Não grite alto sua felicidade, a inveja tem sono leve

búuuuuuuuuu

A frase título desta postagem é de autor desconhecido, mas a fábula que contarei para vocês consta do livro "O Mundo de Sofia", de De Jostein Gaarder (capítulo 31, pág. 473, Cia. das letras).

A fábula serviu para Alberto ilustrar as explicações dadas para Sofia, sobre a "Teoria do inconsciente" de Freud. Penso que quase todo mundo leu o livro, vale relembrar. Porém, vou editar o diálogo, retirando os questionamentos de Sofia.

Senta, que lá vem a história!!
Era uma vez uma centopéia que sabia dançar excepcionalmente bem com suas cem perninhas. Quando dançava, os outros animais da floresta reuniam-se para vê-la e ficavam impressionados com tamanha habilidade. Só um bicho não gostava de assistir a dança da centopéia: uma tartaruga.

"Como será que eu posso conseguir fazer a centopéia parar de dançar?", pensava ela.

Ela não podia simplesmente dizer que a dança da centopéia não lhe agradava, porque os outros animais gostavam tanto e também, não podia dizer que dançava melhor. Ela resolveu bolar um plano diabólico.

A tartaruga pôs-se, então, a escrever uma carta endereçada à centopéia: "Oh, incomparável centopéia! Sou uma devota admiradora de sua dança singular e gostaria muito de saber como você faz para dançar. Você levanta primeiro a perna esquerda número 28 e depois a perna direita número 59, ou começa a dançar erguendo a perna direita número 26 e depois a perna esquerda número 49? Espero ansiosa por sua resposta. Cordiais saudações, a tartaruga".

Quando a centopéia recebeu esta carta, refletiu pela primeira vez na sua vida sobre o que fazia de fato quando dançava. Que perna ela movia primeiro? E qual perna vinha depois? E você sabe, Sofia, o que aconteceu?

A centopéia nunca mais dançou...
A "Fábula da Tartaruga e da Centopéia", ilustra perfeitamente a inveja quando ela serve para destruir e, não levando tão à sério esse sentimento, temos a inveja causada pela admiração, que é um sentimento de contentamento e alegria, como quando alguém querido, conta-nos uma realização e dizemos sem pensar "Ai, que inveja!".

Glorinha, a organizadora da blogagem coletiva "Sentimentos e emoções", cujo tema hoje trata da "Inveja", ilustrou muito bem a sua participação, com esse tipo de inveja "bobinha", que todos nós sentimos em dado momento da nossa vida e que logo passa!

Mas temos um outro sentimento de inveja, que fica camuflado em nossa personalidade e que também destrói, pela omissão ou preguiça, aliada a uma certa dose de mesquinhez.

Essa sovinice de ações, a alegação de que ninguém ficará sabendo se não o fizermos e porque achamos em nosso íntimo, que o nosso gesto não ajudará em nada, que pode ser tudo uma grande besteira ou uma futilidade a mais para nos preocuparmos e às vezes, esse simples "não gesto", pode destruir um sonho.

Você está vendo na lateral do blogue, o primeiro elemento no alto, onde consta uma votação? Ali consta o nome da Glorinha: "Glória Leão" e à frente do seu nome, o título do seu livro "A paixão que me move". Este livro encerra em suas páginas muita dedicação, noites sem dormir e dias de grandes esforços; assim como sei que todos os livros ali constantes, também guardam muito mais do que os escritos e as emoções de suas páginas.

Fiz uma comparação analítica desde o dia que a votação começou e computei entre os blogueiros concorrentes, a média de leitores em comum e cheguei na seguinte conclusão: você que é leitor amigo da Glorinha e que também é de outro concorrente, pode dividir seu voto ou votar no autor que achar merecedor, mas... tenho uma certa experiência com votações e os leitores mais antigos do "Luz" bem sabem disso: as pessoas mentem. Se negam por preguiça. E porque fazem isto?

Você leitor da Glorinha pode se questionar do porque não está votando ou então, pode ficar bravo comigo e dizer "Tô votando", "Voto se quiser", "o voto é meu"... e a minha resposta pode estar no título do post ou então, posso re-perguntar: - Se não é inveja, a mesquinhez vem de onde?

Ah, você está sempre com pressa e chega correndo no blogue da Glorinha e "esquece"? Sua conexão é lenta e a página demora a carregar... blá, blá, blá, eu lhe digo: Pare de blogar! Quem tem conexão lenta, não bloga. Quem não tem tempo, não bloga! Quem não tem paciência, não bloga! Quem não se importa com o blogueiro que lê todo dia ou que se importa, comentando e deixando beijinhos virtuais... está na hora de demonstrar essa admiração/amizade em momentos como este.

Então, hoje é Sexta-feira 13! Desconecte-se da web e faça uma faxina mental! Não cante como a Vanusa (um perigo!) mas jogue fora sentimentos tolos, traças, teias de aranha... ah, mofo!

Bom fim de semana!

45 comentários :

  1. Oi Luma, eu não sabia de votação, mas vou correr para lá.
    Linda sua homenagem, aproveitando o gancho do tema! Adorei!!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Relamente bloga toma tempo, mas não quer dizer que não obtemos felicidade neste tempo gasto...

    Mas para mim é algo complicado, porque inicialmente eu nem leio todas as novidades que constam na barra lateral do blog, sendo que reparei agora na votação.

    No caso da mequinhez, penso que seja devido a uma alma pequena, que tenta sufucar o sucesso dos outros.

    Fique com Deus, menina Luma.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Oi, Luma!

    Não li o Mundo de Sofia, por isso não conhecia a fábula da centopéia e da tartaruga. Essa fábula, retratou bem o tema que estamos abordando.
    Eu acho que inveja, é inveja mesmo, aquele sentimento destrutivo. A inveja que impulsiona, deve ter outro nome, pois, ela apenas nos alavanca para a conquista de certas coisas que desejamos, sem ter que necessariamente prejudicar ninguém, né?

    Um grande abraço
    Socorro Melo

    ResponderEliminar
  4. Confesso que esse assunto me arrepia os cabelinhos.
    Muitos não conseguem nem disfarçar ou ser sutil como a tartaruga.
    Para "limpeza" nada melhor que um banho de mar não é?
    Bom fim de semana!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  5. Concordo com o que o Daniel Savio disse, Luma e complemento dizendo que "O invejoso não tem raiva de quem ele critica. Ele tem raiva de si mesmo!"
    Vou lá votar na Glorinha.
    Bjim, bom findi.

    ResponderEliminar
  6. Luma, fiquei estática lendo seu post...fui lendo, pois nunca li o livro, apesar de ter muita vontade, e como sei que desenvolveria muito bem o tema, fui lendo e lendo e de repente, eis- me ali: eu, virei tema do post! Aí é que caí em mim! Verdade, se todo mundo que disse que votou em mim tivesse votado mesmo, eu não estaria só com aquele número de votos e Bingooooo!!!! Vc acertou na mosca! As pessoas mentem! será por mesquinhez, inveja, preguiça?
    Luma, fiquei até emocionada com o que escreveu e vi o quanto de falsidade existe no mundo blogueiro. Como eu não sei ser assim e acho até um defeito meu sincericídio às vezes, fiquei até meio triste, pois vc me confrontou com um dos defeitos que mais odeio. Pois eu ainda prefiro a inveja do que a falsidade. Porque a inveja, até certo ponto, não causa mal ao objeto invejado, mas a falsidade sim, na medida em que vc acredita no outro, aceita o amor dele e lhe dá seu amor de volta. Arrasou Luma! Te agradeço, primeiro por, diretamente pedir votos para mim, segundo por me alertar para esse fato. Beijos amiga.

    ResponderEliminar
  7. Adorei todos os argumentos para votar na Glorinha. Votei e coloquei desde semana passada um link pra votar. Ela merece. É um guerreira. A fábula da Centopéia traz reflexão. Bjs

    ResponderEliminar
  8. Luma, inveja é cobiçar coisas (ou traços das pessoas) e ainda por cima tentar destruir a pessoa ou se desgastar logo do objeto desejado.
    Nesse ponto, inveja nunca me pegou!

    Votei na Glorinha e votei na Mila, pois são duas concorrentes, gosto demais das duas e não poderia deixar de dar meu voto a cada uma. Disseram que não dá pra votar em mais de um, mas dá, sim.
    Clique no livro de uma, vota, sai, clica no livro da outra e vota nela.
    Fiz meus votos, deixei meus recadinhos lá e fico "abestada" em saber que pode haver pessoas que dizem que votou sem ter votado! Deus me livre, cruz credo!
    Ah, o coração humano. Terra que ninguém conhece...Só o dono!
    Beijo e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  9. Olá Luma,

    Estive aqui hoje mais cedo e votei na Glorinha assim que vi a barra lateral. Já havia votado também na Mila porque gosto das duas.

    Um beijão

    ResponderEliminar
  10. Outro dia li a interessante e contraditória frase "blogar é um ócio trabalhoso". E seu post me faz concordar mais uma vez com essa verdade. Blogar também é se relacionar e se alguém não tem tempo pra isso, vai acabar sozinho, não só no mundo virtual, mas também no real...
    Abraço!

    ResponderEliminar
  11. Luma

    Já votei outro dia com muito prazwer.

    Este seu post está excelente e a começar com um título daqueles, é mesmo de entusiasmar.

    A inveja, bom... toda a gente sabe...

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  12. Adorei a fábula cheia de verdade, este tema inveja tem trazido excelentes postagens, adorei a sua, beijos

    ResponderEliminar
  13. Muito boa associaçao entre a inveja e a mesquinhez. Gosto tb daquela outra historia, dos dois homens no hospital e o que fica narrando para o colega de quarto, o que se "passa em sua janela". É bem interessante essa hitoria tb. Mas estava sem condiçoes de postar, passei o dia com uma dor de cabeça alucinante. Agora estou um poquinho melhor.
    Beijos Lumitcha.
    Bom final de semana,
    Cam

    ResponderEliminar
  14. Luma, votei na Glorinha Leão, não conheço o trabalho dela, mas confio na sua indicação.
    Inveja é um dos sentimentos mais perigosos que conheço, senão o mais perigoso, confesso que tenho medo de pessoas invejosas e olhe que não tenho medo a toa.
    Todos nós em algum momento sente inveja de alguma coisa, não falo dessa inveja.
    No momento invejo quem tem tempo para navegar na net, coisa que só terei depois de Outubro, atualmente visito no máximo dois blogs por dia, o meu e no máximo mais um.
    Trabalhando muito, sem nenhum pc por perto, é uma tristeza,rs.
    Adorei teu texto.
    Bjos

    ResponderEliminar
  15. Muito bom seu post!!
    Um abraço
    Cynthia

    ResponderEliminar
  16. Confesso que não tinha visto a votação e confesso também que leio seus posts e muitas vezes não comento.Vou prestar atenção.

    ResponderEliminar
  17. Luminhaaaa,
    O teu título é fantástico "Não grite alto sua felicidade, a inveja tem sono leve".
    Você falou de um jeito que já tentei explicar a uma querida amiga de muitos e muitos anos, pois ela é daquelas que adora jogar na rede, falar pra todo mundo da sua felicidade conjugal, do amor entre seus filhos, da família linda e unida que tem. Eu concordo, ela tem sim, massssssss já disse a ela do perigo que corre, este mundo tem gente vil e sem possuir nada disso, assim ela corre um grande perigo em expôr sua imensa felicidade.
    Adorei o tema que usou para desenvolver a blogagem e já disse para minhas duas amigas que gostaria imensamente de poder votar nelas, mas não consigo, meu PC só votou uma vez só, talvez registre a máquina, não sei, e o voto foi pra Glorinha que ainda não tem livro nenhum na praça e precisa se consagrar neste momento. Mas, se pudesse votaria nas duas sim, pois são excelentes escritoras, amigas e merecem demais ganhar o prêmio.
    um super beijo carioca e ótimo final de semna!

    (Não deixe de pegar na locadora este filme, você ficará impressionada com a atuação dos personagens e com a trama em si. Depois me conta o que achou.)

    ResponderEliminar
  18. Hãã?!?! Calma, Luminha. Eu já votei. E nem conheco a Gloria... :-)))

    ResponderEliminar
  19. Olá Luma!
    O título dessa postagem está demais...
    Você arrasou...sobre o tema nada há o que acrescentar.
    Já votei na Glorinha e já votei na Mila...dá para votar nas duas sem erro...e votei mesmo!!!rss
    Beijos e tenha um fim de semana gostoso.
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
  20. Olá,
    A VERDADE nos liberta...
    Tenhamos ótimo dia e reflexão com essa sugestão da Glorinha!
    Abraços fraternais e serenidade para discernir...

    ResponderEliminar
  21. Olá Menina Luma,

    Vim agradecer a visita, seu carinho e me inteirar das novidades.
    Seu POST sobre a INVEJA ficou excelente!!
    Por incrível que pareça eu não li o Mundo de Sofia, mas já fiz pedido via internet do mesmo...
    Algumas abordagens da Glorinha me assustam, mas reconheço seu talento para a escrita e atendendo ao seu apelo (por respeitar seus pontos de vista) deixei meu voto resgistrado para a Glorinha.
    Abraço carinhoso.
    Regina Coeli

    ResponderEliminar
  22. Olá querida Luma, as pessoas se imobilizam ao se tornarem invejosas. Serão mais tristes, infelizes, vão, certamente, ficar mais gordas. Enfim, seu mundo se tornará mais negro e obscuro. Eu combato a inveja, vivendo a minha felicidade.E vida que segue...

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderEliminar
  23. Embora eu não participe dessa blogagem coletiva, mesmo porque, não conhecia a Glorinha e, confesso-lhe, acessei rapidamente o blog dela, um rápido comentário (ainda não tecemos o laço virtual, que antecede aos demais), estou acompanhando a blogagem até por conta de amigos e amigas que participam e, devo dizer, de forma sublime!

    Então, também por conta de suas contundentes argumentações, prontamente votei.

    E é interessante a pluralidade de argumentos em torno de um mesmo tema. As leituras, tão plurais quanto os leitores, permitem a ampliação de conceitos "tidos", num "refazimento" crítico da outras compreensões.

    A metáfora da centopéia é genial nesse contexto ampliado. Cada perninha um blogueiro. Cada blogueiro num movimento. Cada movimento entrelaçando-se aos demais, formando ritmos. E por fim, a magia da dança coletiva. E é aqui, na compreensão das próprias incompletudes, que a outra "perninha" ganha significações vitais aos movimentos ensaiados, na tecitura da pertença. E quando cada um permite-se ao outro, em gestos humanizados e humanizadores, então não há lugar para a inveja. A verdade chegou antes!

    Abraços, Luma!

    ResponderEliminar
  24. Adorei essa história da tartaruga...Que coisa e tá cheio de gente que quer destruir, por não poder fazer o mesmo.Passo longe da inveja, pois já fui alvo de muita dela.E de graça...Incrível, invejavam que eu estava sempre grávida,( tive 4 filhos em 5 anos) que eu cuidava bem dos 4 filhos sozinha e ainda na faculdade, me formei e tinha gente que corria pra ver minhas notas antes de mim.Foi incrível,por isso DETESTO inveja e INVEJOSOS! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  25. eu acredito nisso e naõ conto as coisas antes delas se concretizarem.
    já passei por uma situaçao q quase deu errado, por inveja vinda de amigos. acredita?

    Um ótimo fim de semana para você!!!!

    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderEliminar
  26. Luma,
    A inveja literalmente é uma merda! Algumas pessoas simplesmente não conseguem ficar felizes pelas alegrias dos outros e não ajudam. Se fazem uma lista elegendo os 100 melhores, aparece 300 para criticar a escolha... Isso é o mais usual.
    Amigos são poucos e muitos são conhecidos. Algumas vezes os amigos "verdadeiros" nos decepecionam mais que os conhecidos.
    Quanto a Glorinha, eu torço para que ela ganhe. Não sabia que podia votar mais de uma vez. Agora sei e vou votar.
    Beijos

    ResponderEliminar
  27. Luma, só agora cheguei a você! Concordo plenamente com o seu texto. A fábula mostra muito bem, o que a inveja que deseja que o outro deixe de ter pode causar. Dano, sempre.
    Agora, inveja sentimos todos, ainda que tenhamos um trabalho danado para evitarmos.
    Quanto a votação, já votei e decobri que posso voltar nas duas. Oba!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  28. Óptima postagem Luma, realmente «O Mundo de Sofia» é excepcional, preciso de o voltar a ler.
    Quando eu era miúda a minha mãe dizia-me: cuidado com os males de inveja, não fales demais! De facto nós além de sentirmos invejazitas, também podemos chamar a inveja, quando dizemos o que temos e fazemos e ainda imprimimos grande entusiasmo nisso!
    Eu tenho inveja de ti, tens um blogue muito bom, mas vou caprichar para que o meu seja tão bom como o teu! rsrsrs...
    Beijinhos,
    Manú

    ResponderEliminar
  29. Oi, Luma. Estou lendo O Mundo de Sofia, mas não cheguei em Freud ainda, estou em Hume. A inveja prejudica quando nos deixamos levar por ela. A tartaruga conseguiu seu objetivo porque fez a centopeia pensar sobre o porquê dançava. Quando pensamos demais, quando queremos justificar as nossas atitudes, automaticamente nos colocamos freios. Viver mais e pensar menos no que os outros irão pensar é o aconselhável.
    Quanto à conexão lenta, a minha no momento está lerdíssima, mas não deixei de comentar, porque falaste sobre um assunto que eu me interessei em dar a minha opinião. Nem todas que leio eu comento, mas isso não quer dizer que não gostei da notícia.
    Beijos pra ti, e nao esquenta em relação a votar e não votar em alguma notícia. Blogar não é isso, não é competir, blogar é dar opinião, e tu estás dando a tua muito bem.

    ResponderEliminar
  30. Oi Luma

    Adorei seu post e só me deu mais vontade ainda de ler o livro O mundo de Sofia.A inveja é um sentimento muito destrutivo que causa muitos males as pessoas, eu prefiro nao dar trela aos invejosos, porque na minha concepção, todos nós somos iguais, ninguem é melhor do que ninguem, e logo por isso, eu prefiro acreditar que ninguem tem inveja de mim, procuro canalizar meus pensamentos para algo construtivo.Se desejar algo que ainda nao tenho e o outro tem, vou a luta com meus proprios esforços, porque se ficar só na inveja eu nunca irei conseguir e com ceretza só irei me destruir.

    Bjs no coração

    ResponderEliminar
  31. Me convenceu!

    Não conheço o trabalho da Glorinha. Mas vou lá conhecer, já que votei. E torcer muito para que ela e seus amigos possam sentir o sabor de um sonho bem vivido.

    Abraços

    ResponderEliminar
  32. Oi, Luma!

    Já votei na GLorinha. Votei logo que ela compartilhou a novidade no blogue dela. Achei tão bacana ela correr atrás de tudo, sabe? E a capa do livro, tão linda... Que ela mesma fez! Enfim, fiquei cheia de motivos pra votar! Queria votar mais de uma vez, mas parece que só pode uma, né? Depois que votei, caio sempre a mesma tela, como se eu já tivesse votado, mesmo entrando em dias diferentes.

    A frase título do seu post é bacana. Eu acho que todos nós vivemos dias de felicidade plena, de uma forma ou de outra. Afinal, ninguém vive uma vida 100% amarga, por mais que tenham momentos tristes. Então, por que é que a felicidade dos outros incomoda? E por que é que precisamos tanto gritar aos quatro ventos que estamos bem? Acho que um pouco de ponderação dos dois lados contribui para as boas relações humanas.

    Tadinha da centopéia... Não duvido que hajam pessoas que se dão ao trabalho só pra fazer o mal mesmo, em vez de usar suas energias e vitalidades para propósitos verdadeiramente dignos.

    Um abraço e bom resto de domingo (o meu aqui já tá no fim... snif).

    Minha sexta-feira 13 foi repleta de notícias boas, isso faz com que meu lado supersticioso vá por água abaixo...rs.

    Michelle Siqueira

    ResponderEliminar
  33. Luma, o seu nome já indica algo semelhante a luz. Infelizmente durante nossa trajetoria de vida nos deparamos com almas inferiores, que tudo tem, mas não dão valor, almejam dos outros. Eles roubam nossas energias. O melhor é nos afastarmos.
    Confesso que quando descobrimos ser alvo de inveja é bem doloroso, porque é triste.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  34. Amiga Luma,
    Esse texto é fantástico.
    O livro O Mundo de Sofia é um livro que todos deveriam ler, e você foi brilhante quando falou sobre a inveja, relacionando-a com a passagem do livro.
    O meu voto já foi computado.
    Parabéns pela brilhante postagem.
    Grande Abraço.
    Roni.

    ResponderEliminar
  35. Vou te falar que o meu agosto está bem delicado! Mas o importante é não deixar a peteca cair e seguir em frente, não é mesmo? Bjs

    ResponderEliminar
  36. Eu li o livro, comecei a ver o filme, nunca terminei o filme, é em norueguês, mas não lembro mais de tanta coisa do livro, foi legal reler um pouco aqui.

    Bom, sobre o voto, eu votei realmente, votei a pedido de Beth que me enviou uma mensagem sobre a votacäo e pedindo o voto para Glorinha, isso antes de eu ver que você apoiava também. Votei, fui lá no blog e comentei que tinha votado e a pedido de Beth, é legal ver amigos fazendo essa campanha, nem sei se vocês se conhecem pessoalmente ou apenas virtualmente. Votei, comentei e não queria agradecimento. Mas ontem me surpreendi com um post de Glorinha reclamando que as pessoas não vão lá agradecer a ela por ter tido mais visitas e mais seguidores gracas à blogagem coletiva, um post meio irado (em todos os sentidos), achei contraditório pois ela também não agradeceu os votos, mas acho engracado também o estilo de Glorinha.

    Eu votei sem conhecer nenhuma das obras ali, aliás essa votacão não vai eleger a melhor obra, mas a melhor campanha (assim como na política, né?!!!), então, tem que ser bom político nessas horas, tem que ir atrás, cativar, puxar o voto.

    O povo realmente mente, mente até por não ter interesse, mente por que não quer contribuir realmente com o outro, mente porque é cobrado e tá sem saco, mil razões pra mentir.

    Ah, e votei em Mila também, assim como Lucia, leio o blog dela.

    Beijo

    ResponderEliminar
  37. Oi Luma, peço licença para responder à Luciana H. aqui, embora já o tenha feito tb no blog dela, mas como sua crítica à mim foi feita aqui, achei por bem responder aqui tb. Copiei e colei o coment que fiz no blog dela.
    "Oi Luciana, tudo bem?
    Acho que aborto é um tema tão complicado que nem sei se tenho opinião sobre o assunto.Mexe demais comigo e prefiro não opinar.
    Mas vim aqui tb para conversar sobre seu comentário no post da Luma sobre inveja.
    Cara Lu, eu tenho agradecido a todos os que votaram e tem votado em mim lá no blog da votação.Tenho mil defeitos, mas sou grata aos meus amigos. Não acho que ninguém tenha obrigação de votar no meu livro, ainda mais sem ter lido, mas parto do pressuposto de que quem lê meu blog e gosta, vai gostar tb do meu livro...bem, mas isso é realmente complicado, pois como vc disse, ganha quem fizer a melhor propaganda e conseguir mais "eleitores" e eu te confesso, não sou boa nisso. Tanto que já me passaram e muito, em votos.
    Quando reclamo das pessoas no meu blog, estou reclamando pq procuro ser gentil com quem participa das blogagens, visitando TODOS, um a um, perco meu dia inteiro indo em cada blog, dizendo uma palavra, concordando ou discordando, mas faço questão de ir. Fico de "ressaca", como sempre falo no dia seguinte de tanto ficar no pc. Então reclamo de quem me pede pra entrar e não dá as caras, nem aparece e nem dá uma desculpa pra isso. Acho isso uma falta de consideração, não só comigo, mas com os outros participantes. Voltando à votação no meu livro, Luciana, nem todo mundo que votou em mim, me avisou, então não tenho como saber ou conhecer todos. Outra coisa, ia esperar o fim da votação e, vencendo ou não, iria fazer um post sobre isso e agradecer a todo mundo que votou em mim. Mas vc se antecipou e me pré julgou, dizendo que eu cobro e não faço o mesmo. Espero que depois de todas as explicações que te dei, vc tenha uma ideia melhor de mim e de quem sou. De qualquer forma, não estou conseguindo mesmo visitar todos os que me visitam, e já pedi mil desculpas lá no meu blog. Sinto muito se, de alguma forma, te magoei ou fui indelicada com vc. Um abraço

    ResponderEliminar
  38. Acredito que a inveja nem dorme(rs).Adorei o post e a estoria da tartaruga. beijos

    ResponderEliminar
  39. Bem Luma, voltei pq achei por bem desfazer a confusão com a Luciana, ela foi no meu blog, explicou que interpretei o que ela disse de forma errada. Enfim, foi uma confusão digna de Glorinha L de Lion...hehe, que bom que não passou disso! Espero que a Luciana e eu, a partir de agora, passemos uma borracha no episódio confuso e nos tornemos grandes amigas. Peço desculpas a vcs e a ela. Beijos às duas.

    ResponderEliminar
  40. Ih, Luma, já passamos a borracha. Desculpe o mal entendido por aqui.

    Beijo

    ResponderEliminar
  41. Luma, eu nao sabia dessa votacao.

    Vamos por parte:

    já li o Mundo de Sofia, quando fazia a faculdade de Direito.E li depois. Gostei.


    23)mentira: EM BLOG, SIM....MENTEM E MUITO. ALém do que tem muuito blogueiro sem a minima capacidade de se auto-criticar. Por quë falo isso?

    POR QUE EU PUBLIQUEI UM LIVRO - nao sou escritora- o fiz poruma boa causa- e muito blogueiro, alguns frequentaodres de seu blog - perturbaram e muito a Editora e a mim, em emails mensais, falando: SEMANA QUE VEM VOU COMÅPRAR SEU LIVRO....MÊS QUE VEM , VOU COMPRAR...

    E eu fui aguentando...aguentando..até que estourei, e escrevi um post...

    Ah...chega de mentiras.

    Quando á Glorinha, a visitei algumas vezes, comentei, mas nao tenho contato com ela, uma vez que ela nunca me visitou e se o fez, nunca deixou comentário.

    Mas veja bem: eu detesto mentiras. E nao vou dizer que vou votar nela. Por que na lista tem alguns nomes que conheco os escritos. E vou ler os textos de cada um. O que me convencer, eu voto.

    Desejo que ela consiga sair-se vitoriosa. Se bem que, eu acho mais fácil publicar livros do que vendê-los. Pode ser que eu esteja errada.
    eu publiquei um, com patrocinador e desejo, sinceramente, que ela publique e venda mauitos.

    Inveja?

    NAO TENHO ISSO DE NINGUÉM, MAS VOLTA E MEIA SOU VITIMA DESSA MALDITA. E quem sente inveja de mim, ainda nao vi razao nenhuma

    tem blogueiro tao invejoso que vai ao meu blog, finge outro nome, nick e deixaa comentarios escabrosos. Eu finjo que nao sei quem sao as pessoas...

    Acho que a inveja maltrata ambas as partes e nao é bom-

    Se eu invejo alguma coisa??Sim...Apenas quem tem mae. Apenas quem tem dinheiro sufifciente para investir em gente.-..

    O resto, LUma..nao...por que tudo que eu me predispus a fazer, eu fiz.

    bjs e dias felizes

    graceolsson.com/blog

    ResponderEliminar
  42. Luma,
    Depois de ler sua postagem inteira e todos os comentários, não aguentei.
    Votei e fui conhecer o trabalho da Glorinha e seu blog.
    Incrivel... Fiquei encantada.
    Então quero dar parabéns a você.
    Sair em defesa dela desta forma é maravilhoso.
    Só quem tem um coração bem grande é capaz desta atitude.
    A inveja traz consequências para todos os envolvidos, mesmo que o invejoso acredite estar em vantagem.
    Um grande abraço e parabéns, por tudo.

    ResponderEliminar
  43. Obrigado pelo carinho lá no Baú voltareicom mais calma para curtir seu blog, Gostei do seu estilo e humor !

    ResponderEliminar
  44. Esta fábula retrata bem o lado negativo da inveja. Por norma o invejoso, gostaria de ser igual àquele do qual tem inveja. Existem pessoas que como não são felizes tentam destruir a felicidade dos outros.
    Gostei muito do blog e vou ficar por cá. Já sou seguidora.
    Bom domingo.
    Vivi
    http://esquecimedeviver.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  45. Olá Luma !!!!
    A fábula é a coisa mais verdadeira ,existem muitas tartarugas no nosso meio.
    Temos de ter forças e não paralizar como nossa amiguinha centopéia.
    Amei seu blog.....
    Bjs no seu coração

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor