A paz é branca

paz

O comercial "PAZ", criado por Washington Olivetto foi veiculado nos cinemas, onde apenas uma tela branca era mostrada [clique no player, se preferir ouvir], com o seguinte texto:

"Neste comercial não tem mulher de biquini, não tem cachorro, não tem criança, não tem bebezinho.
Esse comercial não tem casal, não tem beijo, não tem família tomando café da manhã.
Esse comercial não tem música de sucesso, não tem efeito especial, não tem tartaruga jogando bola.
Esse comercial não tem gente famosa, nem garoto propaganda, porque este comercial é para vender um produto que ninguém precisa ser convencido a comprar... que você adora consumir e que por sinal, você até já comprou, só que não estão entregando.
É um produto que não tem marca, não tem slogan, não tem embalagem, nem faz promoção tipo "leve 3, pague 2".
Este comercial é todo branco e desse jeito ele pode ser entendido aqui e no mundo todo. Aliás, seria muito bom se esse comercial pudesse passar no mundo inteiro. Porque o produto que este comercial quer vender é a paz.
E enquanto o pessoal que precisa comprar a paz não compra, faça assim:
- Pegue o estoque de paz que você ainda tem em casa e use no trânsito, na fila do banco, use no elevador, use no futebol.
Paz é um produto interessante! Porque quanto você mais usa, mais você tem! E se todo mundo usar, quem sabe chegue o dia em que ninguém mais precise fazer um comercial para vender a paz!"

paz

Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas): “Cultura de Paz é um conjunto de valores, atitudes, modos de comportamento e de vida que rejeitam a violência, e que apostam no diálogo e na negociação para prevenir e solucionar conflitos, agindo sobre suas causas".

Para David Adams, um dos ícones da Cultura de Paz no mundo, a Cultura de Paz tem como base 8 pilares:

1. Educação para uma Cultura de Paz;
2. Tolerância e Solidariedade;
3. Participação Democrática;
4. Livre fluxo de Informações;
5. Desarmamento;
6. Direitos Humanos;
7. Desenvolvimento Sustentável;
8. Igualdade entre gêneros.

A UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) oficializou a Cultura da paz em 1999, porém desde 1945 trabalha na prevenção e na resolução não violenta de conflitos, fundamentada nos princípios de tolerância, solidariedade, respeito à vida, aos direitos individuais e ao pluralismo. O termo "Cultura da paz", no entanto, foi cunhado oficialmente pela primeira vez em 1989 (Declaração de Yamoussoukro/Conferência Internacional sobre a Paz na Mente dos Homens na Costa do Marfim).

Em 1995 foi elaborado um programa de ação e em 1998 foi proclamando o ano 2000 como "Ano Internacional pela Cultura da Paz" compreendendo o período 2001/2010 como a "Década Internacional pela Cultura de Paz e Não Violência para as crianças do Mundo".

paz

Estamos quase na metade do ano de 2010, término da década, com mudanças de estação e descobrimos que tudo o que nos contam, nós já sabíamos. Os órgãos governamentais e não governamentais que trabalham com a paz, enfrentam muitas dificuldades para conquistar aquilo que deveria ser mérito de cada um dos cidadãos e nós, ao abrirmos a janela, sempre procuramos pela lua cheia.

Muita coisa também mudou na história - Acabou a Guerra Fria. Caiu o muro de Berlim. O Comunismo foi esmagado. Acabou o lobo mau que comia criancinhas e foi instalado na Europa o estado de Liberdade - Porém a fome e a destruição da natureza, acelera a dizimação da raça humana da superfície da terra. Há quem afirme, que "Os homens são os dinossauros da vez".

Pela psicologia da vida, sabemos que o Homem é um ser insatisfeito e muito ambicioso. Nunca está contente com nada. Quer sempre mais e mais!

Ora, o "Tio Sam" esmagou os maus, os inimigos da Liberdade. Esmigalhou o comunismo soviético e transformou-o em pó. Que felizes (nós) ficamos!? Agora acabou o medo de dormir, noup? Porque sei que lá no céu, tem um satélite americano que vigia a terra e nós continuamos os indefesos cidadãos do mundo.

Durou pouco e descobriram outros inimigos da Liberdade, ditadores terríveis! "Papões genocidas" - Modernamente chamados "Terroristas"!

Diga-me um único país invadido e libertado pelos americanos que esteja feliz e que tenha uma economia crescente e promissora.

Para ter paz é necessário dizer não as guerras!? - Não, a guerra não viabiliza a paz e nem mesmo o contrário.

É doloroso constatar que morrem homens que não entendem a causa por que morrem. É doloroso ver o Brasil entregue aos salteadores, à corrupção, à violência e ao DESTINO em prol da ganância.

Nos fechamos em nossas casas, a procura de paz e liberdade. Porque a paz que eu procuro não está no mundo, não encontro lá, encontro somente cá!

"E se eu não morresse nunca e, eternamente, buscasse e conseguisse a perfeição das coisas?"(Cesário Verde) e por conta disso, tentamos consertar as imperfeições do mundo, porque se eu não encontrar a liberdade, quero dá-la de presente para alguém, para que em um futuro a terra seja morada para a paz.

Nas guerras, pessoas lutam para simplesmente voltarem para as suas casas, para se sentirem seguras e em paz, para olharem para as suas casas e ver o seu mundo protegido, num sentimento de aconchego e segurança, mas até que ponto posso engaiolar a paz, se não pratico os pilares da "Cultura da paz"?

Indicação de leitura: Os mandamentos da paz, de @neiduclos

Guerra em casa

Este texto é uma contribuição para a série de postagens "Colorindo a Vida" promovidas pelo blogue "Café com bolo" da blogueira amiga Glorinha L. de Lion. Hoje é dia da cor Branca! Participe colorindo a blogosfera! Infelizmente, essa é a última cor da cartela... a blogagem ficará na saudade!

Obrigada, Glorinha e participantes por contribuirem na edificação de uma blogosfera mais simpática, fraternal e positiva!

*Desculpe a paz desbotada das imagens, era essa a intenção!

Agradeço a Beth do Blogue "Mãe Gaia", as flores, a música, as palavras carinhosas, ao aconchego... enfim, tudo aquilo que não tem preço! Obrigada! :=)))

34 comentários :

  1. Querida Luma,
    Este post está fantástico, bem oportuno sempre falar da PAZ, da Cultura de Paz, que tantos põem à margem e podemos começar mesmo na vida privada, em que as pessoas preferem magoar-se umas às outras a se entenderem. A partir daqui e em toda a sua amplitude parece, que é mais fácil fazer a guerra, do que procurar a paz.
    Eu afloro no post sobre o branco também a paz, mas a LUma fez realmente uma abordagem aprofundada. Os meus parabéns.
    Muitos beijinhos,
    Manú

    ResponderEliminar
  2. Luma...maravilha de texto!
    Bem nem poderia ser diferente...
    Eu acredito que devemos pacificar pela paz.
    Como posso querer paz se não vivo em paz?
    Esta blogagem Colorindo a vida deixa aquele sentimento de quero mais...foi realmente uma experiência gratificante!
    Um beijo
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
  3. Luma, que post maravilhoso, menina do céu! Lavou minha alma!
    É muito fácil se falar em paz, pregar a paz sem vivê-la...O difícil realmente é usá-la no dia a dia, nas pequenas coisas, com as pessoas que diariamente tentam nos tirar do nosso centro, às vezes, inconscientemente...seja no trânsito, no trabalho, enfim, no cotidiano....por isso acho que respeitar as diferenças é o fundamental em qq relação humana...é difícil, é um trabalho e um exercício incessante..mas é por aí o caminho para nossa paz interior e a paz no mundo.
    Grande beijo minha querida, te agradeço de coração por ter participado sempre brilhantemente das postagens do Colorindo a Vida!

    ResponderEliminar
  4. Maravilha, Luma, que dissertação profunda e importante para repensarmos nossa idéia de paz.
    Aqueles que eram os vilões já não são mais, assim que quando falam mal de um povo, o demonizam, dizem que são os piores do mundo, prestemos atenção, pois esta mesma coisa aconteceu no passado quando os maus, demoníacos, os que comiam criancinhas eram outros.
    Muito bem escrito e oportuno o texto neste dia da blogagem branca que evoca acima de tudo - paz.
    bjs cariocas


    P.S.: Teu presente está à tua espera lá.

    ResponderEliminar
  5. Ok, Luminha, toma teu

    http://supremamaegaia.blogspot.com/2010/05/e-hoje-as-flores-e-musica-sao-para_16.html

    bjs

    Acho que passou despercebido por causa do post de hoje.
    bjs

    ResponderEliminar
  6. Maravilhoso, neste post vc contemplou tanta coisa, acho que tem q vir do interior para o exterior e vc enfatizou muito bem! Bjinhos da Madrasta!

    ResponderEliminar
  7. hhaha
    Luminha,
    A Glorinha tentou te avisar desde domingo à noite, pois eu coloquei o post de manhã, mas estava dando um problema sério em teu blog e aparecia, tanto pra mim quanto pra ela que era perigoso abrir os comentários do teu blog, pois poderia danificar nosso computador.
    Ainda bem que tudo se solucionou hoje e vc viu o bendito post. Agora, vou passar a música pro Youtube, não é assim que vc nos ensinou?! hehe
    bjs

    ResponderEliminar
  8. Querida Luma, maravilhosa postagem. Que a paz habite sempre o coração da humanidade. Não é um sonho utópico!

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderEliminar
  9. Você nos proporcionou um belo texto para refletirmos sobre a PAZ, que no meu entender é feita de muitas atitudes cotidianas- cultura da paz-.
    bjs

    ResponderEliminar
  10. É certo que este comercial vai concorrer e levar o melhor premio do ano. O curioso é que no mundo das Idéias tudo é 100% negociável. Na vida real vivemos longe do regular em termos de `Paz. É a miserabilidade humana de alguns muitos que insistem no caos.

    Excelente vc ter postado este comercial criado pelo W.O.

    Forte abraço Luma.

    Alôha =
    = Compartilhar com Alegria da Energia da Vida no Presente.

    Hod.

    ResponderEliminar
  11. Como sempre, "show de bola" e mais um comercial marcante do Washington.

    ResponderEliminar
  12. Não me lembro do nome do artista que fez uma obra, num painel pintado de branco, com um ponto bem no centro. Nem me lembro em que museu se encontra, mas a ideia é semelhante ao do W.O.

    Boa semana

    bj

    ResponderEliminar
  13. Luma, sem mais a acrescentar. Muito para pensar, para rever. Como praticar a cultura da paz cada vez mais em meu dia a dia. Parabéns pela postagem. Genial!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  14. Oi Luma, querida,
    Esse texto ja transmite paz desde o inicio. Percebe-se que voce o escreveu em paz, sem ansiedade, assujeitada a condição humana como temos que ser para vivermos mesmo em paz. Linda foto do mar e gaivotas. Lindo texto de Washington Olivetto. Eu vi no cinema, e foi apos o sequestro dele. Interessante, Olivetto sempre foi uma pessoa sensivel e tb muito competitiva, que deixava esse lado PAZ se rencoberto pela luta ao podio da vida de um publicitario bem sucedido. Depois da volta do sequestro e e em seguida dos bebês gemeoo, deu para perceber o quanto ele tambem foi satras da PAZ.E cada um de nos tem o seu motivo, a sua motivação. O mundo preciaa muito dessa cor, que é a soma de todas as cores, a PAZ, BRANCA, PARA TODOS NÓS.
    Beijos Lumitcha, voce sempre muito inspirada.
    Cam

    ResponderEliminar
  15. Minha querida Luma,

    Obrigada!!!!
    Seu post leva-nos a uma profunda reflexão...
    Receba meu abração carinhoso.
    Fique em paz!!
    Regina Coeli

    ResponderEliminar
  16. Poxa, gracias pela menção! hihihi bjs

    ResponderEliminar
  17. Lumitcha, caracas ! Tô verde de vergonha de mim mesma. Desculpe... eu perguntando da sua mae e só depois é que fui ver a besteira que falei. Mas sei que me perdoa ! perder alguem é duro.. eu sei, já perdi meu pai. E nestas horas nada faz com que a situacao amenize, só os poucos amigos (que ficam numa hora destas) nos consolam...
    Espero que o tmepo possa amenizar esta dor... e muito tempo, coisa que ainda nao aconteceu comigo.

    Bjks no seu coração !!!

    ResponderEliminar
  18. Boa semana...com muita paz !!!

    ResponderEliminar
  19. Muito legal essas postagens Luma, pena que não tive tempo pra entrar nessa.. mas curti demais as blogagens.

    E viva a paz !!

    ResponderEliminar
  20. Olá querida!!!
    Importantes reflexões...
    Como a Astrid disse. Vivemos em paz uns com os outros, com a família, com os amigos e principalmente com a nossa consicência?
    É assim que trabalhamos pela paz, com nosso exemplo...

    Grande bjo

    ResponderEliminar
  21. Amiga, levei a inspiração que vc compartilhou lá para minhas atmosferas.. Obrigado..

    Forte abraço

    Hod.

    ResponderEliminar
  22. oh LUma....vou chorar...
    Como eu q ueria, LUma, que a PAZ chegasse ao Continente africano e poupasse tantas criancas de dores sem fim.
    Como eu queria poder vir aqui edizer: A AFRICA NAO É MAIS UM PROBLEMA NAS MINHAS NOITES INSONES.

    Belo post, Luma.
    bjs e dias felizes

    ResponderEliminar
  23. Oi Luma!
    A única coisa que eu posso fazer é bater palmas para este post.Está maravilhoso!
    Eu lembro do comercial de Washington Olivetto.Foi impactante.
    Está demais seu post.Parabéns!
    Bjs,Rozani

    ResponderEliminar
  24. Um poucas palavras, sensacional.
    Abraços forte

    ResponderEliminar
  25. Ola'
    Que fantástico, nao conhecia esse comercial, adorei! Belíssimo post, parabéns!
    Um abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  26. (A Guerra Fria acabou?)

    Guerra, no sentido denotativo, há apenas uma em todo o planeta Terra, atualmente. A que está sempre nos jornais e que conhecemos bem.

    Já na amplitude do termo, podemos dizer que a cidade do Rio de Janeiro detém a maior guerra do Brasil, levando em consideração a proporção geográfica do lugar.

    A "localização" é um termo do mercado econômico para designar o estudo minimamente feito do conjunto de características de um lugar a fim de meter lá um produto no mercado de consumo. Se usássemos o conceito de localização para a reflexão sobre os problemas sociais, talvez fôssemos mais objetivos ao identificar qual é a guerra "mais próxima"... E como é que fazemos (atitudes, iniciativas) para vender lá a paz.

    O branco desbotado caiu muito bem.

    Um abraço,

    Michelle

    ResponderEliminar
  27. Um post EXCEPCIONAL e que subscrevo totalmente.

    O Brasil e Portugal estão de mãos dadas e como é também "doloroso ver Portugal entregue aos salteadores, à corrupção, à violência e o DESTINO em prol da ganancia". Politicos que têm a sua paz em grandes mansões e protegidos quando o povo está entregue aos vermes criados por eles.

    Paz, PAZZZZZZZZZZZZZZ e já e compete-nos a nós fazermos um pedacinho que todos juntos conseguiremos fazer uma enorme tela branca.

    A D O R E I!

    Um abração

    ResponderEliminar
  28. Ótimo texto para reflexao, Luma!
    A paz é o que todos queremos.
    Bjim.

    ResponderEliminar
  29. Eu sempre me pergunto o que vem a ser essa tal de paz? Sim, porque quando estou aqui em meu quarto, nesse silêncio que reflete notas musicais e pensamentos diversos e sei que minha paz é esse meu mundo aqui. Mas não sei o que é paz para as outras pessoas.
    Infelizmente sei o que algumas pessoas pensam ser paz, como as grandes nações que estabelecem regras para os outros mas não para si mesmo. É claro que nenhum país invadido sabe o real significado da palavra paz e nunca saberão se ficarem na condição de refém do grande gigante "americado".
    E o que eu fico me perguntando é como as pessoas conseguem acreditar que a paz se conquista com guerras, armas, sangue, derrotas e humilhações???
    Sei lá, acho que o problema em si está no conceito. Será que se a gente levar um dicionário para essa gente, resolve?
    Bacio carissima

    ResponderEliminar
  30. Luma querida, mais uma vez você trazendo cores pela blogosfera!!! Isso é muito bom!!^^

    Maravilha de comercial!! Muito bonito mesmo...

    Eu ainda não sei qual a cor da paz, realmente não sei... Sim, ela pode ser branca, mas às vezes penso em outras cores, cores bonitas. Azul como o mar, sim, o mar me traz paz... Cor do céu num dia de chuva, que também traz paz...

    Por que será que é tão difícil para algumas pessoas encontrar a paz?

    Maravilha de texto, Luma!!

    Abraços

    ResponderEliminar
  31. Foste fundo nessa postagem no texto e imagens,bem fortes, a última então!!! Ficou lindo esse enfoque!beijos,tudo de bom,lindo dia,chica

    ResponderEliminar
  32. Olá!!!
    To chegando para informar que o Mix agora é .com!!!
    Todo o conteúdo do Mix para você, com mais comodidade e profissionalismo!!!

    Mude seu link ok?
    www.mixculturainformacaoearte.com

    ResponderEliminar
  33. Luma,

    Lembro-me do slogan do comercial do Exército Brasileiro: "É na guerra que se conquista a verdadeira paz". Quando eu ouvia essa frase de efeito, minha cabeça de criança entrava em parafuso, pela contradição da frase.

    Você citou os órgãos que trabalham pela paz. Mas, é preciso que nós tenhamos em mente que a busca pela paz é uma tarefa individual (e também comunitária, óbvio). Isso porque, uma simples fagulha pode detonar o mundo inteiro.

    Beijos e uma ótima quinta-feira.

    ResponderEliminar
  34. Luma,já pensou fazer um post sobre isso?Te digo:escreva o texto,selecione a fonte na cor branca.Ao divulgar o posts,seus leitores verão tudo branco...Aí,é só passar o mouse e vai ler a mensagem,já pensou em fazer um post assim?Interessante,beijos,Paz e bem, um abraço.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor