejos... (rs)

    ResponderEliminar
  40. Oi, Luma! Desculpe, cheguei ainda agorinha do hospital com a Ju (nada grave) e estou tao cansada e com tanta fome que tudo o que entendi deste seu post foi Wafe Caseiro de Iogurte. :-))))
    Ps.: Também nao entendi o (EU).
    Bjs!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor